Você está na página 1de 1

PRIMEIROS SOCORROS

Toque
> Hemorragia; lesão superficial ou penetrante;
inchaço; corpo estranho empalado; quebras
de continuidade; deformações ou movimentos
anormais.
> Crepitação, bolhas de ar sob a pele (flictemas) do
pescoço (avançado: enfisema cirúrgico).
> Fraqueza nos braços e pernas no lado oposto à
lesão.
> Retardo ou lentidão de movimentos após estímulo
doloroso (em comparação com o lado oposto).
Suspeite
> Lesão na coluna vertebral associada a um trauma
não penetrante na cabeça.

Apalpação da cabeça
> Com as duas mãos, toque gentilmente o couro
cabeludo, as laterais, parte de trás da cabeça e
o rosto. Lembre-se de que lacerações do couro
cabeludo não podem ser vistas da cabeça, devem
ser sentidas.

Apalpação da coluna vertebral


> Coloque uma das mãos na testa da vítima para
deixar seu corpo parado.
> Com a outra mão, toque do topo da coluna
vertebral, gentilmente pressionando cada vértebra,
uma após a outra (como se fossem dedos tocando
as teclas do piano).
> Procure enrijecimento de hematoma ao longo
da coluna vertebral. É mais normalmente sentido
em oposição aos “degraus” na linha da coluna
vertebral.
> No caso de lesão na coluna vertebral, cuide para
não provocar outros danos.
> Ao terminar, observe se há sangue na mão que
utilizou na apalpação.

Se a vítima estiver de lado


> Apalpe a coluna vertebral da forma indicada acima.

184