Você está na página 1de 14

Globalização

O que é a globalização?

Quais os fatores que lhe deram origem?

Será a globalização um fenómeno que ocorreu num

período único ou deveremos falar em diferentes

etapas da globalização?

Organizando ideias…

A globalização…

É um fenómeno global de abertura das economias;

É um fenómeno multidimensional na medida em que…

tem vindo a reestruturar as nossas de formas de viver, individual e socialmente;

tem impacto nos planos económico, financeiro,

tecnológico, cultural, político, religioso e do

relacionamento interpessoal.

Tem uma influência considerável no nosso quotidiano:

para além de cidadãos nacionais, somos cidadãos globais e células ativas neste fenómeno.

Resulta

do crescimento das trocas internacionais de mercadorias;

da intensificação dos movimentos de capitais;

do aumento da circulação de pessoas;

da crescente partilha de conhecimento e de informação.

Duas definições de globalização…

Joseph E. Stiglitz (economista e

Prémio Nobel da Economia em

2001):

A globalização é

"o estreitamento da integração dos

países do mundo;

o aumento do nível de comércio e dos movimentos de capital;

resultante da diminuição dos custos

de transporte e de comunicação".

Anthony Giddens (sociólogo britânico):

a globalização é

"a

designação

corrente

dada

ao

processo de

interdependência

crescente na sociedade mundial“;

 

“um fenómeno político, tecnológico, cultural e económico”;

Um “fenómeno influenciado pelo progresso nos sistemas de comunicação, intensificado a partir do

final da década de 1960”;

 

Um “fenómeno que permite

estabelecer comunicação instantânea

com qualquer ponto do globo”.

Concluindo

A globalização corresponde a um estreitamento da

interdependência e das relações que se estabelecem

entre os países a nível económico, social, cultural, político

e financeiro;

Esta interdependência tornou-se possível devido ao

enorme desenvolvimento verificado nos transportes e nas

comunicações.

Etapas da globalização

1. Descobrimentos portugueses e espanhóis (séc. XV e XVI)

Estabeleceram-se relações comerciais e financeiras intercontinentais;

Introduziu-se na Europa novos produtos

como a pimenta, o açúcar ou a batata;

Adquiriu-se novos hábitos;

Desenvolveu-se a arte de navegar;

Criou-se rotas de circulação marítima regular que ligavam os grandes portos da Europa ao Oriente, a África e ao continente americano;

Passou a existir um movimento de

pessoas, bens e capitais jamais registado

até então.

2. As Revoluções Agrícola e Industrial (nos séc. XVIII e XIX)

impulsionaram o processo de

mundialização da economia

na Europa nasceram as primeiras fábricas cujas matérias-primas

provinham das colónias o que reforçou

domínio colonial e a interdependência entre territórios;

o

As invenções como a máquina a vapor permitiram a mecanização da

agricultura, aumentando a produção

agrícola.;

O

desenvolvimento dos transportes os

caminhos de ferro e a invenção do

telégrafo diminuiu os custos de transporte e de comunicação.

O mundo tornou-se mais pequeno e interdependente.

Etapas da globalização

3. 1º metade do séc. XX: as duas guerras

Mundiais, os movimentos anticoloniais e a independência conquistada pelas colónias,

conduziram à intensificação das negociações

comerciais e da interdependência económica entre os diferentes países.

Após a Segunda Grande Guerra, surgiu uma divisão do Mundo em função do desenvolvimento

económico, social e político, colocando em

oposição:

O primeiro Mundo (formado pelos países industrializados e sustentados numa economia de mercado capitalista);

O segundo Mundo (composto pela ex-URSS e pelos países do Leste da Europa, também identificados por países do

bloco comunista);

O terceiro Mundo (formado pelos países em vias de desenvolvimento, isto é, ex-colónias que se tornaram independentes e passaram a gerir os seus próprios

recursos naturais e sistema político, económico e social).

4. No rescaldo da

Segunda Guerra Mundial (1945),

afirmou-se a

supremacia de duas superpotências: a

russa e a americana.

Instalou-se a Guerra Fria;

a espionagem passou a ser muito relevante;

deu um contributo fundamental para a

invenção dos satélites,

dos computadores e da

internet e para a modernização das telecomunicações.

Etapas da globalização

5. Fim da Guerra Fria (1991)

os países da ex União Soviética aproximaram-se do sistema capitalista, integrando a economia de mercado e expandindo as zonas de comércio mundial à totalidade do globo;

Os avanços tecnológicos aceleraram o processo da globalização: os satélites permitiram a

ampliação das comunicações internacionais, os sistemas digitais (beneficiando da fibra ótica)

substituíram os analógicos e as empresas recorreram aos novos sistemas de comunicação, que revolucionaram as metodologias de trabalho;

Ocorreu uma desterritorialização da cadeia produtiva: uma única mercadoria é desenvolvida

e montada em diversos pontos do globo, consoante as condições favoráveis que se

apresentem, tanto ao nível de matéria-prima como de mão-de-obra. Pretende-se, sempre,

realizar maior lucro com o menor custo possível;

Passaram a ser frequentes os processos intensos de fusão e incorporação de capital das

empresas de grande dimensão;

O crescimento, em todo o planeta, do número de pessoas com acesso à internet revolucionou o conceito de sítio: o sítio já não é apenas o espaço físico em que se está localizado, é também

um espaço virtual ao qual se acede e do qual se extraem informações procuradas para efeitos

de interação, estudo, pesquisa ou expressão.

O debate em torno da globalização…

1. A globalização é um fenómeno positivo ou negativo?

2. Qual a avaliação que fazemos dos efeitos da

globalização?

ASPETOS POSITIVOS

GLOBALIZAÇÃO

ASPETOS NEGATIVOS

1.

aumento do comércio livre entre as nações;

1. aumento da probabilidade de os problemas económicos de um país

2.

livre circulação de mercadorias, com a

afetarem todos os outros países do

redução ou abolição das tarifas aduaneiras;

Mundo;

3.

partilha e rápida transmissão de

2. propagação de um estilo de vida

informações entre pessoas e organismos

consumista;

em todo o mundo, graças aos avanços

3. aumento das diferenças económicas e

tecnológicos nas comunicações;

sociais entre países desenvolvidos e em

4.

maior rapidez e facilidade de transporte de

desenvolvimento;

pessoas e bens;

4. aumento do risco de propagação de

5.

redução das barreiras culturais;

doenças infectocontagiosas pelo planeta;

6.

divulgação de ideais democráticos pelas

5. diminuição da diversidade cultural;

diferentes nações;

6. promoção de ideais fundamentalistas e

7.

redução da probabilidade de existência de

extremistas pela internet;

guerras entre países desenvolvidos;

7. exploração dos trabalhadores dos países

8.

aumento da consciência ambiental nos

em desenvolvimento, pelos países

países desenvolvidos.

desenvolvidos;

8. aumento da poluição como consequência

de uma maior atividade dos transportes

marítimos, aéreos e terrestres.

Vozes contra a Globalização, série

documental produzida para a TVE