Você está na página 1de 21

Disciplina: Materiais Elétricos e

Magnéticos.

Prof. Sandro R. Zang – Sala 116-2


Departamento das Engenharias de Telecomunicações e Mecatrônica (DETEM)
Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ)
Campus Alto Paraopeba - Ouro Branco/MG
Introdução

 Caracterização dos materiais usados na


Engenharia;
 A maioria dos materiais da engenharia possuem
escala atômica cristalina. Ou seja, os átomos dos
materiais são arrumados de maneira regular e
repetitiva em 3 dimensões;
 Os fundamentos da geometria cristalina são comuns
a todos;
 7 sistemas e 14 redes cristalinas (Definidos por
Auguste Bravais);
 A estrutura cristalina da maioria dos metais
pertencem a um de três tipos relativamente
simples;
Materiais Elétricos e Magnéticos – Prof. Sandro R. Zang 2
Introdução

 Compostos cerâmicos possuem grande variedade


de estruturas cristalinas, algumas simples, mas
muitas como os silicatos são bastante complexas;

 O vidro é não-cristalino, ou seja, AMORFO;

 Os polímeros possuem características das


cerâmicas e vidros. Sua estruturas cristalinas é
relativamente complexas, e os polímeros comuns
podem ter de 50% a 100% de seu volume não-
cristalino;

Materiais Elétricos e Magnéticos – Prof. Sandro R. Zang 3


Introdução

 Semicondutores:
◦ Os elementares como o Silício exibem uma
estrutura característica (diamante cúbico);
◦ Outros Composto semicondutores são
semelhantes aos cerâmicos.

 Como descrever a posição dos átomos, as direções


cristalinas e o plano do cristal?
 Ou seja, como determinar a Estrutura Cristalina de
um material ?
◦ Difração de Raio X

Materiais Elétricos e Magnéticos – Prof. Sandro R. Zang 4


Estrutura Cristalina
 Característica central está na sua forma regular e repetitiva;
 Para quantificar essa repetição temos que determinar qual
unidade estrutural é repetida;

Materiais Elétricos e Magnéticos – Prof. Sandro R. Zang 5


Estrutura Cristalina

 Célula Unitária – Referência de repetição da estrutura


cristalina (Unidade estrutural mais simples);
 Contem a descrição completa da estrutura como um todo
(gerada a partir do empilhamento das células unitárias).
 Vantagem: todas as estruturas possíveis se reduzem a um
pequeno número de geometrias básicas de células
unitárias.
 Parâmetros da Rede são:
◦ Tamanho das arestas da
célula unitária;
◦ Os ângulos entre os eixos
cristalográficos;
Materiais Elétricos e Magnéticos – Prof. Sandro R. Zang 6
Parâmetros de Rede – Célula Unitária
 Só existem 7 formas exclusivas de células unitárias, geradas a
partir da variação dos Parâmetros de Rede: Sete sistemas
cristalinos de Auguste Bravais

Materiais Elétricos e Magnéticos – Prof. Sandro R. Zang 7


Arranjos Cristalinos

 Existem 14 formas
de distribuição dos
átomos nas células
unitárias
 que formam os 14
arranjos cristalinos.

Materiais Elétricos e Magnéticos – Prof. Sandro R. Zang 8


Sistemas de Rede

Sistema 1 – Cúbico: a = b = c  α = β = γ = 90º


 existem 3 formas de distribuição dos átomos sobre essa
geometria.

Cúbico simples Cúbico de corpo Cúbico de face


centrado centrada

Materiais Elétricos e Magnéticos – Prof. Sandro R. Zang 9


Sistemas de Rede

Sistema 2 – Tetragonal: a = b ≠ c  α = β = γ = 90º


 existem 2 formas de distribuição dos átomos sobre essa
geometria.

Tetragonal simples Tetragonal de corpo centrada

Materiais Elétricos e Magnéticos – Prof. Sandro R. Zang 10


Sistemas de Rede

Sistema 3 – Ortorrômbica: a ≠ b ≠ c  α = β = γ = 90º


 existem 4 formas de distribuição dos átomos sobre essa
geometria.

Ortorrômbica Ortorrômbica de Ortorrômbica de Ortorrômbica de


simples corpo centrado base centrada face centrada

Materiais Elétricos e Magnéticos – Prof. Sandro R. Zang 11


Sistemas de Rede

Sistema 4 – Monocíclico: a ≠ b ≠ c  α = γ = 90º ≠ β


 existem 2 formas de distribuição dos átomos sobre essa
geometria.

Monocíclica simples Monocíclica de base centrada

Materiais Elétricos e Magnéticos – Prof. Sandro R. Zang 12


Sistemas de Rede

Sistema 5 – Tricíclico: a ≠ b ≠ c  α ≠ β ≠ γ ≠ 90º


 existe 1 forma de distribuição dos átomos sobre essa
geometria.

Tricíclica simples
Materiais Elétricos e Magnéticos – Prof. Sandro R. Zang 13
Sistemas de Rede

Sistema 6 – Hexagonal: a = b ≠ c  α = β = 90º, γ = 120º


 existe 1 forma de distribuição dos átomos sobre essa
geometria.

Hexagonal
Materiais Elétricos e Magnéticos – Prof. Sandro R. Zang 14
Sistemas de Rede

Sistema 7 – Romboédrico: a = b = c  α = β = γ ≠ 90º


 existe 1 forma de distribuição dos átomos sobre essa
geometria.

Romboédrico

Materiais Elétricos e Magnéticos – Prof. Sandro R. Zang 15


Estruturas Metálicas
 14 tipos de arranjos cristalinos;
 Alguns ocorrem com maior frequência do que
outros;
 Os metais em temperatura ambiente são
encontrados em uma das três estruturas cristalinas:
◦ Cúbica de Corpo Centrado – CCC
◦ Cúbica de Face Centrada – CFC
◦ Hexagonal Compacta – HC

Materiais Elétricos e Magnéticos – Prof. Sandro R. Zang 16


Cúbica de Corpo Centrado - CCC
 Um átomo centralizado em
cada ponto da rede;
 Existe um átomo no centro
da célula unitária e um oitavo
de átomo em cada um dos
oito cantos da célula
unitária;
 Cada átomo de canto é
compartilhado por oito
células unitárias adjacentes.
 Assim, existem dois átomos
em cada célula unitária CCC.
Materiais Elétricos e Magnéticos – Prof. Sandro R. Zang 17
Cúbica de Corpo Centrado - CCC
 Fator de empacotamento
atômico – FEA: representa a
fração do volume da célula
unitária ocupado pelos átomos;

 Para os CCC a FEA corresponde a


0,68.

 Metais Típicos: Ferro (Fe α –


forma estável na temp ambiente),
Cromo (Cr), Molibdênio (Mo),
Tungstênio (W), Vanádio (V).

 Uma liga formada por um desses


metais também tende a
apresentar essa estrutura.

 A presença de elementos de liga


diminui a perfeição cristalina.
Materiais Elétricos e Magnéticos – Prof. Sandro R. Zang 18
Cúbica de Face Centrada - CFC
 Existe meio átomo (um átomo
compartilhado por duas células) no
centro de cada face da célula
unitária;
 Existe também, um oitavo de átomo
em cada canto da célula unitária;
 Fator de empacotamento atômico
FEA = 0,74, valor mais alto possível
para preencher o espaço
empilhando as esferas rígidas do
mesmo tamanho (Também
chamada de cúbica compacta – CC).
 Exemplos: Alumínio (Al), Niquel (Ni),
Cobre (Cu), Prata (Ag), Ouro (Au),
Platina (Pt), Ferro γ (Fe – estável de
912 a 1394 ºC)
Materiais Elétricos e Magnéticos – Prof. Sandro R. Zang 19
Hexagonal Compacta - HC
 Estrutura um pouco mais
complicada;
 Dois átomos associados a
cada ponto da rede, um
átomo centralizado
dentro da célula e
diversos átomos
fracionados nos cantos
da célula unitária.
 Dois átomos por célula
unitária.
 Fator de empacotamento atômico FEA = 0,74.
 Exemplos: Berilio (Be), Magnésio (Mg)Titânio
(Ti), Zinco (Zn) e Zircônio (Zr).
Materiais Elétricos e Magnéticos – Prof. Sandro R. Zang 20
Carbono  Diamante x Grafite

 Grafite:  resultando na natureza frágil do


 Os átomos de carbono (C) estão grafite, que deslizam facilmente
dispostos em camadas. umas contra as outras:
“Lubrificante seco”.
 Os aneis exagonais são fortemente
unidos por ligação covalente.  Diamante:

 A ligação entre as camadas, porém,  Forma estabilizada do grafite em


são do tipo van de Waals. alta pressão.

 Formação Cúbica de Face Centrada.

Materiais Elétricos e Magnéticos – Prof. Sandro R. Zang 21