Você está na página 1de 2

EXCLUSIVO VESTIBULARES FÍSICA Profº FÁBIO JORGE

01. A figura a seguir representa duas cargas elétricas Q1=


9,0.10-10 C, positiva, e Q2 = 18,0.10-10 C, negativa,
distantes uma da outra de 0,9 m. Considere que as cargas
estão no vácuo. Considere a constante eletrostática no
vácuo k = 9,0.109 N.m2/C2. A seta indica o referencial
adotado.

Determine:
A) 160 m/s
a) o módulo e a direção do vetor campo elétrico resultante
B) 250 m/s
no ponto intermediário entre as cargas;
C) 360 m/s
b) o potencial elétrico resultante no ponto intermediário
D) 640 m/s
entre as partículas;
E) 810 m/s
c) o módulo da força de interação elétrica entre as
partículas.
05. Um circuito elétrico é formado por uma bateria de força
eletromotriz ε e N resistores ôhmicos, cada um de
resistência R, associados em paralelo. A corrente elétrica
02. Um estudante dispõe de um kit com quatro placas
em cada resistor é dada por:
metálicas carregadas eletricamente. Ele observa que,
A) ε/R
quando aproximadas sem entrar em contato, as placas A e
B) Nε/R
C se atraem, as placas A e B se repelem, e as placas C e
C) ε/(NR)
D se repelem. Se a placa D possui carga elétrica negativa,
D) N2ε/R
ele conclui que as placas A e B são, respectivamente,
E) ε/(N2R)
A) positiva e positiva.
B) positiva e negativa.
06. O peixe elétrico possui células denominadas
C) negativa e positiva.
eletroplacas capazes de produzir uma diferença de
D) negativa e negativa.
potencial (d.d.p.) elétrico. Tipicamente, o conjunto dessas
E) neutra e neutra.
células gera uma d.d.p. de 600 V entre as extremidades do
peixe. Uma pessoa com mãos molhadas resolve segurar
03. Uma pequena esfera condutora E possui inicialmente
com cada mão uma extremidade de um peixe elétrico
carga Q. Tal esfera é posta em contato com outra esfera
retirado de um aquário. Considere que as resistências
idêntica a ela, porém inicialmente neutra. Quando o
equivalentes do peixe e do corpo humano nessas
equilíbrio eletrostático é atingido, as esferas são
condições sejam, respectivamente, 2 kΩ e 16 kΩ. As
separadas. Esse processo ocorre N vezes em seqüência,
alternativas a seguir descrevem aproximadamente as
sempre colocando a esfera E em contato com uma outra
consequências de um choque recebido por uma pessoa
esfera idêntica a ela, porém neutra, e afastando-as após o
em cada intervalo de corrente i, onde 1mA = 10−3 A. Qual
equilíbrio eletrostático ser atingido. Todo o processo ocorre
das alternativas corresponde à situação experimentada
no vácuo. No final, a esfera E possui carga Q/128. O valor
pela pessoa ao segurar o peixe elétrico?
de N é:
A) i < 1mA: choque praticamente imperceptível.
A) 5
B) 1mA < i < 10mA: sensação desagradável, contrações
B) 7
musculares.
C) 32
C) 10mA < i < 19mA: sensação dolorosa, contrações
D) 64
violentas, risco de morte.
E) 128
D) 19mA < i < 100mA: contrações violentas, asfixia, morte
aparente, com possibilidade de reanimação.
04. Um canhão de elétrons lança um elétron em direção a
E) i > 100mA: asfixia imediata, fibrilação ventricular, morte.
outros dois elétrons fixos no vácuo, como mostra a figura.
Considere que o elétron lançado se encontra apenas sob a
07. Uma carga puntiforme, inicialmente em movimento
ação das forças elétricas dos elétrons fixos. Sabendo que o
retilíneo, ingressa numa região de campo magnético
elétron lançado atinge velocidade nula exatamente no
uniforme com a mesma direção da sua velocidade inicial,
ponto médio entre os elétrons fixos, qual a velocidade do
porém com sentido oposto ao desta. Considerando apenas
elétron quando ele se encontra a 2√3 cm
a ação do campo magnético sobre tal carga, pode-se
deste ponto (ver figura)? Considere: constante eletrostática
afirmar que a velocidade da carga:
no vácuo = 9 × 109 Nm2/C2; massa do elétron = 9 × 10−31
A) não mudará nem o módulo, nem a direção e nem o
kg; carga do elétron = −1,6 × 10−19 C.
sentido.
B) não mudará nem a direção e nem o sentido, mas
aumentará o módulo.
C) não mudará nem a direção e nem o sentido, mas
diminuirá o módulo.
D) não mudará nem o módulo e nem o sentido, mas
modificará a direção.
EXCLUSIVO VESTIBULARES FÍSICA Profº FÁBIO JORGE
E) não mudará o módulo, mas modificará a direção e o E) a ação da força F tende a gerar uma corrente no sentido
sentido. horário, enquanto que o aumento de B com o tempo não
tem influência sobre o sentido da corrente gerada.
08. Numa certa região, o campo magnético gerado pela
Terra possui uma componente Bx paralela à superfície 11. Pretende-se consertar uma máquina fotográfica, cujo
terrestre, com intensidade de 2 × 10−5 T, e uma flash não funciona. Sabemos que o flash, ao ser acionado,
componente Bz perpendicular à superfície terrestre, com conecta um capacitor, inicialmente carregado com ddp de
intensidade de 5 × 10−5 T. Nessa região, uma linha de 300V, à lâmpada do flash durante 1 ms. Deseja-se testar a
transmissão paralela à componente Bx é percorrida por lâmpada do flash, mas dispomos apenas de capacitores de
uma corrente elétrica de 5000 A. A força magnética por 200 μF, que suportam no máximo uma ddp de 150V.
unidade de comprimento que o campo magnético terrestre Portanto, devemos usar uma associação de capacitores
exerce sobre essa linha de transmissão possui intensidade para alimentar a lâmpada.
igual a: a) Desenhe um circuito, contendo uma associação com o
A) 0,10 N/m menor número de capacitores disponíveis, capaz de testar
B) 0,25 N/m a lâmpada do flash, indicando a ligação da lâmpada ao
C) 1,0 N/m circuito. Use o símbolo para o capacitor e para a lâmpada.
D) 2,5 N/m
E) 10 N/m b) Calcule a energia armazenada na associação de
capacitores do item (a).
09. Uma corda metálica de uma guitarra elétrica se
comporta como um pequeno ímã, com polaridades c) Calcule a potência da luz emitida, considerando que
magnéticas norte e sul. Quando a corda é tocada, ela se toda a energia da associação de capacitores é convertida
aproxima e se afasta periodicamente de um conjunto de em luz.
espiras metálicas enroladas numa bobina situada logo
abaixo. A variação do fluxo do campo magnético gerado 12. No ano de 1897, J.J. Thomson usou o dispositivo da
pela corda através da bobina induz um sinal elétrico (d.d.p. figura abaixo para medir a razão q/m, entre a carga q e a
ou corrente), que muda de sentido de acordo com a massa m do elétron. Neste dispositivo, elétrons produzidos
vibração da corda e que é enviado para um amplificador. no catodo C passam pelas fendas nos eletrodos A e B e
Qual o cientista cujo nome está associado à lei física que pela região entre as placas D e F antes de atingir a tela S,
explica o fenômeno da geração de sinal elétrico pela onde produzem uma mancha luminosa. Entre as placas D
variação do fluxo magnético através da bobina? e F, existem um campo elétrico E e um campo magnético B
A) Charles Augustin de Coulomb uniformes, perpendiculares entre si e à direção de
B) André Marie Ampère movimento dos elétrons. Esses campos, devidamente
C) Hans Christian Oersted ajustados, permitem que um elétron passe entre as duas
D) Georg Ohm placas sem sofrer desvio. A energia cinética e, portanto, a
E) Michael Faraday velocidade dos elétrons, quando entram na região entre as
placas D e F, é determinada pela energia potencial qV, em
10. A figura ilustra um fio condutor e uma haste metálica que q é a carga do elétron e V é a diferença de potencial
móvel sobre o fio, colocados numa região de campo entre os eletrodos A e B.
magnético uniforme espacialmente (em toda a região cinza
da figura), com módulo B, direção perpendicular ao plano
do fio e da haste e sentido indicado. Uma força de módulo
F é aplicada na haste, e o módulo do campo magnético
aumenta com o tempo. De acordo com a lei de
Faraday, é correto afirmar que:

a) Considerando para a razão q/m do elétron o valor de 1,8


x 1011 C/kg, calcule a velocidade adquirida por um elétron
ao passar pelos eletrodos A e B, quando a diferença de
potencial V entre eles é de 100 volts.

b) Considerando que o campo elétrico devido à polarização


A) o aumento de B com o tempo tende a gerar uma
das placas D e F tem intensidade de 6,0 x 106 N/C e
corrente no sentido horário, enquanto que a ação da força
sentido da placa F para a placa D, encontre o módulo, a
F tende a gerar uma corrente no sentido anti-horário.
direção e o sentido do campo magnético necessário para
B) o aumento de B com o tempo tende a gerar uma
que o elétron, com a velocidade calculada no item anterior,
corrente no sentido antihorário, enquanto que a ação da
não sofra desvio.
força F tende a gerar uma corrente no sentido horário.
C) ambos o aumento de B com o tempo e a ação da força
c) Mantendo constantes os valores do campo elétrico e do
F tendem a gerar uma corrente no sentido horário.
campo magnético do item b, o que ocorreria com o feixe de
D) ambos o aumento de B com o tempo e a ação da força
elétrons se a diferença de potencial entre os eletrodos A e
F tendem a gerar uma corrente no sentido anti-horário.
B fosse superior a 100 volts? Justifique sua resposta.