Você está na página 1de 1

1

Glossário

Anexo

1

Direito Internacional Humanitário (DIH) Conjunto de regras internacionais, estabelecidas por tratados ou práticas, que busca, por motivos humanitários, limitar os efeitos de um conflito armado internacional e não internacional. O DIH protege pessoas que não participam ou deixaram de participar das hostilidades, restringindo os meios e métodos de combate.

As principais fontes do tratado do DIH são as quatro Convenções de Genebra de 1949 e seus Protocolos Adicionais.

Conflito armado O Direito Internacional Humanitário faz a distinção entre conflito armado internacional e não internacional.

Conflito armado internacional: qualquer diferença entre os Estados que envolve intervenção dos membros das forças armadas é um conflito armado internacional, mesmo se uma ou ambas as partes negarem a existência de estado de guerra. Não há diferença no que tange a duração de um conflito nem como ocorre a matança. Um conflito armado internacional inclui a ocupação militar.

Conflito armado não internacional: quando as forças governamentais lutam contra os grupos organizados de oposição armada ou quando esses grupos armados lutam entre si. No geral, este tipo de conflito toma a forma de um combate, dentro de um Estado, entre duas ou mais partes, que recorrem à força armada e quando a ação hostil entre esses grupos tem caráter coletivo, estando marcada por uma medida de organização.