Você está na página 1de 29

Revisão de Sistemas

Computacionais

Teoria de Microprocessadores
Aula 01

Prof. MSc. Hugo Magalhães Martins


1º Bimestre
2º Bimestre
Os Sistemas de Conversão
Para se compreender a conversão de
sistemas, teremos que apresentar os
sistemas de numeração.

Comecemos então pelo já nosso conhecido


Sistema Decimal. Que como bem sabem,
deriva dos nossos antepassados utilizarem
os 10 dedos para contar.
Sistema de Numeração Decimal
Dígitos Decimais: Potências de base 10

0
1 10 0
1
2 10 
1
10
3
4 10  100
2

5 10  1000
3
6
7 10  10 000
4

8
9
Sistema de Numeração Binário
v Este sistema é o Potências de base 2
utilizado pelos
computadores.
2 
0
1 2 
6
64
2 
1
2 2 
7
128
Dígitos Binários: 2 
2
4 2 
8
256
0 23  8 29  512
1 2 
4
16 2 
10
1024
2 
5
32
Sistema de Numeração Hexadecimal
Dígitos Hexadecimal: Potências de base 16

0
1 16 0
 1
2 16 1
 16
3
4 AB
CD
16 2
 256
5 EF 16 3
 4096
6
7 16 4
 65 536
8
9
Conversão Decimal  Binário

Decimal (10) Binário (2)


0  0
Como só existem 1  1
dois números no 2  10
sistema binário 3  11
temos a
4  100
seguinte
correspondência: 5  101

6  110
7  111
8  1000
Conversão Decimal  Binário
É claro que assim era difícil, vamos então aprender a converter
qualquer numero. Que tal o 21(10) por exemplo ?

21(10) ---------------- ? (2)


Quantas vezes há

21(10) = 1 0 1 0 1
21 2 X
0 1
10 2 X
1
0 5 2
1 2 2
0 1
Conversão DecimalHexadecimal
Como existem dezesseis números, temos a seguinte correspondência:

Decimal (10) Hexadecimal (16) Decimal (10) Hexadecimal (16)

0  0 9  9
1  1 10  A
2  2 11  B
3  3 12  C
4  4 13  D
5  5 14  E
6  6 15  F
7  7 16  10
8  8 17  11
Conversão Decimal  Hexadecimal
É claro que assim era difícil continuar, vamos então aprender a
converter qualquer numero. Que tal o 3344(10) por exemplo ?

3344(10) ---------------- ? (16)

Quantas vezes há

3344(10) = D 1 0
3 3 4 4 16 X
0 1 4 4 2 0 9 16
X
0 0
0 4 9 1 3
0 1
0

1 D
Conversão Binário  Decimal
Como só existem dois números no sistema binário, teremos
que trabalhar com Base 2, logo temos por exemplo:

1001(2) ---------------- ? (10)


1 0 0 1

3 2 1 0 Pesos
2 2 2 2
+ + +

23 x 1 22 x 0 21 x 0 20 x 1

8 + 0 + 0 + 1 = 9

1001(2) ---------------- 9(10)


Conversão HexadecimalDecimal
A conversão de números hexadecimais para decimal, processa-se
através de operações de multiplicação, vamos ver um exemplo:

1E2(16) ---------------- ? (10)


1 E 2
2 1 0
16 16 16 Pesos
+ +
162 x 1 161 x E 160 x 2

161 x 14

256 + 224 + 2 = 482

1E2(16) ---------------- 482(10)


Conversão Bin  Hex  Bin
Resolução binária
Fórmulas:

2 ^ bits = # de possibilidades

LOG 2 # de possibilidades = bits


Perguntas
• Quantas possibilidades temos com estes
número de bits:
8? 10? 12? 16?

• Quantos bits temos com estes número de


possibilidades:
4294967296?
18446744073709551616?
Conversão numérica
Conversão numérica
Resolução da informação
• BIT - menor informação digital(binária)
extremamente simples, pode ser vista
como um pino ou um flag.

• NIBBLE - informação digital simples 4BITs


portanto armazena 16 possibilidades de
informação discreta (0-15), pode
armazenar o número de quadrados da
barra de volume mostrada na TV.
Resolução da informação
• BYTE – 8BITs uma palavra simples
extremamente utilizada em SMP com 256
possibilidades (0-255) informação
discreta.

• WORD e DOUBLE WORD- 16 ou 32 BITs


utilizadas para palavra que requerem
resolução ou complexidade de dados.
Famílias lógicas
Os circuitos lógicos são agrupados em famílias em
que cada uma apresenta o seu próprio conjunto
de regras de operação. Algumas famílias
lógicas comuns são:
- RTL: resistor-transistor logic;
- DTL: diode-transistor logic;
- TTL: transistor-transistor logic;
- NMOS(FET): N-channel metal-oxide silicon;
- CMOS(FET): complem. metal-oxide silicon;
- ECL: emitter-coupled logic.
Portas lógicas base
Palavras binárias especiais
Medidas de armazenamento
Famílias lógicas
Pinagem de CI
TRISTATE
Código(dados) na memória
(em seus endereços)
Referências
• SOARES, A. Aulas Práticas de Arquitetura
de Computadores, Curso de Licenciatura
em Informática da universidade de Trás-
os-Montes e Alto Douro - 2004

Você também pode gostar