Você está na página 1de 1

TÉCNICAS PREFERENCIAIS

Técnicas de estabilização

Preparação

> Explique para a vítima o que você está fazendo.

> Coloque-a confortavelmente na posição sentada ou deitada.

> Sempre trabalhe de frente para a vítima e, se possível, do lado ferido.

Limpeza do ferimento

> Lave o ferimento delicadamente, sem esfregar, com água abundante.

> Em grandes ferimentos, lave da parte interna para a parte externa.

> Seque-o antes de colocar o curativo ou de cobri-lo.

Proteção do ferimento

> Cubra o ferimento com um curativo limpo (compressa estéril, se disponível). O curativo deve ser volumoso para absorver o sangramento.

> Aplique uma bandagem para manter o curativo no lugar.

> Se a vítima estiver deitada, envolva as bandagens sob as cavidades naturais do corpo: tornozelos, joelhos, cintura e pescoço.

> Aplique as bandagens em membros na forma de oito – e não na forma circular, o que pode gerar um efeito de torniquete.

> Se a remoção demorar ou for longa, troque o curativo e lave o ferimento a cada dois ou três dias.

Se o ferimento na pele estiver infectado (vermelho, inchado, quente e dolorido, possivelmente com pus)

> Proceda com a evacuação urgente.

> Limpe o ferimento por completo com água abundante, removendo todos os dejetos possíveis.

> Se a evacuação demorar ou for longa, troque o curativo e lave o ferimento diariamente.