Você está na página 1de 64

1

CURSO DE ESTRUTURAS METÁLICAS - DIMENSIONAMENTO


Professor: Jonylson Carvalho de Amarante

LIGAÇÕES COM CONECTORES

Definição

O conector é um meio de união que trabalha por meio de furos feitos nas chapas. Em
estruturas usuais, os rebites e os parafusos são os tipos mais encontrados.

Rebites

Os rebites são conectores instalados a quente, com o produto final apresentando duas
cabeças.

HCT - Help Cursos & Tecnologia


E-mail: atendimento@hct.com.br Estruturas Metálicas - Dimensionamento
Internet: www.hct.com.br
2

CURSO DE ESTRUTURAS METÁLICAS - DIMENSIONAMENTO


Professor: Jonylson Carvalho de Amarante

LIGAÇÕES COM CONECTORES

Rebites

Pelo resfriamento, o rebite aperta as chapas entre si; o esforço de aperto é, entretanto, muito
variável, não se podendo garantir um valor mínimo a considerar nos cálculos.
Consequentemente, os rebites são calculados pelos esforços transmitidos por apoio do fuste
nas chapas e por corte na seção transversal do fuste.

Em estruturas fabricadas a partir de 1950, as ligações rebitadas foram substituídas por


ligações parafusadas ou soldadas.

HCT - Help Cursos & Tecnologia


E-mail: atendimento@hct.com.br Estruturas Metálicas - Dimensionamento
Internet: www.hct.com.br
3

CURSO DE ESTRUTURAS METÁLICAS - DIMENSIONAMENTO


Professor: Jonylson Carvalho de Amarante

LIGAÇÕES COM CONECTORES

Parafusos comuns

Os parafusos comuns são, em geral, forjados com aços-carbono de teor de carbono


moderado. Eles têm numa extremidade uma cabeça quadrada ou sextavada e na outra uma
rosca com porca.

HCT - Help Cursos & Tecnologia


E-mail: atendimento@hct.com.br Estruturas Metálicas - Dimensionamento
Internet: www.hct.com.br
4

CURSO DE ESTRUTURAS METÁLICAS - DIMENSIONAMENTO


Professor: Jonylson Carvalho de Amarante

LIGAÇÕES COM CONECTORES

Parafusos comuns

Os parafusos comuns são instalados com aperto, que mobiliza atrito entre as chapas.
Entretanto, o aperto nas chapas é muito variável, não se podendo garantir um valor mínimo a
considerar nos cálculos. Devido a isso, os parafusos comuns são calculados de modo análogo
aos rebites, por meio das tensões de apoio e de corte.

HCT - Help Cursos & Tecnologia


E-mail: atendimento@hct.com.br Estruturas Metálicas - Dimensionamento
Internet: www.hct.com.br
5

CURSO DE ESTRUTURAS METÁLICAS - DIMENSIONAMENTO


Professor: Jonylson Carvalho de Amarante

LIGAÇÕES COM CONECTORES

Parafusos de alta resistência

Os parafusos de alta resistência são feitos com aços tratados termicamente. O tipo mais usual
é o ASTM A325, de aço-carbono temperado. Eles podem ser instalados com esforços de
tração mínimos garantidos, os quais podem ser levados em conta nos cálculos.

2F
F

Força de Força de
2F atrito compressão
entre as chapas Fc
Fat

F
F
Arruela
P
Folga da furação
Força de
das chapas
protensão do
parafuso

HCT - Help Cursos & Tecnologia


E-mail: atendimento@hct.com.br Estruturas Metálicas - Dimensionamento
Internet: www.hct.com.br
6

CURSO DE ESTRUTURAS METÁLICAS - DIMENSIONAMENTO


Professor: Jonylson Carvalho de Amarante

LIGAÇÕES COM CONECTORES

Furação das chapas com puncionamento com uso de gabarito

HCT - Help Cursos & Tecnologia


E-mail: atendimento@hct.com.br Estruturas Metálicas - Dimensionamento
Internet: www.hct.com.br
7

CURSO DE ESTRUTURAS METÁLICAS - DIMENSIONAMENTO


Professor: Jonylson Carvalho de Amarante

LIGAÇÕES COM CONECTORES

Furação das chapas com uso de brocas

HCT - Help Cursos & Tecnologia


E-mail: atendimento@hct.com.br Estruturas Metálicas - Dimensionamento
Internet: www.hct.com.br
8

CURSO DE ESTRUTURAS METÁLICAS - DIMENSIONAMENTO


Professor: Jonylson Carvalho de Amarante

LIGAÇÕES COM CONECTORES

Furação das chapas

Os conectores são instalados em furos feitos nas chapas. A execução desses furos é
onerosa, tornando-se necessária a padronização de dimensões e espaçamentos, a fim de
permitir furações múltiplas nas fábricas.

Os furos padronizados para rebites e parafusos comuns deverão ter uma folga de 1,5mm em
relação ao diâmetro nominal dos mesmos; essa tolerância é necessária para permitir a
montagem das peças.

Como o corte do furo danifica uma parte do material da chapa, considera-se, para efeito de
cálculo da seção líquida da chapa furada, um diâmetro fictício igual ao diâmetro do furo (d’)
acrescido de 2mm, ou seja,

diâmetro fictício = d’ + 2mm = d + 3,5mm.

HCT - Help Cursos & Tecnologia


E-mail: atendimento@hct.com.br Estruturas Metálicas - Dimensionamento
Internet: www.hct.com.br
9

CURSO DE ESTRUTURAS METÁLICAS - DIMENSIONAMENTO


Professor: Jonylson Carvalho de Amarante

LIGAÇÕES COM CONECTORES

Diâmetro dos furos

Padrão Alargado Pouco alongado Muito alongado

d d d d

d + 1,5 mm

d + 1,5 mm
d + 1,5 mm d + 5 mm (d<24) d + 6 mm (d<24) 2,5 d
d + 6 mm (d=27) d + 8 mm (d=27)
d + 8 mm (d>30) d + 9,5 mm (d>30)

(a) (b) (c) (d)

HCT - Help Cursos & Tecnologia


E-mail: atendimento@hct.com.br Estruturas Metálicas - Dimensionamento
Internet: www.hct.com.br
10

CURSO DE ESTRUTURAS METÁLICAS - DIMENSIONAMENTO


Professor: Jonylson Carvalho de Amarante

LIGAÇÕES COM CONECTORES

Limitações relativas ao emprego de furos alargados ou alongados (NBR 8800 / 07)

Tipo de Tipo de Limitações


furo ligação Posição do furo Arruelas
permitida

Alargado Por Em qualquer uma ou em todas as Endurecidas, sobre furos alargados


atrito chapas de ligação em chapas externas de ligação

Em qualquer uma ou em todas as


Por chapas de ligação. Qualquer posição, Sobre os furos pouco alongados em
atrito independentemente da direção da chapas externas da ligação devem ser
solicitação usadas arruelas;
Pouco tais arruelas devem ser endurecidas
alongado quando os parafusos forem de alta
Por Em qualquer uma ou em todas as resistência:
contato chapas da ligação. Maior dimensão ASTM A325 e ASTM A490
normal à direção da solicitação

HCT - Help Cursos & Tecnologia


E-mail: atendimento@hct.com.br Estruturas Metálicas - Dimensionamento
Internet: www.hct.com.br
11

CURSO DE ESTRUTURAS METÁLICAS - DIMENSIONAMENTO


Professor: Jonylson Carvalho de Amarante

LIGAÇÕES COM CONECTORES

Limitações relativas ao emprego de furos alargados ou alongados (NBR 8800 / 07)

Em só uma das partes da ligação, Arruelas de chapa ou barras chatas


Por para a mesma superfície de contato. contínuas, de aço estrutural, com
atrito Qualquer posição, independente da espessura mínima de 8mm e com
direção da solicitação furos padrão, devem ser usadas sobre
Muito furos muito alongados em chapas
externas. Tais arruelas ou barras
devem ter dimensões suficientes para
alongado Em só uma das partes da ligação, cobrir totalmente os furos alongados
Por para a mesma superfície de contato. após a instalação dos parafusos.
contato Maior dimensão normal à direção da Quando for necessário usar arruelas
solicitação endurecidas, estas serão colocadas
sobre aquelas arruelas de chapas ou
barras contínuas

HCT - Help Cursos & Tecnologia


E-mail: atendimento@hct.com.br Estruturas Metálicas - Dimensionamento
Internet: www.hct.com.br
12

CURSO DE ESTRUTURAS METÁLICAS - DIMENSIONAMENTO


Professor: Jonylson Carvalho de Amarante

LIGAÇÕES COM CONECTORES

Disposição das chapas de ligação

Conforme a disposição relativa das chapas a ligar, varia o número de seções do conector que
trabalham a corte.

Na figura que se segue, têm-se esquemas de ligações com conectores trabalhando em corte
simples, em corte duplo e em corte múltiplo, respectivamente.

HCT - Help Cursos & Tecnologia


E-mail: atendimento@hct.com.br Estruturas Metálicas - Dimensionamento
Internet: www.hct.com.br
13

CURSO DE ESTRUTURAS METÁLICAS - DIMENSIONAMENTO


Professor: Jonylson Carvalho de Amarante

LIGAÇÕES COM CONECTORES

Disposição das chapas de ligação

t t

HCT - Help Cursos & Tecnologia


E-mail: atendimento@hct.com.br Estruturas Metálicas - Dimensionamento
Internet: www.hct.com.br
14

CURSO DE ESTRUTURAS METÁLICAS - DIMENSIONAMENTO


Professor: Jonylson Carvalho de Amarante

LIGAÇÕES COM CONECTORES

Disposição das chapas de ligação

Nas ligações em corte simples, a transmissão da carga se faz com uma excentricidade que
produz tração nos conectores.

As ligações em corte duplo evitam esse inconveniente, produzindo apenas corte e flexão nos
conectores.

No caso de conectores de pequeno comprimento, o cálculo é feito com tensões de corte


supostas uniformes; não se considera no cálculo a flexão do conector.

As tensões de apoio entre as chapas e o fuste do conector são também supostas uniformes.

HCT - Help Cursos & Tecnologia


E-mail: atendimento@hct.com.br Estruturas Metálicas - Dimensionamento
Internet: www.hct.com.br
15

CURSO DE ESTRUTURAS METÁLICAS - DIMENSIONAMENTO


Professor: Jonylson Carvalho de Amarante

LIGAÇÕES COM CONECTORES

Disposição das chapas de ligação

No caso de conectores longos há perda de eficiência devido à flexão do conector. Por


conveniência, o cálculo é feito com tensões reduzidas empiricamente, sem considerar a flexão
do fuste do conector.

Denomina-se pega do conector o comprimento de seu fuste, entre as faces internas das
cabeças.

Para conectores em ligações por apoio com pega superior a 5 (cinco) vezes o seu diâmetro,
adota-se uma redução na resistência de 1% para cada 1,5mm de excesso de pega.

HCT - Help Cursos & Tecnologia


E-mail: atendimento@hct.com.br Estruturas Metálicas - Dimensionamento
Internet: www.hct.com.br
16

CURSO DE ESTRUTURAS METÁLICAS - DIMENSIONAMENTO


Professor: Jonylson Carvalho de Amarante

LIGAÇÕES COM CONECTORES

Espaçamentos mínimo entre furos

A distância entre centros de furos padrão, alargados ou alongados, não pode ser inferior a
2,7d, de preferência 3d, sendo d o diâmetro do parafuso ou barra redonda rosqueada.

Além desse requisito, a distância livre entre as bordas de dois furos consecutivos não pode
ser inferior a d.

HCT - Help Cursos & Tecnologia


E-mail: atendimento@hct.com.br Estruturas Metálicas - Dimensionamento
Internet: www.hct.com.br
17

CURSO DE ESTRUTURAS METÁLICAS - DIMENSIONAMENTO


Professor: Jonylson Carvalho de Amarante

LIGAÇÕES COM CONECTORES

Distância mínima de um furo às bordas

1) Furos do tipo padrão

HCT - Help Cursos & Tecnologia


E-mail: atendimento@hct.com.br Estruturas Metálicas - Dimensionamento
Internet: www.hct.com.br
18

CURSO DE ESTRUTURAS METÁLICAS - DIMENSIONAMENTO


Professor: Jonylson Carvalho de Amarante

LIGAÇÕES COM CONECTORES

Distância mínima de um furo às bordas

2) Furos do tipo alargados ou alongados

A distância do centro de um furo alargado ou alongado a qualquer borda de uma parte ligada
não pode ser inferior ao valor indicado para furos padrão, acrescido de βd, sendo d o diâmetro
do parafuso e β definido como a seguir:

β=0 para furos alongados na direção paralela à borda considerada;

β = 0,12 para furos alargados;

β = 0,20 para furos pouco alongados na direção perpendicular à borda considerada;

β = 0,75 para furos muito alongados na direção perpendicular à borda considerada.

HCT - Help Cursos & Tecnologia


E-mail: atendimento@hct.com.br Estruturas Metálicas - Dimensionamento
Internet: www.hct.com.br
19

CURSO DE ESTRUTURAS METÁLICAS - DIMENSIONAMENTO


Professor: Jonylson Carvalho de Amarante

LIGAÇÕES COM CONECTORES

Espaçamentos máximos

Para qualquer borda de uma parte ligada, a distância do centro do parafuso (ou barra redonda
rosqueada) mais próximo até essa borda não pode exceder 12 vezes a espessura da parte
ligada considerada, nem 150 mm.

O espaçamento máximo entre parafusos que ligam uma chapa a um perfil ou a outra chapa,
em contato contínuo, deve ser determinado como a seguir.

a) em elementos pintados ou não sujeitos à corrosão, o espaçamento não pode exceder 24


vezes a espessura da parte ligada menos espessa, nem 300 mm;

b) para elementos sujeitos à corrosão atmosférica, executados com aços resistentes à


corrosão, não pintados, o espaçamento não pode exceder 14 vezes a espessura da parte
ligada menos espessa, nem 180 mm.

HCT - Help Cursos & Tecnologia


E-mail: atendimento@hct.com.br Estruturas Metálicas - Dimensionamento
Internet: www.hct.com.br
20

CURSO DE ESTRUTURAS METÁLICAS - DIMENSIONAMENTO


Professor: Jonylson Carvalho de Amarante

LIGAÇÕES COM CONECTORES

Resumo dos espaçamentos mínimos

HCT - Help Cursos & Tecnologia


E-mail: atendimento@hct.com.br Estruturas Metálicas - Dimensionamento
Internet: www.hct.com.br
21

CURSO DE ESTRUTURAS METÁLICAS - DIMENSIONAMENTO


Professor: Jonylson Carvalho de Amarante

LIGAÇÕES COM CONECTORES

Resumo dos espaçamentos máximos

<12t
<150 mm

<15t (peças comprimidas)


<25t (peças tracionadas)

HCT - Help Cursos & Tecnologia


E-mail: atendimento@hct.com.br Estruturas Metálicas - Dimensionamento
Internet: www.hct.com.br
22

CURSO DE ESTRUTURAS METÁLICAS - DIMENSIONAMENTO


Professor: Jonylson Carvalho de Amarante

LIGAÇÕES COM CONECTORES

Resistências dos aços utilizados nos conectores

Especificação Tipo Diâmetro nominal Resistência à ruptura do


do parafuso - d parafuso na tração fup
(mm) (MPa)
ASTM A307 – grau A Comum 6,3 ≤ d < 12,5 370
d ≥ 12,5 415
ISO 898 – grau 4.6 Comum d ≥ 6,0 400
ASTM A325 Alta resist. 12,5 ≤ d ≤ 38,0 825
ASTM A354 (grau BD) Alta resist. d ≥ 6,3 1035
ASTM A394 (tipo 0) Comum 12,5 ≤ d ≤ 25,0 510
ASTM A394 (tipos 1,2 e 3) Alta resist. 12,5 ≤ d ≤ 25,0 825
ASTM A449 Alta resist. d ≥ 6,3 825
ASTM A490 Alta resist. 12,5 ≤ d ≤ 38,0 1035
ISO 7411 – grau 8.8 Alta resist. d ≥ 6,0 800
ISO 7411 – grau 10.9 Alta resist. d ≥ 6,0 1000

HCT - Help Cursos & Tecnologia


E-mail: atendimento@hct.com.br Estruturas Metálicas - Dimensionamento
Internet: www.hct.com.br
23

CURSO DE ESTRUTURAS METÁLICAS - DIMENSIONAMENTO


Professor: Jonylson Carvalho de Amarante

LIGAÇÕES COM CONECTORES

Tabela de área bruta e efetiva de parafusos

HCT - Help Cursos & Tecnologia


E-mail: atendimento@hct.com.br Estruturas Metálicas - Dimensionamento
Internet: www.hct.com.br
24

CURSO DE ESTRUTURAS METÁLICAS - DIMENSIONAMENTO


Professor: Jonylson Carvalho de Amarante

LIGAÇÕES COM CONECTORES

Tipos de solicitação

HCT - Help Cursos & Tecnologia


E-mail: atendimento@hct.com.br Estruturas Metálicas - Dimensionamento
Internet: www.hct.com.br
25

CURSO DE ESTRUTURAS METÁLICAS - DIMENSIONAMENTO


Professor: Jonylson Carvalho de Amarante

LIGAÇÕES COM CONECTORES

Tipos de rupturas em ligações com conectores

F F

a
a
s

2F

HCT - Help Cursos & Tecnologia


E-mail: atendimento@hct.com.br Estruturas Metálicas - Dimensionamento
Internet: www.hct.com.br
26

CURSO DE ESTRUTURAS METÁLICAS - DIMENSIONAMENTO


Professor: Jonylson Carvalho de Amarante

LIGAÇÕES COM CONECTORES

Dimensionamento de parafusos a tração

φt Rnt φt = 0,65 para parafusos comuns, barras rosqueadas


= 0,75 para parafusos de alta resistência e rebites

Rebites:

Parafusos e barras rosqueadas:

HCT - Help Cursos & Tecnologia


E-mail: atendimento@hct.com.br Estruturas Metálicas - Dimensionamento
Internet: www.hct.com.br
27

CURSO DE ESTRUTURAS METÁLICAS - DIMENSIONAMENTO


Professor: Jonylson Carvalho de Amarante

LIGAÇÕES COM CONECTORES

Dimensionamento de parafusos ao corte

φν Rnν φν = 0,60 para parafusos comuns, barras rosqueadas


= 0,65 para parafusos de alta resistência e rebites

Rebites:

Rnν = Ag (0,6 f u )

HCT - Help Cursos & Tecnologia


E-mail: atendimento@hct.com.br Estruturas Metálicas - Dimensionamento
Internet: www.hct.com.br
28

CURSO DE ESTRUTURAS METÁLICAS - DIMENSIONAMENTO


Professor: Jonylson Carvalho de Amarante

LIGAÇÕES COM CONECTORES

Dimensionamento de parafusos ao corte

φν Rnν φν = 0,60 para parafusos comuns, barras rosqueadas


= 0,65 para parafusos de alta resistência e rebites

Parafusos em geral e barra rosqueadas:

Rnν = (0,7 Ag )(0,6 f u )

HCT - Help Cursos & Tecnologia


E-mail: atendimento@hct.com.br Estruturas Metálicas - Dimensionamento
Internet: www.hct.com.br
29

CURSO DE ESTRUTURAS METÁLICAS - DIMENSIONAMENTO


Professor: Jonylson Carvalho de Amarante

LIGAÇÕES COM CONECTORES

Dimensionamento de parafusos ao corte

φν Rnν φν = 0,60 para parafusos comuns, barras rosqueadas


= 0,65 para parafusos de alta resistência e rebites

Parafusos de alta resistência (A325, A490), com rosca fora do plano de corte:

Rnν = Ag (0,6 f u )

HCT - Help Cursos & Tecnologia


E-mail: atendimento@hct.com.br Estruturas Metálicas - Dimensionamento
Internet: www.hct.com.br
30

CURSO DE ESTRUTURAS METÁLICAS - DIMENSIONAMENTO


Professor: Jonylson Carvalho de Amarante

LIGAÇÕES COM CONECTORES

Dimensionamento a pressão de apoio e rasgamento da chapa

φR n

a
Rn = 3,0dtf u (pressão de apoio)

a
s
Rn = atf u (rasgamento da chapa)

HCT - Help Cursos & Tecnologia


E-mail: atendimento@hct.com.br Estruturas Metálicas - Dimensionamento
Internet: www.hct.com.br
31

CURSO DE ESTRUTURAS METÁLICAS - DIMENSIONAMENTO


Professor: Jonylson Carvalho de Amarante

LIGAÇÕES COM CONECTORES

Dimensionamento a tração e corte simultâneos


Meio de Ligação Limitação adicional do valor da resistência de cálculo à
tração por parafuso ou barra rosqueada
Parafusos
ASTM A307 φ t R nt ≤ 0,64 f u A p − 1,93V d
Ou ISO 4.6
Parafusos
ASTM A325 φ t R nt ≤ 0,69 f u A p − 1,93V d (nota 1)
φ t R nt ≤ 0,69 f u A p − 1,50V d (nota 2)

Parafusos
ASTM A490 φ t R nt ≤ 0,69 f u A p − 1,93V d (nota 1)
φ t R nt ≤ 0,69 f u A p − 1,50V d (nota 2)

Parafusos
ASTM A449 φ t R nt ≤ 0,64 f u A p − 1,93V d
(d > 38mm)
e barras rosqueadas
em geral

(1) Plano de corte passa pela rosca.


(2) Plano de corte não passa pela rosca.

HCT - Help Cursos & Tecnologia


E-mail: atendimento@hct.com.br Estruturas Metálicas - Dimensionamento
Internet: www.hct.com.br
32

CURSO DE ESTRUTURAS METÁLICAS - DIMENSIONAMENTO


Professor: Jonylson Carvalho de Amarante

LIGAÇÕES COM CONECTORES

Resistência ao deslizamento em ligações por atrito

Em ligações por atrito, quando se quer evitar deslocamentos relativos entre as chapas
conectadas, é necessário garantir que, para as cargas em serviço, a força transferida por
atrito seja menor que a máxima força de atrito disponível entre as chapas.

Fat ,máx = µFc = µP

Fat , máx = µ (P − T )

Rv = µξ (P − T )

HCT - Help Cursos & Tecnologia


E-mail: atendimento@hct.com.br Estruturas Metálicas - Dimensionamento
Internet: www.hct.com.br
33

CURSO DE ESTRUTURAS METÁLICAS - DIMENSIONAMENTO


Professor: Jonylson Carvalho de Amarante

LIGAÇÕES COM CONECTORES

Resistência das chapas de ligação

Rd = φAg (0,6 f y ) com φ = 0,9 Rd = φAn (0,6 f u ) com φ = 0,75

Área
tracionada Área
cisalhada

Área
Área tracionada
cisalhada

HCT - Help Cursos & Tecnologia


E-mail: atendimento@hct.com.br Estruturas Metálicas - Dimensionamento
Internet: www.hct.com.br
34

CURSO DE ESTRUTURAS METÁLICAS - DIMENSIONAMENTO


Professor: Jonylson Carvalho de Amarante

LIGAÇÕES COM CONECTORES

Distribuição de esforços: ligação axial por corte

F/2

F/2

F/2

F/2

HCT - Help Cursos & Tecnologia


E-mail: atendimento@hct.com.br Estruturas Metálicas - Dimensionamento
Internet: www.hct.com.br
35

CURSO DE ESTRUTURAS METÁLICAS - DIMENSIONAMENTO


Professor: Jonylson Carvalho de Amarante

LIGAÇÕES COM CONECTORES

Distribuição de esforços: ligação a tração

Q
F/2
F/2 + Q

F
F

F/2
F/2 + Q

HCT - Help Cursos & Tecnologia


E-mail: atendimento@hct.com.br Estruturas Metálicas - Dimensionamento
Internet: www.hct.com.br
36

CURSO DE ESTRUTURAS METÁLICAS - DIMENSIONAMENTO


Professor: Jonylson Carvalho de Amarante

LIGAÇÕES COM CONECTORES

Distribuição de esforços: ligação excêntrica por corte

F F M=F e

F/n R = kr
= + r

HCT - Help Cursos & Tecnologia


E-mail: atendimento@hct.com.br Estruturas Metálicas - Dimensionamento
Internet: www.hct.com.br
37

CURSO DE ESTRUTURAS METÁLICAS - DIMENSIONAMENTO


Professor: Jonylson Carvalho de Amarante

LIGAÇÕES COM CONECTORES

Distribuição de esforços: ligação com corte e tração

(a) (b)

(c)
(d)

HCT - Help Cursos & Tecnologia


E-mail: atendimento@hct.com.br Estruturas Metálicas - Dimensionamento
Internet: www.hct.com.br
38

CURSO DE ESTRUTURAS METÁLICAS - DIMENSIONAMENTO


Professor: Jonylson Carvalho de Amarante

LIGAÇÕES COM CONECTORES

Projeto, montagem e inspeção de ligações com parafusos de alta resistência

• As ligações destinadas a transferir forças paralelas à superfície de contato das partes


ligadas podem ser “por atrito” ou, alternativamente, “por contato”. As ligações nas quais o
deslizamento seria altamente prejudicial devem ser ligações “por atrito”. Também aquelas que
estiverem sujeitas a forças repetitivas, com reversão de sinal, devem ser ligações por atrito.

• As dimensões dos parafusos devem estar em conformidade com as atuais especificações da


ANSI B18.2.1 para parafusos estruturais pesados, de cabeça hexagonal. O comprimento do
parafuso deve ser tal que , após a instalação, sua extremidade coincida com ou ultrapasse a
face externa da porca. Para isto é necessário dar uma folga no cálculo do comprimento, de
modo a compensar as tolerâncias de execução do parafuso e da estrutura.

HCT - Help Cursos & Tecnologia


E-mail: atendimento@hct.com.br Estruturas Metálicas - Dimensionamento
Internet: www.hct.com.br
39

CURSO DE ESTRUTURAS METÁLICAS - DIMENSIONAMENTO


Professor: Jonylson Carvalho de Amarante

LIGAÇÕES COM CONECTORES

Projeto, montagem e inspeção de ligações com parafusos de alta resistência

• Quando montadas, todas as superfícies da ligação, incluindo as adjacentes às cabeças dos


parafusos, porcas e arruelas, devem estar isentas de escamas de laminação (exceto aquelas
firmemente aderidas ao material), rebarbas, sujeiras ou qualquer outra matéria estranha que
impeça o perfeito contato entre as partes.

• Os parafusos A490 e os parafusos A325 galvanizados não podem ser reutilizados. Os


demais parafusos A325 podem ser reutilizados uma vez, se houver aprovação do engenheiro
responsável. O reaperto de parafusos previamente apertados e que afrouxarem durante o
aperto de parafusos vizinhos não é considerado como reutilização.

HCT - Help Cursos & Tecnologia


E-mail: atendimento@hct.com.br Estruturas Metálicas - Dimensionamento
Internet: www.hct.com.br
40

CURSO DE ESTRUTURAS METÁLICAS - DIMENSIONAMENTO


Professor: Jonylson Carvalho de Amarante

LIGAÇÕES COM CONECTORES

Patologia das ligações

HCT - Help Cursos & Tecnologia


E-mail: atendimento@hct.com.br Estruturas Metálicas - Dimensionamento
Internet: www.hct.com.br
41

CURSO DE ESTRUTURAS METÁLICAS - DIMENSIONAMENTO


Professor: Jonylson Carvalho de Amarante

LIGAÇÕES COM CONECTORES

Exemplo prático 1

Duas chapas de 204 x 12,7 mm (1/2”) em aço ASTM A36 são emendadas chapas laterais de
9,5mm (3/8”) e parafusos comuns (A307) φ 22mm. As chapas estão sujeitas às forças Ng =
200 kN de carga permanente e Nq = 100 kN de carga variável de utilização. Pede-se verificar
a segurança da ligação.

HCT - Help Cursos & Tecnologia


E-mail: atendimento@hct.com.br Estruturas Metálicas - Dimensionamento
Internet: www.hct.com.br
42

CURSO DE ESTRUTURAS METÁLICAS - DIMENSIONAMENTO


Professor: Jonylson Carvalho de Amarante

LIGAÇÕES COM CONECTORES

Exemplo prático 1

a) Esforço solicitante:

Sd = 1,4 x Ng + 1,5 x Nq = 1,4 x 200 + 1,5 x 100 = 430 kN

b) Verificação quanto ao corte (corte duplo nos parafusos):

Rdt = 0,6 x (0,7 x Ag) x (0,6 x fu) x 2 x 6 = 0,6 x (0,7 x 3,88) x (0,6 x 41,5) x 2 x 6 = 487 kN

c) Verificação quanto a pressão de apoio e rasgamento da chapa:

c.1) Pressão de apoio:


Rdt = 0,75 x 3 x d x t x fu x 6 = 0,75 x 3 x 2,22 x 1,27 x 40 x 6 = 1522 kN

c.2) Rasgamento:
Rdt = 0,75 x a x t x fu x 6 = 0,75 x 5,1 x 1,27 x 40 x 6 = 1166 kN
HCT - Help Cursos & Tecnologia
E-mail: atendimento@hct.com.br Estruturas Metálicas - Dimensionamento
Internet: www.hct.com.br
43

CURSO DE ESTRUTURAS METÁLICAS - DIMENSIONAMENTO


Professor: Jonylson Carvalho de Amarante

LIGAÇÕES COM CONECTORES

Exemplo prático 1

d) Verificação quanto a tração na chapa de 12,7 mm (1/2”):

d.1) Escoamento da seção bruta:


Rdt = 0,90 x b x t x fy = 0,90 x 20,4 x 1,27 x 25 = 583 kN

d.2) Ruptura da seção líquida efetiva:


An = [20,4 – 3 x (2,22 + 0,35)] x 1,27 = 16,12 cm²
Rdt = 0,75 x An x fu = 0,75 x 16,12 x 40 = 484 kN

HCT - Help Cursos & Tecnologia


E-mail: atendimento@hct.com.br Estruturas Metálicas - Dimensionamento
Internet: www.hct.com.br
44

CURSO DE ESTRUTURAS METÁLICAS - DIMENSIONAMENTO


Professor: Jonylson Carvalho de Amarante

LIGAÇÕES COM CONECTORES

Exemplo prático 1

e) Verificação quanto a ruptura por cisalhamento de bloco da chapa de 12,7 mm (1/2”):

Sendo 0,6Avnfu > Atnfu tem-se:

Atg = 2 x 3,8 x 1,27 = 9,6 cm²


Atn = [7,6 – 1,0 x (2,22 + 0,35)] x 1,27 = 6,4 cm²
Avn = [12,1 – 1,5 x (2,22 + 0,35)] x 1,27 x 2 = 20,9 cm²

Rd = 0,75 x (0,6 fu Avn + fy Atg) = 0,75 x (0,6 x 40 x 20,9 + 25 x 9,6) = 556 kN

Portanto, o Rd a tração da ligação é 484 kN.

Assim, como Sd < Rd, o projeto da ligação é satisfatório.

HCT - Help Cursos & Tecnologia


E-mail: atendimento@hct.com.br Estruturas Metálicas - Dimensionamento
Internet: www.hct.com.br
45

CURSO DE ESTRUTURAS METÁLICAS - DIMENSIONAMENTO


Professor: Jonylson Carvalho de Amarante

LIGAÇÕES COM CONECTORES

Exemplo prático 2

O tirante de uma treliça de telhado é constituído por duas cantoneiras de 63 x 6,3 mm (2L ½”
x ¼”) com ligação a uma chapa de nó da treliça com espessura 6,3mm, utilizando-se
parafusos comuns (A307) φ 12,7mm (1/2”). Determinar o esforço normal resistente do tirante,
desprezando-se o pequeno efeito da excentricidade introduzida pela ligação. Aço das chapas
e perfis ASTM A36.

HCT - Help Cursos & Tecnologia


E-mail: atendimento@hct.com.br Estruturas Metálicas - Dimensionamento
Internet: www.hct.com.br
46

CURSO DE ESTRUTURAS METÁLICAS - DIMENSIONAMENTO


Professor: Jonylson Carvalho de Amarante

LIGAÇÕES COM CONECTORES

Exemplo prático 2

a) Verificação quanto ao corte nos parafusos:

Rdt = 0,6 x (0,7 x Ag) x (0,6 x fu) x 2 x 5 = 0,6 x (0,7 x 1,27) x (0,6 x 41,5) x 2 x 5 = 133 kN

b) Verificação quanto a pressão de apoio e rasgamento da chapa:

b.1) Pressão de apoio:


Rdt = 0,75 x 3 x d x t x fu x 5 = 0,75 x 3 x 1,27 x 0,63 x 40 x 5 = 360 kN

b.2) Rasgamento:
Rdt = 0,75 x a x t x fu x 5 = 0,75 x 2,5 x 0,63 x 40 x 5 = 236 kN

HCT - Help Cursos & Tecnologia


E-mail: atendimento@hct.com.br Estruturas Metálicas - Dimensionamento
Internet: www.hct.com.br
47

CURSO DE ESTRUTURAS METÁLICAS - DIMENSIONAMENTO


Professor: Jonylson Carvalho de Amarante

LIGAÇÕES COM CONECTORES

Exemplo prático 2

c) Verificação quanto a tração nos perfis:

c.1) Escoamento da seção bruta:


Rdt = 0,90 x Ag x fy = 0,90 x 15,3 x 25 = 345 kN

c.2) Ruptura da seção líquida efetiva:


An = [7,68 – 0,63 x (1,27 + 0,35)] x 2 x 0,85 = 11,32 cm²
Rdt = 0,75 x An x fu = 0,75 x 11,32 x 40 = 339 kN

HCT - Help Cursos & Tecnologia


E-mail: atendimento@hct.com.br Estruturas Metálicas - Dimensionamento
Internet: www.hct.com.br
48

CURSO DE ESTRUTURAS METÁLICAS - DIMENSIONAMENTO


Professor: Jonylson Carvalho de Amarante

LIGAÇÕES COM CONECTORES

Exemplo prático 2

d) Verificação quanto a ruptura por cisalhamento de bloco da chapa de 12,7 mm (1/2”):

Sendo 0,6Avnfu > Atnfu tem-se:

Atg = 2 x 2,9 x 0,63 = 3,65 cm²


Avn = [(4 x 4 + 2,5) – 4,5 x (1,27 + 0,35)] x 0,63 x 2 = 14,2 cm²

Rd = 0,75 x (0,6 fu Avn + fy Atg) = 0,75 x (0,6 x 40 x 14,2 + 25 x 3,65) = 324 kN

Portanto, o esforço resistente de projeto é determinado pelo corte dos parafusos (Rdt = 133
kN).

HCT - Help Cursos & Tecnologia


E-mail: atendimento@hct.com.br Estruturas Metálicas - Dimensionamento
Internet: www.hct.com.br
49

CURSO DE ESTRUTURAS METÁLICAS - DIMENSIONAMENTO


Professor: Jonylson Carvalho de Amarante

LIGAÇÕES COM CONECTORES

Exemplo prático 3

Dimensionar uma ligação aparafusada entre um perfil U e uma chapa, para suportar uma
solicitação de tração igual a 420 kN em serviço. Verificar a dimensão do perfil que satisfaz o
problema. Aço ASTM A36, parafusos de alta resistência ASTM A325 em ligação do tipo apoio.

HCT - Help Cursos & Tecnologia


E-mail: atendimento@hct.com.br Estruturas Metálicas - Dimensionamento
Internet: www.hct.com.br
50

CURSO DE ESTRUTURAS METÁLICAS - DIMENSIONAMENTO


Professor: Jonylson Carvalho de Amarante

LIGAÇÕES COM CONECTORES

Exemplo prático 3

a) Determinação do número de parafusos (n):

Adotando-se parafusos de φ 16 mm (5/8”), tem-se a verificação ao corte:

Rd = 0,65 x (0,7 x Ag) x (0,6 x fu) = 0,65 x (0,7 x 1,98) x (0,6 x 82,5) = 44,6 kN

n = 1,4 x 420 / 44,6 = 13,2

Logo, serão utilizados 14 parafusos, com a disposição indicada na figura.

HCT - Help Cursos & Tecnologia


E-mail: atendimento@hct.com.br Estruturas Metálicas - Dimensionamento
Internet: www.hct.com.br
51

CURSO DE ESTRUTURAS METÁLICAS - DIMENSIONAMENTO


Professor: Jonylson Carvalho de Amarante

LIGAÇÕES COM CONECTORES

Exemplo prático 3

No caso de perfil laminados, a distância do centro do furo à borda obedece a gabaritos


padronizados. Para perfis U 250 (10”) e U 306 (12”), essa distância vale 6,4cm.

b) Obtenção da altura mínima necessária do perfil U:

hmin = 2 x 6,4 + 3 x (3 x 1,6) = 27,2 cm

Logo, deve-se adotar o perfil U 306 (12”).

c) Determinação da solicitação de cálculo:

Sd = 1,4 x 420 = 588 kN

HCT - Help Cursos & Tecnologia


E-mail: atendimento@hct.com.br Estruturas Metálicas - Dimensionamento
Internet: www.hct.com.br
52

CURSO DE ESTRUTURAS METÁLICAS - DIMENSIONAMENTO


Professor: Jonylson Carvalho de Amarante

LIGAÇÕES COM CONECTORES

Exemplo prático 3

Adotando-se o perfil U306 x 30,7 kg/m, tem-se:

d) Verificação quanto ao escoamento da seção bruta:

Rd = 0,90 x Ag x fy = 0,90 x 39,1 x 25 = 880 kN

e) Verificação quanto ruptura da seção líquida efetiva:

An = 39,1 – 4 x (1,6 + 0,35) x 0,71 = 33,56 cm²

Rd = 0,75 x Ct x An x fu = 0,75 x 0,85 x 33,56 x 40 = 856 kN

HCT - Help Cursos & Tecnologia


E-mail: atendimento@hct.com.br Estruturas Metálicas - Dimensionamento
Internet: www.hct.com.br
53

CURSO DE ESTRUTURAS METÁLICAS - DIMENSIONAMENTO


Professor: Jonylson Carvalho de Amarante

LIGAÇÕES COM CONECTORES

Exemplo prático 3

f) Verificação quanto ao rasgamento da chapa:

f.1) Pressão de apoio:


Rd = 0,75 x 3 x d x t x fu x 14 = 0,75 x 3,0 x 1,6 x 0,71 x 40 x 14 = 1431 kN

f.2) Rasgamento:
Rd = 0,75 x 2,5d x t x fu x 14 = 0,75 x 2,5 x 1,6 x 0,71 x 40 x 14 = 1193 kN

HCT - Help Cursos & Tecnologia


E-mail: atendimento@hct.com.br Estruturas Metálicas - Dimensionamento
Internet: www.hct.com.br
54

CURSO DE ESTRUTURAS METÁLICAS - DIMENSIONAMENTO


Professor: Jonylson Carvalho de Amarante

LIGAÇÕES COM CONECTORES

Exemplo prático 3

g) Verificação quanto a ruptura por cisalhamento de bloco na ligação:

Sendo 0,6Avnfu > Atnfu tem-se:

Atg = 3 x 3 x 1,6 x 0,71 = 10,2 cm²


Atn = 10,2 – 3 x (1,6 + 0,35) x 0,71 = 6,0 cm²
Avn = [(4 x 3 x 1,6) – 3,5 x (1,6 + 0,35)] x 0,71 x 2 = 17,6 cm²

Rd = 0,75 x (0,6 fu Avn + fy Atg) = 0,75 x (0,6 x 40 x 17,6 + 25 x 10,2) = 508 kN

Assim, a resistência de projeto ao cisalhamento do bloco é menor que a solicitação de


projeto.

Logo, aumentando-se o espaçamento entre parafusos na direção da força para 4d, o


problema fica resolvido determinado pelo corte dos parafusos (Rdt = 133 kN).
HCT - Help Cursos & Tecnologia
E-mail: atendimento@hct.com.br Estruturas Metálicas - Dimensionamento
Internet: www.hct.com.br
55

CURSO DE ESTRUTURAS METÁLICAS - DIMENSIONAMENTO


Professor: Jonylson Carvalho de Amarante

LIGAÇÕES COM CONECTORES

Exemplo prático 3

Uma solução para o problema seria o aumento do espaçamento entre parafusos na direção
da força para 4d.

Portanto, o perfil U306 (12”) x 30,7kg/m satisfaz.

No caso de a ligação aparafusada do problema ser agora, uma ligação do tipo atrito (aquela
em que não se permite deslizamento entre as partes para cargas em serviço), é necessário,
adicionalmente, verificar a resistência ao deslizamento da ligação.

a) Força de protensão mínima do parafuso: Pmin = 85 kN

b) Coeficiente de atrito: µ = 0,28

HCT - Help Cursos & Tecnologia


E-mail: atendimento@hct.com.br Estruturas Metálicas - Dimensionamento
Internet: www.hct.com.br
56

CURSO DE ESTRUTURAS METÁLICAS - DIMENSIONAMENTO


Professor: Jonylson Carvalho de Amarante

LIGAÇÕES COM CONECTORES

Exemplo prático 3

c) Determinação da resistência ao deslizamento:

Rv = µ x ξ x P x 14 = 0,28 x 1,0 x 85 x 14 = 333 kN

Como N = 420 kN > Rv = 333 kN, verifica-se que a condição de deslizamento é


determinante dimensionamento.

Recalculando n, tem-se:

n = 420 / (0,28 x 85) = 18.

Seriam necessários, portanto 18 parafusos.

HCT - Help Cursos & Tecnologia


E-mail: atendimento@hct.com.br Estruturas Metálicas - Dimensionamento
Internet: www.hct.com.br
57

CURSO DE ESTRUTURAS METÁLICAS - DIMENSIONAMENTO


Professor: Jonylson Carvalho de Amarante

LIGAÇÕES COM CONECTORES

Exemplo prático 4

Calcular a carga de projeto na ligação da figura abaixo, sendo os conectores parafusos ASTM
A307 de φ 19mm (3/4”).

HCT - Help Cursos & Tecnologia


E-mail: atendimento@hct.com.br Estruturas Metálicas - Dimensionamento
Internet: www.hct.com.br
58

CURSO DE ESTRUTURAS METÁLICAS - DIMENSIONAMENTO


Professor: Jonylson Carvalho de Amarante

LIGAÇÕES COM CONECTORES

Exemplo prático 4

Como primeira observação, tem-se que os parafusos 1 e 3 serão mais solicitados, pois, além
do esforço vertical, deverão absorver um esforço horizontal que resistirá ao momento
produzido pela carga Q.

a) Determinação do esforço solicitante nos parafusos, em serviço:

Sendo o parafuso número 1, o mais desfavorável, tem-se:

Fv = Q / 3

Fh x 1,6 = Q x 1,5

Fh = (1,5 / 1,6) x Q

HCT - Help Cursos & Tecnologia


E-mail: atendimento@hct.com.br Estruturas Metálicas - Dimensionamento
Internet: www.hct.com.br
59

CURSO DE ESTRUTURAS METÁLICAS - DIMENSIONAMENTO


Professor: Jonylson Carvalho de Amarante

LIGAÇÕES COM CONECTORES

Exemplo prático 4

O esforço resultante F vale:

F = √ (Fv² + Fh²)

F = 0,99 x Q

b) Carga de projeto:

γ x 0,99 x Q = 0,6 x (0,7 x 2,85) x (0,6 x 41,5)

γ x Q = 30,1 kN

HCT - Help Cursos & Tecnologia


E-mail: atendimento@hct.com.br Estruturas Metálicas - Dimensionamento
Internet: www.hct.com.br
60

CURSO DE ESTRUTURAS METÁLICAS - DIMENSIONAMENTO


Professor: Jonylson Carvalho de Amarante

LIGAÇÕES COM CONECTORES

Exemplo prático 4

c) Verificação da pressão de apoio:

Rd = 0,75 x 3 x 1,9 x 2,5 x 40 = 427 kN

Assim, tem-se Rd >> γQ.

HCT - Help Cursos & Tecnologia


E-mail: atendimento@hct.com.br Estruturas Metálicas - Dimensionamento
Internet: www.hct.com.br
61

CURSO DE ESTRUTURAS METÁLICAS - DIMENSIONAMENTO


Professor: Jonylson Carvalho de Amarante

LIGAÇÕES COM CONECTORES

Exemplo prático 5

Deseja-se projetar a ligação de um consolo metálico com uma coluna, utilizando-se parafusos
de alta resistência ASTM A325. Determinar o diâmetro necessário dos parafusos para
absorver uma carga de 30 kN, em serviço (oriunda de carregamento permanente), com uma
excentricidade de 200 mm, relativa ao eixo da coluna.

HCT - Help Cursos & Tecnologia


E-mail: atendimento@hct.com.br Estruturas Metálicas - Dimensionamento
Internet: www.hct.com.br
62

CURSO DE ESTRUTURAS METÁLICAS - DIMENSIONAMENTO


Professor: Jonylson Carvalho de Amarante

LIGAÇÕES COM CONECTORES

Exemplo prático 5

a) Determinação força vertical:

Fv = Q / n = 30 / 6 = 5 kN

b) Determinação da força atuante devido ao momento fletor:

Σr² = 6 x 5² + 4 x 5² = 250 cm²

M = F x e = 30 x 20 = 600 kN.cm

Fx = (M / Σr²) x X = (600 / 250) x 5 = 12 kN

Fy = (M / Σr²) x Y = (600 / 250) x 5 = 12 kN

HCT - Help Cursos & Tecnologia


E-mail: atendimento@hct.com.br Estruturas Metálicas - Dimensionamento
Internet: www.hct.com.br
63

CURSO DE ESTRUTURAS METÁLICAS - DIMENSIONAMENTO


Professor: Jonylson Carvalho de Amarante

LIGAÇÕES COM CONECTORES

Exemplo prático 5

c) Dimensionamento dos parafusos:

F = √ (Fv² + Fh²) = √ [(5+12)² + 12²] = 20,8 kN

Sd = 1,3 x 20,8 = 27 kN

0,65 x (0,7 x Ag) x (0,6 x 82,5) = 27

Ag = 1,2 cm²

Adota-se parafusos de 1,27 mm (1/2”), ASTM A325.

HCT - Help Cursos & Tecnologia


E-mail: atendimento@hct.com.br Estruturas Metálicas - Dimensionamento
Internet: www.hct.com.br
64

CURSO DE ESTRUTURAS METÁLICAS - DIMENSIONAMENTO


Professor: Jonylson Carvalho de Amarante

LIGAÇÕES COM CONECTORES

Exemplo prático 5

d) Verificação da pressão de apoio:

Rd = 0,75 x 3 x d x t x fu = 0,75 x 3 x 1,27 x 1,2 x 40 = 137 kN

Assim, tem-se Rd = 137 kN > Sd = 27 kN.

HCT - Help Cursos & Tecnologia


E-mail: atendimento@hct.com.br Estruturas Metálicas - Dimensionamento
Internet: www.hct.com.br