Você está na página 1de 39

A TECNOLOGIA...

Totalidade dos meios e conhecimentos


utilizados para prover os objetos
necessários ao sustento e ao conforto
humanos
Política ... Planejamento ... Gerenciamento ...
Gestão ...

dos recursos energéticos


dos recursos florestais
dos recursos minerais
dos recursos hídricos
dos recursos pesqueiros
dos recursos naturais ...
da poluição...
... do Meio Ambiente
OBJETIVOS ESPECÍFICOS

Estudar a Ecologia Geral enfocando os


sistemas que dizem respeito à natureza,
para conhecer os processos biológicos
básicos de transformação da energia, os
ciclos alimentares e o papel desempenhado
pelos fatores físicos, químicos e biológicos
na manutenção da vida.
OBJETIVOS ESPECÍFICOS
Analisar aspectos da degradação e
conservação do meio ambiente.

Abordando as alterações provocadas pelo


homem nos diversos ecossistemas.

Analisando os desequilíbrios ecológicos


decorrentes e identificando algumas
soluções
ECOLOGIA GERAL
Ecologia: definição

† OIKOS – Casa
† LOGOS –Estudo

Ciência que estuda as


relações entre os seres
vivos e desses com o
ambiente.
Meio Ambiente

Conjunto de condições que afetam a existência,


desenvolvimento e bem-estar dos seres vivos.

Artificiais Naturais
Conceitos Básicos

† Fatores Bióticos
† Espécie
† População
† Comunidade
† Fatores Abióticos
† Ecossistema
† Biosfera
† Hábitat
† Nicho Ecológico
Fatores Bióticos

BIÓTICO (BIO = vida) - fatores ocasionados pela


presença de seres vivos ou suas relações.
Espécie
Conceito:

Indivíduos morfologicamente semelhantes


que são capazes de se cruzar e gerar
descendentes férteis.

+ +
+
+
População

† Indivíduo da mesma espécie presentes


em uma mesma área.

† Ex.: população humana da UNIGRANRIO.


Comunidade

† Indivíduos de diferentes espécies


presentes em uma área.

† Ex.: animais presentes em num


jardim
Fatores Abióticos

ABIÓTICO (A=ausente, BIO=vida) - fatores ausentes


da presença de seres vivos ou suas relações, mas sim
pelas propriedades físicas e químicas da biosfera
(fatores ambientais)

Físicos – temperatura, pressão, luminosidade,


umidade relativa do ar etc.

Químico – salinidade, minerais presentes no solo etc.


Ecossistema

† Relação que ocorre entre a


comunidade e os fatores abióticos.

† Podem ser pequenos (cavidade


bucal) ou enormes (floresta
amazônica).
Ecossistema =

Biótopo (fatores abióticos)

+
Biocenose (seres vivos)
Componentes do Ecossistema

¾ Substâncias Abióticas;

¾ Componentes Bióticos:

¾ Organismos Produtores (autotrófos);

¾ Organismos Consumidores (heterotrófos);

- Grandes Consumidores

- Decompositores
Ecossistema

Equilíbrio Desequilíbrio
Ecológico Ecológico

Comunidade
População
Biosfera

† O maior ecossistema da Terra, parte


vida do planeta.

Conjunto de todas as partes da terra onde é


possível, pelo menos algumas espécies de
organismos, viver permanentemente,
alimentar-se e reproduzir-se.
Biosfera

Litosfera Hidrosfera Atmosfera


Hábitat – lugar onde o organismo
vive (“endereço”)

Habitat

Nicho Ecológico – papel que o organismo


exerce no ecossistema (“profissão”)

Nicho
ECÓTONE ou ECÓTONO

– é a região de transição entre duas ou mais comunidades


distintas, pertencentes a diferentes ecossistemas.
Reflexão

† “A Natureza opera em ciclos e as ações ou


processos tecnológicos humanos tendem a
ser lineares”

Æ Conflito?
Æ Necessidade de Novos Paradigmas?
Æ O que fazer?
Ecologia de processos: fotossíntese

9 Processo através do qual as


plantas verdes transformam
energia radiante, ou
eletromagnética em energia
química (Ferri, 1985).
9 O processo visa basicamente
a fornecer energia (ATP) e
poder redutor (NADPH) para
que a planta possa sintetizar
carboidratos a partir do dióxido
de carbono (CO2).
Poluente:
Substância no lugar errado

Estratosfera: entre 15 km e 50 km de
altitude.
O ozônio não é poluente.
Os CFC’s são poluentes.
TERRA
Troposfera: do nível do mar até 15 km de
altitude.
O ozônio é poluente.
Os CFC’s não são poluentes.
luz ANIMAIS
HERBÍVOROS CARNÍVOROS
PLANTAS (consumidores)
(produtores)

Carbono/Ferro/Minerais

Nitrogênio
A ANALOGIA DE MILLER

“Nosso planeta pode ser


comparado a uma astronave,
deslocando-se a cem mil
quilômetros por hora pelo
espaço sideral, sem
possibilidade de parada para
reabastecimento, mas dispondo
de um eficiente sistema de
aproveitamento de energia
solar e de reciclagem de
matéria”.
Há atualmente, ar, água e comida suficientes para
manter seus passageiros.

Considerando o progressivo aumento do número


desses passageiros, em forma exponencial, e a
ausência de portos para reabastecimento, podem-se
vislumbrar, em médio e longo prazos, problemas
sérios para a manutenção de sua população.
Energia e desenvolvimento
Evolução do consumo humano de energia
per capita (em milhares de calorias)

50 100 150 200

10 66 91 63

7 32 24 14

6 12 24 1

4 4 4

3 2

2
Alimento Casa e comércio Indústria e agricultura Transporte
Evolução dos Impactos Antrópicos nos
Ecossistemas

†Sociedade Caçadora – necessidades básicas


†Sociedade Agrária – Produção e Armazenamento
de alimentos
†Sociedade Industrial – Produção e “consumismo”

“A complexidade e dimensão da intervenção


humana nos ecossistemas foi dramaticamente
incrementada com o advento da revolução
industrial”
Desenvolvimento Sustentável

† Desenvolvimento capaz de suprir as


necessidades da geração atual, sem
comprometer a capacidade de atender as
necessidades das futuras gerações.
† É o desenvolvimento que não esgota os
recursos para o futuro.
† Harmonia entre desenvolvimento econômico
e a conservação ambiental.
Como se alcança o
desenvolvimento sustentável?

† O desenvolvimento sustentável depende


de planejamento e do reconhecimento de
que os recursos naturais são finitos.
† Qualidade em vez de quantidade, com a
redução do uso de matérias-primas e
produtos e o aumento da reutilização e da
reciclagem.
Qual o modelo de desenvolvimento a ser
adotado?

† O caminho a seguir não pode ser o mesmo


adotado pelos países industrializados.
† Ao invés de aumentar os níveis de consumo dos
países em desenvolvimento, é preciso reduzir os
níveis observados nos países industrializados.
† Desenvolvimento ≠ crescimento econômico.
† Crescimento econômico depende do consumo
crescente de energia e recursos naturais.
Ciências Ambientais

É um ramo multidisciplinar de ciências que se


debruça nos problemas ambientais, no sentido
da sua interpretação, compreensão, atuação e
modelização, através de uma abordagem
cientifica e integrada dos sistemas ambientais.
Aplicando Conceitos:
Ciencias Ambientais
Na ciência se entende por
complexidade e causa um estado com
grande turbulência e variabilidade;
As Ciencias Ambientais ou Eco-
Ciências são fundamentais para o
entendimento dos fenômenos do
desenvolvimento: cada causa tem
muitos efeitos e por sua vez, os efeitos
modificam as causas.

“Lei” das conseqüências imprevistas.


ONDE É A SAÍDA?
– Perguntou Alice

DEPENDE PARA ONDE


VOCÊ QUER IR...
– Respondeu o gato
Lewis Carro: “Alice no País das Maravilhas”

Você também pode gostar