Você está na página 1de 10

1

1. UCAM – UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES


2. DANIEL MARTINS RODRIGUES
3.
4.
5.
6.
7.
8.
9. Á CÉSAR O QUE É DE CÉSAR, A DEUS O QUE É DE DEUS!
10. A RELAÇÃO HUMANO DIVINA DA BÍBLIA
11.
12.
13.
14.
15.
16.
17.
18.
19.
20.
21. BRASÍLIA - DF
22. 2018
23. UCAM – UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES
23.1
23.2

Os atributos de Deus
2

o principio fundante destas religiões são completamente diametralmente opostos.


Primeiro faremos uma apresentação histórica de todas as religiões propostas neste
trabalho, às diferenças históricas são o objetivo a serem alcançados com esses primeiros
resumos. Uma descrição de quatros dos atributos da divindade será o alvo pós-histórico,
com objetivo de demonstrar as similaridades e discrepâncias com relação à divindade nas
três religiões: Judaísmo, Islamismo e Cristianismo.

erísticas ou qualidades isoladas de Deus, não podem ser separados ou tomados à parte
um dos outros, cada atributo é qualificado pelos outros e predica os outros também.
enviado por Deus, após uma serie de proselitismos rasos Maomé chega a cidade de
Medina no ano de 622 d.C esse acontecimento é conhecido como “Hégira”, a “emigração”
este portanto é o ano 1 do calendário muçulmano.1
Após formar um grupo cada vez maior e tornar-se líder Maomé tenta atacar a cidade de
Meca pela segunda vez e é bem sucedido o profeta morre em junho de 632 d. C. Cinco
são os pilares que sustem toda a religião islâmica:
O Espirito Santo inspirou os autores bíblicos de tal modo que, embora em pleno uso de
suas faculdades, com maior ou menor consciência do sentido e significado dos fatos que
registraram, eles foram sobrenaturalmente habilitados e preservados do erro, registrando
cada palavra, como se o próprio Espirito Santo falasse por eles.2

Shahada

“Não há divindade além de

Salat ou Oração

É a oração obrigatória dos muçulmanos, que deve ser praticada 5 vezes ao dia em
horários específicos, de acordo com a posição do sol.

Zakat

É a doação compulsória de 2,5% para aqueles que tem capacidade de paga-la, ou seja,
que possuem valor de bens acima de 85 gramas de ouro. O valor é pago sobre a parte
que excede esses 85 gramas de ouro e é geralmente pago para instituições que fazem a
distribuição dos valores entre pobres e necessitados.

1
Christine Schirrmacher. Entenda o Islã, História, crenças, politica, charia e visão sobre o cristianismo. São Paulo-SP. Editora Vida Nova. Pág.28
2
Paulo Anglada, Introdução á Hermenêutica Reformada – Correntes Históricas, Pressuposições, Princípios e Métodos Linguísticos. Ananindeus –
PA: Editora Knox Publicações, pag. 128.
3

Tudo quanto existe nos céus e na terra glorifica Deus, porque Ele é o Poderoso, o
Prudentíssimo. Seu é o reino dos céus e da terra; dá a vida e dá a morte, e é
Onipotente. Ele é o Primeiro e o Último; o Visível e o Invisível, e é Onisciente. Ele
foi Quem criou os céus e a terra, em seis dias; então, assumiu o trono. Ele bem
conhece o que penetra na terra e tudo quanto dela sai; o que desce do céu e tudo
quanto a ele ascende, e está convosco onde quer que estejais, e bem vê tudo
quanto fazeis. 3

Alá é eterno, pois criou todas as coisas, mesmo o mal foi criado por Alá, não
existe uma disputa entre o bem e o mal, Alá é soberano sobre todas as coisas.

Suas são as chaves dos céus e da terra; prodigaliza e restringe a Sua graça a
4
quem Lhe apraz, porque é Onisciente. Surata: 42:12.

3.4 PÓS-REFORMA.

Alá não é imutável no sentido de manter uma lei que até ele mesmo se submeta,
isso por que ao que parece ele é EX– LEX ( sem lei), ele quem faz a lei ser verdadeira ou
não. Tal lei não é extática ou absoluta, pois somente Alá é absoluto e soberano.

Depois de nos conscientizarmos de que a Sua Vida é uma Vida absoluta, de que o
Seu Ser é um Ser absoluto, ao passo de outras vidas e outros seres são eventuais
e evanescentes, nossas idéias de céus e terra desvanecer-se-ão como brumas na
presença da luz. O que está por detrás dessas brumas é Ele. Tal realidade, como
a que os nossos céus e a nossa terra possuem, é um reflexo da Sua absoluta
Realidade. Os panteístas transmitem uma idéia errada, ao dizer que tudo é Ele. A
verdade será melhor evidenciada se dissermos que tudo é d’Ele. Como poderia
alguém postar-se ante Ele, ufanando-se perante Ele, por direito, e clamar por
intercessão junto ao seu próximo? Em primeiro lugar, ambos pertencem a Ele,

3
http://leiaosagradoalcorao.blogspot.com.br/2010/11/57-surata-al-hadid-o-ferro.html. Acesso em 02/01/2018.
4
http://www.islamemlinha.com/index.php/artigos/caracteristicas-do-muculmano/item/a-confianca-em-allah-tawakol-ala-allah. Acesso em 02/01/2018
4

sendo que Ele vela tanto pela vida de um como pela de outro. Em segundo,
ambos estão na dependência da Sua Vontade e do Seu Comando. Porém Ele, em
Sua Sapiência e Planificação, pode cotejar as Suas criaturas e conceder-lhes
graus de superioridade umas sobre outras. Então, questões, de acordo com as
leis e os deveres que lhes forem impostos. Os conhecimentos de Deus são
absolutos e não estão condicionados pelo Tempo e pelo Espaço. A nós, Suas
criaturas, estão condições sempre se aplicam. Os Seus conhecimentos e os
nossos, acham-se, por isso mesmo, em diferentes categorias, sendo que os
nossos apenas conseguem alguns reflexos da realidade, quando concordam com
5
a Sua Vontade e Planificação.

Onipotência;

E se lhes perguntares quem criou os céus e a terra, seguramente te responderão:


Allah! Dize-lhes: Tereis reparado nos que invocais, em vez de Allah? Se Allah
quisesse prejudicar-me, poderiam, acaso, impedi-Lo? Ou então, se Ele quisesse
favorecer-me com alguma graça, poderiam eles privar-me dela? Dize-lhes (mais):
Allah me basta! A Ele se encomendam aqueles que estão confiantes. Surata:
39:38.6

Alá é um Deus absurdamente transcendente, inigualável e inatingível, não existem leis


para Alá, pois leis cerceiam ações, mas Alá não pode ser cerceado por ninguém, portanto
as leis são apenas conceitos humanos. Qualquer descrição ou conceituação humana de
Alá não passa de conceitos qualitativamente errôneos e vazios.

Dize: Ó Allah, Soberano do poder! Tu concedes a soberania a quem Te apraz e a


retiras de quem desejas; exaltas quem queres e humilhas a Teu bel prazer. Em
7
Tuas mãos está todo o Bem, porque só Tu és Onipotente. Surata: 3:26.

5
http://www.islamemlinha.com/index.php/artigos/caracteristicas-do-muculmano/item/a-confianca-em-allah-tawakol-ala-allah. Acesso em 02/01/2018
6
http://www.islamemlinha.com/index.php/artigos/caracteristicas-do-muculmano/item/a-confianca-em-allah-tawakol-ala-allah. Acesso em 02/01/2018
7
http://www.ebooksbrasil.org/eLibris/alcorao.html#AAL%20IMRAN. Acesso em 03/01/2018.
5

Jejum no mês do Ramadan

O jejum no mês do Ramadan dura todo o mês lunar do Ramadan e deve ser
praticado por todo muçulmano com capacidade para jejuar, iniciando o jejum antes
do sol nascer e encerrando após o sol se por.

Hajj ou Peregrinação à Meca

A viagem de peregrinação à Meca deve ser feita pelo menos uma vez na vida
pelos muçulmanos com condições para tal. Na Peregrinação, vários rituais são
praticados de acordo com a tradição abraâmica da peregrinação, tendo este pilar
sido iniciado com o Profeta Abraão em suas visitas à Meca.
6

ó adeptos do Livro, não exagereis em vossa religião e não digais de Deus


senão a verdade. O Messias, Jesus, filho de Maria, foi tão-somente um mensageiro
de Deus e Seu Verbo, com o qual Ele agraciou Maria por intermédio do Seu Espírito.
Crede, pois, em Deus e em Seus mensageiros e digais: Trindade! Abstende-vos
disso, que será melhor para vós; sabei que Deus é Uno. Glorificado seja! Longe
está à hipótese de ter tido um filho. A Ele pertence tudo quanto há nos céus e na
terra, e Deus é mais do que suficiente Guardião.

Nada é comparado a Alá e não existe absolutamente nada ou algo que se


assemelhe a ele.

É o Originador dos céus e da terra... Nada se assemelha a Ele, e Ele é o


Oniouvinte, o Onividente.

de nos conscientizarmos de que a Sua Vida é uma Vida absoluta, de que o Seu Ser
é um Ser absoluto, ao passo de outras vidas e outros seres são eventuais e
evanescentes, nossas idéias de céus e terra desvanecer-se-ão como brumas na
presença da luz. O que está por detrás dessas brumas é Ele. Tal realidade, como a
que os nossos céus e a nossa terra possuem, é um reflexo da Sua absoluta
Realidade. Os panteístas transmitem uma idéia errada, ao dizer que tudo é Ele. A
verdade será melhor evidenciada se dissermos que tudo é d’Ele. Como poderia
alguém postar-se ante Ele, ufanando-se perante Ele, por direito, e clamar por
intercessão junto ao seu próximo? Em primeiro lugar, ambos pertencem a Ele,
sendo que Ele vela tanto pela vida de um como pela de outro. Em segundo, ambos
estão na dependência da Sua Vontade e do Seu Comando. Porém Ele, em Sua
Sapiência e Planificação, pode cotejar as Suas criaturas e conceder-lhes graus de
superioridade umas sobre outras. Então, questões, de acordo com as leis e os
deveres que lhes forem impostos. Os conhecimentos de Deus são absolutos e não
estão condicionados pelo Tempo e pelo Espaço. A nós, Suas criaturas, estão
condições sempre se aplicam. Os Seus conhecimentos e os nossos, acham-se, por
isso mesmo, em diferentes categorias, sendo que os nossos apenas conseguem
alguns reflexos da realidade, quando concordam com a Sua Vontade e
Planificação.Jesus de Nazaré um judeu praticante é sem dúvida o fomentador do
cristianismo, religião monoteísta que se consolida a partir do século 1° D.C. O
Cristianismo tem como principal dogma a crença na existência de um único Deus, o Pai,
cujo seu filho Jesus Cristo e o Espírito Santo são um em essência. O monoteísmo cristão
é certamente um dogma que herdou do judaísmo, que foi o berço para seu nascimento,
Além disso, o cristianismo anexou como parte de seu livro sagrado a Biblia Hebraica
denominado no cristianismo de Antigo Jejum no mês do Ramadan
7

O jejum no mês do Ramadan dura todo o mês lunar do Ramadan e deve ser praticado por
todo muçulmano com capacidade para jejuar, iniciando o jejum antes do sol nascer e
encerrando após o sol se por.

Hajj ou Peregrinação à Meca

A viagem de peregrinação à Meca deve ser feita pelo menos uma vez na vida pelos
muçulmanos com condições para tal. Na Peregrinação, vários rituais são praticados de
acordo com a tradição abraâmica da peregrinação, tendo este pilar sido iniciado com o
Profeta Abraão em suas visitas à Meca.8

ó adeptos do Livro, não exagereis em vossa religião e não digais de Deus senão a
verdade. O Messias, Jesus, filho de Maria, foi tão-somente um mensageiro de
Deus e Seu Verbo, com o qual Ele agraciou Maria por intermédio do Seu Espírito.
Crede, pois, em Deus e em Seus mensageiros e digais: Trindade! Abstende-vos
disso, que será melhor para vós; sabei que Deus é Uno. Glorificado seja! Longe
está à hipótese de ter tido um filho. A Ele pertence tudo quanto há nos céus e na
9
terra, e Deus é mais do que suficiente Guardião.
Nada é comparado a Alá e não existe absolutamente nada ou algo que se
assemelhe a ele.

8
http://iqaraislam.com/5-pilares-do-islamismo/.Acesso em 03/01/2018.
9
http://leiaosagradoalcorao.blogspot.com.br/2011/09/4-surata-nissan-as-mulheres- consulta..html. Acesso em 02/01/2018.
8

É o Originador dos céus e da terra... Nada se assemelha a Ele, e Ele é o


10
Oniouvinte, o Onividente.
de nos conscientizarmos de que a Sua Vida é uma Vida absoluta, de que o Seu Ser é um
Ser absoluto, ao passo de outras vidas e outros seres são eventuais e evanescentes,
nossas idéias de céus e terra desvanecer-se-ão como brumas na presença da luz. O que
está por detrás dessas brumas é Ele. Tal realidade, como a que os nossos céus e a
nossa terra possuem, é um reflexo da Sua absoluta Realidade. Os panteístas transmitem
uma idéia errada, ao dizer que tudo é Ele. A verdade será melhor evidenciada se
dissermos que tudo é d’Ele. Como poderia alguém postar-se ante Ele, ufanando-se
perante Ele, por direito, e clamar por intercessão junto ao seu próximo? Em primeiro
lugar, ambos pertencem a Ele, sendo que Ele vela tanto pela vida de um como pela de
outro. Em segundo, ambos estão na dependência da Sua Vontade e do Seu Comando.
Porém Ele, em Sua Sapiência e Planificação, pode cotejar as Suas criaturas e conceder-
lhes graus de superioridade umas sobre outras. Então, questões, de acordo com as leis e
os deveres que lhes forem impostos. Os conhecimentos de Deus são absolutos e não
estão condicionados pelo Tempo e pelo Espaço. A nós, Suas criaturas, estão condições
sempre se aplicam. Os Seus conhecimentos e os nossos, acham-se, por isso mesmo, em
diferentes categorias, sendo que os nossos apenas conseguem alguns reflexos da
realidade, quando concordam com a Sua Vontade e Planificação.
Testamento. Jesus Cristo segundo a tradição cristã é o filho de Deus que veio ao
mundo para salvar os homens do pecado e da ira de Deus. Jesus precisava morrer para
aplacar a ira de Deus, somente este sacrifício seria suficiente para satisfazer a justiça
divina, tal interpretação é fruto da leitura da Biblia Hebraica ou Antigo Testamento
totalmente com pressuposições Cristãs.

10
http://leiaosagradoalcorao.blogspot.com.br/2010/11/42-surata-ax-xura-consulta.html. Acesso em 02/01/2018.
9

23.3 A TORAH E OUTRAS LITERATURAS.

Os atributos de Deus não são características ou qualidades isoladas de Deus, não podem
ser separados ou tomados à parte um dos outros, cada atributo é qualificado pelos outros
e predica os outros também. O Deus cristão é totalmente antagônico as divindades
Judaicas e Islâmicas no principal de seu atributo que é a sua unicidade, para o
cristianismo “Deus é um em essência e três em pessoa. Ele é um de uma maneira e três
de outra maneira11” essa concepção da divindade é chamada pelos cristãos de
TRINDADE, um Deus que existe em três pessoas (Pai, Filho e Espirito Santo). Uma das
principais confissões denominacionais diz o seguinte:

I. Há um só Deus vivo e verdadeiro, o qual é infinito em seu ser e perfeições. Ele é


um espírito puríssimo, invisível, sem corpo, membros ou paixões; é imutável,
imenso, eterno, incompreensível, onipotente, onisciente, santíssimo,
completamente livre e absoluto, fazendo tudo para a sua própria glória e segundo
o conselho da sua própria vontade, que é reta e imutável. É cheio de amor, é
gracioso, misericordioso, longânimo, muito bondoso e verdadeiro remunerador dos
que o buscam e, contudo, justíssimo e terrível em seus juízos, pois odeia todo o
pecado; de modo algum terá por inocente o culpado.
II. Deus tem em si mesmo, e de si mesmo, toda a vida, glória, bondade e bem-
aventurança. Ele é todo suficiente em si e para si, pois não precisa das criaturas
que trouxe à existência, não deriva delas glória alguma, mas somente manifesta a
sua glória nelas, por elas, para elas e sobre elas. Ele é a única origem de todo o
ser; dele, por ele e para ele são todas as coisas e sobre elas tem ele soberano
domínio para fazer com elas, para elas e sobre elas tudo quanto quiser. Todas as
coisas estão patentes e manifestas diante dele; o seu saber é infinito, infalível e
independente da criatura, de sorte que para ele nada é contingente ou incerto. Ele
é santíssimo em todos os seus conselhos, em todas as suas obras e em todos os
seus preceitos. Da parte dos anjos e dos homens e de qualquer outra criatura lhe

11
R.C . Sproul, Somos Todos Teólogos, uma introdução a teologia sistemática. São José dos Campos-SP. Editora Fiel. Pág. 94.
10

são devidos todo o culto, todo o serviço e obediência, que ele há por bem requerer
deles.
III. Na unidade da Divindade há três pessoas de uma mesma substância, poder e
eternidade - Deus o Pai, Deus o Filho e Deus o Espírito Santo, O Pai não é de
ninguém - não é nem gerado, nem procedente; o Filho é eternamente gerado do
Pai; o Espírito Santo é eternamente procedente do Pai e do Filho.12

A grande maioria dos estudos relacionados sobre o ser de Deus no cristianismo sustenta
a divisão entre atributos COMUNICÁVEIS (Deus compartilha com suas criaturas) e
atributos INCOMUNICÁVEIS (Deus não compartilha com suas criaturas, lembrando que
esta divisão é apenas para fins didáticos, pois não existe separação entre Deus e seus
atributos). Vamos trabalhar os mesmos atributos, estes atributos também são
compartilhados pelas três pessoas da Trindade, todos possuem os mesmos atributos:

 Unicidade;
 Eternidade;
 Imutabilidade;
 Onipotente;

24. O DEUS TRINITÁRIO DOS CRISTÃOS E SEUS ATRIBUTOS.

Unicidade

Simplicidade ou unidade também são nomes para a unicidade de Deus, este atributo
nega que no ser de Deus existam partes ou separações, Deus é um ser simples todos os
seus atributos são Ele mesmo, e não podem ser separados de seu ser. Não existem
atributos mais importantes que os outros e não existe separação ontológica entre as três
pessoas da trindade, cada uma das pessoas é Deus.

12
Confissão de fé de Westminster(1643-1646). Pag. 5.

Interesses relacionados