Você está na página 1de 29

19/11/2018 Entre tempo, memória e história se constroem as narrativas do passado | Itaú Cultural

menu Em alta no Itaú Cultural


Mais acessados da semana
Acessados agora rumos
Home
Seções colunistas
programação
Mais acessados
programação da
libras
semanalibras
audiodescrição vídeos
entrevista áudios
enciclopédia
rumos
notícias
Seções
fotografia
acervos programação
Inteligência artificial é tema
educação libras
vídeos
de palestras e debates audiodescrição
áudios entrevista
imprensa rumos
observatório itaú cultural notícias
colunistas fotografia
inscrições acervos
visitas educação
Cia. LaMínima
opinião
apresenta
novo vídeos
Quem somos no Itaú
espetáculo
áudios
Cultural
Biblioteca imprensa
Auditório Ibirapuera observatório itaú cultural
Rumos colunistas
Enciclopédia inscrições
Espaço Olavo Setubal visitas
Produtos opinião
Contato e Newsletter
O exercício da cidadania é enciclopédia
umaOutros Conteúdos
constante
Ocupação Tags
Nossas publicações
AcessadosO Mundo agora
de Bartô música
Conexões Itaú Cultural literatura
artes visuais
Itaú Cultural show
Avenida Paulista, 149 cinema e vídeo
São Paulo / SP teatro
A literatura indígena não é dança
cultura e arte
subalterna espetáculo
debate
gestão cultural
arte e tecnologia
oficinas
ocupação
terça a sexta
Divino 9h às 20h –
Tserewahú cinema
sábado, domingo e feriados 11h às 20h
culturas indígenas
entrada gratuita
exposição
jornalismo cultural
cultura
email
peça de teatro
atendimento@itaucultural.org.br
questões raciais
telefone
11EAD em produção cultural
2168 1777

busca

Pesquisa por eventos


Todos os locais

Todos os locais
Itaú Cultural
Auditório Ibirapuera

19/11/2018
19/11/2018

Programação completa

Eventos em destaque

http://www.itaucultural.org.br/entre-tempo-memoria-e-historia-se-constroem-as-narrativas-do-passado 1/29
19/11/2018 Entre tempo, memória e história se constroem as narrativas do passado | Itaú Cultural
Cia. LaMínima apresenta novo espetáculo no Itaú Cultural

De 14/11 a 20/11

Brechas Urbanas discute a cidade do ponto de vista das tecnologias da informação

21/11

Inteligência artificial é tema de palestras e debates

De 21/11 a 23/11

Você já conhece os colunistas do Itaú Cultural? Clique e leia!

hoje
fim de semana
agenda

imagem: Iara Venanzi/Itaú Cultural

Entre tempo, memória e história se constroem as narrativas do passado

acervos
opinião

memória
patrimônio
história

publicado em:
10/04/2018 - 11:00

Tweetar

Por Maria Ester de S. R. Sartori

Le Goff (1994), em História e Memória, nos coloca um grande desafio quando nos faz refletir sobre qual a relação entre o passado e a memória para a escrita
da história. O que ele pretende com essa provocação é demonstrar que em relação à memória o que sobrevive do passado chega até nós por meio das escolhas
feitas “[...] pelas forças que operam no desenvolvimento temporal do mundo e da humanidade, e por aqueles que se dedicam à ciência do passado e do tempo
que passa [...]”, ou seja, os historiadores.

Isso quer dizer que, como a memória se prende a um espaço-tempo, a um passado que não existe mais, suas narrativas se constroem a partir da percepção que
se tem dessa memória no presente e sobrevive porque são intensos os trabalhos de construção e reconstrução das lembranças e das recordações passadas.
Quais as implicações disso? Passam a surgir muitos discursos justificando a necessidade de preservação da memória para garantir a existência da história e,
assim, generaliza-se o uso da palavra memória esvaziando seu sentido teórico. Esse descuido pode fazer com que a memória acabe se ajustando ao senso
comum, atravessada pelo caminho da retrospectiva descuidada, reprodutiva ou seletiva.

A memória presume uma temporalidade que tem como síntese a história vivida. A história vivida para alguns fica no arquivo, no registro oficial e
no fato em si, para outros na lembrança, registrada em papel, fotografias, sentimentos, cartas, diários pessoais, registros de viagem, enfim, de

http://www.itaucultural.org.br/entre-tempo-memoria-e-historia-se-constroem-as-narrativas-do-passado 2/29
19/11/2018 Entre tempo, memória e história se constroem as narrativas do passado | Itaú Cultural
muitas formas que as mantêm conservadas aguardando para ser relembradas.

Assim, embora a memória seja um instrumento de identidade e de conservação sociocultural, ela precisa ser compreendida em seus amplos aspectos e
contextos. Nesse sentido, Ulpiano (1992) ao propor que apesar de serem valorosos, importantes e salutares os movimentos de preservação da memória e do
patrimônio cultural (material ou imaterial), na medida em que funcionam como uma espécie de difusor para as reivindicações em vários campos culturais, é
preciso atentar ao fato de que “[...] para conhecer o campo da memória, é necessário depurá-la de uma série de traços que lhes são vulgarmente atribuídos,
para abrir caminho ao crivo da História”.

Isso não significa afirmar que a história e a memória não possam se relacionar ou que não possuam aproximações, mas que são conduzidas por exigências e
existências diferentes. Enquanto a história se fundamenta sobre um saber universal aceitável, para a memória a presença do passado no presente é
fundamental para a legitimação de certos saberes ou hierarquizações e para articular as narrativas do passado vivido à percepção do presente pretendido, como
afirma Chartier (2007).

Tomando como exemplo os livros de memórias e suas sutilezas para estabelecer aproximação entre história e memória, notamos quanto neles se organizam os
discursos quando o memorialista seleciona o que se deseja, ou não, ser conhecido. Nesse tipo de literatura, o passado parece viver o presente materializado em
folhas de papel, que estão ali para ser investigadas.

Livros de memórias são exemplos interessantes e envolventes que nos instigam a pensar quanto as lembranças individuais se entremeiam às
coletivas na medida em que tratam de acontecimentos em que o escritor está envolvido, mas nunca sozinho.

São registros constituídos como gêneros discursivos que, apesar de sua diversidade, revelam aspectos do cotidiano de quem os escreve e “vistos de perto”
podem ampliar a percepção de muitos outros cotidianos, a partir do momento que promovem a proximidade entre a história, a memória, o discurso e os modos
de compreensão do real. Ao mesmo tempo, seus conteúdos são reveladores porque mostram quanto a memória individual de quem os escreve sofre a
interferência de fatores sociais do grupo ao qual pertence. Sendo assim, os livros de memórias deixam registradas as experiências vividas no grupo ou pelo
grupo, mesmo que os acontecimentos e as pessoas não pertençam ao mesmo tempo/espaço.

O narrador que elege o livro de memória como recurso literário, na ânsia de garantir sua lucidez dialógica, ao falar de si, retorna a si constantemente,
revelando quanto ele compactua, identitariamente, com o grupo social ao qual pertence. Dessa forma, a memória coletiva, na medida em que está inserida na
identidade dos grupos sociais, no que se refere à reconstrução do passado, age de acordo com os interesses particulares do conjunto social consolidando a
ideia de pertencimento, integração e continuidade desses grupos.

A busca de quem se narra é se conhecer e ser reconhecido pela escrita, como em um jogo de espelhos, trançando-se a existência do narrador e de
seu personagem no mesmo novelo da lembrança, como um fenômeno individual e íntimo, mas que não tem seus nós atados apenas no que lhe é
próprio ou pessoal, e sim nas tramas de fenômenos construídos coletivamente e submetidos a mudanças e flutuações.

Retirar os escritos memorialísticos “da gaveta” para que sejam valorizados como fontes de pesquisa mostra outras possibilidades de compreensão das ações
humanas, pelo quanto eles conseguem abrigar temas que muitas vezes nenhum outro documento traz. São eles narrativas que permitem ocultar ou revelar a
intimidade dos pensamentos ou das ações de quem os escreve, porque oferecem a oportunidade de conhecermos pessoas em situações efetivas em setores
diversificados da vida pública ou privada. Eles são maneiras de mostrar os acontecimentos, os comportamentos e as práticas sociais que não se pretendem
esquecidas e, ao mesmo tempo, a possibilidade de estabelecer uma relação privilegiada com o passado, fazendo reviver o vivido e oferecendo a possibilidade
de restaurar um esquecimento.

Escritos memorialísticos são maneiras de interpretar as apreensões do tempo vivido a partir do cotidiano de quem os escreve. Registram situações pessoais e
individuais de ver o mundo, traduzindo-o pela escrita. De forma intimista, sendo bastante significativos para perceber e representar aspectos da vida social,
emergentes das trajetórias de vida de pessoas cuja memória parece perpetuada na palavra escrita. Portanto, uma boa forma de aproximação entre a memória, o
que sobrevive do passado e a escolha do historiador para a compreensão da história.

Referências Bibliográficas

CHARTIER, R. A História ou a leitura do tempo. Belo Horizonte: Autêntica, 2007.

LE GOFF, J. História e memória. Trad. Bernardo Leitão (et al). 3ª ed., Campinas: Editora da Unicamp, 1994, p. 535.

ULPIANO, T. B. M. A história cativa da memória? Para um mapeamento da memória no campo das Ciências Sociais. Revista Instituto de Estudos
Brasileiros, São Paulo: USP, 1992, p. 34; 9-24.

Maria Ester de Siqueira Rosin Sartori é doutoranda em história cultural pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), mestre em educação pela
Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas), graduada em história pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP),
graduada em pedagogia pelo Centro Universitário Claretiano e pós-graduada em administração pela Universidade São Francisco (USF). Atuou como
professora na PUC Campinas – no Plano Nacional de Formação de Professores (Parfor), na graduação em história e na pós-graduação em história e
patrimônio. Exerceu coordenação e docência no curso de pedagogia da Faculdade Max Planck, em Indaiatuba. Tem experiência na área de educação como
professora orientadora educacional e coordenadora de curso superior e na produção de materiais científico e didático. É membro do Conselho Consultivo da
Fundação Pró-Memória de Indaiatuba.

Veja também

http://www.itaucultural.org.br/entre-tempo-memoria-e-historia-se-constroem-as-narrativas-do-passado 3/29
19/11/2018 Entre tempo, memória e história se constroem as narrativas do passado | Itaú Cultural

Orquestra Paulistana de Viola Caipira

Apresentação tem repertório variado ao som da viola caipira de dez cordas


onde: Auditório Ibirapuera

Direto do Arquivo - Do Elogio da Vertigem a German Lorca: uma viagem

A exposição German Lorca: Mosaico do Tempo, 70 Anos de Fotografia, em cartaz no Itaú Cultural, faz um passeio retrospectivo pela produção de um dos
mais relevantes fotógrafos brasileiros do último século

Inteligência artificial é tema de palestras e debates

programação
libras
http://www.itaucultural.org.br/entre-tempo-memoria-e-historia-se-constroem-as-narrativas-do-passado 4/29
19/11/2018 Entre tempo, memória e história se constroem as narrativas do passado | Itaú Cultural
inscrições

Seminário aborda o impacto das novas tecnologias em campos como os da medicina e do direito

quando: de 21/11 a 23/11


onde: Itaú Cultural

http://www.itaucultural.org.br/entre-tempo-memoria-e-historia-se-constroem-as-narrativas-do-passado 5/29
19/11/2018 Entre tempo, memória e história se constroem as narrativas do passado | Itaú Cultural

Cia. LaMínima apresenta novo espetáculo no Itaú Cultural

programação
libras

Em “Ordinários”, o grupo de circo e teatro fala de guerra usando a linguagem poética do palhaço

http://www.itaucultural.org.br/entre-tempo-memoria-e-historia-se-constroem-as-narrativas-do-passado 6/29
19/11/2018 Entre tempo, memória e história se constroem as narrativas do passado | Itaú Cultural

quando: de 14/11 a 20/11


onde: Itaú Cultural

http://www.itaucultural.org.br/entre-tempo-memoria-e-historia-se-constroem-as-narrativas-do-passado 7/29
19/11/2018 Entre tempo, memória e história se constroem as narrativas do passado | Itaú Cultural
Brechas Urbanas discute a cidade do ponto de vista das tecnologias da informação

programação
libras

O que smartphones, computadores, redes sociais e outros utilitários digitais – onipresentes na vida contemporânea – implicam na vida nas cidades?

quando: 21/11
onde: Itaú Cultural

Rodrigo Campos apresenta "9Sambas"

programação
libras

http://www.itaucultural.org.br/entre-tempo-memoria-e-historia-se-constroem-as-narrativas-do-passado 8/29
19/11/2018 Entre tempo, memória e história se constroem as narrativas do passado | Itaú Cultural
Lançado em agosto de 2018, é o quarto disco do cantor, instrumentista e compositor

Classificação indicativa
Programação
com
tradução
em
libras

quando: 23/11
onde: Itaú Cultural

Ocupação Ilê Aiyê

programação
vídeos

http://www.itaucultural.org.br/entre-tempo-memoria-e-historia-se-constroem-as-narrativas-do-passado 9/29
19/11/2018 Entre tempo, memória e história se constroem as narrativas do passado | Itaú Cultural
Exposição resgata e homenageia trajetória do primeiro bloco afro do Brasil

Classificação indicativa

quando: de 04/10 a 06/01/2019


onde: Itaú Cultural

Imagens Impressas: exposição traça um percurso histórico por gravuras europeias

programação
libras

http://www.itaucultural.org.br/entre-tempo-memoria-e-historia-se-constroem-as-narrativas-do-passado 10/29
19/11/2018 Entre tempo, memória e história se constroem as narrativas do passado | Itaú Cultural
Em Imagens Impressas: um Percurso Histórico pelas Gravuras da Coleção Itaú Cultural, 160 obras apresentam um panorama da produção gráfica europeia

Classificação indicativa

quando: de 28/11 a 17/02/2019


onde: Itaú Cultural

A “insubmissa negra voz” de Maíra Baldaia vem ao palco do Itaú Cultural

programação
libras

A musicista lança o DVD “Mais”, seu segundo trabalho, que canta amor, liberdade e resistência, e traz referências afro-brasileiras, além de samba, bossa nova
e rock
http://www.itaucultural.org.br/entre-tempo-memoria-e-historia-se-constroem-as-narrativas-do-passado 11/29
19/11/2018 Entre tempo, memória e história se constroem as narrativas do passado | Itaú Cultural

Classificação indicativa
Programação
com
tradução
em
libras

quando: 24/11
onde: Itaú Cultural

Palestra com Corinne Noordenbos discute o cotidiano na fotografia documental holandesa

programação
libras
fotografia

http://www.itaucultural.org.br/entre-tempo-memoria-e-historia-se-constroem-as-narrativas-do-passado 12/29
19/11/2018 Entre tempo, memória e história se constroem as narrativas do passado | Itaú Cultural
Como fotografamos o mundo à nossa volta? Quais aspectos dele são relevantes para as outras pessoa...

Classificação indicativa
Programação
com
tradução
em
libras

quando: 21/11
onde: Itaú Cultural

Encontro com o Espectador debate Villa

programação
libras

http://www.itaucultural.org.br/entre-tempo-memoria-e-historia-se-constroem-as-narrativas-do-passado 13/29
19/11/2018 Entre tempo, memória e história se constroem as narrativas do passado | Itaú Cultural
Com mediação de Beth Nespoli, a edição reúne o diretor Diego Moschkovich e a atriz Rita Pisano para conversa com o público

Classificação indicativa
Programação
com
tradução
em
libras

quando: 25/11
onde: Itaú Cultural

imagem: André Seti

Aforismos sobre Brechas Urbanas e Museus

colunistas
brechas urbanas

http://www.itaucultural.org.br/entre-tempo-memoria-e-historia-se-constroem-as-narrativas-do-passado 14/29
19/11/2018 Entre tempo, memória e história se constroem as narrativas do passado | Itaú Cultural
publicado em:
14/11/2018 - 19:33
A partir do debate entre as museólogas Adriana Valderrama López e Maria Ignez Mantovani, um ensaio sobre memória, informação, construção do futuro e
identidade
Congada de São Sebastião do Paraíso
imagem: Alik Wunder

Gestão compartilhada: Centro Cultural Casarão e os coletivos | Entrevista

entrevista
observatório itaú cultural
observe

publicado em:
14/11/2018 - 17:30
Quando o tema é gestão compartilhada de um equipamento cultural, chamam atenção questões como os desafios e os problemas enfrentados pelos gestores na
tomada de decisões. Levando isso em conta, e para entender formas alternativas de organização, conversamos com o Coletivo Casarão sobre a gestão do
Centro Cultural Casarão, sediado no distrito de Barão Geraldo, em Campinas (SP). O espaço pertence à Secretaria de Cultura e é gerido em uma parceria entre
os coletivos e uma funcionária da secretaria.

imagem: Gal Oppido

Música no Foyer com Renato Anesi

programação

Classificação indicativaO compositor e instrumentista faz o show de lançamento de Tenor Guitar in Concert

http://www.itaucultural.org.br/entre-tempo-memoria-e-historia-se-constroem-as-narrativas-do-passado 15/29
19/11/2018 Entre tempo, memória e história se constroem as narrativas do passado | Itaú Cultural

quando: 30/11
onde: Auditório Ibirapuera
Integrante do bloco afro Ilê Aiyê aparece sentada, mas a imagem se restringe às suas mãos pousadas sobre o colo. Ela tem as unhas pintadas, usa anéis,
pulseira e está vestida com uma roupa com as estampas do bloco.
imagem: Arthur Costa

Ilê Aiyê: organizações de resistência negra

colunistas
sankofas

publicado em:
13/11/2018 - 17:25
O Ilê Aiyê representa um Brasil que fez com que jovens como nós, Alexandre e Nayra, pudessem avan...

imagem: Divulgação

Documentário "Zuza Homem de Jazz" conta a história do produtor musical e jornalista

programação

http://www.itaucultural.org.br/entre-tempo-memoria-e-historia-se-constroem-as-narrativas-do-passado 16/29
19/11/2018 Entre tempo, memória e história se constroem as narrativas do passado | Itaú Cultural

Classificação indicativaA biografia musical conta a história do musicólogo, jornalista, radialista e produtor musical Zuza Homem de Mello, que há
mais de 60 anos se dedica ao garimpo e à divulgação do que há de melhor na música popular e no jazz

quando: 30/11
onde: Itaú Cultural

imagem: Agência Ophelia / Itaú Cultural

Nas dobras dos pensamentos indígenas, palavras de engravidar o tempo

opinião

publicado em:
13/11/2018 - 14:39
O que dizer depois de habitar e deixar-me habitar pelo Mekukradjá – Círculo de Saberes? O que dizer depois de conviver com pensadores e pensadoras
indígenas que fizeram girar com força e multiplicidade esta roda de sabedoria ancestral?

imagem: Coletivo Tensoativo

Rumos 2017-2018 – Corpus Urbis: festival reúne artistas no extremo norte do país

entrevista

http://www.itaucultural.org.br/entre-tempo-memoria-e-historia-se-constroem-as-narrativas-do-passado 17/29
19/11/2018 Entre tempo, memória e história se constroem as narrativas do passado | Itaú Cultural
rumos
notícias

publicado em:
13/11/2018 - 14:29
No Oiapoque, município que fica no extremo norte do Amapá, na fronteira com a Guiana Francesa, mais de 30 artistas indígenas e não indígenas de todo o
Brasil se reuniram para um festival de performance e intervenção urbana

imagem: Divulgação

Samsung E-Festival Instrumental

programação

Classificação indicativaMazin Silva, vencedor do concurso, se apresenta com a Orquestra Juvenil Heliópolis e Frejat

quando: 25/11
onde: Auditório Ibirapuera
Fotografia colorida de cena do espetáculo Reprise. Na imagem, um palhaço toca gaita. Seu olhar está vesgo, dirigido para a câmera. Seu nariz é vermelho.
Ele usa uma camisa verde para dentro de uma calça laranja, presa por um suspensório vermelho.
imagem: Mari Ares

http://www.itaucultural.org.br/entre-tempo-memoria-e-historia-se-constroem-as-narrativas-do-passado 18/29
19/11/2018 Entre tempo, memória e história se constroem as narrativas do passado | Itaú Cultural
Fim de Semana em Família – Arte do circo e do palhaço é celebrada pela Cia. LaMínima

programação
libras
educação

Classificação indicativa
Programação
com
Atividades
tradução incluem a apresentação de uma peça teatral, uma oficina, o Cantinho da Leitura e a Feirinha de Troca
em
libras

quando: de 17/11 a 18/11


onde: Itaú Cultural

imagem: Direção: Roberto Moreira

“Visita a Krajcberg” – Mostra On-Line: Frans Krajcberg

vídeos

publicado em:
09/11/2018 - 10:58

http://www.itaucultural.org.br/entre-tempo-memoria-e-historia-se-constroem-as-narrativas-do-passado 19/29
19/11/2018 Entre tempo, memória e história se constroem as narrativas do passado | Itaú Cultural

Classificação indicativaFilme disponibilizado gratuitamente até 2 de dezembro

imagem: Direção: Walter Salles

"Socorro Nobre" – Mostra On-Line: Frans Krajcberg

vídeos

publicado em:
09/11/2018 - 10:58

Classificação indicativaFilme disponibilizado gratuitamente até 2 de dezembro

imagem: Direção: Walter Salles

"Poeta dos Vestígios" – Mostra On-Line: Frans Krajcberg

vídeos

publicado em:
09/11/2018 - 10:58

Classificação indicativaFilme disponibilizado gratuitamente até 2 de dezembro

imagem: Djanira Chagas/divulgação

“O Grito Krajcberg” – Mostra On-Line: Frans Krajcberg

vídeos

publicado em:
09/11/2018 - 10:58

Classificação indicativaFilme disponibilizado gratuitamente até 2 de dezembro

imagem: divulgação

“Encanto (Catehe)” – Mostra On-Line: Frans Krajcberg

vídeos

publicado em:
09/11/2018 - 10:58

Classificação indicativaFilme disponibilizado gratuitamente até 2 de dezembro


Foto colorida de um homem que, caracterizado como palhaço, espia por uma fresta numa cortina persiana. Só é possível ver a região dos olhos e o nariz
vermelho, além da mãos, que forçam a abertura na cortina.
imagem: divulgação

Confira os selecionados para a oficina da companhia LaMínima

notícias
inscrições

Classificação indicativaEm novembro, a companhia LaMínima toma conta do Itaú Cultural com uma série de programações espec...

http://www.itaucultural.org.br/entre-tempo-memoria-e-historia-se-constroem-as-narrativas-do-passado 20/29
19/11/2018 Entre tempo, memória e história se constroem as narrativas do passado | Itaú Cultural

quando: 19/11
onde: Itaú Cultural
Fotografia colorida. Na imagem, uma mulher mais velha olha fixamente para a foto enquanto fuma um cachimbo.
imagem: Krenak (2017) | divulgação

Krenak será exibido no 3º Festival Internacional de Cinema Independente

notícias

Sessão ocorrerá na cidade de Guararema, interior de São Paulo

http://www.itaucultural.org.br/entre-tempo-memoria-e-historia-se-constroem-as-narrativas-do-passado 21/29
19/11/2018 Entre tempo, memória e história se constroem as narrativas do passado | Itaú Cultural

quando: 10/11
Cinco mulheres carregam bebês. A do meio está de frente, enquanto as demais estão de costas. A mulher que está de frente é loira, assim como todos os
cinco bebês, e usa um vestido branco, cuja saia balança com o vento.
imagem: Corinne Noordenbos

Palestra com Corinne Noordenbos discute o cotidiano na fotografia documental holandesa

programação
libras
fotografia

Classificação indicativa
Programação
com
Como fotografamos o mundo à nossa volta? Quais aspectos dele são relevantes para as outras pessoa...
tradução
em
libras

http://www.itaucultural.org.br/entre-tempo-memoria-e-historia-se-constroem-as-narrativas-do-passado 22/29
19/11/2018 Entre tempo, memória e história se constroem as narrativas do passado | Itaú Cultural

quando: 21/11
onde: Itaú Cultural

imagem: Divulgação

Ballet Paraisópolis apresenta Marias

programação
libras
audiodescrição

Classificação indicativa
Programação
com
tradução
em A montagem conta com encenações teatrais, que introduzem as 16 coreografias do espetáculo
libras

http://www.itaucultural.org.br/entre-tempo-memoria-e-historia-se-constroem-as-narrativas-do-passado 23/29
19/11/2018 Entre tempo, memória e história se constroem as narrativas do passado | Itaú Cultural

quando: 23/11
onde: Auditório Ibirapuera

imagem: Divulgação

Contação de Histórias apresenta o universo infantil de Angela Lago

programação
libras
educação

Classificação indicativa
Programação
com
Ana Luísa Lacombe é quem dá voz aos textos de Angela Lago, destaque do Cantinho da Leitura de novembro
tradução
em
libras

http://www.itaucultural.org.br/entre-tempo-memoria-e-historia-se-constroem-as-narrativas-do-passado 24/29
19/11/2018 Entre tempo, memória e história se constroem as narrativas do passado | Itaú Cultural

quando: de 11/11 a 18/11


onde: Itaú Cultural
A cantora Fabiana Cozza posa sorrindo de olhos fechados.
imagem: Kriz Knack

Balada Literária | Fabiana Cozza

programação
libras

Classificação indicativa
Programação
com
A cantora apresenta o espetáculo Dos Santos
tradução
em
libras

http://www.itaucultural.org.br/entre-tempo-memoria-e-historia-se-constroem-as-narrativas-do-passado 25/29
19/11/2018 Entre tempo, memória e história se constroem as narrativas do passado | Itaú Cultural

quando: 24/11
onde: Auditório Ibirapuera
Cena do espetáculo de dança Quando Efé. Na imagem, quatro dançarinos contracenam. Todos estão descalços. Três curvam-se para frente, em direção do
quatro, que curva-se para trás.
imagem: Fernanda Abdo

Rumos 2017-2018 – Cultura hip-hop é tema de três projetos dessa edição

rumos
notícias

publicado em:
06/11/2018 - 15:40
Fazendo uso de diferentes linguagens, as propostas vêm de Manaus, São Paulo e Minas Gerais
Retrato em preto e branco do artista visual Frans Krajcberg. Ele é branco, usa barba e chapéu e olha para a câmera sem sorrir.
imagem: divulgação

Documentário aborda a trajetória do arte-ativista Frans Krajcberg

programação
libras

http://www.itaucultural.org.br/entre-tempo-memoria-e-historia-se-constroem-as-narrativas-do-passado 26/29
19/11/2018 Entre tempo, memória e história se constroem as narrativas do passado | Itaú Cultural

Classificação indicativa
Programação
com
Diretora
tradução do filme, Regina Jehá participa de debate após a sessão
em
libras

quando: 27/11
onde: Itaú Cultural

imagem: Agência Ophelia / Itaú Cultural

Mekukradjá – Círculo de Saberes: o Movimento da Memória – registro

libras
vídeos

publicado em:
05/11/2018 - 10:00
Ciclo de debates reúne representantes de diversas etnias, além de pesquisadores e especialistas, para discutir arte, cultura e identidade no âmbito das questões
indígenas

Escuta movida por indignação

http://www.itaucultural.org.br/entre-tempo-memoria-e-historia-se-constroem-as-narrativas-do-passado 27/29
19/11/2018 Entre tempo, memória e história se constroem as narrativas do passado | Itaú Cultural
colunistas
encontro com o espectador

publicado em:
05/11/2018 - 09:00
Raiva. Sentimento destrutivo, mas que também pode erguer coisas belas. Foi o que demonstraram os ...
Contra um fundo cor de rosa, a cantora faz um pose com os braços curvados em frente do corpo.
imagem: Nino Andres

Tika apresenta seu primeiro disco, "Unwritable"

programação
libras

Classificação indicativa
Programação
com
Álbum
traduçãotem influências da bossa nova e foi feito em parceria com músicos de destaque na cena atual
em
libras

quando: 25/11
onde: Itaú Cultural
mais antigos

http://www.itaucultural.org.br/entre-tempo-memoria-e-historia-se-constroem-as-narrativas-do-passado 28/29
19/11/2018 Entre tempo, memória e história se constroem as narrativas do passado | Itaú Cultural
© 2017 Itaú Cultural

AtendimentoEmail atendimento@itaucultural.org.brFones 11 2168 1777Avenida Paulista, 149 - São Paulo/SP

Como chegar

http://www.itaucultural.org.br/entre-tempo-memoria-e-historia-se-constroem-as-narrativas-do-passado 29/29