Você está na página 1de 7

Jarid Arraes

INFORMAÇÃO
CONTRA O
MACHISMO
1 2

O direito à informação É que a tal ignorância


É de grande importância Prejudica nossa luta
Pois é possibilidade Que travamos todo dia
De romper a ignorância Com convicta conduta
Sendo sempre acessível De acabar a violência
Mostra a sua relevância. Reduzindo essa labuta.

Toda mazela do mundo Muita gente desconhece


Precisamos divulgar O machismo matador
Debater e discutir Que agride, assassina
Também exemplificar Só gerando muita dor
Pelo uso de pesquisas Abusando da mulher
Feitas para demonstrar. Sendo vil e opressor.

É assim com o machismo Tem ainda quem duvida


Grande mal desse país E questiona a existência
Que para ser combatido Não enxerga esse machismo
Ser cortado na raiz Que não concede clemência
Só com muita informação E por ser desinformado
E com forte diretriz. Perde então a coerência.
3 4

Mas eu posso explicar Demandamos assistência


A verdade disponível Nós queremos atenção
É possível comprovar Já que essa Lei vigente
Esse mal perceptível De Acesso à Informação
Até mesmo no papel É direito das mulheres
Seu retrato é terrível. Do governo, obrigação

São pesquisas divulgadas Pois sabendo desses dados


Revelando esse machismo Desses fatos divulgados
Estatísticas gritantes Nossos grupos militantes
Sem espaço pra achismo Por direito outorgados
A verdade nua e crua Se levantam incisivos
Desse torpe canalhismo. E bastante instigados.

Pode ser pelo IPEA A informação em mãos


Pode ser do IBGE É gravada pela mente
É preciso mais trabalho Vira um argumento certo
Seja o órgão que vier E um discurso veemente
Sempre com informação Encoraja o ativismo
Sobre a vida da mulher. De maneira inteligente.
5 6

A partir do movimento As mulheres podem ver


O discurso se espalha Que possuem mais opção
Atingindo muita gente Não precisam mais viver
A verdade que não falha Presas na submissão
Remexendo a estrutura E se forem agredidas
O machismo se chacoalha. Já têm mais percepção.

As mulheres já não ficam Já munidas de direitos


Fracas e silenciadas E sabendo aonde ir
Pois com muita informação As mulheres denunciam
São também empoderadas Não precisam sucumbir
Denunciam e protestam Elas rompem o silêncio
Sempre bem determinadas. E já querem intervir.

O machismo é um problema Mas pra ser realidade


Que existe mui velado Esse quadro otimista
Pela falta de debates É preciso que o Estado
Está naturalizado Ofereça essa conquista
Mas é pela informação Informando e educando
Que será exterminado. De maneira realista.
7 8

O governo é responsável Aprendendo desde cedo


Por tornar bem acessível Ao machismo combater
Tudo sendo do contexto E sabendo certamente
Do direito exequível A quem pode recorrer
E com firme compromisso Com muita cidadania
Faz de tudo disponível. Todos passam a viver.

É com base nessa Lei O machismo só existe


Na regulamentação Se não há educação
Que o povo já possui É na falta abrasiva
O Acesso à Informação Da melhor informação
Um avanço positivo Pois só na ignorância
Para a politização. Ele encontra vocação.

A informação certeira Por isso faço um apelo


Embasada na verdade Para quem estiver lendo
Deve ser bem coletiva Não se cale nem permita
E responsabilidade Que isso continue sendo
Da escola e da mídia Um problema de silêncio
De toda a sociedade. Que o país vai corroendo.
9 10

Solte a voz para falar Exigindo compromisso


Sem receio, seja forte Do Estado brasileiro
Dissemine a informação Que nos deve efetivo
Transformando essa sorte Cumprimento por inteiro
Das mulheres brasileiras Dessa lei que deve ser
Sejam do sul ou do norte. Um direito corriqueiro.

Conhecer com plenitude Pra mulher de todo jeito


É também direito humano Lei de Acesso à Informação
Viver pela informação Dando pra cada contexto
E sem sombra de engano A mais séria atenção
É a força necessária Seja negra, índia ou branca
Pra romper com o tirano. Em política união.

Para todas as mulheres Educando e informando


Precisamos informar Vamos sempre em união
Sobre essa ferramenta Com coragem e ousadia
Feita pra denunciar Fazendo a revolução
E a base que sustenta Da mulher empoderada
Seu direito de lutar. Filha da libertação.

FIM
ARTIGO 19 América do Sul T: + 55 (11) 3057.0042 E:
comunicacao@artigo19.org W: www.artigo19.org.br
Edifício das Bandeiras Rua: João Adolfo, 118 conjunto 802,
Centro - São Paulo - SP CEP: 01050-020 Brasil

APOIO