Você está na página 1de 27

CANCIONEIRO

1. I Crônicas 29.11-13 – Chefe sobre todos

Tua, Senhor, é a grandeza e o poder


A honra, a vitória e a majestade
Porque Teu é tudo quanto há nos céus e na terra
Teu, Senhor, é o reino, e Tu te exaltaste
Por chefe sobre todos

Riquezas e glórias vêm de Ti


Tu dominas sobre tudo
Na Tua mão há força e poder
Contigo está o engrandecer e a tudo dar força

Agora, pois, ó nosso Deus


Graças te damos e louvamos
O Teu grandioso nome (2X)

2. Daniel 2.20-23 – Seja bendito o nome de Deus


Seja bendito o nome de Deus para sempre (2X)
Porque dele é a sabedoria e a força (2X)

 
 Ele muda o tempo e as horas
Remove reis, estabelece reis, o Senhor

 
 Ele dá sabedoria aos sábios e entendidos (2X)
Conhece o mais profundo e escondido (2X)

 
 Conhece o que está em trevas
Com ele habita toda a luz, o Senhor

 
 Ó Deus de meus pais eu te louvo
Ó Deus de meus pais te celebro
Porque tu me deste sabedoria e força (2X)
3. Salmo 1 – Bem-aventurado o justo
Bem aventurado aquele
Que não anda segundo o conselho dos ímpios
Não se detém no caminho dos pecadores,
Nem se assenta na roda dos escarnecedores
 
 
 Antes tem o seu prazer na lei do
Senhor
E na sua lei medita dia e noite.
Ele será como árvore plantada
Junto a ribeiros de águas.
 
 A qual da o seu fruto na estação apropriada
E cujas folhas não caem
E tudo quanto fizer prosperará (2x)

4. Salmo 42 – Como suspira a corça


Como suspira a corça pelas correntes das águas
 Como suspira a corça pelas correntes
das águas
Coro

 Assim por ti, Ó Deus, suspira minh’alma
Assim por ti, Ó Deus, suspira minh’alma

 A minha alma tem sede
Sede de Deus do Deus vivo
A minha alma tem sede
Sede de Deus do Deus vivo

5. Salmo 10 [Sossegai]
Por que, Senhor, ficas longe
Te escondes na provação?
Os ímpios com grande arrogância
Ao pobre vêm perseguir
Nas próprias tramas que urdiram
Presas, pois, venham ser
Pois se vangloria o perverso
Da sua cobiça vil
Blasfema o avarento contra o Senhor

 E o maldiz, E o maldiz
Não investiga o perverso, pois
Que Deus não existe, é seu cogitar
Tem sempre os caminhos a prosperar
Estão muito longe os juízos teus
E zomba dos oponentes seus
Pois, pra si diz assim:
Abalos nunca jamais terei nas gerações

 Tem ele cheia a sua boca
De enganos e maldição
Insulto debaixo da língua
Pecado e transgressão
Monta tocaia nas vilas
A fim de espreitar
Trucida inocentes no ermo
Qual fera a emboscar
Na rede o pobre já enlaçou
E o prendeu e o prendeu
Baixa e se arrasta, e em seu poder
Caíram aflitos...Diz ele a pensar:
Não lembro o Senhor, nem jamais verá
O rosto virou e logo esqueceu
Levanta ó Deus ergue a tua mão

Ó Senhor, Ó Senhor
Dos pobres não venhas te esquecer
Ó meu Senhor

 
 Por que razão fica o ímpio
Desprezando ao Senhor
Pensando que Deus não se importa?
Mas tens visto, ó Senhor
Ao sofrimento atentas
Para os tomar nas mãos
A Ti se entrega o pobre
Do órfão és Defensor

Quebranta o braço do homem mau,


transgressor, transgressor
Sonda-lhes toda maldade até
Não mais encontrar
Rei eterno é o Senhor
Da terra de Deus somem-se as nações
Dos mansos Tu tens escutado a voz
E firmarás os seus corações
Seu clamor ouvirás
E assim ninguém lhes trará terror
Pois justo és

6. Salmo 16 [Tu és fiel Senhor]


Guarda-me, ó Deus,
pois em Ti eu me abrigo
Minh’alma diz que Tu és meu Senhor
Além de Ti outro bem eu não tenho
E nos teus santos está meu prazer
Há muitas punições, penalidades mil
Pra quem por deuses trocar o Senhor
Jamais darei sacrifício a tais deuses
A quem meus lábios não pronunciarão

 
 És minha taça,
Senhor, minha herança
Da minha sorte o arrimo Tu és
Tenho divisas em áreas amenas
Minha herança é formosa e sem par
Bendigo o meu Senhor,
Que a mim conselhos traz
E à noite o coração vem me ensinar
Tenho o Senhor
Sempre à minha presença
Ele à direita, abalado não sou

 
 Meu coração bem alegre exulta
Meu corpo a salvo repouso terá
Minh’alma não deixarás no abismo
Nem o teu Santo provar corrupção
Tu me farás saber por onde devo andar
Sim, o caminho da vida enxergar
Há pleno gozo na tua presença
Na tua destra delícias sem fim
7. Salmo 32 – Enquanto calei meus pecados
Enquanto eu calei o meu pecado
Envelheci, eu sei, de tão cansado
Coro
 
 Porque a tua mão pesava sobre mim
E o meu vigor chegou ao fim.
O meu pecado, então, eu não mais ocultei
Do meu Senhor e Rei
 
 Assim eu confessei o meu pecado
E pelo sangue de Jesus eu fui lavado

Coro

8. Salmo 48 – Grande é o Senhor


Grande é o Senhor e mui digno de louvor
Na cidade do nosso, Deus Seu Santo monte
Alegria de toda terra

 
 Grande é o Senhor em quem nós temos a vitória
E que nos ajuda contra o inimigo
Por isso diante Dele nos prostramos

 Queremos o Teu nome engrandecer
E agradecer-Te por Tua obra em nossas vidas
Confiamos em Teu infinito amor
Pois só Tu és o Deus eterno
Sobre toda terra e céus

9. Salmo 68 – Tu és soberano
Tu és soberano sobre a terra
Sobre os céus tu és senhor absoluto
Tudo que existe e acontece
Tu o sabes muito bem tu és tremendo

 E apesar dessa glória que tens
Tu te importas comigo também
E este amor tão grande eleva-me
Amarra-me a ti tu és tremendo

10. Salmo 70 [Somente Cristo]


Praza-te, ó Deus, em me livrar
Sê pressuroso em me acudir
Tenha vergonha e confusão
Quem minha vida quer tirar
Envergonhado, volte atrás
Quem se compraz no meu sofrer
Vergonha os faça recuar
Pois eles zombam do meu mal

 
 Quem te procura, ó Senhor,
Folgue e jubile sempre em Ti
“Magnificado seja Deus”,
Diga quem ama a salvação
Necessitado e pobre sou
Ó Deus te apressa em me valer
Amparo meu, Libertado
Não te detenhas, ó Senhor

11. Salmo 78 – O que ouvimos


Coro

O que ouvimos e aprendemos


O que nos contaram nossos pais
Não encobriremos aos nossos filhos
Contaremos às vindouras gerações
Os louvores do Senhor, o Seu poder
E as maravilhas que fez

Como nos tirou das trevas para a luz


E nos deu preciosas bençãos por Jesus
Deu sentido a nossas vidas, e paz
Coro

Como Seu amor por nós é tão real


Carinhoso é Seu cuidado paternal
Pois sustenta nossa vida em paz

12. Salmo 96 – Cantai ao Senhor
Cantai ao Senhor um cântico novo
Cantai ao Senhor todas as terras
Cantai ao Senhor, bendizei o seu nome
Proclamai a sua Salvação

Anunciai entre as nações a sua glória


E entre todos os povos as suas maravilhas
Porque grande é o Senhor
E mui digno de ser louvado
Mais temível do que falsos deuses

Glória e majestade estão diante dele


Força e formosura no seu santuário (2x)

13. Salmo 106 – Rendei graças ao Senhor


Rendei graças ao Senhor porque Ele é bom
Rendei graças ao Senhor porque Ele é bom
Porque a sua misericórdia dura para sempre
Rendei graças ao Senhor
Porque a sua misericórdia dura para sempre
Rendei graças ao Senhor


 Rendei graças ao Deus dos deuses porque Ele é


bom
Rendei graças ao Deus dos deuses porque Ele é
bom
Porque a sua misericórdia dura para sempre
Rendei graças ao Senhor
Porque a sua misericórdia dura para sempre
Rendei graças ao Senhor
14. Salmo 115 – Não a nós, Senhor
Coro
Não a nós Senhor
Não a nós Senhor
Mas ao Teu nome dá glória
Por amor da Tua misericórdia
E da Tua fidelidade. (2X)

Por que perguntam as nações:


Onde está vosso Deus?
No céu está nosso Deus
E tudo faz como lhe agrada

Coro
 
 Por que confiam as nações:


Em ouro, prata e riquezas?
E se afastam do Senhor
Que é fonte de todas as bençãos?

Coro

15. Salmo 117 [Vós criaturas de Deus Pai]


Ao Senhor Deus rendei louvor
Todos os povos, adorai
Dai louvores, ó gentios!
Porque mui grande é o Seu favor
Sua misericórdia em nós
Do Senhor fidelidade
Para sempre permanece! Aleluia!
16. Mateus 6.33 – Buscai Primeiro
Buscai Primeiro o Reino de Deus e a Sua Justiça
E as demais coisas vos serão acrescentadas
Aleluia, Aleluia

 Coro

 Aleluia, Aleluia
Aleluia, Aleluia
Aleluia
 
 Não só de pão o homem viverá
Mas de toda a Palavra
Que procede da boca de Deus
Aleluia, Aleluia
Coro

17. João 14.21 – Aquele que me ama


Aquele que tem os meus mandamentos
E os guarda
Esse é o que me ama (2X)
 
 E aquele que me ama será amado por me Pai
E eu também o amarei e me manifestarei a ele

18. Romanos 8.35-39 – Quem nos separará do amor de Cristo?


Quem nos separará do amor de Cristo?
Será tribulação, angústia ou perseguição
Fome ou nudez, perigo ou espada? (2X)

 Porque estou bem certo
De que nem a morte nem vida
Nem anjos nem principados
Nem coisas do presente, Nem do porvir
Nem poderes, nem alturas
Nem profundidade
Nem qualquer outra criatura
Poderá nos separar do amor de Deus
Que está em Jesus Cristo
Nosso Senhor, que está em Jesus Cristo

Nada, nada Poderá nos separar


Nada, nada Poderá nos separar
Do amor de Deus, Que está em Jesus Cristo
Nosso Senhor, que está em Jesus Cristo
19. Romanos 10.4 – O fim da Lei é Cristo
Porque o fim da lei é Cristo
Pra justiça de todo que crê
A justiça que é pela fé
No filho de Deus
A quem Deus ressuscitou
Para nossa justificação
Aleluia, Grande salvação!
20. Romanos 11.33-36 – Profundidade do ser de Deus
Ó profundidade da riqueza
E da sabedoria e conhecimento de Deus
Quão insondáveis seus juízos
Inescrutáveis seus caminhos
Quem conheceu a mente do nosso Senhor?

 Quem primeiro deu a Ele e depois recebeu?
Porque Dele, por Ele, pra Ele são todas as coisas
 
 Glória sejam dadas, pois a Ele
eternamente
Amém!
Glorias sejam dadas, pois a ele eternamente
Amém!

21. I Timóteo 3.16 – Aquele que foi manifestado


Aquele que foi manifestado na carne
Foi justificado em Espírito
Contemplado por anjos
Pregado entre os gentios
Crido no mundo, recebido na glória
Recebido na glória
Na glória! Na glória! Na glória!
Recebido na glória!

22. I João 1.9 – Se confessarmos


Se confessarmos os nossos pecados
Ele é fiel e justo
Para nos perdoar os pecados
E nos purificar
De toda injustiça

23. Judas 24,25 – Majestade e Glória


Ao Deus que nos guarda de tropeçar
Para nos apresentar puros
Diante da sua glória
 (2X)
 
 Ao único Deus, salvador
Por meio de Cristo, o Senhor
 
 Majestade e glória
Poder e reino
Antes e agora
E para todo o sempre
 (2X)
24. Apocalipse 5.13 – Ao que está assentado
Ao que está sentado
No Trono e ao Cordeiro
Seja o louvor
E a honra, e a glória e o domínio
Pelos séculos dos séculos
Amém
25. Apocalipse 15.3,4 – Grandes são as tuas obras
Grandes são as tuas obras
SENHOR, Todo-poderoso
Justos e verdadeiros são os seus caminhos

Coro
 
 Ó Rei das nações quem não temerá?


Quem não glorificará teu nome?
Ó Rei das nações quem não te louvará?
Pois só teu nome é santo

Todas as nações virão


E adorarão diante de ti
Pois os teus atos de justiça
Se fizeram manifestos

26. Maravilhosa Graça

Maravilhosa graça! Maior que o meu pecar


Como poder contá-la? Como hei de começar?
Pois alivia a minha alma e vivo em toda calma
Pela maravilhosa graça de Jesus

Coro
Graça quão maravilhosa, graça de Jesus
Alta como o firmamento, alta e é sem fim
É maravilhosa, é tão grandiosa
É suficiente para mim
É maior que a minha vida inútil
É maior que o meu pecado vil
O nome de Jesus engrandecei e glória lhe daí

Maravilhosa graça! Traz vida perenal


Por ela perdoado, vou a mansão real
Ela abranda o meu fardo, gozo de Deus, o agrado
Pela maravilhosa graça de Jesus
Maravilhosa graça! Quão ricas bênçãos traz!
O seu poder transforma o pecador falaz
Estou salvo com a verdade por toda eternidade
Pela maravilhosa graça de Jesus

27. Salmo 15b

Quem vai morar, Senhor, no teu santo templo?


Quem há de residir no teu monte, ó Deus?
Quem vive em retidão, tem justo proceder
Só a verdade diz no seu coração
Não vive a difamar, não faz mal a outrem
Ao seu vizinho não quer injuriar
Despreza o homem vil
Honra ao que teme a Deus
Jura com perda, até, mas não volta atrás
O seu dinheiro não cede com usura
Suborno algum jamais pensa receber
Para incriminar quem inocente é
Quem assim proceder, não se abalará

28. Salmo 2 (Genebra)

Por que se amotinam as nações


Pensam os povos sempre em vaidade?
Os reis da terra tomam posições
E os governantes buscam unidade
Contra o Senhor e contra o Seu Ungido
Dizendo: ”Os laços seus vamos romper
Suas algemas lançaremos fora
Deles queremos nós nos desfazer”

Porém aquele que nos céus está


Põe-se a rir o Senhor zomba deles
Na sua ira há de lhes falar
No seu furor os deixará turbados:
Constitui meu rei, o meu Ungido
Sobre o meu santo monte de Sião
Proclamarei do Senhor seu decreto:
Disse: “És meu Filho, hoje te gerei”

Pede a mim, e herdarás nações


E os fins da terra como tua posse
Com teu bastão de ferro as quebrarás
Qual vaso do oleiro despedaçarás
Agora pois ó reis sede prudentes
Deixai-vos ó juízes exortar
Prestai a Deus serviço com temor
E alegrai-vos nele com tremor

Beijai o Filho, Ungido do Senhor


Para que sua ira não se acenda
E no caminho ainda pereçais
Quando em breve seu furor se levantar
São todos nEle bem-aventurados
Todo que nele se refugiar
São todos nEle bem-aventurados
Todo que nele se refugiar

29. Só Em Jesus Confiarei

Só em Jesus confiarei
És minha força, luz, canção
Pedra angular que me sustém
na tempestade ou sequidão
Quão grande amor, profunda paz
Em meio a dor em horas más
Consolador és tudo em mim
Firmado estou em teu amor

Só em Jesus, que se encarnou


Poder de Deus num frágil ser
Foi desprezado pelos seus
Mas se agradou, por mim, morrer
E lá na cruz, o próprio Deus
A sua ira satisfez
O meu pecado suportou Vivo na morte dele estou

Foi sepultada a nossa luz


Tragada pela escuridão
Mas no terceiro dia, então
Ressuscitou o meu Jesus
Grande vitória conquistou
Do vil pecado me livrou
Então sou dele e ele é meu
Pelo seu sangue que verteu

Não há mais culpa e nem pavor


Esse é o poder de Cristo em mim
Jesus comanda o meu viver
Desde o início até o fim
Nenhuma força poderá
De sua mão me arrancar
Até com ele me encontrar
No seu poder eu viverei

30. Salmo 19

Os céus proclamam sua glória


E o firmamento anuncia
Que tudo fez o Senhor
Que tudo vem do Senhor
O dia revela outro dia
A noite traz conhecimento
Que tudo fez o Senhor
Que tudo vem do Senhor

Cantarei ao Senhor
Reinará para sempre
Bendirei ao Senhor
Que é fiel

A lei que tu nos revelaste


Perfeita e restaura a alma
Pois justo é o Senhor
E Santo é o Senhor
As palavras dos meus lábios
E o meditar do coração
Agradem a ti Senhor
Agradem a ti Senhor

31. Salmo 40
Esperei confiantemente no Senhor
E Ele se inclinou para mim
E me ouviu quando clamei por socorro
E me ouviu quando clamei por socorro

Coro
E me pôs nos lábios uma nova canção
Um hino de louvor ao nosso Deus
Muitos verão essas coisas com temor
E confiarão no Senhor
Tirou-me de um poço de lama e perdição
Colocou-me os pés sobre a rocha
E me firmou os passos, e me firmou os passos

Coro

32. Eis o cordeiro assentado em seu trono

Eis o cordeiro assentado em seu trono


Que coisas novas nos acrescentou
São tuas palavras a fonte de vida
Palavra fiel do Senhor

Ele é quem julga os povos da terra


O alfa e o ômega, princípio e o fim
Ele é a fonte que jorra água viva
Ele é o Senhor nosso Deus

Quanto aos covardes e descrentes também


Todo o impuro e assassino cruel
Serão lançados no lago de fogo
E condenados estão

Mas todo aquele que te confessar


Darás da fonte que jorra da cruz
Todo o teu povo diante de ti
Teu nome, então, louvarão

Aleluia! Santo Cordeiro, o Salvador


Aleluia! O Reis dos reis, nosso Deus
33. Eis o Cordeiro
Eis o Cordeiro que por nós sofreu e morreu
Nossos pecados são perdoados em Jesus
Se pela fé o receber
Coro

E então a compartilhar
Deste pão que a vida traz
E o Seu sangue, nossa redenção
Ele é o Cordeiro de Deus

Eis o Cordeiro nosso redentor, o SENHOR


E nos lembramos a sua morte fez nos reviver
Pela cruz do Salvador
Coro

Eis o Cordeiro Santificador, o SENHOR


Purificados, fomos lavados pelo sangue de Jesus
O Redentor
Coro

Eis o Cordeiro, Soberano Rei, O SENHOR


E esperamos a vida eterna triunfar com o
SENHOR, o Rei Jesus
34. Salmo 12

Em tuas mãos minha vida está


Sei o quão pobre eu sou
Pois só em ti eu irei confiar
O teu socorro, tu podes me dar

Já não há homens que sejam fiéis


A tua verdade, cumprir
Pois com a língua professam mentiras
E do teu nome, injúrias Ó Senhor

Necessitado e pobre que estou


Por ti, Ó Deus, suspirar
Pois todo aquele que a ti confessar
A tua graça irão alcançar

Também tu julgas o meu coração


De ti não posso esconder
Meus pensamentos, tu podes sondar
Com tua justiça, Ó vens visitar

Tua Palavra triunfa Senhor


Sobre a Terra e os céus
E os teus filhos também livrarás
Na Tua verdade nos faz repousar
Amém

35. Salmo 61

Minha oração atende Ó Deus


Ouve Ó Pai, meu suplicar
Dos fins da terra clamo a ti
Com abatido coração
Leva-me à Rocha, Ó Senhor
Que é bem mais alta do que eu
Pois torre forte és para mim
Refúgio contra o homem mau

No templo sempre assista eu


Sob tuas asas firme estou
No esconderijo protetor
Pois escutaste os votos meus
Me a deste herança dos que têm
Temor ao nome teu, Senhor
E longo tempo dás ao Rei
Seus anos duram gerações

Que permaneça diante de Deus


Para sempre o nosso rei
Tua verdade e teu favor
Seu reino possam revelar
Assim teu nome louvarei
Com Salmos sempre cantarei
E dia-a-dia cumprirei
Os votos feitos ao Senhor

36. João 1.14 – O verbo virou gente


O verbo virou gente
E habitou entre nós
Cheio de graça
E de verdade
E vimos sua glória, como a do Pai
E vimos sua glória, glória do Pai

37. Salmo 84

Quão amáveis são os teus tabernáculos
 Senhor dos exércitos
 A minha alma suspira
e desfalece
 Pelos teus átrios
Coro
 
 O pardal encontro casa 
 E a andorinha, ninho para si 
 Eu encontrei
teus altares, Senhor 
 Rei meu e Deus meu
 Eu encontrei teus altares
Senhor 
 Rei meu e Deus meu
 
 Bem aventurados aqueles que habitam
 Em Tua
casa
 Pois um só dia, Senhor Nos Teus átrios
 Vale mais que mil
 
 Coro

 Pois o Senhor é sol e escudo
 Dá graça e glória
 Não negará bem algum aos que
vivem
 Corretamente
Coro
38. Salmo 139

Senhor tu me sondas, sabes de mim


Conheces meu sentar, meu levantar
E de longe sondas meu pensar
Estudas meu andar e o meu deitar

Sabes meus caminhos, meu falar


Antes da palavra pronunciar
Tu me cercas por completo e pões
Sobre mim a tua mão, Senhor

Tal conhecimento é demais


Elevado a mim
É maravilhoso e além
Do entendimento

Como me ausentar da face de Deus


Ou do teu Santo Espírito fugir?
Se subir aos céus tu lá estás
Se me deitar no abismo estás também
Se eu tomar as asas da manhã
Nos confins dos mares me deter
Inda lá tua mão me guiará
Tua destra me sustentará

Se eu disser que as trevas então


Hão de me encobrir
Ao redor de mim toda luz
Há de ser escura

Nem as trevas são escuras a ti


Trevas e luz tu julgas como iguais
Pois formaste o meu interior
Tu me teceste dentro em minha mãe
Com assombro me formaste então
Graças renderei a ti, Senhor
Tuas obras admiráveis são
E minh’alma sabe muito bem

E os meus ossos viste, Senhor


Quando oculto fui
Feito, entretecido tal qual
Como em profundezas

Tu me viste informe ainda, Senhor


E no teu livro escrito meu viver
Tu determinaste os dias meus
Sem que houvesse pelo menos um

Ó que preciosos para mim


São teus pensamentos, Ó Senhor
Como é grande a soma! Se contar
Como grãos de areia não têm fim

Ó que desses cabo, Senhor


Do perverso e mau
Apartai-vos todos de mim
Homens sanguinários

Eles contra ti rebeldes estão


Falam malícia, inimigos teus
Não odeio eu quem odeia a ti?
Não abomino os que são contra ti?

Ódio consumado tenho sim


São, de fato, inimigos meus
Sonda-me, Ó Deus, meu coração
Prova-me, conhece o meu pensar

Vê se há em mim, Ó Senhor
Um caminho mau
Dá-me direção, Ó meu Deus
No caminho eterno
39. Salmo 37

Senhor é força e salvação


Refúgio na tribulação
Os meus passos firmará
Pela mão me guiará, Ó Senhor

Justo e santo é o Senhor


O ímpio perecerá
Como a relva murchará
Seu caminho findará, Ó Senhor

Somente em ti, Senhor


Em ti confiarei
Espero em ti, Senhor
Em ti descansarei
Não me desamparará
Nem ao mal me entregará
Jesus

Em ti eu me alegrarei
Louvores eu te renderei
Como a luz sempre a brilhar
Tua justiça triunfará, Ó Senhor

Somente em ti, Senhor


Em ti confiarei
Espero em ti, Senhor
Em ti descansarei
Não me desamparará
Nem ao mal me entregará
Jesus
40. Fale Ó Deus

Fale, Ó Deus
Venha dar a nós o alimento, tua Palavra
Vem plantar tua verdade
Em todo o meu ser, para sempre

Seja Cristo a luz a brilhar em nós


Com amor e fé seja o nosso viver
Fale, Ó Deus
A cumprir em nós teus propósitos
Pra tua glória

Vem, Senhor
Nos ensina a te obedecer com humildade
Vem sondar nossos corações
Do esplendor da tua pureza

Seja os nossos olhos a contemplar


O amor de Cristo manifestar
Contra toda descrença
Prevalecerá tua verdade

Nossas mentes
Vem renovar, pra compreender os teu planos
Desde o início dos tempos
Revelada está tua verdade

Recebidas tuas promessas


Pela fé e graça em Cristo Jesus
Fale, Ó Deus
Vem edificar
Tua igreja pra tua glória
41. Meu Deus, confio em ti

Misteriosos feitos são


As obras do meu Deus
Caminha sobre o temporal
O vento e o mar são seus
Está oculto a trabalhar
Mui hábil, sem falhar
Os seus desígnios faz valer
Quão grande é o seu poder

Meu Deus, confio em ti


Meu Deus, confio em ti

Ó crentes que temeis a Deus


Só nele confiai
Por trás das nuvens negras vem
O amor do vosso Pai
Não julgues pelo teu sentir
Sua graça há de suster
Por trás do seu penoso agir
Sua face podes ver

Coro

Meu Deus, confio em ti


Meu Deus, confio em ti
Se eu chorar, me entristecer
Em tua paz continuarei
Confio em ti

Propósitos vão se mostrar


Em todo acontecer
Sementes podem amargar
Pra doce fruto ser
O homem cego há de errar
Juízo vão é seu
Só Deus lhe pode interpretar
A história que escreveu

Coro
42. Salmo 46

Refúgio e fortaleza é Deus, presente em socorrer


Nas horas de tribulação não temos que temer
Ainda que a terra toda venha a transtornar
Ou que os montes se abalem no seio do mar

Ainda que as águas venham a tumultuar


Também os montes estremeçam com fúria total
Um rio a cidade do Senhor vem alegrar
O santuário das moradas do mais alto Ser

E no seu meio Deus está, jamais se abalará


Ajuda, pois, Deus lhe trará desde o amanhecer
Os reinos podem se abalar
Nações, também,bramar
A sua voz Deus levantou e a terra derreteu

O Senhor dos exércitos está conosco aqui


Refúgio nosso Ele é, o Deus de lsrael
Ó! Vinde contemplai as obras do Senhor Javé:
Que assolações efetuou na terra o nosso Deus!

Põe termo à guerra até os confins do mundo


O nosso Deus
O arco Ele quebra, e a lança despedaçará
Os carros todos Deus fará no fogo incendiar
Põe termo à guerra até os confins do mundo
O nosso Deus!

Aquietai-vos e sabei que Eu sou o vosso Deus


Sou exaltado entre as nações;
Na terra, grande eu sou.
O Senhor dos exércitos está conosco aqui
Refúgio nosso Ele é, o Deus de lsrael.

Interesses relacionados