Você está na página 1de 4

Muladhara Chakra Swadhisthana Chakra Manipura Chakra Anahata Vishudha Chakra Ajna Sahashara Chakra

fundamental esplênico umbilical Chakra laríngeo Chakra coronário


cardíaco frontal

Cor Vermelho Alaranjado Amarelo Verde Azul celeste Índigo Lilás


Estrela de Lua cheia
Formato Quadrado Lua crescente Triângulo Círculo Triângulo
6 pontas Lótus
Nº pétalas,
2 pétalas 12 pétalas
ondulações, 4 6 10 12 16
raios 96 raios 972 raios
Bija Mantra LAM VAM RAM YAM HAM OM -
Sentido
Olfato Paladar Visão Tato Audição Telepatia -
predominante
Elemento Terra Água Fogo Ar Éter (Akasha) - -
Plano que
Físico Físico Emocional Emocional Mental Mental Espiritual
atua
Reino Mineral Vegetal Animal Humano Angelical Arcanjos Cósmico
Lugar-morada do ser;
Suporte, fundação, raiz, Cidade das gemas, Comando, autoridade,
Significado Aquilo que é seu Intocado Puro, purificação Lótus de Mil pétalas
base. das jóias poder ilimitado
próprio ser.
Plexo da carótida,
No plexo solar sobre Plexo cardíaco.
Base da espinha dorsal. garganta, (base do Um pouco acima entre as
a boca do estômago, Localiza-se no tórax
Região pélvica, base do Sistema reprodutor, pescoço, onde os ossos sobrancelhas, na fronte, O sahashara está fora
plexo epigástrico. No entre a quarta e a
cóccix, entre os ânus e os órgãos genitáis. Meio da clavícula se a uma largura de um do corpo. Encontra-se
Localização meio das costelas, quinta vértebra, na
genitais (Períneo), plexo caminho entre o osso encontam) entre a dedo acima da base do no alto do crânio, no
abaixo do osso região do coração
pélvico, 3 primeiras púbico e o umbigo. cavidade do pescoço e nariz (no meio da testa centro da cabeça.
externo, e 2 dedos físico, próximo do
vértebras. a laringe, na parte entre os olhos).
acima do umbigo. centro do peito.
dianteira.
Supra-renais. Gônadas, ovários, Pâncreas. Timo, responsável pelo Tireóide e Paratireóde. Hipófise (piuitaria), Pineal, que é
Glândulas e testículos e próstata. funcionamento do A tireóide regula o principal glândula do responsável por
hormônios Aldosterona (regula os Insulina (bile) e o sistema imunológico. metabolismo do corpo. sistema endócrino. substâncias
níveis de sais no sangue), Estrógeno e glucacon (regula e As glândulas Produz vasopressina reguladoras do sono e
adrenalina, testosterona. mantém o nível de paratireóides secretam (hormônio antidiurético), vigília, e aumentar o
noradrenalina e cortisol. açúcar no sangue) o hormônio que contra pituitária e a endorfina limiar da dor.
a taxa de cálcio nos (hormônio que causa
ossos e no sangue. sensação de bem-estar). Serotonina,
melatonina, endorfinas
Tiroxina
(tri-iodo-tiroxina)

Muladhara
Função: Aterramento, segurança, sobreviência, família.
Influência: Todas as partes firmes, coluna vertebral, ossos, dentes, unhas, ambas as pernas, pés, ânus, reto intestino grosso e delgado, próstata, sangue e formação celular.
Características quando em desequilíbrio: não pertence ao lugar, não sabe onde pertence, solidão, insegurança, abandono, disconexão, não merece existir, não confia,
defensivo e incrédulo, consciência pobre, possessivo e avarento, orientado no passado, escapista, vítima, desconfortável com o corpo, agitado.
Quando reequilibrado: calmo, paciente, amor pela vida, generosidade, vive no presente, saboreia o momento, cuida com cuidado do corpo físico, sensual, energético, vida
abundante, realista.

Swadhisthana
Função: Conexão com os outros seres, criatividade, poder e proteção, sentido de união, comunhão através do contato sexual.
Influência: Região da bacia, sistema reprodutor e sistema circulatório, rins, bexiga, todos os líquidos como o sangue, linfa, os sucos digestivos e o esperma.
Características quando em desequilíbrio: Ansiedade, vergonha, abandono e raiva, emocional e triste, dualidade e frustração, confusão, não sabe optar, cipume, racional,
ilusões grandiosas, corpo rígido, medo de comunicar, compulsivo sexual.
Quando reequilibrado: Auto-estima, auto-aceitação, auto-respeito, autoconfiança, emovionalemtne auto-suficiente, processa emoçções com consciência, sente-se conectado
com os outros, satisfação interna, pureza sincera, feliz e centrado, entusiasmado, expansivo e social, criativo e tem ação, gera grande energia de cura.

Manipura
Função: Poder e vontade, ação, conexão com a fonte de energia interna, limpeza, regulação das funções digestivas, nutrição e excreção, compreensão dos processos
emocionais.
Influência: Parte inferior das costas, sistema digestivo, estômago, fígado, baço, vesícula biliar e sistema nervoso vegetativo.
Características quando em desequilíbrio: Irresponsabilidade social, isolamento, egoísmo, fraqueza de caráter, agitado, raiva, desejo de poder e de ser o melhor, superior e
reativo, estressado e doente, compulsivo, indisciplinado, vítima, salvador ou algoz.
Quando reequilibrado: Poder pessoal, competência, contribuição efetiva, seguro de si, sente a força no interior, passional e ativo, organizado, vitalidade e saúde, projeção
pessoal grande, disciplinado, não teme e confronta o desconhecido com coragem, põe em prática a espiritualidade, “ganho máximo, dor mínima”.
Anahata
Função: Devoção, compaixão, reverência pela vida, vivência do amor incondicional.
Influência: Parte superior das costas, coração, peito e cavidade toráxica, parte inferior dos pulmões, sangue, sistema circulatório, pele, braços e mãos.
Características quando em desequilíbrio: Alienação e apego, masoquismo e dependência, tristeza e solidão, amedrontado e deprimido, não confia em ninguém, fanático e
compulsivo, postura corporal ruim.
Quando reequilibrado: Compaixão e devoção, leve, calmo, inspirado e gentil, mente aberta e clara, gratitude, radia no centro do coração, independente, lados feminino e
masculino equilibrados, saudável, sistema imune ótimo, acima de crenças, move em harmonia com outros e o meio que viva, expressa a natureza do universo em tudo que
faz, vê coisas do jeito que elas são, vive no olho do furacão, vida próspera, serve os outros.

Vishudha
Função: Comunicação, auto-expressão, purificação, expressividade, criatividade, verdade, fala, poder.
Influência: Boca e aparelho respiratório, nariz, pulmão, brônquios, traquéia, esôfago, garganta, tireóide, amídalas, cordas vocais, ouvidos, nuca, queixo, maxilar e ombros.
Características quando em desequilíbrio: Orgulho e medo, não consegue dizer a verdade, medo de comunicação, mania de superioridade, estrassado, incapaz de relaxar,
hiperativo, dissimulado e indireto, hesitante em interações, dono de um conhecimento e consciência usados em proveito próprio, usa de esperteza para tirar proveito,
hedonista, tenta se mostrar envolvido apenas teoricamente, discute ideias.
Quando reequilibrado: Sabedoria, comunicação sem medos, confiança e adora a verdade, relaxado e suas palavras são fonte de inspiração para outros, honesto, capaz de ver
além das aparências e sentir vibrações muito sutis, ensina através de exemplos, neutralidade e busca apenas de conhecimento que seja original e liberto de
condicionamentos do tempo e da cultura, respeitado e tem autoridade nata.

Ajna
Função: Intuição, olho da mente, insights, comunicação com os Mestres e com planos de consciência e existência mais sutis.
Influência: Cérebro (cerebelo), ouvidos, nariz, cavidades adjacentes, olhos (em parte), sistema nervoso central, testa e rosto.
Características quando em desequilíbrio: peso na mente racional, confuso e frio, paranóico e preocupado, necessita sempre de comprovação física das coisas, questiona e
nega a realidade subjetiva, não presente no corpo físico, intelectualóide, crê naquilo que pode ver e medir, Deus é um conceito e não uma experiência, manipulativo e
calculista.
Quando reequilibrado: Conhecimento intuitivo, inteligência brilhante, calmo e claro, consciência expandida, tem poderes extrasensoriais, concentrado e conectado com Deus,
pode viver além dos desejos imediatos, interpreta informaçção com o uso da intuição e conexão superior, não fragmentado, vê o todo, mente metafórica, vive em
ressonância com energias de alta vibração, consciência universal desenvolvida.
Sahashara
Função: Comunicação cósmica, conhecimento superior, espiritualidade, relação com a dimensão transcendente da vida, acesso ao Reido de Deus.
Influência: Cérebro e crânio. É o elo entre a mente espiritual e o cérebro físico.
Características quando em desequilíbrio: Dúvida, depressão, apático com o mundo e pessoas, nega existência de vibrações superiores, aceitando só a realidade física,
dificuldade de aprender e conhecer, segregado da alma, necessidade de controlar tudo, dominador, facilmente endoutrinável, uma vez que teme o desconhecido, embora o
negue.
Quando reequilibrado: Confia na Força Superior, alegria, equilibrado, um professor, um líder, experiência não verbalizada da verdade, da fonte, do desconhecido e de Deus,
unificado, vê o padrão unificado das coisas no plano físico e no universo, sente a presença do Divino, vida enquanto uma experiência transcendente.

1. Qual a relação dos corpos energéticos e os chakras?

Chakras são centros de captação, armazenamento, conversão e distribuição de energia vital para as funções fisiológicas, psicológicas e espirituais. São portais de energia vital
que alimentam os corpos energéticos sutis e também o próprio corpo físico. Ao estarem abertos, permitem a passagem de um grande fluxo vital que vai nutrir as funções dos
corpos, que por sua vez realizam as funções da consciência. As funções dos corpos emocional e mental, para que ocorram de uma forma plena e harmoniosa, dependem de
um bom suprimento de prana e da harmonia nos chakras.

Há nove corpos (O 8, corpo prânico, é responsável pela nutrição, e o 10 pela radiância, que brilha através dos cosmos). Como cada chakra é uma projeção da luz, eles são
apenas um meio e não a essência, são como invólucros energéticos mais densos para que o corpo físico se manifeste. Para produzir uma forma, cada chakra requer a essência
de três números. Por exemplo, o primeiro chakra, muladhara, requer as essências dos corpos 1,2 e 3. Já o segundo chakra, swadhisthana, requer as essências dos corpos 2, 3
e 4.

Você também pode gostar