Você está na página 1de 13

Pedro Eduardo Silva Ambra

Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/9168299684488495


Última atualização do currículo em 04/06/2018

Doutor pelo Departamento de Psicologia Social do Instituto de Psicologia da Universidade de São


Paulo e pela Sorbonne Paris Cité - Université Paris Diderot. É professor titular do Mestrado em
Psicossomática da Universidade Ibirapuera e professor convidado do curso de pós-graduação em
Psicologia Social do IPUSP. É membro da Société Internationale Psychanalyse et Philosophie e
pesquisador LATESFIP-USP. É autor do livro "O que é um homem? Psicanálise e história da
masculinidade no Ocidente", e organizador do livro "Histeria e Gênero: o sexo como desencontro".
Autor de diversos artigos, capítulos e textos referentes a questões ligadas à psicanálise, estudos de
gênero, identificação e desenvolvimento. (Texto informado pelo autor)

Identificação
Nome Pedro Eduardo Silva Ambra
Nome em citações bibliográficas AMBRA, P. E. S.;AMBRA, P.;AMBRA, PEDRO

Endereço
Endereço Profissional Universidade de São Paulo, Instituto de Psicologia.
Av. Prof. Mello Moraes, 1721
Cidade Universitária
05508-030 - Sao Paulo, SP - Brasil
URL da Homepage: http://www.ip.usp.br

Formação acadêmica/titulação
2015 - 2017 Doutorado em École doctorale d'Études psychanalytiques.
Université Paris Diderot, PARIS 7, França.
com período co-tutela/sanduíche em (Orientador: ).
Título: Des formules au nom : bases pour une théorie de la sexuation chez Lacan,
Ano de obtenção: 2017.
Orientador: Nelson da Silva Junior.
Coorientador: Laurie Laufer.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior,
CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Genre; Psychanalyse; Jacques Lacan; identification; sexuation.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Sociologia / Subárea: Gênero.
2014 - 2017 Doutorado em Psicologia Social (Conceito CAPES 4).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
com período co-tutela/sanduíche em (Orientador: ).
Título: Das fórmulas ao nome: bases para uma teoria da sexuação em Lacan, Ano
de obtenção: 2017.
Orientador: Nelson da Silva Junior.
Coorientador: Laurie Laufer.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior,
CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Psicanálise; Gênero; Jacques Lacan; Identificação; sexuação.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Psicologia / Subárea: Psicologia Social.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: Estudos de Gênero.
2011 - 2013 Mestrado em Psicologia Social (Conceito CAPES 4).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: A noção de homem em Lacan: uma leitura das fórmulas da sexuação a
partir da história da masculinidade no Ocidente,Ano de Obtenção: 2013.
Orientador: Nelson da Silva Junior.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP,
Brasil.
Palavras-chave: Psicanálise; Teoria Social; Lacan; Gênero; Masculino.
Grande área: Ciências Humanas
2006 - 2010 Graduação em Psicologia.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico,
CNPq, Brasil.
2006 - 2010 Graduação em Bacharel em Psicologia.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico,
CNPq, Brasil.
2003 - 2004 Curso técnico/profissionalizante.
Escola Técnica Estadual Getúlio Vargas, ETEGV, Brasil.
2002 - 2004 Ensino Médio (2º grau).
Escola Técnica Estadual Getúlio Vargas, ETEGV, Brasil.

Formação Complementar
2010 - 2014 Alemão. (Carga horária: 512h).
Instituto Goethe São Paulo, GOETHE, Brasil.
2012 - 2012 Seminário sobre a Obra de Jacques Lacan. (Carga horária: 12h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
2010 - 2010 O Pensamento Político Alemão no século XX. (Carga horária: 32h).
Deutscher Akademischer Austauschdienst, DAAD, Alemanha.
2010 - 2010 Sintoma e Laço Social: da Psicose Ordinária. (Carga horária: 12h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
2009 - 2009 Sublimação e Processos Culturais. (Carga horária: 12h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
2009 - 2009 Avatares da Sublimação - O Pharmakon. (Carga horária: 12h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
2009 - 2009 O corpo na cultura e o laço social contemporâneo. (Carga horária: 15h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
2008 - 2008 Sintoma e Laço Social Contemporâneo.. (Carga horária: 15h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
2008 - 2008 J.B. Watson e o estudo do comportamento.. (Carga horária: 30h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
2008 - 2008 Discurso da Ciência e Formas Contemporâneas de Sub. (Carga horária: 12h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
2006 - 2006 Evolutionary Psychology. (Carga horária: 2h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.

Atuação Profissional

Universidade Ibirapuera, UNIB, Brasil.


Vínculo institucional
2018 - Atual Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor Titular Doutor, Carga
horária: 40
Outras informações Docente, Orientador e Pesquisador do Curso de Pós-graduação (Stricto sensu, nível
Mestrado) em Psicossomática / Psicologia.
Atividades
04/2018 - Atual Ensino, Psicologia, Nível: Pós-Graduação
Disciplinas ministradas
Seminários e Tópicos Atuais em Psicossomática II
Metodologia no Ensino Superior
Université Paris Diderot, PARIS 7, França.
Vínculo institucional
2015 - 2017 Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Doutorando, Carga horária: 40

Universidade de São Paulo, USP, Brasil.


Vínculo institucional
2018 - Atual Vínculo: Professor, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 4
Outras informações Disciplina: Gênero, identificação e performance: a psicanálise em questão.
Objetivos: A disciplina visa fornecer um mapeamento das diferentes teorias da
identificação sexuada em psicanálise, bem como um panorama crítico da recepção
da psicanálise pelas teorias de gênero. Objetiva-se, igualmente, apresentar
alternativas conceituais e metodológicas no interior da própria psicanálise face aos
impasses apresentados pelos fenômenos, políticas e teorias queer e de gênero.
Vínculo institucional
2017 - Atual Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor
Outras informações Professor da disciplina "Psicologia Social II"
Vínculo institucional
2017 - Atual Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Supervisor
Outras informações Supervisor de Estágios da disciplina "Psicologia Social II"
Vínculo institucional
2017 - Atual Vínculo: Membro, Enquadramento Funcional: Membro de comissão, Carga horária:
2
Outras informações Membro suplente da Comissão de enfrentamento da violência sexual e de gênero
do Instituto de Psicologia da USP
Vínculo institucional
2010 - Atual Vínculo: Pesquisador do LATESFIP-USP, Enquadramento Funcional: Pesquisador do
LATESFIP-USP, Carga horária: 4
Vínculo institucional
2016 - 2016 Vínculo: Estagiário PAE, Enquadramento Funcional: Estagiário PAE, Carga horária: 6
Outras informações Monitor e supervisor de estágio da disciplina "Psicologia Social II" do Departamento
de Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações do Instituto de Psicologia da
USP
Vínculo institucional
2011 - 2013 Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Aluno, Carga horária: 40
Outras informações A noção de homem em Lacan: uma leitura das fórmulas da sexuação a partir da
história da masculinidade no Ocidente. Dissertação de Mestrado, Instituto de
Psicologia, Universidade de São Paulo, São Paulo. Resumo: O presente trabalho
teve como objetivo localizar junto à história da masculinidade no Ocidente
elementos que contribuam para uma leitura específica das fórmulas da sexua-ção
de Jacques Lacan. Utilizando a noção de homem como método, foram analisados
seminários empreendidos entre 1967 e 1973, recorte que comporta tanto um
momento de valorização da dimensão da história pelo psicanalista francês como o
próprio desen-volvimento das fórmulas da sexuação. Constatou-se haver um
possível limite da apropri-ação lacaniana do mito freudiano de Totem e Tabu,
referente à especificidade formal exi-gida pela lógica interna das fórmulas. Buscou-
se demonstrar de que forma uma constru-ção histórica de representações da
masculinidade e virilidade responderia melhor às exigências formais requeridas para
a sustentação lógica da sexuação, tal como apresenta-da nas fórmulas.
Vínculo institucional
2012 - 2012 Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estagiário PAE, Carga horária: 6
Outras informações Estagiário do programa de aperfeiçoamento de ensino da USP junto à disciplina
Atendimento Clínico: o Processo Diagnóstico, de responsabilidade do Prof. Dr.
Christian Ingo Lenz Dunker.
Vínculo institucional
2010 - 2010 Vínculo: Monitor Bolsista, Enquadramento Funcional: Monitor Bolsista, Carga
horária: 8
Outras informações Disciplina PSC1626 Corpo e Sujeito: Diferentes Perspectivas, Diferentes
Diagnósticos e Tratamentos Durante a disciplina ministrou aula intitulada Gênero,
Corpo e Discurso em Psicanálise: o Travestismo.
Vínculo institucional
2006 - 2010 Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Aluno de Graduação - Bacharel, Carga
horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Vínculo institucional
2006 - 2010 Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Aluno de Graduação - Psicólogo, Carga
horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Vínculo institucional
2007 - 2007 Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Monitor Voluntário, Carga horária: 8
Outras informações Monitor Voluntário do Departamento de Psicologia Experimental do Instituto de
Psicologia da Disciplina PSE1141 - Etologia
Atividades
12/2008 - 03/2009 Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto de Psicologia, .
Cargo ou função
Representante Discente na Congregação do Institutlo de Psicologia (Titular).
12/2007 - 12/2008 Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto de Psicologia, .
Cargo ou função
Representante Discente no Departamento de Psicologia Experimental (Titular).

Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.


Vínculo institucional
2014 - 2014 Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor Substituto, Carga horária:
12
Outras informações Professor responsável das seguintes disciplinas: - Introdução à Psicologia -
Psicologia do Desenvolvimento: o Ciclo Vital - Psicologia Durante o período
organizou o colóquio "Psicologia, Política e Direitos Humanos", bem como uma aula
aberta sobre parto humanizado e violência obstétrica.
Atividades
03/2014 - 08/2014 Ensino, Psicologia, Nível: Graduação
Disciplinas ministradas
Introdução à Psicologia
Psicologia do Desenvolvimento: Ciclo Vital
Psicologia para Relações Públicas

Centro de Estudos Psicanalíticos, CEP, Brasil.


Vínculo institucional
2016 - Atual Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor em seminários
clínicos
Outras informações Seminários Clínicos

Instituto Gerar, GERAR, Brasil.


Vínculo institucional
2015 - Atual Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor

Margens Clínicas, MARGENS CLÍNICAS, Brasil.


Vínculo institucional
2014 - Atual Vínculo: Membro, Enquadramento Funcional: Psicanalista
Outras informações O Grupo Margens Clínicas é composto por doze psicanalistas que oferecem
atendimento clínico gratuito a vítimas de violência policial e luta pela instauração de
políticas públicas de reparação. Estes objetivos se inserem em uma luta maior, que
tem como meta a erradicação das práticas sistemáticas de violação dos direitos
humanos por parte dos agentes do Estado. Formado em setembro de 2012, o
grupo atualmente realiza: 1. Atendimentos individuais a pacientes que vivem na
Grande São Paulo; 2. Atendimento em grupo para pacientes da Baixada Santista; 3.
Reuniões quinzenais para elaboração e discussão de projetos; 4. Supervisões
clínicas para discussão e análise dos atendimentos; 5. Grupos de estudos
supervisionados, sobre aspectos clínicos e políticos relacionados ao projeto. 6.
Cartografia Social na Zona Sul de São Paulo; 7. Produção teórica e política de textos
e comunicações orais; 8. Participação em grupos de pesquisa universitários. Além
disso, o grupo tem tomado parte em discussões mais amplas, tendo redigido uma
carta em que solicita ao Estado a instauração de políticas públicas de reparação
psíquica a familiares de vítimas de violência policial. Contamos com as parcerias da
Defensoria Pública, em especial do Núcleo Especializado de Cidadania e Direitos
Humanos, do Condepe-SP (Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa
Humana), do CRP-SP (Conselho Regional de Psicologia), do Projetos Terapêuticos,
do CEDHP (Centro de direitos Humanos e Educação Popular do Campo Limpo) e do
Cravi-SP (Centro de Referência e Apoio à Vítima).

Centro Acadêmico Iara Iavelberg, CAII, Brasil.


Vínculo institucional
2007 - 2008 Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Colaborador
Outras informações Gestão: Conspiradores
Vínculo institucional
2006 - 2007 Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Membro da Diretoria
Outras informações Gestão: Existências

Projetos de pesquisa
2015 - 2016 Des identifications à l?identité : la psychanalyse à l?épreuve du genre
Descrição: Cette recherche entend proposer une notion proprement
psychanalytique d?identité en utilisant le genre comme approche méthodologique
privilégiée. Si, aussi bien dans les mouvements sociaux que dans le débat
académique, la centralité de la notion de genre est aujourd?hui indéniable, la
psychanalyse ne s?est que très récemment rapprochée de cette discussion de
manière plus systématique et conceptuelle. Il convient cependant de noter que, à l?
origine, le genre comme operateur conceptuel proposé par le psychanalyste Robert
Stoller, partait de la proposition théorique de « l?identité de genre », qui, en se
popularisant, a permis non seulement de distinguer sexe et sexe biologique et,
mais a aussi modifié le repère par lequel rechercher la vérité du sujet : de la
sexualité on passait à l?identité. Ce changement représente un défi pour la
psychanalyse, car même si le genre peut être considéré en tant que tel ou réécrit à
partir des identifications sexuelles, de la théorie de la sexuation etc., ce
déplacement de la sexualité à l?identité doit être examiné dans sa juste mesure.
Ainsi, notre recherche discute quelle sorte de notion d?identité avait cours à la
naissance du concept de genre et ses développements subséquents soit dans les
théories du genre, soit dans les critiques queer de l?identité sous forme de
performativité. Elle discutera la pertinence d?une critique radicale de la notion d?
identité comme nécessairement aliénée ou imaginaire et, d?autre part, les possibles
bases théoriques d?un concept psychanalytique autre d?identité, négatif et non
ontologisant, qui répondrait mieux aux défis contemporains..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (1) .

Integrantes: Pedro Eduardo Silva Ambra - Coordenador / Laurie Laufer - Integrante.


2014 - 2017 Das fórmulas ao nome: bases para uma teoria da sexuação em Lacan
Descrição: A tese tem por objetivo a explicitação de bases conceituais que
sustentem uma nova leitura da teoria da sexuação. O texto busca investigar a
origem e extrair consequências da máxima ?o ser sexual só se autoriza de si
mesmo e de alguns outros?, enunciada por Lacan no seminário Os não-bestas
erram, num exercício de redescrição das fórmulas da sexuação a partir de um dizer.
Visando sublinhar a dimensão processual da sexuação, elegeu-se o conceito de
identificação como método e realizou-se um levantamento de suas incidências junto
aos registros real, simbólico e imaginário ao longo do ensino de Lacan. No primeiro
capítulo, discutiu-se a influência de Marcel Proust na concepção lacaniana que liga
a autorização sexuada ao grupo e o paralelo entre a sexuação e a autorização do
psicanalista. Buscou-se, junto a modalidades de luta por reconhecimento social e
político de gêneros não inteligíveis, um modelo de grupo que Lacan precisa como
aquele de ?um real recentemente emergido?. No segundo capítulo, retraçaram-se
as origens das noções de significante (na ideia de constelação simbólica), grande
Outro (descrito inicialmente como grandes Outros) e lei simbólica (e sua
indissociável relação com a norma em Lévi-Strauss), buscando demonstrar de que
forma a alteridade simbólica que localiza a posição do sujeito sexuado é plural e
baseia-se na variabilidade dos elementos num dado sistema estrutural. O último
capítulo buscou apresentar, tanto em Freud como em Lacan, o papel fundamental
dos semelhantes no processo de assunção sexual, bem como discutiu a autorização
em termos de uma precipitação ? presente tanto no estádio do espelho quanto no
momento de concluir do tempo lógico. Por fim, uma discussão relativa à noção de
sinthoma demonstrou a centralidade do ato de nomeação enquanto instância que
enoda os três registros da sexuação..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (1) .

Integrantes: Pedro Eduardo Silva Ambra - Coordenador / Nelson da Silva Junior -


Integrante / Laurie Laufer - Integrante.
2011 - 2013 A noção de masculino em Lacan: discurso e laço social
Descrição: A pesquisa visa localizar em determinado período do ensino de Lacan
formulações referentes à noção de masculino, partindo da hipótese de que esta
seria em alguma medida coincidente com a própria noção de sujeito, o que
aproximaria as teorias de sexuação da psicanálise lacaniana às concepções
androcêntricas de gênero, ainda que as contribuições do psicanalista francês
afastem teorizações que calcariam a constituição sexual na anatomia e deem
espaço privilegiado ao social na constituição subjetiva. A partir da análise dos
seminários de Lacan do período de 1969 a 1973, buscar-se-á organizar e
apresentar as passagens onde a noção de masculino é apresentada e de que
forma. A pesquisa contará também com dados provenientes de autores inseridos
nos debates de estudos de gênero, bem como comentadores e críticos de Lacan,
visando encontrar elementos que possam confirmar a hipótese apresentada..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .

Integrantes: Pedro Eduardo Silva Ambra - Integrante / Nelson da Silva Junior -


Coordenador.
Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa.
2009 - 2011 Travestismo, marcas corporais e laço social contempoâneo
Descrição: A pesquisa situa-se dentro do estudo comparativo internacional das
marcas corporais auto-infligidas à luz do laço social contemporâneo, coordenado
pelo Prof. Dr. Nelson da Silva Junior e buscará compreender a relação do travesti
com seu corpo por meio das modificações corporais realizadas. À luz da psicanálise
e contribuições teóricas sobre marcas corporais, sintoma e laço social
contemporâneo, buscar-se-á realizar um estudo sobre como a questão do
travestismo vem sendo trabalhada pelos diferentes campos de conhecimento. Após
a delimitação do objeto de estudo, separando-o do homossexual, do transexual e
do cross-dresser, a pesquisa iniciará seu estágio empírico através de entrevistas
com travestis, buscando em pontos de emergência no discurso questões centrais
em suas relações com o corpo modificado..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Pedro Eduardo Silva Ambra - Integrante / Nelson da Silva Junior -


Coordenador.
2009 - 2010 Investigação sobre a presença de tendências autoritárias em escoteiros
Descrição: A pesquisa, realizada com adolescentes pertencentes ao Movimento
Escoteiro, buscará compreender qual a relação dos pressupostos e práticas de
educação adotadas no escotismo e a formação subjetiva dos jovens, em especial
no que diz respeito a possíveis tendências anti-democráticas e autoritárias tais
como as apontadas por Adorno et. al. em A Personalidade Autoritária. Utilizaremos
para tal os principais textos relacionados ao tema de autores da Teoria Crítica da
Sociedade e referências bibliográficas relativas ao Movimento Escoteiro. A pesquisa
empírica será realizada por meio da aplicação da Escala F em jovens escoteiros
entre 15 e 20 anos de idade..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .

Integrantes: Pedro Eduardo Silva Ambra - Integrante / Pedro Fernando Silva -


Coordenador.
Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico -
Bolsa.
2008 - Atual Patologias do social : interfaces entre filosofia, teoria social e psicanálise
Descrição: Ligado ao LATESFIP, Laboratório de Estudos em Teoria Social, Filosofia e
Psicanálise, o grupo de Transtornos Corporais: Marcas, Códigos e Traços buscará
fornecer elementos, a partir do estudo detalhado das concepções e teorizações
acerca do corpo e seus transtornos, para a terceira etapa de projeto global do
LATESFIP. Nesta última etapa, buscar-se-á examinar o desenvolvimento sincrônico
de categorias psicopatológicas incorporadas pelo pensamento social e pela filosofia
na segunda metade do século XX..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Pedro Eduardo Silva Ambra - Integrante / Luiz Eduardo Vasconcelos de


Moreira - Integrante / Nelson da Silva Junior - Coordenador / Vladimir Pinheiro
Safatle - Integrante / Christian Ingo Lenz Dunker - Integrante / Stelio de Carvalho
Neto - Integrante / Amanda Galioni Saud dos Santos - Integrante.

Membro de corpo editorial


2015 - Atual Periódico: Lacuna: uma revista de psicanálise
2009 - 2012 Periódico: TransFormações em Psicologia

Revisor de periódico
2017 - Atual Periódico: Psicologia USP (Impresso)
2016 - Atual Periódico: STYLUS (BELO HORIZONTE)

Áreas de atuação
1. Grande área: Ciências Humanas / Área: Psicologia / Subárea: Psicanálise.
2. Grande área: Ciências Humanas / Área: Psicologia / Subárea: Psicologia Social.
3. Grande área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: Estudos de Gênero.
4. Grande área: Ciências Humanas / Área: Sociologia / Subárea: Filosofia.

Idiomas
Espanhol Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Inglês Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Francês Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Alemão Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.

Produções

Produção bibliográfica

Citações

Outras

Total de trabalhos:10
Total de citações:36
Ambra, P. Data: 16/04/2018

Artigos completos publicados em periódicos


Ordenar por

Ordem Cronológica

1. AMBRA, P.; LAUFER, Laurie ; SILVA JUNIOR, N. . Psychanalyse et normativité : la question cisgenre.
CLINIQUES MÉDITERRANÉENNES (EN LIGNE), v. 97, p. 229-242, 2018.
2. AMBRA, P.. « Des formules au nom : bases pour une théorie de la sexuation chez Lacan ». In Analysis, v.
2, p. 69-70, 2018.
3. AMBRA, P.. Genre et identification. STYLUS (BELO HORIZONTE), v. 35, p. 35-42, 2018.
4. AMBRA, P.. Gênero e identificação. STYLUS (BELO HORIZONTE), v. 1, p. 43-50, 2018.
5. AMBRA, PEDRO. O gênero entre a lei e a norma. Estudos Avançados, v. 31, p. 229-245, 2017.
6. AMBRA, P.. A psicanálise é cisnormativa? Palavra política, ética da fala e a questão do patológico. Revista
Periódicus, v. 1, p. 101-120, 2016.
7. AMBRA, P.. Ódio e política no Brasil: uma entrevista com Jean Wyllys. Lacuna: uma revista de psicanálise, v. 2, p.
12-12, 2016.
8. AMBRA, P.. Vers l'identité. STYLUS (BELO HORIZONTE), v. 1, p. 241, 2016.
9. AMBRA, P.. Gênero, sexualidade e política: para uma crítica psicanalítica da identidade. Leitura Flutuante, v. 7, p.
10-29, 2015.
10. AMBRA, P. E. S.. Pode a psicanálise pensar o Homem? Notas sobre a noção de masculino em Lacan. Revista
Espaço Científico Livre, v. n. 14, p. 55, 2013.
11. AMBRA, P. E. S.; SILVA JUNIOR, N. . Corpo travesti, corpo contemporâneo. A Peste: Revista de Psicanálise e
Sociedade, v. 2, p. 443, 2013.
12. AMBRA, P. E. S.; SILVA JUNIOR, N. . Travestis e o corpo social: notas sobre reconhecimento e
contemporaneidade. Leitura Flutuante, v. 4, p. 99, 2012.
13. AMBRA, P. E. S.; SILVA JUNIOR, N. . Genre, liberté et souveraineté de soi : ponctuations à partir d?Honneth.
Brazilian Cultural Studies, v. 1, p. 256, 2010.
14. ENDO, P. C. ; NAKAGAWA, C. I. ; HARITCALDE, C. C. O. ; MOREIRA, L. E. V. ; AMBRA, P. E. S. ; PASSARELLI, V.
L. S. . Apresentação do Dossiê "Psicologia, Violência e o Debate entre Saberes". Temas em Psicologia (Ribeirão
Preto), v. 17, p. 307-309, 2009.

Livros publicados/organizados ou edições


1. AMBRA, P.. O que é um homem? Psicanálise e história da masculinidade no Ocidente. 1. ed. São Paulo:
Annablume, 2015. v. 1. 188p .
2. AMBRA, P.; SILVA JUNIOR, N. (Org.) . Histeria e Gênero: o sexo como desencontro. 1. ed. São Paulo:
nVersos, 2014. 286p .

Capítulos de livros publicados


1. CARRENHO, A. ; COELHO, B. M. ; RIBEIRO, C. E. ; Smid, D. ; COPPEDE, D. ; MOREIRA, L. E. V. ; FISCHER, M. P. ;
MUSSE, M. ; SILVA JUNIOR, N. ; AMBRA, P. ; LIMA, R. A. ; Carvalho Neto, S. . O corpo como lugar de sofrimento
social. In: Vladimir Safatle; Nelson da Silva Junior; Christian Dunker. (Org.). Patologias do Social: arqueologias do
sofrimento psíquico. 1ed.Belo Horizonte: Autêntica, 2018, v. 1, p. 59-80.
2. AMBRA, P.; CASTRO, J. C. L. ; CATANI, J. ; CONCEICAO, L. H. P. ; MOREIRA, L. E. V. ; PORCHAT, P. ; ROCHA, T.
R. ; SILVA JUNIOR, N. . A histeria como questão de gênero. In: Vladimir Safatle; Nelson da Silva Junior; Christian
Dunker. (Org.). Patologias do Social: arqueologias do sofrimento psíquico. 1ed.Belo Horizonte: Autêntica, 2018, v.
1, p. 291-316.
3. SANTOS, H. L. L. ; AMBRA, P. . O gozo do Outro: uma crítica do conceito. In: Patrizia Corsetto. (Org.). Amor,
desejo e gozo. 1ed.São Paulo: Calligraphie, 2017, v. 1, p. 299-305.
4. AMBRA, P.; SILVA JUNIOR, N. . Qui a peur de l?identité ? Psychanalyse d?hier, sexualités d?aujourd?hui. In:
Abdelhadi Elfakir. (Org.). Subjectivité et lien social. Figures des mutations contemporaines. 1ed.Rennes: PUR,
2016, v. 1, p. 133-144.
5. AMBRA, P.. Garantia, autorização e alguns outros. In: Rafael Alves Lima. (Org.). Clinicidade: a psicanálise entre
gerações. 1ed.Curitiba: Juruá, 2015, v. 1, p. 53-66.
6. AMBRA, P.. A noção de homem em Lacan: entre discurso e lógica. In: Ambra, P; Silva Junior, N.. (Org.). Histeria
e Gênero: o sexo como desencontro. 1ed.São Paulo: nVersos, 2014, v. 1, p. 169-196.
7. AMBRA, P.; SILVA JUNIOR, N. . Introdução. In: Ambra, P; Silva Junior, N.. (Org.). Histeria e Gênero: o sexo como
desencontro. 1ed.São Paulo: nVersos, 2014, v. 1, p. 18-30.
8. SILVA JUNIOR, N. ; AMBRA, P. . Histeria, patologia de gênero. In: Ambra, P; Silva Junior, N.. (Org.). Histeria e
Gênero: o sexo como desencontro. 1ed.São Paulo: nversos, 2014, v. 1, p. 265-282.
9. AMBRA, P. E. S.. O Travestismo como forma contemporânea de subjetivação: o recurso ao corpo. In: Alberto
Trimboli, Juan Carlos Fantin, Silvia Raggi, Eduardo Grande, Pablo Fridman, Gustavo Bertran. (Org.). Trauma,
Historia y Subjetividad. 1ed.Buenos Aires: Conexiones, 2010, v. 1, p. 219-221.

Textos em jornais de notícias/revistas


1. AMBRA, P.. Em nome do Nome. PáginaB, p. 1, 07 mar. 2018.
2. AMBRA, P.; Smid, D. . Consentimento: entre normatividade e desejo. PsiBr, 02 mar. 2018.
3. AMBRA, P.; SILVA JUNIOR, N. . O gênero no divã. Brasileiros, São Paulo, p. 52 - 55, 01 jun. 2016.
4. AMBRA, P.. Transformação e psicanálise em 'A Garota Dinamarquesa'. Mente e Cérebro, p. 12 - 13, 01 maio
2016.
5. AMBRA, P.. O que uma discussão sobre a masculinidade pode suscitar?. Lacaneando.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos


1. AMBRA, P. E. S.; SILVA JUNIOR, N. . Discurso, Corpo e Subjetividade: o caso Travesti. In: II Colóquio
Internacional Práticas e Usos do Corpo na Modernidade, 2011, São Paulo. II Colóquio Internacional Práticas e
Usos do Corpo na Modernidade: Anais do Colóquio, 2011. v. 1.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos


1. AMBRA, P. E. S.; MOREIRA, L. E. V. ; SILVA, C. S . Cancelamento no tele-atendimento e o cancelamento do
sujeito: do outro lado da linha.. In: I Mostra Nacional de Psicologia do Cotidiano, 2008, São Paulo. Anais da I
Mostra Nacional de Psicologia do Cotidiano, 2008.

Resumos publicados em anais de congressos


1. AMBRA, P.. O mito viril: Notas para uma leitura crítica das fórmulas da sexuação. In: V Congresso Internacional
de Filosofia da Psicanálise, 2013, São Paulo. Caderno de Resumos, 2013.
2. AMBRA, P. E. S.; CARVALHO NETO, M. B. . J.B. Watson e a Psicologia: Um percurso Histórico e Biográfico. In: 6º
Congresso Norte Nordeste de Psicologia, 2009, Belém. Anais do 6º Congresso Norte Nordeste de Psicologia, 2009.
3. AMBRA, P. E. S.. Reich e Freud: Considerações Sobre a Primeira Guerra Mundial. In: 6º Congresso Norte
Nordeste de Psicologia, 2009, Belém. Anais do 6º Congresso Norte Nordeste de Psicologia, 2009.
4. AMBRA, P. E. S.; SILVA JUNIOR, N. . Travestismo, marcas corporais e laço social contempoâneo: o limite. In:
Patologias do social: a razão diagnóstica em questão, 2009, São Paulo. Resumos das Mesas do Encontro -
LATESFIP 2009, 2009.

Apresentações de Trabalho
1. AMBRA, P.. Por uma psicanálise atenta. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).
2. AMBRA, P.; PORCHAT, P. ; FRANCOIA, C. R. . Psicanálise e gênero. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência
ou palestra).
3. SOUZA JR., P. S. ; AMBRA, P. . L?un-deux-ça de l?au-dela : trois coups freudiens. 2018. (Apresentação de
Trabalho/Comunicação).
4. AMBRA, P.. Le genre et les piliers théoriques de la psychanalyse. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência
ou palestra).
5. AMBRA, P.. O que é um corpo? Gênero e psicossomática. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou
palestra).
6. AMBRA, P.. Psicanálise e questões contemporâneas: feminino e masculino. 2017. (Apresentação de
Trabalho/Conferência ou palestra).
7. AMBRA, P.. Apresentação do Colóquio Gênero, Psicanálise e Feminismos: perspectivas. 2017. (Apresentação de
Trabalho/Conferência ou palestra).
8. AMBRA, P.. Gênero: uma pedra no sapato da psicanálise?. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou
palestra).
9. AMBRA, P.; IACONELLI, V. . Pais pra quê? A função do pai hoje.. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência
ou palestra).
10. AMBRA, P.; PORCHAT, P. . A história do gênero. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).
11. SANTOS, H. L. L. ; AMBRA, P. . Is there anybody beyond language?. 2016. (Apresentação de
Trabalho/Comunicação).
12. AMBRA, P.; SANTOS, H. L. L. . Usos no campo da administração de conceitos psicanalíticos. 2016. (Apresentação
de Trabalho/Comunicação).
13. AMBRA, P.. Lacan avec Butler: notes pour une théorie psychanalytique du genre. 2016. (Apresentação de
Trabalho/Comunicação).
14. AMBRA, P.. La psychanalyse entre le normal et le pathologique : la question trans. 2016. (Apresentação de
Trabalho/Comunicação).
15. AMBRA, P.. Do 'transsexualismo' à cisnormatividade: o que a psicanálise escuta do gênero. 2016. (Apresentação
de Trabalho/Conferência ou palestra).
16. AMBRA, P.; CASTILHO, I . Questões de gênero e sexualidade no Brasil contemporâneo. 2015. (Apresentação de
Trabalho/Conferência ou palestra).
17. AMBRA, P.. Qui a peur de l?identité ? Psychanalyse d?hier, sexualités d?aujourd'hui. 2015. (Apresentação de
Trabalho/Simpósio).
18. AMBRA, P.. Psicanálise, gênero e maternidade. 2015. (Apresentação de Trabalho/Outra).
19. AMBRA, P.. Eu acredito em minha neurótica! Constituição e crise dos fundamentos da neurose como categoria
clínica. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).
20. AMBRA, P.; FRANCOZO, O. ; VAZ, A. . Margens Clínicas: relato de experiência. 2014. (Apresentação de
Trabalho/Conferência ou palestra).
21. AMBRA, P.. Outrorização: supervisão horizontal e autorização da escuta. 2014. (Apresentação de
Trabalho/Comunicação).
22. AMBRA, P.. Gênero: da psicanálise à política. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).
23. SANTOS, H. L. L. ; AMBRA, P. E. S. ; BEER, P. A. C. ; FRANCO, W. A. C. . A noção de homem: sexo. 2013.
(Apresentação de Trabalho/Seminário).
24. AMBRA, P. E. S.. ?Melancholia? de Lars von Tiers: a diagnóstica da depressão hoje. 2012. (Apresentação de
Trabalho/Conferência ou palestra).
25. BEER, P. A. C. ; AMBRA, P. E. S. ; LIMA, R. A. ; PIEDADE, T. C. ; SANTOS, H. L. L. . Las posibilidades de un
reconocimiento sin la intersubjetividad: clínica y crítica. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).
26. AMBRA, P. E. S.. Notas para pensar o gênero e partir de Lacan: o homem-discurso. 2012. (Apresentação de
Trabalho/Comunicação).
27. AMBRA, P. E. S.; SILVA JUNIOR, N. . Genre, liberté et souveraineté de soi. 2011. (Apresentação de
Trabalho/Comunicação).
28. AMBRA, P. E. S.; SILVA JUNIOR, N. . The Travesti Identity under the Social Theory and Psychoanalytical View.
2010. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).
29. AMBRA, P. E. S.. El travestismo como forma contemporánea de subjetivación: recurso a el cuerpo. 2010.
(Apresentação de Trabalho/Congresso).
30. AMBRA, P. E. S.. Marcas corporais e reconhecimento: os caminhos do corpo em travestis. 2010. (Apresentação
de Trabalho/Congresso).
31. AMBRA, P. E. S.. A produção do corpo: identidade e mercado. 2010. (Apresentação de Trabalho/Outra).
32. AMBRA, P. E. S.. Investigação sobre a presença de tendências autoritárias em escoteiros. 2010. (Apresentação
de Trabalho/Simpósio).
33. AMBRA, P. E. S.; SILVA, P. F. . Investigação sobre a presença de tendências autoritárias em escoteiros a partir da
escala F. 2009. (Apresentação de Trabalho/Outra).
34. AMBRA, P. E. S.; CARVALHO NETO, M. B. . J.B. Watson e a Psicologia: Um percurso Histórico e Biográfico. 2009.
(Apresentação de Trabalho/Comunicação).
35. AMBRA, P. E. S.. Reich e Freud: Considerações Sobre a Primeira Guerra Mundial. 2009. (Apresentação de
Trabalho/Comunicação).
36. AMBRA, P. E. S.; SILVA JUNIOR, N. . Travestismo, marcas corporais e laço social contempoâneo: o limite. 2009.
(Apresentação de Trabalho/Simpósio).
37. AMBRA, P. E. S.; SILVA, P. F. . Investigação Sobre a Presença de Tendências Autoritárias em Escoteiros. 2009.
(Apresentação de Trabalho/Comunicação).
38. AMBRA, P. E. S.; MOREIRA, L. E. V. ; SILVA, C. S . Cancelamento no tele-atendimento e o cancelamento do
sujeito: do outro lado da linha.. 2008. (Apresentação de Trabalho/Outra).
39. AMBRA, P. E. S.; CASTELLI, M. ; GEHM, T ; KARPINSKI, F. G ; MOREIRA, L. E. V. . Percurso do grupo de estudos
sobre Watson.. 2008. (Apresentação de Trabalho/Outra).

Outras produções bibliográficas


1. AMBRA, P.; Fraser, N. . Contra o ?simbolicismo?: usos e abusos do ?lacanismo? para políticas feministas. São
Paulo: Lacuna: uma revista de psicanálise, 2017. (Tradução/Artigo).
2. AMBRA, P. E. S.; AFONSO, A. . Slavoj ?i?ek. Zero Dark Thirty: O presente de Hollywood ao poder Americano..
Londres: The Guardian, 2013. (Tradução/Artigo).
3. AMBRA, P. E. S.; SILVA JUNIOR, N. . Anais do II Colóquio Internacional Práticas e Usos do Corpo da
Modernidade 2011 (Anais).
4. MOREIRA, L. E. V. ; AMBRA, P. E. S. . Do corpo? ao discurso. São Paulo: Instituto de Psicologia, 2010.
(Tradução/Artigo).
5. KARPINSKI, F. G ; MOREIRA, L. E. V. ; CASTELLI, M. ; AMBRA, P. E. S. ; GEHM, T ; CARVALHO NETO, M. B. . A
psicologia como o behaviorista a vê. Ribeirão Preto: Sociedade Brasileira de Psicologia, 2008. (Tradução/Artigo).

Produção técnica

Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia


1. AMBRA, P.; ASSUCENA, A. ; BORTOLETTO, G. P. ; FACHINI, R.C ; SA, L. M. ; SAADEH, A. ; VIRGILIA, R. .
Minidoc: Fronteiras do Gênero. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).
2. AMBRA, P.; Smid, D. . Psicanálise e Política: entrevista Pedro Ambra. 2015. (Programa de rádio ou
TV/Entrevista).
3. AMBRA, P.; CASTILHO, I . Gênero e sexualidade na atualidade do Brasil.. 2015. (Programa de rádio ou TV/Mesa
redonda).
Demais tipos de produção técnica
1. AMBRA, P.. Psicanálise e gênero. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).
2. AMBRA, P.. História da Masculinidade. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).
3. AMBRA, P.. Parecerista do XXII Prêmio Ana Maria Poppovic de melhor TCC de 2015. 2016. (Parecer).
4. AMBRA, P.. Arguidor de qualificação de projeto da 21a Mostra Monográfica da Escola Antonietta e Leon Leffer.
2016. (Arguidor).
5. AMBRA, P.. Psicanálise, gênero e maternidade. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).
6. AMBRA, P.. Gênero: da psicanálise à política. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).
7. AMBRA, P. E. S.; SILVA JUNIOR, N. . Relatório Final de Bolsa de Mestrado da FAPESP. 2013. (Relatório de
pesquisa).
8. AMBRA, P. E. S.. Relatório Parcial de Bolsa de Mestrado FAPESP. 2012. (Relatório de pesquisa).
9. AMBRA, P. E. S.. Relatório Parcial de Pesquisa: Investigação sobre a presença de tendências autoritárias em
escoteiros.. 2010. (Relatório de pesquisa).
10. AMBRA, P. E. S.. Relatório Final de Pesquisa: Investigação sobre a presença de tendências autoritárias em
escoteiros.. 2010. (Relatório de pesquisa).

Produção artística/cultural

Artes Visuais
1. AMBRA, P. E. S.; MOREIRA, L. E. V. ; SILVA, C. S . Cancelamento no tele-atendimento e o cancelamento do
sujeito: do outro lado da linha. 2008. Vídeo.

Bancas

Participação em bancas de trabalhos de conclusão

Mestrado
1. PORCHAT, P.; BRANCALEONI, A. P. L.; PELUCIO, L.; AMBRA, P. E. S.; MAIA, A. C. B.. Participação em banca de
Drielly Teixeira Lopes Silveira. Sob o signo da sereia: A feminilidade na experiência de mulheres trans deficientes..
2018. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Qualificações de Mestrado
1. AMBRA, P.; PINHEIRO, D.; CREMASCO, M. V. F.. Participação em banca de André Victor Machado. Um estudo
psicanalítico do pai enlutado. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Psicologia) - Universidade Federal do
Paraná.
2. DUNKER, C. I. L.; AMBRA, P.. Participação em banca de Ramaiana Freire Cardinali [Suplente]. Psicanálise e
surrealismo: o real entre o surrealismo e Lacan. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Psicologia Clínica) -
Universidade de São Paulo.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação


1. PEDERZOLI, A. A.; LIMA, R. A.; ROCHA, T. R.; AMBRA, P. E. S.. Participação em banca de Aquinoã Abigail
Pederzoli.Corpus operandi: a estética de uma virilidade fragmentada. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso
(Graduação em Psicologia) - Universidade Federal do Triângulo Mineiro.
2. Juhas, T. R.; Gonçalves, L.; AMBRA, P. E. S.. Participação em banca de Tamiris Gonçalves.A demanda familiar e o
acompanhante terapêutico. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Psicologia) - Universidade São
Marcos.
3. Juhas, T. R.; BARBARÁ, C.; AMBRA, P. E. S.. Participação em banca de Rodrigo de Souza, Sandra Maria Sousa.A
passagem ao ato e o acting out no filme "Parente é Serpente" uma análise psicanalítica. 2012. Trabalho de
Conclusão de Curso (Graduação em Psicologia) - Universidade São Marcos.
4. Juhas, T. R.; MONTEIRO, S.M.S.; AMBRA, P. E. S.. Participação em banca de Silmara Félix Araújo.A atuação
psicológica em um grupo de pacientes submetidos à cirurgia bariátrica no pré e pós-operatório. 2012. Trabalho de
Conclusão de Curso (Graduação em Psicologia) - Universidade São Marcos.
Eventos

Participação em eventos, congressos, exposições e feiras


1. Colóquio Gênero, Psicanálise e Feminismos: perspectivas. Abertura do Colóquio Gênero, Psicanálise e Feminismos:
perspectivas. 2017. (Congresso).
2. II Colóquio Internacional IPUSP/Paris Diderot "Trauma, Neoliberalismo e Cultura da Indiferença. 2016. (Simpósio).
3. La Psychanalyse face au genre : identités et identifications.Lacan avec Butler : notes pour une théorie
psychanalytique du genre. 2016. (Oficina).
4. Que dit la psychanalyse aujourd'hui des perversions?.La psychanalyse entre le normal et le pathologique : la
question trans. 2016. (Seminário).
5. SIPP meeting: 'Any Body, Anybody : The Matter of the Unconscious'.Is there anybody beyond language?. 2016.
(Encontro).
6. VIII JEP - Jornada de Estudos Psicodinâmicos.Psicanálise, sexualidade e gênero: da pulsão à identidade. 2016.
(Encontro).
7. XVI Jornada Corpolinguagem e VIII Encontro Outrarte - O Caso: entre exceção e transmissão. 2016. (Simpósio).
8. A interpretação em questão. 2015. (Oficina).
9. Figures contemporainesde la subjectivité et du lien social: Cliniques, politiques et processus inventifs.Qui a peur de
l?identité ? Psychanalyse d?hier, sexualités d?aujourd'hui. 2015. (Seminário).
10. I Seminário Queer. 2015. (Seminário).
11. XV Jornada Corpolinguagem/ VII Encontro Outrarte. A analista é o historiador: interpretação, perplexidade e
arquivo. 2015. (Congresso).
12. Fórum no interior: desejo em psicanálise, desejo de saber. 2014. (Encontro).
13. IV Jornada e II Simpósio Internacional de Psicanálise. 2014. (Simpósio).
14. XIV Jornada Corpolinguagem / VI Encontro Outrarte.Outrorização: supervisão horizontal e autorização da escuta.
2014. (Encontro).
15. III Colóquio do Laboratório de Teoria Social, Filosofia e Psicanálise."A Histeria e a Questão de Gênero". 2013.
(Encontro).
16. 5th International Conference for Philosophy and Psychoanalysis of the International Society for Psychoanalysis and
Philosophy - Conflicts, Limits, Recognition. De las possibilidades de un reconocimento sin intersubjetividad: clínica
y crítica. 2012. (Congresso).
17. I Encontro de Pesquisas em Psicanálise do IPUSP.Notas para pensar o gênero e partir de Lacan: o homem-
discurso. 2012. (Encontro).
18. Sublimação e Responsabilidade Política do Teórico. 2012. (Encontro).
19. I Congresso Latino-americano de Psicanálise na Universidade. O homem-sujeito em Lacan. 2011. (Congresso).
20. La souffrance de l'être : Ses formes modernes, ses traitements.Genre, liberté et souveraineté de soi. 2011.
(Outra).
21. 18o Simpósio Internacional de Iniciação Científica da USP.Investigação sobre a presença de tendências autoritárias
em escoteiros. 2010. (Simpósio).
22. 4th International Congress of Fundamental Psychopathology and 10th Brazilian Congress of Fundamental
Psychopathology. Marcas corporais e reconhecimento: os caminhos do corpo em travestis. 2010. (Congresso).
23. II Colóquio Internacional Práticas e Usos do Corpo na Modernidade.A produção do corpo: identidade e mercado.
2010. (Outra).
24. V Congreso Argentino de Salud Mental. El travestismo como forma contemporánea de subjetivación: recurso a el
cuerpo. 2010. (Congresso).
25. VII Annual Social Theory Forum: Freud & Lacan For the 21st Century.The Travesti Identity under the Social Theory
and Psychoanalytical View. 2010. (Simpósio).
26. 6° Congresso Norte Nordeste de Psicologia. J.B. Watson e a Psicologia: Um percurso Histórico e Bibliográfico.
2009. (Congresso).
27. Colóquio Patologias do Social A Razão Diagnóstica em Questão.Travestismo, marcas corporais e laço social
contempoâneo: o limite. 2009. (Encontro).
28. Sublimação e Recurso à Força - Desafios da Cultura Contemporânea. 2009. (Seminário).
29. I Mostra Nacional de Psicologia do Cotidiano.Cancelamento no tele-atendimento e o cancelamento do sujeito: do
outro lado da linha.. 2008. (Outra).
30. O II Fórum Internacional de Saúde Coletiva, Saúde Mental e Direitos Humanos. 2008. (Congresso).
31. O sentido formativo das humanidades. 2008. (Seminário).
32. Palestra Razão, Loucura e Criação. 2008. (Outra).
33. Pipoca com Pesquisa.Percurso do grupo de estudos sobre Watson. 2008. (Outra).
34. XI Semana de Psicologia (IP-USP). 2006. (Outra).

Organização de eventos, congressos, exposições e feiras


1. AMBRA, P.; SILVA JUNIOR, N. ; PORCHAT, P. ; Cossi, R. K. . Colóquio Gênero, Psicanálise e feminismos:
perspectivas. 2017. (Congresso).
2. AMBRA, P.; Cunha, E. L. ; Santos, B. C. ; Molinier, P. ; LAUFER, Laurie ; Hoffmann, C. . La Psychanalyse face au
genre : identités et identifications. 2016. (Congresso).
3. AMBRA, P.; KUPERMANN, D. ; SILVA JUNIOR, N. ; LOFFREDO, A. M. ; MORETTO, M. L. T. ; BEER, P. A. C. . II
Colóquio Internacional IPUSP/Paris Diderot "Trauma, Neoliberalismo e Cultura da Indiferença. 2016. (Outro).
4. AMBRA, P.; LOFFREDO, A. M. ; KUPERMANN, D. ; MORETTO, M. L. T. ; SILVA JUNIOR, N. . I Colóquio
Internacional IPUSP/Paris Diderot - Os estados-limite na contemporaneidade: uma perspectiva psicanalítica. 2015.
(Outro).
5. AMBRA, P. E. S.; BULAMAH, L. C. ; DOMICIANO, J. F. ; HARITCALDE, C. ; MORAES, D. F. L. ; MOREIRA, L. E. V. ;
REINO, L. M. ; SANTIAGO, L. ; ZANETTI, S. A. S. . I Encontro de Pesquisas em Psicanálise do IP-USP. 2012.
(Outro).
6. KUPERMANN, D. ; LOFFREDO, A. M. ; SILVA JUNIOR, N. ; AMBRA, P. E. S. ; MORAES, D. F. L. ; MOREIRA, L. E.
V. ; SANTIAGO, L. . Sublimação e Responsabilidade Política do Teórico. 2012. (Outro).
7. DUNKER, C. I. L. ; GASPARD, J-L ; SILVA JUNIOR, N. ; ALMEIDA, M. A. ; AMBRA, P. E. S. ; ASSADI, T. ;
BRULHART, D. ; Faria, G. ; GÉA, M. R. ; Gelas, R. ; LIMA, R. A. ; MOREIRA, L. E. V. ; MOURÃO, M. M. G. ;
NAKASU, M. V. ; TEMPERINE, M. S. ; VENOSA, V. S. . II Colóquio Internacional Práticas e Usos do Corpo na
Modernidade. 2010. (Outro).
8. ENDO, P. C. ; Leme, M.I. da S. ; SILVA, P. F. ; AMBRA, P. E. S. ; HARITCALDE, C. C. O. ; MOREIRA, L. E. V. ;
NAKAGAWA, C. I. ; PASSARELLI, V. L. S. . I Seminário Psicologia e Violência: Ensino e Pesquisa. 2009. (Outro).
9. AMBRA, P. E. S.; MOREIRA, L. E. V. ; SILVA, C. S . XIV Semana de Psicologia. 2009. (Outro).
10. AMBRA, P. E. S.; MOREIRA, L. E. V. ; SILVA JUNIOR, N. ; PASSARELLI, V. L. S. ; KUPERMANN, D. ; LOFFREDO, A.
M. ; COELHO JUNIOR, N. E. ; PRIMO, J. S. . Sublimação e Recurso à Força: Desafios da Cultura Contemporânea.
2009. (Outro).
11. AMBRA, P. E. S.; GEHM, T . Skinner e Lacan: críticas e soluções ao mentalismo e ao estudo dos eventos
privados. 2007. (Outro).

Outras informações relevantes


Tese indicada pelo Departamento de Psicologia Social da Universidade de São Paulo ao
Prêmio Capes 2018.

Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 12/06/2018 às 19:02:34

Imprimir currículo

Você também pode gostar