Você está na página 1de 5

INTRODUÇÃO

O relatório foi baseado na aula teórica e prática da disciplina de eletroeletrônica que tinha como
objetivo realizar a partida direta de um motor trifásico.

Para melhor entendimento da prática, precisa-se saber o que é uma partida direta de motor trifásico.
A partida direta é o método de partida de motores na qual o motor é conectado diretamente a rede
de disjuntores que vem da rede.
A tradicional partida direta de motores elétricos trifásicos pode ser considerada como recurso ideal
quando deseja-se usufruir do desempenho máximo nominais de um motor elétrico trifásico.
Umas das características que devem ser aproveitadas é o torque de partida (uma das principais
características do motor elétrico).
No entanto, este sistema de partida é recomendado para motores que possuam no máximo 7,5/10cv de
potência.

Teoria - Acionamento direto de um motor trifásico

A teoria do acionamento do motor trifásico foi realizado no laboratório de informática por meio do
programa CADe SIMU. Foi esse software eletrotécnico que nos auxiliou na criação do diagrama dos
comandos elétricos do acionamento do motor trifásico (fig. 2.1). Podemos dividir o diagrama em dois:
Diagrama de comando e diagrama de força.

Diagrama de Força Diagrama de comando


O diagrama de força representa a forma de alimentação do motor à fonte de energia. Já o diagrama de
comando representa a lógica de operação do motor ou a parte que comanda o acionamento ou parada
do motor.
Nomenclatura:
Símbolo Elementos
s
-K Rede de alimentação
-Q Contator
K Bobina do Contator e Contator
f Relé térmico
-M Motor trifásico
f1 Fusível
S0 Botão Desliga
S1 Botão Liga

Prática - Acionamento direto de um motor trifásico

A prática do acionamento do motor trifásico foi realizada no laboratório de elétrica por meio dos
matérias e equipamentos corretos para a realização desse trabalho.
Para realizar a montagem do circuito completo utilizamos nosso diagrama de acionamento do motor
trifásico como auxiliador na hora da montagem dos circuitos.
Montagem dos diagramas
Circuito de força:
O motor usado no laboratório fornecia a opção de 6 terminais e foi utilizado o fechamento em estrela
(fig. 3.2 e 3.3), pois é o mais simples de ser desenvolvido. Além do mais, esse tipo de fechamento
proporciona a maior tensão suportada.
Para realizar o fechamento estrela, interligamos os terminais entre si nesta ordem: 4-5 e 5-6.

Depois da montagem do fechamento estrela no motor, montamos o circuito de força. É sempre


aconselhável começar pelo circuito de força, porque os elementos estão ligados em série. Então ficou
mais fácil na hora da montagem do circuito completo.
Obs:
 Na hora de conectar os elementos uns aos outros, devemos sempre ficar atentos à sequência de
base que deve seguir a mesma até o final, porque se for invertida, qualquer uma delas, o motor vai
girar no sentido contrário.
 A sequência de montagem obedeceu a sequência de conexões entre os elementos do diagrama de
acionamento do motor elétrico trifásico.

o Conectamos a fonte de alimentação ao disjuntor:


 Primeiro, conectamos a fase R na primeira entrada do disjuntor;
 Conectamos a fase S na segunda entrada do disjuntor;
 E Conectamos a fase T na terceira entrada do disjuntor. O disjuntor funcionava como um
interruptor, destinado a proteger a instalação elétrica contra possíveis danos causados por curto-
circuitos e sobrecargas elétricas.
o Conectamos o disjuntor ao contactor de força:
 Primeiro, conectamos a 1° saída do disjuntor a primeira entrada do contactor de força;
 Conectamos a 2° saída do disjuntor a segunda entrada do contactor de força;
 E conectamos a 3° saída do disjuntor a terceira entrada do contactor de força . A alimentação do
motor também era controlada pelo contactor. E Esse, basicamente, era controlado pelo circuito
de comando.

Fig.

o Conectamos o contactor de força ao Relé térmico:


 Primeiro, conectamos a 1° saída do contactor a primeira entrada do Relé térmico;
 Conectamos a 2° saída do contactor a segunda entrada do Relé térmico;
 E conectamos a 3° saída do contactor a terceira entrada do Relé térmico. O Relé térmico se
encarregava de proteger o motor trifásico evitando o sobre-aquecimento por meio do
desligamento do motor antes que o limite de deterioração fosse atingido.

o Após o fechamento dos terminais, o próximo passo é conectar as fases ao motor:

Webgrafia:
(Fonte: https://www.saladaeletrica.com.br/partida-direta-de-motor-trifasico/)