Você está na página 1de 2

Os três presentes oferecidos a Jesus!

Ouro, Incenso e Mirra


Ouro
Encontrado na terra: Jó 28:1,6 - Havilá: Gn 2:11 - Ofir: 1 Rs 9:28; Sl 45:9 Sabá: Sl 72:15;
Is 60:6 - Parvaim: 2 Cr 3:6 - Pertence a Deus: Jr 3:5; Ag 2:8 Amarelo: Sl 68:13 -
Maleável: Ex 39:3; 1 Rs 10:16,17 - Fusivel: Ex 32:3,4; Pv 17:3 Precioso: Ed 8:27; Is
13:12 - Valioso: Jó 28:15,16 - Valioso quando puro e refinado: Jó 28:19; Sl 19:10; 21:3;
Pv 3:14 Refinado / provado: Zc 13:9; 1 Pe 1:7 - Trabalho em ouro, um ofácio: Ne 3:8; Is
40:19 - Um artigo de comércio: Ez 27:22 Patriarcas ricos em ouro: Gn 13:2 - Importado
por Salomão: 1 Rs 9:11,28; 10:11 - Sua abundância no reinado de Salomão: 2 Cr 1:15
Ofertas em ouro, para o tabernáculo: Ex 35:22 - Para o templo: 1 Cr 22:14; 29:4,7 -
Como dinheiro: Mt 10:9; At 3:6 - Veste sacerdotais e reais adornadas de ouro: Ex 28:4-
6; Sl 45:9,13
Cobrir o tabernáculo: Ex 36:34,38 - Revestir o templo: 1 Rs 6:21,22 - Cobrir os
querubins do templo: 2 Cr 3:10 - Cobrir a arca, etc: Ex 25:11-13 Cobrir o chão do
templo: 1 Rs 6:30 - Cobrir o trono do Rei: 1 Rs 10:18 - Propiciatório / querubins: Ex
25:17,18 - Candeeiros: Ex 25:31; 2 Cr 4:7-20 utensílios: Ex 25:29,38; 2 Cr 4:19-22 -
Coroas: 2 Sm 12:30; Sl 21:3 - Cetros: Ester 4:11 Correntes: Gn 41:42; Dn 5:29 - Anéis:
Ct 5:14; Tg 2:2 - Argolas: Jz 8:24,26 Ornamento:. Jr 4:30 - Escudos: 2 Sm 8:7; 1 Rs
10:16,17 - Vasos: 1 Rs 10:21; Et 1:7 - ídolos: Ex 20:23; Sl 115:4; Dn 5:4 - Fazer leitos:
Ester 1:6 - Estrados para os pés: 2 Cr 9:18

Incenso
Queimado na adoração religiosa:
Trazido de Sabá: Jr 6:20 - Artigo de extenso comércio: Ap 18:13 - Comum, não devia ser
oferecido a Deus: Ex 30:9 Para o culto de Deus, misturado com especiarias aromáticas:
Ex 25:6; 37:29 - Receita para sua mistura: Ex 30:34-36 - só os sacerdotes podiam
oferecê-lo: Nm 16:40; Dt 33:10
Oferecido: Em incensário: Lv 10:1; Nm 16:17,46 - Sobre o altar de ouro: Ex 30:1,6; 40:5
- Cada tarde e manhã: Ex 30:7,8 Perpetuamente: Ex 30:8 - Pelo sumo-sacerdote, no
Santo dos Santos, no dia da expiação: Lv 16:12-13 - Com fogo tirado do altar das
ofertas queimadas: Lv 16:12; Nm 16:46 Seu oferecimento, limitado aos sacerdotes: Lc
1:9 - Os judeus oravam por ocasão da sua oferta: Lc 1:10 - Servia para a expiação: Nm
16:46,47 Posto nas ofertas de manjares: Lv 2:1,2,15,16; 6:15 - Os levitas se
encarregavam do mesmo: 1 Cr 9:29 - Usado na adoração idólatra: Jr 48:35 Os Judeus:
não eram aceitos em sua oferta, por causa de pecado: Ts 1:13; 66:3 - Ofereciam-no aos
ídolos, em altares de tijolos: Is 65:3 - Foram punidos, por oferece-lo aos ídolos: 2 Cr
34:25 Nadabe e Abiú mortos por oferecerem-no com fogo estranho: Lv 10:1,2 - Coré e
seu grupo castigados por oferecê-lo: Nm 16:16-35 - Uzias castigado por oferecê-lo: 2 Rs
26:16-21 Os méritos de Cristo: Ap 8:3,4 - A oração: Sl 141:2; Ml 1:11; Ap 5:8

Mirra
Nome de uma substância aromática, que em hebreu se chama mor, e em grego
smyrna. Este aroma se ajuntava ao óleo com que se ungiu Arão e seus sucessores, Ex
30:23; Servia também para perfumar as vestes e os leitos, Sl 45:8; Pv 7:17; Ct 3:6.
Com óleo de mirra se purificavam as damas da Pérsia, Ester 2:12.
Os magos, vindos do oriente, ofereceram mirra ao menino Jesus, Mt 2:11. Quando Jesus
pendia da cruz no Calvário, ofereceram-lhe vinho misturado com mirra com o fim de
lhe amortecer as dores do sacrifácio, Mc 15:23. A mirra entrou na composição das
especiarias destinadas a ungir o corpo de Jesus, Jo 19:39. Também servia para
embalsamar os mortos. A árvore que a produz cresce na Arábia e denomina-se
Balsamodendron myrrha, é árvore baixa, de casca e madeira aromática; tem galhos
curtos e espinhosos, e folhas trifoliadas; produz umas frutas semelhantes à ameixa.
Cresce na Arábia, aonde a vão buscar os negociantes.
Estudo elaborado por: Rev. Loir Santos Leandro - Deus abençoe a todos!