Você está na página 1de 2

2

CONTEÚDO

PROFª.: ÉRICA SANTOS


22 Estrutura e formação de palavras 1
A Certeza de Vencer KL 020908

Estrutura das Palavras Sufixos: colocados depois do radical.


Fale conosco www.portalimpacto.com.br

A análise da estrutura das palavras revela-nos a existência Ex.: folhagem, legalmente


de vários elementos mórficos chamados de morfemas. Os
elementos que contêm o significado básico da palavra chamam-
se morfemas lexicais, e os que indicam a flexão das palavras, Infixos  
ou seja, as variações para indicar gênero, número, pessoa, São vogais ou consoantes de ligação que entram na
modo, tempo recebem o nome de morfemas gramaticais. Em formação das palavras para facilitar a pronúncia. Existem em
meninas, por exemplo, menin- é morfema lexical, a é morfema algumas palavras por necessidade fonética.Os infixos não são
gramatical de gênero e s é morfema gramatical de número. significativos, não sendo considerados morfemas.
Os elementos mórficos são os seguintes: Ex.: café-cafeteira, capim-capinzal, gás-gasômetro

Radical  Vogal temática 
Vogal Temática (VT) se junta ao radical para receber outros
elementos. Fica entre dois morfemas. Existe vogal temática em
verbos e nomes. Ex.: beber, rosa, sala
Nos verbos, a VT indica a conjugação a que pertencem (1ª , 2ª
ou 3ª ).
Ex.: partir- verbo de 3ª conjugação

• Há formas verbais e nomes sem VT.


Ex.: rapaz, mato(verbo)

Tema  
Tema = radical + vogal temática
Ex.: cantar = cant + a, mala = mal + a, rosa = ros + a

Desinências  
São morfemas colocados no final das palavras para indicar
flexões verbais ou nominais.
Podem ser:
• Nominais: indicam gênero e número de nomes (
substantivos, adjetivos, pronomes, numerais ).
Ex.: casa - casas, gato – gata

• Verbais: indicam número, pessoa, tempo e modo dos


verbos. Existem dois tipos de desinências verbais: desinências
modo-temporal (DMT) e desinências número-pessoal (DNP).
Ex.: Nós corremos, se eles corressem (DNP); se nós
corrêssemos, tu correras (DMT)
Radical é o elemento comum de palavras cognatas
também chamadas de palavras da mesma família. É Algumas formas verbais não têm desinências como: trouxe,
responsável pelo significado básico da palavra. bebe...
Ex.: gato , gata, gatinho, gatão • Verbo-nominais: indicam as formas nominais dos verbos
(infinitivo, gerúndio e particípio).
Nas palavras acima, o elemento gat- é o radical, já que Ex.:beber, correndo, partido
não pode ser decomposto em unidade menores e nele se
concentra o significado básico da palavra. Principais desinências:

Observação:
As palavras que apresentam o mesmo morfema lexical, DESINÊNCIAS VERBAIS
isto é, o mesmo radical, são chamadas de cognatas. Assim, são 1. Modo-temporais = indicam o tempo e o modo. São quatro as
cognatas as palavras ferro, ferreiro, ferragem, ferrugem, ferrado, desinências modo-temporais:
ferrador, ferradura, etc. • -va- e -ia-, para o Pretérito Imperfeito do Indicativo =
ENSINO MÉDIO - 2008

estudava, vendia, partia.


• -ra-, para o Pretérito Mais-que-perfeito do Indicativo =
Afixos   estudara, vendera, partira.
São partículas que se anexam ao radical para formar outras • -ria-, para o Futuro do Pretérito do Indicativo = estudaria,
palavras. Existem dois tipos de afixos: venderia, partiria.
Prefixos: colocados antes do radical. • -sse-, para o Pretérito Imperfeito do Subjuntivo = estudasse,
Ex.: desleal, ilegal vendesse, partisse.

FAÇO IMPACTO - A CERTEZA DE VENCER!!!


2. Número-pessoais = indicam a pessoa e o número. São três d) Radical – Med- , vogal temática – i-, desinência modo-
Fale conosco www.portalimpacto.com.br

os grupos das desinências número-pessoais. temporal e desinência número-pessoal - u / Radical – nasc- ,


Grupo I: i, ste, u, mos, stes, ram, para o Pretérito Perfeito do vogal temática – e-, desinência modo-temporal –sse, desinência
Indicativo = eu cantei, tu cantaste, número-pessoal -Ø
ele cantou, nós cantamos, vós cantastes, eles cantaram.
04. O nome atemático presente no 2º quadrinho é:
Grupo II: -, es, -, mos, des, em, para o Infinitivo Pessoal e para a) pessoa
o Futuro do Subjuntivo = Era para eu b) trouxe
cantar, tu cantares, ele cantar, nós cantarmos, vós c) amor
cantardes, eles cantarem. Quando eu puser, d) carinho
tu puseres, ele puser, nós pusermos, vós puserdes, eles
puserem.

Grupo III: -, s, -, mos, is, m, para todos os outros tempos = eu


canto, tu cantas, ele canta, nós
cantamos, vós cantais, eles cantam.

DESINÊNCIAS NOMINAIS
• de gênero = indica o gênero da palavra. A palavra terá
desinência nominal de gênero, quando houver a oposição
masculino - feminino. Por exemplo: cabeleireiro - cabeleireira.
O morfema -a será desinência nominal de gênero sempre que
indicar o feminino de uma palavra, mesmo que o masculino não
seja terminado em -o. Por exemplo: crua, ela, traidora.
05. No texto acima, a utilização do sufixo inho para caracterizar
• de número = indica o plural da palavra. É o morfema -s,
o restaurante citado e tudo mais que se refere a ele revela:
somente quando indicar o plural da palavra. Por exemplo:
a) Um estilo afetivo, carinhoso, que demonstra todo o
cadeiras, pedras, águas.
sentimento evocado pelo restaurante em seus clientes.
PRÁTICA DE LINGUAGEM b) O sufixo em questão demonstra que tudo no restaurante é
pequeno, por isso o este morfema indica o diminutivo.
01. (ceap-ap) Identifique a alternativa em que a forma verbal c) Uma afetação, intencionando mostrar que a freqüência no
corresponde à estrutura: radical + vogal temática + desinência restaurante é apenas mais um modismo da cidade.
modo-temporal+ desinência número-pessoal. d) Tanto afetação quanto o tamanho do espaço físico do
a) Admira b)Esquecendo c) Modulava restaurante.
d) conformou e) juntavam
06. Ao apresentar como “contra” o fato de tudo ser
02. Indique a alternativa em que o elemento mórfico destacado absolutamente “super inho” no restaurante citado, o cartunista
está incorretamente analisado: se vale do afixo de diminutivo, além do prefixo super, para fazer
a) Tenh o – desinência verbal de 1ª pessoa do singular. sua crítica. Qual é ela?
b) Gostos o – vogal temática a) O cartunista critica, por meio da linguagem, as pessoas que
c) Present ão- sufixo demonstram, pelo seu comportamento e por sua maneira de
d) Super amigo – prefixo falar, uma afetação exagerada.
e) Envelope s – desinência nominal de número. b) A crítica gira em torno dos modismos cíclicos comuns em
toda cidade grande.
c) O texto renega a mania das pessoas em renunciar tudo
aquilo que lhes parece familiar, mais próximo ao seu domicílio.
d) A crítica diz respeito ao fato de que as pessoas procuram
espelhos, ou seja, uma identificação imediata com o ambiente
ao qual freqüentam.

Uma nação de desmemoriados


No Brasil, o que é histórico costuma desmanchar-se nas
chamas da indiferença, do desamor ao passado, do menosprezo
pelo antigo. O casarão de Ouro Preto consumido pelo fogo
deveria ficar como está: os destroços ergueram um monumento
à nação dos desmemoriados. Num país velhaco, o velho e a
velharia vivem a curtíssima distância: retoque-se a última vogal
e se acrescente um trio de letras. Vale para gente, prédios,
03. Retirando os elementos mórficos mórficos das formas cidades.
verbais mediu e nascesse, teríamos:
NUNES, Augusto. In:
a) Radical – Med- , vogal temática – i-, desinência modo- http://clippingmp.planejamento.gov.br/cadastros/noticias/2003/4/20/noticia.49438/
temporal –u / Radical – nasces- , vogal temática – e-, desinência
modo-temporal –Ø 07. Observe que, no texto acima, há a presença de palavras
ENSINO MÉDIO - 2008

b) Radical – Med- , vogal temática – Ø-, desinência modo- cognatas. Assinale a alternativa que apresenta as cognatas do
temporal –i, desinência número-pessoal - u / Radical – nasces- , texto, acompanhadas de sua família de palavras:
vogal temática – e-, desinência modo-temporal –Ø, desinência a) Memória, desmemoriado, rememorar.
número-pessoal -Ø b) Fogo, fogaréu, foguinho.
c) Radical – Med- , vogal temática – Ø-, desinência modo- c) Velhaco, velho, velharia, velhinho.
temporal –i, desinência número-pessoal - u / Radical – nasces- , d) Velho, velharia, velhinho.
vogal temática – e-, desinência modo-temporal –Ø, desinência
número-pessoal -Ø

FAÇO IMPACTO - A CERTEZA DE VENCER!!!

Você também pode gostar