Você está na página 1de 52

150 a 480.

000 BTU/h
Roof Top Split WM

UNIDADE EVAPORADORA 40RT

UNIDADE CONDENSADORA 38AB

Instalação, Operação e Manutenção


Índice
Página
ÍNDICE
1. Nomenclatura .............................................................................................................................................. 3
1.1 Unidade Condensadora 38AB...................................................................................................... 3
1.2 Unidade Evaporadora 40RT........................................................................................................... 3
2. Segurança .............................................................................................................................................. 4
3. Transporte .............................................................................................................................................. 5
4. Instalação .............................................................................................................................................. 8
4.1 Recebimento e Inspeção da Unidade.......................................................................................... 8
4.2 Recomendações Gerais.................................................................................................................. 8
4.3 Colocação no local.......................................................................................................................... 9
4.4 Verificação dos filtros de ar.........................................................................................................13
4.5 Instalação dos Dutos de Insuflamento de ar............................................................................13
4.6 Conexões de Refrigerante...........................................................................................................13
4.7 Conexões para Dreno..................................................................................................................15
4.8 Conexões Elétricas........................................................................................................................16
5. Operação ............................................................................................................................................19
5.1 Verificação Inicial............................................................................................................................19
5.2 Comandos........................................................................................................................................19
5.3 Carga de Refrigerante...................................................................................................................20
5.4 Cuidados Gerais.............................................................................................................................21
6. Manutenção ............................................................................................................................................22
6.1 Ventiladores.....................................................................................................................................22
6.2 Lubrificação.....................................................................................................................................23
6.3 Filtros de ar.....................................................................................................................................24
6.4 Acesso aos Componentes...........................................................................................................24
6.5 Quadro Elétrico..............................................................................................................................25
6.6 Limpeza ............................................................................................................................................26
6.7 Circuito Frigorífico........................................................................................................................27
6.8 Bandeja de Condensado...............................................................................................................27
6.9 Isolamento Térmico.......................................................................................................................27
ANEXO I - EVENTUAIS ANORMALIDADES..............................................................................................28
ANEXO II - PROGRAMA DE MANUTENÇÃO PERIÓDICA................................................................30
ANEXO III - FLUXOGRAMAS FRIGORÍFICOS.........................................................................................32
ANEXO IV - ESQUEMA ELÉTRICO..............................................................................................................33
ANEXO V - RELATÓRIO DE PARTIDA INICIAL (RPI).............................................................................41
ANEXO VI - PROCEDIMENTOS DE SELEÇÃO.........................................................................................43
ANEXO VII - CÁLCULO DE SUB-RESFRIAMENTO E SUPERAQUECIMENTO...............................47
ANEXO VIII - TABELA DE CONVERSÃO R-22..........................................................................................49
ANEXO IX - POSIÇÕES DE MONTAGEM / INSTALAÇÃO TÍPICA...................................................50
ANEXO X - DETALHE TÍPICO DE INSTALAÇÃO ELÉTRICA..............................................................51
Nomenclatura 1
Unidade Condensadora 38AB 1.1

38 AB A 240 38 6 WM

UNIDADE PADRÃO DE
CONDENSADORA ESPECIFICAÇÕES
WM - ESPECIAL
VENTILADOR AXIAL
FREQUÊNCIA NOMINAL
IDENTIFICAÇÃO NA 6 - 60Hz
ALTERAÇÃO DO PROJETO

MODELO TENSÃO NOMINAL


150 / 240 / 300 / 480 38 - 380V

Unidade Evaporadora 40RT 1.2


40 RT C 240 23 6 WM

UNIDADE PADRÃO DE
EVAPORADORA ESPECIFICAÇÕES
WM - ESPECIAL
ROOFTOP SPLIT
FREQUÊNCIA NOMINAL
IDENTIFICAÇÃO NA 6 - 60Hz
ALTERAÇÃO DO PROJETO

CAPACIDADE NOMINAL TENSÃO NOMINAL


240/ 480 23 - 220/380V
2 Segurança
As unidades Rooftop Split 40RT/38AB são projetadas para oferecer um serviço seguro
e confiável quando operadas dentro das especificações do projeto. Todavia, devido
à pressão do sistema, componentes elétricos e movimentação da unidade, alguns
aspectos da instalação, partida inicial e manutenção deste equipamento deverão ser
observados.
Somente instaladores e mecânicos credenciados pela Carrier devem instalar, dar a
partida e fazer a manutenção deste equipamento.
Quando estiver trabalhando no equipamento observe todos os avisos de precaução
das etiquetas fixadas na unidade, siga todas as normas de segurança aplicáveis e use
roupas e equipamentos de proteção adequadas.
PENSE EM SEGURANÇA!

Nunca coloque a mão dentro da unidade enquanto o ventilador estiver funcionando.


Proteja a descarga do ventilador centrífugo das unidades caso essas tenham fácil acesso a
pessoas não autorizadas.

Desligue a alimentação de força antes de trabalhar na unidade. Remova os fusíveis e leve-os


consigo, a fim de evitar acidentes. Deixe um aviso indicando que a unidade está em serviço.

LEMBRETES
1. Mantenha o extintor de incêndio próximo ao local de trabalho. Verifique o extintor
periodicamente para certificar-se que ele está com a carga completa e funcionando
perfeitamente.
2. Saiba como manusear o equipamento de oxiacetileno seguramente. Deixe o
equipamento na posição vertical dentro do veículo e também no local de trabalho.
3. Use nitrogênio seco para pressurizar e verificar vazamentos do sistema. Use sempre um
bom regulador. Cuide para não exceder 250 psig de pressão de teste nos compressores
herméticos.
4. Use óculos e luvas de segurança quando remover o refrigerante do sistema.

4 IOM Roof Top Wal Mart - G - 07/11


Transporte 3
a) Para içar as unidades utilize suportes conforme indicado na figura 1.
b) Respeite o limite de empilhamento indicado nas embalagens das unidades.
c) Evite que cordas, correntes ou outros equipamentos encostem na unidade.
d) Não balance a unidade durante o transporte e nem incline-a mais do que 15º em
relação à vertical.

Para evitar danos durante a movimentação e transporte, não remova a embalagem da unidade
até chegar ao local definitivo da instalação.
Suspenda e deposite o equipamento cuidadosamente no piso.
Verifique os pesos e dimensões das unidades para assegurar-se que seus aparelhos de
movimentação comportam seu manejo com segurança. (Consulte Tabela 1 e Figura 2).

Perfil I 6” x 4”

Fig. 1 - Içamento

IOM Roof Top Wal Mart - G - 07/11 5


TABELA 1 - CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS GERAIS

EVAPORADORA 40 RT
CARACTERÍSTICAS
240 480
Capacidade (kcal/h) [1] 54116 99100
Alimentação Principal (V / F / Hz) 380 / 3 / 60
Tensão do Comando (V / F / Hz) 24 / 1 / 60
N° de circuitos frigoríficos 1 2
N° de estágios de capacidade 1 2
Refrigerante - Tipo R-22
Área face m² 2
S N° filas 2 3
E Diâmetro tubos 3/8"
R
Aletas polegada 15
P
E Tipo Aletas Alumínio Corrugado e Tubos Cobre
N N° circuitos 1 2
T
Linha Líquido
I 1 - 5/8" - solda 2 - 5/8" - solda
N Quant./Diâmetro/Tipo
A Linha Sucção
1 - 1.3/8" - solda 2 - 1.3/8" - solda
Quant./Diâmetro/Tipo
V
Tipo Centrífugo Duplo
E
N
T Vazão (m³) 9400 - 15000 13500 - 21600
I
L
A Rotação (rpm) 630 - 831 680 - 805
D
O
P.E.D. (mmCA) Ver Curvas (Anexo VI)
R
M
Quantidade - n. polos 1 -4
O
T
O Potência (CV) - Carcaça 4 - 100L 7.5 - 112M
R

A
C Correia V - Tipo/Quant. Tipo "V" - B 48 - 1 Tipo "V" - B 45 - 1
I
O
N
A Polia Motor (mm) Ø 148 (regulável de 106 mm a 140 mm)
M
E
N
T Polia Ventilador (mm) Ø 300 Ø 250
O

S
Regul. Relé Sobrecarga
E 6,7 11,5
380 Volts
G
Peso Unidade Evaporadora (kg) 505 560
Tela lavável
Filtro 8 / 485 x 530 mm
Quantidade / Dimensional
6 IOM Roof Top Wal Mart - G - 07/11
CONDENSADORA 38 AB
CARACTERÍSTICAS
150 240 300 480
Alimentação Principal (V / F / Hz) 380 / 3 / 60
Tensão do Comando (V / F / Hz) 24 / 1 / 60
N° de circuitos frigoríficos 1 2
N° de estágios de capacidade 1 2
Refrigerante - Tipo R-22
Tipo Scroll
C
O Quantidade 1 2
M
P Rotação (RPM) 3480
R
E Carga de óleo por compressor (I) 2,69 5,49 2 x 2,69 2 x 5,49
S
S Óleo recomendado Mineral - 160P
U
O
N
R Resistência Cárter (W) 50 75 2 x 50 2 x 75
I
D Área face m² 2064
A S
D E N° filas 2 4
E R
P Diâmetro tubos 3/8"
C E
O 17 15
N Aletas polegada
N T
D I Aletas de Alumínio Corrugado com Pre-coated (Gold Fin) e
E Tipo
N Tubos de Cobre ranhurados internamente
N A
S N° circuitos 1 2
A
D C Linha Líquido
O O 1 - 5/8" - bolsa 2 - 5/8" - bolsa
R N Quant./Diâmetro/Tipo
A E
X Linha Sucção
3 Ã 1 - 1 3/8" - bolsa 2 - 1 3/8" - bolsa
8 O QTD - Diâmetro-Tipo
A
B V Tipo - Quantidade Axial - 2
E
N Vazão (m³/h) 38300 43000
T Rotação (rpm) 1140 1130
M
O Quantidade - n. polos 2-6
T
O Potência (CV) - Carcaça 2,0 - 90L 2,0 - 90L
R

Desarme (psig) 426 + / -7


ALTA
D Rearme (psig) 320 + / -20
I
S Desarme (psig) 27 + / -4
P BAIXA
. Rearme (psig) 67 + / -7
Fusível de Comando (A) 4
S
E Compressor Lock-out (CLO) Garante o compressor contra ciclagem automática
G
U Termostato Interno Compr. D
R
A Disjuntor motor do Compressor (A) 26 41 26 41
N
Ç
Disjuntor motor Ventilador da Cond. (A) 4,3 4,3
A Disjuntor motor Ventilador da Evap. (A) 11,5 11,5
Peso (kg) 350 490

[1] Condições ARI 210 TBS=26,7ºC e TBU=19,4ºC para o ar entrando na unidade evaporadora e 35ºC para o ar entrando na unidade condensadora.
D: Disponível

IOM Roof Top Wal Mart - G - 07/11 7


4 Instalação
4.1 Recebimento e Inspeção da Unidade
a) Confira todos os volumes recebidos, verificando se estão de acordo com a nota
fiscal de remessa. Remova a embalagem da unidade após chegar ao local definitivo
da instalação e retire todas as suas coberturas de proteção. Evite destruir a
embalagem, uma vez que a mesma poderá servir eventualmente para cobrir o
aparelho, protegendo-o contra poeira, etc., até que a obra e/ou instalação esteja
completa e o sistema pronto para funcionar. Caso a unidade tenha sido danificada
avise imediatamente a transportadora e a Carrier.
b) Verifique se a alimentação de força do local está de acordo com as características
elétricas do equipamento, conforme especificado na etiqueta de identificação da
unidade.
A etiqueta de identificação está localizada na parte externa das unidades
40RT/38AB.
OBS.: As letras de A até X
indicam as variáveis inerentes
a cada modelo.

Fig. 1 - Etiqueta de Identificação


c) Para manter a garantia, providencie seu imediato transporte para o local de
instalação ou outro local seguro evitando acidentes de obra que possam danificar
o equipamento.

4.2 Recomendações Gerais


Antes de executar a instalação, leia com atenção estas instruções a fim de ficar
bem familiarizado com os detalhes da unidade, como dimensões e pesos. As regras
apresentadas a seguir aplicam-se a todas as instalações.

a) Em primeiro lugar consulte os Códigos e/ou Normas aplicáveis a instalação da


unidade no local, para assegurar que a mesma esteja de acordo com os padrões
e requisitos especificados. (Por exemplo: Norma NB 3 da ABNT “Execução de
instalações Elétricas de Baixa Tensão”).
b) Faça um planejamento cuidadoso da localização das unidades para evitar eventuais
interferências, com quaisquer tipos de instalações já existentes (ou projetadas), tais
como: instalação elétrica, canalizações de água e esgotos, etc.
c) Instale a unidade de forma que ela fique livre de qualquer tipo de obstrução da
circulação de ar, tanto na saída de ar, como no retorno de ar.
d) O local de instalação deve ter acesso facilitado com escadas apropriadas e espaço
ao redor da unidade para reparos ou serviços de manutenção em geral, como por
exemplo, a limpeza dos filtros de ar.
e) O local deve possibilitar a passagem das tubulações (tubos do sistema, fiação
elétrica e dreno).
f) A unidade deve estar corretamente nivelada após a sua instalação (ver item 3.8).
do aparelho.
8 IOM Roof Top Wal Mart - G - 07/11
Colocação no local 4.3
Unidade 40RT

7
218

1162

188
531
455
411
103

6
180 3
238
126

179
0

58
66 5
760 0
780

Medidas em mm

Figura 2a - Dimensões das unidades 40RT


274
733

200

730

923
5
238 159
3

235
Medidas em mm

Figura 2b - Dimensões das unidades 40RT


IOM Roof Top Wal Mart - G - 07/11 9
396 XT.
180 E
EX 6
T.
238 692 ERNO
3 INT ,4
EX 4 O
T. 168 TERN
IN
396 XT.
288 E
,5 100 XT.
EX E
T.
REF.
396
1684,4
REF.

REF.
692
REF.
396
REF.
100

1806 288,5
REF. REF.
2383
REF. Medidas em mm
Figura 2c - Dimensões das unidades 40RT

10 IOM Roof Top Wal Mart - G - 07/11


Unidade 38AB Cotas 150 / 240 / 300 / 480
A 2190
B 1062
C 1065
D 1141
E 594
F 1001
G 620
H 576
J 298
K 78
L 143
M 197
N 246
P 100

Medidas em mm

Fig. 2d - Dimensões da Unidade 38AB

Antes de colocar o equipamento no local verifique os seguintes aspectos


(todos os modelos).
a) O local deve suportar o peso da unidade em operação (ver Tabela 1).
Consulte o projeto estrutural do prédio ou normas aplicáveis para verificação da
carga admissível. Instale reforços se necessário.
b) Prever suficiente espaço para serviços de manutenção conforme Figura 3. A frente
do equipamento deve permanecer desimpedida para permitir o livre fluxo de ar e
o acesso ao interior da unidade.

1. As conexões elétricas podem ser feitas por ambos os lados na unidade 40RT, e no lado
esquerdo da unidade 38AB. Recomenda-se isolar o cabo de ligação do motor do
evaporador com um conduite.
2. A conexão para drenagem deve ser feita por ambos os lados da evaporadora 40 RTA,
pois a bandeja de condensado possui caimento para ambos os lados. Nas unidades
condensadoras 38AB não existem conexões para dreno. A drenagem é feita pela parte
inferior do gabinete.
3. A base na qual a unidade evaporadora será instalada deve ser cuidadosamente vedada,
para evitar infiltração de chuva ou água acumulada no local da instalação, para o
ambiente.
IOM Roof Top Wal Mart - G - 07/11 11
A - 40RT

CO E M
CO E M 6

NE AN 60
NE AN 00

XÕ U 0
XÕ U

ES TEN
ES TEN

EL Ç Ã
ÉT O
EL Ç Ã
ÉT O

RI
CA
RI
CA

S
S

600

600

B - 38AB

Medidas em mm

Figura 3 - Espaços mínimos requeridos

12 IOM Roof Top Wal Mart - G - 07/11


Verificação dos filtros de ar 4.4
Antes da partida inicial dos equipamentos assegure-se de que os filtros embarcados
com a unidade estão corretamente posicionados.

Nunca opere a unidade sem os filtros de ar.

Instalação dos Dutos de Insuflamento de ar 4.5


As dimensões dos dutos de ar devem ser determinadas levando-se em conta a vazão
de ar e a pressão estática disponível da unidade.
Interligue os dutos às bocas de descarga usando conexões flexíveis, evitando
transmissão de vibrações e ruído.
Proteja os dutos externos contra intempéries, bem como mantenha herméticas as
juntas e aberturas.
Os dutos de insuflamento de ar do evaporador que passarem por ambientes não
condicionados devem ser termicamente isolados.

Conexões de Refrigerante 4.6


Os pontos de conexões estão indicados nas fig. 2a,2b e 2c.
As unidades saem de fábrica com tampões de cobre brazado nas tubulações de sucção
e de líquido. Elas são fornecidas com pressão positiva de nitrogênio.
A execução das tubulações de interligação e carga de refrigerante são de
responsabilidade do instalador autorizado.

Certifique-se que os procedimentos de brasagem estão adequados para as linhas e que durante o
processo seja utilizado nitrogênio a fim de evitar entrada de cavacos nas tubulações e também a
formação de óxido de cobre.
Ao brasar a tubulação de sucção da unidade, proteger os tubos distribuidores com uma chapa
metálica da chama do maçarico para evitar danos aos mesmos.
No caso de haver desnível superior a 3m entre as unidades e estando a unidade evaporadora
em nível inferior, deve ser instalado na linha de sucção um sifão para cada 3m de desnível, para
retorno de óleo ao compressor.
Nas instalações em que estiverem a unidade evaporadora e a unidade condensadora no mesmo
nível ou a unidade evaporadora estiver em nível superior, instalar um sifão pelo menos até o
topo do evaporador (Ver Figura 4).

IOM Roof Top Wal Mart - G - 07/11 13


Uma pequena inclinação na direção evaporador-condensador deve ser providenciada.

* Configuração menos usual, mas possível


dada a flexibilidade do produto.
Figura 4a - Tubulações de refrigerante Figura 4b - Tubulações de refrigerante
quando evaporadora está acima da quando a condensadora está acima da
condensadora evaporadora

TABELA 2 - DADOS DE INSTALAÇÃO

Diâmetro da Circuito 150 1 3/8” até 18m 1 5/8” acima de 18m


linha de Sucção Circuito 240 1 5/8” até 18m 2” acima de 18m
Diâmetro da Circuito 150 5/8” até 24m 3/4” acima de 24m
linha de Líquido Circuito 240 5/8” até 10m 7/8” acima de 10m
Comprimento Máximo 30m (comprimento equivalente por circuito)
Tubulação
Desnível Máximo entre 15m
unidades
Carga de Refrigerante 40RTC150 - 38ABA150 9,8kg
Condensadora + Evaporadora 40RTC240 - 38ABA240 7,6kg
40RTC300 - 38ABA300 6,6/6,6kg (Circ. 150/Circ. 150)
40RTC390 - 38ABA390 7,9/10,0kg (Circ. 150/Circ. 240)
40RTC480 - 38ABA480 8,4/8,4kg (Circ. 240/Circ. 240)
Acréscimo de Gás 5/8” e 1 3/8” 205g a mais para cada metro de tubulação
5/8” e 1 5/8” 215g a mais para cada metro de tubulação
3/4” e 1 5/8” 300g a mais para cada metro de tubulação
7/8” e 1 5/8” 380g a mais para cada metro de tubulação
7/8” e 2” 395g a mais para cada metro de tubulação
Acréscimo de óleo Acima de 20m acrescentar óleo na razão de 1 a 2% em peso da carga de
refrigerante.
Ex.: Carga total do circuito = 13kg.Adicionar 130 a 260g de óleo(1 a 2% de 13kg).

14 IOM Roof Top Wal Mart - G - 07/11


OBS.: - O acréscimo de gás indicado já considera a carga das linhas de líquido e de sucção juntas.
- O comprimento máximo da tubulação já inclui os comprimentos equivalentes
por válvulas, cotovelos, têes, etc...
- Os valores de carga de refrigerante são considerados como uma primeira
aproximação para o acerto da carga e foram obtidos nas condições nominais de
operação.
- É imprescindível a medição do sub-resfriamento e do superaquecimento para
possibilitar o acerto da carga de gás e obtenção do rendimento máximo do
equipamento.

Conexões para Dreno 4.7


As unidades evaporadoras 40RT possuem saída seja succionado ar da linha de drenagem. O sifão
para drenagem de condensado p/ ambos os lados. deve ser dimensionado de acordo com a pressão
Instale a linha de drenagem de condensado com prevista para a bandeja de recolhimento (atenção em
sifões adequados, nos dois lados, pois a bandeja de instalações com retorno dutado).
condensado possui inclinação para ambos.
Verificar se o local onde é captado o retorno de ar é
O conjunto de itens para conexão do dreno deve isento de poeira ou outras partículas em suspensão
ser adquirido separadamente para instalação no que não consigam ser capturadas pelos filtros de ar
campo. Esta linha, que não deve ter diâmetro inferior da unidade e possam obstruir as serpentinas de ar.
a 3/4”, deve possuir, logo após a saída da unidade,
Visando uma perfeita drenagem do condensado
um sifão que garanta a perfeita vedação do ar e
formado durante o funcionamento, instale o
drenagem do condensado quando a unidade estiver
equipamento com uma pequena inclinação para o
em funcionamento. Quando da partida inicial este
lado de saída das linhas de drenagem (5 a 10mm).
sifão deve ser enchido com água, para evitar que

ERRADO
H

TOTAL
X

CORRETO
* OBS.: Colocar dreno em ambos os lados da evaporadora.
Figura 5 - Conexões para dreno
IOM Roof Top Wal Mart - G - 07/11 15
Cálculo do Dreno
Determine a pressão estática “Pe” negativa do projeto. Esta pressão é a mesma que
a pressão total do ventilador (incluindo todas as perdas). Admita sempre as piores
condições, tais como filtros sujos.

H = Pe + 25
X=H
2
total = H + X

Ex.: Pe = 20mm
H = 20 + 25mm = 45mm
X = H = 45 = 22,5mm
2 2
Se ø tubo = 3/4” (19,05mm)
Total = 45 + 22,5 + 19,05 = 86,55mm

4.8 Conexões Elétricas


a) Alimentação geral: Instale um disjuntor com características de ruptura
equivalentes, de acordo com as exigências da norma NBR5410. Os dados elétricos das
unidades estão indicados na Tabela 3.
Consulte um engenheiro eletricista ou técnico credenciado pelo CREA (Conselho
Regional de Engenharia e Arquitetura) para avaliar as condições do sistema elétrico da
instalação e selecionar os dispositivos de alimentação e proteção adequados.
A Carrier não se responsabiliza por problemas decorrentes da desobservância desta
recomendação.
Aconselha-se usar um cadeado para bloquear a chave da seccionadora durante a
manutenção do aparelho.

b) Fiação de força: Existem aberturas para entrada da fiação em ambos os lados da


unidade evaporadora 40RT e somente um lado na unidade 38AB conforme indicado na
Figura 2. Instale a fiação a partir do ponto de força do cliente diretamente no quadro
elétrico da unidade condensadora e a partir daí, o motor da evaporadora 40RT.
A bitola do alimentador da unidade deve ser dimensionada pela corrente máxima da
unidade. Os cabos deverão ser classe 105°C ou superior (ver tabela 3).
Não esqueça de instalar o condutor de proteção (aterramento). A voltagem suprida
deve ser de acordo com a voltagem na placa indicativa. A voltagem entre as fases deve
ser equilibrada dentro de 2% de desbalanceamento e a corrente dentro de 10%, com
compressor em funcionamento. Contate sua companhia local de fornecimento de
energia elétrica para correção de voltagem inadequada ou desequilibro de fase.

16 IOM Roof Top Wal Mart - G - 07/11


Cálculo de desbalanceamento de voltagem
- Desbalanceamento voltagem (%) = Maior diferença em relação à voltagem média :
Voltagem média

Exemplo: - Suprimento de força nominal

380V - 3 - 60Hz
- Medições: AB = 383V
BC = 378V
AC = 374V
- Voltagem média 383 + 378 + 374 = 378V
3

- Diferenças em relação à voltagem média:


AB = 383 - 378 = 5
BC = 378 - 378 = 0
AC = 378 - 374 = 4

- Maior diferença é AB = 5 Logo, o desbalanceamento de voltagem % é:

5 x 100 = 1,32% (OK - Vide Tabela 4)


378


- O cálculo do desbalanceamento de corrente deve ser feito da mesma forma que o
desbalanceamento de voltagem.

- Podem ser causas de desbalanceamento de voltagem:


* Mau contato (em contatos de contadora, conexões elétricas, fio frouxo, condutor
oxidado ou carbonizado)
* Condutores de bitola inadequada
* Desbalanceamento de carga num sistema de alimentação trifásico

c) Fiação de controle: refira-se aos esquemas elétricos para efetuar no campo as


ligações de controle entre as unidades e a chave seletora.

IOM Roof Top Wal Mart - G - 07/11 17


TABELA 3 - DADOS ELÉTRICOS

Condensadora 38AB
Compressor (cada) Motor (cada)
Tensão
Modelo Corrente Corrente Potência Potência
(V) FLA Potência
Qtd. Nominal Máxima Nominal Máxima Qtd. CV
(A) (W)
(A) (A) (W) (W)
38ABA150386WM 380 1 18,7 30 10810 12120 2 2,0 4,9 1472
38ABA240386WM 380 1 27,4 47 16240 18230 2 2,0 4,9 1472
38ABA300386WM 380 2 18,7 30 10810 12120 2 2,0 4,9 1472
38ABA480386WM 380 2 27,4 47 16240 18230 2 2,0 4,9 1472

Corrente Corrente Potência Potência Fusível


Evaporador 40RT
Tensão Nominal Máxima Nominal Máxima To tal
Model o
(V) FLA Potênci a T otal To tal Total To tal Recomendado
CV
(A ) (W) (A ) (A) (W ) (W) (A )
40RTC240236WM 380 4 6,7 2944 42,7 63,5 22128 24168 80
40RTC480236WM 380 7,5 11,6 5520 75,0 115,4 40944 44924 125

. Os motores dos ventiladores são trifásicos;


. A variação da voltagem deve ser no máximo ±10%;
. A bitola do alimentador será dimensionada da seguinte forma:
- multiplicar por 1,25 a corrente máxima (Cor. Máx.) do maior compressor do conjunto;
- somar a corrente máxima do outro compressor e motores dos ventiladores do
evaporador e condensador do conjunto;
- os cabos deverão ser classe 105°C ou superior;
. Dados nominais obtidos na avaliação ARI 210.

18 IOM Roof Top Wal Mart - G - 07/11


Operação 5
Verificação Inicial 5.1
A tabela 4 abaixo define condições limite de aplicação e operação das unidades 38AB/40RT.

TABELA 4. CONDIÇõES LIMITE DE APLICAÇÃO E OPERAÇÃO


Situação Valor Máximo Admissível Procedimento
1) Temperatura do ar externo Para temperaturas superiores a 45°C,
45ºC
(38AB) consulte o credenciado Carrier.
Variação de + 10% em relação ao Verifique sua instalação e/ou contate a
2) Voltagem
valor nominal companhia local de energia elétrica.
Desbalanceamento de rede Voltagem: 2% Verifique sua instalação e/ou contate a
(ver também seção 4.8) Corrente: 10% companhia local de energia elétrica.
4) Distância e desnível das
Distância: 30m Para distâncias maiores, consulte o
unidades condensadora e
Desnível: 15m credenciado Carrier.
evaporadora

Antes de partir a unidade, verifique as condições acima e os seguintes itens:

a) Verifique a instalação e funcionamento de todos os equipamentos tais como


condensadora e evaporadora.
b) Verifique a adequada fixação de todas as conexões elétricas.
c) Confirme que não há vazamentos de refrigerante.
d) Confirme que o suprimento de força é compatível com as características elétricas
da unidade.
e) Verifique se o sentido de rotação dos ventiladores está correto.
f) Assegure-se que todas as válvulas de serviço estão na correta posição de
operação, abertas.

As unidades 38AB possuem resistências de cárter nos compressores. Certifique-se de que todos os
compressores estejam aquecidos antes de partir.
OS AQUECEDORES DE CÁRTER DEVERÃO SER ENERGIZADOS 24 HORAS ANTES DA PARTIDA.

Comandos 5.2
A UNIDADE ESPECIAL referida nesta literatura já sai
de fábrica com o controle eletrônico de 2 estágios
instalado.

Este controle possui temporização entre estágios, e


possui como opcional um sensor remoto de 2 metros.

Fig. 6
IOM Roof Top Wal Mart - G - 07/11 19
5.3 Carga de Refrigerante

Temos as seguinte pressões e temperaturas usuais de operação (valores médios para as condições
nominais ARI 210) para as unidades 40RT/38AB.

Baixa Alta
70 - 85 psig 290 - 310 psig
10,3 - 15,5ºC 43 - 45,9ºC

Novamente, salientamos que se torna imperativo o cálculo do superaquecimento e sub-


resfriamento para acerto da carga de gás e obtenção do rendimento máximo do equipamento.

a) Unidades 40RT / 38AB


Essas unidades são embarcadas com pressão positiva de nitrogênio.
Para seu adequado funcionamento é necessário após a interligação entre as unidades
proceder a evacuação e carga de refrigerante.
O procedimento está representado de forma esquemática a seguir:

INÍCIO

FAZER E SOLDAR TUBULAÇÕES


DE REFRIGERANTE (Ver obs. 1)

TESTAR ESTANQUEIDADE (Ver obs. 2)

FAZER VÁCUO ATÉ 250 MICRONS


Hg NAS TUBULAÇÕES (Ver obs. 3)

QUEBRAR VÁCUO COM R-22

CARREGAR R-22 (CARGA PARCIAL) (Ver obs. 4)

ACIONAR EQUIPAMENTO

COMPLETAR CARGA R-22 (Ver obs. 5)

FIM

20 IOM Roof Top Wal Mart - G - 07/11


Nunca carregue refrigerante no estado líquido pelo lado de baixa pressão do sistema.

b) OBSERVAÇÕES
1) Recomenda-se que a brasagem das tubulações de cobre seja feita com fluxo de gás
inerte (Nitrogênio) por dentro das mesma, evitando a formação de resíduos de
oxidação (carepa) ou outras impurezas no circuito frigorífico. Quando da brasagem
da tubulação na serpentina do evaporador, protejer a bandeja e a isolação
do calor, evitando danos aos mesmos.
2) O teste de vazamento deve ser feito com pressão máxima de 250 PSIG. Utilizar
regulador de pressão no cilindro de nitrogênio. Recomendamos desconectar o
pressostato de baixa para evitar problemas futuros de vazamento no mesmo.
3) Para fazer a evacuação das tubulações de interligação e das unidades, conectar a
bomba de vácuo nas tomadas de pressão existentes nas válvulas de serviço das linhas
de líquido e sucção, de maneira que tenhamos evacuação simultânea pelos lados de
alta e baixa pressão.
4) Recomenda-se efetuar a carga parcial de refrigerante pela linha de líquido utilizando a
tomada de pressão existente na válvula de serviço.
5) Adicionar R-22 até que o sub-resfriamento fique entre 8 e 11°C. Se ficar acima, retire
refrigerante. Se ficar abaixo adicione (Ver Anexo VII para maiores detalhes).

Cuidados Gerais 5.4


a) Mantenha o gabinete bem como a área ao redor da unidade o mais limpa possível.
b) Periodicamente limpe as serpentinas com uma escova macia. Se as aletas estiverem
muito sujas, utilize, no sentido inverso do fluxo do ar, jato de ar comprimido ou de
água a baixa pressão. Tome cuidado para não danificar as aletas. Se elas estiverem
amassadas, recomenda-se utilizar um “pente” de aletas adequado para correção do
problema.
c) Verifique o aperto de conexões, flanges e demais fixações, evitando o
aparecimento de vibrações, vazamentos e ruídos.
d) Assegure que os isolamentos das peças metálicas e tubulações estejam no local
correto e em boas condições.
e) Periodicamente verifique se a voltagem e o desbalanceamento entre as fases
mantém-se dentro dos limites especificados.

IOM Roof Top Wal Mart - G - 07/11 21


6 Manutenção

Desligue a força da unidade antes de efetuar qualquer serviço.

6.1 Ventiladores
a) Geral:
Antes de efetuar serviços de manutenção nos compartimentos dos ventiladores
observe as seguintes recomendações:
(1º) Desligue a força da unidade;
(2º) Proteja as serpentinas, recobrindo-as com placas de compensado ou outro
material rígido.
Consulte as Tabelas de Capacidade e a Curva de Vazão de Ar constantes no Anexo VI
para determinação das condições de operação.

b) Alinhamento das polias:


(1º) Afrouxe o parafuso de fixação da polia do ventilador.
(2º) Deslize-a ao longo do eixo, alinhando-a com a polia do motor.Verifique o
paralelismo entre as polias. O centro das duas polias devem estar alinhados
conforme mostrado na Figura 7.
(3º) Os eixos do ventilador e do motor também devem estar paralelos.
(4º) Aperte o parafuso de fixação da polia do ventilador.

c) Ajuste da tensão da correia:


(1º) Afrouxe o motor da sua base. Não solte a base do motor da sua fixação na
unidade.
(2º) Movimente o motor para a frente ou para trás até alcançar a tensão adequada
na correia (15 a 20 mm de deflexão para uma força de 4kg aplicada no centro da
extensão da correia).

  
EIXOS DO MOTOR E
VENTILADOR DEVEM
ESTAR PARALELOS

POLIA MÓVEL PARTE FIXA PARTES MÓVEIS


Figura 7 - Ajuste das polias
(3°) Verifique o alinhamento das polias de acordo com o item “b” anterior.
(4°) Aperte os parafusos de fixação do motor.
(5°) Verificar novamente a tensão após 24 horas de operação.
22 IOM Roof Top Wal Mart - G - 07/11
d) Mudança de velocidade do ventilador:
Caso seja necessário modificar a rotação, prossiga conforme segue:
(1º) Libere a correia do ventilador afrouxando o motor da sua base. Não retire o
motor da sua base, nem solte a base do motor da sua fixação na unidade.
(2º) Afrouxe o parafuso de fixação da parte móvel da polia do motor (veja Figura 8).
(3º) Gire a parte móvel da polia em direção à parte fixa para aumentar a rotação do
ventilador; afastando-as a rotação diminui.
Consulte o Anexo VI - Curva de Vazão para determinação das condições de operação.

Com o aumento da velocidade, aumenta a carga sobre o motor. Não ultrapasse a rotação
máxima permitida do ventilador ou a corrente máxima indicada na plaqueta do motor.

(4º) Aperte novamente o parafuso de fixação da parte móvel da polia do motor,


observando que o parafuso fique assentado sobre a superfície plana do cubo da
polia.
(5º) Verifique o alinhamento da polia e o ajuste da tensão da correia conforme
descritos nos itens “b” e “c”.
(6º) Verifique o funcionamento do ventilador. Repita o procedimento acima se
necessário.

PARTE MÓVEL

EIXO DO MOTOR E DO
POLIAS VENTILADOR DEVEM PARAFUSO
ESTAR PARALELOS
DE
FIXAÇÃO

PARTE FIXA

Figura 8 - Ajuste das polias

Lubrificação 6.2
Os motores elétricos possuem rolamentos com lubrificação permanente, não
necessitando de lubrificação adicional.
Os compressores contam com o seu suprimento próprio de óleo (óleo recomendado
ver Tabela 1 - Características Técnicas). Para adição de óleo em instalações com linhas
de gás longas verificar recomedações na Tabela 2 da página 14.
Os compressores possuem um visor de óleo para verificação do nível. O nível do
óleo deve ser verificado quando o compressor estiver funcionando em condições
estabilizadas. Neste caso o nível do óleo deve estar entre 1/4 e 3/4 do visor do óleo.

IOM Roof Top Wal Mart - G - 07/11 23


6.3 Filtros de ar
Inspecione os filtros de ar no mínimo uma vez por semana, lavando-os conforme a
necessidade quando de tela ou metálico. Em aplicações severas inspecione com maior
freqüência.
Não ponha a unidade em funcionamento sem os filtros de ar colocados no lugar. O
acesso e remoção dos filtros de ar se dá pelos painéis laterais da unidade evaporadora
40RT.

6.4 Acesso aos Componentes


a) Quadro Elétrico
Desligue a seccionadora geral na porta do quadro elétrico localizada na unidade.
Para abrir o quadro elétrico na unidade condensadora 38AB, gire o fecho do painel
superior da lateral da unidade.

b) Compressor
Para acessar os compressores na unidade condensadora 38AB, retire os parafusos dos
painéis laterais ou traseiros da unidade.

c) Ventilador do Condensador e Evaporador


O acesso ao motor e ventilador do evaporador se dá através da retirada dos painéis
superiores.

Figura 9 - Acesso ao motor e ventilador (40RT)


O acesso aos motores e ventiladores da unidade condensadora se dá pela retirada
dos painéis superiores. A retirada dos motores e ventiladores deve ser feita pela parte
superior com a retirada da grade.
24 IOM Roof Top Wal Mart - G - 07/11
Quadro Elétrico 6.5
a) Observações Gerais:
O quadro elétrico das unidades 38AB foi projetado de maneira a simplificar os
serviços de inspeção e manutenção.
Os elementos de acionamento e proteção do equipamento estão ali localizados.
Existe uma borneira para a fiação de força e a entrada do circuito de controle é feita
nos fusíveis de controle.
Ao lado da borneira de força também está incluído o terminal “terra”.
O conjunto de potência do ventilador do evaporador encontra-se na caixa elétrica da
unidade condensadora.Ver esquema elétrico.
b) Pressostatos
Os pressostatos de baixa e alta são do tipo miniaturizado, de rearme automático, e são
acoplados diretamente nas linhas de sucção e descarga respectivamente.
Independente do rearme ser automático ou manual, ao desarmar o circuito frigorífico
fica bloqueado pelos CLO(S) (ver item C).
Os valores de desarme para esses pressostatos estão indicados na Tabela 1 -
Características Técnicas.

c) Clo (Compressor Lock-out)


O CLO é um dispositivo de proteção contra ciclagem automática do compressor
quando do desligamento por elementos de segurança (pressostato de alta ou baixa,
Line Break, termostato interno e relé de sobrecarga). Está localizado dentro do quadro
elétrico das unidades 38AB. Ele existe em todas as unidades.
O CLO monitora a corrente que passa no laço sensor, acionando ou não um relé
se a condição lógica for falsa ou verdadeira. Após o desligamento pelo dispositivo
de proteção, o CLO impede o religamento automático quando da normalização da
situação, evitando assim a ciclagem do compressor. Uma corrente abaixo de 4A± 1
através do laço sensor faz abrir o contato normalmente fechado entre os terminais 2
e 3 do CLO. Os terminais 1 e 2 são da fonte de alimentação 24V ± 10% em todas as
unidades.
Uma vez verificada e sanada a causa do desarme, o religamento (RESET) pode ser
feito desligando e religando a unidade no termostato/chave de controle ou através da
restauração da força através do laço sensitivo.

LAÇO SENSOR
1

1-2 - FONTE DE ALIMENTAÇÃO


2

2-3 - CONTATO NORMALMENTE FECHADO


RELÉ
3

Figura 10 - CLO
IOM Roof Top Wal Mart - G - 07/11 25
d) Proteção dos Compressores
É feito via disjuntor motor e termostato interno (instalado internamente ao
compressor).
Atuam diretamente no circuito de força do motor, rearmando automaticamente com o
decréscimo da temperatura. Os compressores ficam bloqueados pelo CLO.

• Resistência de Aquecimento do Cárter


Todas as unidades condensadoras 38AB saem da fábrica equipadas com resistência de
cárter.
O uso da resistência de cárter é para prevenir o acúmulo de líquido refrigerante
no óleo durante as paradas do equipamento. Certifique-se que os aquecedores
estão firmemente presos para evitar que se desloquem. O aquecedor tem sua fiação
interligada ao painel nos contatos normalmente fechados do contator de força, para
que seja energizado quando houver parada do compressor.

Os aquecedores do cárter estão ligados no circuito de controle. Por isso estarão sempre
energizados mesmo que a máquina esteja DESLIGADA.

As unidades 38AB possuem resistências de cárter nos compressores. Certifique-se de que todos os
compressores estejam aquecidos antes de partir.
OS AQUECEDORES DE CÁRTER DEVERÃO SER ENERGIZADOS 24 HORAS ANTES DA
PARTIDA.

OS AQUECEDORES DEVERÃO SER ENERGIZADOS SEMPRE QUE A UNIDADE


NÃO ESTIVER EM OPERAÇÃO.
Entretanto, durante uma parada prolongada para manutenção, os aquecedores poderão
ser desenergizados. Quando for restabelecida a operação normal, os aquecedores
de cárter deverão permanecer energizados previamente durante 24 horas antes da
partida da unidade.

6.6 Limpeza
a) Serpentinas de Ar
Remova a sujeira limpando-as com uma escova, aspirador de pó ou ar comprimido.
Use um pente de aletas com o número adequado de aletas por polegadas para corrigir
o espaçamento e eventuais amassamentos das serpentinas.

b) Drenos de Condensado
Periodicamente verifique as condições das linhas de drenagem de condensado. Circule
água limpa e verifique seu funcionamento.

26 IOM Roof Top Wal Mart - G - 07/11


Circuito Frigorífico 6.7
Todas as unidades têm conexões soldadas na válvula de expansão termostática (40RT)
e compressores (38AB).
As unidades possuem válvulas de serviço 1/4” para tomada de pressão, vácuo e carga
de refrigerante nas linhas de sucção, descarga e líquido.
Consulte os fluxogramas frigoríficos deste manual para a perfeita localização de todos
os componentes (anexo III deste manual).

Bandeja de Condensado 6.8


Peça única de poliestireno de alto impacto foi projetada para permitir um adequado
escoamento do condensado, evitando os desconfortos causados pela estagnação da
água e formação de mofos.

Isolamento Térmico 6.9


As superfícies internas do evaporador são isoladas a fim de evitar que o ar
condicionado seja afetado pela temperatura do ambiente exterior e promover uma
qualidade do ar adequada. O isolamento térmico utilizado possibilita fácil limpeza.

IOM Roof Top Wal Mart - G - 07/11 27


ANEXO I - EVENTUAIS ANORMALIDADES
PROBLEMA POSSÍVEL CAUSA PROCEDIMENTO

1. Unidade não parte - Falta de alimentação elétrica. - Verificar entrada da alimentação elétrica
- Voltagem inadequada ou fora dos limites - Verificar e corrigir o problema.
permissíveis.
- Fusíveis de comando queimados. - Verificar curto circuito no comando, ligação
errada ou componente defeituoso.
Corrigir e substituir fusíveis.
- Contato remoto aberto. - Verificar o sinal do controle de demanda na
central de comando.
- Defeito no termostato. - Substituir o termostato.
- Falta de tensão de comando 24V. - Verificar transformador de comando.
2. Ventilador não opera - Contatora defeituosa. - Testar e substituir.
- Motor defeituoso. - Testar e substituir.
- Conexões elétricas com mau contato. - Revisar e apertar.
- Disjuntor motor aberto ou danificado. - Revisar e substituir se necessário.
- Defeito no termostato. - Substituir o termostato.
3. Compressor parte, - Compressor ou contatoras defeituosos. - Testar e substituir.
mas não mantém seu - Inversão de rotação do motor do condensador - Verificar e corrigir.
funcionamento contínuo - Carga térmica insuficiente. - Verificar condições de projeto.
- Sobrecarga ou sobreaquecimento no motor do - Verificar atuação dos dispositivos de proteção.
compressor. (Disjuntor motor). Substituir se necessário.
- Verificar voltagem ou falta de fase.
Corrigir problema.
- Verificar regulagem da válvula de expansão.
- Verificar temperatura (ou pressão) na sucção e
na condensação.
4. Unidade com ruído - Compressor com ruído. - Verificar regulagem da válvula de expansão.
- Verificar sequência de fase. Inverter se necessário.
- Verificar ruído interno. Substituir se necessário.
- Verificar carga de refrigerante.
Ajustar se necessário.
- Vibração nas tubulações de refrigerante - Verificar e corrigir.
- Painéis ou peças metálicas mal fixadas. - Verificar e fixar.
5. Unidade opera continuamente - Carga térmica excessiva (unidade subdimensionada). - Verificar condições do projeto.
mas com baixo rendimento - Falta de refrigerante. - Verificar e corrigir vazamentos.
Adicionar refrigerante se necessário.Verificar
sub-resfriamento da serpentina.
- Presença de incondensáveis no sistema. - Verificar e corrigir. Fazer vácuo e carga.
- Sujeira no condensador ou evaporador. - Verificar e corrigir. Lavar condensador.
- Compressor defeituoso. - Verificar pressões e correntes do compressor.
Substituir se necessário.
- Insuficiente alimentação de refrigerante - Verificar obstrução no filtro secador, no
no evaporador. distribuidor ou nas linhas. Substituir ou corrigir.
- Verificar obstrução na válvula de expansão.
Substituir se necessário.
- Verificar regulagem no superaquecimento
da válvula de expansão (4 a 6ºC).
Ajustar se necessário.
- Verificar perda de carga excessiva nas linhas de
refrigerante devida à distância, desnível ou diâmetro
das tubulações. Corrigir se necessário
- Verificar posição do bulbo e do tubo equalizador
da válvula de expansão. Corrigir de acordo com
especificação de fábrica.
- Baixa vazão de ar no evaporador. - Verificar sujeira nos filtros de ar. Limpar ou
substituir.
- Verificar sujeira na serpentina.
Limpar e providenciar filtragem adequada.
- Verificar registros de regulagem da rede de dutos.
- Verificar especificação da rotação do ventilador.
- Verificar funcionamento do motor.
Substituir se necessário.
- Óleo no evaporador. - Verificar e drenar.
- Compressor opera com rotação invertida. - Verificar as pressões de sucção e descarga.
Caso se verifique a inversão, inverter dois cabos
de alimentação da borneira de força da unidade.
28 IOM Roof Top Wal Mart - G - 07/11
PROBLEMA POSSÍVEL CAUSA PROCEDIMENTO
6. Pressão de descarga elevada - Baixa vazão de ar no condensador. -Verificar especificação da rotação do ventilador.
- Verificar funcionamento do motor.
Substituir se necessário.
-Verificar sujeira na serpentina.
Limpar e providenciar filtragem adequada.
- Obstrução parcial de fluxo de ar no condensador. - Verificar e corrigir.
- Condensador com sujeira. - Verificar e limpar.
- Temperatura elevada de entrada do ar de - Verificar curto circuito do ar de condensação ou
condensação. tomada de ar insuficiente. Corrigir.
- Excesso de refrigerante. - Verificar e remover excesso, ajustando o sub-
resfriamento entre 8 e 11ºC (condição ARI 210).
- Presença de incondensáveis no sistema. - Verificar e corrigr. Fazer vácuo e carga.
- Carga térmica excessiva (unidade sudmensionada). - Verificar e substituir a unidade
caso haja necessidade.
- Pressostato de alta desarmado sem causa aparente. - Verificar regulagem e atuação.
Substituir se necessário.
7. Pressão de descarga - Falta de refrigerante. - Verificar e corrigir vazamentos.
reduzida Adicionar refrigerante se necessário.
- Compressor defeituoso. - Verificar pressões de sucção e descarga.
Substituir se necessário.
- Compressor opera com rotação invertida. - Verificar as pressões de sucção e descarga.
Caso se verifique a inversão, inverter dois cabos
de alimentação da borneira de força da unidade.
8. Pressão de sucção reduzida - Inversão de rotação no ventilador evaporador. - Verificar e corrigir
- Pressão de descarga reduzida. - Vide ocorrência 8.
- Carga térmica insuficiente. - Verificar condições de projeto.
- Falta de refrigerante. - Verificar e corrigir vazamentos.
Adicionar refrigerante se necessário.
- Baixa vazão no ar do evaporador. - Verificar sujeira nos filtros de ar.
Limpar ou substituir.
- Verificar sujeira na serpentina.
Limpar providenciar filtragem adequada.
- Verificar registros de regulagem de rede de dutos.
- Verificar funcionamento do motor.
Substituir se necessário.
- Insuficiente alimentação de refrigerante - Verificar obstrução no filtro secador, no distribui-
no evaporador. dor ou nas linhas. Substituir se necessário.
- Verificar obstrução na válvula de expansão.
Substituir se necessário .
- Verificar regulagem do superaquecimento da
válvula de expansão (4 a 6°C).
Ajustar se necessário.
- Verificar perda de carga excessiva nas linhas de
refrigerante devida à distância, desnível ou diâmetro
das tubulações. Corrigir se necessário.
- Verificar posição do bulbo e do tubo equalizador
da válvula de expansão. Corrigir de acordo com
especificação de fábrica.
- Pressostato de baixa desarmado sem causa - Verificar regulagem e atuação.
aparente. Substituir se necessário.
9. Pressão de sucção - Carga térmica excessiva. - Verificar condições de projeto.
elevada. - Compressor defeituoso. - Verificar as pressões de sucção e descarga.
Substituir se necessário.
- Compressor opera com rotação - Verificar as pressões de sucção e descarga.
invertida. Caso se verifique a inversão, inverter dois cabos
de alimentação da borneira de força da unidade.

IOM Roof Top Wal Mart - G - 07/11 29


ANEXO II - PROGRAMA DE MANUTENÇÃO PERIÓDICA
CLIENTE: _ __________________________________________________________________________
ENDEREÇO: _ __________________________________________________________________________
LOCALIZAÇÃO DO EQUIPAMENTO:_ _______________________________________________________
UNIDADE MOD.:_ __________________________________________ Nº DE SÉRIE_ __________________
CÓDIGOS DE FREQÜÊNCIAS: A - Semanal B - Mensal C - Trimestal D - Semestral E - Anual

FREQÜÊNCIA
ITEM DESCRIÇÃO DOS SERVIÇOS A B C D E

01 INSPEÇÃO GERAL Verificar fixações, ruídos, vazamentos,


isolamentos •
02 COMPRESSOR (es)
02a Pressão sucção - Medição •
02b Pressão descarga - Medição •
02c Bornes - Conexões - Verificar aperto e contato •
02d Verificar pressostatos - Atuação •
02e Verificar dispositivos de proteção (sobrecarga) •
02f Correntes - Medição •
02g Tensão - Medição •
02h Verificar elasticidade dos coxins de borracha dos compressores •
02i Verificar fiação de alimentação •
02j Aquecedor de cárter - verificar funcionamento •
03 CIRCUITO REFRIGERANTE
03a Vazamentos - verificar •
03b Verificar filtro secador - Trocar se necessário •
03c Válvulas expansão - Verificar funcionamento •
03d Superaquecimento - Medir - Ajustar se necessário •
03e Sub-resfriamento - Medir - Corrigir se necessário •
03f Verificar isolamento das tubulações •
03g Verificar estado das tubulações (amassamento, etc...) •
04 VENTILADORES DO EQUIPAMENTO
04a Verificar correias - Tensão •
04b Verificar correias - Desgaste •
04c Verificar rolamentos dos motores •
04d Tensão dos motores - Medição •
04e Correntes dos motores - Medição •
04f Limpeza dos rotores •
04g Verificar desbalanceamento •
05 SERPENTINA - EVAPORADOR
05a Limpeza do aletado •
05b Limpeza dreno •
05c Limpeza bandeja •

30 IOM Roof Top Wal Mart - G - 07/11


FREQÜÊNCIA
ITEM DESCRIÇÃO DOS SERVIÇOS A B C D E
06 SERPENTINA CONDENSADOR - AR
06a Limpeza do aletado •
06b Limpeza bandeja •
06c Limpeza dreno •
07 FILTROS DE AR
07a Inspeção e limpeza •
08 AQUECIMENTO (caso instalado)
08a Verificar resistências •
08b Verificar “Flow-Switch” •
08c Verificar termostato de segurança •
08d Verificar conexões - bornes •
09 UMIDIFICAÇÃO (caso instalado em campo)
09a Verificar resistências •
09b Chave de bóia - “Flow Switch” •
09c Bóia d’água •
09d Nível d’água •
10 COMPONENTES ELÉTRICOS
10a Inspeção geral - Verificar aperto, contato e limpeza •
10b Regulagem de relés de sobrecarga •
10c Controles/Intertravamentos - Verificar funcionamento •
10d Termostato/Chave - Verificar atuação e regulagem •
10e Verificar tensão, corrente, desbalanceamento entre fases •
10f Verificar aquecimento dos motores •
10g Verificar estado e aquecimento dos cabos de alimentação •
11 GABINETE
11a Verificar e eliminar pontos de ferrugem •
11b Examinar e corrigir tampas soltas e vedação do gabinete •

IOM Roof Top Wal Mart - G - 07/11 31


ANEXO III - FLUXOGRAMAS FRIGORÍFICOS

SIMBOLOGIA LEGENDA

Tubulação 1 - Compressor
Tubulação de cobre de interligação (a executar) 2 - Condensador
Indicação do sentido do fluxo de refrigerante 3 - Evaporador
Conexão com porca-flange 4 - Válvula de expansão termostática
Conexão soldada com equalização externa
LS Linha de sucção 5 - Filtro de tela
LD Linha de descarga 6 - Válvula de serviço e tomada de
pressão
LL Linha de líquido
7 - Filtro secador
CE Capilar de equalização da V.E.T.
8 - Pressostato de alta pressão
9 - Pressostato de baixa pressão

UNIDADES 40RT + 38AB (UM CIRCUITO)

3
9 6
LD
6 9 6
5 2
LS 1
COMP

6 6
7
LL

UNIDADE EVAPORADORA UNIDADE CONDENSADORA

UNIDADES 40RT + 38AB (DOIS CIRCUITOS)

8 6
LD
6 9 6
LS 5
COMP 1

6 6
7
LL

4
3

8 6 2
LD
6 9 6
LS 5
COMP 1

6 6
7
LL

UNIDADE EVAPORADORA UNIDADE CONDENSADORA

32 IOM Roof Top Wal Mart - G - 07/11


ANEXO IV - ESQUEMA ELÉTRICO
38ABA 150 - 380V

IOM Roof Top Wal Mart - G - 07/11 33


38ABA 150 - 380V (Cont.)

34 IOM Roof Top Wal Mart - G - 07/11


38ABA 240 - 380V

IOM Roof Top Wal Mart - G - 07/11 35


38ABA 240 - 380V (Cont.)

36 IOM Roof Top Wal Mart - G - 07/11


38ABA 300 - 380V

IOM Roof Top Wal Mart - G - 07/11 37


38ABA 300 - 380V (Cont.)

38 IOM Roof Top Wal Mart - G - 07/11


38ABA 480 - 380V

IOM Roof Top Wal Mart - G - 07/11 39


38ABA 480 - 380V (Cont.)

40 IOM Roof Top Wal Mart - G - 07/11


ANEXO V - RELATÓRIO DE PARTIDA INICIAL (RPI)

1. IDENTIFICAÇÃO DO EQUIPAMENTO:

MODELO:_ ___________________________ N° SÉRIE:_______________________ DATA DA PARTIDA:_____/_____/_____


CLIENTE:_____________________________ CONTATO:_ ____________________ INSTALADOR:______________________
ENDEREÇO:_________________________________________________________ FUNCIONÁRIO:_____________________
CIDADE:_ ____________________________ ESTADO:_______________________ FUNÇÃO:_ ________________________

2. CARACTERÍSTICAS DA UNIDADE
DADOS DO COMPRESSOR CIRCUITO 1 CIRCUITO 2
Modelo
N° Série
Capacidade TR TR
Tensão Nominal V V
Corrente Nominal A A

3. LEITURA DOS TESTES CIRCUITO 1 CIRCUITO 2


Tensão de Alimentação do Compressor V V
Corrente de Consumo do Compressor A A

Cosseno ϕ do Compressor kW kW
Potência calculada do Compressor
Pressão da Linha de Descarga (Alta) kPa kPa
Pressão da Sucção (Baixa) kPa kPa
Temperatura da Linha de Líquido °C °C
Temperatura da Sucção do Compressor °C °C
Sub-resfriamento °C °C
Superaquecimento °C °C

Tensão do Evaporador V Corrente do Motor do Evaporador A


Cosseno ϕ do Motor Evaporador Potência Calculada Evaporador kW
Rotação do Motor do Evaporador rpm Vazão de Ar do Evaporador m3/h
Temperatura Bulbo Seco Entrada Evapor. °C Temperatura Bulbo Seco Entrada Cond. °C
Temperatura Bulbo Seco Saída Evapor. °C Temperatura Bulbo Seco Saída Cond. °C
Temperatura Bulbo Úmido Entrada Evap. °C Velocidade de Face Evaporador m/s
Temperatura Bulbo Úmido Saída Evap. °C Carga de Gás C1 / C2 kg
Pressão Estática Disponível Descarga mmca Corrente Motor Condensador A
Rotação do Motor Condensadora C1 / C2 rpm Oscilação V.E.T Circuito 2 °C
Oscilação V.E.T Circuito 1 °C
Pressostato de Alta: Entra kPa Desarma kPa
Entra kPa Desarma kPa
Pressostato de Baixa: Entra kPa Desarma kPa
Entra kPa Desarma kPa

IOM Roof Top Wal Mart - G - 07/11 41


4. VERIFICAÇÕES CIRCUITO 1 CIRCUITO 2
4.1 SIM NÃO SIM NÃO
- Vazamento
- Superaquecimento Normal
- Sub-resfriamento Normal
- Tensão Normal
- Corrente Normal
- Relé de Sobrecarga Regulado
4.2 ACESSÓRIOS E CONTROLES: SIM
- Vazamento
- Tensão do Motor do Ventilador do Evaporador Normal
- Tensão do Motor do Ventilador do Condensador Normal
- Corrente do Motor do Ventilador do Evaporador Normal
- Corrente do Motor do Ventilador do Condensador Normal
- Sentido de Rotação dos Ventiladores Correto
- Polias Alinhadas e Fixadas
- Relés de Sobrecarga Regulados
- Pressostatos de Baixa Atuando na Faixa Normal
- Pressostatos de Alta Atuando na Faixa Normal
- Termostato de Controle Atuando na Faixa Normal
- Vazão de Ar para o Condensador Regulada
- Os drenos para Água Condensada estão adequadamente instalados
- Chave Seccionadora com Fusíveis
- Descarga dos Condensadores obstruídas
- Temperatura de Entrada de Ar nos Condensadores Normal
5. MEDIÇÕES (Indicar Unidade das Leituras)
a) Antes da Partida___________/___________/___________V
ELÉTRICA: (Desbalanceamento da voltagem nos bornes de cada compressor parado)
Compressor 1 - N°/s: Compressor 2 - N°/s:
L1 - L2 = _______________V L1 - L2 = _______________V
L2 - L3 = _______________V L2 - L3 = _______________V
L3 - L1 = _______________V Vm =_____V L3 - L1 = _______________V Vm =_____V
MAIOR DIFERENÇA =_____V MAIOR DIFERENÇA =_____V
(Compressor 1) (Compressor 2)
(V)% = MD x 100 =__________________ (V)% = MD x 100 =__________________
VM VM
b) Partida da Unidade___________/___________/___________V
Compressor 1 - N°/s: Compressor 2 - N°/s:
L1 - L2 = _______________V L1 - L2 = _______________V
L2 - L3 = _______________V L2 - L3 = _______________V
L3 - L1 = _______________V Vm =_____V L3 - L1 = _______________V Vm =_____V
MAIOR DIFERENÇA =_____V MAIOR DIFERENÇA =_____V
(Compressor 1) (Compressor 2)
(V)% = MD x 100 =__________________ (V)% = MD x 100 =__________________
VM VM
6. CONDIÇÕES NORMAIS DE OPERAÇÃO
- Visor Líquido - Sem Bolhas e/ou Umidade
- Superaquecimento - 4 °C a 6 °C
- Sub-resfriamento - 8 °C a 11°C
- Tensão - de Placa ± 10%
- Correntes - Ver Dados Elétricos
- Pressostatos - Ver Dados Técnicos
7. OBSERVAÇÕES

_____________________________________________ _____________________________________________
Assinatura do Instalador Assinatura do Cliente

IOM Roof Top Wal Mart - G - 07/11 42


ANEXO VI - PROCEDIMENTOS DE SELEÇÃO
1 - DADOS DE PROJETO
Capacidade Total (C.T.) 51500 kcal/h
Capacidade Sensível (C.S.) 43000 kcal/h
Vazão de ar no Evaporador (V) 13600 m3/h
Condições de ar na entrada do
evaporador (T.B.S.E./T.B.U.E.) 25/18°C
Temperatura do ar de entrada no
condensador (T.A.C.) 35°C

2 - FÓRMULAS
Capacidade Sensível corrigida:
C.S.C. = C.S. + [0.29 x V x (1 - B.F.) x
(T.B.S.E. - 26.7) [ KCal/h)]
onde
B.F. = Fator de By-Pass
Temperatura de bulbo seco na saída da serpentina T.B.S.S. = T.B.S.E. - [C.S./ (0,29 x V)]
Diferencial de Temperatura (DT)
DT = T.S.C. - T.A.C.
onde
T.S.C. = Temperatura Saturada de Condensação

3 - PROCEDIMENTOS PARA SELEÇÃO
3.1 - CÁLCULO DAS CAPACIDADES
Entrar na tabela de Performance, com a vazão de ar e T.B.U.E.
Entrar na horizontal com a T.A.C.
C.T. = 51717 Kcal/h
C. S. = 48880 Kcal/h
C.T.R. = 67449 Kcal/h
Obs.:
Se o T.B.S.E. for diferente de 26,7°C fazer a correção do C.S.
Logo:
25 = 26,7 Portanto fazer a correção
C.S.C. = C.S. + [0,29 x V x (1 - B.F.) x (T.B.S.E. - 26,7)]
C.S. = 48880 Kcal/h
V = 13600 m3/h
B.F. = 0,17 (Tabela de selecionamento)
C.S.C = 43315 Kcal/h
Comparar C.S.C. com o dado de projeto, se for maior ou igual estará ok. 43315>43000

4 - UNIDADE SELECIONADA
40RTC 240 C.T = 51717 Kcal/h
C.S. = 43315 Kcal/h
C.T.R = 67449 Kcal/h

IOM Roof Top Wal Mart - G - 07/11 43


TEMPERATURA DE 40RT 240

44
ENTRADA VAZÃO DE AR NO EVAPORADOR - FATOR BY-PASS
DO AR DE CONDEN- 10880 - 0.14 12240 - 0.16 13600 - 0.17 14960 - 0.19
SAÇÃO TEMPERATURA DE BULBO ÚMIDO NO EVAPORADOR (C)
(OC) 16 18 20 22 16 18 20 22 16 18 20 22 16 18 20 22
C.T. 51100 54165 57734 61458 52561 54867 58470 62210 53805 55395 59018 62805 54873 55761 59430 63235
C.S. 51100 45530 39317 33138 52561 48057 41241 34423 53805 50438 43074 35649 54873 52746 44819 36805
25 67409 70951 74561 68409 71962 75566 69236 72801 76439
C.T.R. 64262 66004 67539 68904 69867 73514 77146

C.T. - Capacidade Total ( kcal/h)


T.S.C. 39.5 40.0 40.5 41.0 39.7 40.1 40.6 41.1 40.0 40.2 40.7 41.2 40.2 40.4 40.8 41.3

C.S. - Capacidade Sensível (kcal/h)


C.T. 49746 52439 55922 59565 51137 53109 56610 60321 52340 53545 57110 60840 53370 54009 57493 61233
C.S. 49746 44765 38584 32417 51137 47270 40504 33734 52340 49693 42325 34935 53370 51885 44089 36088
30
C.T.R. 63799 66600 70088 73652 65492 67576 71064 74684 66995 68294 71864 75480 68339 69061 72555 76159
T.S.C. 44.6 45.1 45.6 46.1 44.9 45.3 45.8 46.3 45.1 45.4 45.9 46.4 45.3 45.5 46.0 46.5
C.T. 48371 50702 54057 57619 49712 51184 54689 53273 50841 51717 55145 58749 51845 52466 55483 59107
TABELAS DE SELECIONAMENTO

C.S. 48371 43990 37831 31700 49712 46503 39746 32978 50841 48880 41562 34178 51845 50402 43314 35337
35
C.T.R. 63395 65846 69221 72741 65046 66619 70147 73672 66488 67449 70911 74431 67812 68528 71563 75080
T.S.C. 49.7 50.2 50.7 51.2 50.0 50.4 50.8 51.3 50.3 50.4 50.9 51.4 50.5 50.6 51.0 51.5
C.T. 47039 48996 52202 55630 48303 49513 52768 56197 49384 49949 53177 56625 50265 50305 53464 56944
C.S. 47039 43233 37086 30966 48303 45738 38991 32227 49384 48007 40804 33415 50265 50301 42542 34563
40
C.T.R. 63142 65224 68449 71856 64725 66031 69315 72696 66118 66764 70035 73411 67310 67384 70641 74028
T.S.C. 54.9 55.3 55.8 56.3 55.1 55.4 55.9 56.4 55.4 55.5 56.0 56.5 55.6 55.6 56.1 56.6

C.T.R. - Calor Total Rejeitado ( kcal/h)


TEMPERATURA DE 40RT 480
ENTRADA VAZÃO DE AR NO EVAPORADOR - FATOR BY-PASS
DO AR DE CONDEN- 15710 - 0.11 17680 - 0.12 19640 - 0.13 21600 - 0.15
SAÇÃO TEMPERATURA DE BULBO ÚMIDO NO EVAPORADOR (C)

T.S.C. - Temperatura Saturada de Condensação (oC)


(OC) 16 18 20 22 16 18 20 22 16 18 20 22 16 18 20 22

IOM Roof Top Wal Mart - G - 07/11


C.T. 92184 98320 104642 111199 93801 99829 106264 112958 95078 101020 107413 114330 96028 101870 108221 115144


C.S. 84607 75395 65943 56470 89152 79201 68778 58357 93025 82820 71391 60114 96028 86225 73858 61641
25 125552 132094 138768 127802 134450 141235 129774 136338 143352
C.T.R. 119081 121403 123399 124980 131458 137938 144929
T.S.C. 39.3 39.5 39.5 39.5 39.5 39.6 39.6 39.4 39.5 39.6 39.6 39.5 39.6 39.7 39.6 39.4


C.T. 89555 95433 101633 107976 91171 96864 103080 109616 92162 97956 104028 110648 93724 98768 104838 111374
C.S. 83227 74081 64680 551191 87744 77876 67459 57077 92162 81455 70026 58735 93724 84901 72501 60249
30
C.T.R. 118165 124423 130866 137347 120524 126606 133031 139720 122194 128473 134711 141461 124425 130113 136321 142931
T.S.C. 44.7 45.0 45.4 45.4 44.9 45.2 45.5 45.5 45.0 45.3 45.4 45.4 45.1 45.4 45.4 45.5
C.T. 87228 92746 98555 104799 88577 94058 99866 106149 89585 95013 100841 107084 91382 95598 101532 107710
C.S. 82073 72888 63381 53956 86267 76643 66144 55747 89585 80236 68746 57416 91382 83559 71188 58912
35
C.T.R. 117855 123738 129785 136182 119893 125805 131805 138235 121520 127550 133533 139879 124050 128914 135016 141257
T.S.C. 50.0 50.4 50.8 51.0 50.2 50.5 50.9 51.1 50.3 50.7 50.9 51.1 50.3 50.7 51.0 51.1
C.T. 85133 90272 95657 101651 86306 91438 96846 102842 87592 92265 97717 103528 89242 92628 98286 104122
C.S. 80969 71777 62167 52739 84885 75504 64907 54514 87592 79073 67479 56103 89242 82302 69927 57619
40
C.T.R. 118277 123727 129257 135426 120088 125627 131163 137292 121953 127217 132791 138633 124383 128314 134138 140010
T.S.C. 55.3 55.7 56.0 56.3 55.4 55.8 56.1 56.4 55.5 55.9 56.2 56.4 55.7 55.9 56.2 56.5
Módulo Ventilação
Módulo Ventilação 40RTC 240 WM
40RTC240
30,0

25,0

20,0
629
672
DADOS VAZÃO X PRESSÃO ESTÁTICA DISPONÍVEL

15,0 711
750
789
10,0 831

P. E.D. (mmca)

IOM Roof Top Wal Mart - G - 07/11


5,0

0,0
9000 9500 10000 10500 11000 11500 12000 12500 13000 13500 14000 14500 15000

Vazão (m³/h )

45
46
Módulo Ventilação
Módulo Ventilação 40RTC 480 WM
40RTC480
30,0

25,0

20,0
679
726
15,0 768
865
897
10,0 803

P. E. D. (mmca)

IOM Roof Top Wal Mart - G - 07/11


5,0

0,0
13000 14000 15000 16000 17000 18000 19000 20000 21000 22000

Vazão (m³/h )
ANEXO VII - CÁLCULO DE SUB-RESFRIAMENTO E SUPERAQUECIMENTO
SUB-RESFRIAMENTO SUPERAQUECIMENTO

1. Definição: 1. Definição:
Diferença entre temperatura de condensação saturada Diferença entre temperatura de sucção (Ts) e a
(Tcd) e a temperatura da linha de líquido (Tll) temperatura de evaporação saturada (Tev)
SR = Tcd - Tll SA = Ts - Tev

2. Equipamentos necessários para medição: 2. Equipamentos necessários para medição:


• Manifold • Manifold
• Termômetro de bulbo ou eletrônico (com sensor • Termômetro de bulbo ou eletrônico (com sensor de
de temperatura) temperatura)
• Filtro ou espuma isolante • Filtro ou espuma isolante
• Tabela de conversão Pressão-Temperatura para • Tabela de conversão Pressão-Temperatura para R-22
R-22
3. Passos para medição:
3. Passos para medição: 1º) Coloque o bulbo ou sensor do termômetro em
1º) Coloque o bulbo ou sensor do termômetro em contato com a linha de sucção, o mais próximo
contato com a linha de líquido próxima do filtro possível do compressor (10 a 20cm). A superfície
secador. Cuide para que a superfície esteja limpa. deve estar limpa e a medição ser feita na parte
Recubra o bulbo ou sensor com a espuma, de modo superior do tubo, para evitar leituras falsas. Recubra
a isolá-lo da temperatura ambiente. o bulbo ou sensor com a espuma, de modo a isolá-lo
2º) Instale o manifold nas linhas de descarga da temperatura ambiente.
(manômetro de alta) e sucção (manômetro de 2º) Instale o manifold nas linhas de descarga (manômetro
baixa). de alta) e sucção (manômetro de baixa).
3º) Depois que as condições de funcionamento 3º) Depois que as condições de funcionamento
estabilizarem leia a pressão o manômetro da linha estabilizarem-se leia a pressão no manômetro
de descarga. da linha de sucção. Da tabela de R-22 obtenha a
temperatura de evaporação saturada (Tev).
4º) No termômetro leia a temperatura de sucção (Ts)
As medições devem ser feitas com o equipamento 10 a 20 cm antes do compressor. Faça várias leituras
operando dentro das condições de projeto da e calcule sua média que será a temperatura adotada.
instalação para permitir alcançar a performance 5º) Subtraia a temperatura de evaporação saturada
desejada. (Tev) da temperatura de sucção, a diferença é o
superaquecimento.
4º) Da tabela de R-22, obtenha a temperatura de 6º) Se o superaquecimento estiver entre 4°C a 6°C, a
condensação saturada (Tcd) regulagem da válvula de expansão está correta. Se
5º) No termômetro leia temperatura da linha de estiver abaixo, muito refrigerante está sendo injetado
líquido (Tll). Subtraia-a da temperatura de líquido no evaporador e é necessário fechar a válvula (girar
de condensação saturada; a diferença é o sub- parafuso de regulagem para a direita - sentido
resfriamento. horário).
6º) Se o sub-resfriamento estiver entre 8°C a 11°C Se o superaquecimento estiver alto, pouco
a carga está correta. Se estiver abaixo, adicione refrigerante está sendo injetado no evaporador
refrigerante se estiver acima, remova refrigerante. e é necessário abrir a válvula (girar parafuso de
4. Exemplo de cálculo: regulagem para a esquerda - sentido anti-horário).

— Pressão da linha de descarga 4. Exemplo de cálculo:


(manômetro)...................................................260 psig — Pressão da linha de descarga
— Temperatura de condensação (manômetro)......................................................260 psig
saturada (tabela).............................................49°C — Temperatura de condensação
— Temperatura da linha de líquido saturada (tabela)................................................49°C
(termômetro)..................................................45°C — Temperatura da linha de líquido
— Sub-resfriamento (subtração).....................4°C (termômetro)....................................................45°C
— Adicionar refrigerante! — Sub-resfriamento (subtração)........................4°C
— Adicionar refrigerante!

• OBS.: Após fazer o ajuste da V.E.T. não esquecer de recolocar o capacete.


Somente regular o superaquecimento após o sub-resfriamento estar regulado.

IOM Roof Top Wal Mart - G - 07/11 47


DADOS PRESSÃO X TEMPERATURA

48 IOM Roof Top Wal Mart - G - 07/11


ANEXO VIII - TABELA DE CONVERSÃO R-22

PRESSÃO (PSIG) / TEMPERATURA (CELSIUS)


PSIG 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 PSIG
30 -14 -13.4 -13.3 -12.1 -11.6 -11.1 -10.5 -10 -9.5 -8.9 30
40 -8.4 -7.8 -7.3 -6.8 -6.3 -5.8 -5.3 -4.9 -4.4 -3.9 40
50 -3.5 -3 -2.6 -2.1 -1.6 -1.2 -0.8 -0.4 0 0.4 50
60 0.8 1.2 1.6 2 2.4 2.8 3.2 3.6 4 4.4 60
70 4.8 5.1 5.5 5.8 6.2 6.5 6.9 7.2 7.6 8 70
80 8.3 8.7 9 9.4 9.7 10.1 10.4 10.7 11 11.3 80
90 11.6 11.9 12.2 12.5 12.8 13.1 13.5 13.8 14.1 14.4 90
100 14.7 15 15.3 15.6 15.9 16.2 16.5 16.8 17 17.3 100
110 17.6 17.9 18.2 18.4 18.7 19 19.3 19.6 19.8 20.1 110
120 20.4 20.7 21 21.2 21.5 21.7 21.9 22.2 22.4 22.7 120
130 22.9 23.1 23.4 23.6 23.9 24.1 24.4 24.6 24.9 25.1 130
140 25.4 25.6 25.9 26.1 26.4 26.6 26.8 27 27.3 27.5 140
150 27.7 27.9 28.2 28.4 28.6 28.8 29.1 29.3 29.5 29.7 150
160 30 30.2 30.4 30.6 30.8 31.1 31.3 31.5 31.7 32 160
170 32.2 32.4 32.6 32.8 33 33.2 33.4 33.6 33.8 34 170
180 34.2 34.4 34.6 34.8 35 35.2 35.4 35.6 35.8 36 180
190 36.2 36.4 36.6 36.7 36.9 37.1 37.3 37.5 37.7 37.9 190
200 38.1 38.3 38.4 38.6 38.8 39 39.2 39.4 39.5 39.7 200
210 39.9 40.1 40.2 40.4 40.6 40.8 41 41.2 41.4 41.5 210
220 41.7 41.9 42.1 42.3 42.4 42.6 42.8 43 43.2 43.4 220
230 43.5 43.7 43.8 44 44.2 44.4 44.5 44.7 44.9 45 230
240 45.2 45.4 45.5 45.7 45.9 46 46.2 46.4 46.5 46.7 240
250 46.8 47 47.1 47.3 47.5 47.6 47.8 47.9 48.1 48.2 250
260 48.4 48.6 48.7 48.9 49 49.2 49.3 49.5 49.6 49.8 260
270 50 50.1 50.3 50.4 50.6 50.7 50.9 51 51.2 51.4 270
280 51.5 51.6 51.8 51.9 52.1 52.2 52.4 52.5 52.7 52.8 280
290 53 53.1 53.3 53.4 53.6 53.7 53.9 54.1 54.2 54.4 290
300 54.5 54.6 54.8 54.9 55 55.2 55.3 55.5 55.6 55.7 300
310 55.9 56 56.1 56.3 56.4 56.6 56.7 56.8 57 57.1 310
320 57.2 57.4 57.5 57.6 57.8 57.9 58 58.1 58.3 58.4 320
330 58.5 58.7 58.8 58.9 59.1 59.2 59.3 59.4 59.6 59.7 330
340 59.8 60 60.1 60.2 60.4 60.5 60.6 60.7 60.9 61 340
350 61.1 61.2 61.4 61.5 61.6 61.8 61.9 62 62.2 62.3 350
360 62.4 62.6 62.7 62.8 62.9 63 63.1 63.2 63.4 63.5 360
370 63.6 63.7 63.8 63.9 64 64.1 64.2 64.4 64.5 64.6 370
380 64.7 64.8 64.9 65 65.1 65.3 65.4 65.5 65.6 65.7 380
PSIG 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 PSIG

37

IOM Roof Top Wal Mart - G - 07/11 49


ANEXO IX - POSIÇÕES DE MONTAGEM / INSTALAÇÃO TÍPICA
A) POSIÇÕES DE MONTAGEM

PROTEÇÃO DE
RENOVAÇÃO
DE AR

SAÍDA FIAÇÃO ELÉTRICA


IGUAL NO LADO OPOSTO

TUBULAÇÃO PARA A
CONDESADORA

DRENO

DESCARGA

RETORNO

50 IOM Roof Top Wal Mart - G - 07/11


ANEXO X - DETALHE TÍPICO DE INSTALAÇÃO ELÉTRICA

A) 38AB (1 e 2 circuitos)

BITOLA DIMENSIONADA
DE ACORDO COM A DISTÂNCIA

DISJUNTOR
ALIMENTAÇÃO ALIMENTAÇÃO
PARA O QUADRO ELÉTRICO (3F+T) FORÇA
(ver manual)

CONDENSADORA 38AB
CABO (3F + T) PARA ALIMENTAÇÃO
DO MOTOR DO EVAPORADOR.

EVAPORADORA 40RT

IOM Roof Top Wal Mart - G - 07/11 51


A critério da fábrica, e tendo em vista o aperfeiçoamento do produto, as características daqui constantes poderão ser alteradas a qualquer momento sem aviso prévio.

ISO 9001
ISO 14001
OHSAS 18001
www.carrierdobrasil.com.br

IOM Roof Top Wal Mart - G - 07/11 256.10.055