Você está na página 1de 1

Ano 2 - nº 11 - Raposos, 15 a 31 de março de 2.010.

Ano 2 - nº 24 - Raposos, 1º a 15 de outubro 2.010.

Aconteceu - 10/10 - Registro fotográfico e em vídeo da Festa da Guarda


- 04/10 - A equipe de educadores promove um processo de de Moçambique do Reino de São Benedito. Essa guarda é a
pesquisa da cidade. São realizadas visitas aos pontos mais mais nova da cidade e será a próxima a ter uma exposição
conhecidos, recolhimento de depoimentos, fotos e na Casa Verde.
identificação dos moradores mais ilustres. Toda essa
movimentação é uma preparação para o próximo desafio:
montar um Centro da Memória Viva de Raposos.

- 05/10 - Visita de Leo de Souza, consultor de empresas,


para conhecer as atividades do Projeto Raposos
Sustentável. Leo de Souza também é escritor e escreveu o
Livro: Mercado Central de Belo Horizonte - um quarteirão
cheio de histórias.

- 07/10 - Roda com Wilson Gonçalves, Nelson Gonçalves,


João, Valdir e Wilson, músicos da cidade. Na oportunidade,
eles combinaram os eventos - sarau, roda de viola, roda de
causos - que irão acontecer na Casa Verde para estimular a
valorização e o respeito ao Rio das Velhas.

“Já era de tarde que eu cheguei aqui


Uma tarde tão linda que me comoveu
- 11 a 15/10 - Montagem da Exposição com a Guarda de
Eu fiquei olhando o lugar tão bonito, a tarde tão linda
Moçambique.
E o sol se escondeu.”

Nelson Gonçalves (Madruga) - 13/10 - Oficina de Brinquedos na Casa Verde.

- 08/10 - Visita de Rosalva e Bárbara, funcionárias do - 14/10 - Oficina de Jogos com professores na Casa Verde.
Instituto Inhotim, da cidade de Brumadinho, à Exposição
“Congado, uma História de Fé, Cultura e Tradição em - 16/10 - Abertura da Exposição da Guarda de Moçambique
Raposos”. Elas estão iniciando um trabalho de resgate das do Reino de São Benedito, 18 horas, na Casa Verde
guardas de sua cidade e vieram conhecer o nosso trabalho.
Acontece
- 08/10 - Oficina de música e ritmo com Biriba, músico da - Recolhimento e organização de fotos da cidade para
Guarda de Marujos de Santa Efigênia. Durante a oficina, montagem do Centro da Memória Viva. Os senhores Walace
com a presença de 12 pessoas, Biriba explicou os tipos de (Quito) e Lincom contribuem muito para a concretização
toques - Dobradinho, Macha Grave - e contou marchas com desse trabalho.
a ajuda do público.
Silvânia e Marine, da equipe de ACD’s, são as maiores
“Eu me sinto realizado quando estou com o meu uniforme e estimuladoras da leitura. Cada agente leva uma algibeira ou
o meu tamborim. Sou muito grato à Santa Efigênia por tudo bornal de livros para suas casas e organiza os empréstimos.
que tenho. Agradeço sempre.” Silvana realizou 123 empréstimos e Marine, 40.

- 08/10 - Participação na Rua de Lazer, organizada pela Acontecerá


Secretaria de Cultura. Foram feitas rodas de leitura e - Coleta de histórias dos moradores Sr. Lincom, Sr. Quito,
confecção de brinquedos. Fátima, Dona Fia, Dona Lico, Tiãozinho Bombeiro e outros.

Este informativo contou com a contribuição de Washington Rodrigues,


Eliane Luiz, Dora e Simone Cecília.

Interesses relacionados