Você está na página 1de 2

1.

Cinco Estados da federação apresentam as seguintes taxas de encarceramento de negros (dados


de 2012)
- SP: 119 negros são encarcerados a cada 20 mil pessoas;
- SC: 283 negros são encarcerados a cada 50 mil pessoas;
- MS: 593 negros são encarcerados a cada 100 mil pessoas;
- RS: 176 negros são encarcerados a cada 33,3 mil pessoas;
- RO: 127 negros são encarcerados a cada 25 mil pessoas
Qual o Estado que proporcionalmente mais encarcera negros no país?
A) SP B) SC C) MS D) RS E) RO
Para os exercícios 2e 3 use a tabela a seguir

2) Qual o Estado que teve a maior variação e a menor variação de 2011 à 2013, respectivamente?
A) MS e AM B) RS e RN C) RJ e SC D) SP e PR E) AC e MS

3. Analise as seguintes sentenças e assinale a alternativa correta:


I) Em 2015 os Estados com taxa de homicídios superiores a 38,5 por 100 mil habitantes foram
aqueles que mais influenciaram para o aumento da taxa média do país.
II) Apesar do grande crescimento de 2006 à 2016 a Paraíba teve uma melhora considerável de
2015 à 2016.
III) O melhor resultado do período de 2006 à 2016 é de São Paulo, consequentemente podemos
dizer que é a menor quantidade de homicídios da população negra no Brasil.
A) Somente a I é verdadeira
B) Somente a II é verdadeira
C) A II e a III são verdadeiras
D) Nenhuma delas é verdadeira
E) I e III são verdadeiras
4. Analise os dois gráficos e as sentenças a seguir respondendo a pergunta final:

I) O genocídio negro é um termo sociológico para explicar o aumento da taxa de


homicídios de pessoas negras correlacionando a diminuição dessa taxa para as
pessoas brancas. Em Goiás a taxa de homicídios das mulheres não-negras é metade
da taxa de homicídio de mulheres negras (ATLAS DA VIOLÊNCIA, 2018), havendo
assim uma desigualdade acentuada. Podemos dizer então, a partir desses dados, que
no estado de Goiás tem ocorrido um genocídio da população de mulheres negras.
II) O mesmo documento (ATLAS..., 2018) afirma que no país “em relação aos dez anos
da série, a taxa de homicídios para cada 100 mil mulheres negras aumentou 15,4%,
enquanto que entre as não negras houve queda de 8%.” (p. 51), portanto o
crescimento da taxa de homicídios de mulheres negras comparado ao homicídio de
mulheres não-negras foi 66% superior.
III) Podemos concluir a partir do gráfico 6.8 que ocorreu de 2011 a 2016 em Roraima um
genocídio mulheres brancas.
IV) A taxa de homicídios de mulheres não-negras no Pará é de 6,6 a cada 100 mil
habitantes. Podemos dizer que nesse estado se apresenta de maneira acentuada o
feminicídio, isto é, a perseguição e homicídio que tem como motivação o fato da
vítima ser mulher.
A asserção correta é:
A) Nenhuma alternativa está correta
B) Somente a alternativa está incorreta
C) Somente as alternativas IV e I estão corretas
D) Somente as alternativas I e II estão corretas
E) Todas as alternativas estão corretas
5. Problematize os discursos científicos apresentados e as questões envolvidas. O que lhe causou
estranheza? O que lhe incomodou? O que esses números retratam? Que realidade eles retratam?
Abarcam toda a realidade?