Você está na página 1de 5

Voltar

COMPROMISSO DE VENDA E COMPRA

Por este instrumento particular de compromisso de venda e compra, entre partes:

VENDEDOR: BANCO ........................, atual denominação de BANCO .............., com sede na


cidade de ............/......., na Rua ............., nº ......., inscrito no CNPJ sob nº............., no
Registro de Empresas sob .............., conforme ..... de ..../..../.... e estatuto Social registrado
na JU... sob nº........, em ..../..../...., neste ato representado por seus mandatários no final
assinados e identificados.

COMPRADORA: .............., brasileira, empresária, portadora da cédula de identidade RG.


Nº.............., INSCRITA NO CPF/MF sob o nº..............., casada sob o regime da comunhão
parcial de bens, na vigência da Lei 6.515/77, com .............., brasileiro, industriário, portador
da cédula de identidade RG. .............., inscrito no CPF/MF sob o nº................, residentes e
domiciliados à R. .........., nº.........., apto. ......, ........./........

Fica justo e acertado o seguinte:

1.- o VENDEDOR é Senhor e legítimo possuidor dos seguintes imóveis:

a) Apartamento nº........., no .....º andar ou ...º pavimento, do tipo "....", do Edifício .........,
situado à Rua ..............., nº........, esquina com a Rua ............, na cidade, município e
comarca de ............, melhor descrito e caracterizado na matricula nº ......... do ....º Oficio de
Registro de Imóveis ...........

b) Vaga nº...., localizada no subsolo ou 1º pavimento do tipo .... do Edifício ........., situado à
Rua ............., nº......., esquina com a Rua .........., na cidade, município e comarca de .........,
melhor descrito e caracterizado na matricula nº......... do ....º Ofício de Registro de
Imóveis ................

Referidos imóveis foram havidos, pelo VENDEDOR, de ............ e sua mulher, pelo valor de
R$..........., através de Carta de Adjudicação de ..../..../...., extraída dos autos de execução de
título extrajudicial nº............. (apartamento) e ...... (vaga) do ....º ofício de Registro de
Imóveis ........./.....
2.- o VENDEDOR se compromete a vender a COMPRADORA, que se compromete a lhe
comprar, em caráter "ad corpus", os imóveis retro descritos, de acordo com as cláusulas e
condições subseqüentes.

3.- PREÇO: R$...................(..........................), atribuindo- se o valor de R$.............


(......................) ao apartamento e R$.................(............................) à vaga de garagem.

3.1- Forma de pagamento:

a) R$ ...................(..............................) foram pagos pela COMPRADORA ao VENDEDOR,


em ...../..../....., a título de sinal e princípio de pagamento, através de depósito identificado
sob o nº....., na conta corrente nº.........., Agência ........, do banco ......., do qual foi dada
quitação.

b) R$................(...........................) são pagos neste ato pela COMPRADORA ao VENDEDOR,


e sua efetivação importará na automática quitação do respectivo valor.

c) O saldo do preço no valor de R$............(..............................) será pago pela


COMPRADORA ao VENDEDOR, através de 88 (quarenta e oito) parcelas mensais e sucessivas,
já acrescidas dos juros de 9%(nove por cento) ao ano pela "Tabela Price", no valor de
R$...................(........................) cada uma, vencendo- se a primeira delas 30 (trinta) dias a
contar desta Data, e as demais em igual dia dos meses subseqüentes até final liquidação.

3.2 - As parcelas referidas na letra "c", do subitem "3.1", da cláusula "3" retro, no total de 88
(quarenta e oito), serão atualizadas anualmente pelo IGP- M/FGV (índice Geral de Preço de
Mercado, divulgado pela Fundação Getúlio Vargas), a partir desta Data.

3.2.1.- fica ajustado que, em havendo permissão legal durante o período do parcelamento das
quantias a que se refere à letra "C", do subitem "3.1", da cláusula "3" retro, estas atualizadas
monetariamente no menor período admitido, de acordo com a variação do IGP-M/MGV (Índice
Geral de Preços de Mercado, divulgado pela Fundação Getulio Vargas).

3.2.2.- Na hipótese de extinção do Índice Geral de Preços de Mercado (IGP-M), será adotado
em substituição, para atualização das parcelas retro citadas, aos seguintes indicadores
econômicos que se seguem uns aos outros, escolhidos de comum acordo entra as partes :
IGP- DI/FGV; IPCA- IBGE, INPC- IBGE, IPC- FIPE. Fica esclarecido que, a extinção ou
supressão deste índice, implicará a adoção de outro aplicável aos contratos desta espécie.

3.3.- Ditas parcelas deverão ser pagas através de boletos bancários, que serão enviados a
COMPRADORA.
3.8.- A partir da segunda parcela, a COMPRADORA não poderá efetuar o pagamento de
qualquer parcela do saldo do preço, sem exibir ao caixa do banco o boleto correspondente à
parcela anterior, devidamente quitada.

8.- Se a COMPRADORA incorrer em mora e, após notificá-la não purgá-la no prazo de


15(quinze) dias, ocorrerá à rescisão deste contrato e a retomada dos imóveis, ocasião em que
os valores efetivamente pagos pela COMPRADORA serão restituídos pelo VENDEDOR,
descontada a importância equivalente a 70%(setenta por cento), correspondente às despesas
havidas com a comercialização dos imóveis e com o pagamento, pelo VENDEDOR, da comissão
de corretagem pela venda, no montante de R$..........(................................).

8.1.- Ocorrendo atraso em qualquer pagamento, poderá o VENDEDOR se lhe convier, a seu
exclusivo critério, exigir o integral cumprimento deste contrato, sem prejuízo da cláusula
resolutiva expressa.

8.2.- Se o VENDEDOR consentir em receber as parcelas alem do prazo, serão as mesmas


acrescidas da multa de 10% (dez por cento) e dos juros de mora à taxa de 12% (doze por
cento) ao ano, e da atualização monetária com base no IGP-M/FGV (índices Geral de Preços do
Mercado, divulgado pela Fundação Getúlio Vargas), considerando-se o recebimento como mera
liberalidade e sem caráter de novação ou alteração contratual, no caso de cobrança judicial,
além dessas penas, pagará a COMPRADORA, as despesas judiciais, extrajudiciais e honorários
de advogado do VENDEDOR, estes à razão de 20% (vinte por cento).

5.- A posse dos imóveis é transferida neste ato a COMPRADORA.

5.1.- As benfeitorias realizadas nos imóveis, pela COMPRADORA, sejam úteis, necessárias ou
voluptuárias, acrescer-se desde logo ao mesmo, não cabendo a COMPRADORA direito a
qualquer indenização ou retenção, caso o contrato venha a ser rescindo nos termos da cláusula
"8" retro, arcando a COMPRADORA com todas as responsabilidade decorrentes de ditas
benfeitorias, perante os competentes órgãos públicos, tais como: Prefeitura, INSS, inclusive
encargos trabalhistas.

6.- Obriga- se a COMPRADORA:

A) A pagar o preço nas condições ora conveniadas.

B) Por todas as despesas decorrentes dos presentes contratos e da escritura de venda e


compra, bem como de seu registro.

C) Pelo pagamento de todos os impostos e taxas incidentes sobre os imóveis, a partir desta
Data, sendo que, os anteriores à transferência da posse serão de responsabilidade do
Vendedor.

D) A entender por sua conta e sem direito a ressarcimento, às exigências dos poderes públicos
com relação aos imóveis, a partir desta Data.
7.- Verificando o integral cumprimento das obrigações assumidas pela COMPRADORA neste
contrato, o VENDEDOR se obrigações assumidas pela COMPRADORA neste contrato, o
VENDEDOR se obriga a cumprir esta promessa, com a outorga da escritura definitiva, no prazo
de até 180 (cento e oitenta) dias, à partir da quitação do preço.

8.- o presente contrato é celebrado em caráter irretratável e irrevogável, obrigando-se as


partes por si e seus sucessores, vedado o arrependimento e admitida a sua rescisão apenas
nos casos previstos em lei e neste instrumento.

9.- por ocasião da outorga da escritura definitiva, o VENDEDOR, em cumprimento ao disposto


no artigo 257 do Decreto Federal nº3.088, DE 06/05/2012, apresentará a Certidão Negativa de
Débitos, expedida pelo INSS, e a Certidão de quitação de Tributos Federais, expedida pela
Secretaria da Receita Federal.

10.- A COMPRADORA declara, neste ato, ter ciência de que os documentos necessários para a
lavratura da escritura definitiva serão fornecidos pelo VENDEDOR uma única vez.

10.1.- se por culpa da COMPRADORA os documentos fornecidos pelo VENDEDOR perderem a


validade, obriga-se, a COMPRADORA, desde já, por todas as providencias necessárias para a
reavaliação e/ou obtenção de novos documentos junto aos órgãos competentes, bem como,
por todas as despesas e encargos pertinentes.

11.- A COMPRADORA não poderá ceder ou prometer ceder seus direitos decorrentes deste a
terceiros.

11.1.- Ocorrendo a cessão de direitos, a revelia do VENDEDOR, a COMPRADORA responderá


solidariamente com o terceiro adquirente pelo pagamento das parcelas vincendas até final
liquidação do saldo do preço, sendo certo que, mesmo nessa hipótese, o VENDEDOR outorgará
a escritura definitiva em nome da ora COMPRADORA e não de terceiros por esta indicada.

12.- A COMPRADORA tem ciência do estado de conservação em que sae encontram os imóveis
deste objeto, assumindo, neste ato, a responsabilidade por eventuais reparos necessários.

13.- Fica eleito o Foro Central da Comarca da Capital do Estado de ............, para eventuais
questões oriundas deste contrato.

E, por estarem justos e acertados, assinam o presente instrumento e três vias de igual teor e
forma, com duas testemunhas.
............, ...../...../.....

VENDEDOR:- ................

COMPRADORA: - ..............

TESTEMUNHAS:-

1.- ....................................

2.- ....................................