Você está na página 1de 11

FACULDADE JAGÁRIUNA

PARADA DE CABEÇA E DE MÃOS


(AQUECIMENTO)

SANDRA BARBOSA 11514931

MATHEUS CAMPAGNOLI

MATHEUS GIMENES

HELOISA HELENA

JAGUARIÚNA

2016
Parada de cabeça
A parada de cabeça e uma boa transição para aprender a parada de mãos.

Segmentos
Você pode pensar no corpo como tendo três segmentos, braços e cabeça, torso, e pernas.
Para manter corretamente a Parada de cabeça, você precisa alinhar esses segmentos. Os
segmentos estão separados na cintura e nos ombros.

Base Tripé
A base da parada de cabeça e um tripé formado por sua cabeça e as duas mãos. O espaço
entre a sua cabeça e as mãos e extremamente importante! Coloque as mãos no chão na
mesma distancia dos ombros, depois a distancia da cabeça entre as mãos, a mesma
distancia que as mãos. Ira formar um triangulo equilateral (triangulo com lados iguais.)
Urso de pelúcia
O próximo passo para aprender a parada de cabeça e fazer uma parada como um urso de
pelúcia. Comece com suas pernas estendidas e sua cabeça e mãos na posição do tripé.
Passe seu peso para a cabeça e mãos (igualmente!) e depois levante os joelhos atrás dos
cotovelos. Para manter o equilíbrio, você terá que trazer sua pélvis acima do ponto
central, entre sua cabeça e mãos.

Equilíbrio grupado
O equilíbrio grupado e como o urso de pelúcia, mas os joelhos estão bem perto do peito
sem estarem descansando sobre os cotovelos. Lembre se de ter sempre a mesma
pressão nas mãos e cabeça, para que o peso seja distribuído igualmente. Da posição de
pernas grupadas, simplesmente estenda suas pernas para a posição de parada de cabeça.

Posição correta
Parada de Mãos
A parada de mãos e somente estar em pé sobre os seus pés, mas invertido para suas
mãos.

Segmentos
Você pode pensar no corpo como tendo três segmentos, braços e cabeça, torso, e pernas.
Para manter corretamente a Parada de Mãos, você precisa alinhar esses segmentos. Os
segmentos estão separados na cintura e nos ombros. Os ombros são os mais importantes
e requer muito flexibilidade.

Posição das mãos


Os pulsos e mãos vão fazer todo o trabalho enquanto estão segurando a parada de mãos.
A posição das mãos e reta embaixo da linha dos ombros, os ombros estão separados não
mais que a linha das orelhas, com as mãos ou retas para frente ou um pouco voltadas
para fora. Os dedos devem estar um pouco dobrados pra ajudar no equilíbrio como um
forte aperto. O peso do corpo deve estar distribuído no meio das palmas das mãos.
Posição da cabeça
Sua cabeça devera estar em posição natural. Olhe para o chão entre suas mãos usando os
olhos. Assim sua cabeça não desalinhara.

Posição dos Ombros


O segmento do ombro requer muita flexibilidade. Os ombros devem estar alinhados com
as mãos e alongados o máximo possível.

Posição da Pélvis e abdômen


A pélvis e abdômen apoiam o corpo e devem estar em alinhamento com os outros
segmentos.
Posição de pernas e pés
As pernas e pés não tem muita importância na habilidade de segurar a parada de mãos,
mas tem muita influencia na beleza do movimento. Pés juntos e pernas alongadas e retas
são bases para outras posições como, pernas afastadas, grupadas ou em espacatos.

Posição correta
Principais erros de execução

Parada de cabeça
Não dobre a coluna para trás! Lembre se de manter os três segmentos alinhados.

Tenha certeza de ter um bom tripé/base que forme um triangulo eqüilateral (três lados
iguais) Não se esqueça de usar os braços para ajudar a apoiar! O peso e distribuído
igualmente entre as mãos e a cabeça.
Parada de mão
Cuidado para não dobrar a coluna (selar) isso pode significar que seu abdome esta fraco,
ou levantar os ombros, o que pode significar que seus ombros estão muito tensos.
Planejamento da aula

Parte inicial (Aquecimento/brincadeira)

Pega-pega carriola

Formam-se duplas. Uma das pessoas deita de barriga no chão e a outra segura
seus dois pés.
O primeiro apoia as duas mãos no chão, levanta o corpo e sai caminhando com as
mãos no chão e os pés levantados pela sua dupla.
Depois de preparados, terão que ir atrás dos outros alunos para pega-los.
Depois de pegar alguém, a pessoa que estava de carriola está livre, e a pessoa que
estava conduzindo a carriola vira a carriola, e a pessoa que foi pega passa a ser o
condutor, seguindo assim, a brincadeira.
Pega-pega tamanduá

Um aluno como voluntário, será o pegador, mas terá que imitar um tatu, andando
com as “4 patas”
Então, em quadrupedia, o pegador sairá em busca das “presas”.
Após pegar alguma presa, o pegador se livrará e o pego, virara o pegador.
O pique nessa brincadeira, será feito da seguinte maneira: Terão que tirar os pés
do chão, fazendo parada de mãos ou de cabeça, sendo apoiado os pés no alto por
outra pessoa, então os dois ficarão salvos, não podendo ficar muito tempo nessa
posição e não podendo repetir as duplas do pique.

Desenvolvimento da aula:

Estações
 Dar pequenos impulsos com as pernas, elevando o quadril e retirando os pés do
solo.

 Em posição de tripé, elevar as pernas e manter o equilíbrio por alguns segundos


com a ajuda do professor.

 Com as pernas estendidas e cabeça e mãos na posição do tripe, passar o peso para
a cabeça e mãos (igualmente!), depois levantar os joelhos atrás dos cotovelos
(pélvis acima do ponto central, entre cabeça e mãos), tentar manter o equilíbrio
por alguns segundos.

 Apoiados com as mãos no tatame, ( sem encontar a cabeça) com a ajuda do


professor o aluno deverá elevar as pernas e mante-lás estendidas, ficando em
posição da tradicional “bananeira”, fazendo uma pequena parada no ar, assim
realizando uma parada de mãos.
 Apoiados com o antebraço e cabeça no tatame, com a ajuda do professor o aluno
deverá estender as pernas até ficar na posiçao invertida, mas com apoio do
antebraço e cabeça.

 Com os braços estendidos, o aluno deverá executar o movimento como se fosse


virar cambalhota, mas a sua frente terá um colchão de apoio onde o aluno com a
ajuda do professor, terá de empurralo com as pernas em posição de parada de
mãos, até derrubá-lo.

Interesses relacionados