Você está na página 1de 4

1.

2.

Um motor de indução possui:

 Tampa traseira
 Tampa defletora
 Anel V ring
 Ventilador
 Dreno
 Rolamento
 Estator bobinado
 Rotor (pode ser gaiola ou bobinado)
 Caixa de ligação
 Tampa da caixa de ligação
 Carcaça
 Chaveta
 Anel de fixação
 Rolamento

3. Motor universal é um motor que funciona tanto em corrente contínua como corrente
alternada, nada mais é do que um motor CC com excitação série. Esse tipo de motor
está presente em máquinas de costura, liquidificadores, enceradeiras, furadeira,
lixadeiras e serras.
4.

5. IP é um grau de proteção do motor, são dois algarismos que representa as condições


que o motor pode ser inserido.

Primeiro algarismo
 0 - Sem proteção
 1 - Corpos estranhos com dimensões acima de 50 mm
 2 - Corpos estranhos com dimensões acima de 12 mm
 3 - Corpos estranhos com dimensões acima de 2,5 mm
 4 - Corpos estranhos com dimensões acima de 1 mm
 5 - Proteção contra acúmulo de poeira prejudicial ao equipamento
 6 - Proteção contra penetração de poeira

Segundo algarismo
 0 - Sem proteção
 1 – Pingos de água na vertical
 2 - Pingos de água até a inclinação de 15° com a vertical
 3 - Água de chuva até inclinação de 60° com a vertical
 4 – Respingos em todas as direções
 5 – Jatos de água em todas as direções
 6 - Imersão temporária
 7 – Imersão
 8 – Submersão

6.

7. Letra C

8. Para identificar as bobinas do motor trifásico será dividido em 3 passos.

 Passo 1: Identificar as bobinas 1, 2 e 3

Sabemos que o motor trifásico tem 3 conjuntos de bobinas, e que cada um possuem 2
terminais, logo teremos 6 terminais no motor trifásico.
Identificar cada bobina através do teste de continuidade:

Cada bobina possui 2 terminais, e através do teste de continuidade iremos descobrir os 3


pares de terminais de cada uma das 3 bobinas. Identificar os terminais 1 e 4, 2 e 5, 3 e 6.

Por esse teste será possível identificar os pares terminais de cada bobina do motor
trifásico.

 Passo 2: Identificando a polaridade do primeiro conjunto de bobinas

Considerar inicialmente que o conjunto 2 (terminais 2 e 5) estão corretos, e com base


nisso fazemos a identificação dos demais terminais do motor (conjuntos de bobinas 1 e
3).

Neste segundo momento iremos alimentar o motor e fazer alguns testes para identificar
se está correta ou não a polaridade dos conjuntos de bobinas.

 Para testar a polaridade da bobina 1:

Deve-se alimentar os terminais 1 e 2, fechar os terminais 4 e 5 e então teremos:

Desta maneira, quando alimentarmos as bobinas, de acordo com a imagem acima,


teremos uma indução magnética na terceira bobina.
E é neste momento que entra o sinaleiro.

Ligamos o sinaleiro nos terminais 3 e 6.

Com o campo magnético induzido na bobina 3 pelas bobinas 1 e 2, o sinaleiro terá o


comportamento de acender ou não.

É este comportamento que determina se a ligação está ou não correta.

Com a ligação feita de acordo com o desenho: