Você está na página 1de 5

1

SENTIDOS SOMÁTICOS E SENTIDOS ESPECIAIS


Visão Geral da Sensibilidade e das Sensações
● Consciência da informação sensorial para o SNC – a partir das estruturas
associadas com o olfato, a gustação, a visão, a audição e o equilíbrio.
● Sentidos Especiais - olfato, a gustação, a visão, a audição e o equilíbrio
● Sentidos Gerais – sentidos somáticos (somat = corpo) e viscerais.
o Sentidos Somáticos – sensações táteis, térmicas, sensações de dor, e
proprioceptivas
o Sentidos Viscerais – informações sobre as condições internas dos
líquidos corporais e dos órgãos.
Definição de Sensibilidade e Sensação
● Sensibilidade – percepção consciente ou inconsciente das condições
externas e internas do corpo e de suas modificações
● Sensação – impressão física causada por um estímulo.
Condições Para Ocorrência de Uma Sensação:
● Ocorrer um estímulo, ou alteração no ambiente capaz e ativar certos
neurônios sensitivos.
o Estímulo em forma de luz, calor, pressão, energia mecânica ou
energia química.
● Conversão de um estímulo pelo receptor sensorial em um sinal elétrico,
que produz um ou mais impulsos nervosos – sendo suficientemente
grande.
● Impulsos nervosos conduzidos ao longo de uma via nervosa – do receptor
sensorial para o encéfalo.
● Recepção e integração dos impulsos nervosos em uma sensação em uma
região do encéfalo.
Características das Sensações
● Córtex Cerebral – local onde ocorre a integração das sensações
conscientes ou percepções
o Impulsos sensitivos chegam a regiões específicas do córtex cerebral
que interpreta a sensação como proveniente dos receptores
sensoriais estimulados
▪ Parece que vemos com os olhos, ouvimos com as orelhas e
sentimos dor em uma parte lesada do corpo.
o Um dado neurônio sensitivo conduz a informação para apenas um
tipo de sensação.
2
3

Tipos de Receptores Sensoriais


Sentidos Somáticos
● Originam-se da estimulação de receptores sensoriais na pele, túnicas
mucosas, músculos, tendões e articulações, distribuídos irregularmente.
Sensações Táteis - Tato, pressão, vibração, prurido e cócegas.
● Tato – resultam da estimulação dos receptores táteis na pele ou na tela.
Subcutânea
o Corpúsculos do tato ou corpúsculos de Meissner – localizados nas
papilas da derme da pele desprovida de pêlos.
▪ São abundantes nas mãos e nos pés, pálpebras, ápice da
língua, lábios, papilas mamárias (mamilos), clitóris e na
glande do pênis.
o Terminações nervosas no folículo piloso – localizam-se em torno do
folículo piloso, na pele que contém pêlos.
▪ Detectam os movimentos na superfície da pele que perturba os
pêlos.
● Pressão – sensação sustentada sentida sobre uma área maior do que o
tato.
o Corpúsculos do tato, os mecanorreceptores tipo I e os corpúculos
lamelados.(ou corpúsculos de Vater-Pacini)
▪ Distribuídos na derme e na tela subcutânea; nos tecidos que
revestem as túnicas mucosas e serosa; em torno das
articulações, tendões e músculos; no periósteo; nas glândulas
mamárias, órgãos genitais externos e certas vísceras (pâncreas
e a bexiga urinária)
● Vibração – sinais sensoriais de repetição rápida dos receptores táteis.
o Corpúsculos do tato e os corpúsculos lamelados.
▪ Corpúsculos de tato podem detectar as vibrações de
freqüência mais baixa.
▪ Corpúsculos lamelados detectam as vibrações de freqüência
mais alta.
● Prurido
o Estimulação por certas substâncias químicas, como a bradicinina,
como conseqüência de uma resposta inflamatória local.
● Cócegas – surgem tipicamente apenas quando alguém o toca, não quando
a pessoa se toca.
4

Sensações Térmicas
● Os termorreceptores são terminações nervosas livres.
● Sensação térmicas distintas – calor e frio
o Mediados por receptores distintos
o Ativação receptores frio localizados na epiderme – 10 – 40 C.
o Ativação receptores quente localizados na derme – 32 – 48 C.
o Temperaturas abaixo de 10 e acima de 48 C – estimulam
principalmente os nociceptores (sensação de dor).
Sensação de Dor
● Nociceptores (noci- = nocivo) – receptores sensoriais de dor.
o Encontrados em praticamente todos os tecidos do corpo, exceto
encéfalo, e respondem a vários tipos de estímulos
o Produção da sensação de dor:
▪ A estimulação excessiva dos receptores sensoriais, a distensão
excessiva de uma estrutura, as contrações musculares
prolongadas, o fluxo sangüíneo inadequado para um órgão ou
a presença de certas substâncias químicas, podem produzir a
sensação de dor.
Sensações Proprioceptivas
● Informam, consciente e inconscientemente, o grau de contração dos
músculos, a tensão presente nos tendões, a posição das articulações e a
orientação da cabeça.
o Cinestesia (​kin​-=movimento; -​esthesia = percepção) – percepção
dos movimentos corporais – permite caminhar, digitar ou vestir sem
usar os olhos
o Sensações proprioceptivas
▪ Estimar o peso de objetos
▪ Determinar a quantidade de esforço para realizar uma tarefa.
o Localização dos Proprioceptores
▪ Nos músculos esqueléticos (fusos musculares)
▪ Nos tendões (fusos neurotendinosos ou órgão tendinosos de
Golgi)
▪ Nas articulações sinoviais e em torno delas (receptores
cinestésicos articulares)
▪ Na orelha interna (células ciliadas)
5

Sentidos Especiais
Olfação: Sentido do Olfato
● O nariz contém de 10 milhões a 100 milhões de receptores para o sentido
do olfato (olfactu= cheirar)
o A olfação é o exercício do olfato, a ação de cheirar.
● Receptores Olfatórios individuais respondem a centenas de moléculas
odoríferas diferentes ↘ produzem sinais elétricos ↘ desencadeiam um ou
mais impulsos nervosos.
Gustação: Sentido do Gosto
● Órgãos das sensações gustativas: papilas veladas da língua
● Gosto ou gustação (​gustu​ = gosto, sabor)
o Cinco sabores primários – ácido, doce, amargo, salgado e ​umami
(picante)
o Receptores localizados nos calículos gustatórios (botões gustativos)
o Substâncias para serem saboreadas devem estar dissolvidas na
saliva.
Visão
● Órgãos da visão ↘ olho e órgãos acessórios; vias ópticas e centros ópticos
encefálicos.
● Primeira etapa da visão ↘ absorção dos raios luminosos dos
fotorreceptores
Audição e Equilíbrio (órgão estato-acústico ou vestíbulococlear)
● Orelhas externa, média e interna.
● Equilíbrio Estático – orientação do corpo em relação à força da
gravidade.
● Equilíbrio Dinâmico – manutenção da posição do corpo em resposta à
rotação, aceleração e desaceleração.
Referência:
DANGELO, J. G. FATTINI, C. A. Anatomia Humana Sistêmica e Segmentar. 3ª Ed. São Paulo: Editora
Atheneu, 2007.
TORTORA, G. J. GRABOWSKU, S. R.. Corpo Humano: fundamentos de anatomia e fisiologia. 6ª Ed.
Porto Alegre: Artmed, 2006.

Você também pode gostar