Você está na página 1de 8

SÉRIE: Sete Maravilhas da Graça

Sermão 06 | A Ressurreição e a Vida

EU SOU A RESSURREIÇÃO E A VIDA


João 11.25-26
25Disse-lhe Jesus: “Eu sou a ressurreição e a vida. Aquele que crê em
mim, ainda que morra, viverá; 26 e quem vive e crê em mim não morrerá
eternamente. Você crê nisso?”

O QUE É VIDA?
As coisas com as quais estamos mais familiarizados na vida geralmente são as
que nós temos mais dificuldade para definir ou descrever. Por exemplo, como você
definiria a “luz”, ou o “frio”? Como você descreveria o sabor do “chocolate”, do
“chiclete de menta”, do “bife acebolado”, etc.? Como você definiria “vida”?
A palavra grega para “vida” (zoe) aparece trinta e seis vezes somente no
evangelho de João. Nos outros três evangelhos juntos ela é usada apenas
dezesseis vezes! Fica claro, portanto, que a preocupação de João é falar de vida -
é mostrar que vida plena e abundante só é possível em Jesus Cristo:
- Contra toda insatisfação, Ele é o Pão da Vida (Jo 6.35)
- Contra toda insensatez, Ele é a Luz do mundo (Jo 8.12)
- Contra toda impiedade, Ele é a Porta das ovelhas (Jo 10.7)
- Contra toda insegurança, Ele é o Bom Pastor (Jo 10.11)
Hoje nós veremos que contra toda inquietação (contra todo medo), Ele é a
ressurreição e a vida (Jo 11.25-26).
João deixa explícito que para o cristão, para o discípulo de Jesus Cristo, vida não é
meramente uma condição física, um estado de alma, ou uma experiência social,
tanto quanto um relacionamento pessoal com uma pessoa - a pessoa de Jesus.
Paulo entendeu muito bem isto e declarou em vários lugares que a sua vida
(e também a nossa) é Cristo:
Gl 2.20 - Fui crucificado com Cristo. Assim, já não sou eu quem vive,
mas Cristo vive em mim. A vida que agora vivo no corpo, vivo-a pela fé
no Filho de Deus, que me amou e se entregou por mim.
Fl 1.21 - Porque para mim o viver é Cristo e o morrer é lucro.
Cl 3.4 - Quando Cristo, que é a sua vida, for manifestado, então vocês
também serão manifestados com ele em glória.
Por isso Paulo dizia: Gl 4.19 - Meus filhos, novamente estou sofrendo
dores de parto por sua causa, até que Cristo seja formado em vocês.
IGREJA BATISTA CENTRAL DE CAMPINAS | www.ibcentral.org.br 1/8
Pr. Leandro B. Peixoto - 19/06/2011 - noite
SÉRIE: Sete Maravilhas da Graça
Sermão 06 | A Ressurreição e a Vida

O que é vida?
Dessa forma, poderíamos dizer que vida é aquilo para o que nós estamos vivos!
Por exemplo:
As pessoas ficam vivas diante daquilo que as excita, motiva, satisfaz, alegra,
impulsiona, diante daquilo que as “pega na veia”. Cristãos, portanto, deveriam ficar
vivos para tudo aquilo que se relaciona com Cristo, seu Reino e sua justiça.
O relacionamento com Cristo deveria vivificá-las.

FÉ EM JESUS: O CAMINHO PARA A RESSURREIÇÃO E A VIDA


Ressurreição leva à vida. Jesus é tanto a ressurreição quanto a vida. Isto significa
que fé em Jesus Cristo nos ressuscita da morte espiritual causada pelo pecado e
comunica a nós vida plena e abundante. Fé em Jesus é nascer (é ser
ressuscitado) para uma vida de satisfação, alegria e prazer em Deus.
Efésios 2.1-7
1 Vocês estavam mortos em suas transgressões e pecados, 2 nos quais
costumavam viver, quando seguiam a presente ordem deste mundo e o
príncipe do poder do ar, o espírito que agora está atuando nos que
vivem na desobediência. 3 Anteriormente, todos nós também vivíamos
entre eles, satisfazendo as vontades da nossa carne, seguindo os seus
desejos e pensamentos. Como os outros, éramos por natureza
merecedores da ira. 4 Todavia, Deus, que é rico em misericórdia, pelo
grande amor com que nos amou, 5 deu-nos vida com Cristo, quando
ainda estávamos mortos em transgressões — pela graça vocês são
salvos. 6 Deus nos ressuscitou com Cristo e com ele nos fez assentar
nas regiões celestiais em Cristo Jesus, 7 para mostrar, nas eras que hão
de vir, a incomparável riqueza de sua graça, demonstrada em sua
bondade para conosco em Cristo Jesus.
* Quem crê, ainda que morra viverá (Jo 11.25).
* Quem vive e crê não morrerá eternamente (Jo 11.26).
Por quê? -- Porque Jesus é a ressurreição e a vida!
! -- Quem nEle crê, ressuscita para nunca mais deixar a sua comunhão.
- Esse tipo de vida, lança fora a inquietação.
- Esse tipo de vida, nos faz perder o medo de viver e de morrer!

IGREJA BATISTA CENTRAL DE CAMPINAS | www.ibcentral.org.br 2/8


Pr. Leandro B. Peixoto - 19/06/2011 - noite
SÉRIE: Sete Maravilhas da Graça
Sermão 06 | A Ressurreição e a Vida

Filipenses 1.20-26
20 Aguardo ansiosamente e espero que em nada serei envergonhado.
Ao contrário, com toda a determinação de sempre, também agora Cristo
será engrandecido em meu corpo, quer pela vida, quer pela morte; 21
porque para mim o viver é Cristo e o morrer é lucro. 22 Caso continue
vivendo no corpo, terei fruto do meu trabalho. E já não sei o que
escolher! 23 Estou pressionado dos dois lados: desejo partir e estar com
Cristo, o que é muito melhor; 24 contudo, é mais necessário, por causa
de vocês, que eu permaneça no corpo. 25 Convencido disso, sei que
vou permanecer e continuar com todos vocês, para o seu progresso e
alegria na fé, 26 a fim de que, pela minha presença, outra vez a
exultação de vocês em Cristo Jesus transborde por minha causa.

JESUS SE IMPORTA COMIGO?


Diante de tudo o que vimos, quero tornar essa verdade tão pessoal quanto
possível. Quero colocá-la assim: “Será que Jesus realmente se importa comigo?”.
Afinal, a vida é cheia de tantas dores, tantos sofrimentos, tantos altos e baixos que
muitas vezes colocamos o amor de Deus à prova.
Se hoje você encaixa a sua vida ou situação em um quadro de “morte”, ou se você
está sentindo necessidade de um renascimento pessoal, a declaração de Jesus
em João 11.25-26 é para você.
25Disse-lhe Jesus: “Eu sou a ressurreição e a vida. Aquele que crê em
mim, ainda que morra, viverá; 26 e quem vive e crê em mim não morrerá
eternamente. Você crê nisso?”
Aliás, a narrativa inteira de João 11 é toda especial neste sentido.
Ela é tão profunda, que toca a nossa vida nas mais diversas áreas.
Como veremos, aquele que ama ao SENHOR e é amado por ele experimenta
também dores e perdas (Lázaro morreu!), mas a fé em Jesus o faz renascer para
uma nova vida de esperança. Por isso a pergunta penetrante do verso 26: “Você
crê nisso?”.
Convido você a caminhar pelo capítulo 11 de João e descobrir comigo o quanto o
SENHOR se importa conosco a ponto de nos deixar atravessar vales de dores -
com o propósito de glorificar o seu nome e aprofundar a nossa fé.

IGREJA BATISTA CENTRAL DE CAMPINAS | www.ibcentral.org.br 3/8


Pr. Leandro B. Peixoto - 19/06/2011 - noite
SÉRIE: Sete Maravilhas da Graça
Sermão 06 | A Ressurreição e a Vida

NO VALE DA SOMBRA DA MORTE


Ao atravessar o vale da sombra da morte, a fim de você não perder toda a sua
esperança, afundando-se na inquietação e no medo, mas, pelo contrário, desfrutar
de vida plena e abundante, atente-se para três dicas fundamentais:
- Caminhe no ritmo de Deus (Jo 11.1-16)
- Conheça a revelação de Deus (Jo 11.17-37)
- Cante diante da resposta de Deus (Jo 11.38-46)

1. CAMINHE NO RITMO DE DEUS - Jo 11.1-16


Jo 11.5 deixa claro o amor que Jesus tinha por Marta, Maria e Lázaro: (“Jesus
amava Marta, a irmã dela e Lázaro”). A casa deles em Betânia era o que Jesus
tinha de mais próximo a um lar. Tanto que foi lá que ele passou todas as noites
durante a sua última semana de vida.
Jo 11.3 diz assim: “Então as irmãs de Lázaro mandaram dizer a Jesus: “Senhor,
aquele a quem amas está doente”.
Diante desta notícia, o que se esperar da parte do Senhor? Rapidez! Mas...
Jo 11.6 - No entanto, quando ouviu falar que Lázaro estava doente, ficou
mais dois dias onde estava.
Por que, Senhor? -- Para que creiam!
Jo 11.14-15 - 14 Então lhes disse claramente: “Lázaro morreu, 15 e para o
bem de vocês estou contente por não ter estado lá, para que vocês
creiam. Mas, vamos até ele”.
Há duas outras ocasiões no Evangelho de João em que Jesus não agiu no tempo
em que as pessoas julgaram necessário, mas agiu depois, em seu tempo:
Jo 2.3-4 - 3 Tendo acabado o vinho, a mãe de Jesus lhe disse: “Eles não
têm mais vinho”. 4 Respondeu Jesus: “Que temos nós em comum,
mulher? A minha hora ainda não chegou”.
Jo 7.3,8 - 3 os irmãos de Jesus lhe disseram: “Você deve sair daqui e ir
para a Judeia, para que os seus discípulos possam ver as obras que
você faz. [...] 8 Vão vocês à festa; eu ainda não subirei a esta festa,
porque para mim ainda não chegou o tempo apropriado”.
Não é que Jesus não se importava. É que o Senhor sabia a melhor ora de agir. Ele
sabia a melhor ora de despertar a fé nas pessoas. Ele sabia quando o seu nome
seria melhor glorificado.
IGREJA BATISTA CENTRAL DE CAMPINAS | www.ibcentral.org.br 4/8
Pr. Leandro B. Peixoto - 19/06/2011 - noite
SÉRIE: Sete Maravilhas da Graça
Sermão 06 | A Ressurreição e a Vida

Todos podiam ver descaso e indiferença na pessoa de Jesus, mas o Senhor via
com alegria a oportunidade de fazê-los crer!
Jo 11.14-15 - Então lhes disse claramente: “Lázaro morreu, 15 e para o
bem de vocês estou contente por não ter estado lá, para que vocês
creiam. Mas, vamos até ele”.

Quando estiver no vale da sombra da morte, não duvide do amor de Deus, mas
caminhe no ritmo de Deus:
- Procure ver como ele vê a situação (Ele quer fazê-lo crer);
- Leve a ele a sua dor e descanse nele; (Marta e Maria levaram - Jo 11.3)
- Contente-se com o fato de que és amado por ele, és amigo dele; (Jo 11.5)
- Ele está sempre pronto para ouvir, ele te ama.

2. CONHEÇA A REVELAÇÃO DE DEUS - Jo 11.17-37


Vimos que Deus se importa conosco mesmo quando ele, aos nossos olhos, chega
atrasado - Pois ele chega no momento exato de despertar em nós fé; na hora certa
de glorificar o seu nome.
Mas, o que acontece quando ele decide entrar em cena? Ele revela maravilhas
sobre nós e também sobre o seu caráter santo e soberano. Veja...

Jesus nos recebe como somos


Marta confronta o Senhor: Jo 11.21 - Disse Marta a Jesus: “Senhor, se
estivesses aqui meu irmão não teria morrido”.
Maria chora aos pés do Senhor: Jo 11.32 - Chegando ao lugar onde
Jesus estava e vendo-o, Maria prostrou-se aos seus pés e disse:
“Senhor, se estivesses aqui meu irmão não teria morrido”.
A presença de Jesus revela quem nós somos! Impulsivos? Introspectivos?
Coléricos? Confiantes demais? Seja como for, quando o Senhor entra em cena, ele
nos recebe como somos! Revela o nosso caráter, dando-nos a chance de mudar.

Jesus revela quem ele é


Em seu debate teológico com o Senhor, Marta demonstra conhecer bem a doutrina
dos últimos dias. Ela diz:
Jo 11.24 - Marta respondeu: “Eu sei que ele vai ressuscitar na
ressurreição, no último dia”.
IGREJA BATISTA CENTRAL DE CAMPINAS | www.ibcentral.org.br 5/8
Pr. Leandro B. Peixoto - 19/06/2011 - noite
SÉRIE: Sete Maravilhas da Graça
Sermão 06 | A Ressurreição e a Vida

O Senhor, porém, lhe diz: Marta, a sua doutrina bíblica tem de servir para aqui e
agora e não apenas para amanhã e além!
Jo 11.25-26 - 25 Disse-lhe Jesus: “Eu sou a ressurreição e a vida. Aquele
que crê em mim, ainda que morra, viverá; 26 e quem vive e crê em mim
não morrerá eternamente. Você crê nisso?”
Vida eterna não é algo para amanhã, ou para o futuro apenas. Vida eterna é algo
para hoje, para aqui e agora também. Vida eterna é conhecer ao Senhor Jesus
Cristo (Jo 17.3). É crer nele. É relacionar-se com ele. É satisfazer-se nele (não ter
fome e não ter sede!). Quem nele crê, não morre, e ainda que morra, viverá! Vida
eterna tem a ver com qualidade de vida. No caso aqui, confiar que o Senhor está
no controle e que sua vontade é boa, agradável e perfeita.

Jesus revela o que ele sente


A maior de todas as manifestações da compaixão humana do Senhor Jesus
aconteceu no velório de Lázaro!
Jo 11.33-35, 38
33 Ao ver chorando Maria e os judeus que a acompanhavam, Jesus
agitou-se no espírito e perturbou-se. 34 “Onde o colocaram?”, perguntou
ele. “Vem e vê, Senhor”, responderam eles. 35 Jesus chorou. [...] 38
Jesus, outra vez profundamente comovido, foi até o sepulcro. Era uma
gruta com uma pedra colocada à entrada.
Estas palavras de João, evangelista, revelam que Jesus nunca agiu e nem realizou
os seus milagres de forma passiva, como se não lhe custasse coisa alguma. Jesus
sempre sentiu profundamente pelas consequências do pecado em nossas vidas.
Os deuses gregos, sim, eram insensíveis, intocáveis, apáticos e inacessíveis, mas
o Senhor Jesus Cristo não. Ele é o Deus Emanuel, o Deus conosco. Deus que se
compadece de nós e sofre com as consequências do pecado em nossas vidas.
Deus que age por nós e trabalha por aqueles que nele confiam.

3. CANTE DIANTE DA RESPOSTA DE DEUS - Jo 11.38-46


Já vimos que quando estamos atravessando o vale da sombra da morte, a fim de
não nos afundarmos na inquietação e no medo, devemos 1 caminhar no ritmo de
Deus e 2 buscar conhecer as revelações de Deus.
Agora, tudo isso tem um único objetivo: fazer-nos 3 cantar diante da resposta de
Deus. Fazer-nos adorar diante da manifestação do poder e da glória do Senhor.
IGREJA BATISTA CENTRAL DE CAMPINAS | www.ibcentral.org.br 6/8
Pr. Leandro B. Peixoto - 19/06/2011 - noite
SÉRIE: Sete Maravilhas da Graça
Sermão 06 | A Ressurreição e a Vida

A ressurreição de Lázaro é a maior demonstração do poder do Senhor, à parte, é


claro, de sua própria ressurreição.
Ao ressuscitar Lázaro, o Senhor Jesus confronta as nossas limitações e
incredulidade:
Quantas vezes, céticos, tão somente assistimos aos problemas!
Jo 11.37 - Mas alguns deles disseram: “Ele, que abriu os olhos do cego,
não poderia ter impedido que este homem morresse?”
Quantas vezes magnificamos o problema e não o Senhor!
Jo 11.39 - “Tirem a pedra”, disse ele. Disse Marta, irmã do morto:
“Senhor, ele já cheira mal, pois já faz quatro dias”.
Mas, diante disto, o Senhor Jesus nos aponta para a glória de Deus e o poder de
sua Palavra!
Jo 11.40-46
40 Disse-lhe Jesus: “Não lhe falei que, se você cresse, veria a glória de
Deus?” 41 Então tiraram a pedra. Jesus olhou para cima e disse: “Pai, eu
te agradeço porque me ouviste. 42 Eu sei que sempre me ouves, mas
disse isso por causa do povo que está aqui, para que creia que tu me
enviaste”. 43 Depois de dizer isso, Jesus bradou em alta voz: “Lázaro,
venha para fora!” 44 O morto saiu, com as mãos e os pés envolvidos em
faixas de linho e o rosto envolto num pano. Disse-lhes Jesus: “Tirem as
faixas dele e deixem-no ir”. 45 Muitos dos judeus que tinham vindo visitar
Maria, vendo o que Jesus fizera, creram nele. 46 Mas alguns deles foram
contar aos fariseus o que Jesus tinha feito.
1Jesus nos ensina que a sua Palavra tem poder para nos arrancar da morte e nos
trazer para a vida. (Jo 11.43-44)
2A sua Palavra tem poder para fazer os outros se mobilizarem para nos
desenfaixar do pecado, ajudando-nos a recomeçar a nova vida. (Jo 11.44)
3A Palavra faz multidões crer em Jesus. (Jo 11.45)
4A Palavra também faz outros tantos se indignarem (Jo 11.46)
Mas, a lição principal de todo esse texto está estampada no verso 40:
Jo 11.40-41a - 40 Disse-lhe Jesus: “Não lhe falei que, se você cresse,
veria a glória de Deus?” 41 Então tiraram a pedra.
No vale da sombra da morte, diante de qualquer problema, Deus quer revelar a
sua glória! Só isso. Simples assim.
IGREJA BATISTA CENTRAL DE CAMPINAS | www.ibcentral.org.br 7/8
Pr. Leandro B. Peixoto - 19/06/2011 - noite
SÉRIE: Sete Maravilhas da Graça
Sermão 06 | A Ressurreição e a Vida

Ele nunca quis que Marta e Maria se concentrassem no corpo de Lázaro, mas na
glória de Deus!
O Senhor nunca deseja que nos concentremos em nossos problemas e aflições a
serem resolvidos, mas na glória do seu nome a ser revelada. Só assim cantaremos
diante da resposta de Deus.
Até porque, lembre-se sempre disto, Lázaro saiu enfaixado do túmulo. Jesus não
saiu enfaixado. Os panos de Jesus ficaram no túmulo. Os de Lázaro não, saíram
com ele. Por que Lázaro saiu enfaixado? Porque Lázaro voltaria a morrer. Todos
voltariam a sofrer. Jesus jamais morreria novamente!
Logo, a grande lição de João 11 não é que Lázaro reviveu, mas...
25Disse-lhe Jesus: “Eu sou a ressurreição e a vida. Aquele que crê em
mim, ainda que morra, viverá; 26 e quem vive e crê em mim não morrerá
eternamente. Você crê nisso?”

Como está a sua vida?


Carente de um reviver da graça de Deus? Precisando de vida abundante?
Carente de um novo nascimento? Precisando de salvação?
Carente de graça e glória? Precisando de um propósito?
Se hoje você ouvir a voz de Deus dizendo-lhe: “Lázaro, venha para fora!”, não
endureça o seu coração.
Confesse o seu pecado, creia em Cristo e veja a glória de Deus em sua vida.

IGREJA BATISTA CENTRAL DE CAMPINAS | www.ibcentral.org.br 8/8


Pr. Leandro B. Peixoto - 19/06/2011 - noite