Você está na página 1de 1

UNIVERSIDADE VEIGA DE ALMEIDA

CURSO: ENGENHARIA CIVIL


DISCIPLINA: Mecânica dos solos 2 2018-2
PROF. DANIEL MOUÇO

TERCEIRA LISTA DE EXERCÍCIOS

1- Apresente na forma de croqui pelo menos 2 casos de obras em que há risco de ruptura
por cisalhamento dos solos. Em termos de tensões, quando esse solo irá cisalhar?
2- Durante o ensaio de cisalhamento direto, quais são as grandezas medidas?
3- Faça um esboço do circulo de Mohr, quando que o solo irá romper?
4- Denominando Tensão Desviadora como “ d =  1 – 3”, de modo que, ao aumentar a
tensão desviadora, os círculos de Mohr aumentam seu diâmetro. A partir desta
informação, qual é a situação que mais pode levar à ruptura de um solo? O aumento da
tensão desviadora em 200 kPa ou um aumento de  1 e  3 em 200 kPa? Justifique com
um desenho.
5- Discuta a variação do volume das areias durante o cisalhamento.
6- Qual é a causa fundamental da diferença de comportamento entre as areias fofas e
compactas? Descreva o comportamento através de gráficos.
7- O que ocorre com um solo submetido à um ensaio triaxial se a sua poropressão for
aumentada?
8- Considere um ensaio triaxial com v’ = 400 kPa e h’ = 100 kPa. Utilizando as fórmulas
apresentadas em sala, calcule ’ e  para os seguintes ângulos: a)  = 0°; b)  = 15°; c) 
= 30°; d)  = 45°; e)  = 60°; f)  = 75°; g)  = 90°.
9- Desenhe os círculos de Mohr em escala e verifique (geometricamente) se há ruptura do
solo para as condições:
a) v’ = 450 kPa e h’ = 150 kPa ; c= 20 kPa e 
b) v’ = 300 kPa e h’ = 100 kPa ; c = 100 kPa e 
c) v’ = 500 kPa e h’ = 200 kPa ; c = 0 kPa e 
d) v’ = 600 kPa e h’ = 0 kPa ; c = 150 kPa e 
e) v’ = 300 kPa e h’ = 100 kPa ; c = 100 kPa e 
10- Verifique, analiticamente, se os solos abaixo rompem
a) c= 0; v’ = 300 kPa e h’ = 100 kPa
b) c= 0; v’ = 300 kPa e h’ = 0 kPa
c) c= 0; v’ = 300 kPa e h’ = 100 kPa
d) c= 0; v’ = 700 kPa e h’ = 300 kPa
e) c= 100; v’ = 500 kPa e h’ = 400 kPa
f) c= 200; v’ = 600 kPa e h’ = 400 kPa

11- Calcule a máxima tensão vertical que um corpo de prova, com , c = 0 kPa 3’ =
200kPa pode suportar.
12- Repita o problema para um ângulo de atrito de 45°