Você está na página 1de 7

44

2) Colocar 50 mL da segunda solução em um Béquer, medir sua temperatura e em


seguida verter o liquido dentro do calorímetro. OBS. LAVAR O TERMÔMETRO
ANTES DE TRANSFERIR DE UMA SOLUÇÃO PARA OUTRA;

3) Esperar a temperatura no interior do calorímetro estabilizar (± 2 a 3 min) e depois


registrar esse valor.

4) Lavar bem os Béquer e o calorímetro com água (não precisa secá-lo) e passe para a
reação seguinte.

5) A partir das diferenças de temperatura determinar o calor de cada reação (variação de


entalpia, ∆H).

Adote a densidade e o calor específico de cada solução como sendo aproximadamente


3
1g/cm e 1 cal./g°C, respectivamente.

PERGUNTA: Como você faria para determinar experimentalmente o calor especifico de


um dos reagentes dessa etapa?

Referência

Atkins, P.W.; Físico-Química, Vol. 1, 6a. Ed., LTC, Rio de Janeiro, 1999. Ver p. 45.

J. B. Russel, Química Geral, 2a Edição, 1992, Vol. 2, Makron Books do Brasil, Rio de
Janeiro. Cap. 15 e 17.

Pilla, L.; 1979, Físico-Química, Vol. 1, LTC, Rio de Janeiro.

EXPERIMENTO 06

Verificação experimental da lei de Hess

1. Introdução

Alguns fenômenos físicos ou químicos ocorrem com absorção ou liberação de calor. Esta
quantidade líquida de calor liberado ou absorvido durante a reação química é o Calor de
Reação, um calor latente que corresponde à diferença entre a energia potencial das
ligações interatômicas existentes nas moléculas dos produtos e reagentes.

Numa reações químicas, além de haver uma transformação da matéria, ocorre também
uma troca de energia com o ambiente. As reações que ocorrem absorvendo energia são

11/11/2018 12:51
45

chamadas endotérmicas e as que liberam exotérmicas. Essa energia é chamada de calor,


ou seja, energia transferida de um corpo para outro em razão da diferença de temperatura.

Quando uma reação ocorre à pressão constante, o calor associado com esta reação está
diretamente relacionado a uma importante propriedade da substância envolvida,
conhecida como Conteúdo Calórico ou Entalpia (H). Para qualquer reação que se
processe diretamente à pressão constante, o calor é igual à diferença entre a entalpia dos
produtos e a dos reagentes.

A entalpia é uma função de estado do sistema (Equação 1). Aplicando este conceito às
reações químicas temos a Lei de Hess. Ela estabelece que “a variação da entalpia para
qualquer reação depende somente da natureza dos reagentes e dos produtos, e não
depende do número de etapas ou do caminho que conduz dos reagentes aos produtos”.
Isto é, se uma reação pode ser a soma de duas ou mais reações, ∆H para a reação global é
a soma das variações de entalpia de cada uma destas reações.

Nesta experiência a equipe utilizará um calorímetro e determinará a variação de


temperatura na reação química.

Para calcular o calor da reação, aplique as equações 2 e, lembrando que o calor liberado
pela reação química é absorvido pela solução (q1) e pelo calorímetro (q2) e que este deve
ser dividido pelo número de mols do reagente a fim de que o resultado seja expresso em
cal/mol ou J/mol.

qP = HPROD. - HREAG. = ∆H (1)

qP = m . cp. ∆T (2)

Sendo que: qP = quantidade de calor expressa em calorias ou Joule;m = massa em


gramas;cp = calor específico (em cal.g-1.°C-1ou J.g-1.K-1); ∆T = variação de temperatura
(em °C ou K).

qT = q1 + q2 (3)

11/11/2018 12:51
46

Este experimento envolve a determinação do calor de reação dos processos descritos nas
equações 4, 5 e 6:

1. NaOH(s) + H2O (l) → Na+(aq) + OH- (aq) ∆H1 = (4)

2. Na+ (aq) + OH- (aq) + H+ (aq) + Cl- (aq) → H2O (l) + Na+ (aq) + Cl- (aq) ∆H2 =
(5)

3. NaOH(s) + H+ (aq) + Cl-(aq) → H2O(l) + Na+ (aq) + Cl- (aq) ∆H3 = (6)

A validade da Lei de Hess será determinada medindo o calor envolvido nas reações (1),
(2) e (3) e relacionando-os conforme a Equação 7.

∆H2 = ∆H1 + ∆H3 (7)

2. Objetivo

Medir o calor de reação de três reações exotérmicas à pressão constante, a fim de


verificar a validade da Lei de Hess.

3. Parte Experimental

3.1 Reagentes

8 g de NaOH

200 mL de solução de NaOH 1 mol.L-1

200 mL de solução de HCl 1 mol.L-1

3.2. Vidrarias e Materiais

Termometro

03 proveta de 100 mL

03 béquer de 250 mL

11/11/2018 12:51
47

3.3. Procedimento

A) DISSOLUÇÃO: Determinação do calor de dissolução do NaOH (s) em água.

1) Medir com a proveta 96 mL de água destilada,àtemperatura ambiente, e despejar no


calorímetro vazio. Após o sistema entrar em equilíbrio medir a temperatura da água no
calorímetro.

2) Medir 4g de NaOH utilizando um béquer pequeno e balança analítica. Fazer esse


procedimento rápido, pois NaOH é altamente higroscópico. Não deixar o frasco original
de NaOH aberto por muito tempo para não contaminar o restante do produto.

3) Introduzir os 4g de NaOH dentro do calorímetro com água e agitar levemente para


dissolver todo o NaOH e após alguns minutos medir a temperatura do sistema a cada 30
s.

4) Fazer os cálculos para determinar ∆T. Note que você possui aproximadamente 100g de
solução.

5) Calcular o calor cedido pela reação e em seguida calcular o ∆H (∆H ). Lembre-seque o


1

∆H representa o calor liberado/recebido por mol. Nesse caso é preciso calcular o número
de mol de NaOH na solução. DADOS: Considere o calor específico da solução de NaOH
igual a 0,94 calg-1ºC-1 Considere ∆T ≈∆T Massa molardo NaOH = 40g.mol-1.
dis cal

OBS. Nunca utilize o termômetro para misturar as substâncias, você possui um bastão de
vidro para isto.

6) Utilize as equações 8 e 9 para medir o calor de dissolução com os dados da Tabela 1.

Qcedido + Qabsorvido = 0 (8)

Qcedido + mdiscdis∆Tdis + Ccal + ∆Tcal = 0 (9)

Tabela 1. Dados da determinação do calor de dissolução.

T1 calorímetro e Tf calorímetro ∆H
∆T Q cedido
água e solução experimental


experimento

11/11/2018 12:51
48

B) NEUTRALIZAÇÃO: Determinação do calor de reação do NaOH (aq) e HCl (aq).

1) Medir a temperatura da solução de 100 mL de NaOH 1,0 molL-1 que estava no


calorímetro (obtida no item anterior).

2) Em uma proveta medir 100 mL de uma solução de HCl 1,0 molL-1 e após colocá-la em
um béquer, medir sua temperatura.

3) Adicionar a solução de HCl 1,0 mol.L-1 a solução de 200mL de NaOH 1,0 mol.L-1 do
calorímetro e medir a temperatura após o sistema entrar em equilíbrio. Monitorar
variação de temperatura a cada 30 s até o seu máximo.

4) Calcular o calor cedido pela reação e em seguida calcular o ∆H (∆H )


2

DADOS: Considere o calor específico da solução de NaOH e da solução de HCl igual a


0,94 cal.g-1ºC-1 e 1.001 cal.g-1°C-1, respectivamente. Considere as densidades das
soluções aproximadamente iguais a 1 g.cm-3.

6) Utilize a Equação 10 para medir o calor de dissolução com os dados da Tabela 2.

Qcedido da reação + msol.NaOHcdis.NaOH∆Tdis.NaOH + mdis.HCl cdis.HCl ∆Tdis.HCl + Ccal∆Tcal = 0 (10)

Tabela 2. Dados da determinação do calor de reação.

∆T
T1 cal ∆T
T1 dis. cal. e Q ∆H
e dis. Tf cal. e dis.
HCl dis. cedido experimental
NaOH dis. final HCl
NaOH


experimento

C) DISSOLUÇÃO E NEUTRALIZAÇÃO: determinação do calor de reação entre


NaOH(s) e HCl(aq).

1) Em uma proveta, medir 100 mL de uma solução de HCl 1,0 mol.L-1 em seguida
colocá-la em um calorímetro. Após aguardar alguns minutos (2 ou 3) medir a temperatura
dentro do calorímetro.

11/11/2018 12:51
49

2) Medir 4g de NaOH utilizando um béquer pequeno e uma balança analítica. Fazer esse
procedimento rápido pois NaOH é altamente higroscópico. Não deixar o pote de NaOH
original aberto por muito tempo para não contaminar o restante do produto.

3) Introduzir os 4g de NaOH dentro do calorímetro com a solução de HCl 1,0 mol.L-1 e


agitar levemente para dissolver todo o NaOH e após alguns minutos (± 2 ou 3) medir a
temperatura de equilíbrio do sistema. Observe que nesse caso a concentrarão de NaOH na
solução será de aproximadamente 1 mol.L-1.

4) Calcular o calor cedido pela reação e em seguida calcular o ∆H ( ∆H ).


3

5) Utilize a Equação 11 e a Tabela 3 para o tratar os resultados.

Qcedido da reação + mdis cdis ∆Tdis. + Ccal∆Tcal = 0 (11)

Tabela 3. Dados da determinação do calor de reação.

T1 cal e Tf cal. e dis.


∆T Q cedido ∆H experimental
dis. HCl final

3º experimento

6) Utilize a Equação 7 para alcançar o objetivo do experimento.

7) Questões para o relatório.

1. Apresente um gráfico de tempo x temperatura e justifique a temperatura escolhida


para constar nas equações.

2. Compare os dados obtidos com a literatura e determine o erro.

3. Identifique os fatores que contribuem para o erro.

4. Proponha alterações no procedimento experimental para diminuir o erro.

5. Discuta os fatores que determinam o calor de neutralização.

Referências bibliográficas

Atkins, P.W.; Físico-Química, Vol. 1, 6a. Ed., LTC, Rio de Janeiro, 1999. Ver p. 45.

11/11/2018 12:51
50

J. B. Russel, Química Geral, 2a Edição, 1992, Vol. 2, Makron Books do Brasil, Rio de
Janeiro. Cap. 15 e 17.

Pilla, L.; 1979, Físico-Química, Vol. 1, LTC, Rio de Janeiro.

B. H. Mahan, 1978, Termodinàmica Química Elemental. Editorial Reverté, Barcelona.

Bueno, W.A., Degrève, L., 1980, Manual de Laboratório de Físico-Química, McGraw-


Hill, São Paulo. Experimento 1, p. 23-27.

Vídeo sobre a lei de Hess: http://www.alonsoformula.com/videoteca/video_331.htm

Vídeos sobre dissolução: http://www.alonsoformula.com/videoteca/video_258.htm ;


http://www.alonsoformula.com/videoteca/video_258.htm

Apostila de Físico-química I. Prof. Dr. Sergio Pilling. Universidade do Vale do Paraíba,


SP.

Acrescentar a prática:

Determinação da pressão de vapor de um líquido puro a diferentes temperaturas

11/11/2018 12:51