Você está na página 1de 18

Força de Atrito

Exercícios Resolvidos
Para a análise destes exercícios resolvidos, considere:

g = 10 m/s²
m = 2 kg
F=4N
sen θ = 0,8 e cos θ = 0,6

OBS.: 1) = m · P = 2 · 10 = 20 N
2) A Reação Normal é perpendicular à superfície

EXEMPLO I:
CÁLCULO DA REAÇÃO NORMAL
• No Plano Horizontal

n=P

MODELO 1:
Calcule a Reação Normal no corpo da figura abaixo

RESOLUÇÃO

1. Represente as forças Peso e a Reação Normal sobre o bloco

P
P
P

2. Observe a figura e aplique as operações vetoriais.

+ =
=-
| | = |- |
N=P n = 20 N

MODELO 2:
Determine o módulo da Reação Normal no bloco da figura abaixo

F
F
F
F
F

RESOLUÇÃO

1. Represente as forças Peso e Reação Normal que agem sobre o bloco

F
F
N

P
P

2. Observe a figura e aplique as operações vetoriais

+ + =
n-F-P=0
n=P+F
n = 20 + 4
n = 24 N

MODELO 3:
Determine a Reação Normal no bloco da figura abaixo:

F
F
F
F

RESOLUÇÃO
1. Represente as forças Peso e a Reação Normal sobre o bloco;

F
F
N
N

P
P

2. Observe a figura e aplique as operações vetoriais.

+ + =
n+F-P=0
n=P-F
n = 20 - 4
n = 16 N

MODELO 4
Dada a figura abaixo, determine a Reação Normal no bloco

F
F
F
θ

RESOLUÇÃO

1. Represente as forças Peso e a Reação Normal sobre o bloco.

N F
F
n
θ

P
P

2. Projete a força na direção vertical e calcule o valor da projeção


Fyy
N
N F
F
θ

P
P

FY = F · sen θ
FY = 4 · 0,8 = 3,2 N

3. Observe a figura e aplique as operações vetoriais

n + FY = P
n + 3,2 = 20
n = 16,8 N

MODELO 5
Determine a Reação Normal no bloco da figura abaixo:

F
F

RESOLUÇÃO

1. Represente as forças Peso e Reação Normal sobre o bloco.

F
F
N
N
θ

P
P

2. Projete a força na direção vertical e calcule o valor da projeção;


F Fy
N
θ

FY = F · sen θ
FY = 4 · 0,8 = 3,2 N

3. Observe a figura e aplique as operações vetoriais

n = FY + P
n = 3,2 + 20
n = 23,2 N

• No Plano Inclinado

MODELO 6
Determine o módulo da Reação Normal na figura abaixo

RESOLUÇÃO

1. Represente as forças Peso e a Reação Normal sobre o bloco


N
N

P
P
θ
qq

2. Projete a força Peso na direção da Reação Normal e calcule o valor da projeção

N
N

PTT
T
PNN
N
θ
qq P
P

Pn = P · cos θ
Pn = 20 · 0,6 = 12 N

3. Observe a figura e aplique as operações vetoriais

N = Pn
N = 12 N

EXEMPLO II

FORÇA DE ATRITO

MODELO 1
Dado, na figura abaixo, que g = 10 m/s², m = 20 kg, coeficiente de atrito estático =
0,3, coeficiente de atrito dinâmico = 0,2.

m F

Verifique se o bloco entra ou não entra em movimento nos casos:

a) F = 40 N
b) F = 60 N
c) F = 80 N

RESOLUÇÃO

1) Calcule a reação normal;

(Plano Horizontal) n = 200 N

2) Calcule a força de atrito estático;

Temos: FAT = 0,3 · 200 = 60 N

3) Compare os valores da força e a força de atrito estático.

a)

FAT > F, portanto o bloco não entra em movimento,

F = 40 N
m
fat

FAT = 40 N.

b)
FAT = F, portanto o bloco não entra em movimento, FAT

F = 60 N
F
m
m
f
fat

= 60 N.

c)

FAT < F, portanto o bloco entra em movimento. Como o

F = 80 N
F
m
m
f
fat

bloco está em movimento, temos que calcular a força de atrito dinâmico.

FAT = 0,2 · 200 = 40 N

MODELO 2
Dado que g = 10 m/s², m = 5 kg e F = 20 N. Determine o coeficiente de atrito entre
o bloco e a superfície.

vvelocidade constante

m
m
F
F

RESOLUÇÃO

1. Determine a reação normal.

(plano Horizontal) n = 50 N

2. Determine a força de atrito

FAT = · 50

3. Represente sobre o bloco a força e a força de atrito.


velocidade constante

m F
fat

4. Utilize a 2ª Lei de Newton, para determinar o valor de . (Lembre-se: Quando o


corpo está em movimento ou velocidade constante a sua aceleração é nula)

F - FAT = 5 · 0
20 - 50 = 0

µ d 20
= 50

= 0,4

MODELO 3
Dados: g = 10 m/s², m = 2 kg e F = 8 N. Determine o coeficiente de atrito.

aceleração α = 1 m/s²

m F

RESOLUÇÃO

1) Determine a reação normal

(Plano Horizontal) n = 20 N

2) Determine a força de atrito

Fat = µ d · 20

3) Represente sobre o bloco a força e a força de atrito

F - FAT = 2 · 1
8 - 20 . µ d = 2

µ d 6
= 20

= 0,3

MODELO 4
Dado que g = 10 m/s², m = 2 kg e v = 72 km/h. Determine o coeficiente de atrito
da superfície da superfície áspera, sabendo que o bloco pára em 5 s.

velocidade constante

superfície LISA supefície ÁSPERA

RESOLUÇÃO

1. Determine a aceleração

Para determinar a aceleração de um corpo existem diversas fórmulas, veja:

• V = V0 + α · t

• S = S0 + V0 · t + α · t²
2

• V² = V0² + 2 · α · ∆ S

Escolha a maneira que melhor se adapta aos dados que o enunciado lhe oferece.

V = V0 + α · t V0 = 72 (km/h) = 20 m/s
0 = 20 + α · 4 V = VFinal = 0 (o corpo pára)
α = - 4 m/s²

2. Determine a reação normal

(Plano Horizontal) n = 20 N

3. Determine a força de atrito


Fat = · 20

4. Represente no bloco a força de atrito que age nele

velocidade constante

m
fat

supefície ÁSPERA

5. Utilize a 2ª lei de Newton

- FAT = 2 · (- 4)
- 20 . µ d = -8

µ d 8
= 20

= 0,4

MODELO 5
dado: g = 10 m/s², mA = mB = 2 kg, F = 36 N e µ = 0,1. Determine a açeleração do
conjunto e a tração no fio.

F
A

RESOLUÇÃO

1. Determine a força Peso dos blocos

P=m·g PA = PB = 2 · 10 = 20 N

2. Determine a reação normal do bloco A


(Plano Horizontal) n = 20 N

3. Determine a força de atrito

Fat = 0,1 · 20 = 2 N

4. Represente as forças na direção do movimento

Movimento

F T
A
fat
T

PB

5. Utilize a 2ª lei de Newton para cada bloco e resolva o sistema

FRA = MA · α FRB = MB · α
36 - T - 2 = 2 α T - 20 = 2 α

T = 28 N

MODELO 6
Dado, que na figura abaixo, g = 10 m/s², MA = 2 kg, MB = 3 kg, F = 45 N e µ =
0,5.

F
A
B
Determine a aceleração do conjunto e a força que o bloco A exerce no bloco
B.

RESOLUÇÃO

1. Determine a Força - Peso dos blocos

P=M·g PA = 20 N e PB = 30 N

2. Determine a reação normal dos blocos

(Plano Horizontal) nA = 20 N e nB = 30 N

3. Determine a força de atrito dos blocos

FATA = 0,5 · 20 = 10 N
FATB = 0,5 · 30 = 15 N

4. Represente as forças na direção do movimento

F
F f f
A
A
B
B

fatAA
A fatBB
B

5. Utilize a 2ª lei de Newton para cada bloco e resolva o sistema

BLOCO A BLOCO B

FRA = MA · α FRB = MB · α
45 - f - 10 = 2 α f - 15 = 3 α

f = 27 N

MODELO 7
Determine a aceleração do bloco da figura abaixo, sabendo - se que o corpo é
abandonado do repouso no ponto A. Dados: g = 10 m/s², m = 2 kg, µ = 0,5, sen θ =
0,6 e cos θ = 0,8.
A
q

θ
q

RESOLUÇÃO

1. Determine a Força - Peso

P=m·g P = 20 N

2. Determine .

PT = P · sen θ PT = 20 · 0,6 = 12 N

3. Determine a reação normal

n = P · cos θ n = 20 · 0,8 = 16 N

4. Determine a força de atrito

FAT = µ · n FAT = 0,5 · 16 = 8 N

5. Represente as forças e na direção do movimento

fat

Pt

θ
q

6. Aplique a 2ª lei de Newton

FR = m · α
12 - 8 = 2 α
α = 2 m/s²
MODELO 8
Determine a aceleração do bloco da figura abaixo, sabendo que o corpo é
abandonado do repouso no ponto A. Dados: g = 10 m/s², m = 2 kg, µ = 0,5, sen θ =
0,6, cos θ = 0,8 e F = 26 N

θ
q

RESOLUÇÃO

1. Determine a Força - Peso

P=m·g P = 20 N

2. Determine .

PT = P · sen θ PT = 20 · 0,6 = 12 N

3. Determine a reação normal

n = P · cos θ n = 20 · 0,8 = 16 N

4. Determine a força de atrito

FAT = µ · n FAT = 0,5 · 16 = 8 N

5. Represente as forças e na direção do movimento


F

Pt

fat
θ
q F > PT

6. Aplique a 2ª lei de Newton

FR = m · α
26 - 12 - 8 = 2 α
α = 3 m/s²

MODELO 9
Dada a figura abaixo, determine a aceleração e a tração no fio. Dados: g = 10
m/s², mA = 2 kg, mB = 3 kg, sen θ = 0,6, cos θ = 0,8 e µ = 0,5.

B
θ

RESOLUÇÃO

1. Determine a Força - Peso dos blocos A e B

P=m·g PA = 20 N e PB = 30 N

2. Determine do bloco A

PTA = PA · sen θ PTA = 20 · 0,6 = 12 N

3. Determine a reação normal

nA = PA · cos θ nA = 20 · 0,8 = 16 N
4. Determine a força de atrito no bloco A

FAT = µ · nA FAT = 0,5 · 16 = 8 N

5. Represente todas as forças que age no corpo , na direção do movimento.

T T
A
Pt B
fat
PB
θ

6. Utilize a 2ª lei de Newton

FRA = mA · α FRB = mB · α
T - 12 - 8 = 2 α 30 - T = 3 α

MODELO 10
Dada a figura

(sem atrito)
q
A

θ
q

Determine a aceleração do sistema e a tração no fio, sabendo que g = 10 m/s²,


mA = 2 kg, mB = 3 kg, sen θ = 0,6, cos θ = 0,8, µ = 0,5. Considere que só há atrito no
bloco A

RESOLUÇÃO
1. Determine a Força - Tração do bloco A

P=m·g PA = 20 N

2. Determine o valor de .

PTA = PA · sen θ PTA = 20 · 0,6 = 12 N

3. Determine a reação normal do bloco A

nA = PA · cos θ nA = 20 · 0,8 = 16 N

4. Determine a força de atrito do bloco A

FAT = µ · n FAT = 0,5 · 16 = 8 N

5. Represente todas a forças que agem no sistema, na direção do movimento

NB
T
B
T fat
PB
A
PtA

θ
q

6. Utilize a 2ª lei de Newton

NB = PB

FRA = mA · α FRB = mB · α
PTA - T - FAT = 2 α T=3α