Você está na página 1de 1

PRIMEIROS SOCORROS

Recomenda-se a RCP padrão utilizando a técnica


boca a boca, usando uma máscara ou protetor bucal:
evita o contágio, não requer oxigênio complementar
e reduz a dilatação gástrica.

Se a vítima estiver consciente e com


dificuldades respiratórias, limite-se a
> ajudar a vítima a se sentar em uma posição
confortável que lhe permita respirar melhor.
> assegurar que as roupas não impeçam os
movimentos torácicos e abdominais.

Se o peito se movimenta paradoxalmente


quando a vítima respira (tórax instável)
> Estabilize a parte lesionada deitando a vítima de
lado.
> Ou enfaixe o peito com um grande curativo
adesivo que cubra as costelas lesionadas.
> O curativo deve cobrir bem a área lesionada atrás
e na frente, assim como as costelas acima e abaixo,
para estabilizar a ação.
> A bandagem não deve ser muito apertada, para
não restringir o movimento de inspiração.

Se houver um ferimento de aspiração no peito


> Você deve cortar ou retirar as roupas da vítima para
expor o ferimento.
> Comprima a abertura do ferimento com um
curativo oclusivo para fechá-lo. O curativo deve ser:
• grande o suficiente para não ser sugado para a
cavidade torácica;
Cruz Vermelha Britânica

• com três laterais bem coladas à pele e a quarta


aberta para permitir a saída de ar.
> Se a respiração piorar após a aplicação do curativo,
rapidamente retire-o e recoloque-o da forma
apropriada.

160

Interesses relacionados