Você está na página 1de 33

10:02-01

2ª edição pb

Sistema de freios

Descrição do sistema

© Scania CV AB 1998, Sweden


1 711 937
Índice

Geral ...........................................................................3

Localização dos componentes ...........................................................................6

Esquema completo ...........................................................................8

Alimentação ...........................................................................10

Circuito dianteiro Setor de alimentação .........................................12


Setor de manobra...............................................13
Esquema ............................................................14

Circuito traseiro Setor de alimentação .........................................16


Setor de manobra...............................................16
Esquema ............................................................20

Circuito de estacionamento Setor de alimentação .........................................27


Setor de manobra...............................................27
Esquema ............................................................29

Circuito do reboque Setor de alimentação .........................................30


Setor de manobra...............................................30
Esquema ............................................................31

Outro fornecimento de ar Fornecimento de ar para outro equipamento.....32


Esquema ............................................................33

© Scania CV AB 1998, Sweden


2
Geral

Descrição do
sistema de freio
(travões)

Geral
Esta descrição de sistema refere-se ao sistema
de freios (travões) dos caminhões (camiões) da
série 4.
O funcionamento do sistema é explicado com o
auxílio de esquema completo e esquemas parci-
ais. Todos os esquemas referem-se a viaturas
com ABS e em alguns casos com TC. A locali-
zação dos componentes na viatura é mostrada
num diagrama de localização. As viaturas sem
ABS/TC não têm os componentes seguintes.
1 Válvulas reguladoras 51 (V3/4/5/6/46/47)
2 Válvula solenóide 81 (V81)
3 Válvula de retenção dupla 23 na válvula
relé 19 do circuito traseiro.
Os freios (travões) são a ar comprimido, de
ação direta, distribuídos por vários circuitos.
O freio de serviço (de pé) é de tipo dois circui-
tos, em que o circuito dianteiro e o circuito tra-
seiro são separados, sendo no entanto
comandados em conjunto. Há ainda um cir-
cuito de estacionamento que funciona também
como freio (travão) de reserva. Certas viaturas
estão também equipadas com circuito de rebo-
que.
Os circuitos de frenagem (travagem) estão
divididos em setor de alimentação e setor de
manobra. O setor de alimentação armazena e
fornece ar comprimido às válvulas. O ar de
manobra é comandado através de comandos de
mão e de pé para as válvulas e componentes
que aplicam os freios (travões).

© Scania CV AB 1998, Sweden


1000f11q.mkr 3
Geral

O número de reservatórios de ar varia. Estão Quanto ao freio-motor (travão de escape) e


distribuídos da seguinte maneira: freio (travão) adicional, consultar grupo 10.
Os 4x2 e 4x4 têm um reservatório de 30 litros
no circuito dianteiro. Os outros têm dois reser-
vatórios no circuito dianteiro.
O circuito traseiro tem sempre dois reservató-
rios de 30 litros.
O circuito de estacionamento/reboque tem
sempre um reservatório de 15 litros.
Relativamente ao acima indicado há as seguin-
tes divergências:
1 Os A6x2/4 têm 2 reservatórios de circuito
dianteiro de 15 litros e 3 reservatórios de
circuito traseiro. Os reservatórios de cir-
cuito traseiro são de 3x30 litros com altura
normal de chassi e de 2x30+1x15 litros
com chassi baixo.
2 Os 8x2/4 têm um reservatório de circuito
dianteiro de 30 litros e 3 reservatórios de
circuito traseiro de 30 litros.
Todos os reservatórios têm uma válvula de dre-
nagem para a água condensada.
Há 2 agrupamentos de válvulas:
1 Conjunto de válvulas dianteiro que está á
frente da roda dianteira esquerda
2 Conjunto de válvulas central, localizado
sob a prateleira das baterias
As descrições de operação e de funcionamento
dos componentes dos diversos circuitos e dos
componentes dos freios (travões) das rodas
encontram-se em manuais separados.
Os tubos do sistema de freio (travões) são, na
sua maioria de plástico. Tubos de aço são usa-
dos sempre que possam ser sujeitos a grande
desgaste ou aquecimento. Sempre que seja
necessária alta flexibilidade, p. ex. entre o
chassi e os eixos, são usadas mangueiras de
borracha.
No manual existente, todas as variantes de cir-
cuitos parciais e de componentes são apresenta-
das (as atuais quando o manual foi publicado).
A execução dos circuitos e dos componentes
varia de acordo com os requisitos legais e com
o desejo dos clientes.

© Scania CV AB 1998, Sweden


4 1000f11q.mkr
Geral

São apresentadas em seguida, ponto por ponto,


as maiores novidades no sistema de freio
(travões) dos veículos da série 4, em compa-
ração com a série 3:
1 nova localização de componentes
2 pressão de sistema superior, 9,3 bar
(12,2 bar)
3 novo compressor de tipo ESS
4 novo secador de ar com regulador de pres-
são imcorporado
5 novas combinações de reservatórios de cir-
cuito. Supressão do reservatório úmido
6 nova válvula do freio de serviço (travão de
pé)
7 nova válvula reguladora manual do freio
(travão de estacionamento)
8 nova válvula relé do freio/travão de estaci-
onamento
9 nova válvula reguladora manual do freio
(travão de reboque) (não no modelo de
série)
10 novas conexões de circuito unitárias e de
mangueiras
11 nova alavanca de freio (chave de travão)
com indicador de desgaste de guarnição de
freio (calço) de travão
12 novos esquemas de ar comprimido indivi-
duais

© Scania CV AB 1998, Sweden


1000f11q.mkr 5
6

Localização dos componentes


Localização dos componentes
(W6 / W7)
61d 20d 84 (N1)

83 51 19,23
(V1) (V6)
58a 51 18 81
65 18 (V47) 79 (V81) 65 25
26 (O10/O11) 10b(T3) 52 28
39
36
© Scania CV AB 1998, Sweden

51
(V46)
51
(V4) 49

12
17
(B1)
27
35 55(x6)
51(V5)
51(V3) 7b 32 7c 7d
65 4
3 7k 55 55(x3)
55 65 60 23
10a (T4) 58c 57
19b
16 (T2) 13
55
74
1000f11q.mkr

16 (T1) (H4) 65 58b


108 470
3 Compressor 20d Válvula reguladora manual, circuito do 58b Válvula limitadora de pressão (8 bar), cir-
1000f11q.mkr

4 Câmara de freio (cilindro de travão) reboque cuito de estacionamento e do reboque


7b Reservatório de ar, circuito de estaciona- 23 Válvula de retenção dupla 58c Válvula limitadora de pressão (9,3 bar),
mento e reboque 25 Conexão do freio (travão) do reboque viatura com suspensão pneumática
7c Reservatório de ar, circuito dianteiro 26 (O10) Instrumento indicador, pressão do cir- 60 Válvula de segurança de 4 vias
7d Reservatório de ar, circuito traseiro cuito dianteiro 61d Válvula reguladora manual, circuito de
26 (O11) Instrumento indicador, pressão do cir- estacionamento
7k Reservatório de ar, secador de ar
cuito traseiro 65 Distribuidor
10a (T4) Indicador de baixa pressão de alimen-
tação, circuito de estacionamento 27 Câmara de freio à mola (cilindro de travão 74 (H4) Secador de ar com regulador de
de mola) pressão incorporado
10b (T3) Indicador de baixa pressão de mano-
bra, circuito de estacionamento 28 Nípel de abastecimento, circuito de freio de 79 Válvula de segurança de freio (travão)
estacionamento 81 (V81) Válvula solenóide TC
12 Válvula de freio de serviço (travão de pé)
32 Válvula de drenagem
© Scania CV AB 1998, Sweden

13 Válvula de segurança, (14,3 bar) 83 (V1) Válvula solenóide do freio-motor


35 Válvula de segurança (19 bar) (travão de escape)
16 (T1) Sensor de pressão com monitor, circuito
dianteiro 36 Reservatório de ar, suspensão pneumática 84 (N1) Cigarra (besouro)
16 (T2) Sensor de pressão com monitor, circuito 39 Válvula de alívio W6 Luz-piloto (de aviso), baixa pressão de cir-
traseiro 49 Válvula sensível à carga cuito
17 (B1) Contato da luz do freio (travão) 51 (V3-6, V46-47) Válvula reguladora ABS W7 Luz-piloto (de aviso), freio (travão) de esta-
cionamento
18 Válvula de descarga rápida 52 Válvula de bloqueio
19 Válvula relé, circuito traseiro 55 Tomada de medição/Nípel de enchimento
19b Válvula relé, circuito de estacionamento 57 Válvula relé do reboque
58a Válvula limitadora de pressão (6,5 bar no

Localização dos componentes


freio-motor (travão de escape), 7,3 nos
outros)
7
8
20d

61d 35
Esquema completo

28
22 3
21
B

C
A

52 7k
10b (H4) 4
74 (V4)
(T3) 7c
51 55
13 58a 65 49
55 27
(B1) 83 32
4 4
17 (V1)
7d 55 27 55
Esquema completo

12 32
(T2) 16 55
(W7) 26 55 79 (V6) 51
(O11) 51 7d (V47)
(V3) 51
(W6) 4 32 65
26 23 19 18 18
(O10) 81
51 (V46) (V81)
16 55 7c
32
(T1) 51
84 (V5)
58c
(N1) 60

© Scania CV AB 1998, Sweden


65
55 55 55 55
4 4
27 27
D

65

(T4)
10a
55
7b 25
57 19b 58b

32
55

23
65

C
36 36 36 36 36 36

36
55
32 32 32 32 32 32 55
39
55

107 258

1000f11q.mkr
1000f11q.mkr

A=Circuito de alimentação D=Circuito do reboque


B=Circuito dianteiro E=Outro fornecimento de ar
C=Circuito traseiro F=Circuito de estacionamento

3 Compressor 19b Válvula relé, circuito de estacionamento 58a Válvula limitadora de pressão (6,5 bar no
freio-motor (travão de escape), 7,3 nos out-
4 Câmara de freio (cilindro de travão) 20d Válvula reguladora manual, circuito do
ros)
7b Reservatório de ar, circuito de estaciona- reboque
58b Válvula limitadora de pressão (8 bar), cir-
mento/reboque 23 Válvula de retenção dupla
cuito de estacionamento e reboque
7c Reservatório de ar, circuito dianteiro 25 Conexão do freio (travão) do reboque
58c Válvula limitadora de pressão (9,3 bar),
7d Reservatório de ar, circuito traseiro 26 (O10) Instrumento indicador, pressão do cir- viatura com suspensão pneumática
cuito dianteiro
© Scania CV AB 1998, Sweden

7k Reservatório de ar, secador de ar 60 Válvula de segurança de 4 vias


10a (T4) Indicador de baixa pressão de alimen- 26 (O11) Instrumento indicador, pressão do cir-
61d Válvula reguladora manual, circuito de
tação, circuito de estacionamento cuito traseiro
estacionamento
10b (T3) Indicador de baixa pressão de mano- 27 Câmara de freio à mola (cilindro de travão
65 Distribuidor
bra, circuito de estacionamento de mola)
74 (H4) Secador de ar com regulador de
12 Válvula de freio de serviço (travão de pé) 28 Nípel de abastecimento, circuito de freio de
pressão incorporado
estacionamento
13 Válvula de segurança, (14,3 bar) 79 Válvula de segurança de freio (travão)
32 Válvula de drenagem
16 (T1) Sensor de pressão com monitor, circuito 81 (V81) Válvula solenóide TC
dianteiro 35 Válvula de segurança (19 bar)
83 (V1) Válvula solenóide do freio-motor
16 (T2) Sensor de pressão com monitor, circuito 36 Reservatório de ar, suspensão pneumática
(travão de escape)
traseiro 39 Válvula de alívio
84 (N1) Cigarra (besouro)
17 (B1) Contato da luz do freio (travão) 49 Válvula sensível à carga
W6 Luz-piloto (de aviso), baixa pressão de cir-
18 Válvula de descarga rápida 51 (V3-6, V46-47) Válvula reguladora ABS cuito
19 Válvula relé, circuito traseiro 52 Válvula de bloqueio W7 Luz-piloto (de aviso), freio (travão) de esta-

Esquema completo
55 Tomada de medição/Nípel de enchimento cionamento
57 Válvula relé do reboque
9
Alimentação

Circuito de alimentação A válvula de segurança de 4 vias 60 recebe ar


do secador de ar. As viaturas da série 4 não têm
reservatório úmido. A válvula tem um disposi-
tivo de prioridade de circuitos incorporado.
Funcionamento Isso implica que durante a carga de pressão até
O compressor 3 é acionado pela transmissão do 6 bar aproximadamente, só enchem os reser-
motor. O ar da admissão é limpo eficazmente vatórios dos circuitos dianteiro, traseiro e do
através do filtro do ar do motor e comprimido equipamento suplementar. Só então o circuito
pelo compressor através duma serpentina de de estacionamento recebe ar. Se algum dos cir-
esfriamento e do secador do ar 74 (H4) e conti- cuitos tiver uma queda de pressão anormal-
nuando para a válvula de segurança de 4 vias mente grande, o fornecimento de ar para esse
60. Nas viaturas com 12,2 bar de pressão de circuito cerra e a válvula dá pressão reduzida
alívio e reservatórios de manejo de carga, a vál- para os outros circuitos.
vula limitadora de pressão 58c limita para
9,3 bar aprox. a pressão do sistema de freio
(travões). Na saída do compressor encontra-se
uma válvula de segurança 35 que abre a 19 bar
se a conduta para o secador do ar for bloque-
ada.
O regulador de pressão incorporado no secador
de ar comanda o mecanismo de descarga do
compressor de maneira a interromper a carga
quando a pressão atinge a pressão de descarga
9,3 bar. Quando a pressão do sistema desce à
pressão de carga, o regulador de carga
comanda o regulador de pressão de maneira ao
compressor começar a carregar novamente.
No secador de ar 74 (H4) há um dessecante que
absorve a água condensada. Durante cada perí-
odo de descarga a válvula de drenagem abre no
fundo do secador de ar, drenando assim a água
condensada. Simultaneamente a massa desse-
cante é regenerada do ar no reservatório 7k.
Uma serpentina de aquecimento no fundo do
secador de ar impede que a água congele na
válvula de drenagem. No secador de ar encon-
tra-se também uma válvula de segurança 13
que abre se a pressão no sistema ultrapassar
14,3 bar.
Um nípel de enchimento 55 está ligado ao
secador de ar através duma conduta. As viatu-
ras com reservatórios de manejo de carga têm
uma válvula de alívio 39 e uma tomada de
medição 55 entre o primeiro e o segundo reser-
vatório.
Atenção! O abastecimento de ar só deve ser
feito através do nípel de abastecimento que se
encontra na entrada do lado esquerdo e que está
ligado ao secador de ar. Isto, para que o ar
abastecido pelo exterior também possa ser
seco.

© Scania CV AB 1998, Sweden


10 1000f11q.mkr
Alimentação

55

13 35

3
74 (H4)

55 32

36
39 7k
32

36 58c
1

60
107 311

21 22 23 24

3 Compressor 39 Válvula de alívio


7k Reservatório de ar, secador de ar 55 Tomada de medição/Nípel de enchimento
13 Válvula de segurança, (14,3 bar) 58c Válvula limitadora de pressão (9,3 bar)
32 Válvula de drenagem para viatura com suspensão pneumática
35 Válvula de segurança (19 bar) 60 Válvula de segurança de 4 vias
36 Reservatório de ar, suspensão pneumática 74 (H4) Secador de ar com regulador de
pressão e válvula de retenção

© Scania CV AB 1998, Sweden


1000f11q.mkr 11
Circuito dianteiro

Circuito dianteiro

Setor de alimentação, eixo


dianteiro simples
O ar é conduzido da válvula de segurança de 4
vias 60 para o reservatório/s 7c, válvula do
freio de serviço (travão de pé) 12 e para o sen-
sor/monitor de pressão 16 (T1). As viaturas
com 2 eixos traseiros têm 2 reservatórios dian-
teiros para aumentar o volume total de ar dis-
ponível. 16 (T1) mede a pressão do circuito
dianteiro e envia sinal para o instrumento indi-
cador 26 (O10), mostrando a pressão
(circuito 1). Se a pressão de circuito for inferior
a 5 bar, a função de monitorização dá aviso de
baixa pressão através da cigarra (bezouro) 84
(N1) e da luz-piloto (de aviso) W6.
A tomada de medição 55 do setor da alimenta-
ção encontra-se sob a tampa frontal, junto ao
sensor de pressão 16 (T1).

Setor de alimentação, eixos


dianteiros duplos
O ar é conduzido da válvula de segurança de 4
vias 60 para os reservatórios do circuito dian-
teiro 7c, válvula de freio de serviço (travão de
pé) 12, válvula relé 19c e sensor/monitor de
pressão 16 (T1). 16 mede a pressão do circuito
dianteiro e envia sinal para o instrumento indi-
cador 26 (O10) que mostra a pressão
(circuito 1). Se a pressão de circuito for inferior
a 5 bar, a função de monitorização dá aviso de
baixa pressão através da cigarra (bezouro) 84
(N1) e da luz-piloto (de aviso).
A tomada de medição 55 do setor da alimenta-
ção encontra-se sob a tampa frontal, junto ao
sensor de pressão 16 (T1).

© Scania CV AB 1998, Sweden


12 1000f11q.mkr
Circuito dianteiro

Setor de manobra, eixo dianteiro Setor de manobra, eixos


simples dianteiros duplos
Quando o pedal do freio (travão) é deprimido, Quando o pedal do freio (travão) é deprimido,
a válvula do freio de serviço (travão de pé) a válvula do freio de serviço (travão de pé) 12
envia ar de manobra para as câmaras de freio envia ar de manobra para a válvula relé 19c,
(cilindros de travão) 4 que aplicam os freios que abre e envia ar para as câmaras de freio de
(travões). Se a viatura estiver equipada com serviço (cilindros de travão de pé) 4, aplicando
ABS, o ar atravessa também as válvulas regula- os freios (travões). Se a viatura está equipada
doras 51 (V3/V4). O contato da luz do freio com ABS, o ar atravessa também as válvulas
(travão) 17 (B1) conecta a luz do freio reguladoras 51 (V3/V4). O contato da luz do
(travão). Quando se solta o pedal do freio freio (travão) 17 (B1) conecta a luz do freio
(travão), o ar é evacuado das câmaras dos (travão). Quando se solta o freio (travão), o ar
freios (cilindros dos travões) através da vál- é evacuado das câmaras dos freios (cilindros
vula do freio de serviço (travão de pé) (e vál- dos travões) através da válvula relé (e válvulas
vulas reguladoras). reguladoras). O ar para a válvula relé é evacu-
ado através da válvula do freio de serviço (tra-
Nas viaturas com circuito de reboque, a válvula vão de pé).
do freio de serviço (travão de pé) envia ar tam-
bém para a válvula relé de reboque 57, que por Nas viaturas com circuito de reboque, a válvula
sua vez envia ar de manobra para o reboque. do freio de serviço (travão de pé) envia ar tam-
bém para a válvula relé de reboque 57, que por
As viaturas com ABS têm tomada de medição sua vez envia ar de manobra para o reboque.
55 em ambas as câmaras de freio de serviço
(cilindros de travão de pé) 4. Sem ABS, apenas As viaturas com ABS têm tomada de medição
a câmara (cilindro) do lado direito tem tomada 55 em todas as câmaras de freio de serviço
de medição. Há também uma tomada de medi- (cilindros do travão de pé) 4. Nas viaturas sem
ção junto ao conjunto de válvulas central. ABS só há tomada de medição na câmara de
freio (cilindro de travão) do lado direito de
cada eixo. Há também uma tomada de medição
junto ao conjunto de válvulas central.

© Scania CV AB 1998, Sweden


1000f11q.mkr 13
Circuito dianteiro

Esquema do circuito dianteiro, eixo dianteiro simples

(W6)

(O10) 26 26 (O11)

(N1)
84
16 16
(V3) 51 (T1) (T2) 51 (V4)
55
4
55 55 4
27 17 (B1) 27
12

60

55
57

7c 7c

32 32
107 285

4 Câmara de freio de serviço (cilindro de 32 Válvula de drenagem


travão de pé)
51 (T1/T2) Válvula reguladora ABS
7c Reservatório de ar, circuito dianteiro
55 Tomada de medição
12 Válvula de freio de serviço (travão de pé)
57 Válvula relé do reboque
16 (T1) Sensor de pressão com monitor, circuito
60 Válvula de segurança de 4 vias
dianteiro
84 (H1) Cigarra (besouro)
17 (B1) Contato da luz do freio (travão)
W6 Luz-piloto (de aviso)
26 (O10) Instrumento indicador, pressão do cir-
cuito dianteiro (1)
27 Câmara de freio á mola (cilindro de travão
de mola) (4x2)

© Scania CV AB 1998, Sweden


14 1000f11q.mkr
Circuito dianteiro

Esquema do circuito dianteiro, eixos dianteiros duplos

(W6)

(O10) 26 26 (O11)

(N1)
84
16 16
(V3) 51 (T1) (T2) 51 (V4)
55
4 55 55 4

17
12 (B1)

60
4 55 55 4
19 C
27 55 27

55
57

7c 7c

32 32
107 286

4 Câmara de freio de serviço (cilindro 27 Câmara de freio à mola (cilindro de travão


de travão de pé) de mola)
7c Reservatórios de ar, circuito dianteiro 32 Válvula de drenagem
12 Válvula de freio de serviço (travão de pé) 51 (V5/V6) Válvula reguladora ABS
16 (T1) Sensor de pressão com monitor, circuito 55 Tomada de medição
dianteiro 57 Válvula relé do reboque
17 (B1) Contato da luz do freio (travão) 84 (N1) Cigarra (besouro)
19c Válvula relé, circuito dianteiro W6 Luz-piloto (de aviso)
26 (O10) Instrumento indicador, pressão do cir-
cuito dianteiro (1)

© Scania CV AB 1998, Sweden


1000f11q.mkr 15
Circuito traseiro

Circuito traseiro Setor de manobra- eixo traseiro


simples com suspensão
pneumática e de lâminas
Setor de alimentação
Quando se pisa o pedal do freio (travão), a vál-
O ar é conduzido da válvula de segurança de 4 vula do freio (travão) 12 envia ar de manobra
vias 60 para os reservatórios 7d (geralmente 2) através da válvula sensível à carga 49 para a
do circuito traseiro, válvula relé 19, válvula do válvula relé 19, que abre e dá ar para as câmaras
freio de serviço (travão de pé) 12 e sensor/ do freio de serviço (cilindros do travão de pé) 4.
monitor de pressão 16 (T2). 16 (T2) avalia a Nas viaturas com ABS há válvulas reguladoras
pressão do circuito traseiro e envia sinal para o 51 (V5/V6) entre a válvula relé e as câmaras
instrumento indicador 26 (O11), que mostra a (cilindros). A válvula sensível à carga (tipo 1
pressão (circuito 2). Se a pressão do circuito for nas viaturas com suspensão de lâminas e tipo 2
inferior a 5 bar, a função de monitorização nas viaturas com suspensão pneumática), que se
avisa da falta de pressão por meio da cigarra encontra em certas viaturas, adapta a pressão de
(besouro) 84 (N1) e da luz-piloto (de aviso) manobra e, por conseguinte, a força de frena-
W6. gem (travagem) de acordo com a carga do veí-
culo. O contato da luz do freio (dos travões) 17
A tomada de medição 55 do setor de alimenta- (B1) conecta a luz do freio (travão). Quando o
ção encontra-se sob a tampa frontal, junto ao freio (travão) é solto, o ar é evacuado das câma-
sensor de pressão 16 (T2). ras de freio (cilindros dos travões) através da
válvula relé (e válvulas reguladoras). O ar para
a válvula relé é evacuado através da válvula do
freio de serviço (travão de pé) e, em certos
casos, também na válvula sensível à carga.
Nas viaturas com circuito de reboque, a válvula
do freio de serviço (travão de pé) envia ar tam-
bém para a válvula relé de reboque 57, que por
sua vez envia ar de manobra para o reboque.
As viaturas com TC têm uma válvula solenóide
81 (V81), que durante a regulação TC (regula-
ção de freio (travão)) dá ar para a válvula de
retenção dupla 23 e válvula relé 19. Em
seguida, as válvulas reguladoras 51 (V5/V6)
adaptam a pressão do ar às câmaras dos freios
(cilindros dos travões).
A câmara de freio (cilindro de travão) do lado
direito tem uma tomada de medição para medi-
ção da pressão de manobra. As viaturas com
ABS têm tomadas de medição nas câmaras
(cilindros) de ambos os lados. Há ainda uma
tomada de medição junto ao conjunto de válvu-
las central.

© Scania CV AB 1998, Sweden


16 1000f11q.mkr
Circuito traseiro

Setor de manobra, bogie com eixo Setor de manobra, bogie com eixo
de apoio com ABS de 4 canais de apoio com suspensão de
Quando o pedal do freio (travão) é deprimido,
lâminas e ABS de 4 canais
a válvula do freio de serviço (travão de pé) 12 Quando o pedal do freio (travão) é deprimido,
envia ar de manobra através da válvula sensível a válvula do freio de serviço (travão de pé) 12
à carga 49 para a válvula relé 19, que abre e dá envia ar de manobra através da válvula sensível
ar para as câmaras de freio de serviço (cilindros à carga 49 para a válvula relé 19, que abre e dá
do travão de pé) 4. Nas viaturas com ABS há ar para as câmaras de freio de serviço (cilind-
válvulas reguladoras 51 (V5/V6) entre a vál- ros do travão de pé) 4. Nas viaturas com ABS
vula relé e as câmaras (cilindros). A válvula há válvulas reguladoras 51 (V5/V6) entre a
sensível à carga (tipo 2 em viatura com suspen- válvula relé e as câmaras (cilindros). A válvula
são pneumática), existente em certas viaturas, sensível à carga (tipo 1 em viatura com sus-
adapta a pressão de manobra e, por conse- pensão a lâminas), existente em certas viaturas,
guinte, a força de frenagem (travagem), à carga adapta a pressão de manobra e, por consegu-
do veículo. O contato da luz do freio (travão) inte, a força de frenagem (travagem), à carga
17 (B1) conecta a luz do freio (travão). Quando do veículo. O contato da luz do freio (travão)
se solta o freio (travão), o ar das câmaras de 17 (B1) conecta a luz do freio (travão). Quando
freio (cilindros dos travões) é evacuado através se solta o freio (travão), o ar das câmaras de
da válvula relé 19 (e das válvulas reguladoras). freio (cilindros dos travões) é evacuado através
O ar para a válvula relé é evacuado através da da válvula relé 19 (e das válvulas reguladoras).
válvula do freio de serviço (travão de pé) e, em O ar para a válvula relé é evacuado através da
certos casos, também na válvula sensível à válvula do freio de serviço (travão de pé) e, em
carga. certos casos, também na válvula sensível à
carga.
Nas viaturas com circuito de reboque, a válvula
do freio de serviço (travão de pé) envia ar tam- As viaturas com eixos dianteiros duplos e vál-
bém para a válvula relé de reboque 57, que por vula relé 19c de circuito dianteiro têm, a partir
sua vez envia ar de manobra para o reboque. da produção de Dezembro de 1997, uma vál-
vula relé 19d no circuito traseiro, com uma
Para impedir o bloqueio de rodas durante a pressão de abertura de 0,42 bar em vez dos
regulação ABS no eixo de apoio com rodas 0,20 bar da válvula relé 19.
simples, a válvula solenóide 82 (V7) é ativada.
Esta ativa as válvulas redutoras de pressão 66, Nas viaturas com circuito de reboque, a válvula
que reduzem a metade a pressão de freio, em do freio de serviço (travão de pé) envia ar tam-
comparação com a do eixo motor. bém para a válvula relé de reboque 57, que por
sua vez envia ar de manobra para o reboque.
As viaturas com TC têm uma válvula solenóide
81 (V81), que, durante a regulação TC, (regula- As viaturas com TC têm uma válvula solenóide
ção de freio (travão)) dá ar para a válvula de 81 (V81), que, durante a regulação TC, (regula-
retenção dupla 23 e válvula relé 19. Em ção de freio (travão)) dá ar para a válvula de
seguida, as válvulas reguladoras 51 (V5/V6) retenção dupla 23 e válvula relé 19. Em
adaptam a pressão de ar às câmaras de freio seguida, as válvulas reguladoras 51 (V5/V6)
(cilindros dos travões) no eixo motor. Durante adaptam a pressão de ar às câmaras de freio
a regulação TC, apenas o eixo motor frena (cilindros dos travões) no eixo motor. Durante
(trava), devido às válvulas relé 19a não deixa- a regulação TC, apenas o eixo motor frena
rem então passar ar nenhum para o eixo de (trava), devido às válvulas relé 19a não deixa-
apoio. rem então passar ar nenhum para o eixo de
apoio.
Há uma tomada de medição 55 para medição
da pressão de manobra em cada eixo. As viatu- Há uma tomada de medição 55 para medição
ras com ABS têm duas tomadas de medição em da pressão de manobra em cada eixo. As viatu-
cada eixo. Há ainda uma tomada de medição ras com ABS têm duas tomadas de medição em
junto ao conjunto de válvulas central. cada eixo. Há ainda uma tomada de medição
junto ao conjunto de válvulas central.

© Scania CV AB 1998, Sweden


1000f11q.mkr 17
Circuito traseiro

Setor de manobra, bogie em tan- Setor de manobra, bogie de eixo


dem com suspensão de lâminas e de apoio e bogie em tandem com
ABS de 4 canais suspensão pneumática e ABS de
Quando o pedal do freio (travão) é deprimido,
6 canais
a válvula do freio de serviço (travão de pé) 12 Quando o pedal do freio (travão) é deprimido,
envia ar de manobra através da válvula sensível a válvula do freio de serviço (travão de pé) 12
à carga 49 para a válvula relé 19, que abre e dá envia ar de manobra através da válvula sensível
ar para as câmaras de freio de serviço (cilindros à carga 49 para a válvula relé 19, que abre e dá
do travão de pé) 4. Nas viaturas com ABS há ar para as câmaras de freio de serviço (cilin-
válvulas reguladoras 51 (V5/V6) entre a vál- dros do travão de pé) 4. Nas viaturas com ABS
vula relé e as câmaras (cilindros). A válvula há válvulas reguladoras 51 (V5/V6/V46/V47)
sensível à carga (tipo 1 em viatura com suspen- entre a válvula relé e as câmaras (cilindros). A
são a lâminas), existente em certas viaturas, válvula sensível à carga (tipo 2 em viatura com
adapta a pressão de manobra e, por conse- suspensão pneumática), existente em certas
guinte, a força de frenagem (travagem), à carga viaturas, adapta a pressão de manobra e, por
do veículo. O contato da luz do freio (travão) conseguinte, a força de frenagem (travagem), à
17 (B1) conecta a luz do freio (travão). Quando carga do veículo. O contato da luz do freio (tra-
se solta o freio (travão), o ar das câmaras de vão) 17 (B1) conecta a luz do freio (travão).
freio (cilindros dos travões) é evacuado através Quando se solta o freio (travão), o ar das câma-
da válvula relé 19 (e das válvulas reguladoras). ras de freio (cilindros dos travões) é evacuado
O ar para a válvula relé é evacuado através da através da válvula relé 19 (e das válvulas regu-
válvula do freio de serviço (travão de pé) e, em ladoras). O ar para a válvula relé é evacuado
certos casos, também na válvula sensível à através da válvula do freio de serviço (travão
carga. de pé) e, em certos casos, também na válvula
sensível à carga.
As viaturas com eixos dianteiros duplos e vál-
vula relé 19c de circuito dianteiro têm, a partir As viaturas com eixos dianteiros duplos e vál-
da produção de Dezembro de 1997, uma vál- vula relé 19c de circuito dianteiro têm, a partir
vula relé 19d no circuito traseiro, com uma da produção de Dezembro de 1997, uma vál-
pressão de abertura de 0,42 bar em vez dos vula relé 19d no circuito traseiro, com uma
0,20 bar da válvula relé 19. pressão de abertura de 0,42 bar em vez dos
0,20 bar da válvula relé 19.
Nas viaturas com circuito de reboque, a válvula
do freio de serviço (travão de pé) envia ar tam- Nas viaturas com circuito de reboque, a válvula
bém para a válvula relé de reboque 57, que por do freio de serviço (travão de pé) envia ar tam-
sua vez envia ar de manobra para o reboque. bém para a válvula relé de reboque 57, que por
sua vez envia ar de manobra para o reboque.
Há uma tomada de medição 55 para medição
da pressão de manobra em cada eixo. As viatu- As viaturas com TC têm uma válvula solenóide
ras com ABS têm duas tomadas de medição em 81 (V81), que, durante a regulação TC (regula-
cada eixo. Há ainda uma tomada de medição ção de freio (travão), dá ar para a válvula de
junto ao conjunto de válvulas central. retenção dupla 23 e válvula relé 19. Em
seguida, as válvulas reguladoras 51 (V5/V6/
V46/V47) adaptam a pressão de ar às câmaras
de freio (cilindros dos travões) no eixo motor/
eixos motores.
Há uma tomada de medição 55 para medição
da pressão de manobra em cada eixo. As viatu-
ras com ABS têm duas tomadas de medição em
cada eixo. Há ainda uma tomada de medição
junto ao conjunto de válvulas central.

© Scania CV AB 1998, Sweden


18 1000f11q.mkr
Circuito traseiro

Setor de manobra, bogie triplo Nas viaturas com circuito de reboque, a válvula
com suspensão pneumática e do freio de serviço (travão de pé) envia ar tam-
bém para a válvula relé de reboque 57, que por
eixo de apoio dirigido sua vez envia ar de manobra para o reboque.
suplementar
As viaturas com TC têm uma válvula solenóide
As duas viaturas com bogie triplo diferenciam- 81 (V81), que, durante a regulação TC (regula-
se uma da outra no seguinte: ção de freio (travão)), dá ar para a válvula de
retenção dupla 23 e válvula relé 19. Em
1 8x2/4 é uma viatura 6x2 com eixo triplo à seguida, as válvulas reguladoras 51 (V5/V6/
frente do eixo motor. Este é dirigido meca- V46/V47) adaptam a pressão de ar às câmaras
nicamente pelo eixo dianteiro. Ao frenar de freio (cilindros dos travões) no eixo motor/
(travar), o eixo triplo e o eixo motor são eixos motores. Durante a a regulação TC ape-
controlados em conjunto, ou seja, as válvu- nas o eixo motor/eixos motores frenam
las reguladoras V5 e V6 comandam ar de (travam), devido às válvulas relé 19a então não
manobra para o eixo triplo e eixo motor. deixarem passar ar para o eixo triplo.
2 8x4*4 é uma viatura 6x4 com o eixo triplo Há uma tomada de medição 55 para medição
atrás do eixo motor traseiro. Este é coman- da pressão de manobra em cada eixo. As viatu-
dado hidraulicamente. Ao frenar (travar), ras com ABS têm duas tomadas de medição em
são controlados em conjunto o eixo triplo e cada eixo. Há ainda uma tomada de medição
o eixo motor traseiro, ou seja, as válvulas junto ao conjunto de válvulas central.
reguladoras V5 e V6 comandam ar de
manobra para o eixo motor traseiro e eixo
triplo.
Quando o pedal do freio (travão) é deprimido,
a válvula do freio de serviço (travão de pé) 12
envia ar de manobra através da válvula sensível
à carga 49 para a válvula relé 19, que abre e dá
ar para 6 câmaras de freio de serviço (cilindros
do travão de pé) 4. Nas viaturas com ABS há
válvulas reguladoras 51 (V5/V6/V46/V47)
entre a válvula relé e as câmaras (cilindros). A
válvula sensível à carga (tipo 2 em viatura com
suspensão pneumática), existente em certas
viaturas, adapta a pressão de manobra e, por
conseguinte, a força de frenagem (travagem), à
carga do veículo. O contato da luz do freio
(travão) 17 (B1) conecta a luz do freio
(travão). Quando se solta o freio (travão), o ar
das câmaras de freio (cilindros dos travões) é
evacuado através da válvula relé 19 (e das vál-
vulas reguladoras). O ar para a válvula relé é
evacuado através da válvula do freio de serviço
(travão de pé) e, em certos casos, também na
válvula sensível à carga.

© Scania CV AB 1998, Sweden


1000f11q.mkr 19
Circuito traseiro

Esquema do circuito traseiro, eixo traseiro simples com suspensão


pneumática e de lâminas
(W6)

(O10) 26 26 (O11)

(N1)
84
16 16
(T1) (T2)
60 55

17 (B1)

12

7d 7d

32 32
57

55 79
65

49

19 b 23

23

(V5) (V6)
51 19 51

55 55
4 4
27 27
107 338

81 65
(V81)

4 Câmara de freio de serviço (cilindro de 32 Válvula de drenagem


travão de pé) 49 Válvula sensível à carga
7d Reservatórios de ar, circuito traseiro 51 (V5/V6) Válvula reguladora ABS
12 Válvula de freio de serviço (travão de 55 Tomada de medição
pé)
57 Válvula relé do reboque
16 (T2) Sensor de pressão com monitor, cir-
cuito traseiro 60 Válvula de segurança de 4 vias
17 (B1) Contato da luz do freio (travão) 65 Distribuidor
19 Válvula relé, circuito traseiro 79 Válvula de segurança de freio (travão)
19b Válvula relé, circuito de estacionamento 81 (V81) Válvula solenóide TC
23 Válvula de retenção dupla 84 (N1) Cigarra (besouro)
26 (O11) Instrumento indicador, pressão do W6 Luz-piloto (de aviso), baixa pressão de
circuito traseiro circuito
27 Câmara de freio à mola (cilindro de
travão de mola)

© Scania CV AB 1998, Sweden


20 1000f11q.mkr
Circuito traseiro

Esquema do circuito traseiro, bogie com eixo de apoio, com


suspensão pneumática e ABS de 4 canais
(W6)

(O10) 26 26 (O11)

(N1)
84
16 16
(T1) 55 (T2)

12 17
(B1)
60

57

55 7d 7d
65

32 32

19b 23

79

49

82
(V7) 23

(V5) (V6)
51 19 51

4 4
55 55
27 27

19a 19a
66 66
4 4
55 55
27
107 339

27

81 65

(V81)

4 Câmara de freio de serviço (cilindro de 32 Válvula de drenagem


travão de pé) 49 Válvula sensível à carga
7d Reservatórios de ar, circuito traseiro 51 (V5/V6) Válvula reguladora ABS
12 Válvula de freio de serviço (travão de 55 Tomada de medição
pé)
57 Válvula relé do reboque
16 (T2) Sensor de pressão com monitor, cir-
cuito traseiro 60 Válvula de segurança de 4 vias
17 (B1) Contato da luz do freio (travão) 65 Distribuidor
19 Válvula relé, circuito traseiro 66 Válvula reguladora de pressão, redução
de frenagem (travagem)
19a Válvula relé, redução de frenagem (tra-
vagem) 79 Válvula de segurança de freio (travão)
19b Válvula relé, circuito de estacionamento 81 (V81) Válvula solenóide TC
23 Válvula de retenção dupla 82 (V7) Válvula solenóide, redução de frena-
gem (travagem)
26 (O11) Instrumento indicador, pressão do
circuito traseiro 84 (N1) Cigarra (besouro)
27 Câmara de freio à mola (cilindro de W6 Luz-piloto (de aviso), baixa pressão de
travão de mola) circuito

© Scania CV AB 1998, Sweden


1000f11q.mkr 21
Circuito traseiro

Esquema do circuito traseiro, bogie com eixo de apoio com


suspensão de lâminas e ABS de 4 canais
(W6)

(O10) 26 26 (O11)

(N1)
84
16 16
(T1) 55 (T2)

12 17
(B1)
60

57

55 7d 7d
65

32 32

19b 23

49

23

(V5) (V6)
51 19 51

4 4
55 55
27 27

19a 19a

4 4
55 55
27
27
107986

81 65
(V81)

4 Câmara de freio de serviço (cilindro de 32 Válvula de drenagem


travão de pé) 49 Válvula sensível à carga
7d Reservatórios de ar, circuito traseiro 51 (V5/V6) Válvula reguladora ABS
12 Válvula de freio de serviço (travão de pé) 55 Tomada de medição
16 (T2) Sensor de pressão com monitor, cir- 57 Válvula relé do reboque
cuito traseiro
60 Válvula de segurança de 4 vias
17 (B1) Contato da luz do freio (travão)
65 Distribuidor
19 (19d) Válvula relé, circuito traseiro
81 (V81) Válvula solenóide TC
19a Válvula relé, redução de frenagem (tra-
vagem) 84 (N1) Cigarra (besouro)
19b Válvula relé, circuito de estacionamento W6 Luz-piloto (de aviso), baixa pressão de
circuito
23 Válvula de retenção dupla
26 (O11) Instrumento indicador, pressão do
circuito traseiro
27 Câmara de freio à mola (cilindro de
travão de mola)

© Scania CV AB 1998, Sweden


22 1000f11q.mkr
Circuito traseiro

Esquema do circuito traseiro, bogie em tandem com suspensão de


lâminas e ABS de 4 canais
(W6)

(O10) (O11)
26 26

(N1) 84
(T1)16 16 (T2)
55

12 17
(B1)
60

57

55
65

23
19b

7d 7d

32 32

49

(V5)
(V6)
51 19 51

55 55
4 4
27 27

55 55

4 4
27 27
107 987

4 Câmara de freio de serviço (cilindro de 27 Câmara de freio à mola (cilindro de


travão de pé) travão de mola)
7d Reservatórios de ar, circuito traseiro 32 Válvula de drenagem
12 Válvula de freio de serviço (travão de 49 Válvula sensível à carga
pé) 51 (V5/V6) Válvula reguladora ABS
16 (T2) Sensor de pressão com monitor, cir- 55 Tomada de medição
cuito traseiro
57 Válvula relé do reboque
17 (B1) Contato da luz do freio (travão)
60 Válvula de segurança de 4 vias
19 (19d) Válvula relé, circuito traseiro
65 Distribuidor
19a Válvula relé, redução de frenagem (tra-
vagem) 84 (N1) Cigarra (besouro)
19b Válvula relé, circuito de estacionamento W6 Luz-piloto (de aviso), baixa pressão de
circuito
23 Válvula de retenção dupla
26 (O11) Instrumento indicador, pressão do
circuito traseiro

© Scania CV AB 1998, Sweden


1000f11q.mkr 23
Circuito traseiro

Esquema do circuito traseiro, bogie com eixo de apoio e bogie em


tandem com suspensão pneumática e ABS de 6 canais
(W6)

(O10) (O11)
26 26

(N1) 84
(T1)16 16 (T2)
55

12 17
(B1)
60

57
55
65

23
19b

7d 7d

32 32

79

49

23

(V6)
(V5) 51 19 51

55 55
4 4
27 27

55 55

4 51 51 4
(V46) (V47)
27 27
107 391

81 65
(V81)

4 Câmara de freio de serviço (cilindro de 32 Válvula de drenagem


travão de pé) 49 Válvula sensível à carga
7d Reservatórios de ar, circuito traseiro 51 (V5/V6/V46/V47) Válvula reguladora ABS
12 Válvula de freio de serviço (travão de 55 Tomada de medição
pé)
57 Válvula relé do reboque
16 (T2) Sensor de pressão com monitor, cir-
60 Válvula de segurança de 4 vias
cuito traseiro
65 Distribuidor
17 (B1) Contato da luz do freio (travão)
79 Válvula de segurança de freio (travão)
19 (19d) Válvula relé, circuito traseiro
81 (V81) Válvula solenóide TC
19b Válvula relé, circuito de estacionamento
84 (N1) Cigarra (besouro)
23 Válvula de retenção dupla
W6 Luz-piloto (de aviso), baixa pressão de
26 (O11) Instrumento indicador, pressão do
circuito
circuito traseiro
27 Câmara de freio à mola (cilindro de
travão de mola)

© Scania CV AB 1998, Sweden


24 1000f11q.mkr
Circuito traseiro

Esquema do circuito traseiro, bogie triplo com suspensão pneumá-


tica e eixo de apoio suplementar à frente do eixo motor (8x2/4)
(W6)

(O10) (O11)
26 26

(N1) 84
(T1)16 16 (T2)
55

12 17
(B1)
60

57
55
65

23
19b

7d 7d

32 32

79

49
4 19a 4
19a
23

(V6)
(V5) 51 19 51

55 55
4 4
27 27

55 55

4 51 51 4
(V46) (V47)
27 27
107 855

81 65
(V81)

4 Câmara de freio de serviço (cilindro de 27 Câmara de freio à mola (cilindro de


travão de pé) travão de mola)
7d Reservatórios de ar, circuito traseiro 32 Válvula de drenagem
12 Válvula de freio de serviço (travão de 49 Válvula sensível à carga
pé) 51 (V5/V6/V46/V47) Válvula reguladora ABS
16 (T2) Sensor de pressão com monitor, cir- 55 Tomada de medição
cuito traseiro
57 Válvula relé do reboque
17 (B1) Contato da luz do freio (travão)
60 Válvula de segurança de 4 vias
19 Válvula relé, circuito traseiro
65 Distribuidor
19a Válvulas relé, eixo triplo
79 Válvula de segurança de freio (travão)
19b Válvula relé, circuito de estacionamento
81 (V81) Válvula solenóide TC
23 Válvula de retenção dupla
84 (N1) Cigarra (besouro)
26 (O11) Instrumento indicador, pressão do
circuito traseiro W6 Luz-piloto (de aviso), baixa pressão de
circuito

© Scania CV AB 1998, Sweden


1000f11q.mkr 25
Circuito traseiro

Esquema do circuito traseiro, bogie triplo com suspensão pneumá-


tica e eixo de apoio suplementar atrás do eixo motor traseiro (8x4*4)
(W6)

(O10) (O11)
26 26

(N1) 84
(T1)16 16 (T2)
55

12 17
(B1)
60

57
55
65

23
19b

7d 7d

32 32

79

49

55 (V46) (V47) 55

4 51 51 4
27 27

23

(V6)
(V5) 51 19 51

55 55
4 4
27 27

4 19a 19a 4
107 856

81 65
(V81)

4 Câmara de freio de serviço (cilindro de 32 Válvula de drenagem


travão de pé) 49 Válvula sensível à carga
7d Reservatórios de ar, circuito traseiro 51 (V5/V6/V46/V47) Válvula reguladora ABS
12 Válvula de freio de serviço (travão de pé) 55 Tomada de medição
16 (T2) Sensor de pressão com monitor, cir- 57 Válvula relé do reboque
cuito traseiro
60 Válvula de segurança de 4 vias
17 (B1) Contato da luz do freio (travão)
65 Distribuidor
19 Válvula relé, circuito traseiro
79 Válvula de segurança de freio (travão)
19a Válvulas relé, eixo triplo
81 (V81) Válvula solenóide TC
19b Válvula relé, circuito de estacionamento
84 (N1) Cigarra (besouro)
23 Válvula de retenção dupla
W6 Luz-piloto (de aviso), baixa pressão de
26 (O11) Instrumento indicador, pressão do circuito
circuito traseiro
27 Câmara de freio à mola (cilindro de
travão de mola)

© Scania CV AB 1998, Sweden


26 1000f11q.mkr
Circuito de estacionamento

Circuito de Setor de manobra


estacionamento As viaturas de 2 eixos têm sempre freio
(travão) de estacionamento em ambos os eixos.
As viaturas de 3 e 4 eixos têm freio (travão) de
Setor de alimentação estacionamento em 2 ou 3 eixos, dependendo
O ar é conduzido da válvula de segurança de 4 da configuração de fabrico ou do desejo do cli-
vias 60 para a válvula limitadora de pressão ente.
58b, que limita a pressão de alimentação do cir-
cuito de estacionamento para 8 bar. A partir As viaturas com freio (travão) de estaciona-
desse ponto o ar é distribuído para: mento no eixo dianteiro e que estão equipadas
com ELC2 (controlo eletrônico de nível, gera-
1 reservatório de circuito 7b, que abastece os ção 2), têm uma função que liberta o freio
circuitos de estacionamento e do reboque (travão) de estacionamento no eixo dianteiro
com ar de alimentação quando se controla manualmente o nível com
ELC. Para este efeito há mais 3 componentes:
2 indicador de baixa pressão 10a (T4), que
ativa a luz-piloto (de aviso) W6 e a cigarra 1 válvula solenóide 81b (V32)
(besouro) 84 (N1) se a pressão de circuito
for inferior a 5 bar 2 válvula de retenção dupla 23

3 válvula relé 19b, que tem uma válvula de 3 válvula de descarga rápida 18
retenção na entrada. Depois da válvula de O freio (travão) de estacionamento é ativado
retenção o fluxo do ar divide-se em dois com a válvula reguladora manual 61d. Esta tem
setores: 4 posições e 2 saídas de ar de manobra.
• para a válvula de bloqueio 52 e válvula Posição de condução
de freio (travão) de estacionamento
61d para comando do freio (travão) de 1 A saída 21 deixa passar ar para a válvula
estacionamento relé 19b, através da válvula de retenção
dupla 23. A válvula relé abre passagem ao
• continuando para o setor de alimenta- ar para os cilindro 27, que libertam o freio
ção da válvula relé (travão) de estacionamento. O indicador de
4 válvula relé do reboque 57 baixa pressão 10b (T3) avalia a pressão na
conduta e mantêm a luz do freio (travão)
A tomada de medição 55 do setor de alimenta- de estacionamento W7 apagada (acima de
ção encontra-se sob a tampa frontal, ao lado do 6,0 bar).
indicador de baixa pressão 10a (T4).
2 A saída 22 deixa passar ar para a válvula
relé de reboque 57, através da válvula de
controlo manual 20d (não em modelo de
série). Havendo pressão nesta conduta, o
reboque não frena (trava).

© Scania CV AB 1998, Sweden


1000f11q.mkr 27
Circuito de estacionamento

Posição de freio (travão) de reserva Posição de controle


1 Quando se desloca a alavanca da posição 1 Estando a alavanca na posição de controle,
de condução para a posição de reserva, a a viatura está ainda frenada (travada) com
pressão da saída 21 para a válvula relé 19b o freio (travão) de estacionamento
cai progressivamente, implicando a apli-
cação progressiva do freio (travão) de esta- 2 O freio (travão) operacional do reboque é
cionamento. O indicador de baixa pressão liberto, devido ao orifício 22 da válvula
10b (T3) conecta a luz do freio (travão) de reguladora manual 61d enviar ar para a vál-
estacionamento W7, quando a pressão na vula relé de reboque 57.
conduta é inferior a 6,0 bar.
Quando se aplica o freio (travão) de estaciona-
2 Da mesma forma, a pressão cairá na mento o ar é evacuado:
conduta da saída 22 para a válvula relé do
1 no eixo dianteiro, através da válvula relé
reboque 57, implicando a aplicação pro-
19b. Quando há ELC2, o ar é evacuado
gressiva do freio (travão) operacional do
através da válvula de descarga rápida 18. O
reboque.
ar para a válvula de dscarga rápida é evacu-
Posição de freio (travão) de estaciona- ado através da válvula relé
mento
2 nos eixos traseiros, através das válvulas de
1 Com a alavanca nesta posição, o freio descarga rápida 18. O ar para as válvulas
(travão) de estacionamento da viatura de descarga rápida é libertado através da
estará aplicado de forma idêntica à da posi- válvula relé 19b.
ção máxima do freio (travão) de reserva.
O setor de manobra tem uma tomada de medi-
2 O reboque também ficará frenado ção 55 em cada eixo com freio (travão) de esta-
(travado) de forma idêntica à da posição cionamento.
máxima do freio (travão) de reserva.
Na entrada de manobra (orifício 4) para a vál-
Está disponível como peça sobressalente, uma vula relé 19b há uma válvula de retenção dupla
nova válvula reguladora manual com o freio 23. As entradas para a válvula de retenção
(travão) do reboque solto na posição de estaci- dupla provêm do circuito traseiro e do circuito
onamento (como na série 3). Esta diferencia-se de estacionamento. A razão disto é para que
da normal, enviando ar à pressão para a válvula não haja dupla aplicação de freio (travão)
relé do reboque na posição de estacionamento. quando o freio (travão) de estacionamento está
Em conseqüência disto, o freio (travão) opera- aplicado e o pedal do freio (travão) está depri-
cional do reboque fica solto. Atenção a que esta mido. A pressão de manobra que aplica o freio
função de válvula não é permitida em certos de serviço (travão de pé), reduz a força elástica
países. do freio (travão) de estacionamento.

© Scania CV AB 1998, Sweden


28 1000f11q.mkr
Circuito de estacionamento

Esquema do circuito de estacionamento

4 4

84 W6 W7
(N1)
55
18
10a
28
(T4)
52
4 4
23 81b
27 (V32) 27
55 55
12 17
(B1)
57 61d
21 22

55
65
10b
60 (T3)
20d
23
19b

58b

32

7b

4 4

27 27
55
18

4 4

27 27
55
108 461

18

4 Câmara de freio de serviço (cilindro de 28 Nípel de enchimento


travão de pé) 32 Válvula de drenagem
7b Reservatório de ar, circuito de estaciona- 52 Válvula de bloqueio
mento e do reboque
55 Tomada de medição
10a (T4) Indicador de baixa pressão, pressão
de alimentação 57 Válvula relé do reboque
10b (T3) Indicador de baixa pressão, pressão 58b Válvula limitadora de pressão (8 bar)
de manobra 60 Válvula de segurança de 4 vias
12 Válvula de freio de serviço (travão de pé) 61d Válvula reguladora manual, freio
17 (B1) Contato da luz do freio (travão) (travão) de estacionamento
18 Válvula de descarga rápida 65 Distribuidor
19b Válvula relé, freio (travão) de estaciona- 81b (V32) Válvula solenóide ELC2
mento 84 (N1) Cigarra (besouro)
20d Válvula reguladora manual, freio W6 Luz-piloto (de aviso), baixa pressão de
(travão) do reboque circuito
23 Válvula de retenção dupla W7 Luz-piloto (de aviso), freio (travão) de
27 Câmara de freio à mola (cilindro de estacionamento
travão de mola) acumuladora
© Scania CV AB 1998, Sweden
1000f11q.mkr 29
Circuito do reboque

Circuito do reboque Setor de manobra


As seguintes quatro condições dão pressão de
manobra para o freio de serviço (travão de pé)
Setor de alimentação do reboque, quer dizer, proveniente da válvula
relé do reboque 57.
O ar é conduzido da válvula de segurança de 4
vias 60 para a válvula limitadora de pressão 1 O circuito dianteiro através de pressão de
58b, que limita a pressão de alimentação do cir- manobra proveniente da válvula de freio de
cuito de estacionamento e reboque para 8 bar. serviço (travão de pé) 12.
A partir desse ponto, o ar é distribuído para:
2 O circuito traseiro através de pressão de
1 reservatório de circuito 7b, que abastece os manobra proveniente da válvula de freio de
circuitos de estacionamento e do reboque serviço (travão de pé) 12.
com ar de alimentação
3 O circuito de estacionamento através da
2 indicador de baixa pressão 10a (T4), que redução da pressão proveniente da válvula
ativa a luz-piloto (de aviso) W6 e a cigarra reguladora manual 61d (a luz do freio
(besouro) 84 (N1) se a pressão de circuito (travão) de estacionamento acende a
for inferior a 5 bar. 6,0 bar).
3 válvula relé do reboque 57. A válvula relé 4 O circuito do reboque através de redução
envia ar de alimentação para o reboque, de pressão proveniente da válvula regula-
através da conexão 25. dora manual 20d. Não é padrão nas viatu-
ras da série 4. As legislações nacionais
A tomada de medição 55 do setor de alimenta-
decidem se a válvula pode existir.
ção encontra-se sob a tampa frontal, ao lado do
indicador de baixa pressão 10a (T4). O setor de manobra não tem tomada de medi-
ção 55. Os dispositivos de conexão para prova
do sistema de freio (travões) têm tomada de
medição.

© Scania CV AB 1998, Sweden


30 1000f11q.mkr
Circuito do reboque

Esquema do circuito do reboque


84
W6 W7
(N1)

10a
(T4)
55
55 61d
57

12 17
55 (B1) 20d
10b (T3)

65

58b

60

32
7b

107 497

25

7b Reservatório de ar, circuito de estaciona- 57 Válvula relé do reboque


mento e do reboque 58b Válvula limitadora de pressão (8 bar)
10a (T4) Indicador de baixa pressão, pressão 60 Válvula de segurança de 4 vias
de alimentação
61d Válvula reguladora manual, freio
12 Válvula de freio de serviço (travão de pé) (travão) de estacionamento
17 (B1) Contato da luz do freio (travão) 84 (N1) Cigarra (besouro)
20d Válvula reguladora manual, freio W6 Luz-piloto (de aviso), baixa pressão de
(travão) do reboque circuito
25 Conexão do reboque
32 Válvula de drenagem
55 Tomada de medição

© Scania CV AB 1998, Sweden


1000f11q.mkr 31
Outro fornecimento de ar

Outro fornecimento de ar 65-3 na longarina da direita


1 freio-motor (travão de escape)
Fornecimento de ar para outro 2 caixa de mudanças (velocidades) manual
equipamento 3 servo da embreagem
A saída 24 da válvula de segurança de 4 vias
fornece ar para os outros equipamentos. As 4 Opticruise
seguintes alimentações são feitas desde os 5 tomada de força
vários distribuidores 65:
6 caixa de transferência
65-1 junto ao suporte de pedal
7 retardador
1 suspensão dos bancos
8 SLD (limitador de velocidade)
2 suspensão traseira da cabina
65-4 na travessa traseira, lado esquerdo
3 buzina a ar comprimido montada no
tejadilho 1 bloqueio de diferencial do eixo
4 interruptor principal de bateria 2 bloqueio de diferencial do bogie
65-2 junto ao conjunto de válvulas 3 TC
dianteiro
4 redução de pressão ABS
1 suspensão dianteira da cabina
5 ELC e suspensão pneumática mecânica, ar
2 buzina inferior de alimentação
65-5 na travessa traseira, lado direito
1 ELC e suspensão pneumática mecânica, ar
de comando

© Scania CV AB 1998, Sweden


32 1000f11q.mkr
Outro fornecimento de ar

Esquema, outro fornecimento de ar


65−1 65−2

60

65−3

V54 / V55
107 498

65−4 65−5

60 Válvula de segurança de 4 vias 65-4 Distribuidor na travessa traseira, lado


65-1 Distribuidor junto ao suporte de pedal esquerdo
na cabina 65-5 Distribuidor na travessa traseira, lado
65-2 Distribuidor junto ao conjunto de válvu- direito
las dianteiro V54/V55 Válvula reguladora ELC
65-3 Distribuidor na longarina da direita

© Scania CV AB 1998, Sweden


1000f11q.mkr 33