Você está na página 1de 1

PRIMEIROS SOCORROS

TÉCNICAS DE CONTROLE • Acesso intravenoso de calibre grosso para a


AVANÇADO reanimação por fluidos (para compensar a perda
de sangue, até a pressão sanguínea sistólica de 90
mm Hg).
• Terapia de oxigênio (para aumentar o oxigênio no
sangue).
• Tratamento com antibióticos (para prevenir e tratar
infecções).
• Controle da dor (para aliviar o sofrimento e conter
o choque).
• Inserção de tubo nasogástrico (para retirar
conteúdo gástrico – prevenindo assim o vômito – e
ver se tem sangue).
• Inserção de cateter urinário (para medir a saída de
urina e ver se tem sangue).

TÉCNICAS DE CONTROLE • Cirurgia de emergência posterior em um hospital


DEFINITIVO de campo deve ser uma “cirurgia de reanimação”.
Envolve o controle de hemorragia apenas em
situações nas quais não se tem sangue disponível e
a vítima está s dessangrando.
• Prefere-se a laparotomia de controle de danos com
controle adicional de contaminação dos órgãos
internos. Em ambos os casos, o reparo durante
uma segunda operação deve aguardar a melhoria
do estado da vítima. Isso pode exigir anestesia
avançada, unidades de terapia intensiva e sangue
para transfusão.

196