Você está na página 1de 3

Povo Preto, Pan-Africanismo e Poder Preto

Publicado por X · 18 de outubro, 2018 · Diáspora Afrikana ·

HONORÁVEL MARCUS GARVEY SOBRE O CONHECIMENTO DE SI

Posso dizer algo para você – para lhe dar um verdadeiro conhecimento de si e da
vida – para que a mesma glória e sucesso obtido por outros homens que
compreendem a si possam ser seus?

O homem com pleno conhecimento de si mesmo, é uma criatura magnífica e


suprema da criação. Quando o homem se torna possuidor do conhecimento de si
mesmo, ele se torna Mestre de seu ambiente – o Capitão de seu próprio navio, o
Condutor de seu próprio destino – o Realizador de seus próprios objetivos. O
homem deve entender a si, pois ele é repleto de conhecimento, e esse
conhecimento é um presente da Natureza. Quando a Mãe-Natureza criou o Homem,
Ela não o privou de nada. Ele recebeu a faculdade de entender TODAS as coisas ao
seu redor, e essa faculdade de compreensão não foi tirada dele. Nenhum de seus
sentidos foi tirado dele. Então não há desculpa para o Homem Preto na falta do
conhecimento que o homem tem usado para embelezar o Mundo, e produzir tudo o
que ele precisa para sua felicidade e civilização.

Olhe o Mundo todo, e tudo o que vê nele – é para a satisfação do homem,


contribuindo para o conforto do homem, para suas necessidades e satisfação. Não
é nada além do trabalho do homem – homem abençoado com o conhecimento de si
mesmo e a compreensão de todas as coisas ao seu redor. Se você é capaz de viver
com o conhecimento de si mesmo e com o grande conhecimento da Natureza, você
deve saber o que é bom e o que não é. Você deve saber o que é finito, você deve
saber o que é material, físico e que está a sua disposição para criar ou usar. Se nós
deixarmos a América e formos para o leste do Japão – eles estarão contando aos
seus concidadãos do Japão sobre as maravilhosas realizações do povo japonês,
provando que o homem está se movendo em frente, com o passar do tempo.

Mas vocês... vocês têm se odiado, como nos anos anteriores – vocês mostram
malícia, preconceito e ódio entre si. O resultado é que, enquanto outras raças
fizeram progresso – enquanto a Índia fez progressos através do nacionalismo,
enquanto a Irlanda fez progressos através do seu republicanismo, ENQUANTO O
MUNDO INTEIRO FAZ PROGRESSO NAS REALIZAÇÕES HUMANAS, VOCÊS AINDA
BRIGAM ENTRE SI! Desonrando a si mesmos, mostrando nenhuma disposição para
uma vida mais elevada, para que sejam abundantemente abençoados. Então, reflita
e pense que você foi criado para algum propósito além de exibir malícia em relação
ao seu vizinho ou companheiros de sua própria raça.

Qual a pena de não podemos ficar unidos sem a lei escrita? Não há lei escrita
obrigando outras raças a ficarem juntas, elas são reunidas pelo toque suave da
Natureza. A lei não escrita da Natureza faz com que elas permaneçam juntas, em
todas as ocasiões. Então, onde quer que seja, você vai encontrá-las em campo.
Aquele toque gentil da Natureza faz com que fiquem juntos e, se preciso, morrer
juntos. Mas com o Homem Preto, se pode pregar de um púlpito – se pode palestrar
de palcos, altares e redomas sobre o espírito de cooperação, mas ele não coopera.
Você fala gentilmente, tenta falar com aspereza e, ainda assim, não cooperam! O
resultado – é que ele é vítima daqueles que se entendem e andam pelo mundo
fazendo vocês de servos e escravos.

Vocês devem adquirir uma compreensão de si mesmos! Olhem ao redor! Vejam as


imagens sorridentes da Natureza – os belos arbustos, as maravilhosas montanhas,
a maravilhosa vegetação por toda parte! Mas, por causa da sua disposição em
relação uns aos outros, vocês vivem em sofrimento, necessidades e dívidas. Vocês
carecem do toque suave da Natureza do Amor um pelo outro! Vocês odeiam a si
mesmos! Homens e Mulheres Pretas, o que há de errado com vocês? Por quê vocês
não têm nenhum afeto uns pelos outros? Posso ter esperança de vê-los vivendo
como as pessoas das quais falei, vivendo em benevolência e simpatia uns com os
outros? Isso pode ser feito. Quero saber se irão se adaptar a este caminho. Não é
mais fácil desfrutar prosperidade do que viver em ignorância e trevas? Pra quê
selecionar o pior da Natureza?! A Natureza nunca deu dor, sofrimento e morte ao
Mundo, FOI O PRÓPRIO HOMEM QUEM ESCOLHEU MORTE, SOFRIMENTO E DOR!

Eu me pergunto se posso inspirar vocês a escolherem entre o bem e o mal. Deixe-


me fixar em vocês mais uma vez que quaisquer que sejam suas dificuldades –
quaisquer que sejam suas dificuldades na vida – elas são suas próprias escolhas!
Então, se você as encoraja – se você as assume e as leva contigo, elas viverão
contigo. A Natureza não irá afastá-las de você, assim como ela não as deu para
você. Ela não é responsável pelos seus sofrimentos. A Mãe-Natureza apresentará
tudo que é belo, ela lhe deu a mais alta personalidade no Reino Divino! Seus
sofrimentos são só seus. Se querem fartura e lugar ao Sol, está diante de vocês uma
Natureza abundante.

Eu escolhi o brilho do Sol, o belo brilho do Sol. Eu escolhi sorrir com a Lua e as
Estrelas e cantar com os pássaros nas florestas e nas selvas – a me juntar ao ritmo
musical dos ventos, cantar de leste a oeste, de norte a sul. Se eu escolhesse
sofrimento, já estaria morto há muito tempo; e ficado sem aquilo que me coloca na
presença do Divino – porque eu teria vivido sem o conhecimento do que é Divino!
Nós temos que adquirir o mais alto conhecimento da Vida, Homens e Mulheres
Pretas, vocês irão obter o conhecimento que o homem branco tem, que os levou a
serem Líderes e Mestres no Mundo? Eles não são deuses com habilidades especiais
pra entenderem o Mundo ao redor deles. Eles só deram expressão ao
conhecimento de sua humanidade, e tem sido capaz de usá-lo e conquistar todos
para sua Satisfação e Glória.

É por isso que estão sempre melhor que vocês em todas as comunidades. Não é
estranho que somos sempre a diversão dos brancos e eles sempre estão acima de
vocês? Por quê isso? Responda isso para vocês, Homens e Mulheres Pretas – onde
quer que entrem em contato com o homem branco, vocês sempre caem,
derrotados, diante deles – seja na Inglaterra, na França ou na América, vocês
sempre cairão diante dos brancos! E, ainda assim, eles têm dois olhos, dois pés,
duas mãos, as mesmas paixões, os mesmos sentidos e sentimentos que vocês têm.
Seus pés não foram colocados ao contrário, nem suas mãos estão tortas, mas é
porque vocês FALHAM em usar suas Vontades, seus conhecimentos e faculdades
mentais ao ponto de conseguirem desfrutar a vida a sua volta.
Eu só estou aqui, e não nas sarjetas e em desespero, porque eu uso a minha
inteligência. E eu juro que nenhum homem na vida usará sua inteligência e
entendimento do funcionamento da Natureza mais do que eu! Eu me erguerei
tanto quanto ele! Eu o encontrarei no mesmo patamar de igualdade mental, e
lutarei com ele até a conquista do Reino, porque a Natureza nos criou iguais. Eu
quero que tomem consciência, assim como o fiz anos atrás. Tomem consciência de
que se erguerão até o conhecimento de suas almas, porque em suas ignorâncias,
vocês não podem entender e decidir entre o bem e o mal, vocês não sabem se estão
fazendo certo ou errado, mas com o grande conhecimento da Vida, estão aptos a
apreciar tudo a sua volta.

Eu sou capaz de reunir vocês aqui, porque eu entendo vocês. Entendam seus
vizinhos, sua Esposa, suas Crianças – e poderão viver em Harmonia uns com os
outros, e obterem o melhor da Vida.

***
tradução por Zaus Kush; organização/adaptação do texto por Abibiman Shaka Touré.

[link ativo, abaixo]

 instruções e ensinamentos de Marcus Garvey: conhece a ti mesmo!

 discurso ‘Procure por mim na tempestade’ (trecho)