Você está na página 1de 3

O Vulcão extinto no Brasil que pode ter sindo o ponto de

descoberta do Brasil

Vários historiadores e investigadores afirmam que o pico do Cabuji, o único


vulcão extinto no Brasil que ainda mantém a sua forma original, foi o ponto que os
primeiros portugueses que chegaram ao país avistaram em 1500.

Localizado perto do litoral de Rio Grande do Norte, no extremo nordeste do


país, o pico do Cabuji é o único dos vários vulcões inativos que mantém a sua forma
intacta e o seu nome tornou-se mais conhecido no país atualmente por conta dessa
reivindicação histórica.

O primeiro a levantar essa hipótese foi o historiador Lenine Barros Pinto,


professor da Universidade Federal de Rio Grande do Norte.

Apesar das teorias que indicam que o português Duarte Pacheco Pereira
avistou, sem tocar na terra, o que hoje é o Brasil em 1498, e o espanhol Vicente Yáñez
Pinzón teria chegado à costa de Pernambuco a 26 de janeiro de 1500, o descobrimento
é atribuído a Pedro Álvares Cabral, a 22 de abril daquele mesmo ano.

Pedro Álvares Cabral era um dos comandantes da expedição portuguesa de


Vasco da Gama que procurava uma rota diferente para chegar à Índia, circundando o
continente africano, e, de acordo com os relatos históricos, avistou primeiro o Monte
Pascoal e depois desembarcou onde hoje fica a cidade de Porto Seguro.

De acordo com Oliveira Cavalcanti, “há novos factos, novas evidências e o livro
mostra isso, que o Brasil foi descoberto no Rio Grande do Norte. Foram dois anos de
pesquisa”, frisou.

“Estive em Portugal, na Torre do Tombo, e averiguei dezenas e dezenas de


livros, analisei as correntes marítimas, a plataforma continental, as correntes aéreas, e
por aí segue todo o trabalho para demonstrar essa teoria”, indicou o engenheiro civil.

Pinto, Cavalcanti e outros pesquisadores também se basearam numa expedição


conjunta realizada entre os governos de Brasil e Portugal para a celebração dos 500
anos do descobrimento, no qual os navegantes encenaram condições e equipamentos
similares aos empregados por Pedro Álvares Cabral.

Para chegar em 22 de abril de 2000 à Bahia, a expedição precisou de um motor


auxiliar mais potente, pois, nas mesmas condições de 1500, só conseguiriam chegar a
solo brasileiro, naquela data, à cidade de Touros.

No dia 22 de abril, durante a celebração dos 518 anos do descobrimento do


Brasil por parte dos portugueses, a teoria voltou a ganhar força e a imprensa dedicou
o seu espaço a essa reivindicação histórica que está a agitar depois de cinco séculos.
Bomba da Segunda Guerra força retirada de 18 mil pessoas na
Alemanha

Uma bomba da Segunda Guerra Mundial foi desativada com sucesso


neste domingo, após a evacuação de 18.500 pessoas na localidade alemã de
Ludwigshafen.
Pesando 500 quilos, esta bomba, supostamente lançada pela aviação
americana, foi descoberta na semana passada durante obras executadas na
área.

“Boas notícias, a bomba foi desativada! Os cidadãos podem voltar para


suas casas”, indicaram as autoridades municipais de Ludwigshafen no Twitter.

As autoridades desta cidade do oeste da Alemanha ordenaram que os


moradores dentro de um raio de 1km ao redor do local onde a bomba foi
encontrada deixassem as suas casas ,neste domingo às 06:00H.

As equipas especializadas em desarmamento levaram uma hora para


desativá-la e a situação estabilizou-se às 14:00H.

Mais de setenta anos após o fim da Segunda Guerra Mundial, artefatos


lançados pelas tropas aliadas durante o conflito continuam a ser encontrados
no subsolo alemão.