Você está na página 1de 4

Culto de Domingo1

Sozinho, mas com Deus.


(Texto: Mt 6:5~8)

Introdução

Jesus está no seu "Sermão do Monte", que se estende deste o capítulo 5 até o 7. Ao
abordar sobre vários pontos importantes na vida de um cristão, Ele não poderia deixar
de lado a "oração".

Da mesma forma que uma conversa é muito importante no relacionamento entre pessoas,
a oração é fundamental se querermos ter um relacionamento com Deus. Já disseram que
a oração é o fôlego do cristão, e é verdade! Para alguns a oração consiste em um doce
prazer, mas para a grande maioria, a oração é um peso, uma obrigação, algo não muito
prazeroso, etc.

Ao lidarmos com as bases da nossa fé, já falamos da importância da Palavra de Deus.


Junto com a palavra, a oração é a mais importante atitude que podemos tomar, se
queremos realmente nos relacionar intimamente com Deus. A oração é uma experiência
que parte da fé. A oração é dirigida pelo Espírito Santo. A oração é destinada a Deus,
em nome de Jesus.

A oração é o momento onde você pode se colocar sozinho na presença de Deus. É um


momento de intimidade. Lógico, que temos momentos em que oramos juntos de nossos
amados irmãos, porém, o que Jesus quer ensinar é sobre a importância de orarmos a sós
com Deus. A minha oração essa manhã é que Deus te ajude, e me ajude também, a
encontrar o prazer em orar.

Orar é ser íntimo com Deus. É conhecê-Lo diretamente. É ter acesso livre à Sua
presença. É desfrutar da sua maravilhosa graça. Se há uma lição que devemos aprender
é de como orar. Se há uma prática que precisamos recuperar em nossas vidas e em nossa
igreja é a oração.

Senhor, através desse texto, nos ensina a orar!

O texto: Mt 6:5~8.
5
“E quando vocês orarem, não sejam como os hipócritas. Eles gostam de ficar
orando em pé nas sinagogas e nas esquinas, a fim de serem vistos pelos outros. Eu lhes
asseguro que eles já receberam sua plena recompensa. 6 Mas quando você orar, vá para
seu quarto2, feche a porta e ore a seu Pai, que está em secreto. Então seu Pai, que vê em
secreto, o recompensará. 7 E quando orarem, não fiquem sempre repetindo a mesma
coisa, como fazem os pagãos. Eles pensam que por muito falarem serão ouvidos. 8 Não
sejam iguais a eles, porque o seu Pai sabe do que vocês precisam, antes mesmo de o
pedirem.

1
Pregado dia no MKJ em 24 de janeiro de 2010.
2
Provavelmente, Jesus está falando o quarto interior da casa, onde não havia janelas para a visão de fora. Era o
quarto mais íntimo e oculto da casa. Cf. NET Bible.

1
Exposição.

1. Oração é para Deus e mais ninguém.

Para quem nós oramos? É uma pergunta básica. Porém, muitas pessoas não sabem
direito para quem dirigir seus pedidos, seus agradecimentos. Para ensinar isso, Jesus cita
como exemplo os fariseus. Esse grupo religioso, na época de Jesus, era conhecido pelo
seu zelo pela lei, mas também pela sua frieza espiritual. Eles sabiam muito
intelectualmente de Deus, mas tinham pouca intimidade com ele. Qual era um dos
comportamentos deles? Eles se punham em locais públicos e demonstravam a todos que
estavam orando. Eles queriam ser vistos por todos e admirados pela sua
"espiritualidade".

Eles aparentavam estar orando a Deus, mas estavam, na verdade, chamando toda a
atenção para si. Dessa maneira, Jesus afirma que eles não terão recompensa com Deus.
Então, como devemos orar? Jesus responde: "ore a seu Pai" (v. 6). Deus deve ser o alvo
principal e único das nossas orações. Nós oramos a Deus-Pai, através de Jesus, pelo
poder do Espírito Santo. Assim, Deus é o receptor das nossas orações.

Há um contraste aqui: de um lado os fariseus que oravam a Deus publicamente, visando


a notoriedade, do outro lado, os discípulos de Jesus, que são convidados a orar em
segredo. Esse paradoxo também encontra eco na história contada por Jesus:

"“Dois homens subiram ao templo para orar; um era fariseu e o outro,


publicano. O fariseu, em pé, orava no íntimo: ‘Deus, eu te agradeço porque não
sou como os outros homens: ladrões, corruptos, adúlteros; nem mesmo como
este publicano. Jejuo duas vezes por semana e dou o dízimo de tudo quanto
ganho’.
“Mas o publicano ficou à distância. Ele nem ousava olhar para o céu,
mas batendo no peito, dizia: ‘Deus, tem misericórdia de mim, que sou pecador’.
“Eu lhes digo que este homem, e não o outro, foi para casa justificado
diante de Deus. Pois quem se exalta será humilhado, e quem se humilha será
exaltado”" (Mt 18:10~14)

Para quem você tem orado? Com que motivação? Que a sua resposta sempre seja: Deus!

2. Lei da oração: Ore em secreto, que Deus, que vê em secreto, te recompensará.

"Mas quando você orar, vá para seu quarto, feche a porta e ore a seu Pai, que está em
secreto. Então seu Pai, que vê em secreto, o recompensará." (v. 6).

Em contraposição à atitude dos religiosos da época, qual é a oração que Deus quer
ouvir? Como Ele quer que nos aproximemos-nos de Sua presença? Em segredo! Deus
quer ser o foco único e último de toda a adoração. Quando Jesus fala em entrar no
quarto, fechar a porta e orar em segredo, não quer dizer que você tenha que fazer isso
literalmente. Jesus está falando figurativamente. Esse quarto que Jesus está falando,
provavelmente é o quarto mais íntimo da casa, que não tinha janelas, só uma porta de
acesso.

2
Orar em segredo. Para quem você compartilha os seus maiores e mais profundos
segredos? Com certeza, para aquela pessoa que você mais confie no mundo. Orar em
segredo demonstra a nossa total confiança e fé em Deus. Orar assim também revela uma
maior intimidade entre Deus e eu.

Mesmo quando estamos sozinhos, nós, na verdade, não estamos a sós nunca: Deus
sempre está conosco. Quando nos dirigimos em oração, mesmo com sussurros
inaudíveis, e gemidos inexprimíveis, Ele nos ouve. Aquele que ouve em segredo, nos
recompensará, ou seja, ouvirá as nossas orações.

Quantas vezes você já teve essa experiência. Têm muitos cristãos que só oram durante
as refeições e durante o culto uma vez por semana. Deus gostaria que todos nós
tivéssemos mais tempo para Ele. Você passa tempos a sós com Deus? Você compartilha
seus segredos a Ele? Deus já te falou segredos dele para você? Jeremias diz assim:
"Invoca-me, e te responderei; anunciar-te-ei coisas grandes e ocultas, que não sabes."
(Jr 33:3 ARA).

Deus quer passar um tempo a sós com você. E você? Você sente a necessidade de
passar um tempo a sós com ele?

3. Deus sabe do que você precisa antes de você orar.

"E quando orarem, não fiquem sempre repetindo a mesma coisa, como fazem os pagãos.
Eles pensam que por muito falarem serão ouvidos. Não sejam iguais a eles, porque o
seu Pai sabe do que vocês precisam, antes mesmo de o pedirem." (v. 7 e 8)

Quando escutamos testemunhos de pessoas que tem uma vida "ativa" de oração,
frequentemente nos envergonharmos de nossa prática de oração. Achamos que temos de
orar durante muito tempo, falar muito com Deus. Já teve a experiência de orar tudo o
que você tinha de orar e olhar para o relógio e perceber que só passou cinco minutos?

Os religiosos da época pensavam que falando muito estavam agradando a Deus. Porém,
Jesus nos ensina que não precisamos "ter que falar muito", porque Deus sabe de tudo,
antes mesmo de falarmos algo. o Salmista diz assim no Salmo 139:

SENHOR, tu me sondas e me conheces.


Sabes quando me sento e quando me levanto;
de longe percebes os meus pensamentos.
Sabes muito bem quando trabalho
e quando descanso;
todos os meus caminhos
são bem conhecidos por ti.
Antes mesmo que a palavra
me chegue à língua,
tu já a conheces inteiramente, SENHOR. (Sl 139:1~4)

Você pode perguntar: "Se Deus sabe de tudo, por que, então, devemos orar?". Orar é
uma demonstração de fé. Jesus, várias vezes nos ensina a orar, porque em muito
momentos, Deus age através da oração. Jesus não somente nos ensina a orar, mas
também a persistirmos na oração:

3
"“Peçam, e lhes será dado; busquem, e encontrarão; batam, e a porta
lhes será aberta. Pois todo o que pede, recebe; o que busca, encontra; e àquele
que bate, a porta será aberta. “Qual de vocês, se seu filho pedir pão, lhe dará
uma pedra? Ou se pedir peixe, lhe dará uma cobra? Se vocês, apesar de serem
maus, sabem dar boas coisas aos seus filhos, quanto mais o Pai de vocês, que
está nos céus, dará coisas boas aos que lhe pedirem! Assim, em tudo, façam aos
outros o que vocês querem que eles lhes façam; pois esta é a Lei e os Profetas."
(Mt 7:7~12).

Orar é se comunicar com o nosso Pai. Você pode amar uma pessoa sem falar que você a
ama. E a pessoa pode saber que você a ama, mesmo sem escutar que a ama. Porém,
quando a pessoa escuta que a outra a ama, ela confirma essa verdade. Deus sabe que nós
o amamos. Porém, ele quer escutar essa verdade através da oração. Deus quer que nos
comuniquemos com Ele: existem infinitas formas de Deus falar conosco, mas apenas
uma forma de falar com Ele, a oração!

Conclusão.

"Naquele dia procurarei destruir todas as nações que atacarem Jerusalém. E


derramarei sobre a família de Davi e sobre os habitantes de Jerusalém um espírito de
ação de graças e de súplicas." (Zc 12:9,10).

Qual é o convite de Deus para esse ano? Que possamos conhecê-Lo mais através da
oração. Que ele nos liberte da preguiça, e nos faça livre para orar! Essa oração que é
dirigida a Deus... Ele certamente nos ouvirá e nos responderá. Quando, diante de Deus,
você não tiver palavras para falar, apenas contemple-O, Ele sabe de tudo o que você tem
no coração.

Que 2010 seja um ano de mais oração, para mim e para você! Amém.