Você está na página 1de 4

} })(); window._f bq = window._f bq || []; window._f bq.push(['track', '6029630809151', {'value':'0.

00','currency':'BRL'}]);
NOTÍCIAS PODER GERAL POLÍCIA SAÚDE ECONOMIA ESPORTE MUNDO CULTURA
MZ PORTAL Amazon a todo vapor! Série baseada na obra do J. R. R. Tolkien já tem seus showrunners anunciados

HOME  ECONOMIA

Pesquisa personali

Tópicos recentes

Homem teve mãos e pernas amputada


das lambidas do seu cão
6 de agosto de 2018

Amazon a todo vapor! Série baseada n


R. R. Tolkien já tem seus showrunners
6 de agosto de 2018

Cristiano Ronaldo deixa de seguir Real


redes sociais
3 de agosto de 2018

Exportação da castanha avança no mercado chinês e cresce 0


Cidade japonesa está contratando gue
3 de agosto de 2018
520,97% neste primeiro trimestre
Descriminalização do aborto: quem sã
que tentarão in uenciar decisão do ST
Por Redação MZ on 14 de abril de 2015 Economia
3 de agosto de 2018

A castanha-do-brasil virou negócio da China para o Grupo Ciex. Com perspectiva de 20% de
crescimento no mercado Chinês, em 2015, a Ciex Indústria, braço principal do grupo, vem trabalhando Últimas notícias – Google
em ritmo acelerado na safra 2015. Dados da Balança Comercial Brasileira, no Amazonas, revelam que as
exportações de castanha-do-brasil, sem casca, negociadas pela empresa cresceu 520,97% no primeiro
trimestre de 2015, em relação ao mesmo período de 2014, passando a exportar US$ 677.600 na Tags
comparação com US$ 109.120, divulgou a Secex (Secretaria de Comércio Exterior) vinculada ao
Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (Mdic). Amapá CanalMZ Cidades

  Economia Educação Esport

Governo do Amapá Justiça Fede


De acordo com o diretor do Grupo Ciex, Davis Benzecry, após um período aproximado de dois anos,
quando os asiáticos preferiam o preço à qualidade, indo buscar outros fornecedores no Brasil, a Ciex linguagem livros Música

reconquistou o mercado chinês incrementando 20% nas exportações. “Contamos com uma infraestrutura
Poder ProUni Saúde
e logística avançada na Região Norte do Brasil, e primamos por um produto de qualidade. Somos os
maiores exportadores de castanha do país, e eles voltaram a nos procurar”, frisou. senador Capiberibe

Segundo Benzecry, após a experiência ‘não grat’ em se tratando de produto alimentar, a China voltou a
fechar negócio com a Ciex, desta vez visando a qualidade. “Estamos sempre planejando expansões no Arquivos
mercado, sem nunca perder a qualidade diferenciada, característica dos produtos da empresa”, observou.
Já no mercado interno a Ciex comercializa 100% de castanha sem casca. “No mercado brasileiro nós não
agosto 2018
vendemos castanha com casca”, citou.
julho 2018
A exportação de castanha do Brasil, fresca ou seca, sem casca segundo dados da Secex, passou de 16
junho 2018
mil/kg para 80 mil/kg, aumento equivalente a 500% no primeiro trimestre em relação ao mesmo período
de 2014. Em dólar o crescimento foi de 520,97%, saindo de US$ 109.120 para US$ 677.600. Ainda segundo maio 2018
Benzecry, a exportação de castanha ocorre em função de vários fatores, por exemplo, a disponibilidade da
abril 2018
matéria-prima, que é proveniente do extrativismo natural, sem a interferência do homem. “A castanha não março 2018MUNDO
NOTÍCIAS PODER GERAL POLÍCIA SAÚDE ECONOMIA ESPORTE CULTURA
é um produto originário de plantio. Por isso as safras são fatores naturais”, explicou.
fevereiro 2018

O empresário completou dizendo que a castanha é um tradicional produto regional fruto do extrativismo
janeiro 2018
amazonense principalmente do município de Coari. A Ciex Indústria é a maior exportadora mundial de
castanha do Brasil com casca para o exigente mercado norte-americano, conquistou o mercado Chinês e dezembro 2017
avançou no mercado interno. A empresa também vem ganhando espaço na venda de castanha sem casca.
novembro 2017

Um terço para o mercado interno outubro 2017

setembro 2017
Atualmente, o mercado brasileiro da castanha sem casca responde por mais de um terço das vendas da
empresa e paga os melhores preços sem distinguir qualidade. O Grupo Ciex é um dos mais tradicionais agosto 2017
grupos empresariais na região Norte do Brasil, exporta seus produtos para os cinco continentes além de
julho 2017
também comercializálos em várias unidades da federação (AM, SP, RJ, PR, RS, CE, MT, MS e DF).

junho 2017
De acordo com o Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do
Amazonas (Idam), nos últimos anos, o comércio da Castanha-do-Brasil sem casca se concentrou maio 2017

fortemente no mercado nacional. Com o acesso a novos mercados privados e institucional no país, houve abril 2017
um grande crescimento em relação ao volume comercializado em anos anteriores.
março 2017

O Grupo Ciex e a Fazenda Aruanã, foram citadas pelo Idam como as empresas amazonenses exportadoras
fevereiro 2017
da castanha-do-brasil, com casca e sem casca. No caso do Ciex, tradicional grupo empresarial da região
Norte, especi camente de Manaus, ao longo de 70 anos atua no segmento de produtos amazônicos como janeiro 2017
é o caso da juta e da castanha-do-brasil.
dezembro 2016

Inimigo da castanha novembro 2016

outubro 2016
Segundo o Idam, o maior inimigo das castanhas de boa qualidade são fungos que produzem uma
substância tóxica chamada a otoxina, que tem um grande poder de contaminação, deixando as castanhas setembro 2016
com uma qualidade ruim para a alimentação, saúde e comercialização. Os fungos que contaminam as
agosto 2016
castanhas precisam de umidade e calor para se multiplicar. Para combatê-los é importante adotar boas
práticas de manejo que impeçam essas condições na coleta, secagem e armazenamento das castanhas. julho 2016

De acordo com dados computados pelo Idam, em 2013, o Amazonas contou com uma produção estimada junho 2016

em 2.031 toneladas e 495 bene ciários assistidos pelo Estado.


maio 2016

Região Norte abril 2016

março 2016
O Grupo Ciex é um dosmais tradicionais gruposmpresariais na região Norte do Brasil e tem sua origem
em Manaus, quando seu fundador, Isaac Jacob Benzecry, iniciou suas atividades com a empresa I. J. fevereiro 2016
Benzecry no ano de 1936. Em 7 de novembro de 1944, após algumas mudanças em seu quadro social, a
janeiro 2016
Ciex, já com seu nome atual, assumiu os ativos e passivos da I.J. Benzecry e seguindo suas atividades
comerciais e industriais, sempre atuando no ramo de produtos amazônicos. dezembro 2015

novembro 2015
O braço principal do Grupo, a Ciex Indústria manteve e expandiu muitas das atividades iniciadas na
empresa I.J. Benzecry. Por muitos anos a Ciex foi uma das principais produtoras de borracha e couro, outubro 2015
atividades hoje cessadas.
setembro 2015

Ao longo de mais de 70 anos de existência, o Grupo Ciex consolidou-se no mercado local e internacional, agosto 2015
atuando em diferentes segmentos através de suas empresas Ciex Indústria, voltada para o mercado de
produtos amazônicos, a Jutal que é produtora de materiais derivados da Malva e Juta e a CiexLaghi julho 2015

empresa voltada para o ramo de construção civil.


junho 2015

Do Jornal do Commercio maio 2015

abril 2015
    more
março 2015

fevereiro 2015

Redação MZ
NOTÍCIAS PODER GERAL POLÍCIA SAÚDE ECONOMIA ESPORTE MUNDO CULTURA

 PREVIOUS ARTICLE NEXT ARTICLE 

Brasileiro desaprova aumento de conta para Fotógrafo de jornal é agredido em manifestação


reduzir consumo de energia, mostra pesquisa por ser parecido com Lula

Related Stories

Novas regras para o cartão de Desemprego e freio no Quem são e o que querem os
crédito começam a valer nesta consumo ajudam a explicar caminhoneiros que estão
sexta-feira números frustrantes na parando o país?
economia

Leave A Reply

Your Comment

Your Name (required)

Your Email (required)

Your Website (optional)

SUBMIT

FALE CONOSCO Seu nome (obrigatório)


Reclamações, elogios ou sugestões? Este é o seu canal de comunicação com a Seu e-mail (obrigatório)
NOTÍCIAS PODER GERAL POLÍCIA SAÚDE ECONOMIA ESPORTE MUNDO CULTURA
gente. ;)

Assunto

Sua mensagem

Enviar