Você está na página 1de 30

0-4 agosto 2013

A Noiva
de
Cristo
A Bíblia usou várias figuras de
para ilustrar o significado igreja.

Cada figura enfatiza


um aspecto especial.
A igreja é apresentada como
um reino para enfatizar o seu
governo e domínio;

como um corpo, para


reforçar a sua unidade.

Neste estudo veremos que a igreja


é como a noiva de Cristo.
Várias lições
Várias ficam claras
passagens quando
ensinam esse vemos a
conceito, e igreja
analisaremos através
cada uma delas. dessa figura.
OS PASSOS PARA
SE CASAR
COM CRISTO
Quando consideramos a igreja
como um reino, ao nos
tornarmos cristãos, nos
tornamos cidadãos do reino de
Deus.
A Família de Deus

Quando olhamos a igreja como


uma família, pensamos no novo
nascimento.
De modo
semelhante, quando
pensamos na igreja
como uma noiva,
pensamos no
processo pelo qual
nos casamos com
Cristo.
A analogia entre um
casamento literal e o
casamento da igreja
com Cristo é marcante.

O convertido
precisa
primeiramente
crer em
Jesus.
A seguir, ele
precisa confessar
sua fé em Jesus.
Daí vem o ato do batismo no
nome do Pai, do Filho e do
Espírito Santo.

O batismo pode ser comparado


com a cerimônia que une um
homem e uma mulher tornando-
os um.
O “casamento” do novo cristão
com o Senhor não se consuma sem
o batismo (Marcos 16:16).

“Quem crer e for batizado


será salvo; quem, porém,
não crer será condenado”
A fé sozinha não
une os dois em
matrimônio.

Uma confissão não


torna o casamento
consumado; é
preciso se realizar
a cerimônia.
NENHUM
OUTRO
COMPANHEIRO

Uma segunda verdade é


ensinada em Romanos 7:1–6.
Ora, a mulher casada está ligada pela lei ao
marido, enquanto ele vive; mas, se o mesmo
morrer, desobrigada ficará da lei conjugal.
De sorte que será considerada adúltera se,
vivendo ainda o marido, unir-se com outro
homem; porém, se morrer o marido, estará
livre da lei e não será adúltera se contrair
novas núpcias. Assim, meus irmãos, também
vós morrestes relativamente à lei, por meio
do corpo de Cristo, para pertencerdes a
outro, a saber, aquele que ressuscitou dentre
os mortos,...Agora, porém, libertados da lei,
estamos mortos para aquilo a que estávamos
sujeitos, de modo que servimos em novidade
de espírito e não na caducidade da letra.
Paulo insistiu em
que um convertido
precisa
necessariamente
apartar-se de seu
antigo companheiro
antes de se casar
com Cristo.

Ele deixa claro nessa


passagem que o
antigo companheiro
era a lei de Moisés.
A morte de Cristo
nos libertou dela.
Mas, antes que viesse a fé, estávamos
sob a tutela da lei e nela encerrados,
para essa fé que, de futuro, haveria de
revelar-se. De maneira que a lei nos
serviu de aio para nos conduzir a
Cristo, a fim de que fôssemos
justificados por fé. Gálatas 3:23, 24

tendo cancelado o escrito de dívida,


que era contra nós e que constava de
ordenanças, o qual nos era prejudicial,
removeu-o inteiramente, encravando-o
na cruz; Colossenses 2:14
então, acrescentou: Eis aqui estou
para fazer, ó Deus, a tua vontade.
Remove o primeiro para estabelecer o
segundo. Nessa vontade é que temos
sido santificados, mediante a oferta do
corpo de Jesus Cristo, uma vez por
todas. Hebreus 10:9,10

Aqueles que tentam se apoiar na


lei de Moisés e no evangelho ao
mesmo tempo são culpados de
adultério espiritual.
CRISTO TEM UMA SÓ IGREJA

Essa é a
terceira lição
enfatizada por
essa figura.
Eu não disse que na
minha opinião deveria
haver uma só igreja;
nem disse que um grupo se
reuniu numa conferência
e decidiu que ter uma só igreja
seria melhor.
O Novo
Testamento
ensina que Cristo
tem uma só igreja.
Isto é reforçado em passagens onde
o termo “igreja” é usado no singular.

Também eu te digo que tu és


Pedro, e sobre esta pedra
edificarei a minha igreja, e as
portas do inferno não
prevalecerão contra ela. Mateus
16:18
Maridos, amai vossa mulher,
como também Cristo amou a
igreja e a si mesmo se entregou
por ela, Efésios 5:25
O Novo Testamento usa figuras
que enfatizam que Cristo tem
uma só igreja.
Nenhuma delas é mais forte do
que esta que considera a
igreja como a noiva de Cristo.

Cristo condenou a poligamia.

Será que ele pregou uma coisa e


praticou outra? Será que ele tem
várias esposas?
A PUREZA DA IGREJA

Chegamos agora à lição


primordial enfatizada pela
figura da noiva: a pureza da
igreja.
Descrever a igreja como noiva
mostra a elevada estima que
Cristo tem por ela.

Ele a santificou
e a purificou.

Ele tem ciúmes de Sua noiva.

Ele quer apresentá-la a Si mesmo


como uma noiva gloriosa sem mácula
nem rugas.
Cristo está
voltando para
receber os que
viveram vidas
puras.

Sua noiva será


constituída de
pessoas puras
e santas.
Essa verdade deve fazer
cada membro da igreja
decidir-se novamente a
viver para Cristo de modo
que Ele se agrade de
possuí-lo quando voltar
“Vi também a cidade santa...que descia do
céu, da parte de Deus, ataviada como noiva
adornada para o seu esposo...Deus habitará
com eles. Eles serão povos de Deus, e Deus
mesmo estará com eles” Apocalipse 21:2,3
A bela e significativa entidade
conhecida como a igreja é a
noiva de Cristo.

Que essa ilustração nos ajude


a perceber a importância da
igreja.
CREDITOS
C. Kelcy, C. R. A Verdade Para Hoje
tradução: Solange Domingos
Soares
Bíblia Ilumina versão revista e
atualizada. – Sociedade
Bíblica do Brasil
Adaptação para o Power Point
por Walter Lapa
his-waiting-bride.blogspot.com
www.adkairos.com
beaulah.arteblog.com.br
realastrologia.blogspot.com
www.batistacentral.com.br
followingthevoicewithin.blogspot.com
benny2010.blogspot.com
parishableitems.wordpress.com
jeffsprayerconnection.blogspot.com

Você também pode gostar