Você está na página 1de 86

1

Aos Pés do Congá

Uma Luz Sobre o Plano


Astral

Entrevista concedida pelo


Preto Velho “Pai Fabrício” nos
dias 27, 28 e 29 de Dezembro
de 2005.
Belo Horizonte-MG.

2
Índice

DEDICATÓRIA ................................................................................................................... 4
PREFÁCIO ........................................................................................................................... 5
PARA MELHOR ENTENDER ESSA OBRA... .................................................................. 6
CAPÍTULO I ........................................................................................................................ 8
CAPÍTULO II......................................................................................................................32
CAPÍTULO III ....................................................................................................................53
CAPÍTULO IV ....................................................................................................................70
BIBLIOGRAFIA .................................................................................................................85

3
Dedicatória

"Está obra é dedicada a todos


os Umbandistas desconhecidos
que trabalham de forma
silenciosa por um mundo mais
fraterno, a quem quase sempre,
não se nota a presença, mas
que certamente se "percebe" a
ausência..."

“Devagarinho, devagarinho, quem caminha


com Preto Velho nunca ficou no
caminho...”

4
Prefácio

Numa manhã de domingo, o pequeno grupo se


deslocava em direção à mata... Já na entrada
saudaram os Guardiões protetores do local,
pedindo-lhes “Agô” para adentrarem e caminharem
pelo espaço Sagrado. Paisagens maravilhosas com
plantas e flores exuberantes abrilhantavam a
presença de estar ali, enchendo de vida e forças
sutis pela simples e linda visão daquela beleza.

Na conversa amicíssima com o Caboclo...


“Nossos irmãos precisam vivenciar o Sagrado para
saírem desta noite de materialismo que traz os mais
diferentes sofrimentos e cegam, obscurecendo o
verdadeiro e não deixando ver aquilo que é mais
real...”. Estas palavras ensejam e pontuam os
objetivos de “Aos Pés do Congá - Uma Luz Sobre o
Plano Astral”, trabalho que antes de ser
concretizado aqui neste Plano Físico, fora
idealizado e consubstanciado no Plano Astral por
insignes Mentores. Assim, está em suas mãos um
documento que traz conhecimentos espirituais de
forma simples e clara, na forma didática de uma
entrevista e preparado com ternas forças e altas
vibrações, razão de nosso desejo, que você realize
o mais alto proveito desta obra.

Aranauam, vida longa!

5
Para melhor entender essa obra...
Apesar de ser um texto direto e de
fácil assimilação, o nosso irmão maior
que se manifestou com o pseudônimo de
Pai Fabrício nos autorizou a explicar
algumas expressões ou frases que
poderiam ser desconhecidas das pessoas
que não estão acostumadas com o dia-a-dia de
Terreiro. O recurso que achamos mais apropriado
dentro do contexto e para tornar essa obra de fácil
entendimento, foi a numeração dos pontos duvidosos
e a sua imediata inserção com explicações nas notas
de rodapé das páginas. Nos casos em que
entendemos que mesmo as notas de rodapé não
conseguiam explicar o contexto das idéias, lançamos
mão do recurso visual de quadros e desenhos.

Em princípio seria uma obra em que apenas Pai


Fabrício nos brindaria com seus ensinamentos
através de uma entrevista, mas para nossa surpresa
e alegria, ficamos sabendo que um outro mentor,
este dentro da linha dos Exus, iria concluir esse
projeto nos concedendo alguns minutos de seu tempo
respondendo também algumas perguntas. Esse projeto
realizou-se em 3 partes: Dias 27, 28 e 29 de
Dezembro de 2005, às 20 horas da noite, com cada
parte durando aproximadamente 1 hora e meia.

Os critérios que adotamos para criar essa


entrevista foi solicitar a 8 pessoas diferentes
elaborassem algumas perguntas e essas perguntas
posteriormente foram agrupadas de acordo com suas
linhas de assunto. No decorrer do livro, são as
perguntas que aparecem com numeração. As demais
perguntas que aparecem, e que estão sem numeração,
são perguntas que foram surgindo de forma
espontânea no decorrer da entrevista e que os
mentores espirituais de forma tolerante, foram
respondendo. Tudo foi feito sem o conhecimento

6
prévio do médium sobre qualquer uma das
perguntas...

Vale informar que esse material foi totalmente


registrado em áudio e posteriormente transcrito em
forma de texto onde os responsáveis por esse
trabalho tiveram o cuidado de manter o mais fiel
possível os ensinamentos ministrados, mesmo sendo a
letra uma maneira "fria" de expressão, onde fica
impossível retransmitir na íntegra os aspectos
mentais e emocionais daqueles instantes em que
fomos brindados com a presença dos mentores e
amigos.

7
Capítulo I
DIA 27

O QUE É O PLANO ASTRAL E COMO


SÃO OS PLANOS ALÉM DO PLANO
FÍSICO

8
Pai Fabrício _ Que as bênçãos de Cristo estejam em
vossa casa!

_ Que assim seja!

_ Que todos os Sete Árashas1 Sagrados da Umbanda


possam acobertar todos vocês. Que as luzes do
entendimento, do equilíbrio, da estabilidade e
harmonia possam imperar neste instante! Que todos
possamos a partir deste momento, estar em perfeita
sintonia vibratória com os Mentores Sagrados da
Corrente Astral de Umbanda2 e da Corrente Cósmica
de Umbanda3.
Antes de começarmos os trabalhos aqui nesta noite
vibrada, é preciso citar que estamos aqui a pedido
de nosso nobre Irmão, Mestre e Mentor V. C. e a
pedido também de P. J., pela nossa experiência nas
lides e tramitações nos diversos planos, seja no
Plano Mental, Astral e Físico4 e também pela nossa
experiência nas lides no Campo dos Guardiões5.

1
Árashas significa: SENHORES DA LUZ. Popularmente esse termo é mais conhecido
como Orixás, embora a etimologia correta dessa última signifique na realidade
SENHORES DA CABEÇA. Essas Potestades são os Arquitetos Divinos, responsáveis pela
criação de todo Universo Natural. São os representantes diretos da Divindade maior.
2
Diz respeito ao Movimento Umbandista (como culto religioso) surgido no Brasil em fins
do século XIX e início do século XX. Muitas correntes consideram o marco inicial desse
movimento a manifestação do Caboclo das 7 Encruzilhadas no ano de 1908, através do
médium Zélio Fernandino de Moraes. Entretanto, todos reconhecem a existência de
manifestações anteriores a essa data de vários espíritos que viriam a fazer parte do futuro
Movimento Umbandista.
3
Essa Corrente Cósmica é a expressão da Umbanda como “Conjunto das Leis de Deus” –
AUMBANDAN. Esse conjunto de Leis surgiu no planeta ainda na Raça Lemuriana e além
da religião, expressava em sua essência as artes, as filosofias e as ciências. Todos esses
pilares que hoje se apresentam de forma fragmentada, anteriormente integravam esse
AUMBANDAN. Esse conjunto de Leis não é patrimônio de um povo, de uma nação ou de
qualquer grupo. É patrimônio de toda humanidade.
4
Plano Mental é o plano das energias sutilíssimas, onde dominam as “ondas” de
pensamento. Plano Astral é o plano das energias sutis (mais densa que as do plano mental)
onde dominam as “ondas” das sensações e emoções. Plano Físico é o plano da matéria
(mais denso que os Planos Mental e Astral) onde dominam as percepções físicas concretas
(5 sentidos).
5
Podemos entender o termo Guardiões aqui como sendo o mesmo que Exus de Lei –
executores das Leis Divinas que estão sob comando dos Orixás, Orixás Menores, Guias e
Protetores da Umbanda.
9
Então, por este motivo é que fui escolhido para
aqui estar com vocês para trocar um pouco de
experiências e um pouco da minha vivência. Que
possamos todos nestas horas, ter um pouco de
tranqüilidade e serenidade para que estes
ensinamentos não só possam ser absorvidos pelo
nosso Plano Mental, mas que muito principalmente
possam ser sentidos e posteriormente também
vivenciados. Aproveito, e trago as bênçãos e a
cobertura do vosso Mestre V. C.

1. O Plano Astral está interpenetrado por outros


planos?

_ Certamente meu filho!


O Plano Astral está interpenetrado nos planos que
lhe são inferiores. Então ele interpenetra o Plano
Físico e as dimensões que nós aqui na Terra ligados
a este planeta, chamamos de Infra-Dimensões, ou
seja, as Zonas Purgatoriais, as Zonas Abismais e os
Infernos6. Acima, não existe este Plano chamado
Astral, porque existe apenas o Plano Mental e os
Planos mais sutis. Portanto o Plano Mental não é
interpenetrado pelo Plano Astral. O Plano Astral
interpenetra todos os planos que lhe são
inferiores.

2. Como é constituído esse plano?

_ Este plano, como tudo, é constituído pelo


Setenário também. Este Plano Astral é subdividido
em Sete Sub-Dimensões, e essas Sub-Dimensões também
têm suas Sete Sub-Divisões. E cada Sub-Divisão,
possui sua correspondência em outros planos. Então,
existe uma subdivisão nesse Plano Astral que tem
6
As expressões “purgatoriais” e “infernos” citados pelo Pai Velho, entendemos que tenham
sido usadas por serem nomenclaturas mais conhecidas no nosso meio ocidental. Outros
povos apresentam referências diversas para os mesmos locais. Não percamos a visão da
essência dos ensinamentos ministrados que estão além das nomenclaturas.
10
ligação com uma Sub-Divisão no Plano Mental. Existe
uma Sub-Divisão nesse Plano Astral que tem ligação
com uma Sub-Divisão do Plano Físico, e assim
sucessivamente. Digo ligação, mas não podemos dizer
que ele está ali. Mas existem determinadas coisas
que vocês adotam e executam no Plano Físico que tem
sua repercussão no Plano Astral por causa dessa sua
presença representada nas Sub-Divisões. Então,
alguma coisa que vocês façam no físico tem uma
repercussão astral porque vocês têm uma
representação nestas Sub-Divisões no Plano Astral.

_ Por isto que ficam interligados, não é?

_ Exatamente!
Nesse caso, existem nos Planos Superiores
Sub-Divisões também. Eles interpenetram os Planos
Inferiores, mas não são interpenetrados por estes.
Nós temos o caso do Plano Átmico7, que também tem
suas Sub-Divisões. Existe neste Plano Átmico, uma
ligação com o Plano Astral.

7
Plano Átmico é o plano mais elevado alcançado pelo ser espiritual. Também este plano
recebe várias nomenclaturas diferentes pelo mundo afora, significando em todas,
basicamente a mesma coisa.
11
Figura 01

12
Figura 02

13
Figura 03

* A Fig.1 mostra os 3 planos de manifestação e dentro


destes, as divisões entre Sub-Dimensões e Sub-Divisões.
Podemos ver que existe uma amplitude maior do plano
mental em relação aos demais planos. Pode-se observar
também, que dentro de um mesmo plano, as Sub-Divisões
estão fragmentadas em 7 segmentos de mesmo grau
hierárquio, concluímos que cada um está ligado a um
determinado Orixá. Na Fig.2, percebe-se que da segunda
Sub-Dimensão em diante, a ligação é com as mesmas Sub-
dimensões dos Planos seguintes. Já na Fig.3, vemos que
a primeira Sub-Dimensão de cada plano, é a responsável
pela conexão entre as demais Sub-dimensões de mesmo
plano apenas, ou seja, o plano mais elevado intermedia
o contato entre os níveis menores (o plano superior
participa de tudo). Lembramos que essa análise e
representação gráfica é de inteira responsabilidade dos
editores do texto.

14
3. No Astral existe alguma espécie de Macaia
(Natureza/Floresta)?

_ Sim!
Tudo o que existe neste Plano Físico, na verdade é
uma cópia grosseira do que existe no Plano Astral.
Então, na verdade, todas as coisas que acontecem
aqui são concretizações daquilo que na verdade está
no Plano Astral. Mas a curiosidade é que a natureza
no Plano Astral é um pouco diferente da existente
no Plano Físico, porque lá não existe natureza e
animais como vocês conhecem, existem plasmações.
Estas plasmações no Plano Astral são manifestações
constituídas dos pensamentos e idealizações das
Entidades Superiores.

4. No Plano Astral existe som, movimento, cor,


luz, escolas, estudos etc?

_ Sim, existe!
Estas manifestações que vocês conhecem no mundo
físico são cópias imperfeitas do que há no Plano
Astral. Então digamos que no Plano Físico vocês
conheçam basicamente variações de sete cores, no
Plano Astral estes matizes de cores se multiplicam.
Na verdade isto varia de acordo com a capacidade de
percepção. Mesmo neste mundo físico de vocês
existem animais que percebem determinadas cores que
vocês não percebem, porque estão em nível de
infravermelho e de ultravioleta e estas são afins
às dimensões do Plano Astral. Então, a
possibilidade de perceber cores, formas e sons no
Plano Astral é muito maior.

5. No Plano Astral existem os 4 elementos8?

_ Sim!

8
De acordo com o ocultismo tracional, os 4 elementos são: Ar, Água, Fogo e Terra.
15
Assim como disse antes, o Plano Físico é
correspondente ao Plano Astral. Só que no Plano
Astral as potencialidades destes elementos são
muito mais visíveis e muito mais perceptíveis. E
aquele que no Plano Físico tem a capacidade de
movimentar estes elementos, tem a capacidade
multiplicada no Plano Astral. Mas nem todo mundo
que está no Plano Astral tem a capacidade de
movimentar estes elementos, porque a partir do
momento que se está lá, não necessariamente se
torna um Mago ou Magista capaz de movimentar os
elementos. É preciso das Ordens e Direitos de
trabalho para isso.

_ Tem que ter permissão não é?

_ Exatamente!

6. Quais elementos ou energias são usados para


existência e manutenção deste Plano Astral?

_ São as mesmas energias que os místicos reconhecem


como sendo ligadas ao Plano Etérico: Akasha, Vayú,
Tejas, Apas e Prithivi9. As energias etéricas não-
diferenciadas, quando entram na Roda da Vida10,
geram os elementos como vocês os conhecem: o Ar, o
Fogo, a Água e a Terra11. Eles são os elementos
usados para constituir tudo o que existe no
Universo Natural, seja no Plano Astral, no Plano
Mental, em todos os Planos. A base dos elementos é
a mesma, o que muda é a vibração desses elementos,
uns de forma mais densa, mais condensada; e outros
de forma sutil. Tecnicamente nós podemos dizer que
este mundo físico é o mundo das energias densas, o

9
Esses 5 termos orientais são conhecidos também como Tatwas ou Linhas de Força.
Correspondem aos 4 elementos já citados anteriormente mais o elemento Akasha.
10
Roda da vida é o mesmo que Coroa da Encruzilhada, onde os elementos giram
obedecendo a ordenações dos pontos cardeais (sob comando dos Exus de Lei). O giro em
um sentido implica em condensação dos elementos e em sentido contrário implica em
sutilização desses mesmos elementos.
11
Akasha – Éter, Vayú –Ar, Tejas – Fogo, Apas – Água e Prithivi – Terra.
16
Plano Astral é o campo das energias sutis,já o
Plano Mental, chamamos campo das energias
sutilíssimas.

7. No Plano Astral, como são manipuladas as


energias? E como são direcionadas para o Plano
Físico?

_ É sempre pelo pensamento e pela vontade daquele


que movimenta. Assim como também é no mundo físico,
não é necessário que a pessoa que está aqui conheça
apenas tecnicamente a manipulação dos elementos, é
preciso que possa haver no campo da mente o poder
da vontade para movimentar estas energias. Mas
sempre o que manda primeiro é a mente. As coisas
sempre funcionam de cima para baixo12.

8. Como é o relacionamento no Plano Astral?

_ As pessoas se aproximam por afinidades


vibratórias!
Então, neste campo que vocês estão vivendo, digamos
que é um mundo mais democrático, você consegue
conviver com pessoas tanto vibratoriamente
superiores a você, quanto inferiores a você. No
Plano Astral estas coisas são segmentadas.
Vibratoriamente, você vai conviver com aquelas
pessoas que lhe são afins, seja para o bem, ou seja
para o mal. Então, as pessoas que convivem com você
no Plano Astral são aquelas que têm as mesmas
afinidades, as mesmas tendências e principalmente
homogeneidade na cor da aura. Então,
vibratoriamente as pessoas no Plano Astral que
estão próximas, têm as mesmas características
gerais. Com isso nós podemos perceber que no Plano
Astral existem diversos mundos e dimensões.

12
É preciso destacar que os Seres do Plano Astral só conseguem interferir no Plano Físico
se houver um intermediário (médium) que possa doar elementos para que isso ocorra.
17
9. No Plano Astral, como os seres espirituais
vivem?

_ Essa é uma pergunta muito ampla, porque as


pessoas que vivem na Terra, quando desencarnam, vão
levar uma vida no Plano Astral muito próxima da
vida que levavam na Terra. Mas quanto mais evoluído
este espírito, mais será desapegado das coisas no
Plano Físico. Digamos que, se uma pessoa que está
hoje numa condição normal, vir a desencarnar, no
Plano Astral ela vai sentir estas mesmas
necessidades que sentia no Plano Físico. Ela vai
sentir necessidade de comer, de beber, de pegar um
veículo para se locomover de um lugar para outro, e
vai sentir desejos e necessidades biológicas. Isto
não é necessário no Plano Astral, mas ela, por ter
estas impressões registradas em seu ser, vai ter
estas necessidades, as quais terão de ser
saciadas13. Mas na verdade, na medida em que ela
vai conseguindo o seu progresso espiritual, ela vai
se desvencilhando dessas coisas. Porque lá não há
necessidade do alimento, não existe necessidade da
roupa, não existe necessidade do transporte, tudo é
feito através do pensamento. Você quer, você
constrói! Se você quer uma casa, você a plasma, se
você quer plasmar uma forma física, você plasma. Se
quiser transmutar de um lugar para outro, você
simplesmente volatiliza14. É assim que funciona,
mas isto varia dentro do grau de evolução de cada
um, e é importante ressaltar que são raros os
espíritos nestas condições! Pois a média das
pessoas leva uma vida no Plano Astral muito
parecida com a que levavam no Plano Físico.
Existem, para que vocês possam saber, colônias no
Plano Astral, muito parecidas com as colônias das

13
Como já citado anteriormente, a mente comanda a tudo. Se a mente não entender que não
depende mais das mesmas coisas que dependia quando encarnado, ela vai produzir os
mesmos efeitos nos demais corpos que produziria se a pessoa ainda estivesse com corpo
físico com carência de determinas substâncias.
14
De acordo com a etimologia da palavra, seria o mesmo que transformar uma substância
qualquer em gás, mas aqui no texto, tem a conotação de mudar quase instantaneamente de
um local para outro sem uso de nenhum aparelho ou veículo. O que se usa é apenas a
vontade e o poder do pensamento. Essa expressão é muito usada no meio Espírita.
18
diversas “religiões” existentes aqui no Plano
Físico, assim vocês podem ver que as necessidades
são muito parecidas.

10. A amplitude de nossos 5 sentidos no Plano


Astral é muito maior. Isto causa um maior
descontrole?

_ Sim, quando você parte para o Plano Astral, você


mantém exatamente, como tem na terra, estes cinco
sentidos15. Mas na medida em que exercita sua
convivência no Plano Astral, na medida em que você
conhece a sua real necessidade, a sua real
potencialidade, você desenvolve melhor suas
capacidades e começa a perceber sons, imagens e
muito mais coisas. Isso na verdade, varia de acordo
com o grau de evolução, e com o treino mesmo.
Então, isto é muito importante ressaltar, que, com
a morte, a fronteira dos sentidos não se rompe.
Você continua na fronteira da morte, após a
fronteira da morte, a levar uma vida muito parecida
com a que você levava aqui. E além dessa fronteira,
no Plano Astral, você continua seu processo de
crescimento, de evolução e de busca16.

11. Como é a adaptação do Espírito no Plano Astral


com relação às suas necessidades físicas e
biológicas, uma vez que ele continua sentido os
mesmos desejos e necessidades?

_ Os Guardiões, eles procuram não provocar nenhum


trauma nas pessoas e respeitam isso17. E se a

15
Na verdade temos potencialmente a capacidade de muitos mais sentidos sem os limites
impostos pela carne, mas se não fazemos uso dessa condição, entendemos, e o Pai Velho
deixou isso claro na mensagem, que é o mesmo que não possuir esses “dons”.
16
O que entendemos aqui nessa passagem, é que o progresso espiritual está diretamente
relacionado com a nossa melhor condição de perceber o mundo que está em volta.
17
Os Guardiões exercem diversas funções nos diversos planos. No caso dos Guardiões
citados aqui, são os que acompanham de forma mais direta os seres humanos no processo
de desencarne.
19
pessoa tem fome, eles vão lhe dar coisas para
comer, se as pessoas têm necessidades biológicas de
ir ao banheiro, existe um lugar para elas
realizarem suas necessidades biológicas. A pessoa
com o tempo, é que vai percebendo que isso não é
mais necessário. Ela vai recebendo orientações, mas
tem que ser um processo realizado de forma quase
homeopática e gradativa18. Porque se ela
literalmente deixar de comer, porque alguém falou
no Plano Astral que ela não precisa mais comer, ela
vai entrar em colapso e ficará debilitada
19
realmente .

12. As religiões no Plano Astral têm os mesmos


aspectos separatistas como aqui no Plano
Físico?

_ É como eu disse, no Plano Astral existem sete


Sub-Dimensões. Na sétima e última por exemplo, tudo
é muito próximo daquilo que está no Plano Físico.
Infelizmente tenho que dizer isto para vocês,
existem as religiões, as seitas e os líderes
religiosos como no plano físico. As pessoas se
aproximam também por afinidades vibratórias, e
dessas afinidades sempre desponta um líder, e esse
líder conduz o grupo de acordo com seu mental. Ele
consegue plasmar pela Egrégora20, suas ideações e
as pessoas seguem aquilo em que ele acredita. Na
medida em que essas pessoas evoluem, - e isso pode
demorar tempos e tempos imemoriais - e elas forem
ascendendo nestes Planos Astrais, vão deixando de
participar destas religiões segmentadas, e vão se
filiando ao que chamamos Religião Cósmica, que é
Única e Una, onde não existe separação, onde não

18
Essa passagem mostra claramente que tudo depende de um processo pessoal de trabalho.
Os Guardiões auxiliam, mas não podem mudar o que temos em nosso interior.
19
Não podemos esquecer que o pensamento domina a tudo, como dissemos mais acima.
20
Egrégora provém do grego egrégoroi e designa a força gerada pelo somatório de energias
emocionais e mentais de duas ou mais pessoas, quando se reúnem com qualquer finalidade,
A egrégora acumula a energia de várias freqüências, assim, quanto mais poderoso for o
indivíduo, mais força estará emprestando a egrégora para que ela incorpore às dos demais.
20
tem fragmentação e sectarismo21. Mas é um processo
que as pessoas precisam também vivenciar pouco a
pouco.

13. No Plano Astral existem influências sutis


negativas provenientes do Plano Mental?

_ Sim!
Na verdade, essas influências interpenetram a nós
todos, seja no Plano Astral, Mental ou Físico.
Todos eles influenciam uns aos outros. Como disse a
vocês, eles têm suas Sub-Divisões, e nessas
Sub-Divisões existem ligações com os diversos
planos. Então, existe no Plano Astral, ligação por
exemplo, com este Plano Físico de vocês. Então,
vocês estão como se estivessem ligados por fios a
diversos planos diferentes, e se harmonizam com
aquele plano que estão mais a fim no momento.
Determinado dia você se liga com o Plano das
Trevas, determinado dia você se liga com ao Plano
da Luz. Isso é como se fosse um telefone, você liga
e a pessoa de lá responde ou não. Você decide se
atende, ou você decide se liga22.

_ Questão do Livre-Arbítrio não é?

_ Exatamente!
E você se afiniza com as pessoas desses Planos. A
fronteira da morte, pra vocês verem, é muito falsa.
Esta fronteira apenas ilude aos homens, porque as
influências e as trocas, elas continuam,
independente das limitações da carne.

21
Corresponde ao que em nota anterior denominamos de AUMBANDAN. Como devem ter
percebido, nessas condições deixa de ser APENAS uma simples religião e adota princípios
também das filosofias, das artes e das ciências.
22
Lembramos a todos que mesmo estando aqui no Plano Físico, estamos emitindo a todo
instante ondas mentais que são perceptíveis nos planos acima do nosso.
21
14. Através da literatura sabemos que quando há o
desencarne, o espírito é levado à Zona de
Triagem para que de acordo com a cor de sua
aura, seja encaminhado a determinado Plano.
Pode nos relatar mais detalhes a respeito do
que acontece a ele quando de sua permanência
neste local?

_ É importante falar dos espíritos que chegam a


estas Zonas de Triagem23. Alguns chegam em estado
tão degenerativo24, que imediatamente os Guardiões,
por lá mesmo, já os encaminham para retornar ao
Plano Físico25. Alguns que têm uma condição
evolutiva melhor, passam primeiro por uma
purificação do seu Campo Áurico, Corpo Astral e
Corpo Mental, daí sim, podem ser feitas leituras
mais precisas do seu Aura, para classificá-lo e
encaminhá-lo às regiões afins, tanto para cima
quanto para baixo. Esse local é como se fosse uma
estação rodoviária, onde as pessoas são
classificadas no fim das contas, de acordo com seu
grau de merecimento e principalmente pelas suas
obras26. Nesse campo vibratório não tem como
mentir... Então, os Guardiões só fazem a leitura da
aura, a partir do momento que foram feitas as
limpezas necessárias. Se ao chegar um espírito
nessa Zona de Triagem, ele fosse encaminhado
imediatamente para determinadas regiões,
possivelmente, os seus inimigos iriam de certa
forma influenciar ainda a leitura do seu Campo
Áurico, o que atrapalharia uma melhor avaliação. As
únicas exceções são os casos citados onde os
espíritos estão em estado muito alterado
vibratoriamente, e que uma limpeza áurica não

23
Zona de Triagem ou Túnel de Triagem é a região do Plano Astral mais próxima do Plano
Físico, onde os Guardiões direcionam as pessoas que estão recém desencarnadas.
24
Esses estados são ocasionados pelo ser que internamente desenvolve e alimenta os
maiores “venenos” da humanidade.
25
Nessas condições especiais, alguns Exus de Lei tem outorga para atuarem como Juízes e
Executares ao mesmo tempo.
26
Essencialmente, são essas impressões que ficam registradas na aura das pessoas.
22
surtiria efeito. A solução passa a ser a volta
imediata ao Plano Físico27.

15. Quais dificuldades que o ser encontra no Plano


Astral?

_ A primeira dificuldade, meu filho, é


desvencilhar-se das próprias crenças. Este é o
grande trauma! Porque as pessoas estão preparadas
para tudo nesse mundo, menos para a única certeza
que têm que é o desencarne. O Processo de
Desencarne! Então na verdade, o ideal seria que
fossemos educados desde criança para este momento
da morte, e que este momento fosse feito com total
tranqüilidade e total serenidade, porque nesse
processo de desencarne, a grande dificuldade é
imposta pela própria pessoa que morre. Então,
muitas vezes os Guardiões especializados justamente
nesta parte psicológica, às vezes mudam sua forma
astral, para poder parecer um parente, um amigo,
para que a pessoa possa ter um desencarne mais
tranqüilo28. Raramente é colocado um parente de
verdade para participar desse processo, porque
dificilmente estas pessoas estão também em boas
condições para colaborar no momento. Os Guardiões
criam uma vestimenta astral após fazerem uma
leitura mental das pessoas que estão no Plano
Astral, depois fazem uma leitura daqueles que estão
passando, e aparecem para essa pessoa que está
desencarnando com a roupagem que lhe é mais afim,
para que ela possa ter facilidade em seu processo
de rompimento com a carne.
27
Talvez tenha passado despercebido ao leitor um detalhe importante nessa passagem, mas
cabe destacar... Quando as influências são externas, é possível se fazer uma limpeza nas
emanações do ser desencarnado o que de certa forma “limpa” a aura, mas quando a
deformação é um processo interno de degeneração, nada pode ser feito...a não ser o retorno
à carne.
28
Um espírito com quadro muito alterado do psiquismo no momento da morte, dificulta os
trabalhos dos Guardiões de separação do corpo etéreo-físico dos demais corpos e o
despertar desse mesmo espírito em uma nova realidade. Uma presença amiga nesse
momento crucial, induz a uma condição vibratória menos caótica que facilita todo esse
processo.
23
16. Como é o Plano Astral Inferior?

_ O Plano Astral Inferior tem diversos níveis e


densidades. Assim como existem nos Planos do Nível
Superior várias regiões de acordo com as afinidades
de cada um, no Plano Inferior também existem
diversos níveis de acordo com as afinidades de cada
um. Existe o vale daqueles que são suicidas, existe
o vale dos drogados, daqueles que são ligados às
questões sexuais. Enfim, existem diversas regiões.
Mas digamos que os dois principais focos de
emanações negativas são chamados Vale das Sombras e
Fossas Abissais. Neste Vale das Sombras encontram-
se justamente aqueles espíritos que perderam e
deturparam, completamente a sua Matriz Mental e
Astral. Você olhando para elas, elas não parecem
com seres humanos, elas perderam completamente a
sua ordenação mental e astral29. No caso das Fossas
Abissais, o local é o lar daqueles seres que são
conscientemente e ostensivamente contra a
Divindade30. É uma questão de opção pessoal mesmo!

17. Como é a ação do Sr. Exu no Plano Astral?

_ Todo papel de zelar, guardar, vigiar, transmutar,


manipular todo tipo de energia é feito pelos Exus.
Desde o plano ligado à divisão na fronteira do
Mundo Virginal31, até o que há de mais denso nas

29
Das impressões, visões e percepções que as pessoas mais sensíveis tem desses seres, é
que nascem as muitas lendas (nem tão lendas assim!) de seres humanos híbridos com
animais, vegetais e minerais. Esses irmãos que habitam essas regiões mantêm pequenos
resquícios da sua condição humana, misturados com as impressões guardadas do momento
em que estagiaram nos demais reinos da natureza.
30
São os famosos Magos Negros, Demônios, Filhos do Dragão... Enfim, possuem diversos
nomes popularmente conhecidos. Não se iludam... Apesar do ambiente em que vivem e
dominam, possuem elevado padrão de conhecimento intelectual. Como podem ver, essa
capacidade não tem nada que ver com evolução...
31
Mundo Virginal é a pátria original dos espíritos. Lá não existe nenhum tipo de matéria ou
energia que o penetra. Quando “caímos” dessa região do espaço cósmico, penetramos no
24
divisões do mundo do Astral Inferior. Então, em
todas as dimensões, nas fronteiras interpenetrando
estas dimensões, existe o trabalho do Exu. Só não
existem Exus no Plano Virginal. Claro que o Exu
dentro da sua capacidade evolutiva vai estar
trabalhando numa dessas zonas afins a ele.

18. Sabemos que existem colônias astrais de


recuperação de espíritos desencarnados nas
pedreiras, cachoeiras e matas, isso que dizer
que o Plano Astral está mais próximo do Plano
Físico ou é só um meio de falar, pois, existem
campos vibratórios (meios de evolução)
diferentes?

_ A impressão que fica é que existe o sítio


vibratório embaixo e exatamente acima, as zonas de
correção. Mas na verdade essas regiões são
interpenetradas. Neste plano que estamos, por
exemplo, existe uma zona de correção interpenetrada
entre nós. Então, muitos Seres estão presentes
entre nós em outro nível de vibração. São como
ondas de rádio que se entrecruzam sem dar
interferência umas nas outras. Como podem perceber,
as dimensões superiores e as inferiores estão aqui
interpenetradas por nós, então, de acordo com a
nossa própria sintonia vamos estar ligados a uma
dessas zonas.

19. Quais são os planos abaixo do Plano Astral,


além do Físico?

_ É como citamos anteriormente, existem infinitos


planos de acordo com as afinidades dos diversos
espíritos, e ainda existem uma infinidade de campos
vibratórios que estão sempre sendo criados de
acordo com as novas necessidades. Na medida em que

Universo Natural (esse que conhecemos) agregando vários corpos de manifestação com
densidades diferentes. De lá viemos, e o nosso objetivo é para lá retornarmos.
25
a maldade no mundo vai crescendo, novos campos vão
surgindo. Infelizmente deveria ser ao contrário, na
medida em que nosso planeta passa por um processo
evolutivo, esses planos deveriam ser eliminados.
Mas infelizmente em nosso planeta cada vez mais as
pessoas têm desencarnado com graves e novos débitos
e para isso existe a necessidade de novos
ambientes, o que significa um trabalho muito maior
para os Exus que cuidam da limpeza planetária.

_ Gostaria de agradecer, e perguntar ao Sr. se


poderia tirar algumas dúvidas de nossos irmãos por
alguns minutos?

_ Sim!

_ O Sr. poderia falar mais um pouco sobre as Fossas


Abissais, por favor?

_ Essas chamadas Fossas Abissais,são regiões onde


existem os seres que são voluntariamente contrários
aos desígnios do Criador. São aqueles que plasmaram
sobre si mesmos, o que há de mais profundo daquilo
chamado de Ego32. São Aqueles que realmente desejam
e querem ser Deus, e acreditam que partindo deste
processo de introspecção podem criar um universo
todo para si. E de certa forma eles conseguem
parcialmente esse intento, porque conseguiram criar
um plano, onde, de forma relativa, comandam. Então,
dentro deste mundo deles, eles são Deuses!

_ No caso da execução das leis, elas atuam de


acordo com a vontade deles? Não é de acordo com a
Leis Divinas, não é mesmo?

_ O que nós precisamos entender, é que apesar de


terem criado estas zonas vibratórias que têm
ligações diretas com as suas necessidades e suas

32
Fica registrado o alerta de que todas as vezes que centramos nossa vida no
individualismo ou egoísmo, nos aproximamos da influência desses seres ligados a essas
Zonas mais inferiores.
26
afinidades, ainda sim existe a Lei Divina atuando
por lá, interpenetrando a tudo, regendo a tudo, e
eles ainda sim, são submissos a ela. Por exemplo,
eles têm profundo conhecimento de como funciona
nosso Corpo Mental, nosso Corpo Astral. Eles
conseguem influenciar os líderes deste planeta, as
diversas pessoas deste planeta, mas existem certas
limitações. Por exemplo, eles não conseguem
manipular a Roda da Vida. Eles não conseguem, se
precisarem, ter acesso ao processo de reencarne,
porque este conhecimento é patrimônio apenas da
Divindade, só a Deus e seus emissários é permitido
fazer isto. Então, eles são poderosos dentro do
universo limitado que criaram, e mesmo dentro deste
universo, estão submissos também às Leis de Deus.

_ O Sr. falou que eles não têm condições de


interferir junto à Roda da Vida, de reencarnar,
isto quer dizer que eles não possuem condições de
evoluir um dia?

_ Sim, eles vão evoluir! Quando eles reconhecerem


que estão no fundo do poço, e não têm mais para
onde ir. Uma coisa muito interessante que ocorre, é
que essa posição de estar no comando, e as coisas
acontecendo sempre do mesmo jeito, isso acaba
“entediando” também. As coisas começam a entrar em
um círculo vicioso, e é preciso mais, e cada vez
mais, e esse mais; chega em um momento que só a
volta pode proporcionar! E esta volta, se eles
desceram mil degraus na escada evolutiva, eles vão
ter que subir mil degraus nessa mesma escada
evolutiva. E estas zonas mesmo sendo trevosas, são
constantemente visitadas pelos Guardiões, e esses
Guardiões a todo instante oferecem a esses seres
ajuda. E esses seres literalmente combatem os
Guardiões, e quase nunca aceitam esta ajuda. Então,
o trabalho do Guardião nesses ambientes é, estender
a mão de Deus para eles! E muitas vezes eles não
querem isso, praguejam, xingam, amaldiçoam, e esses

27
Guardiões afastam-se de lá33. Até o momento em que
um dia vão estender a mão e aceitar esta ajuda de
Deus, e vão voltar e fazer todo o processo de novo,
vão ter que construir cada detalhe do Corpo Astral
que foi destruído, do seu corpo mental que foi
destruído. A Lei de Deus é extensiva a todos,
ninguém está perdido, todos têm uma segunda chance,
uma terceira chance, uma quarta chance, infinitas
chances. Porque na verdade, Deus sabe que o ego,
que fez isso ficar assim, não é o Espírito! É Ego!
E esse ego um dia vai se autodestruir, daí o que
sobra é o Espírito, e esse Espírito é da mesma
essência de todos vocês e da mesma Essência de
Deus. E ele é essencialmente, o Bem!

_ Como o Sr. está dizendo, os espíritos de luz eles


conseguem interpenetrar nessas Zonas Abissais?...

_ Esses espíritos de luz conseguem interpenetrar,


mas raramente fazem isso. Porque para eles
interpenetrarem nesse plano, eles precisam
densificar muito o seu Corpo Astral, e isto seria
muito difícil e doloroso para eles. Seria como o
trabalho que Cristo fez ao reencarnar. Existe um
Guardião ligado a este espírito de luz que é um
emissário direto dele e que vai executar missões
nesses locais atendendo às suas ordens. Este tem a
facilidade de transitar nestes planos mais
densos34.

_ Esses vários Sub-Planos cada vez mais densos, são


manipulados por estas entidades que têm muito
conhecimento, mas não têm amor nem sabedoria. O
planeta Terra, com essa formação física conseguida
durante milhares de anos, terá um fim não é? Isso
atinge a esses seres também? E para onde eles serão
enviados nessa hora?

33
Os Guardiões nessas regiões às vezes trabalham de forma explicita através de rápidas e
ocasionais “blitz”. Às vezes também se ocultam disfarçando-se no meio dos habitantes
dessas regiões para realizar seus trabalhos por mais tempo sem chamar atenção.
34
Muitos desses Guardiões foram recrutados no meio desses irmãos habitantes dessas
regiões e hoje prestam serviços aos planos superiores.
28
_ Tudo tem seu ciclo, nosso planeta também tem seu
ciclo. Este planeta como vocês conhecem hoje, é um
planeta que vai deixar de existir. Ele vai existir
numa outra dimensão onde diversos espíritos irão
continuar o seu processo evolutivo35. Muito antes
de esse planeta ser como vocês conhecem hoje,
existia um planeta em nível astral e existia um
planeta em nível mental, onde vocês já haviam se
manifestado36. Então, de certa forma vocês
acompanham esta mudança planetária, vocês também
estão mudando junto com o planeta. Na verdade
quando o planeta terminar seu ciclo, vocês vão
terminar o seus também junto a ele37. Às vezes,
existe uma intervenção maior divina para que a
humanidade possa acelerar o seu processo. Não sei
se sabem quando isso acontece. Mas existe às vezes
a intervenção divina. Por exemplo, durante um
determinado período de nossa era evolutiva, o nosso
Corpo Astral precisou ser adaptado, porque esse
Corpo Astral não estava devidamente pronto conforme
as expectativas evolutivas. Em determinado período,
o Corpo Astral tinha que cumprir determinado ciclo,
e antes de cumprir este determinado ciclo, foi
necessário que fosse dado para vocês o domínio
sobre o mental, daí então a humanidade “recebeu” o
mental, antes de terminar a evolução do seu Corpo
Astral. Então agora creio que perceberam porque às
vezes é mais difícil dominar as emoções do que
dominar os pensamentos.

_ Porque não está pronto?

_ É, exatamente! O Corpo Astral de vocês ainda não


está pronto! Este na verdade é o mistério da perda,
da queda do paraíso, foi isso que a serpente

35
Não necessariamente os mesmos que aqui se encontram no momento.
36
Que não podemos chamar de Planeta Terra.
37
Um esclarecimento aqui se faz necessário. No atual momento de nossa evolução, nosso
estágio espiritual convergiu com a evolução prevista para o planeta Terra. Nessa atual
condição que nos encontramos, vamos vencer esse estágio juntos. Posteriormente iremos
seguir caminhos diferentes para atingir objetivos específicos de cada grupo evolutivo.
29
ofereceu para vocês38. A serpente ofereceu para
vocês, a sabedoria, o pensamento!

_ Isso é o que a gente precisa trabalhar para ir


galgando novamente os planos mais elevados de
consciência?

_ O ideal é que vocês possam trabalhar o Astral


para que ele possa servir como veículo de transição
entre o Físico e o Mental como deve ser. A
transição necessita ser feita sem interferências,
sem traumas, com a serenidade que se precisa.

_ Todo o Universo Astral está sob esta causa, este


Karma Constituído? Sem diferenciação nos diversos
planos?

_ Sim! O Karma Constituído surgiu no momento em que


foi criado esse universo. Este Karma Constituído na
verdade, é constituído porque é uma aferição de seu
espírito, aos diversos corpos, que foram
constituídos ou agregados de matéria. O que seria
então o Karma Causal? O Karma Causal seria a
primeira fragmentação da Unidade que existia lá no
Plano Virginal. No Plano Virginal existia a
Consciência Una, onde os espíritos não
diferenciavam o Eu do Não-Eu. Então quando surgiu
essa busca, essa percepção de dividir o Eu do Não-
Eu, o ativo do passivo, é que surgiu o Karma
Causal. Como antes não existia essa busca, não
existiam hierarquias para ordenar esse processo.
Essas hierarquias que foram criadas são a essência
do Karma Causal. Então, a partir desse momento
surgiu o que chamamos de Amor e Sabedoria,
fragmentados, não separados39, fragmentados lá no
Plano Virginal já é Karma Causal. E como vocês
sabem, a partir do momento que isso veio para o
Universo Astral, este Amor e Sabedoria foram ainda

38
A Serpente citada aqui é uma referência clara a Serpente descrita no livro do Gênesis
Bíblico.
39
Curiosamente, da origem das Hierarquias surgiram os princípios do Amor – Sabedoria.
Que os governantes que hierarquicamente governam esse mundo possam se espelhar nessas
reminiscências de tempos imemoriais!
30
mais fragmentados. Então, este é o mistério do
Karma Causal, a primeira fragmentação da Pura
Essência da Consciência Una, a primeira
fragmentação de Deus.

_ Em nome de todos aqui, gostaria de agradecer do


fundo de minha essência espiritual, por esta
oportunidade que o Sr. está nos dando, e o Astral
Superior está nos fornecendo.

_ Agradeça ao V. C., que é o responsável por tudo


isso, e Pai Velho fica sempre feliz de alguma forma
poder estar sendo útil para vocês. E o importante,
e o que é o objetivo deste encontro, é que vocês
possam realmente vivenciar todos esses
ensinamentos. Porque não adianta nada se ter muito
conhecimento, se este conhecimento não se
transforma em ações. Isso, aliás é o que falta
neste mundo: Atitude. Atitude é o que transforma!
Se essa concretização não fosse importante, apenas
ficaríamos no Universo Mental, não precisaríamos
criar Corpo Astral e nem Corpo Físico. Porque é que
os Espíritos criam o Corpo Astral e o Corpo Físico?
Porque o Plano Astral e o Plano Físico são mundos
da concretização, da manifestação, da ação!
Significa que o espírito nesse atual estágio de sua
jornada precisa para evoluir, da ação! Essa ação é
feita aqui e agora! Então é o mesmo motivo que
movimenta este trabalho aqui realizado. Que essas
lições possam fazer com que vocês cresçam aqui e
agora, e não se contentem em fazer isto sozinhos. É
importante arrastar com exemplos, a tudo e a todos
que estiverem a sua volta. É como diz o V. C.: “as
palavras seduzem, mas o exemplo arrasta”.

Que as bênçãos do Cristo Jesus, nosso Pai Oxalá, e


de todos os Avatares40, de todos os tempos da
humanidade abençoem a todos vocês nessa hora
sagrada e bendita.

40
Seres altamente posicionados na Hierarquia Espiritual Planetária.
31
Capítulo II

DIA 28

AS LEIS QUE REGEM OS DIVERSOS PLANOS

32
20. No Plano Físico, são 48 as Leis que o regem. No
Plano Astral, quantas são? E quais são?

_ No Plano Físico nós temos o correspondente a 48


leis, no Plano Astral são 24 e no Plano Mental são
12. Na medida em que vai se ascendendo em direção à
Unidade, ao Virginal, esta quantidade de leis vai
cada vez diminuindo mais. No caso do Universo
Virginal, a única lei que existe é a Lei do
Espírito. No Plano Físico, as 48 leis são as mesmas
24 que existem apenas no Plano Físico, mais as 24
apenas relativas ao Plano Astral41. Não tenho
autorização para dizer para vocês todas essas 48
Leis. Mas podemos falar para vocês quais são as 7
principais42, e destas 7 principais, destas 7
divisões, vocês podem desdobrar para as 48 Leis.
As 7 Leis que regem e interpenetram estes planos,
são leis básicas e se desdobram para as 48, para as
24, para as 12 dos outros planos citados.
A Primeira Lei que vocês podem desdobrar é a
Lei do Amor;
A Segunda Lei é a Lei da Sabedoria;
A Terceira Lei, é a Lei de Causa e Efeito, ou
a Lei do Karma e do Dharma;
A Quarta Lei, é a Lei da Correspondência, como
disse Hermes Trismegistro: “Assim como é em
cima, é embaixo”;
A Quinta Lei rege que, tudo no Universo é
Mental;
A Sexta Lei, é a Lei das Vibrações, tudo no
universo vibra, oscila, possui ritmos e
ciclos. Tudo vibra: os nossos pensamentos,

41
Ousamos aqui fazer uma analogia também com o Plano Astral. Este plano seria então
composto de 12 leis relativas ao próprio Plano Astral + 12 leis relacionadas ao Plano
Mental. O que no final totaliza as 24 leis desse plano. Como podemos ver então, os planos
são regidos pela somatória das leis desse mesmo plano, mais as leis que regem os planos
mais sutis acima.
42
Essas Leis que foram chamadas aqui pelo Pai Velho como principais, são as leis que
atuam mais diretamente em nós, seres humanos encarnados, mais especificamente ainda em
nossos corpos: mental, astral e físico. No passado, nos informava Pai Velho com sua
Sabedoria, que na verdade, todas as leis devem ser consideradas por nós como igualmente
importantes.
33
sentimentos, os vegetais, os animais, os
minerais;
A Sétima Lei, é a Lei dos Duplos ou Lei das
Polaridades. Tudo neste universo manifestado é
duplo, ativo e passivo, positivo e negativo,
claro e escuro, isto é a lei das polaridades.
Nessa lei das polaridades, a aproximação das
duas partes opostas gera o equilíbrio. Ou
seja, se eu pego uma coisa quente e aproximo
de uma coisa fria, a tendência é que haja
equilíbrio.

São basicamente estas, as Leis.

Destas 7 leis, cada uma se desdobra em 7: 7 x 7 =


49.

Dentro da Lei de Sabedoria e dentro da Lei do Amor,


existe uma “sub-lei” que serve para as duas, então
na verdade estas duas aí, são uma única. Esta mesma
“sub-lei” que há na Lei da Sabedoria e na Lei do
Amor, é a Lei da Síntese. Então se você pegar, 7 x
7 = 49 subtraindo uma fica= 48. Isto ficou claro?

_ Bem, se o Sr. explicar de novo eu vou entender


melhor.

_ Dentro das 7 Sub-Divisões da Lei da Sabedoria,


existe uma, que é Lei da Síntese. Dentro das 7 Sub-
Divisões da Lei do Amor, existe uma, que é também a
Lei da Síntese. São exatamente a mesma, tanto na
Sabedoria quanto no Amor. Então, as duas significam
uma. Na verdade 7 x 7 = 49, menos 1 que é repetida,
ficam 48 Leis.
Estas leis todas aí vocês podem desdobrar, por
exemplo, Dentro da Lei das Polaridades, existem as
leis da natureza às quais algumas vocês conhecem:
lei da gravidade, das forças centrípetas,
centrífugas e etc. Então, está tudo dentro das
Sub-Divisões dessas Leis principais.

34
_ Existe alguma que seja pouco conhecida?

_ Na verdade todas são conhecidas. Deus colocou


esta lei principalmente na consciência dos homens.
Na verdade se vocês procurarem e analisar um
pouquinho mais, quantos cromossomos têm uma célula?

_ 46?

_ 46! E existe nos planos sutis, a Lei do Amor e a


Lei da Sabedoria43: 46 + 2 = 48, Exatamente as 48
Leis! Então, na verdade se vela dentro do DNA
humano44, todas estas leis registradas. Todo ser
humano traz em si o potencial do conhecimento
destas Leis Físicas, mais a Lei do Amor e da
Sabedoria, que são Leis Espirituais. Então, todos
vocês em potencial tem no Consciente, no
Inconsciente, no Subconsciente e na Supra-
Consciência, o conhecimento destas leis.

_ O domínio ou conhecimento?

_ Tem o conhecimento e tem o domínio. Na verdade, é


preciso vivenciar estas leis, porque estas precisam
ser experimentadas, precisam ser exteriorizadas.
Elas se encontram no âmago de cada um. Existe lá
dentro das leis das correspondências, aquilo que
faz você sentir que está agindo errado, que faz
você sentir que está agindo certo, é a lei da
consciência. Nada mais é do que a lei buscando este
arquivo e trazendo para o presente, para o atual,
para o manifestado. Então, você inconscientemente
sabe quando está dentro e quando está fora da lei.

43
No passado fomos informados pelo V.C. que o que foi chamado aqui de Lei do Amor e
Lei de Sabedoria, não são as mesmas citadas dentro das 7 Leis. Pai Fabrício deu a dica na
própria resposta da origem dessas leis ao citá-las como Leis Espirituais. Na realidade essas
duas impressões somadas aos 46 Cromossomos são resquícios de dois atributos do Espíritos
quando ainda no Reino Virginal: Amor e Inteligência (Sabedoria). Tudo indica que esses
dois registros, são responsáveis por nosso impulso interno que nos faz buscar uma evolução
espiritual ascendente.
44
O DNA fica como se fosse “enrolado” dentro dos Cromossomos.
35
_ A partir disso, o ser humano consegue separar o
que é certo do que é errado, apesar da dualidade
não é?

_ Sim!
Na verdade quando nós citamos 48 Leis, nos planos
inferiores existem muito mais leis. Aqui nós temos
48 Leis, nos planos inferiores nós temos o dobro
destas leis, nós temos 96 e assim sucessivamente.
Para vocês aqui neste plano, respirar é um processo
natural, nos Planos Inferiores, nos planos mais
trevosos, respirar é uma condição que você precisa
conquistar! Você precisa trabalhar para poder
ganhar o direito da respiração, assim como vocês
trabalham aqui para adquirir os bens de
subsistência de cada dia. Nos planos inferiores
você tem que trabalhar pelo seu alimento, da
respiração prânica45. E existem mais
dificuldades... E dentro de cada plano você vai
tendo as leis respectivas, na medida em que você
vai ganhando sutilidade, você vai se desfazendo de
determinadas leis. Na medida em que você vai
sutilizando seu corpo, algumas leis vão sendo
desnecessárias. Por exemplo, no Plano Astral não há
necessidade da força da gravidade, então é uma lei
que você não precisa estar submetido a ela dentro
do Plano Astral. Então é uma lei que funciona
dentro deste Plano Físico.
Existe uma lei, por exemplo, que está desde o Plano
Mental, que é a Lei das Iterações Nucleares. É a
lei que faz a aproximação do núcleo com os elétrons
do átomo e das sub-partículas do átomo. Esta lei
atua desde os planos sutis até a mais pesada Zona
Trevosa. Os átomos, tanto a nível sutil, quanto a
nível mais denso, estão presentes em todo o
Universo, seja Mental, Astral ou Físico.

45
O Prana é um princípio vital que nutre a todos os seres do universo. Todos nós
dependemos de sua absorção e processamento para nos mantermos.
36
_ Quando o Sr. falou que no Universo Virginal só
existe uma lei, a Lei do Espírito, o que eu posso
entender como Lei do Espírito?

_ É a Lei da Essência! Somos espíritos e isto


basta! Em perfeita comunhão uns com os outros!46 E
isso, para quem está neste Universo Astral,
fragmentado, com sentidos que dão esta percepção da
separação, é difícil compreender. Esta é lei do
espírito! Mas para quem está no Universo Virginal,
esta perfeita comunhão dos espíritos, o que mais
próximo podemos dizer, para que vocês possam
entender, é a alegria! Vivenciar esta Lei do
Espírito é a alegria de estar comungando a si mesmo
com o próximo. E se você deixa de ser você mesmo,
você se sente parte do próximo, porque você também
é o próximo. Isso acontece porque existe uma
consciência-una47.
As primeiras leis que se manifestam neste Universo
Astral já são uma separação desta Lei da Essência.
São as Leis do Amor e da Sabedoria48. Então as duas
primeiras Leis vão se subdividindo até suas 48,
suas 96 e assim sucessivamente.

21. Qual é a origem dessas leis?

_ Elas são relativas ao Governo deste Plano, os


Árashas Regentes. Na verdade, quando os seres
humanos ousaram brincar de Deus e vieram para este
Universo Astral, foi necessário ordenar este plano,
e dentro dessa ordenação, coube a alguns espíritos
ditar algumas normas para que este universo pudesse
funcionar. Dentro de uma das 7 leis que foram
citadas, existe uma “sub-lei” chamada de Lei do
Caos. E essa Lei do Caos diz, que tudo neste

46
No Universo Virginal não existe matéria de qualquer nível. Nessa região existem apenas
espíritos, que em essência são UNOS.
47
Em algumas literaturas, principalmente as ligadas ao Saudoso Mestre Yapacani, a
Divindade maior é muitas vezes citada como Deus – a Suprema Consciência-Una.
48
Essas duas sim, estão entre as 7 citadas anteriormente pelo Pai Fabrício como sendo as
“Principais”. Essas 2 se desdobram para uma terceira e dessas para um setenário.
37
universo tende à desorganização! E se você observar
bem, tem uma Lei entre as 7 principais que diz que
tudo no universo é mental. Então, esta Lei que diz
que Tudo é Mental, é superior à Lei do Caos49. Esta
lei de ordenação mental foi emanada dos Árashas,
que com seu poder mental de ordenação criaram este
universo inteiro. A partir do momento que os
Árashas deixam de atuar, o universo tende ao caos,
tende à desorganização. Vocês podem sentir isso na
pele, quando existe no corpo, ausência do mental, o
que acontece com o corpo? Ele entra em processo de
putrefação, de morte!
É o mental deixando de organizar seu corpo aqui no
físico.

22. Em um plano mais denso, como são manifestadas


essas leis?

_ Nesse plano mais denso vocês sentem as leis


atuando. De certa forma as pessoas não param para
ficar acompanhando isso... “Ah existe essa lei aqui
e não podemos fazer isso!” As pessoas sentem esta
lei, percebem esta lei, porque esta lei na verdade
limita o livre arbítrio que elas têm. Porque nós
temos um plano evolutivo de sair daqui, de sair do
ponto A para chegar no ponto B. Esse plano de sair
do ponto A ao ponto B, é irrevogável! Cada um segue
este percurso da maneira que quiser, e dentro dessa
limitação é que existe a lei. Essa lei regula e
impulsiona sempre as pessoas no caminho da
evolução.

_ Pai Fabrício, Jesus falou para nós que,


“conhecereis a verdade e ela vos libertará...”

_ Antes de você terminar essa sua pergunta, digo


que Jesus repetiu essa mensagem, mas essa mensagem
não é de origem Dele.

49
Entendemos aqui então que, hierarquicamente falando, uma Lei prevalece sobre uma
“sub-lei”.
38
_ Então essa é mais uma pergunta, de quem é essa
mensagem? Seguindo Então... Já que estamos vivendo
e as leis existem para que nós possamos segui-las,
o conhecimento destas leis traz para nós a
liberdade para ascender aos níveis superiores?
Porque assim que você a conhece, você vai conseguir
entendê-la, não é isso?

_ De certa forma sim, deveria ser assim, mas nesse


mundo nem sempre é assim que funciona! Quantas
pessoas conhecem as leis dos direitos humanos, as
leis que regem a boa convivência, e mesmo assim
essas pessoas não as praticam? Então na verdade, é
importante sentir e vivenciar essas leis que estão
dentro da consciência. Porque este conhecimento
apenas no mental, não significa nada. Você precisa
interiorizar para exteriorizar bem essas leis.
Então, o conhecimento destas leis é importante sim,
mas não é o suficiente! Quantas pessoas que nós
conhecemos que vivem de forma simples no campo, que
têm mais domínio sobre estas leis e conhecem mais
as leis que regem a natureza, do que aquelas
pessoas que vivem estudando a relação da natureza
consigo mesmo, com o próximo, com o planeta? Então,
estas pessoas que vivem de maneira mais natural,
elas estão em sintonia com as leis. Embora elas não
conheçam muito tecnicamente e mesmo filosoficamente
estas leis, elas vivenciam essas leis. Ou seja,
elas buscam em seu âmago a essência principal
destas leis e exteriorizam em atitudes, na forma de
viver, isso é o que importa na verdade.

_ O Sr. falou das 48 Leis que nos regem, e fez


alusão aos 23 pares de cromossomos mais as duas
leis, isto é, 46 cromossomos mais os dois que
dariam o total de 48, que por isso estariam
impregnados no nosso inconsciente. Como é que fica
então nos planos mais densos? Como vai ser essa
impregnação das 96 Leis, por exemplo?

_ Saltando um pouco, essas leis funcionam de forma


diferente para cada espécie e para cada plano. Por
exemplo, vejamos um animal da raça eqüina por
39
exemplo... Ele tem quantidade diferente de
cromossomos. Esses mosquitos pequenininhos que dão
na banana, eles têm outras quantidades de
cromossomos. Como podem ver, estão agregadas nos
seres, apenas as leis básicas proporcionais a
quantidade de Cromossomos. Então nesses planos mais
densos existem as Células Astrais e essas Células
Astrais tem também uma quantidade a mais de
cromossomos do que os cromossomos que vocês tem
aqui no Plano Físico. Porque a gente estava falando
dos cromossomos físicos, mas existem a
correspondência nos planos hiperfísicos também.
E mesmo aqui no plano dos homens, vai chegar uma
época em que vai haver uma diferenciação nesses
cromossomos devido às influências dos raios
ultravioletas, e a uma série de cruzamentos
biológicos que vão surgir, que esses 46 + 2 vão se
transformar numa nova formação de cromossomos50.
Então isso é uma coisa que sempre está em mudança
constante!

_ Para melhor ou para pior?

_ Sempre para melhor! A gente sempre tem que ver


que o Plano Divino nos conduz a partir de A para B.
A maneira como a gente vivencia isso é que a gente
interpreta como mal ou bem, mas sempre o Plano
Divino nos impulsiona para frente!

_ O Sr. poderia falar um pouco sobre a frase citada


anteriormente: “Conhecereis a verdade e ela vos
libertará...”?

_ Essa frase meu filho51, foi primeiro citada pelo


Profeta Ezequiel52, e depois, passou a ser de

50
Entendemos melhor essa passagem quando vemos essas alterações nas pessoas com
Síndrome de Down. Elas apresentam 1 cromossomo a mais do que as pessoas consideradas
como normais. Por isso essas pessoas têm dificuldades de adaptação ao meio, pois de
acordo com ensinamento de Pai Fabrício, esse cromossomo a mais implica em mais leis a
serem obedecidas.
51
Essa passagem referida se encontra em João, XIV, 6.
52
Profeta que viveu no Século VI antes de Cristo. Uma parte no Velho Testamento é
atribuída a ele. Participou do cativeiro do povo Judeu na Babilônia.
40
conhecimento entre os Iniciados Judeus, entre os
Essênios53... E Cristo a adotou. Ele mesmo já disse
que não veio mudar as leis, mas veio cumprir a
leis. Existe outra frase que as pessoas confundem
como sendo de Cristo, mas também não é Dele: “Eu
sou o caminho a verdade e a vida”, essa mensagem
não é dele. Existe uma oração dos Essênios, em que
no meio dessa oração - que é muito extensa - existe
justamente esta passagem. Cristo na verdade
“pinçou” esta parte que é muito importante, mas as
pessoas interpretaram de uma maneira um pouco
equivocada. Porque na verdade quando ele fala: “Eu
sou...” ele não está falando “EU... CRISTO... SOU”,
está falando “Eu sou...” no sentido “Eu sou...” a
Divindade! Na verdade os antigos iniciados Judeus
diziam, como não havia um nome específico para a
Divindade, eles a chamavam muitas vezes de “Eu
Sou...”, Aquele que É! Então, na verdade o sentido
muda, “Eu Sou, é o caminho, a verdade e a vida”!
Não sei se fui claro?!
Na verdade esta definição de Javeh, Jeová, de
Deus... É uma coisa muito recente. Antigamente não
se usava pronunciar o nome do Criador. Então sempre
se usava “Eu Sou”, Aquele que “É”, “O Incriado”.
Sempre se usava esses termos um pouco indefinidos
para se fazer referência a Deus.

_ Era a expressão usada por Saint Germain54?

_ Sim, também!

23. Como funciona a execução das leis nos planos


afins a elas?

_ A execução das leis, como vocês devem saber, cabe


aos nossos Guardiões. Eles é que são responsáveis
por verificar e executar estas leis, independente

53
Seita de origem Judaica de pessoas vivia no deserto, sobretudo na região do Mar Morto.
Era uma comunidade fechada e com princípios rígidos de disciplina espiritual. Teve sua
origem por volta de 350 a.C. e desapareceu por volta de 70 D.C.
54
Figura das mais misteriosas do século XVIII. Era tido como místico, alquimista,
ouríveres, artesão, músico e cientista entre outras coisas. Várias comunidades místicas hoje
o adotam como modelo. Segundo alguns acreditam, era imortal e possuía a pedra filosofal.
41
de ser pelo aspecto bom ou ruim, mas, visando
sempre a justiça! Aquilo que tem que ser, é! Eles
não vão nunca olhar uma questão de afinidade deles
com determinada pessoa. Apenas executam aquilo que
é justo, aquilo que tem que ser55!

24. Quanto mais denso o plano afim, mais dolorosa a


execução das leis? Por quê?

_ Não existe esta questão de mais dolorosa, é nossa


percepção que faz as coisas dolorosas. E a Lei, é a
Lei! Como diz nosso T. R.: “Aos amigos a lei, aos
inimigos o rigor da lei”56. Então, se vocês
observarem, tem uma sutil diferença! A lei é igual
para todos, alguns vêem como uma punição e alguns
já podem enxergar como uma bênção para conduzir a
evolução. Basicamente é isso.

25. Os espíritos superiores que não necessitam mais


encarnar e os que habitam Planos Inferiores
estão provavelmente afeitos a outras leis além
das universais como as conhecemos. Poderia nos
falar um pouco a respeito?

_ Na verdade, quanto mais evoluído o espírito,


menos necessidades de leis!
Quando uma pessoa está dentro de um presídio, além
das leis naturais que têm que obedecer aqui fora,
ela tem que obedecer às leis correspondentes ao
presídio também. Falando sobre o Astral, quanto
mais evoluído, mais consciência, menos necessidade
de leis para poder guiá-los, porque eles não fazem

55
Talvez esse seja um dos aspectos pelo quais os Senhores Exus são tão mal
compreendidos. A justiça é cega e deve prevalecer... Doa a quem doer. Isso quase sempre
fere nosso Ego...
56
Essa frase é uma adaptação de “...aos ricos, o favor da lei, aos pobres, o rigor da lei”
atribuída ao Sr. José Rainha Jr. – Líder do MST. Acredita-se que existia uma frase nesse
contexto, já na época das monarquias francesas. Curiosa a habilidade do Guardião em
transformar e ampliar o sentido dessa mensagem.
42
outra coisa a não ser o que tem que ser feito, e
isso sempre é dentro da lei! Quanto mais livre
arbítrio, menos leis.

26. Sabe-se que tudo tem um início, meio e fim.


Poderia falar um pouco sobre a causa das leis?
Qual o melhor meio para conviver com elas?

_ Esse princípio da universalidade de que tudo tem


origem, meio e fim, é uma lei extremamente
importante para o crescimento espiritual das
pessoas aqui neste Universo Astral, porque as
pessoas podem perceber a impermanência das coisas.
Porque à medida que as pessoas durante a vida vão
agregando valores, elas vão formando as suas
personalidades, e às vezes se transformam em coisas
que elas não são. Então, esta capacidade de
perceber esta transformação daquilo que é, daquilo
que elas não são, e daquilo que elas podem ser, é
que faz com que as pessoas possam perceber o
processo evolutivo atuando. Este processo de ganhar
e perder, as pessoas sempre vêem: “Eu saí de um
ponto e passei por uma transformação, e eu voltei
praticamente em espírito para aquele mesmo ponto”.
Isto aqui mostra na verdade que todo este processo
de transformação de agregar valores, de agregar
personalidades, de agregar egos... Não dá
absolutamente em nada!
Essa Lei de Retorno e Recorrência, que é uma das
Sub-Leis da Lei Maior, está aqui para nos mostrar
isso, quanto menos aprendemos sobre o ciclo da
vida, mais as nossas reencarnações serão parecidas!
Enquanto a gente não aprender que nossas
reencarnações são sempre parecidas, elas vão ser
praticamente iguais, dentro dos processos, até que
nós possamos aprender que estas transformações que
acontecem, esta Lei da Impermanência das coisas,
transformam, mas, essencialmente não mudam! Isto é
o que nós precisamos sempre estar atentos, e vocês
têm que apostar é naquilo que não muda!

43
Para quê ficarem se apegando e se algemando às
coisas que mudam?
Vocês têm que se aproximar e se afinizar por
aquelas coisas que são internas, que são
transcendentes à fronteira da morte. Como diz o
V.C., “Vocês têm que parar de querer competir uns
com os outros, e procurar competir com vocês
mesmos. Procurarem ser sempre melhores com vocês
mesmos. Se vocês querem ser os melhores,
comparando-se uns com os outros, que sejam os
melhores em servir!”

27. Existe uma Lei que diz que: “o que está em


baixo é reflexo do que está em cima”. Como pode
ser assim, se quem está no físico dificilmente
percebe esta realidade inerente a todos?

_ Que é uma das leis maiores que foram citadas


anteriormente.

_ Elas são reflexos e similares, não são iguais!


Certo?

_ Esta na verdade, é uma maneira que o Plano


Superior deixou a todos vocês, e aplica a todos os
Planos, para que não possa haver um choque muito
grande de transição. Assim, quando você sai deste
Plano Físico, você vai partir para o Plano Astral,
e para que não se tenha um choque muito grande
nesta transformação, tudo é feito dentro de um
processo de similaridades para que o espírito não
possa sofrer com o trauma da transferência entre
planos! Então, esta Lei funciona desde baixo até em
cima!
E na verdade, existe uma similaridade, mas não uma
igualdade!
Na medida em que o espírito vai percebendo que está
entrando em diferentes planos, estes vão se
mostrando que realmente são diferentes, que têm
leis diferentes, ou mais leis ou menos leis,
dependendo do caso.
44
_ O que é a Transmigração? O Sr. poderia falar mais
um pouco sobre isto?

_ Existe o processo basicamente de reencarnação e


existe o processo de transmigração.
O processo de reencarnação é o processo a que vocês
estão acostumados: Nascer, morrer e renascer. Você
desfaz-se de um corpo e permanece o espírito, e
este passa para uma próxima vida com um novo corpo.
A transmigração acontece dentro dos processos de
alto grau de Iniciação! Como aconteceu com Jesus,
por exemplo. Neste caso, existe um Sacerdote, um
Iniciado, que prepara um corpo, até uma determinada
faixa etária, e a partir do momento que este corpo
está preparado, este espírito que estava ali, cede
espaço para um Avatar.

_ Aproveitando que estamos nesta linha, gostaria de


perguntar se já teve outro caso assim como o de
Jesus, e se isso difere muito da mediunidade?

_ Difere sim!
Estas pessoas que fazem este papel, são chamados
Chelas! O Chela57 na verdade, a partir do momento
que cede o corpo, é como se tivesse morrido mesmo,
ele não volta mais para este corpo que foi doado.
Então, a doação é plena a partir deste instante!
É importante saber, que na verdade, ele constrói
estes corpos, em nível mental, astral e físico, e
na medida em que ele vai embora, leva o corpo
mental e astral. Este é um processo raro que existe
no Plano Espiritual.

28. A Tradição do Aumbhandhan é mais vívida e


realizada no Plano Astral?

_ Certamente!

57
Significa o mesmo que Servo, Discípulo.
45
Porque o nível de compreensão das pessoas é maior.
Então, à medida que se ascende a Planos Superiores,
a percepção da verdadeira Religião Cósmica é sempre
maior. É assim, embora os nomes possam se
diferenciar um pouco, essencialmente essa percepção
da Religião Cósmica é sempre maior nos planos mais
sutis. Porque as pessoas têm a capacidade um pouco
melhor de perceber a realidade.

29. Os signos do Horóscopo e sua significação


prevalecem no Plano Astral?

_ Prevalecem sim!
Embora não estejam ligadas apenas aos Astros
Regentes58 desse sistema. No caso das influências,
estas são diferentes do que acontece na astrologia
como vocês estão acostumados a ver, porque esta
influência dos planetas como vocês adotam aqui, é
muito individualizada. Porque é interessante
perceber que no contexto astrológico, prevalece
mais uma conjunção de constelação, do que a
influência de um único planeta. É um pouco difícil
de explicar isso, mas, de certa forma é como se
você não tivesse que observar um planeta apenas,
mas um conjunto de toda constelação.

_ O todo não é?

_ Exatamente! Na verdade quando se faz uma leitura


astrológica, deve-se olhar todas as constelações
que estão no céu naquele momento e sua conformação,
não situar uma leitura apenas num ciclo de um
planeta apenas.
E muito valor deve se dar ao Signo Ascendente, o
que pouco valor se dá aqui. No Plano Astral se dá
muita credibilidade ao signo que está no
ascendente. É justamente aquele signo que está na
posição do Sol nascente, no momento em que a pessoa
nasce. Então, aquele signo que está no leste, seja
de dia, seja de noite, é o que vai determinar

58
Embora se reconheça a existência de inúmeros astros, os Regentes são aqueles que são
estudados pela Astrologia.
46
muitas características daquela pessoa que está
nascendo.

30. A justiça do “homem” no Astral é mais elevada


do que a justiça terrena?

_ No Astral não existe a justiça do homem, existe a


Justiça de Deus. A justiça dos homens neste Plano
Físico, são as leis que regem a boa convivência, e
são feitas para que, em tese, possam proporcionar
uma boa convivência.
É importante que na medida em que o homem vai
evoluindo, ele vá procurar aproximar suas Leis das
Leis de Deus, o que é natural!

_ Aqui, nós nascemos num determinado momento, num


dia, num mês, num ano, numa década, etc. Então
estamos pré-escrevendo a nossa vivência de acordo
com as posições das galáxias, e das constelações
como o Sr. falou. Agora, no Plano Astral, nós
nascemos? Quando morremos, nosso espírito passa
para o Plano Astral? Estamos nascendo num
determinado momento diferente no Plano Astral?

_ Certamente!
Este processo de desencarne, é um processo técnico
elaboradíssimo!
Não sei se vocês conhecem as Leis dos Tatwas, as
Leis dos Ciclos, e as Leis de Forças. Tatwas na
verdade, em Abanheenga, significa Flechas do Céu.
São as linhas de forças que interpenetram todo este
universo. Estas linhas de forças quando vocês
nascem, sempre são as mesmas linhas de forças que
prevalecem quando vocês morrem!
Se você sofrer um acidente e tiver uma morte
trágica, mesmo assim, esta linha de força será a
mesma linha de força do seu momento de nascer. A
partir desse momento que se sabe a linha de força
em que você vai desencarnar, é traçado também todo
o seu mapa do Plano Astral!
Como sabe-se qual é sua linha de força de nascer e
de morrer, toda a sua programação astral, de
estudo, de preparação, de vivência, de
47
relacionamento com seus Mentores, ficam
previsíveis!
Importante ressaltar que, estas linhas de força, e
essas tendências astrológicas, são determinadas em
função do planejamento que é feito antes de se
nascer. É como se você fosse fazer uma viagem, e
pegasse um mapa com o roteiro. Se você vai fazer um
percurso diferente, é problema seu! Mas, você antes
de fazer, é preciso programar-se! “Eu vou visitar
tal lugar, eu vou fazer isso...”, se você vai
cumprir esse roteiro já é outra coisa...! Mas é
preciso ter uma pré-definição de um roteiro, de um
caminho. A pessoa define em comunhão com os
Técnicos do Astral um projeto, que é baseado na
relação com todas as constelações do firmamento.

_ Quando é transgredida esta programação, que o Sr.


acabou de dizer, a gente assume um Karma?

_ Sempre assumimos um Karma por isso e às vezes


este Karma pode nos acelerar o processo, e nos
desacelerar o processo de crescimento! Mas os
Técnicos do Astral, a Espiritualidade, sempre
trabalham para que a gente possa corrigir no menor
espaço de tempo possível, esta perda que a gente em
tese teria.

_ A pessoa pode desvirtuar deste caminho e buscar


um outro? E este novo caminho pode ser parecido com
o que estava programado? Neste caso, não teria a
questão de assumir mais um Karma?

_ Exatamente!
Temos um objetivo a ser cumprido! E o objetivo
cumprido é o que importa! Essa é a meta!
A gente precisa ter certos parâmetros, é claro. A
maneira como você atinge seu objetivo não é tão
importante, desde que você respeite certos
princípios, por exemplo, como não passar por cima
de ninguém e não infringir as Leis.

48
_ Quando o ser espiritual está no Plano Astral, ele
geralmente tem este projeto que irá realizar
aqui...

_ Uma pessoa que tem uma boa média evolutiva, sim.


Mas, normalmente a pessoa passa por este processo
quase que em estado de dormência. Os Mentores, os
Técnicos, as pessoas afins, é quem fazem toda esta
programação para ela. E ela fica sendo conduzida
quase que pelo Karma Coletivo do Planeta, da
Família, do Grupo a fim a ela. Então, quanto mais
evoluída a pessoa está, mais condições tem de
programar sua volta e seu retorno ao trabalho.

_ E ela tem a percepção, quando está no físico em


determinada vida, das coisas que precisa realizar,
não é?

_ Exatamente!
Algumas pessoas têm isto mesmo! Algumas pessoas
sentem que precisam fazer alguma coisa na vida,
elas têm motivações e tendências para fazerem
certas coisas. E isto se chama de certa forma
“Insight”, ou seja, a percepção de que precisa
cumprir uma meta, um objetivo. Isto está impregnado
em seu Ser.

_ Então, quer dizer que nem todo mundo tem esta


Programação Reencarnatória?

_ As pessoas são literalmente conduzidas! No Túnel


de Triagem os próprios Exus pegam estas pessoas e
voltam-nas para o Plano Físico.
Aí você pergunta: “Mas como é que o Exu determinou
o quê que ela tem que fazer, se o Exu não determina
nada, ele só cumpre a lei?” O Exu vai fazer
simplesmente com que ela cumpra, aquilo que ela não
cumpriu!
Então, estas pessoas vêm, vivem 5, 6, 7, 8, 9 anos,
cumprem aquele período de vida que ela não cumpriu
bem, depois, ninguém sabe como, ela desencarna! Mas
o Plano Espiritual de acordo com as Leis sabe por
quê!
49
_ O Sr. falou que, as leis do homem, um dia vão
acompanhar as Leis Divinas, vamos dizer assim. Isso
é uma tendência natural e vai acontecer um dia?

_ Isso! Precisa acontecer um dia e vai acontecer um


dia. E já foi assim!
No tempo em que os homens tinham acesso às questões
do espírito, quando não existia esta divisão muito
rígida entre os planos, as Leis do Espírito eram as
mesmas leis que regiam as leis dos homens. Mas
infelizmente, ao perdermos contato com as questões
do Astral, com as questões do Espiritual, houve a
necessidade dos homens criarem as leis de acordo
com as suas percepções do mundo, o que é natural!
Eu vou criar leis para reger aquilo que eu conheço,
se não conheço certas coisas, não tem como eu criar
leis para poder direcionar estas coisas. Então, os
homens dentro de sua percepção limitada, criaram
leis limitadas! As pessoas só conseguem fazer
aquilo que elas são, nada mais do que isso!
Então, as leis de hoje, refletem o mundo de hoje!
Na medida em que nosso mundo entrar num processo
evolutivo maior, as leis vão entrar num processo
evolutivo maior.

_ É o caminho de acordo com a evolução, não é?

_ Exatamente!
Então, vocês podem perceber o mundo, vendo como é
regido! Como as coisas acontecem a sua volta. E
isso não demora muito a acontecer! Porque, existe
um processo de transformação mundial, que acontece,
em que às vezes faz com que este mundo possa
acelerar tudo isso! Quando acontece, existe certa
crise de caráter mundial, existindo então
necessidade de criar novos parâmetros para
contornar esta crise. Isto faz com que as leis
neste mundo possam e devam ser mudadas. Porque
doenças novas aparecem, existem certas leis para
reger isto, guerras mundiais aparecem, existem
certas leis para reger isto. Uma infinidade de
coisas que vão surgindo e há necessidade de se
50
criar novas leis, e por esta lei de tentativa e
acerto, uma hora se acerta pelo processo
dialético59!

_ Mais uma vez, eu gostaria de agradecer por esta


oportunidade, este aprendizado que estamos tendo
com Pai Velho, e todo o Astral Superior que está
nos assistindo aqui hoje!

_ Nós trazemos as bênçãos do V.C., a quem viemos


representar. É uma oportunidade muito boa de trazer
um pouco do carinho e um pouco do meu afeto a todos
vocês. É sempre bom poder estar ajudando os irmãos
dentro de minhas limitações. O objetivo deste
trabalho não é chocar ninguém, desanimar ninguém,
mas fazer as pessoas pisarem o chão firme, e saber
que neste mundo vocês não estão abandonados pelo
Pai. O Pai está vibrando, torcendo, e existe uma
infinidade de leis, uma infinidade de espíritos,
ajudando vocês a trilhar este retorno à Morada do
Pai. Aconteça o que acontecer, nós sempre estaremos
do lado de vocês!
Que as bênçãos do Astral Superior, a Luz de
Caboclo, Pai Velho e Criança possam abençoar a
todos vocês nesta noite.

_ Salve, que assim seja!

_ Assim como nosso Mentor-Amigo já disse antes,


amanhã eu vou responder às perguntas e vamos deixar
o finalzinho, 10 minutos para o Guardião responder
algumas perguntar mais específicas, que tenho
certeza que é de interesse de vocês. Ele falará um
pouco da trajetória de Exu, dando exemplo de vida
dele.

_ Que assim seja! Aranauam60, Saravá61!

59
O Processo Dialético trabalha com a análise de uma Tese em confrontação com uma
Antítese, nascendo disso uma Síntese.
60
Traduzindo: Bênçãos de luz da Umbanda.
61
Traduzindo: Força que movimenta a natureza.
51
* Lembramos que apenas foram preenchidas por
nós, as sub-leis que foram indicadas de forma
indireta no decorrer da entrevista. A
responsabilidade sobre essa disposição cabe
aos editores desse material.

52
Capítulo III

DIA 29
EVOLUÇÃO NO PLANO ASTRAL

53
_ Vamos dar continuidade aos nossos trabalhos. Hoje
nosso tema central é sobre Evolução no Plano
Astral, e a primeira pergunta é...

31. O que é Evolução?

A definição mais simples que podemos dar de


evolução, é a seguinte:
É o constante estado de progressão e despertar da
consciência. É o contínuo transformar-se com o
objetivo de resgatar a Consciência Una perdida.

32. Existe uma regra para evolução?

_ Não, não existe regra básica para evolução!


O Plano Astral trabalha dentro das características
de cada pessoa, e dentro destas características,
elas são enquadradas dentro das Leis Divinas.
Então, é analisado para que a pessoa possa evoluir,
as suas características pessoais, suas
características Mentais e Astrais, tudo em
consonância com a Lei. A somatória dessas coisas é
que caracterizam este processo de evolução, que é
absolutamente pessoal e intransferível, ninguém
evolui por ninguém! As pessoas evoluem pelo seu
próprio trabalho, pelo seu próprio esforço, pelas
suas próprias realizações.

33. Evolução tem fim?

_ Não, a evolução é um processo infinito, é um


Arcano Divino62 podemos dizer assim!
62
A palavra Arcano vem do latin Arcãnun e significa segredos, mistérios. Os Arcanos são
classificados em 3 tipos: Arcanos Divinos, Arcanos Cósmicos e Arcanos Maiores (21) /
Menores (57). Os Arcanos Divinos tratam das origens, causas e dos princípios de todas as
54
Somos perfectíveis, e nosso objetivo é atingir o
estado de Divindade. Buscamos atingir o estado de
Divindade e a Divindade também busca, a seu modo,
um estado de perfeição!
Então, esse eterno ato de evoluir, é um Processo
Divino e todos nós estamos mergulhados nele,
incluindo a própria Divindade! Agora, definir este
processo com precisão, sobre o que seja a evolução
da Divindade maior de todas, é uma coisa impossível
para se expressar devido ao nosso reduzido grau de
consciência.

34. A evolução está contida em tudo e a todo


instante. Poderia transcrever como funciona sua
força impulsionadora que faz existir a vida?

_ Este processo evolutivo está impregnando a tudo


que existe no universo, seja nos seres humanos, nos
animais, nos vegetais e mesmo os minerais evoluem!
Um material bruto pode se transformar em pedra
preciosa e essa é a própria evolução. Você pode
observar que o diamante é um processo de evolução
do grafite, e assim é progressivo. É um processo de
transformação e conformação dos cristais que geram
esse processo. O sistema ósseo de vocês é o que há
de mais evolutivo dentro do processo mineral63,
assim como o sistema de circulação sanguíneo de
vocês, é o que há de mais evoluído dentro do
sistema vegetal64.
Então, tudo na natureza passa por esse processo de
evolução e cada um de nós tem um pouquinho dessa
comunhão evolutiva do planeta.

realidades e de todos seus fatores finitos e infinitos; da lei primeira do Reino Virginal – O
Karma Causal. Esses Arcanos são do conhecimento absoluto do Supremo Espírito
63
Herança de nosso aprendizado no período em que estagiamos como Elementares no
Reino Mineral.
64
Herança de nosso aprendizado no período em que estagiamos como Elementares no
Reino Vegetal.
55
35. A auto-realização espiritual visa à evolução,
de que forma?

_ Impossível separar as duas coisas! A realização


individual automaticamente se consubstancia em um
processo de evolução e é claro que as duas coisas
andam paralelas, mas é importante ressaltar que
essa realização pessoal é o que dá força motriz ao
processo de evolução. Não existe evolução sem levar
em consideração o processo de crescimento pessoal,
de auto-realização, de renúncia, de despertar da
consciência.
Não adianta nada crescer fisicamente, desenvolver
qualidades físicas, desenvolver-se materialmente
nas coisas, se a nossa consciência continua
eclipsada pela sombra da ignorância. Então, não
podemos dizer que é um processo evolutivo. O
processo evolutivo, ele se clarifica, quando há um
despertar e resgatar da consciência perdida.

36. A evolução é de caráter muito pessoal, mas qual


seria um método universal para toda a
humanidade evoluir?

_ Seguindo a Lei que o próprio Cristo deixou para


vocês: “Amar a Deus sobre todas as coisas, e ao
próximo como a ti mesmo!”
Seguindo este mandamento65, vocês vão conseguir ter
um resumo bem simples, direto e objetivo de como
realizar este processo de crescimento. E fora da
caridade não há salvação!
É importante este trabalho de crescimento pessoal,
mas não esquecer que este crescimento pessoal deve
se manifestar no exterior. Na medida em que se
mergulha para dentro, para se conhecer, acaba
conhecendo também o próximo, porque essencialmente

65
Essa versão apresentada pelo Pai Velho é uma adaptação do texto de Lucas (X) - 25, 28.
56
somos semelhantes. Então, é impossível a gente
separar as coisas, porque inevitavelmente vamos nos
sentir responsáveis também pelos nossos irmãos.
No começo da nossa vida, a gente começa a analisar
o nosso crescimento espiritual. Se no começo nós
partimos do eu, essa é a semente de tudo. Se
sairmos do “Eu” e trabalhamos para o “Eles”, já é
um crescimento. E se do “Eles”, nós partimos para o
“Nós”, é um crescimento ainda maior.
Que possamos analisar em qual estágio desses: do
Eu, do Eles, ou do Nós, estamos no momento.

37. As Linhas de Força ou Tatwas66 são comandados,


por quem? E como são usados para a evolução?
_ Pelos Senhores Supremos do Karma, os Sete
Árashas. Essas Potestades regem esse Universo
Astral! Cada linha de força é de comando de um
Árasha, e essas linhas de força se subdividem em 7,
em mais 7 e assim sucessivamente.
Para exemplificar: Suponhamos que vamos construir
uma casa. O que precisa para construir uma casa?
Precisa-se de tijolo, cimento, areia, enfim, muitas
coisas. Cada elemento desse seria um Tatwa! Então é
isso... Essa somatória de forças diferenciadas
trabalhando em conjunto, criam o universo que
conhecemos.
Se não fosse o direcionamento destes Tatwas pelos
Orixás, não haveria condições de vocês manterem uma
estrutura, porque seria o caos, seria
desorganização.

_ E como são usadas para a evolução?

_ Na verdade, estas linhas de força não são


responsáveis pelo processo evolutivo! O nosso
trabalho é que transforma estas linhas de força.
Aquele que tem o mental mais equilibrado, tem

66
Etimologicamente vem de Tatauy, que significa “Flecha do céu”.
57
condições de ordenar melhor os tatwas que recebem,
o que lhe proporciona a manifestação de saúde. Se a
pessoa não tem a capacidade de ordenar estas linhas
de forças recebidas, podemos chamar essa pessoa de
doente.
Importante deixar claro que definição de doença
para nós, no Plano Espiritual, é um pouco diferente
da que vocês usam de forma corriqueira. A saúde pra
nós é o bem estar mental, emocional, físico e
também social! E outra coisa importante, se a
pessoa tem um potencial interno de desenvolver
determinada doença, ele para nós já é um doente!
Apenas a doença ainda não se manifestou!

"As figuras que adotamos como representativas dos Tatwas, são as


mesmas usadas de forma geral por diversas Escolas
Filo-Religiosas. Lembramos que essa ligação não se encontra
citada no decorrer da entrevista"

58
38. Como é a evolução no Plano Astral?

_ A evolução do Plano Astral, assim como foi citado


na parte que tratou das leis, é muito parecida com
que se trabalha aqui no físico. A única diferença é
que o físico é o Reino das Realizações!

39. Como é a compreensão de “tempo” no astral?

_ Essa função de tempo é absolutamente relativa. No


físico, o tempo aqui é marcado por uma
periodicidade de um evento67. No Plano Astral esta
questão de tempo é uma questão absolutamente
pessoal, onde cada um tem o seu “tempo”, cada um
tem o seu “ciclo”, cada um tem o seu “ritmo”, não
existe hora para as coisas! Existe uma “sintonia”
para as coisas! Quando se existe sintonia, tudo
acontece no momento certo.

_ Então, quer dizer que nós aqui somos ignorantes


quanto a esta questão temporal do plano astral? Mas
quando estivermos nesse Plano, qual vai ser nossa
reação?

_ Na verdade não é preciso relembrar! Vocês aqui


“embaixo”, tem um pouco desta percepção. Vocês aqui
sabem que às vezes parece que o tempo passa rápido,
e às vezes parece que o tempo passa devagar! É uma
questão psíquica, e isso já é muito próximo do que
ocorre no Astral.
No Plano Espiritual onde estão os Seres mais afins,
o grupo é mais homogêneo, então, esta percepção de
tempo-espaço é uma questão interna que eu consigo
transferir e o outro percebe com mais facilidade.
Então, quando eu expresso que determinado evento
vai ocorrer, eu não falo em questão de hora e

67
Relógios solares, de água e mecânico, ampulhetas e etc.
59
minutos, eu deixo as “impressões” e os afins vão
saber quando esse momento chegar.

40. No físico se nasce, cresce e morre; e no Plano


Astral, como isso se dá?

_ No Plano Astral vocês vão ter a conformação que


têm, no momento do desencarne.
Com o tempo, prática e o conhecimento, isso pode
mudar. Digamos que você se adapte melhor a uma
forma mais jovem. Então durante todo o período que
você estiver no Plano Astral, é esta conformação
que você pode ter.
Às vezes, as pessoas que estão com problemas sérios
mentais e emocionais, estes passam para o Plano
Astral assim. E permanecem doentes também nesse
plano. Tudo depende então do grau de apego das
pessoas à sua última forma física.
É muito raro vocês perceberem crianças no Plano
Astral, justamente porque as pessoas se acostumam a
manter a forma a que elas mais se adaptam, e
geralmente são as fases mais maduras da vida. Não
quer dizer, não que existam crianças, mas na
verdade, para o espírito não há esta questão de
crianças, jovens e velhos.

_ Então, dentro disso, a questão do


autoconhecimento é uma grande ferramenta para
melhorarmos e elucidarmos a vivência no Astral, não
é isso?

_ Exatamente!
Você se conhecendo melhor, quando tiver que se
desfazer das vestes físicas, vai fazer isso sem
maiores problemas. Você não vai ficar apegado a
nenhuma forma que não queira. Então, o
autoconhecimento nos leva ao processo de viver e
este nos ensina a morrer bem. No final das contas,
isso é viver bem no Plano Físico e no Plano Astral.

60
_ Dentro desta pergunta, eu queria fazer outra.
Suponhamos que uma pessoa aqui no Plano Físico,
seja um travesti. Ela nasceu como homem, e se
traveste de mulher. Quando ela desencarnar, ela
pode demonstrar a forma física dela como mulher no
Plano Astral? Ou ela obrigatoriamente, pela última
encarnação, teria que demonstrar como a forma
masculina?

_ Mesmo ela apresentando uma forma de personalidade


feminina no Astral, o que define é a impressão e as
emanações da aura, se ela é um principio ativo ou
passivo, ou seja, masculino ou feminino. É
importante deixar claro, que a pessoa se apresenta
da maneira como ela se sente melhor e como ela está
preparada para se apresentar. Entretanto,
essencialmente ela não vai se transformar naquilo
que ela não é!

41. Como o ser se gabarita a passar para o plano


acima do Plano Astral?

_ O Plano Astral é o Plano das Emoções, Sensações e


Sentimentos. Quando o Ser Espiritual, conseguir
vencer sua subordinação a estes elementos, ele
conseguirá se desfazer desta vestimenta astral e a
partir de então, fazer uso de outras formas de
vestimentas mais sutis. Basicamente, ele precisa
vencer essas questões internas para ascender a
Planos Superiores.68

_ Estas transformações têm que se dar aqui primeiro


no Plano Físico, depois automaticamente não é...?

_ O processo de trabalho, de transformar este Corpo


Astral, já começa aqui, e continua no Plano Astral!

68
Desfazer-se das vestes astrais também é reconhecido como fenômeno de morte pelos
seres que habitam essa região.
61
Aqui vocês têm a oportunidade de trabalhar estas e
outras questões.
Embora nesse mar de sentimentos possa haver
sentimentos nobres, muitos deles, mesmo nobres,
estão ligados ao apego. E muitas vezes nós temos
bons sentimentos com relação às pessoas, porque
temos medo de sofrer no caso de uma perda. Esse
sentimento não é um amor verdadeiro.
Quando nos desfazemos das paixões, conseguimos
perceber atributos mais edificados, que não estão
ligados ao patrimônio do verdadeiro Espírito69.

42. Os apegos do ser no Plano Astral são possíveis


de serem transmutados no próprio Plano Astral?

_ Sim!
Assim como vocês aqui têm suas tarefas e seus
afazeres, no Plano Astral também existe uma
infinidade de afazeres. Existem diversos trabalhos
com o objetivo de preparar não só a próxima
encarnação, mas visando também a questão de vencer
suas próprias limitações internas ligadas às
paixões no próprio Plano Astral. Então, o trabalho
que é realizado lá, se transporta pra cá, mas
também muita coisa é vencida e experimentada lá
mesmo. Muitas vezes lá no Plano Astral existem
trabalhos muito árduos, às vezes algumas pessoas
fazem questão de visitar certas Zonas Trevosas para
poder se confrontar com alguma pessoa que tem ou
teve dificuldades, algum parente, alguma pessoa que
queira bem ou alguma pessoa que não queira bem,
justamente para verificar o grau de apego que essa
pessoa tem no coração. E isso é realizado por lá

69
Esses atributos são: inteligência, amor, vontade, percepção e consciência. Vale citar que
existem diferenças claras na expressão desses atributos se comparados os espíritos sem
corpos de manifestação e os espíritos no mundo das formas. Para o puro espírito, o Amor é
a integral doação de si mesmo... o que é bem diferente do amor-apego que vivenciamos no
mundo das formas.
62
mesmo, muitas pessoas se entregam a estas tarefas
socorristas com este objetivo, de verificar em que
nível estão e como andam os seus apegos pessoais.

_ Se a pessoa se encontra numa melhor situação


espiritual do que aquela que está no Plano Astral
inferior, porque ainda assim, prefere ficar neste
local?

_ As pessoas se candidatam a realizar determinadas


tarefas no Plano Inferior. E chegando neste Plano
Inferior, eles sentem compaixão por aqueles que lá
estão e se prontificam a permanecer lá para ajudar
as pessoas que lá se encontram.

43. Além da evolução natural que o espírito alcança


no Plano Astral devido as suas conquistas no
Plano Físico, pode ele também galgar estágios
superiores de maneira irreversível levando-se
em conta o seu comportamento, estudos e
afazeres diversos quando no Plano Astral?

_ Muitas vezes o espírito consegue atingir o último


grau de Evolução Planetária. Com isso, pode se
desfazer deste mundo de provas de expiações e
ascender a Planos Superiores. Mas ele no caso tem a
opção de voltar para ajudar os irmãos a seguirem um
caminho!
Muito especificamente, podemos citar o caso do Sr.
Budha70, onde ele fez uma opção pessoal de ficar em
nosso orbe terrestre, até que o último espírito
conseguisse atingir o mesmo estágio que ele
conseguiu. Então, ele fez sua opção pessoal, ele

70
A referência aqui é direta ao príncipe Siddhartha Gautama nascido no Século VI AC.
Gautama abandonou sua vida de realeza e se dedicou a trabalhar exclusivamente para
ajudar a todos os seres a atingirem a iluminação.
63
podia ter atingido o Nirvana71. Ele poderia ter
seguido para outros campos do Universo, continuar
seguindo seu processo evolutivo, mas ele fez
questão, por compaixão, que é foco central da sua
doutrina, de aqui permanecer. Ele ainda continua
trabalhando por todos os seres deste planeta,
aguardando e trabalhando pelo bem da humanidade.
Quando esse ser atinge esta condição, e volta... –
a filosofia oriental costuma chamá-los de
Bhodisatwa. São estas pessoas que trabalham para o
crescimento, e nem sempre são ligadas às religiões,
mas podem ser também ligadas às diversas áreas do
conhecimento humano.
E isto não precisa ser no último, pode ser aqui
mesmo, mais próximo, nos Planos Inferiores, pode
ser no Plano Astral, por exemplo. Alguém pode ter
condição de ascender a Plano Astral mais elevado e
abre mão disso por alguém que ficou por aqui. Desde
que, desde que... Isto seja identificado como não-
apego, é sim, uma atitude nobre!

_ Então, quer dizer que ele pode reencarnar


novamente numa condição sacrificial? Então Budha
pode vir a reencarnar?

_ Sim!
Embora seja um processo extremamente trabalhoso! É
preciso, para que isso ocorra, a cobertura de
muitos espíritos que possam vir antes, preparando o
terreno para ele. A Terra precisa antes ter uma
vibração planetária adequada para que este Espírito
possa ter condições mínimas para se manifestar em
nosso meio.

_ Quer dizer, ele não assumiria Karma também?

71
A grosso modo, podemos dizer que é um estado de libertação total das amarras do mundo
das formas.
64
_ Não! Estas pessoas que atingem este estágio, não
assumem mais karma, já venceram esta condição, tudo
que ela faz aqui não gera mais Karma.

_ Então isto que o Sr. acabou de dizer, se refere


apenas aos grandes iluminados?

É importante ressaltar que existem ilustres


desconhecidos que realizam nobres tarefas pela
humanidade, independente de terem as mesmas
condições dos grandes Avatares. Infelizmente essas
pessoas não fizeram parte dos registros históricos.
Muitos anônimos realizam este trabalho de
abnegação. Já vi muita gente boa nesse mundo,
simples, humilde e que ninguém nunca ouvir falar,
mas que já atingiu alto grau de evolução, e vibra
muito intensamente pela paz e harmonia do planeta
inteiro.

_ Aproveitando esta oportunidade, se o Sr. pudesse


falar um pouco dos nossos Mestres da Raça
Vermelha72, que vieram nos ajudar na evolução do
nosso planeta.

_ É uma oportunidade rara, para podermos falar


destes nobres Irmãos, que na verdade foram grandes
Bandeirantes, que também em Missão Sacrificial,
aqui estiveram para poder alavancar a média
planetária. Como foi falado anteriormente, vocês
ganharam o Organismo Mental quando o Organismo
Astral ainda não estava preparado. Então, vieram
estes seres da Raça Vermelha, justamente para poder
dar condições para que vocês pudessem dar os
primeiros passos, porque se não fossem eles, vocês
estariam perdidos neste mundo em condições ainda
muito piores do que estão.
Mesmo neste mundo caótico, desorganizado, cheio de
conflitos, guerras, ainda está muito adiantado em

72
Raça Vermelha seria a primeira civilização surgida no planeta Terra.
65
relação ao que vocês estariam, caso eles não
tivessem intercedido. Então, neste mundo de hoje,
embora vocês tenham seres muito trevosos encarnados
e vibrando negativamente, existem seres portentosos
também encarnados. Existem também seres altamente
iluminados ligados à Raça Vermelha vibrando no
Plano Astral, equilibrando este planeta. Embora
muitos já tenham retornado a suas Pátrias
originais, alguns deles estão aí, vibrando nas
Camadas Superiores das Setes Escolas Superiores de
Aruanda73. Alguns, já tiveram inclusive a
oportunidade de criar uma vestimenta física e
encarnar por várias vezes, e alguns nunca chegaram
a encarnar.

44. Como é feita a evolução dos nossos irmãos que


estão em Planos mais Densos ou Inferiores?

_ Esse é um processo de opção evolutiva pela dor!


Normalmente, o processo evolutivo pode e deve
preferencialmente seguir pelo caminho do
entendimento, da paz, da consciência, mas outros
preferem caminhos mais difíceis...

_ Qual foi a participação dos Essênios no processo


de manifestação do Cristo?

Entre os Essênios existiam grandes Sacerdotes que


encarnaram antes de Jesus e prepararam
74
vibratoriamente a Região da Galiléia , para que
pudesse se manifestar o Cristo. Pode-se perceber
que historicamente, assim que deixou de existir o

73
Aruanda seria o posto mais avançado do Astral Superior planetário que se divide em sete
regiões de acordo com os 7 Orixás: Tembetá (Oxalá), Humaitá (Ogum), Jurema (Oxossi),
Yacutá (Xangô), Yoriá (Yori), Yomá (Yorimá), Ynayá (Yemanjá).
74
Região situada ao norte de Israel entre o Mar Mediterrâneo, o lago de Tiberíades e o vale
de Jezreel.
66
advento do Cristo, a Comunidade Essênia foi
desaparecendo. Como vêem, essa comunidade e as
pessoas ligadas a ela, vieram cumprir um papel
muito bem definido.

_ Interessante, que assim como o Sr. falou ontem


daquela frase, “Eu sou o caminho a verdade e a
vida”, de origem dos Essênios e que Cristo usou...
Existe também uma frase que já vi o Sr. Usando:
“fora da caridade não há salvação”75 e que também
foi usada por Kardec a centenas de anos atrás... E
muitos dizem que é ele quem...

_ Kardec76 tornou popular uma filosofia que era


ministrada apenas internamente nas Escolas
Iniciáticas da Índia, que ficavam aos pés das
chamadas Montanhas Azuis. Kardec teve oportunidade
de viver ali em uma de suas encarnações, e depois
teve uma de suas vidas entre um grupo Celta77,
ligado aos antigos Druidas78. Ele estudou um
pouquinho do conhecimento filosófico Hindu e um
pouquinho do conhecimento do comportamento do povo
Celta, para no fim, ajustar as duas coisas. Através
da Codificação79, ele popularizou este conhecimento
que era velado em muitos locais. Este procedimento
foi extremamente importante na época, porque era um
momento de extremo positivismo80, um momento de
extremo desenvolvimento científico naquela região
do mundo. Kardec veio então justamente neste
período para equilibrar a balança da Lei naquele

75
Allan Kardec, Evangel. S. Esp., cap. XV, item 5.
76
Allan Kardec é pseudônimo de Hyppolyte Leon Denisart-Rivail, codificador,
sistematizador e organizador do Espiritismo.
77
Grupos de antigos povos Arianos de língua Indo-Européia que mais tarde foram
dominados e absorvidos pelo Império Romano. Ainda hoje sua cultura e religião têm forte
influência em toda Europa.
78
Líderes espirituais e sociais da cultura Celta.
79
Basicamente são 5 livros: “Livro dos Espíritos”, “Livro dos Médiuns”, “Evangelho
Segundo Espiritismo”, “A Gênese” e “Céu e Inferno”.
80
Doutrina criada no Séc. XIX por Augusto Comte onde existe uma hipervalorização das
ciências experimentais sobre as questões teológicas e/ou metafísicas.
67
local. Falando mais especificamente sobre a frase
citada, Kardec registrou-a dos ensinamentos que
recebeu dos espíritos, não sendo, portanto, de sua
autoria.

_ Pai Fabrício, vai ser o Sr. Exu, que vai


responder as próximas perguntas?

_ Exatamente!
Foi o V. C. quem pediu que o nosso Irmão T. R. –
que trabalhou com ele durante muito tempo - pudesse
falar um pouco de sua experiência, e esclarecer
algumas dúvidas que vocês possam ter em relação à
atividade e ao trabalho ligado aos Guardiões. Ele
deve comentar um pouco sobre sua trajetória, para
que vocês possam ter a dimensão de suas tarefas e
para saberem como atua a paralela oposta do nosso
trabalho. Já que veio a Umbanda, que venha a
Quimbanda também para fazer o fechamento deste
trabalho.
Não podemos deixar de transmitir mais uma vez a
todos o nosso carinho e o nosso abraço fraterno.
Não só da Corrente de Pais Velhos, mais
especificamente, mas também da Corrente de Caboclos
e Crianças. Que vocês possam fazer bom uso deste
material!

68
_ Meu Pai, eu peço licença ao Senhor para
agradecer, em nome do grupo, a oportunidade que o
Senhor nos deu nesses três dias de aprendizado. Eu
particularmente, nunca tive esta experiência e
oportunidade, e espero que o Senhor possa contar
com minha pessoa e minha presença, a qualquer
momento que o Senhor precisar. É só mandar me
chamar, que eu estarei presente.

_ Salve meu filho!


Eu sei de sua disponibilidade, e tenho certeza que
posso contar com todos os irmãos aqui presentes na
boa divulgação dos ensinamentos do Astral. E acima
disso, na exemplificação das coisas boas da
espiritualidade, pois é disso que o mundo precisa!
Normalmente neste mundo, somos inundados pelas
emanações negativas, pelos sentimentos negativos,
pelos pensamentos negativos... Então, que nós
possamos realizar nosso trabalho pequeno, humilde e
simples, mas firme! Que possamos ser exemplos de
dignidade, de honra, de caráter, de bons
pensamentos, de bons sentimentos e de boas ações.
Tenho certeza que com esta pequena velinha que está
aqui sendo acesa, nós podemos acender outras
milhões e milhões de velas... Esta é nossa aposta!
Que vocês possam começar por aquelas pessoas que
estão à sua volta e que também possam espalhar este
banho de luz para todos aqueles que direta ou
indiretamente alcançam!

Que Zambi81 dê muita luz a todos e que a força Exu


possa estar com vocês!

81
O Mesmo que “Deus Supremo”, dentro do dialeto Kimbundu do Povo Bantu (Grupo
Africano).
69
Capítulo IV

ENTREVISTA COM EXU, SR. T. R.

70
_ Bom... Vamos lá, eu estou aqui mesmo!

_ Como é a execução das Leis nos Planos mais


Inferiores a que os Exus são mais afins? Nos quais
trabalham da luz para as sombras, das Sombras para
as Trevas, e das Trevas para os Abismos?

_ Na execução, não há muito o que ficar


perguntando. Quando chegamos nesses locais, já
recebemos ordens do que precisa ser feito!
Simplesmente faço o que tenho que fazer. Não
ficamos perguntando se determinada pessoa quer, se
não quer, se está certo ou se está errado. É assim
que funciona! Manda quem pode, e obedece quem tem
juízo! Não fico perdendo tempo discutindo leis,
porque este não é meu papel. Eu não sou bom em
discutir Leis. Meu papel é... Fazer! E eu já andei
em tempos imemoriais querendo discutir lei, e
sempre me “ferrei” com isto! Então eu comecei a
“acreditar” na Lei e ela até hoje nunca me
decepcionou.

_ Eu gostaria de saber se os Srs. Exus evoluem


igualzinho aos outros espíritos?

_ Evoluem sim!
Eu já tive muito pior e consegui melhorar um
pouquinho! Nas Zonas Superiores, nas divisões
desses locais, no Quinto, Sexto e Sétimo Nível,
existem também Exus zelando por estas fronteiras,
até por resguardar estar “portas”, porque, os
Espíritos dos Planos Superiores podem descer e
visitar as Dimensões Inferiores, e Exu não permite
que esses seres inferiores possam migrar para as
Regiões Superiores.

71
_ Esses seres conseguiriam acesso às Zonas
Superiores? Não se ferem com isso?

Exato, na verdade nós poupamos estes espíritos para


que não possam se destruir entrando num lugar
deste. Não que ele vá destruir seu espírito, mas
ele vai entrar num processo de degradação da sua
personalidade e começar a entrar num processo de
retrocesso evolutivo de suas formas. Ele vai ficar
numa condição elementar que ele não vai saber mais
o que é e nem quem ele é! Vai acabar é dando mais
trabalho para nós!

_ Então, o Sr. pode chegar até a Região Virginal?

_ Eu não! Ah,ah,ah… outros Exus até podem chegar


até a fronteira desse lugar! Ah,ah,ah...

_ Não é isso, O Sr. não vai evoluir...

_ Sim! Outra coisa... Não existe esta questão de


Exu evoluir para Preto Velho, Caboclo, não! Evolui
dentro da Linha de Exu, evolui dentro dos graus de
Espadados, Cruzados e Coroados82, e assim
sucessivamente! Tudo dentro das coisas afins a Exu.
E... Exu... É um bom trabalho afinal de contas!
Exus também atingem graus altamente evoluídos.
Existem planetas, mesmo dentro deste sistema,
basicamente formados de Exus, são Exus que tomam
conta. E é assim que funciona... Digamos que são
Planetas Presídios!

82
Exus Coroados: Chefes de Legião, Chefes de Falange e Chefes de Sub-falange; Exus
Cruzados: Chefes de Grupamento; Exus Espadados: Chefes de Coluna, Chefes de
Sub-coluna, Integrante de Coluna.
72
"A tabela de Exus Indiferenciados foi tirada de algumas
das bibliografias citadas no final do livro. Ressaltamos,
como fizemos em outras oportunidades, que esse acréscimo
de informação que vai além do que está na entrevista,
embora tenha apenas o objetivo de esclarecer aos leitores,
é de inteira responsabilidade dos editores do material."

73
_ Eu queria saber se a questão do Sr. ser Exu, foi
uma opção pessoal do Senhor ou foi uma escolha
feita por outras entidades?

_ Foi uma escolha feita primeiro por esta Entidade


que estava aqui e que acabou de sair! Foi opção
Dela!
Eu... Até... Um certo período da existência, eu
era... Digamos uma dessas resistências contra as
Leis Divinas e por uma opção pessoal, eu trombei de
frente com muitas dessas “demandas” que a Lei
impõe. E numa dessas tentativas, eu como nunca
gostei de receber ordens de ninguém, e continuo não
gostando, nessa época eu era mais resistente ainda.
E bati de frente com a Lei diversas vezes até
que... Eu resolvi... Experimentar... Para fazer um
determinado tipo de tarefa que ia me agradar. Para
me aproximar de determinado espírito, e quando eu
me aproximei desse determinado espírito, ele não me
mandou fazer nada, ele simplesmente pediu uma
ajuda! E eu não consegui dizer não para ele!
E quando eu percebi eu já era um serviçal dele, e
não sabia por que, mas existia uma coisa que me
fazia confiar nele. E aí começou meu trabalho, e eu
me submeti a esta lei e estou ligado nela até
hoje...

_ Sr. T. R., mas esta questão pessoal sua de


“agradar” do trabalho, o Sr. pode falar sobre isto?

_ Como?

_ O Sr. disse “agradar”, em que sentido?

_ Como assim? Eu não entendi!

_ O Sr. falou que fazia uma tarefa que o Sr.


“agradou de fazer”!

_ Sim!

74
Digamos que eu tinha uma pessoa que queria
proteger, e eu não tinha condição, dentro da minha
capacidade, dentro da minha não-possibilidade de
interpenetrar dentro de um determinado plano para
ajudar esta pessoa. Eu tive que me ligar a um
determinado espírito para conseguir meus objetivos.
Foi a primeira vez que eu fiz um trabalho de
“parceria” com a Luz, e na verdade, mais tarde eu
fui saber, que a Luz é que usou deste artifício
para que eu pudesse me aproximar Dela!
E, gostei do que fiz, e quando percebi eu era um
trabalhador dessa linha, porque, como eu disse, eu
não gostava de receber ordens. Não gosto de receber
ordens!
Mas, a maneira como a Lei e estas Entidades da Lei
trabalham, não é uma questão de mandar! É uma
questão de eu entender e fazer o que tem que ser
feito. Eu não consigo pensar outra coisa, a não ser
que esses seres querem realmente o meu bem.

_ O Sr. não foi dobrado por ninguém,...

_ Não!

_ O Sr. mesmo chegou à “conclusão” não é?

_ Exatamente!

_ O Sr. poderia falar sobre a constituição física


dos Senhores? Como os Senhores lidam com ordens de
energias extremamente negativas diariamente,
haveria alguma particularidade com relação à sua
constituição física? E com relação aos hábitos
diários de um modo geral dos Senhores no Plano
Astral?

_ Nós temos uma Zona de Doutrinação e Estudos, de


conformação do “corpo”, de treinamento do “corpo”,
é como se fosse uma espécie de universidade. Nesses
locais nós recebemos todo tipo de orientação e

75
preparação da nossa parte astral para enfrentar as
mais diversas demandas. Através da transformação da
luz polarizada do Sol, criamos cápsulas de força em
nossa volta, que nos permite interpenetrar em todas
Dimensões Trevosas daqui para baixo, por exemplo.
É um processo técnico muito difícil de explicar,
mas é uma transformação da luz direta do sol,
juntamente com a transformação da energia emanada
pelos leitos d´água. Pegamos essas duas
polaridades, transubstanciamos essas energias numa
espécie de carapaça.
Assim como vocês, muitos de nós ainda têm também
carências energéticas, com isso precisamos nos
alimentar de alguma forma. Então absorvemos um tipo
de cápsula carregado de Prana.

_ De Prana?

_ É! E isso, no meu caso, não é via oral mas como


se fosse injetado. Alguns preferem mastigar essa
cápsula, outros preferem beber, outros preferem
transformar num belo frango... Ah, ah, ah, ah...

_ Ah, ah, ah, ah...

_ (... Aqui, perdemos a pergunta)

Depende da tarefa! Se eu não vou realizar


determinados trabalhos mais pesados, posso me
abster disso e ficar alimentando apenas de Prana. E
se eu for realizar alguma tarefa um pouco mais
densa, preciso estar com uma conformação astral
mais forte, daí faço uso dessa transformação
protéica.

_ Todo Exu pode entrar em todas as Zonas Trevosas,


ou tem algumas restrições?

_ Cada Exu freqüenta a zona que ele está autorizado


a freqüentar, particularmente eu não posso

76
freqüentar certas zonas superiores, mas, da camada
Umbralina, dois níveis acima dessa e para baixo, eu
posso interpenetrar qualquer uma que eu quiser.
Inclusive, não recomendo que vocês vão até lá não!
Nem no pior dos seus pesadelos!

_ Nós não estamos preparados para isso, nem temos


autorização para isso!

_ É!... Porque algumas coisas que vocês vão ver e


perceber, podem marcar profundamente e deformar o
Corpo Astral. Às vezes as pessoas através de
processos de magia, de desdobramento astral,
costumam beirar estes planos, e mesmo com um
Guardião por lá limitando as influências, as
emanações desses locais, podem despertar nas
pessoas um grau inicial de doenças como câncer, por
exemplo.

_ Esse dois planos que o Sr. tem acesso hoje...

_ Dois planos... Daqui pra cima. Daí pra baixo,


sete.

_ São só sete pra baixo não é?

_ Sete pra baixo! Claro que estes sete também têm


suas Sub-Divisões.
Dois Planos pra cima já é muito pra mim! E confesso
que não sinto à vontade nesses ambientes!

_ Nós somos seres humanos, estamos num ambiente


propício à nossa manifestação, mas o Exu está aqui
interpenetrado, não é isso? Então, como ele lida
com essas energias para se manifestar?

_ Estas mesmas energias que vocês usam para


conformação desse corpo, nós manipulamos para nos
apresentarmos. O que varia é o ciclo e o ritmo de
uso dessas energias. Nós manipulamos essas forças

77
através da Roda da Encruzilhada, que é de domínio
de Exu. É nosso papel pegar estas energias que
vocês precisam, tirar dessa Roda da Encruzilhada e
dar a vocês, ou se está sobrando em vocês, tirar e
colocar nessa mesma Roda da Encruzilhada.

_ Quando o Sr. falou que não se sente muito à


vontade nas duas camadas acima. E nas sete camadas
abaixo...

_ Eu não me sinto à vontade nas duas acima, abaixo


eu estou em casa!

_ É! Então, a pergunta e justamente esta! Esta


questão do Sr. “estar em casa” nas sete camadas
abaixo, quer dizer, demonstra o grau de evolução?
Depois o Sr. vai ter mais pré-disposição para as
camadas superiores, ou não?

_ Eu não estou muito preocupado com isso agora, mas


certamente vou me sentir mais à vontade
psiquicamente, emocionalmente para viver nestas
regiões um dia. Cá entre nós, eu chego lá “em cima”
e não sei o que fazer, não sei o que falar, não sei
o que dizer, eu não sei o que pensar, eu não sei o
que sentir. Eu não estou preparado para ficar lá,
eu sou um cara que ainda penso bobagem, falo
bobagem, sinto bobagem, então, eu me sinto mais
próximo de vocês que são a mesma porcaria. Ah, ah,
ah, ah...
Lá pra baixo eu me sinto mais à vontade ainda! Aqui
eu ainda me seguro, para não falar muita bobagem,
não fazer muita bobagem. É claro que tenho os
limites das leis que me impedem de fazer certas
coisas. E às vezes lá embaixo tenho que pegar um
pouco... Pesado! E eu não sou tão bonzinho como eu
sou aqui não. Porque a gente tem um cargo a zelar,
um nome a zelar, então precisamos impor medo, impor
respeito e usar de certos artifícios um pouco...
Contundentes para se fazer entender! Às vezes

78
precisamos usar também de certos artifícios para
comprar, pra negociar e por aí vai!
Tudo isso que relatei é dentro do nosso
conhecimento, do nosso entendimento e condição de
ir até onde a Lei nos permite. E em cima não tem
como fazer isto, eu não sei e não posso fazer isto.

_ Exu tem uma característica militar, como hoje


aqui nós temos a polícia. A características do Exu
têm que ser essa não é isso?

_ Olha, cada um dá o que tem! Não adianta você


pegar um Exu que não tem esta característica e
tentar forçar um trabalho. Então, é líder quem pode
ser líder! Então, se ele não pode exercer esse grau
de impor, de ser aguerrido, de ser brigão, ele vai
fazer outra tarefa. Tem um monte de tarefas para
Exu fazer. Você pode fazer limpeza planetária, você
pode cuidar do processo de desencarne, enfim...

_ Ah sim!

_ Tarefas e tarefas para se fazerem. Eu... Gosto de


uma confusão!!

_ Dentro do trabalho que o Sr. presta nas regiões


mais trevosas, existe também o de resgate de
espíritos para regiões mais sutis?

_ É! Eu especificamente nunca fiz esta tarefa, mas


existe isso sim. É uma tarefa nobre, essa de
realizar Blitz nessas regiões mais inferiores para
resgatar alguns seres realmente interessados em se
reajustar. O Exu percebe através da Leitura Áurica
se aquela pessoa está falando a verdade, ou se está
mentindo. Se é constatado que é sincero seu desejo,
ele é automaticamente desligado de lá, colocado num
grau de dormência e transmigrado para uma Zona
dentro deste mesmo Plano, como se fosse uma Região
de Correção e Socorro - um Mini-Hospital -, onde

79
ele é tratado para ter condições mínimas para ser
encaminhado para Planos melhores.

_ Agora, quando vai se fazer migração, existem


também forças que querem impedir isso?

_ Claro, porque na verdade quem está lá embaixo


gosta de ter gente pro lado dele, gosta de ter
serviçais, e... Ninguém gosta de perder soldado no
seu exército não é? Isso acontece.

_ Lá é guerra mesmo não é?

_ Literalmente, é uma guerra sim! E às vezes a


gente se ferra também! Eu não ganho todas! Às vezes
somos chamados para fazer parte da banda de lá de
novo... Tem estas coisas todas.

_ Corrupção como aqui?

_ Isto acontece!

_ Tem como o Sr. ficar trancafiado numa região


dessa?

_ Só se eu permitir.

_ Eles ainda não têm forças para conseguir segurar


o Sr.?

_ Hoje não. Mas, digamos que um espírito está


começando a realizar esta tarefa, ele pode ser sim,
aprisionado por lá.

_ É uma questão de livre-arbítrio?

_ Se ele se permitir ou bobear, ele fica


literalmente preso nessas regiões. E aí cabe à
Banda de cá de cima, mandar alguém ir lá soltar.

80
_ Ou não, e se ele quiser ficar lá?

_ Se ele quiser ficar, ele vai ficar!

_ Porque é o livre-arbítrio dele? A lei é inerente?

_ Eu sinceramente, não estou nem aí pra ele! Ah,


ah, ah...

_ Sr. T. R., esta corrupção vem de “nível alto”


também?

_ Que é que você chama de nível alto?

_ Assim, aqui é Nível Físico, a Nível Astral e o


outro Nível que o Sr. tem acesso acima?

_ Não, claro que não! O Astral Superior não usa


deste artifício, não precisa usar disso não! E...
Lá embaixo é quase que uma lei se usar desse
artifício, porque na verdade a força negativa tem
uma grande desvantagem em relação à força
positiva... Ela não é muito organizada, tem muita
gente querendo mandar, e pouca gente querendo
obedecer.

_ Querendo ser Deus?

_ É, exatamente!
Todo mundo quer mandar um pouquinho. E eu já tive
lá, eu sei, eu sempre quis mandar, eu sempre quis
ser mais, sempre quis trazer mais gente. Gostava
muito de trabalhar com muitas mulheres, porque eu
achava mais fácil. Era mais fácil para eu trabalhar
com elas, e usava de certas artimanhas e muitas
vezes tive que fazer certos conchavos para
conseguir algumas coisas, algumas vezes me ferrei,
algumas vezes me dei bem, algumas vezes consegui
comprar outros exércitos. Até um dia acontecer o

81
que eu já disse... Mas, existem muitas células de
comando!

_ Como funciona a tendência do Exu ser um Tranca


Ruas, um Tiriri, como que funciona isso?

_ Esta é uma questão de afinidade de trabalho! Essa


característica minha, me faz ter esta posição de
Exu dentro de uma das linhas. Como eu falei antes,
existem certos espíritos que têm outras
características para fazer outros tipos de
trabalhos. Digamos que alguém tem afinidade de
fazer parte do processo do Campo do Pó e
Desencarne, trabalhar com Cemitério... É aí que
terá um melhor desempenho, e não em outro local.
Eu, pela minha própria característica, prefiro
trabalhar com entrechoques, combates, conflitos,
guerras, demandas, magias, macumbas, mandingas,
bozós, feitiços... Ah, ah, ah, ah...

_ Qual o trabalho mais ligado a “Ognax”83?

_ Trabalha com a linha da Execução da Lei. Muita


justiça e questões diretamente ligadas ao Túnel de
Triagem. E... Cá entre nós, é trabalho mais macio!
Ah, ah, ah, ah...
Ah, ah, ah, ah... Bom, eu já estou de saída. Já
passei do meu horário há muito!

_ Seu T. R., então, quando uma pessoa desencarna, o


senhor pode fazer o encaminhamento dela, direcioná-
la no caminho para onde está indo?

_ É! Eu especificamente não faço esta tarefa, mas


existem Exus que são especialistas em fazer isso!
Eu, que ninguém nos ouça, uma vez tive que
interceder nesse processo. Tive que interceder para
que a pessoa fizesse uma boa passagem porque ela

83
Exu planetário ligado ao Orixá Xangô.
82
tinha certos inimigos que iam dificultar muito o
processo de transição dela. E eu, através de muito
papo, com os “Homens lá de Cima”, fui autorizado a
interceder. Mas foi a única vez que consegui entrar
nesta área para trabalhar no processo de desencarne
de uma pessoa.

_ Com relação à questão de quando a pessoa


desencarna... Com os vínculos com inimigos do
passado, como se dá esta questão da pessoa ter
aquela proteção de uma forma efetiva para que
consiga não ser envolvida, como se processa isso?

_ O que eu recomendo para vocês, é que não façam


inimigos! Porque na maioria das vezes... A nossa
função é deixar acontecer mesmo! Se você têm
inimigos, se você os criou, você alimentou esses
inimigos, agora você dá conta deles! Normalmente é
assim que funciona, a gente não interfere. Porque
na verdade, o mal com mal se paga!
Então, quando a gente vê que isto está dentro da
Linha Justa, a pessoa fez por onde merecer, aquilo
é permitido sim. Até um certo limite é claro. Mas
se ela procurou... Agora, se ela não fez por onde,
se trabalhou para reconciliar, e esse espírito está
querendo literalmente atrapalhar, aí já é comigo!
Mas, eu recomendo a vocês novamente... Não façam
inimigos!

_ Esse é o tipo de trabalho que o Sr. Gosta não é?

_ Certamente é o trabalho que eu gosto de fazer.


Geralmente estes inimigos que ficam no pé de vocês,
são peixes pequenos. Me perdoe a palavra... É pouca
b...! Ah, ah, ah, ah...
Peixe grande não perde tempo com individualidades!

_ É?

_ Perder tempo com um...? Hum hum!

83
Ele vai trabalhar para fazer mal para
coletividades! Ele quer impressionar, ele quer
deixar o nome dele registrado na história, tem
muita gente querendo deixar o registro na história!

Por hora chega meus amigos. Deixo registrado aqui


meu agradecimento a vocês pela organização que
vocês tiveram no trabalho com nosso Irmão anterior,
pela disciplina que tiveram e que mantiveram no
decorrer das atividades...

Há muito tempo eu já deixei de estar fisicamente


entre vocês, já faz uns bons anos, aliás... Sei da
ansiedade e da angústia que vocês têm em resolver
as questões pessoais, de procurar ser cada vez
melhor, de ficarem se sentindo como se estivessem
tateando no escuro, sem saber o que é melhor ou o
que é pior. Mas é assim mesmo que funciona! Sabe, é
importante seguir a consciência. Como foi falado
anteriormente para vocês, as Leis de Deus estão na
consciência, e eu consegui ser um pouquinho melhor
quando percebi que essa lei estava na consciência.
No passado eu achava que isto aqui era uma “terra
de ninguém”, e a partir do momento que eu me
desvencilhei das vestes físicas, pude perceber
através da dor no Plano Astral, que a coisa é muito
mais organizada do que parece aos olhos, por que
existem leis incorruptíveis atuando por trás de
tudo! Existe também muita gente trabalhando para o
crescimento e pelo bem. Muito mais do que vocês
imaginam! Vocês nunca estão abandonados!
Eu só queria dar este recado para vocês, está
certo? É só!

Saravá!

84
Bibliografia
Bibliografia consultada para elaboração de notas de
rodapé.

1. RIVAS NETO (CABOCLO SETE ESPADAS); Umbanda - A


Proto Síntese Cósmica.

2. Bíblia on Line - www.bibliaonline.com.br

3. WILLIAM DE OLIVEIRA; Revista: Umbanda - Uma


Religião Brasileira. Todas edições.

4. RIVAS NETO (CABOCLO SETE ESPADAS); Umbanda - O Elo


Perdido

5. DIAMANTINO F. TRINDADE; Umbanda e sua história

6. BLAVATSKY; A Chave da Teosofia

7. W. W. DA MATTA E SILVA; Umbanda do Brasil

8. ARTHUR POWELL; O Corpo Astral

9. ANTONIO GERALDO DA CUNHA; Dicionário Etimológico

10. AMABIS E MARTHO; Curso Básico de Biologia. Vol. I.


II e III

11. ALLAN KARDEC; O Livro dos Espíritos

12. ALLAN KARDEC; O Livro dos Médiuns

13. EDWARD McNALL BURNS; História da Civilização


Ocidental

14. PHILIP WILKINSON; O Livro Ilustrado das Religiões

15. ALLAN KARDEC; Evangelho Segundo o Espiritismo

85
86