Você está na página 1de 2

😈 🌶Conto E tudo começou com uma conversa...

🍒 💋

#DP

E tudo começou com uma conversa...

Conheci Afonso numa sala de bate-papo. A muito tempo conversávamos e

nunca tínhamos nos conhecido de verdade. Ele sempre me propôs conhece-lo,

queria muito que eu fosse até a cobertura dele que se situava próxima a

minha casa, mas eu sempre relutante não aceitava. Tinhas meus motivos,

um: eu era casada e dois: tinha medo que fosse algum golpe, sei lá. Certo

dia, criei coragem e resolvi aceitar o tal pedido. Tomei um banho delicioso

de banheira com sais, passei um creme corporal bem cheiroso, vesti minha

calcinha fio dental vermelha (o que acentuava minhas curvas e minha pele

morena). Por fim, vesti um vestidinho bem curto branco que era super colado

no meu corpo, deixando minhas coxas malhadas a mostra, que ficavam ainda

mais torneadas devido à sandália alta que eu calçara. Já bem produzida,

enviei uma mensagem pro celular dele, para nos encontrarmos no

estacionamento de um shopping na ZN de Porto Alegre. Quando cheguei ao

local ele já me esperava, chegou por trás de mim e cheirando meu pescoço,

abriu a porta do carro e pediu que eu relaxasse. Ele era tudo mesmo, as fotos

não mentiam e eu já estava enlouquecida com a situação, pois eu nem o

conhecia direito e meu marido chegaria mais tarde em casa e poderia

descobrir algo. Chegamos no ap dele e nossa! Ele havia preparado a sala

com velas, incenso e champanhe. Pôs uma música ambiente, serviu-me uma

bebida e foi até o quarto. Então ele sentou-se ao meu lado no sofá e colocou

a mão entre minhas pernas esfregando os dedos na minha buceta com

vontade. Logo o fogo subiu. Tratei logo de abrir mais as pernas e logo fui

chupando aquela boca carnuda, passando a língua entre os lábios e

deslizando-a até a orelha. Ele arrepiava muito. Abri o zíper da calça dele, tirei

aquela pica deliciosa para fora e tratei de chupá-la com fervor, bem gostoso.

Ele foi abaixando as alças do meu vestido bem devagarinho e, quando se


deparou com meus dois melões silicones foi logo caindo de boca. Que

chupada deliciosa. Foi aí que tocou a campainha. Ele foi atender, era o

Mateus, amigo dele. O Mateus tinha resolvido ir até o ap do Afonso para

comemorar a entrega do seu TCC e não imaginava nos encontrar ali. O

Afonso olhou para mim e fiz sinal de positivo. Então levantei-me e fui em

direção aos dois. Abaixei-me e pus aqueles dois paus para fora e comecei

uma chupada enlouquecida neles. Era um vai e vem na garganta de um e

punhetas no outro. Imagine, eu nunca havia transado com dois caras ao

mesmo tempo, estava adorando. Os dois se despiram e me colocaram de

quatro no sofá. O Afonso sentou-se e meteu minha boca no pau dele para que

eu chupasse e o Mateus foi logo metendo a língua na minha xana. Eu

revirava os olhos de tanto tesão. Foi aí que sentei no pau do Afonso e

cavalguei que nem uma louca gritando. Senti o Mateus passando aquele pau

maravilhoso no meu cuzinho e resolvi empiná-lo mais para ele. Pedi para ele

meter logo no meu cuzinho. E ele sem dó o fez. Que sensação maravilhosa,

eu queria mais e mais. Aí inverteu. Sentei com o cuzinho de costas pro

Afonso e pedi que o Mateus metesse na minha xana. Os dois tinham uma

sincronia maravilhosa, que cacetes deliciosos. Aqueles dois sacanas

estavam me comendo como loucos no cio. Trepamos muito e depois nos

jogamos na piscina. Ríamos de satisfação. Pedi ao Afonso que me levasse

para casa pois já estava na hora do meu marido chegar. Quando meu marido

chegou não resisti, trepamos a noite toda. E ele nem imagina o que

aconteceu antes...