Você está na página 1de 6

ESCOLA PROFISSIONAL DA REGIÃO ALENTEJO

Prova Escrita de Avaliação de Conhecimentos Nº 1


Gestão e Organização dos Serviços e Cuidados de Saúde
UFCD 6557 – A Rede Nacional de Cuidados de Saúde – 50 horas
Classificação
Formando: ___________________________________
Nº MEC:___________ Data:_____/_____/_______
Enc. de Educação:_____________________________
 , valores
Ano: _____ Curso: _____________________________ Formador:
EPRAL - Pólo de Évora
Ano Letivo: ____/____ Formador: João Carlos Calado ___________________
ATENÇÃO: Leia, atentamente, cada questão e responda de forma clara e objetiva.

GRUPO I
Leia, atentamente, cada uma das questões e responda de forma clara e objetiva.

ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DE SAÚDE DO ALENTEJO


“A Administração Regional de Saúde do Alentejo, I.P., (ARS Alentejo), serviço desconcentrado do Ministério da
Saúde, tem como âmbito de actuação a região Alentejo e a sua actividade visa coordenar as ofertas e optimizar os
recursos disponíveis para prestar os cuidados de saúde necessários à comunidade que serve.
A sua missão consiste em garantir à população da sua área geográfica de intervenção o acesso à prestação de
cuidados de saúde de qualidade, adequando os recursos disponíveis às necessidades em saúde, cumprindo e fazendo
cumprir o Plano Nacional de Saúde na região.
Para cumprir os seus objectivos, a ARS Alentejo conta com um conjunto alargado de infra-estruturas e
equipamentos, num total de 5 Hospitais e de 48 Centros de Saúde, e com uma equipa de profissionais de saúde,
empenhada, mobilizada e disponível para dar o melhor de si própria ao serviço da população.
Servir melhor os utentes. Esta é a Visão da ARS Alentejo, contribuindo assim para a obtenção de ganhos em
saúde: mais e melhor saúde para todos.”
O Conselho Directivo da ARS Alentejo
In http://www.arsalentejo.min-saude.pt/arsalentejo/Paginas/Apresentacao.aspx, consultado a 10.10.2016

1- A Administração Regional de Saúde do Alentejo é constituída por…


(A) …8 Hospitais.
(B) …48 Centros de Saúde.
(C) …53 Unidades de Saúde
(D) …28 Unidades de Saúde
Selecione a única opção correta.
2- A Administração Regional de Saúde do Alentejo tem como missão:
(A) Garantir à população em geral acesso à prestação de cuidados de saúde de qualidade.
(B) Garantir à população do Alentejo o acesso à prestação de cuidados de saúde de qualidade.
(C) Garantir à população de Évora o acesso à prestação de cuidados de saúde de qualidade.
(D) Garantir aos estrangeiros o acesso à prestação de cuidados de saúde de qualidade.
Selecione a única opção correta.

3- A Visão da ARS Alentejo permite a obtenção de ganhos em saúde, com o lema mais e melhor saúde para todos.
Indique qual é a Visão da ARS Alentejo.
4- Complete as afirmações que se seguem sobre a organização do SNS.
(A) O Serviço Nacional de Saúde é tutelado pelo 1).
(B) O SNS é administrado a nível de cada região de saúde pelo …2)… da respetiva Administração Regional
de Saúde (ARS).
(C) Em cada sub-região existe um 3).
(D) Em cada concelho uma 4).

5- Existem três grandes tipos de cuidados que são abrangidos pelo SNS.
Mencione esses três grandes tipos de cuidados.

GRUPO II
Leia, atentamente, cada uma das questões e responda de forma clara e objetiva.

ADMINISTRAÇÕES REGIONAIS DE SAÚDE

História
As ARS foram criadas ao abrigo do Decreto-Lei n.º 254/82 de 29 de Junho, e posteriormente recriadas pelo Decreto-Lei nº 11/93 de
15 de Janeiro que aprovou o Estatuto do Serviço Nacional de Saúde.
Estatuto
Em cada Região de Saúde há uma ARS.
As ARS têm personalidade jurídica, autonomia administrativa e financeira e património próprio.
As ARS têm funções de planeamento, distribuição de recursos, orientação e coordenação de actividades, gestão de recursos
humanos, apoio técnico e administrativo e ainda de avaliação do funcionamento das instituições e serviços prestadores de cuidados
de saúde.
O regulamento das ARS é aprovado por decreto-lei.
Órgãos
São órgãos de administração das ARS os conselhos de administração e os coordenadores sub-regionais de saúde.
São órgãos de consulta das ARS os conselhos regionais de saúde e as comissões concelhias de saúde.
Atribuições (definidas pela Lei 48/90 de 24 de Agosto - Lei de Bases da Saúde)
As ARS são responsáveis pela saúde das populações da respectiva área geográfica, coordenam a prestação de cuidados de saúde
de todos os níveis e adequam os recursos disponíveis às necessidades, segundo a política superiormente definida e de acordo com
as normas e directivas emitidas pelo Ministério da Saúde.
Cabe em especial ao conselho de administração das ARS:
 Propor os planos de actividade e o orçamento respectivo, acompanhar a sua execução e deles prestar contas.
 Orientar, coordenar e acompanhar a gestão do SNS a nível regional.
 Representar o SNS em juízo e fora dele, a nível da região respectiva.
 Regular a procura entre os estabelecimentos e serviços da região e orientar, coordenar e acompanhar o respectivo
funcionamento, sem prejuízo da autonomia de gestão destes consagrada na lei.
 Contratar com entidades privadas a prestação de cuidados de saúde aos beneficiários do SNS na respectiva região, sem
prejuízo de acordos de âmbito nacional sobre a mesma matéria.
 Avaliar permanentemente os resultados obtidos.
 Coordenar o transporte de doentes, incluindo o que esteja a cargo de entidades privadas.

In http://portalcodgdh.min-saude.pt/index.php/Administra%C3%A7%C3%B5es_Regionais_de_Sa%C3%BAde_(ARS), consultado a 10.10.2016


1- Qual das leis, está em vigor, e aprova o Estatuto do SNS?
(A) Lei Nº 48/90 de 24 de Agosto
(B) Lei Nº 254/82 de 29 de Junho
(C) Lei Nº 11/93 de 15 de Janeiro
(D) Lei Nº 101/16 de 2 de Março

2- As ARS são sistemas com Estatuto próprio.


Enumere as três principais características que definem o Estatuto das ARS no SNS.

3- Os Subsistemas asseguram prestações de saúde a um conjunto de cidadãos e/ou comparticipam


financeiramente nos correspondentes encargos.
Mencione quatro Subsistemas de saúde diferentes.

4- Os Seguros de Saúde servem para cobrir cuidados de saúde ou riscos de doença, conforme as coberturas
previstas na apólice.
Indique três modalidades de Seguro de Saúde.

5- Considere as afirmações seguintes e classifique-as como verdadeiras com “V” ou falsas com “F”.
(A) O Sistema Nacional de Saúde é constituído pelo Serviço Nacional de Saúde e por todas as entidades públicas
que desenvolvam atividades de promoção, prevenção e tratamento na área da saúde, bem como por todas
as entidades privadas e por todos os profissionais livres que acordem com a primeira a prestação de todas
ou de algumas daquelas atividades.
(B) O sistema de saúde visa a efetivação do dever à proteção da saúde.
(C) O Serviço Nacional de Saúde (SNS) abrange todas as instituições e serviços oficiais prestadores de cuidados
de saúde dependentes do Ministério da Saúde e dispõe de estatuto próprio.
(D) O princípio da generalidade aponta para o direito dos cidadãos a obter todo o tipo de cuidados de saúde.
(E) Aos utentes beneficiários do SNS quando acedem aos respetivos serviços de saúde não podem ser cobrados
quaisquer montantes relativos aos cuidados que lhe foram prestados, com exceção das taxas moderadoras
legalmente estabelecidas.
(F) Aos utentes que beneficiem de isenção do pagamento de taxas moderadoras não poderá ser cobrado
qualquer montante pela prestação dos cuidados de saúde.
(G) Os Subsistemas de saúde estão relacionados com outra forma de financiamento da prestação de cuidados
de saúde, para além do SNS, específicas de determinada categoria de cidadãos.
(H) Muitas vezes, os Seguros de Saúde, são uma alternativa às filas de espera nos serviços de urgência públicos
e à dificuldade que existe em conseguir a curto-prazo uma consulta de especialidade médica.

GRUPO III
Leia, atentamente, cada uma das questões e responda de forma clara e objetiva.

SERVIÇOS DE URGÊNCIA – RESPONSABILIDADE E CORAGEM PRECISAM-SE!

“O Serviço de Urgência (SU) é a porta de entrada do cidadão no Serviço Nacional de Saúde em Portugal, o que
faz com que estes se confrontem com inúmeras questões e problemas.
A sobrelotação dos SU tem recebido atenção dos media, população e classe política nos últimos tempos. Apesar
da implementação e muito bom funcionamento do sistema de Triagem de Manchester a sobrelotação e elevado tempo
de espera para atendimento pós-triagem continuam a ser um problema para a segurança e qualidade de cuidados. Este
problema tem múltiplos fatores que o agravam, dentro e fora do SU e do próprio hospital, que é importante resolver.
Apesar da recente tendência da diminuição do número de admissões nos SU em Portugal, o cidadão que hoje
recorre aos Hospitais é mais dependente e tem maior necessidade de cuidados. A procura de cuidados deve-se ao
positivo envelhecimento da população, que naturalmente vive mais tempo e com problemas de saúde mais complexos,
combinados com um aumento das expectativas dos cidadãos.
A crise económica e a política de austeridade teve um forte impacto sobre o número de enfermeiros nos serviços
e no acesso aos cuidados, limitando os níveis de recrutamento de pessoal, numa altura em que a os serviços de saúde
enfrentam uma crescente procura de cuidados. O governo cortou na despesa em cuidados de saúde e
consequentemente, na enfermagem. Além disso, a crise fez com que muitos enfermeiros portugueses fossem obrigados
a procurar trabalho fora do país ou em outras profissões. Segundo dados da Ordem dos Enfermeiros de 2013 estima-se
que estejam a emigrar entre 2000 a 2500 enfermeiros por ano.”
In https://www.publico.pt/sociedade/noticia/servicos-de-urgencia--responsabilidade-e-coragem-precisamse-1710063, consultado a 10.10.2016

1- O que entende por responsabilidade jurídica?

2- Existem vários tipos de responsabilidade.


Enumere-os.

3- Qual é a finalidade da responsabilidade civil?

4- O direito penal só deve proteger as normas que correspondem a princípios ético-sociais.


Mencione três crimes, em saúde, que violam princípios ético-sociais.

5- Quem cometa um crime de ofensa à integridade física por negligência…


(A) … é punido com pena de prisão até um ano ou com pena de multa até 120 dias.
(B) … é punido com pena de prisão até dois anos ou com pena de multa até 240 dias.
(C) … é punido com pena de prisão até três anos ou com pena de multa até 360 dias.
(D) … é punido com pena de prisão até cinco anos ou com pena de multa até 480 dias.

6- O crime de devassa da vida privada refere-se a…


(A) …um homicídio qualificado, com plena consciência do ato, pelo profissional de saúde.
(B) …um homicídio, sem consciência do profissional de saúde, sobre o ato que tomou e que meteu em causa a
vida do doente.
(C) …captar, fotografar, filmar, registar ou divulgar imagem das pessoas, de objetos ou de espaços íntimos.
(D) …um segredo que o profissional de saúde possa divulgar ou publicar de forma consciente e propositada.

7- A omissão de auxílio é considerado…


(A) …um ato desadequado do profissional de saúde.
(B) …um problema atual dos serviços de saúde.
(C) …um crime contra outros bens jurídicos pessoais.
(D) …um crime de devassa da vida privada.

8- Os profissionais de saúde são sujeitos do dever, pois a sua profissão assim o exige.
Refira três categorias profissionais que são sujeitos do dever.
GRUPO IV
Leia, atentamente, cada uma das questões e responda de forma clara e objetiva.

Leia, atentamente, o texto 1.


TEXTO 1
UM VENENO…
“Um veneno consiste em qualquer tipo de substância tóxica, seja ela sólida, líquida ou gasosa, que possa
produzir qualquer tipo de enfermidade, lesão, ou alterar as funções do organismo ao entrar em contato com um ser vivo,
por reação química com as moléculas do organismo.
A diferença entre uma substância venenosa e uma substância farmacêutica ou mesmo nutricional é que um
veneno é mortal em determinada dose e não tem qualquer função terapêutica. Flúor e iodo podem ser considerados
venenosos, mas têm aplicações terapêuticas em mínimas doses, sendo o iodo indispensável e o flúor um bom fármaco
contras as cáries.
Os venenos podem ser de origem: mineral, vegetal, animal e artificial.”
In https://pt.wikipedia.org/wiki/Veneno, consultado a 11.10.2016

Leia, atentamente, o texto 2.


TEXTO 2
EVOLUÇÃO DA SEGURANÇA SOCIAL
“A Lei n.º 4/2007, de 16 de janeiro, na redação dada pela Lei n.º 83-A/2013, de 30 de dezembro, é a que aprova
as bases gerais do sistema de Segurança Social atualmente em vigor.
Numa nova rearrumação, o sistema de Segurança Social volta a ser composto por 3 sistemas: proteção social
de cidadania, previdencial e complementar.
Diversas medidas são revogadas e novas medidas são aprovadas a partir do ano 2000, na sequência da
regulamentação das sucessivas leis de bases.
É definida a proteção garantida no âmbito do subsistema previdencial aos trabalhadores que exercem a sua
atividade no domicílio sem caráter de subordinação, nas eventualidades de maternidade, doenças profissionais, invalidez,
velhice e morte, na sequência da regulamentação do Código do Trabalho (Decreto-Lei n.º 98/2005, de 16 de junho).
É criado o rendimento social de inserção em substituição do rendimento mínimo garantido (Lei n.º 13/2003,
de 21 de maio). O novo regime pretende reforçar a natureza social da prestação e promover efetivamente a inclusão dos
mais carenciados, privilegiando a inserção e introduzindo um maior rigor na atribuição, processamento e gestão da
própria medida, conferindo assim uma eficácia social acrescida com claros benefícios para as pessoas e para o Estado
(Decreto-Lei n.º 283/2003, de 8 de novembro e Decreto-Lei n.º 42/2006, de 23 de fevereiro).”
In http://www.seg-social.pt/evolucao-do-sistema-de-seguranca-social, consultado a 11.10.2016

1- As letras CIAV significam…


(A) Centro de formações Antivenenos.
(B) Centro de Informação Antivenenos.
(C) Consulta de Informação Antivenenos.
(D) Consulta de Internamento Antivenenos.

2- Na situação de uma vítima que tenha ingerido um veneno, indique as questões a que deve responder aquando
chamada telefónica para a linha do CIAV.

3- O que entende por Segurança Social?

4- Selecione apenas os objetivos dos serviços da Segurança Social?


(A) Garantir a concretização do direito à Segurança Social.
(B) Garantir o rendimento a todos os cidadãos.
(C) Promover a melhoria sustentada das condições e dos níveis de proteção social e o reforço da respetiva
equidade.
(D) Promover a eficácia do sistema e a eficiência da sua gestão.
GRUPO V
Leia, atentamente, cada uma das questões e responda de forma clara e objetiva.

Leia, atentamente, o texto seguinte:


QUATRO MIL IDOSOS ATENDIDOS NUM ANO NA "SAÚDE 24 SÉNIOR"
“Cerca de 4.000 idosos estão a ser acompanhados pelo serviço "Saúde 24 Sénior", linha específica para
atendimento de maiores de 65 anos, criada em abril do ano passado.
Este serviço, que é gerido pela mesma empresa que gere a linha Saúde 24 - Linha de Cuidados de Saúde (LCS) é
acessível a partir do mesmo número (808 24 24 24).
Desde então, foram identificados cerca de 4.000 idosos, os quais estão a ser contactados por colaboradores da
Linha, os quais averiguam o seu estado de saúde, a sua mobilidade e dependência ou outras limitações.
Segundo o coordenador deste serviço, Sérgio Gomes, através deste contacto os idosos são ajudados a realizar algum
treino físico, sempre que tenham condições para isso, e a praticar uma alimentação mais saudável.
O eventual estado de depressão em que estes idosos se encontrem é igualmente averiguado através destes
contactos.
Sérgio Gomes adiantou que cerca de metade destes idosos apresenta um nível de dependência razoável.
Além deste serviço, a Linha Saúde 24 continua o atendimento normal, tendo nos últimos dias registado um
aumento das chamadas.
Segundo Sérgio Gomes, no início de dezembro a Linha Saúde 24 recebia uma média de 1.800 chamadas por
dia, encontrando-se atualmente a realizar 2.500 atendimentos diários.
In http://www.dn.pt/portugal/interior/quatro-mil-idosos-atendidos-num-ano-na-saude-24-senior-4326446.html, consultado a 01-01-2016

1- A Saúde 24 Sénior é um serviço de saúde…


(A) …privado, integrado na Rede Nacional de Cuidados de Saúde.
(B) …público, paralelo à Rede Nacional de Cuidados de Saúde.
(C) …privado, paralelo à Rede Nacional de Cuidados de Saúde.
(D) …público, integrado na Rede Nacional de Cuidados de Saúde.

2- A linha Saúde 24 disponibiliza à população idosa um atendimento personalizado, a linha Saúde 24 Sénior.
(A) O apoio da linha Saúde 24 Sénior está acessível a partir de um número alternativo, que os idosos conhecem.
(B) A linha Saúde 24 Sénior está acessível a partir do mesmo contacto telefónico que a linha Saúde 24.
(C) A linha Saúde 24 Sénior funciona apenas durante 12 horas do dia.
(D) A linha Saúde 24 Sénior acompanha cerca de 5 000 idosos.

3- Explique, em que contextos, poderá a linha Saúde 24 Sénior melhorar a qualidade de vida da população com
mais de 65 anos

Bom Trabalho!... 
FIM

COTAÇÕES

1- 2- 3- 4- 5- 6- 7- 8-
Grupo I 10 10 8 8 6
Grupo II 10 6 8 6 8
Grupo III 8 6 8 6 10 5 5 6
Grupo IV 5 12 10 10
Grupo V 5 10 14

TOTAL: ……………………………………………………………………………………………………………… 200 pontos