Você está na página 1de 27

FISP – Feira Internacional de Segurança e Proteção

Palestras Fundacentro

ISO 45001 e Normas regulamentadoras

José Damásio de Aquino

Fundacentro

05/10/2018

José Damásio de Aquino


FISP 2018 – Palestras Fundacentro
ISO 45001 e Normas regulamentadoras

Não aplicação de
medidas eficazes de
Acidentes
controle dos riscos
existentes nos de trabalho
ambientes de trabalho

Quais são essas medidas de controle?

José Damásio de Aquino


FISP 2018 – Palestras Fundacentro
ISO 45001 e Normas regulamentadoras

Medidas de controle compulsórias Medidas de controle voluntárias


Atendem a uma exigência legal! Exigência do mercado!
Exemplo: Normas Exemplo: ISO 9001, ISO 14001,
Regulamentadoras, do Ministério BS 8800, OHSAS 18001, ISO
do Trabalho 45001.

José Damásio de Aquino


FISP 2018 – Palestras Fundacentro
ISO 45001 e Normas regulamentadoras

Definições

Sistema de gestão: conjunto de elementos inter-relacionados ou


interativos de uma organização para estabelecer políticas, objetivos e
processos para alcançar esses objetivos (ISO 45001:2018 - tradução
livre do autor).

Sistema de gestão de SST: sistema de gestão ou parte de um sistema de


gestão utilizado para alcançar a política de segurança e saúde no
trabalho (ISO 45001:2015 – tradução livre do autor ).

José Damásio de Aquino


FISP 2018 – Palestras Fundacentro
ISO 45001 e Normas regulamentadoras
Modelos de sistemas de gestão
Data Modelo Aplicação

1987 ISO 9000 Qualidade de produtos e serviços

1994 ISO 14000 Meio ambiente

1996 BS 8800 Segurança e saúde no trabalho

1999 OHSAS 18000 Segurança e saúde no trabalho

2001 OIT Segurança e saúde no trabalho

2018 ISO 45001 Segurança e saúde no trabalho

José Damásio de Aquino


FISP 2018 – Palestras Fundacentro
ISO 45001 e Normas regulamentadoras

BS OHSAS 18001/2007 – OCCUPATIONAL HEALTH AND SAFETY


MANAGEMENT SYSTEMS – REQUIREMENTS

Finalidade

A BS OHSAS 18001/2007 foi desenvolvida em resposta à


demanda de clientes por uma norma reconhecida de
sistema de gestão de SST contra a qual os sistemas de
gestão deles pudessem ser avaliados e certificados.

José Damásio de Aquino


FISP 2018 – Palestras Fundacentro
ISO 45001 e Normas regulamentadoras

MODELO OIT (ILO-OSH 2001) DE SISTEMA DE GESTÃO DE SST

Elementos
1) Política
2) Organização
3) Planejamento e Implementação
4) Avaliação
5) Ação

José Damásio de Aquino


ISO 45001:2018 – Sistemas de gestão de segurança e saúde ocupacional –
Requisitos com orientações de uso

Elementos
1) Escopo
Este documento especifica os requisitos para um sistema de
gestão de SST (SGSST) e fornece orientações para o seu uso,
para possibilitar que as organizações ofereçam locais de trabalho
seguros e saudáveis, contribuindo, assim, para a prevenção de
lesões e doenças relacionadas ao trabalho, bem como para o
aprimoramento do desempenho do SGSST.
2) Referências normativas

3) Termos e definições

José Damásio de Aquino


ISO 45001:2018 – Sistemas de gestão de segurança e saúde ocupacional –
Requisitos com orientações de uso

Elementos
4) Contexto da organização
1) Entendendo a organização e seu contexto
2) Entendendo as necessidades e expectativas dos trabalhadores e de outras
partes interessadas
3) Determinando o escopo do sistema de gestão de segurança e saúde
ocupacional
4) Sistema de gestão de segurança e saúde ocupacional
5) Liderança e participação dos trabalhadores
1) Liderança e comprometimento
2) Política de segurança e saúde ocupacional
3) Papéis, responsabilidades e autoridades organizacionais
4) Consulta e participação dos trabalhadores

José Damásio de Aquino


ISO 45001:2018 – Sistemas de gestão de segurança e saúde ocupacional –
Requisitos com orientações de uso

6) Planejamento
1) Ações para abordar riscos e oportunidades
1) Generalidades
2) Identificação das fontes de risco e avaliação dos riscos e oportunidades
3) Determinação de requisitos legais e outros requisitos
4) Ações de planejamento
2) Objetivos de segurança e saúde ocupacional e planejamento para alcançá-los
1) Objetivos de segurança e saúde ocupacional
2) Planejamento para alcançar os objetivos de segurança e saúde
ocupacional

José Damásio de Aquino


ISO 45001:2018 – Sistemas de gestão de segurança e saúde ocupacional –
Requisitos com orientações de uso

7) Apoio
1) Recursos
2) Competência
3) Conscientização
4) Comunicação
1) Generalidades
2) Comunicação interna
3) Comunicação externa
5) Informação documentada
1) Generalidades
2) Criando e atualizando
3) Controle de informação documentada

José Damásio de Aquino


ISO 45001:2018 – Sistemas de gestão de segurança e saúde ocupacional –
Requisitos com orientações de uso

8) Operação
1) Planejamento e controle operacionais
1) Generalidades
2) Eliminando as fontes de risco e reduzindo os riscos de segurança e
saúde ocupacional
3) Gestão de mudanças
4) Aquisição
1) Generalidades
2) Contratadas
3) Terceirização
2) Preparação e resposta a emergências

José Damásio de Aquino


ISO 45001:2018 – Sistemas de gestão de segurança e saúde ocupacional –
Requisitos com orientações de uso

9) Avaliação de desempenho
1) Monitoramento, medição, análise e avaliação de desempenho
1) Generalidades
2) Avaliação de conformidade legal
2) Auditoria interna
1) Generalidades
2) Programa de auditorias internas
3) Análise crítica pela direção

10) Melhoria
1) Generalidades
2) Incidente, não conformidade e ação corretiva
3) Melhoria contínua

José Damásio de Aquino


ISO 45001:2018 – Sistemas de gestão de segurança e saúde ocupacional –
Requisitos com orientações de uso

6.1.3) Determinação de requisitos legais e outros requisitos


A organização deve estabelecer, implementar e manter um processo para:
a) determinar e ter acesso aos requisitos legais e outros requisitos que são aplicáveis
às fontes de risco existentes nos seus ambientes de trabalho, aos riscos e ao sistema de
gestão de segurança e saúde ocupacional;
b) determinar como esses requisitos legais e outros requisitos aplicam-se à
organização e o que necessita ser comunicado;
c) considerar esses requisitos legais e outros requisitos quando estabelece,
implementa, mantém e melhora continuamente o seu sistema de gestão de SST.

A organização deve manter e reter informação documentada sobre os requisitos legais


e outros requisitos e deve assegurar que ela é atualizada para mostrar qualquer mudança.
Nota: Os requisitos legais e outros requisitos podem resultar em riscos e
oportunidades para a organização.

José Damásio de Aquino


ISO 45001:2018 – Sistemas de gestão de segurança e saúde ocupacional –
Requisitos com orientações de uso

8.1.2) Eliminando as fontes de risco e reduzindo os riscos de segurança e saúde


ocupacional
A organização deve estabelecer, implementar e manter um processo para eliminar as
fontes de risco e reduzir os riscos de SST, adotando a seguinte hierarquia de controles:
a) eliminação da fonte de risco;
b) substituição do processo por processos, operações, materiais e equipamentos menos
perigosos;
c) adoção de controles de engenharia e reorganização do trabalho;
d) adoção de controles administrativos, incluindo treinamento;
e) uso de EPI adequado.

Nota: Em muitos países, requisitos legais e outros requisitos incluem o fornecimento


de EPI aos trabalhadores sem qualquer custo para estes.

José Damásio de Aquino


Sistemas de gestão e certificação
Característica importante dos modelos de gestão voluntários: Certificação!
Estrutura internacional das certificações ISO 9000 e ISO 14000
ELABORAÇÃO DE NORMAS INTERNACIONAIS

BSI
ANSI
AFNOR
IRAN Organismos
nacionais
responsáveis
... pela
ISO DIN elaboração
de normas

... ABNT

ISO – International Organization for Standardization


José Damásio de Aquino
Sistemas de gestão e certificação
Estrutura internacional das certificações ISO 9000 e ISO 14000
IMPLEMENTAÇÃO DE NORMAS ISO NO BRASIL

Organismo
INMETRO Acreditador

Organismos
BVQI BSI FCAV ABNT ... Certificadores de
sistemas de gestão

Organização
interessada na
Consultor certificação ISO 9000
ou 14000

Consultor Consultor

José Damásio de Aquino


Certificação de sistemas de gestão no âmbito do SINMETRO

AVALIAÇÃO DA CONFORMIDADE - CONCEITO

“A avaliação da conformidade é um processo


sistematizado, com regras pré-estabelecidas,
devidamente acompanhado e avaliado, de forma a
propiciar adequado grau de confiança de que um
produto, processo ou serviço, ou ainda um profissional,
atende a requisitos pré-estabelecidos em normas ou
regulamentos”.

(Fonte: INMETRO. Avaliação da conformidade – 6a edição. Disponível em:


http://www.inmetro.gov.br/inovacao/publicacoes/acpq.pdf. Acesso em 03/10/2018)

José Damásio de Aquino


Certificação de sistemas de gestão no âmbito do SINMETRO

AVALIAÇÃO DA CONFORMIDADE - APLICAÇÃO


Compulsória: quando o órgão regulador entende que o produto,
processo ou serviço pode oferecer riscos à segurança do consumidor ou
ao meio ambiente ... .

A avaliação se torna compulsória, isto é, obrigatória por meio de um


instrumento legal, emitido por um organismo regulador ...

Voluntária: quando parte de uma decisão do fornecedor.

(Fonte: INMETRO. Avaliação da conformidade – 6ª edição. Disponível em:


http://www.inmetro.gov.br/inovacao/publicacoes/acpq.pdf. Acesso em 03/10/2018)

José Damásio de Aquino


Certificação de sistemas de gestão no âmbito do SINMETRO

AVALIAÇÃO DA CONFORMIDADE – CONCEITOS

Acreditação
“Atestação realizada por terceira parte relativa a um organismo de
avaliação da conformidade, exprimindo demonstração formal de sua
competência para realizar tarefas específicas de avaliação da
conformidade.”

Atestação
“Emissão de uma afirmação, baseada numa decisão feita após a análise
crítica, de que o atendimento aos requisitos especificados foi
demonstrado.”

Certificação
“Atestação relativa a produtos, processos, sistemas ou pessoas por
terceira parte.”
(ABNT NBR ISO/IEC 17.000:2005 )

José Damásio de Aquino


Brasil – Ministério do Trabalho – Normas regulamentadoras
MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO
SECRETARIA DE INSPEÇÃO DO TRABALHO
PORTARIA N.° 3.214, 08 DE JUNHO DE 1978 (DOU de 06/07/78 - Suplemento)
“Aprova as Normas Regulamentadoras - NR - do Capítulo V, Título II, da Consolidação das
Leis do Trabalho, relativas a Segurança e Medicina do Trabalho”

O Ministro de Estado do Trabalho, no uso de suas atribuições legais, considerando o disposto no


art. 200, da consolidação das Leis do Trabalho, com redação dada pela Lei n.º 6.514, de 22 de
dezembro de 1977, resolve:
Art. 1º Aprovar as Normas Regulamentadoras - NR - do Capítulo V, Título II, da Consolidação das
Leis do Trabalho, relativas à Segurança e Medicina do Trabalho:
NR 1 – Disposições gerais
NR 2 – Inspeção prévia
NR 3 – Embargo ou interdição
NR 4 – Serviços especializados em engenharia de segurança e em medicina do trabalho
NR 5 – Comissão interna de prevenção de acidentes
NR 6 – Equipamento de proteção individual - EPI
NR 7 - Programa de controle médico de saúde ocupacional
NR 8 – Edificações

Fonte: http://trabalho.gov.br/seguranca-e-saude-no-trabalho/normatizacao/normas-regulamentadoras.
Acesso em: 03 out. 2018
José Damásio de Aquino
Brasil – Ministério do Trabalho – Normas regulamentadoras
NR 9 – Programa de prevenção de riscos ambientais
NR 10 – Segurança em instalações e serviços em eletricidade
NR 11 – Transporte, movimentação, armazenagem e manuseio de materiais
NR 12 – Segurança no trabalho em máquinas e equipamentos
NR 13 – Caldeiras, vasos de pressão e tubulação
NR 14 – Fornos
NR 15 – Atividades e operações insalubres
NR 16 – Atividades e operações perigosas
NR 17 – Ergonomia
NR 18 – Condições e meio ambiente de trabalho na indústria da construção
NR 19 – Explosivos
NR 20 – Segurança e saúde no trabalho com inflamáveis e combustíveis
NR 21 – Trabalho a céu aberto
NR 22 – Segurança e saúde ocupacional na mineração
NR 23 – Proteção contra incêndios
NR 24 – Condições sanitárias e de conforto nos locais de trabalho
Fonte: http://trabalho.gov.br/seguranca-e-saude-no-trabalho/normatizacao/normas-regulamentadoras.
Acesso em: 03 out. 2018
José Damásio de Aquino
Brasil – Ministério do Trabalho – Normas regulamentadoras
NR 25 – Resíduos industriais
NR 26 – Sinalização de segurança
NR 27 – Registro profissional do técnico de segurança do trabalho (revogada)
NR 28 – Fiscalização e penalidades
NR 29 – Norma regulamentadora de segurança e saúde no trabalho portuário
NR 30 – Segurança e saúde no trabalho aquaviário
NR 31 – Segurança e saúde no trabalho na agricultura, pecuária, silvicultura, exploração
florestal e aquicultura
NR 32 – Segurança e saúde no trabalho em serviços de saúde
NR 33 – Segurança e saúde no trabalhos em espaços confinados
NR 34 – Condições e meio ambiente de trabalho na indústria da construção, reparação e
desmonte naval
NR 35 – Trabalho em altura
NR 36 – Segurança e saúde no trabalho em empresas de abate e processamento de carnes e
derivados

Fonte: http://trabalho.gov.br/seguranca-e-saude-no-trabalho/normatizacao/normas-regulamentadoras.
Acesso em: 03 out. 2018
José Damásio de Aquino
Certificação compulsória - Exemplo

LEI Nº 6.514, DE 22 DE DEZEMBRO DE 1977.


Altera o Capítulo V do Titulo II da Consolidação das Leis do Trabalho, relativo a segurança e medicina do
trabalho e dá outras providências

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, faço saber que o CONGRESSO NACIONAL decreta e eu sanciono a seguinte Lei:
Art . 1º - O Capítulo V do Titulo II da Consolidação das Leis do Trabalho, aprovada pelo Decreto-lei nº 5.452, de 1º de maio de
1943, passa a vigorar com a seguinte redação:

"CAPÍTULO V
DA SEGURANÇA E DA MEDICINA DO TRABALHO
SEÇÃO I
Disposições Gerais
Art . 154 - A observância, em todos os locais de trabalho, do disposto neste Capitulo, não desobriga as empresas do
cumprimento de outras disposições que, com relação à matéria, sejam incluídas em códigos de obras ou regulamentos
sanitários dos Estados ou Municípios em que se situem os respectivos estabelecimentos, bem como daquelas oriundas de
convenções coletivas de trabalho.

SEÇÃO IV
Do Equipamento de Proteção Individual
Art . 166 - A empresa é obrigada a fornecer aos empregados, gratuitamente, equipamento de proteção individual adequado ao
risco e em perfeito estado de conservação e funcionamento, sempre que as medidas de ordem geral não ofereçam completa
proteção contra os riscos de acidentes e danos à saúde dos empregados.
Art . 167 - O equipamento de proteção só poderá ser posto à venda ou utilizado com a indicação do Certificado de Aprovação
do Ministério do Trabalho.

Brasília, em 22 de dezembro de 1977; 156º da Independência e 89º República.
ERNESTO GEISEL
Arnaldo Prieto

Fonte: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L6514.htm.
Acesso em: 21 set.. 2018 José Damásio de Aquino
Certificação obrigatória pelo organismo regulador - Exemplo
INSTRUÇÃO NORMATIVA INSS/PRES Nº 77, DE 21 DE JANEIRO DE 2015 - DOU DE 22/01/2015 - ATUALIZADA
Atualizada em 15/05/2018
Estabelece rotinas para agilizar e uniformizar o reconhecimento de direitos dos segurados e beneficiários da
Previdência Social, com observância dos princípios estabelecidos no art. 37 da Constituição Federal de 1988

A PRESIDENTA DO INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL - INSS, no uso da atribuição que lhe confere o art. 26 do
Anexo I do Decreto nº 7.556, de 24 de agosto de 2011, resolve:

Art. 1º Ficam disciplinados os procedimentos e rotinas sobre cadastro, administração e retificação de informações dos
beneficiários, reconhecimento, manutenção, revisão, recursos e monitoramento operacional de benefícios e serviços do
Regime Geral de Previdência Social - RGPS, compensação previdenciária, acordos internacionais de Previdência Social e
processo administrativo previdenciário no âmbito do INSS.

Seção V – Da aposentadoria especial
Subseção IV
Do enquadramento por exposição a agentes nocivos

Art. 279. Os procedimentos técnicos de levantamento ambiental, ressalvadas as disposições em contrário, deverão considerar:

I - a metodologia e os procedimentos de avaliação dos agentes nocivos estabelecidos pelas Normas de Higiene Ocupacional -
NHO da FUNDACENTRO; e
II - os limites de tolerância estabelecidos pela NR-15 do MTE.

Art. 806. Esta Instrução Normativa entra em vigor na data de sua publicação, devendo ser aplicada a todos os processos
pendentes de análise e decisão.

ELISETE BERCHIOL DA SILVA IWAI

Fonte: http://sislex.previdencia.gov.br/
Acesso em: 21 set. 2018 José Damásio de Aquino
Organismos de certificação no Brasil

Organismos de certificação de sistemas de gestão ambiental


http://www.inmetro.gov.br/organismos/consulta.asp?seq_tipo_relacionamento=5

Organismos de certificação de sistemas de gestão da


qualidade
http://www.inmetro.gov.br/organismos/consulta.asp?seq_tipo_relacionamento=5

Organismos de certificação de sistemas de gestão de saúde e


segurança ocupacional
http://www.inmetro.gov.br/organismos/consulta.asp?seq_tipo_relacionamento=5

Fonte: http://www.inmetro.gov.br . Acesso em: 21 set.. 2018

José Damásio de Aquino


FISP 2018 – Palestras Fundacentro
ISO 45001 e Normas regulamentadoras

OBRIGADO!

damasioaquino@fundacentro.gov.br

http://www.fundacentro.gov.br
https://www.facebook.com/Fundacentro
https://twitter.com/Fundacentro_MTB
https://www.youtube.com/user/fundacentrooficial

Tel.: (11) 3066-6184

José Damásio de Aquino

Interesses relacionados