Você está na página 1de 138

INSTRUÇÃO DE SERVIÇO – 01 - PM

MANUAL DE PADRONIZAÇÃO DOS


MODELOS DE DOCUMENTOS

2017
APRESENTAÇÃO

A história da humanidade tem sido marcada nas últimas décadas de forma


especial pela evolução da participação social, pelo aprimoramento do processo produtivo e da
tecnologia aplicada à gestão e pela qualificação das pessoas. Este processo produziu uma
exigência maior por parte da sociedade e a entrega de um produto cada vez melhor por parte
das instituições.
Sendo que, uma gestão eficiente é estabelecida através da combinação de
recursos materiais, processos bem definidos e otimizados, pessoas qualificadas e motivadas, e
a entrega de um produto de qualidade.
Neste mesmo diapasão, o setor público busca também acompanhar este
movimento, ampliar a participação social e desenvolver suas atividades buscando melhor
atender as demandas do cidadão.
A Polícia Militar do Estado de Goiás (PMGO), tem norteado suas ações e sua
estratégia, seguindo estes mesmos paradigmas, desenvolvendo ações firmes na melhoria da
qualidade de seus serviços e na qualificação da gestão. Para tanto, instituiu o seu Plano
Estratégico abrangendo o período de 2016 a 2022 (Portaria nº 7899/ 20 de maio de 2016),
criou o Comitê Gestor (Portaria nº 008055/ 04 de julho de 2016) e executa o planejamento
estratégico através de planos anuais de gestão, os quais estabelecem metas anuais para que a
corporação atinja seus objetivos estratégicos.
Dentro desta perspectiva buscando cumprir o objetivo estratégico 10.8
“Aprimorar a gestão Institucional para atender às demandas da sociedade a PMGO”, tem
implementado um processo de melhoria e redesenho de sua estrutura organizacional e
funcional. Assim os processos são revistos e melhorados de maneira continuada.
Desta forma, e buscando a efetiva melhoria dos serviços prestados ao cidadão,
a Polícia Militar do Estado de Goiás institui esta IS–01–PM, Manual de Padronização dos
Modelos de Documentos. Trata-se de um instrumento que tem a finalidade qualificar o
planejamento e a execução das atividades realizadas pela Corporação. Apresentando conceitos
e definindo modelos dos principais documentos utilizados para o planejamento, a execução e
a comunicação de informações corporativas.

Divino Alves de Oliveira – Coronel PM


Comandante Geral da PMGO

3
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
SUMÁRIO

1. Disposições gerais...............................................................................................6
1.1 Da finalidade.................................................................................................6
1.2 Dos objetivos................................................................................................6
1.2.1 Gerais.........................................................................................................6
1.2.2 Específicos.................................................................................................6
1.3 Etapas a serem seguidas para a produção de documentos............................6
2. Base conceitual...................................................................................................7
2.1 Polícia Militar...............................................................................................7
2.2 Órgãos de comando e direção.......................................................................7
2.3 Órgãos de apoio............................................................................................7
2.4 Órgãos de execução......................................................................................7
2.5 Missão da Institucional da Polícia Militar do Estado de Goiás....................7
2.6 Planejamento.................................................................................................7
2.7 Projeto...........................................................................................................7
2.8 Processo........................................................................................................7
2.9 O Processo Decisório....................................................................................7
2.10 Comandante................................................................................................8
2.11Visão sistêmica............................................................................................8
3. Apresentação Gráfica dos Documentos..............................................................9
3.1 Fundamentação.............................................................................................9
3.2 Medidas a serem observadas........................................................................9
3.3 Diagramação.................................................................................................9
3.4 Cabeçalho...................................................................................................10
3.5 Rodapé........................................................................................................11
3.6 Estrutura do Ato Administrativo Normativo..............................................11
3.7 Estrutura do Ofício.....................................................................................20
3.8 Estrutura da Parte........................................................................................22
4. Conceituação e Modelo dos documentos..........................................................24
4.1 Aspectos Gerais..........................................................................................24
4.2 Rol dos principais documentos...................................................................24
4.3 Conceituação, detalhamento e modelo.......................................................24
4.3.1 Análise de Conjuntura.............................................................................25
4.3.2 Estudo de Estado Maior...........................................................................28
4.3.3 Estudo de Situação...................................................................................34
4.3.4 Laudo de Segurança.................................................................................37
4.3.5 Termo de Vistoria Técnica......................................................................54
4.3.6 Alvará de Funcionamento........................................................................61
4.3.7 Autorização..............................................................................................63
4.3.8 Declaração de Não Semelhança...............................................................65
4.3.9 Projeto para Celebração de Convênios....................................................69
4.3.10 Requisição de Despesa..........................................................................75
4.3.11 Diretriz...................................................................................................79
4.3.12 Instrução Normativa..............................................................................84
4.3.13 Instrução de Serviço..............................................................................88
4
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
4.3.14 Plano......................................................................................................92
4.3.15 Ordem de Atendimento..........................................................................95
4.3.16 Ordem de Operação...............................................................................98
4.3.17 Ordem de Missão.................................................................................102
4.3.18 Nota de Serviço....................................................................................105
4.3.19 Nota de Instrução.................................................................................109
4.3.20 Ordem de Serviço................................................................................112
4.3.21 Escala de Serviço................................................................................116
4.3.22 Orientações para o Turno de Serviço...................................................118
4.3.23 Relatório..............................................................................................120
4.3.24 Portaria.................................................................................................124
4.3.25 Ofício...................................................................................................128
4.3.26 Parte.....................................................................................................130
4.3.27 E-mail..................................................................................................132
5. Das Disposições Finais..................................................................................134
6. Referências Bibliográficas.............................................................................135

5
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
1. DISPOSIÇÕES GERAIS

1.1 Da Finalidade

A Instrução de Serviço nº 01 (IS-01-PM), Manual de Padronização dos


Modelos de Documentos tem como finalidade conceituar e definir o padrão dos modelos de
documentos utilizados nas atividades administrativas e operacionais produzidos no âmbito da
Corporação.

1.2 Dos Objetivos

1.2.1 Gerais
I. Melhorar o desempenho institucional;
II. Aprimorar o processo de tomada de decisão e a uniformidade dos
documentos.

1.2.2 Específicos
I. Conceituar os principais documentos de planejamento, execução, controle e
comunicação;
II. Padronizar os principais modelos dos documentos.

1.3 Etapas a serem seguidas para a produção de documentos


I. Coletar as informações;
II. Avaliar as alternativas;
III. Analisar a situação;
IV. Estabelecer consequências prováveis e compará-las;
V. Tomar decisões;
VI. Transformar a decisão em ação;
VII. Relatar e encerrar a atividade;
VIII. Avaliar se a execução atingiu os objetivos propostos.

6
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
2. BASE CONCEITUAL:

2.1 Polícia Militar: órgão permanente, organizado com base na hierarquia e


na disciplina, com atribuição constitucional da preservação da ordem pública e de Polícia
Ostensiva, integrante da estrutura organizacional da Secretaria de Estado da Segurança
Pública e força auxiliar e reserva do Exército. A Corporação é estruturada em Órgãos de
Comando e Direção, Apoio e Execução.

2.2 Órgãos de Comando e Direção: são os órgãos que exercem o controle, a


coordenação, a fiscalização e a administração da Corporação. Bem como o planejamento
estratégico, visando o alinhamento institucional à sua organização, o planejamento tático em
questões de âmbito geral e o planejamento operacional em atividades que demandem o
esforço de mais de um Comando Regional ou que impactem, de forma acentuada, a
preservação da ordem pública e o cumprimento da missão institucional da Polícia Militar do
Estado de Goiás.

2.3 Órgãos de Apoio: são os órgãos que cuidam das atividades meio da
corporação, cumprindo as diretrizes, planos, notas de instrução e ordens emanadas dos órgãos
de comando e direção, relativos a pessoal, finanças, ensino, pesquisa, instrução, cultura,
logística, correições, tecnologia da informação e saúde.

2.4 Órgãos de execução: são os órgãos que exercem as atividades fim da


corporação, cumprindo diretrizes, planos, notas de instrução e de serviço e ordens de
atendimento e de serviço. São responsáveis também pela elaboração de todos os documentos
de planejamento operacional constantes do processo decisório e dentro de sua área de
atribuição.

2.5 Missão Institucional da Polícia Militar do Estado de Goiás: proteger as


pessoas, cumprir a lei, defender o meio ambiente e garantir direitos, promovendo a paz social.

2.6 Planejamento: é a atividade que busca especificar de forma clara os


objetivos a serem atingidos, decidir antecipadamente as ações apropriadas que devem ser
executadas e o esforço a ser realizado, visando alcançar estes objetivos e cumprir a missão da
Polícia Militar.

2.7 Projeto: é um esforço temporário, empreendido para criar um produto,


serviço ou resultado exclusivo.

2.8 Processo: é um conjunto de atividades ou tarefas estruturadas e


relacionadas que produzem um serviço ou produto específico de forma contínua e repetitiva, e
com condições de replicar os requisitos de qualidade preestabelecidos.

2.9 O Processo Decisório: é um conjunto de atividades de planejamento e de


execução que norteia a condução da corporação a um objetivo comum uniforme, previamente
7
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
definido pela sua missão institucional e desdobrado diante de um fato concreto. Sua finalidade
é orientar os comandantes dos diversos níveis, nas atividades operacionais e administrativas,
para as tarefas de gestão.

2.10 Comandante: é aquele que planeja, organiza, dirige, coordena e controla


o emprego de forças policiais militares.

2.11 Visão sistêmica: é a percepção da Corporação como um todo e a


compreensão de como funcionam e se integram seus processos de obtenção, transformação e
entrega de seus serviços, produtos e informações. Permite entender como se integram os
processos internos e como eles se relacionam com o ambiente externo, como circulam as
informações veiculadas através destes processos internos, desde seus pontos de origem, nos
quais são geradas, até seus destinos, nos quais são utilizadas.

8
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
3. APRESENTAÇÃO GRÁFICA DOS DOCUMENTOS

3.1 Fundamentação:

A construção deste manual se fundamenta especialmente no Manual de


Redação Oficial do Estado de Goiás (Decreto nº 6.339 de 26 de dezembro de 2005), no
Manual de Identidade Visual da Polícia Militar (Portaria nº 4992/ 08 de maio de 2014) e na
cultura organizacional da Instituição.

3.2 Medidas a serem observadas:

Os documentos oficiais produzidos no âmbito da PMGO serão confeccionados


em sistemas informatizados (editores de texto), devendo ser observadas as seguintes medidas:
3.2.1 Campo destinado à margem superior – 4,0 cm;
3.2.2 Campo destinado à margem inferior – 2,0 cm;
3.2.3 Campo destinado à margem esquerda – 3,0 cm; e
3.2.4 Campo destinado à margem direita – 2,0 cm.

3.3 Diagramação:

3.3.1 Deve ser utilizada fonte do tipo Times New Roman de corpo 12 no texto
em geral, 11 nas citações e 10 nas linhas de rodapé.
3.3.2 É obrigatório constar a numeração de página desde a primeira folha.
Deve ser usada no canto direito inferior da página com fonte tamanho 12.
3.3.3 O início de cada parágrafo do texto deverá ter 2,5 cm de distância da
margem esquerda. O campo destinado à margem esquerda terá 3,0 cm de largura. O campo
destinado à margem direita terá 2,0 cm.
3.3.4 Deve ser utilizado espaçamento 1 ou 1,5 entre as linhas de 6 pontos após
cada parágrafo. Dependendo da quantidade de parágrafos do documento pode-se usar espaço
duplo ou simples entre cada parágrafo.
3.3.5 Não se recomenda o uso de negritos, itálicos, sublinhados, letras
maiúsculas, sombreamentos, relevos, bordas ou qualquer outra forma de formatação que afete
a elegância e a sobriedade do documento, salvo extrema importância. É deselegante o negrito
do nome do signatário.
3.3.6 A impressão do texto deverá ser feita em cor preta e o papel branco. A
impressão do cabeçalho poderá ser feita em cores ou na cor preta. Cores podem ser usadas
somente para gráficos e ilustrações. O papel deverá ser usado no tamanho A-4 (297x210mm).

9
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
3.4 Cabeçalho:

Considerando o princípio da publicidade, o cabeçalho é imprescindível para


identificar a unidade orgânica expedidora do documento. Nele consta a representação da
estrutura administrativa da unidade responsável pelo ato e leva em consideração a disposição
hierárquica entre os órgãos de maneira decrescente. Deve-se fazer presente em todos os
documentos oficiais da PMGO conforme orientações abaixo:
3.4.1 O cabeçalho deve apresentar o logotipo da PMGO à esquerda,
observando o modelo e tamanho no Manual de Identidade Visual da Polícia Militar do Estado
de Goiás e o logotipo do Estado de Goiás à direita. Ambos devem estar dentro dos 4,0 cm do
limite superior da página, devidamente alinhadas conforme previsto no Manual de Redação
Oficial do Estado de Goiás e colocadas somente na primeira página do documento. O
tamanho do logotipo da PMGO deverá seguir o padrão definido pelo Manual de Identidade
Visual, segundo a Portaria nº 4992/ 08 de maio de 2014, que especifica o tamanho de 3 cm
para a altura e 2,35 cm para a largura, conforme a figura 01. O tamanho do logotipo do Estado
de Goiás deverá ser proporcional ao logotipo da PMGO, conforme a figura 02.

Figura 01. Logotipo da Polícia Militar do Estado de Goiás

3 cm

2,35 cm

Fonte: Manual de Identidade Visual da PMGO (2014).

Figura 02. Logotipo do Estado de Goiás

Fonte: Manual de Redação Oficial do Estado de Goiás

3.4.2 Na página, o cabeçalho será escrito com fonte tipo Times New Roman,
caixa alta, tamanho 10, espaçamento entrelinhas simples, e alinhamento centralizado;
10
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
3.4.3 Atenderá a seguinte estrutura: na primeira linha “ESTADO DE GOIÁS”;
na segunda linha “SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA”; na terceira linha
“POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS” e na quarta linha “O NOME DA
UNIDADE QUE PRODUZIU O DOCUMENTO”, conforme a figura 03 “GABINETE DO
COMANDANTE GERAL”.

Figura 03. Modelo de cabeçalho dos documentos da Polícia Militar do Estado de Goiás

Fonte: PM/8 (2017)

3.5 Rodapé:

É o texto posicionado na parte inferior da página, contendo dados relativos à


localização geográfica da unidade expedidora do documento, telefone, e-mail, e nome do
digitador. O rodapé deve constar em todos os documentos oficiais da PMGO conforme
orientações abaixo:
3.5.1 Antes da primeira linha de texto do rodapé, aplica-se uma linha traçada,
destacando a separação do rodapé do corpo do documento;
3.5.2 A fonte empregada será Times New Roman tamanho 10, espaçamento
entrelinhas simples e alinhamento centralizado;
3.5.3 Na primeira linha, será indicado o nome da unidade que produziu o
documento; na segunda linha, será informado o endereço, na terceira linha o número de
telefone e/ou fax e endereço eletrônico (e-mail) da unidade que produziu o documento;
3.5.4 As inicias do digitador/ sigla do setor/ nome do arquivo, deverão estar na
última linha do rodapé, alinhada à direita e a fonte empregada será tamanho 8;

3.6 Estrutura do Ato Administrativo Normativo

3.6.1 A estrutura do Ato Administrativo Normativo (Portaria, Instrução


Normativa ou Instrução de Serviço), será composta por quatro partes, sendo: Preliminar,
Normativa, Final e Agrupamentos.

11
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
3.6.1.1 Composição da Parte Preliminar:
I - Epígrafe.
II - Ementa:
III - Preâmbulo;
IV - Enunciado do objeto;
V - Indicação do âmbito de aplicação das disposições normativas.
Obs.: Os itens IV e V, doravante serão chamados “artigo 1º ”.
3.6.1.2 Composição da Parte Normativa:
I - Artigo;
II - Parágrafo;
III - Inciso;
IV - Alínea;
V - Item.
3.6.1.3 Composição da Parte Final:
I- Cláusula de vigência;
II - Cláusula revogatória;
III - Cláusula de disposições transitórias.
3.6.1.4 Dos Agrupamentos: explicação no item 3.6.5 deste Manual.
3.6.2 Parte Preliminar - Compreendida pela epígrafe, ementa, preâmbulo e
artigo 1º, da seguinte forma:
3.6.2.1 Epígrafe - Indica a espécie normativa da proposição, o respectivo
número e data de edição do ato. Recuo de 2,5 cm da margem esquerda em caixa alta e negrito.
Exemplo 1:
PORTARIA Nº 00

Exemplo 2:
INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 00

Exemplo 3:
INSTRUÇÃO DE SERVIÇO Nº 00
Obs.: As numerações de portaria assinada pelo Comandante-Geral, bem como
da Instrução Normativa e da Instrução de Serviço, serão realizadas somente pela 1ª Seção do
EME. Dessa forma, digite somente a palavra “PORTARIA Nº", "INSTRUÇÃO
NORMATIVA Nº" ou "INSTRUÇÃO DE SERVIÇO Nº".

12
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
3.6.2.2 Ementa - Sintetiza o conteúdo da portaria de modo claro e conciso
permitindo o conhecimento da matéria normatizada. Recuo de 8 cm da margem esquerda e
justificado.
Exemplo:
Institui o Guia Simplificado para Elaboração
de Portaria da Polícia Militar do Estado de
Goiás - PMGO.
3.6.2.3 Preâmbulo - Indicará o órgão ou instituição competente para a prática
do ato e sua base legal, utilizando nas formas verbais "DECRETA", "RESOLVE" ou
"PROMULGA", nos termos da competência de que esteja investido. No caso do Comandante-
Geral da PMGO, ele "RESOLVE". Recuo de 2,5 cm da margem esquerda em caixa alta e
negrito.
Na elaboração, é imprescindível a inclusão da justificativa da norma por meio
de CONSIDERANDOS. Nesse momento, poderá ser descrito: números de processos,
sentenças, termos de ajustes de conduta (TAC), legislações aplicáveis, documentos de origem,
referências normativas e outras fontes de informações que amparam a decisão do
Comandante-Geral.
Grafar por extenso quaisquer referências a números e percentuais, exceto data,
número de lei e nos casos em que houver prejuízo para a compreensão do texto.
É importante incluir "nos considerandos" o número do processo que originou o
ato administrativo e o fundamento da lei ou decreto que sustenta o ato.
Exemplo:
O COMANDANTE GERAL DA POLICIA MILITAR DO ESTADO DE
GOIÁS, no uso de suas atribuições legais que lhe conferem o § 3º do art. 3º c/c art. 4º da Lei
8.125 de 18 de julho de 1976, e...
Considerando que a Lei Complementar nº 033, de 01 de agosto de 2001, dispõe
sobre a elaboração, a redação, a alteração e a consolidação das leis, e estabelece normas para a
consolidação dos atos normativos que menciona.
Considerando o processo administrativo nº 201700016001376.
RESOLVE:
3.6.2.4 Artigo 1º - destinado a colocação do objeto da norma e a especificação
do âmbito de sua aplicação, respectivamente. Esse texto é similar ao descrito no campo da
Ementa. Procurar iniciar o artigo, sempre que possível, com o mesmo verbo da ementa, no
infinitivo, tendo em vista suceder o verbo "resolve", indicando que haverá uma ação.
Exemplo (Recuo de 2,5 cm da margem esquerda na primeira linha):
Art. 1º - Aprovar a Instrução de Serviço-01-PM, Manual de Padronização dos
documentos do Processo Decisório na Polícia Militar do Estado de Goiás.
3.6.3 Parte Normativa - Compreende o texto normativo de conteúdo
substantivo relacionado com a matéria regulada. Trata-se dos dispositivos que inovam ou
alteram a ordem jurídica.

13
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
Na elaboração de qualquer ato normativo, deve respaldar-se pela hierarquia
que abaixo, proporcionando assim maior clareza e organização ao documento:
I - Os artigos serão desdobrados em parágrafos ou em incisos;
II - Os parágrafos em incisos;
III - Os incisos em alíneas;
IV - As alíneas em itens.
Cada projeto, excetuados o de Código, deverá tratar de um único objeto, ou
seja, não recomendamos a junção de temas ou objetos distintos em única portaria.
Exemplo:
Art. 1º - Instituir o Guia Simplificado para Elaboração de Portaria da PMGO e
Desativar a Companhia Independente XX.
3.6.3.1. Artigo - unidade básica para a apresentação, divisão ou agrupamento
de assuntos no texto normativo. Deve conter um único comando normativo fixado em seu
caput, as exceções ou complementos devem ser fixados em suas subdivisões (parágrafos e
incisos).
Regras para utilização:
I - Ordinal até o nono e cardinal a partir deste;
II - A primeira letra deverá ser maiúscula; e
III - Deverá empregar o hífen (-) após a numeração.
Exemplo:
Art. 1º - Instituir ........................................................................................
Art. 9º - Analisar .......................................................................................
Art. 10 - Revogar .....................................................................................
3.6.3.2. Parágrafo - É o complemento aditivo ou restritivo do caput do artigo.
Constitui a imediata divisão de um artigo sendo representado pelo sinal gráfico "§", salvo
quando se tratar de "parágrafo único", que deverá abrir exceção ou completar o sentido do
comando normativo do caput.
Regras para utilização:
I - 1º - Ordinal até o nono e cardinal a partir deste.
II - 2º - A primeira letra deverá ser maiúscula.
III - 13 - Deverá empregar o hífen (-) após a numeração.
Exemplo:
§ 1º - As portarias de designação de oficiais ...........................................
§ 9º - Os documentos comprobatórios ....................................................
§ 10 - A elaboração da Portaria será .......................................................

14
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
Parágrafo único: é utilizado quando existe somente um complemento, seja
aditivo ou restritivo do caput.
3.6.3.3 Inciso - É o desdobramento do caput do artigo ou do parágrafo,
comumente destinado à enumeração ou quando o assunto tratado não puder ser concentrado
no próprio artigo ou não se mostrar adequado a constituir parágrafo.
Regras para utilização:
I - Representados por algarismos romanos;
II - Inicia-se com letra minúscula;
III - Deverá empregar o hífen (-) após o algarismo romano;
IV - Termina em ponto-e-vírgula, salvo o último, que se deve encerrar por
ponto;
V - O texto que desdobrar em alíneas, encerra-se em dois pontos (:).
Exemplo:
I - os membros da comissão são responsáveis pela avaliação do processo;
II - a alteração dos membros da comissão se dará nos seguintes casos:
a) transferência por motivo de serviço;
b) desistência.
3.6.3.4 Alínea - É o desdobramento do inciso, quando seguindo seu texto, se
abre uma nova linha, precedida de letras. É utilizada para promover discriminações e ou
enumerações.
Regras para utilização:
a) grafada com letra minúscula;
b) utiliza-se o uso dos parênteses;
c) não utiliza hífen (-) após a letra.
d) Termina em ponto-e-vírgula, salvo o último, que se deve encerrar por ponto.
Exemplo:
I - Alteração dos membros da comissão se dará nos seguintes casos:
a) Transferência por motivo de serviço;
b) Transferência para reserva remunerada;
c) Incompatibilidade na função.
3.6.3.5 Item - É o desdobramento da alínea, sendo utilizado para promover
discriminações e ou enumerações da alínea. Constitui a última camada de desdobramento, ou
seja, caso alguma alínea precise se desdobrar, deve-se utilizar os itens.
Um erro comum na elaboração da norma é utilizar números arábicos (item)
para desdobramento de artigos. Lembre-se que existe uma hierarquia no emprego da parte
normativa.
15
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
Regras para utilização:
I - Utilizam-se os algarismos arábicos;
II - Usado para desdobramento da alínea.
III - Representados por letras minúsculas;
IV - Termina em ponto-e-vírgula, salvo o último, que se deve encerrar por
ponto.
Exemplo:
I - Alteração dos membros da comissão se dará nos seguintes casos:
a) transferência por motivo de serviço;
b) transferência para reserva remunerada;
c) incompatibilidade na função por:
1. não possui formação específica;
2. desativação do projeto.
3.6.4 Parte Final - Compreende-se as disposições necessárias para
implementação da norma:
I - Cláusula de vigência;
II - Cláusula revogatória;
III - Cláusulas de disposições transitórias.
3.6.4.1 Cláusula de Vigência - Dispõe sobre a data em que a norma entra em
vigor, se na data de sua publicação, ou em data futura ou por determinado período.
Como as Portarias da PMGO, possuem público específico, contendo normas
internas, estas são consideradas de pequena repercussão, as quais podem adotar a cláusula
"entra em vigor na data de sua publicação".
Caso a norma não determine data ou prazo para o início da vigência, aplica-se
a Lei de Introdução ao Código Civil segundo a qual, salvo disposição em contrário, a lei
começa a vigorar em todo o país 45 (quarenta e cinco) dias após a sua publicação.
Exemplo:
Art. __º - Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.
3.6.4.2 Cláusula Revogatória - Segundo Hely Lopes Meireles (2004),
Revogação é a supressão de um ato discricionário legitimo e eficaz, realizada pela
administração, e somente por ela, por não mais lhe convir sua existência. Toda revogação
pressupõe, portanto, um ato legal e perfeito, mas inconveniente ao interesse público. Se o ato
for ilegal ou ilegítimo não ensejará revogação, mas, sim, anulação.
Apesar do Manual de Redação do Estado de Goiás não trazer em seu texto,
explicação sobre o termo" Revogam-se as disposições em contrário", o artigo 8º da Lei
Complementar nº 033/2001 do Estado de Goiás, prevê que a revogação deverá enumerar,
expressamente, as leis ou disposições legais revogadas.

16
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
Esclarecemos que até a edição da Lei Complementar no 95, de 1998, (art. 9º –
V. Apêndice) a cláusula de revogação podia ser específica ou geral. Desde então, no entanto,
admite-se somente a cláusula de revogação específica. Assim, atualmente é incorreto o uso de
cláusula revogatória do tipo "Revogam-se as disposições em contrário.".
Deverá indicar expressamente a portaria ou dispositivos revogados, cumprindo
assim a finalidade específica de encerrar o texto normativo, indicando com precisão os
dispositivos revogados. Dessa forma, a utilização da expressão genérica "Revogam-se as
disposições em contrário" está incorreta.
Exemplos:
Art. __ - Fica revogada a Lei nº 4.789, de 14 de outubro de 1965.
Art. __ - Ficam revogados os arts. 16, 17 e 29 da Lei nº 7.998, de 11 de janeiro
de 1990.
Art. __ - Ficam revogadas as Leis nº 3.917, de 14 de julho de 1961, 5.887, de
31 de maio de 1973, e 6.859, de 24 de novembro de 1980.
3.6.4.3 Cláusulas de Disposições Transitórias - São artigos que tratam de
situações que exijam disciplina especial em face do novo regime proposto pela portaria,
visando garantir a segurança jurídica das relações, definindo o direito aplicável a certos casos
e permitindo a adaptação das situações.
Exemplo:
Art. __º - Até a entrada em vigor da Portaria, serão aplicadas as seguintes
normas:
I - ........................................................................................................................
II - ........................................................................................................................
3.6.5 Agrupamentos - A utilização de agrupamento se faz necessário quando
um grande número de artigos de um ato normativo exige a sistematização da matéria, de
acordo com ideias que se correlacionam. Usado para divisão de normas mais extensas.
Observa-se o seguinte esquema:
I- Um conjunto de artigos pode compor uma seção ou subseção;
II - Várias subseções compõe uma seção;
III - Um conjunto de Seções compõem um capítulo;
IV - Um conjunto de capítulos compõem um título;
V- Um conjunto de títulos compõem um livro.
3.6.7 Normas de Redação: O ato normativo deve ser redigido de forma a
possibilitar a compreensão por seus destinatários. A clareza, a precisão, a ordem lógica, a
concisão, a simplicidade, a uniformidade e a imperatividade são seus atributos.
3.6.7.1 Regras Redacionais - Estas regras, servirão de suporte na elaboração
de normas:
I- Utilizar frases impositivas;
II - Buscar uniformidade do tempo verbal, dando preferência ao tempo
presente ou futuro do presente do indicativo;
17
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
III - Observar regras de pontuação;
IV - Construir orações em ordem direta evitando adjetivações dispensáveis;
V- Empregar termos que tenham mesmo sentido e significado no maior
espaço territorial possível, evitando o uso de expressões locais e regionais;
VI - Usar siglas consagradas pelo uso, sendo sua primeira referência no
texto acompanhada de explicação de seu significado;
VII - Expressar a ideia, quando repetida no texto, utilizando as mesmas
palavras, evitando o emprego de sinônimos;
VIII - Grafar por extenso quaisquer referências a números e percentuais, com
exceção de data de número da norma;
IX - Expressar em algarismos arábicos os valores monetários seguidos da
respectiva indicação, por extenso, entre parênteses;
X- Indicar expressamente, o dispositivo objeto da remissão, evitando o uso
das expressões "anterior", "seguinte" ou equivalentes.
3.6.7.2 Alteração das Normas - A alteração dos atos normativos poderá ser
efetuada mediante os seguintes expedientes:
I- Revogação integral - tratar-se de alterações consideráveis na portaria,
recomenda-se a reprodução integral de novo texto, não gerando nenhuma dificuldade de
leitura e interpretação do texto.
II - Revogação parcial - trata-se de alterações pontuais e específicas na
norma, sendo a mais utilizada pela Polícia Militar do Estado de Goiás.
III - Alteração simples: trata-se de alterações por acréscimo, substituição ou
supressão, sendo:
a) Por acréscimo - quando ocorrer acréscimos de artigos, parágrafos, incisos,
alíneas, itens, parágrafo único na norma sem que haja nenhum tipo de revogação;
b) Substituição ou supressão - trata-se da mudança, eliminação, retirada que dá
nova redação a norma.
3.6.7.3 Regras para Alteração - É vedada a renumeração de artigos ou de
unidades superior ao artigo.
3.6.7.3.1 Caso o artigo tenha sido revogado por outra norma, e/ou tenha
necessidade de incluir mais artigos na mesma sequência lógica, deve-se usar o mesmo número
do artigo seguido de letra maiúscula, em ordem alfabética, tantas quantas forem suficientes
para indicar os acréscimos, bem como é permitido o reordenamento de parágrafos, incisos,
alíneas e itens.
É VEDADO o aproveitamento de número ou letra de dispositivo revogado,
vetado ou declarado inconstitucional pelo STF ou cuja execução tenha sido suspensa, devendo
ser acompanhado tão somente das expressões "revogado", "vetado", "declarado
inconstitucional, em controle concentrado pelo STF" ou "execução suspensa pelo Senado
Federal, na forma do art. 52X da CF/88”.
Exemplo:
18
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
Art. 5º -
Art. 5ºA -
Art. 5º B -
3.6.7.3.2 Artigo com alteração de redação, supressão ou acréscimo no caput
ou em seus desdobramentos deve ser identificado, somente ao final da última unidade, com
letras "NR" maiúscula, entre parênteses (NR), para designar nova redação.
Exemplo:
Art. 35 - ................................................................................................................
§ 2º A licença de que trata este artigo será concedida, de forma periódica, por
período de até 02 (dois) anos, nos casos em que o afastamento seja necessário mediante
comprovação, através de:
I - Exames complementares;
II - Relatório do médico assistente;
III - Relatório de visita de assistência social ou de um oficial médico ao doente.
§ 3º Caso seja necessário manter a concessão da licença para tratamento de
saúde de pessoa da família por um período superior a 02 (dois) anos, deverão ser observadas e
aplicadas às regras contidas no inciso V, do Art. 90 da Lei 8.033, de 03 de agosto de 2010.
(NR)
...............................................................................................................................
3.6.7.3.3 Quando a quantidade de alterações interferir na leitura e
entendimento da portaria, recomenda-se a revogação integral, juntamente com a respectiva
publicação de nova portaria. Tal medida visa, principalmente, evitar um aglomerado de
portarias que alteram uma portaria principal.
Caso o caput do artigo não seja alterado, deve-se utilizar (...) para indicar que o
texto está inalterado.
Exemplo:
...............................................................................................................................
“Art. 2 - ...............................................................................................................
II - aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa”. (NR)
...............................................................................................................................
Caso, a portaria altere um ou mais artigos, se faz necessário a colocação de
marcações antes e depois do termino do texto (.............) para delimitar as alterações, bem
como a colocação de (") aspas no início do artigo a ser alterado e ao final colocar entre
parêntese o texto (NR).
Não colocar o termo anular, quando tratar-se de revogação de portaria.
Outra expressão utilizada de forma incorreta em portarias é "tornar sem efeito”,
pois ela é a consequência do ato administrativo e não o ato propriamente dito, pois a
revogação ou alteração de uma portaria terá essa finalidade.
19
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
3.6.8 4. Orientações Gerais
Visando dar maior segurança jurídica a Portaria, bem como evitar equívocos, é
vedado a pratica de deixar a assinatura da autoridade em página isolada da portaria. Transfira
para essa página ao menos o último artigo, parágrafo ou frase anterior ao fecho.
Caso o texto possua nomes de Policiais Militares, recomenda-se a descrever o
nome completo e seu respectivo número de Registro Geral (RG).
Caso a Portaria repercuta nas atividades administrativas ou operacionais de
unidades da Polícia Militar, recomenda-se a colocação de um artigo para direcionamento dos
procedimentos e diretrizes à unidade ou departamento que a norma terá desdobramentos.
Exemplo:
Art. 9º - Ao Comando de Gestão e Finanças, através das Chefia de Execução
Orçamentária Financeira, providencie o que lhes competem.

3.7 Estrutura do Ofício:

São partes de um ofício:


a) O ofício deverá ser formatado com espaçamento entre linhas simples,
sendo que no corpo do texto será admitido o espaçamento de 1,5.
b) Cabeçalho: são os dizeres impressos que identificam o órgão de origem.
Compreende também o “logotipo”. O cabeçalho deverá seguir o previsto no item 3.5 deste
Manual.
c) O documento deverá ter início logo abaixo do limite de 4 cm do
cabeçalho.
d) Tipo e número do expediente alinhados à margem esquerda do
documento.
e) Entre o tipo e o número do expediente e o local e data em que foi
assinado coloca-se 1 espaço duplo ou dois simples.
e) Local e data em que foi assinado, por extenso, com alinhamento à
direita.
f) Entre a data e o destinatário coloca-se 1 espaço duplo ou 2 simples.
g) Destinatário: o tratamento, o nome e o cargo da pessoa a quem são
dirigidas as comunicações. No caso do ofício também deve ser incluído o endereço, com
espaçamento simples e alinhamento à esquerda. Ex.:
A Sua Excelência o Senhor
Fulano de Tal
Presidente da República
CEP.: 00000-00 Brasília – DF

20
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
Ao Senhor
Bertolino de Freitas
Av. Goiás Norte, Setor dos Afonsos
CEP.: 00000-00 Goiânia – GO

Ao Senhor
Fabrício de Cristo Souza
Presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil
Av. Portugal n°856 St. Coimbra
CEP.: 00000-00 Goiânia - GO

h) Entre o destinatário e o assunto, coloca-se 1 espaço duplo ou 2 simples.


i) O assunto: o tema sobre o qual o documento irá tratar, devendo ser
específico, descritivo e claro, contendo no máximo 5 palavras. Se houver anexos, este seguem
descritos logo abaixo do assunto e sem espaçamento, deverá ter recuo de 2,5 cm da margem
esquerda.
j) Entre o assunto e o vocativo, coloca-se 1 espaço duplo ou 2 simples.
k) O Vocativo: deve ser apropriado à pessoa a quem reportamos. Alinha-
se ao parágrafo inicial (Recuo 2,5 cm da margem esquerda).
l) Entre o vocativo e o texto, coloca-se 1 espaço duplo ou 2 simples.
f) Texto: nos casos em que não for de mero encaminhamento de
documentos, o expediente deve conter a seguinte estrutura:
• Desenvolvimento onde o assunto é discorrido. Se o texto tiver mais de
uma ideia elas devem ser tratadas em parágrafos distintos. No caso de remessa de documentos
deve-se especificar o número e a data do expediente que o solicitou ou o motivo do envio, de
forma detalhada e precisa. (Recuo 2,5 cm)
Entre o desenvolvimento do texto e o fecho, coloca-se 1 espaço duplo ou 2
simples e recuo de 2,5 cm.
• Fecho:
O fecho das comunicações oficiais possui, além da finalidade óbvia de
arrematar o texto, a de saudar o destinatário.
Os modelos para fecho que vinham sendo utilizados foram regulados pela
Portaria nº 1 do Ministério da Justiça de 1937, que estabelecia quinze padrões. Para
simplificá-los e uniformizá-los, o Manual de Redação do Estado de Goiás, estabelece o
melhor emprego dos fechos para todas as modalidades de documentos oficiais:
- Respeitosamente,
21
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
Para autoridades superiores, inclusive o Presidente da República.
- Atenciosamente,
Para autoridades de mesma hierarquia ou de hierarquia inferior.
- Cordialmente, ou Agradecemos,
Independentemente do nível hierárquico, em caso de solicitações recomenda-se
o fecho de agradecimento.
g) Assinatura e identificação do signatário: todas as comunicações devem
ter abaixo do fecho, no máximo 5 espaços simples para a assinatura, sem delimitar a linha, o
nome de quem o expediu e o cargo que ocupa, sendo permitido diminuir o espaçamento para
adequar a estética do documento. Por motivo de segurança, quando houver mais de uma
página, deverá transferir para a seguinte a última linha anterior ao fecho para que a assinatura
não fique isolada.

3.8 Estrutura da Parte:

As partes serão assim diagramadas:

a) Formatada com espaçamento entre linhas simples, sendo que no corpo do


texto será admitido o espaçamento de 1,5.
Cabeçalho: são os dizeres impressos que identificam o órgão de origem.
Compreende também o “logotipo”. O cabeçalho deverá seguir o previsto no item 3.5 deste
Manual.
b) Terá início logo abaixo do limite de 4 cm do cabeçalho.
c) Tipo e número do expediente alinhados à margem esquerda do documento.
d) Entre o tipo/número do expediente e o local e data em que foi assinado
coloca-se 1 espaço duplo ou 2 simples.
e) Local e data em que foi assinado, por extenso, com alinhamento à direita.
f) Entre o local/data e o remetente/destinatário coloca-se 1 espaço duplo ou 2
simples.
g) Remetente: “Do”, o tratamento e o cargo da pessoa que está enviando a
Parte, recuo de 5 cm da margem esquerda.
Destinatário: “Ao”, o tratamento e o cargo da pessoa a quem está sendo
dirigida a Parte, recuo 5 cm da margem esquerda.
Exemplo:
Do Maj Subcomandante do 1º BPM
Ao Sr Ten Cel Comandante do 1° BPM
h) Entre o Remetente/Destinatário e o assunto, coloca-se 1 espaço duplo ou 2
simples.
i) O assunto: o tema sobre o qual o documento irá tratar, deverá ser
específico, descritivo e claro, contendo no máximo 5 palavras, deverá ter recuo de 5 cm da
margem esquerda.

22
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
j) O anexo: logo abaixo do assunto e sem espaçamento, informação se existe
algum outro documento, material, equipamento ou armamento além da Parte, deverá ter recuo
de 5 cm da margem esquerda.
k) Entre o assunto/anexo e o texto, coloca-se 1 espaço duplo ou 2 simples.
f) Texto: Deverá ter recuo de 5 cm da margem esquerda na primeira linha, o
expediente deve conter a seguinte estrutura:
• Desenvolvimento onde o assunto é discorrido. Se o texto tiver mais de
uma ideia elas devem ser tratadas em parágrafos distintos. No caso de remessa de documentos
deve-se especificar o número e a data do expediente que o solicitou ou o motivo do envio, de
forma detalhada e precisa.
g) Assinatura e identificação do signatário: todas as comunicações devem ter
abaixo do texto, no máximo 5 espaços simples para a assinatura, sem delimitar a linha, o
nome de quem o expediu e o cargo que ocupa, sendo permitido diminuir o espaçamento para
adequar a estética do documento. Por motivo de segurança, quando houver mais de uma
página, deverá transferir para a seguinte a última linha anterior ao fecho para que a assinatura
não fique isolada.

23
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
4. CONCEITUAÇÃO E MODELO DOS DOCUMENTOS

4.1 Aspectos Gerais:

A atribuição para a produção de documentos no âmbito da Polícia Militar será


determinada de acordo com a área de atuação, sendo Comando Geral, Grande Comando,
Unidade ou Seção. Assim, no âmbito dos Órgãos de Direção, serão produzidos documentos
de interesse geral da Corporação (estratégicos e táticos), no âmbito dos Órgãos de Apoio
serão produzidos os documentos de interesse setorial (táticos e operacionais) e no âmbito dos
Órgãos de execução serão produzidos os documentos de execução, dentro de sua atribuição
(operacionais). Desta forma cada setor tem autonomia para produzir os documentos afetos à
sua atividade precípua.

4.2 Rol dos principais documentos:

1) Análise de Conjuntura;
2) Estudo de Estado Maior;
3) Estudo de Situação;
4) Laudo de Segurança;
5) Termo de Vistoria Técnica;
6) Alvará de Funcionamento;
7) Autorização;
8) Declaração de Não Semelhança;
9) Projeto para Celebração de Convênios;
10) Requisição de Despesa;
11) Diretriz;
12) Instrução Normativa;
13) Instrução de Serviço;
14) Plano;
15) Ordem de Atendimento;
16) Ordem de Operação;
17) Ordem de Missão;
18) Nota de Serviço;
19) Nota de Instrução;
20) Ordem de Serviço;
21) Escala de Serviço;
22) Orientações para o Turno de Serviço;
23) Relatório;
24) Portaria;
25) Oficio;
26) Parte e
27) E-mail.

4.3 Conceituação, detalhamento e modelo

24
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
4.3.1 Análise de Conjuntura

É o estudo através do qual se faz uma complexa avaliação da realidade, em


razão de um acontecimento social, político, econômico ou cultural. Este trabalho vai além de
uma descrição de fatos ocorridos e buscando apresentar desencadeamentos e tendências a
partir das informações recebidas ou coletadas. É um instrumento fundamental na definição
das estratégias e táticas a serem desenvolvidas pela corporação diante de acontecimentos que
causem ou possam causar impacto em sua atividade.

Tem por objetivo assessorar o escalão superior diante de um


acontecimento complexo, apresentando o retrato de uma realidade,
Objetivo
baseado em fatos ocorridos ou a ocorrer e uma projeção realística dos
(O que fazer?)
acontecimentos e seus desdobramentos.

Justificativa Para que a corporação acompanhe de forma orgânica e funcional os


(Por que acontecimentos importantes e complexos da vida social, ela precisa reunir
fazer?) de forma qualificada todas as informações necessárias à sua missão.

Para elaborar a Análise de Conjuntura será preciso executar as seguintes


atividades:
a) Indicar a referência;
b) Apresentar o problema;
(Como fazer?)
c) Realizar a análise da conjuntura;
d) Fazer a síntese da conjuntura;
e) Apresentar a proposta.

Quem vai
Oficiais Superiores e Intermediários
fazer?

Onde vai Comando Geral e Grandes Comandos


fazer?

O prazo poderá será de 30 dias. Mas, dependendo da complexidade


Quando vai poderá ser fixado prazo maior ou da urgência prazo menor. O
fazer? Comandante ou Chefe especificará o prazo no documento de designação.

Deverá ser realizada uma estimativa de custos de acordo com a


(Quanto Vai quantidade de pessoas envolvidas, seus postos ou graduações e a duração
custar?) do trabalho, conforme valores previstos na legislação vigente.

25
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
Modelo – Análise de Conjuntura

ESTADO DE GOIÁS
SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA
POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS
GABINETE DO COMANDANTE GERAL

ANÁLISE DE CONJUNTURA

Informar sobre o amparo para a elaboração da


Análise de Conjuntura. Fazer referências a
1. REFERÊNCIA: Leis, Resoluções, Portarias, Normas e outros
documentos que estão relacionados com o
assunto.
Analisar o material empírico, avaliando
questões ligadas a situação institucional, ao
2. PROBLEMA desenvolvimento da corporação, a integração e
inter-relação, ao exercício da atividade e ao
cumprimento da missão.

3.1 Identificar os atores envolvidos;

3.2 Apresentar o local do acontecimento;


3. ANÁLISE DA CONJUNTURA

3.3 Identificar as tendências futuras.

4.1 Apresentar as necessidades básicas;

4. SÍNTESE DA CONJUNTURA
4.2 Elencar os óbices (atuais e potenciais)

26
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
4.3 Apresentar os meios disponíveis para
superar os óbices e atender às
necessidades (atuais e previsíveis).

Propor alternativas para alcançar os objetivos


fundamentais da corporação, ou reduzir os
5. APRESENTAR PROPOSTA
óbices para o atendimento às necessidades
básicas.

Goiânia, _____de ____de ____. Goiânia, _____de ____ de ____.

Homologação do Comandante

Homologo a Análise de Conjuntura


Nome – Posto
Responsável pela elaboração do Deixo de homologar a Análise de
documento Conjuntura por não ter a finalidade para a qual
foi criada

Cícero Bueno Brandão – Coronel PM


Comandante Geral da PMGO

27
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
4.3.2 Estudo de Estado-Maior

Estudo de Estado-Maior é o documento preparatório, resultante de processo


lógico e sistêmico; que analisa um problema administrativo de alta complexidade e que tem
por finalidade orientar e apresentar soluções ao Comando sobre uma situação específica.
Servindo de origem para os planos administrativos.

Propor ou apresentar soluções para um problema de alta complexidade,


Objetivo de natureza administrativa, submetendo-o à decisão do Comando Geral
(O que fazer?) e Grandes Comandos.

Justificativa
(Por que a) Examinar um problema administrativo complexo;
fazer?) b) Propor a devida solução.
Para elaborar o estudo de Estado Maior será preciso executar as seguintes
atividades:
Elencar atividades a serem desenvolvidas:
a) Referência;
b) Problema;
(Como fazer?)
c) Fatores relacionados com o problema;
d) Discussão;
e) Conclusão;
f) Proposta e
g) Parecer das Seções do EME.

Quem vai Oficial Superior ou Intermediário


fazer?

Onde vai Estado Maior Estratégico e Grandes Comandos


fazer?

O prazo poderá será de 30 dias. Mas, dependendo da complexidade


Quando vai poderá ser fixado prazo maior ou da urgência prazo menor. O
fazer? Comandante ou Chefe especificará o prazo no documento de designação.

Deverá ser realizada uma estimativa de custos de acordo com a


(Quanto Vai
quantidade de pessoas envolvidas, seus postos ou graduações e a duração
custar?)
do trabalho, conforme valores previstos na legislação vigente.

28
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
Modelo – Estudo de Estado-Maior

ESTADO DE GOIÁS
SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA
POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS
GABINETE DO COMANDANTE GERAL

ESTUDO DO ESTADO MAIOR Nº ________/20__ UPM

Tratar sobre o amparo legal para a tomada da ação a ser


desenvolvida a partir da elaboração do Estudo de Estado
Maior.
1. REFERÊNCIA:
Fazer referências a Leis, Resoluções, Portarias, Normas,
Ordens e outros documentos que estão relacionados com o
assunto.

Relatar o problema objeto do Estudo, de forma clara e


2. PROBLEMA:
sucinta.

3.1 Critérios: Relacionar os requisitos ou limitações a que as


linhas de ação devem responder para atender
satisfatoriamente ao problema. Os critérios servirão de base
para a “Análise das linhas de ação”. Os critérios, portanto,
dão uma orientação à procura da solução, definindo o fim
que se tem em vista e o que a solução deve atender. Em
última análise, os critérios são padrões de julgamento na
solução do problema. Os critérios são estabelecidos pela
autoridade que determinou a realização do Estudo e/ou por
3. FATORES quem realiza o Estudo. Neste caso, os critérios são
RELACIONADOS COM deduzidos ou estabelecidos com base no conhecimento que
O PROBLEMA: se tem sobre as normas, políticas vigentes e a intenção
explícita ou implícita da autoridade que determinou o
Estudo.

3.2 Condicionantes Legais: Relacionar a legislação afeta ao


problema.

29
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
3.3 Condicionantes Técnico-Doutrinárias

3.4 Fatos: Apresentar todos as informações (dados)


relacionadas com o problema, que já eram ou vieram a ser
conhecidas durante as pesquisas. O fato, é uma afirmação de
verdade, que pode ser comprovada. Para o levantamento dos
fatos não se deve restringir simplesmente à pesquisa de
documentos, mas sim, deve-se verificar “in loco”, sempre
que possível, as circunstâncias que envolvem um problema,
bem como contato com todos que tenham ligação, direta ou
indiretamente, com a questão em estudo.
3.5 Hipóteses: Apresentar todas as hipóteses necessárias a
uma discussão lógica do problema. São empregadas na
ausência de dados concretos para constituírem as bases de
estudo e ampliarem ou limitarem o problema. São
afirmações que podem ou não ser confirmadas, mas que
tomamos como base
para o raciocínio. No EEM deve-se admitir certas condições
como existentes para apoiar a solução, a estas condições dá-
se o nome de HIPÓTESES. Uma vez estabelecida uma
hipótese, uma solução só será satisfatória se as condições,
explícitas em tal hipótese, existirem à época em que for
colocada em execução a solução aprovada. Utilizam-se as
hipóteses quando faltam fatos suficientes ou forem
absolutamente necessárias para apoiar a solução. Se durante
a realização do EEM a hipótese for confirmada será
relacionada como critério ou fato. Caso seja inválida, será
eliminada. Muitas vezes, as hipóteses só surgirão na
DISCUSSÃO. Neste caso, deverão ser incluídas quando
aparecerem. As hipóteses não formuladas pela autoridade
que determinou o EEM deverão ser apreciadas, pois ela
poderá ter condições de confirmá-la ou invalidá-la, ou,
então, concordar ou discordar da suposição proposta. Se não
forem formuladas hipóteses, esse subparágrafo é omitido.

4.1 Linhas de Ação propostas: Relacionar todas as linhas de


ação possíveis, levando em consideração os dados
relacionados com o problema. Não é o momento do
4. DISCUSSÃO:
julgamento.

4.2 Análise das Linhas de Ação: Cada linha de ação deve ser
analisada isoladamente quanto a adequabilidade,

30
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
praticabilidade e aceitabilidade. A análise é feita
comparando a linha de ação com o problema, bem como é
essencial pesar ou medir cada linha de ação em relação aos
critérios e as hipóteses estabelecidas. Constatado que uma
solução é inadequada, impraticável, inaceitável, ou contraria
alguns dos critérios, deve ser abandonada. Uma linha de
ação é adequada quando adotada com êxito, atinge o
propósito do problema. É praticável quando os meios
próprios disponíveis, em confronto com as necessidades,
sejam satisfatórios. É aceitável quando os resultados obtidos
com a sua adoção compensarem o custo em pessoal,
material, vidas, dinheiro, tempo, moral, dentre outros
(custo/benefício).

4.3 Vantagens e Desvantagens das Linhas de Ação


conservadas: Considerar as vantagens e desvantagens de
cada uma das linhas de ação não eliminadas pela análise, de
tal forma que possa selecionar a melhor.

4.4 Outras Considerações: Fazer as considerações julgadas


necessárias, que venham a facilitar a conclusão.

Apresentar as conclusões da análise de todos os fatores


5. CONCLUSÃO: preponderantes, das Linhas de Ação para o problema e de
todos os fatores que influenciam para estas soluções.

Apresentação de proposta coerente com a conclusão a que


6. PROPOSTA: chegou para solucionar o problema, podendo ser apresentada
a melhor Linhas de Ação ou a combinação de duas ou mais.

PARECER DAS SEÇÕES DE EME

Cada Seção de EME interessada ou que estudou o assunto, indicará, de forma breve
(resumida) a sua concordância ou discordância sobre a proposta de solução apresentada.
As razões de discordância devem ser expostas sumariamente neste
item ou em documento separado, o qual deverá ser incluído como um anexo adicional.

31
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
Goiânia, _____de mês de ano.

PM/1

Goiânia, _____de mês de ano.

PM/2

Goiânia, _____de mês de ano.

PM/3

Goiânia, _____de mês de ano.

PM/4

Goiânia, _____de mês de ano.

PM/5

Goiânia, _____de mês de ano.

PM/6

Goiânia, _____de mês de ano.

PM/7

32
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
Goiânia, _____de mês de ano.

PM/8

Goiânia, _____de ____ de ____.

DECISÃO DO COMANDANTE
Homologo o Estudo de Estado Maior
Deixo de Homologar o Estudo de Maior por não atender a finalidade para
a qual foi instituído

Cícero Bueno Brandão – Coronel PM


Comandante Geral da PMGO

33
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
4.3.3 Estudo de Situação

Estudo de Situação é o documento preparatório, resultante de processo lógico e


sistêmico; que analisa um problema operacional de alta complexidade e que tem por
finalidade orientar e apresentar soluções ao comando sobre uma situação específica. Servindo
de origem para os planos operacionais.

Objetivo Analisar situações de natureza operacional, visando a solução de


(O que problemas e orientar a tomada de decisão.
fazer?)
Justificativa
Porque algumas situações exigem uma gama maior de informações, para a
(Por que
fazer?) tomada de decisão.
Para elaborar o estudo de situação será preciso executar as seguintes
atividades:
Elencar atividades a serem realizadas:
a) Referência;
(Como b) Problema;
fazer?) c) Situação;
d) Objetivo;
e) Linhas de ação;
f) Análise das linhas de ação;
g) Conclusão e proposta.

Quem vai Oficial Superior ou Intermediário


fazer?

Onde vai Comando-Geral, Estado-Maior e Grandes Comandos


fazer?

O prazo poderá será de 30 dias. Mas, dependendo da complexidade


Quando vai poderá ser fixado prazo maior ou da urgência prazo menor. O
fazer? Comandante ou Chefe especificará o prazo no documento de designação.

Deverá ser realizada uma estimativa de custos de acordo com a


(Quanto Vai
quantidade de pessoas envolvidas, seus postos ou graduações e a duração
custar?)
do trabalho, conforme valores previstos na legislação vigente.

34
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
Modelo – Estudo de Situação

ESTADO DE GOIÁS
SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA
POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS
GABINETE DO COMANDANTE GERAL

ESTUDO DE SITUAÇÃO Nº ________/20__ UPM


Tratar sobre o amparo legal para a tomada da
ação a ser desenvolvida a partir da elaboração
do Estudo de Situação.
1. REFERÊNCIA:
Fazer referências a Leis, Resoluções, Portarias,
Normas e outros documentos que estão
relacionados com o assunto.

Estabelecer sinteticamente a identificação e


2. PROBLEMA: formulação do problema em relação à
organização.

Realizar análise da situação existente, global


3. SITUAÇÃO: e particular, em relação ao assunto do
documento.

4. OBJETIVO: Elencar o(s) objetivo(s) a ser(em) atingido(s).

Estabelecer todas as Linhas de Ação que


podem ser tomadas com vista à solução do
5. LINHAS DE AÇÃO:
problema proposto.

Realizar análise das vantagens e desvantagens


de cada Linha de Ação. Levar em
consideração as bases técnico-doutrinárias e
6. ANÁLISE DAS LINHAS DE AÇÃO:
legais do campo de atuação da Corporação.
Descrever as vantagens e as desvantagens.

35
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
Parecer e propostas de solução, que poderá ser
a adoção de uma ou mais Linha de Ação, ou
7. CONCLUSÃO E PROPOSTA: ainda a combinação entre elas.
Estabelecer providências a serem adotadas
para a sua concretização.
DECISÃO DO COMANDANTE

Goiânia, _____de _____de _____. Goiânia, _____de ____ de ____.

Homologo o Estudo de
Situação
Deixo de homologar o
Nome – Posto Estudo de Situação por não atender a
Assinatura do responsável pela finalidade para a qual foi instituído
elaboração do documento

Cícero Bueno Brandão – Coronel PM


Comandante Geral da PMGO

36
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
4.3.4 Laudo de Segurança

É um documento formal elaborado após a realização de vistoria técnica em locais


para os quais há previsão da realização de eventos que possam impactar a segurança pública,
a proteção das pessoas, o meio ambiente, o cumprimento da lei e a defesa de direitos
individuais e coletivos.

Tem por objetivo avaliar as condições de segurança para as pessoas,


Objetivo
para o meio ambiente e para o cumprimento da lei.
(O que fazer?)

Em razão da realização de eventos com grande aglomeração de pessoas,


Justificativa torna-se necessário o devido acompanhamento do setor público e em
(Por que especial da Polícia Militar, órgão constitucionalmente responsável pela
fazer?) preservação da ordem pública.

Elencar as atividades a serem realizadas:


a) Referência;
b) Identificação do local do evento;
c) Identificação do proprietário do local;
d) Identificação do gestor do local;
e) Identificação do responsável pelo uso do local;
f) Identificação do solicitante;
g) Definição de data e hora da vistoria;
h) Instrumentos de verificação de segurança;
 Planejamento da segurança
 Sistema para controle de acesso de pessoas
(Como fazer?)
 Central de comando e controle / monitoramento
 Infraestrutura para a segurança do torcedor e demais usuários
 Espaço adequado para atuação dos órgãos de segurança
i) Diagnóstico;
 Sínteses das não-conformidades
j) Parecer;
g) Desenvolver plano de contingência – Elaborar conceitos e
documentos
h) Encaminhamentos junto aos demais órgãos competentes
corresponsáveis

Quem vai
Oficial Superior, intermediário ou Subalterno
fazer?

Onde vai Unidade Especializada


37
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
fazer?

O prazo poderá será de 30 dias. Mas, dependendo da complexidade


poderá ser fixado prazo maior ou da urgência prazo menor. O
Quando vai Comandante ou Chefe especificará o prazo no documento de designação.
fazer? Sendo que no caso de reprovação o prazo mínimo para nova vistoria será
de dez dias.

Deverá ser realizada uma estimativa de custos de acordo com a


(Quanto Vai quantidade de pessoas envolvidas, seus postos ou graduações e a duração
custar?) do trabalho, conforme valores previstos na legislação pertinente.

38
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
Modelo – Laudo de Segurança

ESTADO DE GOIÁS
SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA
POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS
GABINETE DO COMANDANTE GERAL

LAUDO DE SEGURANÇA

Campo que indica o número do processo ou


1. REFERÊNCIA: documento a que se refere ao Laudo de
Segurança.

2. DADOS

Nome do local:

Apelido:

Endereço completo:
2.1 IDENTIFICAÇÃO DO LOCAL
DO EVENTO Cidade/Estado:

Site:

CEP:

Telefone:

Proprietário:

2.2 IDENTIFICAÇÃO DO
E-mail:
PROPRIETÁRIO DO LOCAL:

Telefone:

39
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
Gestor:

Qualificação profissional do Responsável:


2.3 IDENTIFICAÇÃO DO GESTOR
DO LOCAL:
E-mail:

Telefone:

Responsável pelo uso:

2.4 IDENTIFICAÇÃO DO E-mail:


RESPONSÁVEL PELO USO DO
LOCAL: Telefone:

Site:

Nome:

Telefone:

2.5 IDENTIFICAÇÃO DO
E-mail:
SOLICITANTE:

Função:

CPF:

Data:
2.6 DATA E HORA DA VISTORIA

Hora:

2.7 DOCUMENTOS

DENTRO DA CARÁTER DA
APRESENTADO DOCUMENTAÇÃO
VALIDADE

SIM NÃO SIM NÃO MANDATÓRIO

40
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
2.7.1. Liberação do Corpo de Bombeiros
para o funcionamento que conste
informação sobre a capacidade máxima
Nome: CPF:

Patente: Cargo:

DENTRO DA CARÁTER DA
APRESENTADO DOCUMENTAÇÃO
VALIDADE

AUXILIAR
SIM NÃO SIM NÃO
MANDATÓRIO

a. Plano de Segurança

b. 03 (três) últimos planos de ação


elaborados
c.03 (três) últimas apólices de seguro
obrigatório
d. Contrato da utilização de profissionais
orientadores de público para cada
evento esportivo, como previsto no
Inc. III do art. 14 do Estatuto do
Torcedor, na proporção mínima de 01
(um) profissional para cada 250
(duzentos e cinquenta) torcedores (NO
CASO DE ESTÁDIO)
e. Documento comprobatório do vínculo
do Gerente de Segurança e seu
Curriculum Vitae, bem como os
diplomas comprobatórios dos cursos
específicos na área de Segurança

2.8 CONSIDERAÇÕES
RELEVANTES SOBRE OS
DOCUMENTOS:

3.INSTRUMENTO DE
VERIFICAÇÃO DE SEGURANÇA

3.1 PLANEJAMENTO DA
SEGURANÇA

SIM NÃO

41
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
3.1.1. A Polícia Militar possui Unidade
Policial treinada e especializada em
eventos?
3.1.2. A Polícia Civil possui divisão
especializada para atendimento das
demandas?
3.1.3. O local possui um responsável
pela Segurança (Gerente de Segurança)?
a. Este profissional possui curso
específico focado em segurança?
b. Qual a sua qualificação profissional (Anexar certificado)
para exercício da função?
3.1.4.Existem profissionais civis
(monitores / orientadores / stewards)
capacitados para auxílio em situações
diversas (informações, controle de
pânico, primeiros socorros, mediação de
pequenos conflitos, resolução de delitos,
operação de dispositivos de
emergência)?
a. Quantos? (Considerando a capacidade
máxima)
b. Proporção entre o número de Agentes
e o número de público deve ser de, no
mínimo, 1 agente para cada 250 pessoas.
Resultado (poderá ser automático ou
calculado manualmente):
3.1.5. É contratado o seguro obrigatório
para o público?
Anexar comprovantes (apólice das 03
(três) últimas)
3.1.6. O local possui recurso próprio
para registro de casos de violência ou
para a denúncia destes?
3.1.7. O Gerente de Segurança monitora
os casos de violência ocorridos no
interior e nas imediações que foram
registrados em Órgão Policial da
circunscrição?
a. Indicar em quantidade de ocorrências os seguintes fatos registrados na última
temporada (de janeiro a dezembro do ano Anterior): Tumultos (Brigas e agressões),
Situações de Crise (explosões, incêndios, desmoronamento e desastres), Lesão Corporal
por acidentes, Lesão Corporal por Acidentes Crimes Violentos Letais e Intencionais
(Homicídios e Latrocínio), Crimes Violentos Contra o Patrimônio (Roubos), Crimes Não
Violentos Contra o Patrimônio (Furtos).
42
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
3.1.8. O estádio possui plano de
segurança? (Plano permanente norteador
de ações preventivas e mitigadoras de
segurança). (Se sim, obrigatório anexar)

3.1.9. É elaborado um Plano de Ação


específico para cada evento? (Se sim,
anexar cópia dos 3 últimos)

3.1.10. O Plano de Ação elaborado é


divulgado para o público?
a. No site da Federação

b. Encaminhado para as torcidas

c. Em jornais de grande circulação

d. No site do Clube com mando de Jogo

e. No site de ambos os Clubes

f. Disponibilizado no espaço do SAT


(Serviço de Atendimento ao Torcedor do
Estádio)
3.1.11. Qual a capacidade máxima no
documento expedido pelo Corpo de
Bombeiros? Anexar foto do documento
comprobatório.
a. Qual a capacidade máxima
recomendada pela Polícia Militar?
3.1.12. A relação entre a lotação máxima por acessos e as catracas ocorre da seguinte
forma: (No caso de Estádio)
Portões: Lotação do Catracas: Proporção:
Setor:

Portões: Lotação do Catracas: Proporção:


Setor:

Portões: Lotação do Catracas: Proporção:


Setor:
43
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
Total de Portões Lotação Total Total de Catracas Proporção
Final

No caso de catracas alugadas deve-se considerar a capacidade máxima de catracas por


acesso.
Conclusão quanto às condições do planejamento da segurança do público:

Atendido

Atendido com Restrições

Não Atendido

Observações:

3.2 SISTEMA PARA CONTROLE DE


ACESSO DE PESSOAS

SIM NÃO

3.2.1. O local utiliza catracas para


controle de acessos ao público?
3.2.1.1. Elas são:

a. Simples

b. Eletrônicas

c. Removíveis

d. Próprias

e. As catracas são regularmente aferidas


e permitem a contagem do público que
acessa o local?
3.2.2. Existem entradas distintas para as
torcidas?

44
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
3.2.3. O estádio possui acesso restrito
para a chegada dos árbitros?
3.2.4. O vestiário dos árbitros está
localizado em ambiente seguro e
reservado com acesso protegido?
3.2.5. O estádio possui acesso seguro
para chegada das equipes local e
visitante?
3.2.6. O vestiário das equipes está
localizado em ambiente seguro e
reservado com acesso protegido?
3.2.7. O estádio possui acesso restrito
para chegada de autoridades, imprensa e
personalidades VIP?
3.2.8. O acesso das equipes e da
arbitragem ao campo é seguro?
3.2.8.1. Proteção fixa (túnel, muro...)

3.2.8.2. Proteção móvel (tubo em pvc)

3.2.9. O local para permanência dos


atletas (Banco de Reservas), comissão
técnica e dos árbitros durante o evento é
seguro?
3.2.10. Possui mecanismos de controle
de acesso que impeçam o ingresso de
público desautorizado ou objetos
ilícitos?
a. Revista manual

b. Detector de metais fixo

c. Detector de metais portátil

d. Raio X

e. Reconhecimento facial

f. Relação nominal dos vetados

45
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
3.2.11. As vias de acesso ao local
permitem que os órgãos de segurança as
utilizem em dias de evento para a
realização de linhas de vistorias e
balizamento (utilização de grades)
adequado?
3.2.12. Existem pontos sensíveis onde
possa ocorrer o acesso de público sem o
bilhete? (Se sim, anexar foto)
SIM PARCIALM NÃO
ENTE
3.2.13. Existem pontos sensíveis onde
possa ocorrer a entrada de objetos não
autorizados (armas, drogas, bebidas,
alimentação, rojões, explosivos, etc.)?
Observações:

(Se não ou parcial, anexar foto)

Conclusão quanto às condições de acesso de pessoas e objetos não autorizados:

Atendido

Atendido com Restrições

Não Atendido

3.3. CENTRAL DE COMANDO E


CONTROLE / MONITORAMENTO
SIM NÃO

3.3.1. O local possui Central Técnica


de Informações/ Central de Comando e
Controle?

3.3.1.1. A Central de Comando está


instalada em posição
estratégica, com ampla visibilidade,
tanto da Central para o público quanto
do público para a Central?

46
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
3.3.2. Possui sistema de monitoramento
de imagens por câmeras (CFTV –
Circuito Fechado de TV)?
a. Baixa resolução

b. Alta resolução

c. Grava e arquiva as imagens

d. Possibilita impressão de fotos

e. Monitora o acesso ao vestiário dos


árbitros
f. Possibilita reconhecimento facial

g. Possui sistema de som integrado à


central de monitoramento
h. Possui sistema de telão integrado à
central de monitoramento
i. Possui sistema de internet e telefone

j. Possui câmera móvel com


capacidade de aproximação de imagem
k. Monitora a área do evento

l. Monitoras os acessos aos sanitários

m. Monitora a área de estacionamento


para o público
n. Monitora os locais de controle de
catracas (abrangendo a perspectiva da
parte interna e externa)
o. Monitora os locais de venda de
lanches e bebidas
p. Monitora o perímetro interno de
acesso do público
q. Monitora o perímetro do entorno
imediato (parte externa)

47
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
Detalhar as especificações das câmeras e suas localizações:

(Anexar foto)

Conclusão quanto à existência e condições da central de comando e controle e o sistema


de monitoramento:

Atendido

Atendido com Restrições

Não Atendido

3.4 INFRAESTRUTURA PARA A SEGURANÇA DO PÚBLICO

SIM NÃO Parcialmente

3.4.1. Os assentos são numerados?

3.4.1.1. Se parcialmente informar o


percentual:
SIM NÃO

3.4.2. O local possui estacionamento


interno?
a. Para carros do público

c. Para carros de PARTE do público

d. Para ônibus de torcidas

e. Com espaço reservado para


autoridades
f. Com espaço reservado para imprensa

g. Com espaço reservado para serviços


de emergências e segurança

48
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
3.4.3. A área do campo é protegida de
possível invasão?
3.4.4. As arquibancadas têm setores
com barreiras físicas para separação de
torcedores?
Observações:

3.4.5. O Estádio possui espaço


reservado para a torcida visitante?
3.4.5.1. Banheiros masculinos

3.4.5.2. Banheiros femininos

3.4.5.3. Banheiros para PNE

3.4.5.4. Bares/lanchonetes

3.4.5.5. Bilheteria

3.4.6. Existe a necessidade de serem


adaptados corredores aos acessos dos
estádios para proteção das torcidas
visitantes?
Observações:

3.4.7. O setor ocupado pela torcida


visitante oferece condições de
segurança que dispensem o emprego
massivo de força policial?
Observações:

3.4.7.1. Existe espaço reservado para a


Torcida Organizada?
Observações:

3.4.7.2. Este local é distante do local


destinado a torcida organizada do time
mandante?

49
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
Observações:

3.4.8. Existem materiais perigosos no


interior que possam ser utilizados em
tumultos e confrontos?
(Restos de obras, cadeiras soltas ou
facilmente removíveis, materiais de
alvenaria soltantes, peças de banheiro,
calçadas, rebocos, hastes, metálicas,
madeiras, alambrados, corrimãos,
guarda corpos facilmente removíveis,
dentre outros).
3.4.9. O estádio possui estrutura que
permita o acesso rápido da ambulância
ao campo?
3.4.10. O estádio possui sistema de
iluminação de emergência adequado
para eventos noturnos?
3.4.11. Quantas bilheterias existem e
quantos guichês existem em cada
bilheteria?
3.4.11.1. O posicionamento das
bilheterias é adequado?
3.4.11.2. Existem pontos de venda
fora?
3.4.12. O (s) acesso (s) a cobertura, às
caixas d’água, torres de eletricidade e
comunicações, e demais setores
estratégicos, fica (m) protegida (s) do
acesso ao público?
Observações:

Conclusão quanto à infraestrutura para a segurança do público:

Atendido

Atendido com Restrições

Não Atendido

50
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
3.5. ESPAÇOS ADEQUADOS PARA ESPAÇO ADEQUADO: Ambiente fechado,
ATUAÇÃO DE ÓRGÃOS DE refrigerado, com banheiro, com área mínima que
SEGURANÇA E AFINS comporte a guarnição de serviço de atendimento,
mobiliário, telefone, internet, bebedouro, sala de
espera, 02 (duas) salas de confinamento coercitivo
eventual (PM), de fácil acesso para o público e
bem sinalizado/identificado no interior.
SIM NÃO

3.5.1. A Polícia Militar possui um


espaço que seja utilizado para
atendimento ao público?
a. Adequado (Anexar foto)

(Anexar foto)

b. Possui duas salas de


confinamento coercitivo com
capacidade adequado ao tamanho do
local? (Anexar foto)
(Anexar foto)

3.5.2. O local possui sala reservada


para o exercício das atividades do
Juizado Especial Criminal (JECRIM)
3.5.2.1. Adequado

Observações:

(Anexar foto)

3.5.3. A Polícia Civil possui um espaço


que seja utilizado para
atendimento?
3.5.3.1. Adequado (Anexar foto)

Observações:

(Anexar foto)

51
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
3.5.4 O local possui um espaço para o
Serviço de Atendimento ao Cliente?
(Ouvidoria) (Anexar foto)
Observações:

(Anexar foto)

Conclusão quanto aos espaços para atuação de órgãos de segurança e afins:

Atendido

Atendido com Restrições

Não Atendido

4 - DIAGNÓSTICO E PARECER

Restrição 1:

Providências:

Prazo:

4.1. Quadro síntese das não-


conformidades encontradas Restrição 2:

Providências:

Prazo:

Parecer:

Condições de funcionamento:

Aprovado

Aprovado com Restrição

Reprovado

52
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
Se Aprovado com Restrição, proceder às correções nos prazos determinados.
Em caso de Reprovação, nova vistoria só será realizada após o prazo mínimo de 05
(cinco) dias úteis, contados a partir da data de notificação da reprovação.

Observações e Considerações finais:

Tabela com a relação dos profissionais responsáveis pela elaboração do laudo:

NOME DO PROFISSIONAL POSTO FUNÇÃO

Data de emissão do laudo:

Prazo de validade do laudo:

O presente laudo não se sobrepõe, substitui ou restringe, em qualquer tempo, aos outros
laudos necessários para o funcionamento.

Goiânia, _____de mês de ano. Goiânia, _____de mês de ano.

Aprovado

Aprovado com Restrição

Reprovado

Assinatura do responsável pela Assinatura do Comandante do Batalhão de


elaboração do documento Eventos

53
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
4.3.5 Termo de Vistoria Técnica

Termo de Vistoria Técnica é um documento de análise objetiva, elaborada por


técnicos especializados em assunto específico, com o propósito de avaliar o regular
funcionamento de uma atividade ou serviço, assim como propor alternativas para a
superação de eventuais gargalos ou pontos de estrangulamento identificados.

Objetivo Avaliar e regular funcionamento de atividades específicas que


(O que impactem ou possam impactar a preservação da ordem pública.
fazer?)

Justificativa Determinadas atividades apresentam ou podem apresentar grande


(Por que impacto na preservação da ordem pública. Por isso, a Corporação deve
fazer?) avaliar, acompanhar e orientar estas atividades.

Para elaborar o Termo de Vistoria Técnica será preciso executar as


seguintes atividades:
a) Identificação da empresa e proprietário (Pessoa física e jurídica);
(Como b) Identificação do vistoriado/responsável técnico;
fazer?) c) Verificação das condições técnicas e de segurança (Conforme art.
4º da Lei nº 15.985 de 16 de fevereiro de 2007);
d) Ações Corretivas;
e) Conclusão.

Quem vai Oficial Superior ou Intermediário


fazer?

Onde vai Unidade especializada


fazer?

O prazo poderá será de 30 dias. Mas, dependendo da complexidade


Quando vai poderá ser fixado prazo maior ou da urgência prazo menor. O
fazer? Comandante ou Chefe especificará o prazo no documento de designação.

Deverá ser realizada uma estimativa de custos de acordo com a


(Quanto Vai
quantidade de pessoas envolvidas, seus postos ou graduações e a
custar?)
duração do trabalho, conforme valores previstos na legislação vigente.

54
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
Modelo – Termo de Vistoria Técnica

ESTADO DE GOIÁS
SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA
POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS
GABINETE DO COMANDANTE GERAL

TERMO DE VISTORIA PARA AUTORIZAÇÃO ESTADUAL DE


FUNCIONAMENTO

1. IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA E
PROPRIETÁRIO (PESSOA FISICA
E JURIDICA):

2. IDENTIFICAÇÃO DO
VISTORIADO/RESPONSÁVEL
TÉCNICO:

3. VERIFICAÇÃO DAS CONDIÇÕES


TÉCNICAS E DE SEGURANÇA
(Conforme Art. 4º da Lei nº 15.985 de 16
de fevereiro de 2007):

3.1. Controle de acesso (Inciso I do art. 4º


da Lei 15.985)

Itens a verificar: SIM NÃO Observações

Porta Reforçada

Sistema Eletrônico de Controle de Acesso

Interfone

Existe contato visual entre o indivíduo


que solicita a entrada na sala de
monitoramento e o operador que chancela
a entrada.

55
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
Existe qualquer outra entrada excluindo a
porta principal
3.2 Instalações físicas e estrutura
operacional no Estado de Goiás (Inciso II
do art. 4º da Lei 15.985)

Itens a verificar: SIM NÃO Observações

Possui banheiro na sala de monitoramento

Número de cidades abrangidas pela


empresa
Possui veículos para recobrimento
operacional

Possui controle de entrada/recepção

Possui banheiros masculino/feminino

3.3 Sistema de alarme (Inciso III do art. 4º


da Lei 15.985);

Itens a verificar: SIM NÃO Observações

Possui segurança armada ou desarmada

Cerca Eletrificada

Sensores de Presença

Sistema de Monitoramento por Vídeo

3.4 Veículos próprios para prestação dos


respectivos serviços (Inciso IV do art. 4º
da Lei 15.985)

Itens a verificar: SIM NÃO Observações

Possui veículos para recobrimento


operacional

56
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
Possui motos

Possui automóvel

Escala de serviço dos responsáveis pelo


recobrimento

Possui giroflex ou dispositivo sonoro

3.5 Sala de monitoramento exclusiva para


controle de operações, com acesso
controlado, linha telefônica exclusiva com
gravação das ligações (Inciso V do art. 4º
da Lei 15.985)

Itens a verificar: SIM NÃO Observações

Quantos alarmes são monitorados pela


empresa
Quantas câmeras são monitoradas pelo
responsável pelo monitoramento

Possui servidor para armazenamento de


dados

Possui sistema de gravação de voz

Qual a capacidade de armazenamento do


servidor

Possui banheiro

Possui climatizador de ambiente (ar


condicionado compatível)
Números de funcionários na atividade de
monitoramento
Possui linha exclusiva para a sala de
monitoramento
3.6 Condições para funcionamento
ininterrupto durante 24 (vinte e quatro)

57
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
horas por dia, todos os dias da semana
(Inciso VI do art. 4º da Lei 15.985)

Itens a verificar: SIM NÃO Observações

Escala do monitoramento de câmeras e


alarmes e funcionários por turno
Escala de serviço dos responsáveis pelo
recobrimento

Possui copa/cozinha

Possui banheiro com chuveiro

Possui alojamento

3.7 Sistema de garantia de funcionamento


em caso de interrupção no fornecimento
de energia elétrica por, no mínimo, 08
(oito) horas ininterruptas (gerador).
(Inciso VII do art. 4º da Lei 15.985)

Itens a verificar: SIM NÃO Observações

Possui Gerador

Qual a potência do gerador

A sala do gerador é acusticamente isolada

A sala do gerador possui sistema de


exaustão ou ventilação de gases

4. AÇÕES CORRETIVAS

58
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
4.1 Controle de acesso (inciso I do art. 4º
da Lei 15.985)

4.2 Instalações físicas e estrutura


operacional no estado de goiás (inciso II
do art. 4º da Lei 15.985)

4.3 Sistema de Alarme (Inciso III do art.


4º da Lei 15.985);

4.4 Veículos próprios para prestação dos


respectivos serviços (Inciso IV do art. 4º
da Lei 15.985)

4.5 Sala de monitoramento exclusiva para


controle de operações, com acesso
controlado, linha telefônica exclusiva com
gravação das ligações (Inciso V do art. 4º
da Lei 15.985)

4.6 Condições para funcionamento


ininterrupto durante 24 (vinte e quatro)
horas por dia, todos os dias da semana
(Inciso VI do art. 4º da Lei 15.985)

4.7 Sistema de garantia de funcionamento


em caso de interrupção no fornecimento
de energia elétrica por, no mínimo, 08
(oito) horas ininterruptas (gerador).
(Inciso VII do art. 4º da Lei 15.985)

59
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
5. CONCLUSÃO

Goiânia, _____de mês de ano. Goiânia, _____de mês de ano.

Assinatura do responsável pela elaboração Assinatura do Engenheiro


do documento

Goiânia, _____de mês de ano.

I - Concordo com a conclusão do Termo de Vistoria;


II - Informe-se à empresa requerente o teor do presente Termo;
III - Arquive-se a 2ª Via na DCAE;
IV - Cumpra-se

Nome – Posto/Graduação
Função

60
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
4.3.6 Alvará de Funcionamento

Alvará de Funcionamento é o documento expedido após a produção do Termo


de Vistoria Técnica por Unidade Especializada da Polícia Militar que autoriza o
funcionamento de um estabelecimento comercial ou atividade específica, conforme
legislação pertinente.

Objetivo Autorizar funcionamento de estabelecimento comercial ou atividade


(O que específica, após a realização de inspeção e produção de Termo de
fazer?) Vistoria Técnica.

Justificativa Em razão da exigência que as legislações específicas impõem aos


(Por que estabelecimentos comerciais e atividades específicas em possuir o
fazer?) referido documento.

Para expedir a Autorização de Funcionamento será preciso executar as


seguintes atividades:

(Como a) Analisar o Termo de Vistoria Técnica;


fazer?)
b) Coletar os dados do Requerente (pessoa física ou jurídica);

c) Coletar a assinatura da Autoridade responsável;

Quem vai Policial Militar componente da Unidade Especializada.


fazer?

Onde vai
Unidade Especializada
fazer?

O prazo padrão será de 05 dias úteis. Mas, dependendo da complexidade


poderá ser fixado prazo maior ou da urgência prazo menor. O
Quando vai Comandante, Chefe ou Diretor especificará o prazo no documento de
fazer? designação.

Deverá ser realizada uma estimativa de custos de acordo com a


Quanto vai
quantidade de pessoas envolvidas, seus postos ou graduações e a
custar?
duração do trabalho, conforme valores definidos na legislação vigente.

61
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
Modelo – Alvará de Funcionamento

ESTADO DE GOIÁS
SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA
POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS
GABINETE DO COMANDANTE GERAL

ALVARÁ DE FUNCIONAMENTO - N° 00___/ ano


1 duplo ou 2 simples

NOME OU RAZÃO SOCIAL:

CNPJ:

ENDEREÇO:

BAIRRO:

CIDADE: ESTADO:
1 duplo ou 2 simples

2,5 cm

CERTIFICO que a empresa acima individualizada se encontra autorizada pela


Polícia Militar de Goiás (através de seu Órgão designado), nos termos preconizados pelo Lei
nº 15.985, de 16 de fevereiro de 2007, bem como na Portarias nº 1161/16/SSP, de 30 de
novembro de 2016, a prestação de serviços de sistemas eletrônicos de segurança privada.

VALIDADE:

ATIVIDADES A SEREM REALIZADAS


1.
2.
1 duplo ou 2 simples

Goiânia-GO, de de .

5 simples

Nome do Responsável - Posto


Função

62
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
4.3.7 Autorização

Autorização é o documento expedido após solicitação formal do interessado à


Unidade Especializada da Polícia Militar que autoriza a aquisição ou transferência de produto
controlado, conforme legislação pertinente.

Objetivo Autorizar a aquisição ou transferência de produto controlado, conforme


(O que fazer?) legislação pertinente

Justificativa
Em razão da exigência que as legislações específicas impõem à aquisição
(Por que ou transferência de produto controlado.
fazer?)

Para expedir a Autorização será preciso executar as seguintes atividades:

a) Receber a solicitação formal de aquisição ou transferência;

b) Analisar a documentação anexa à solicitação, conforme as


(Como fazer?)
exigências legais;

c) Emitir a Autorização;

d) Coletar a assinatura da Autoridade responsável;

Quem vai Policial Militar componente da Unidade Especializada.


fazer?

Onde vai
Unidade Especializada
fazer?

O prazo padrão será de 15 dias úteis. Mas, dependendo da complexidade


poderá ser fixado prazo maior ou da urgência prazo menor. O
Quando vai Comandante, Chefe ou Diretor especificará o prazo no documento de
fazer? designação.

Deverá ser realizada uma estimativa de custos de acordo com a


Quanto vai
quantidade de pessoas envolvidas, seus postos ou graduações e a duração
custar?
do trabalho, conforme valores definidos na legislação vigente.

63
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
Modelo – Autorização

ESTADO DE GOIÁS
SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA
POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS
GABINETE DO COMANDANTE GERAL

AUTORIZAÇÃO - N° 00___/ ano

1 duplo ou 2 simples
2,5 cm
Considerando o disposto na Portaria n° 0892/2016-SSP, Instrução Normativa
nº 19/99-DFPC, certificamos que a empresa abaixo identificada está autorizada a funcionar
em todo o Estado de Goiás para exercer as atividades abaixo discriminadas:

1 duplo ou 2 simples

NOME OU RAZÃO SOCIAL:

CNPJ:

ENDEREÇO:

BAIRRO:

CIDADE: ESTADO:

VALIDADE DA AUTORIZAÇÃO:

CALIBRE E MODALIDADES PERMITIDAS

- ..................................................................................................................................................
1 duplo ou 2 simples

Goiânia-GO, de de .

5 simples

Nome do Responsável - Posto


Função

64
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
4.3.8 Declaração de Não Semelhança

Declaração de Não Semelhança é o documento expedido após solicitação


formal e apresentação de amostra para análise pelo interessado à Unidade Especializada da
Polícia Militar, que declara que o uniforme apresentado não se assemelha a qualquer uniforme
da Polícia Militar do Estado de Goiás.

Objetivo Declarar que o uniforme apresentado em solicitação formal não se


(O que fazer?) assemelha a qualquer uniforme da Polícia Militar do Estado de Goiás.

Justificativa Em razão da exigência que a legislação específica que exige das empresas
(Por que de segurança privada a Declaração de Não Semelhança dos órgãos
fazer?) militares.

Para expedir a Declaração de Não Semelhança será preciso executar as


seguintes atividades:

a) Receber a solicitação formal e apresentação de amostra para


análise;
(Como fazer?)
b) Analisar a documentação anexa à solicitação, conforme as
exigências legais;

c) Emitir a Autorização;

d) Coletar a assinatura da Autoridade responsável;

Quem vai Policial Militar componente da Unidade Especializada.


fazer?

Onde vai
Unidade Especializada
fazer?

O prazo padrão será de 15 dias úteis. Mas, dependendo da complexidade


poderá ser fixado prazo maior ou da urgência prazo menor. O
Quando vai Comandante, Chefe ou Diretor especificará o prazo no documento de
fazer? designação.

65
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
Deverá ser realizada uma estimativa de custos de acordo com a
Quanto vai
quantidade de pessoas envolvidas, seus postos ou graduações e a duração
custar?
do trabalho, conforme valores definidos na legislação vigente.

66
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
Modelo – Declaração de Não Semelhança

ESTADO DE GOIÁS
SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA
POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS
GABINETE DO COMANDANTE GERAL

DECLARAÇÃO DE NÃO SEMELHANÇA nº 00__/ano - UNIDADE

ORIGEM:

INTERESSADO:
2,5 cm
ASSUNTO:

Recebeu-se nesta Divisão de Controle de Atividades Especiais -


DCAE/CALTI, o “origem”, datado de dia de mês de ano, expedido pelo “interessado”,
versando sobre solicitação de DECLARAÇÃO DE NÃO SEMELHANÇA entre o uniforme
utilizado pelos funcionários da empresa e o fardamento da PMGO. Após análise, exara-se o
seguinte PARECER:
I – (...)

II - (...)

III - (...)

IV - (...)

V - Portanto, após análise do material oferecido pelo “interessado”, exaro o


parecer de que o uniforme apresentado ......

Goiânia-GO, de de .

Nome do Responsável - Posto


Função

67
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
DECISÃO

Goiânia, _____de ____ de ____.

I - Concordo com a conclusão do Termo de Vistoria;


II - Informe-se à empresa requerente o teor do presente Termo;
III - Arquive-se a 2ª Via na DCAE;
IV - Cumpra-se

Nome – Posto
Função

68
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
4.3.9 Projeto para celebração de convênios

O projeto para celebração de convênios é o instrumento formal de planejamento,


que alinha as perspectivas institucionais da Polícia Militar, com as oportunidades públicas ou
privadas que viabilizem a agregação de valor organizacional. O projeto cria uma ambiência
prospectiva que gera melhores condições para a execução do projeto e para que se atinja os
resultados propostos.

Qualificar a celebração de convênios com órgão públicos e privados, de


Objetivo
acordo com as prioridades da corporação.
(O que fazer?)

JustificativaVários setores da sociedade, sejam eles públicos ou privados,


(Por que desenvolvem atividades de interesse ou com relação à missão da Polícia
fazer?) Militar. Diante de um cenário prospectivo de oportunidades a celebração
de convênios agrega grande valor à corporação.
Para elaborar um Projeto para celebração de convênios será preciso
executar as seguintes atividades:
a) Projeto;
b) Identificação;
c) Objeto;
d) Diagnóstico;
e) Justificativa;
f) Objetivo do Projeto;
g) Público Beneficiado;
(Como fazer?) h) Vigência;
i) Valor;
j) Metas;
k) Etapas;
l) Plano de Trabalho;
m) Cronograma de Desembolso;
n) Anexo - Termo de Referência;
o) Anexo - Pesquisa Mercadológica;
p) Anexo - Projetos de Engenharia (Quando Necessário).

Quem vai Oficiais Superiores, Intermediários ou subalternos


fazer?

Onde vai EME, Grandes Comandos.


fazer?

O prazo poderá será de 30 dias. Mas, dependendo da complexidade


poderá ser fixado prazo maior ou da urgência prazo menor. Poderá o prazo
Quando vai
ainda, ser determinado pelo edital expedido pela entidade financiadora ou
fazer?
apoiadora.

69
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
Deverá ser realizada uma estimativa de custos ou contrapartidas de acordo
Quanto Vai com as exigências previstas no edital que normatiza a transferência de
custar? recurso.

70
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
Modelo – Projeto para Celebração de Convênios

ESTADO DE GOIÁS
SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA
POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS
GABINETE DO COMANDANTE GERAL

PROJETO PARA CELEBRAÇÃO DE CONVÊNIOS Nº_____

Definir o nome do projeto (objetivo, claro,


1. PROJETO:
coerente e impactante).

Identificar o responsável pela elaboração do


2. IDENTIFICAÇÃO
projeto e contatos (telefone e e-mail)

Descrever de forma sintética qual o objeto da


3. OBJETO parceria a ser firmada, ou seja, o resultado
esperado pelas partes;

Informar o contexto atual vivenciado pela


4. DIAGNÓSTICO
PMGO.

Esclarecer as circunstâncias que levam à


realização da proposta, explicitando os motivos
que favorecem a sua execução, os motivos para
sua proposição. (Informe a contribuição do
projeto, destacando o que o diferencia e justifica
o aporte de recursos). Este é um dos itens mais
importantes do projeto. Dê importância a sua
relevância, a seus impactos, ao público
5. JUSTIFICATIVA
beneficiado, às soluções do projeto, à situação
atual e à esperada. Mostre o sucesso da sua
organização, apresentando um projeto que trará
mudança e transformação; este item deve
esclarecer os problemas que a parceria buscar
mitigar, bem como os benefícios a serem
alcançados pelo Convênio, Termo ou Acordo de
Cooperação;

71
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
Descrever de forma sucinta a finalidade do
projeto e da parceria; Este Campo deverá ser
preenchido com o objetivo do projeto, de forma
clara, obedecendo as seguintes condições
(SMART): Specific (específicos), Measurable
6. OBJETIVO DO PROJETO
(mensuráveis), Attainable (atingíveis), Realistic
(realistas) e Time Bound (temporizáveis). O
objetivo deve traduzir a clareza necessária sobre
onde se quer chegar, quais são as metas, quando
atendê-las e quem são os responsáveis

Identificar as pessoas que serão beneficiadas


diretamente com a parceria, as quais serão
7. PÚBLICO BENEFICIADO
impactadas pelo resultado a ser entregue pelo
projeto;

Informar a data que iniciará o convênio, Termo


ou Acordo de Cooperação, bem como a data de
término. Observe que o prazo de elaboração do
8. VIGÊNCIA
projeto é anterior a esta vigência. Não se trata do
cronograma do projeto, mas o período de
execução do Acordo a ser firmado.

Informar o valor global do objeto do acordo


9. VALOR
(repasse + contrapartida, quando houver);

Apresentar a atividades a serem desenvolvidas no


10. METAS acordo (prestação de um serviço, aquisição de um
bem, uma capacitação, dentre outros)

Estruturar o projeto subdividindo cada meta em


etapas. Sendo que as etapas são as fases
necessárias para o cumprimento de uma meta.
Por exemplo: Para uma meta de “Capacitação em
11. ETAPAS
elaboração de projetos”, etapas: “pagamento de
diárias para o deslocamento de instrutores e
coordenação”, “aquisição de material didático”,
dentre outras.
Elaborar o Plano de Trabalho. Peça elaborada
antes do convênio e com a finalidade de definir
questões relacionadas à execução operacional e
12. PLANO DE TRABALHO financeira do acordo. É exigência da Lei nº 8.666
(Lei de Licitações e Contratos), imprescindível
para a formalização de convênios, pois sua
ausência acarreta a nulidade do acordo.

72
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
Pactuar um cronograma de desembolso, ou seja,
13. CRONOGRAMA DE
de que forma as parcelas do recurso (repasse e
DESEMBOLSO
contrapartida, quando houver) serão liberadas;

Preparar todas as especificações técnicas do


produto ou serviço a ser adquirido ou prestado,
definindo as características e obrigações que esse
14. ANEXO - TERMO DE
produto ou serviço deverá obedecer em sua
REFERÊNCIA
entrega ou prestação. O Termo de Referência
serve de embasamento para a futura contratação
com a fornecedora do produto ou serviço.
Preparar pesquisa mercadológica. Esta pesquisa
deve se basear no termo de referência, sendo um
15. ANEXO - PESQUISA documento que apresenta o preço médio dos
MERCADOLÓGICA produtos ou serviços a serem prestados para o
projeto. A pesquisa deve conter 03 (três)
orçamentos, de empresas distintas.

Preparar antecipadamente os projetos de


16. ANEXO - PROJETOS DE
engenharia e arquitetura (básico, hidráulico,
ENGENHARIA (Quando
elétrico, e quais forem necessários), sempre que
Necessário):
uma das metas do acordo for uma obra.

Goiânia, _____de mês de ano. Goiânia, _____de mês de ano.

Assinatura do Responsável do Projeto Assinatura do Captador do Projeto

Goiânia, _____de mês de ano. Goiânia, _____de mês de ano.

Assinatura do Escritório de Projeto Assinatura do Comandante da UPM

73
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
Goiânia, _____de mês de ano. Goiânia, _____de mês de ano.

Assinatura do Chefe da PM/8 Cícero Bueno Brandão – Coronel PM


Comandante Geral da PMGO

74
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
4.3.10 Requisição de Despesa

A requisição de Despesa é a formalização do pedido para aquisição de produtos


e/ou serviços. É um documento de solicitação/requisição para realização de despesa
detalhando o bem ou serviço a ser custeado pelo Estado.

Formalizar detalhadamente pedido para a realização de despesa.


Objetivo
(O que fazer?)

Constatada a necessidade da realização da despesa, o setor do órgão ou


entidade interessado em sua realização, deverá encaminhar ao Ordenador
da Despesa a competente solicitação/requisição, onde, além de outras
Justificativa informações complementares que julgar necessárias ao enquadramento
(Por que correto da despesa, deverá constar: descrição da despesa, seu
fazer?) detalhamento, quantitativos, prazo para sua realização e estimativa de
custos; a fonte de recursos a ser utilizada (Tesouro, Próprio, Convênio
etc.); a característica do gasto, seus objetivos e a destinação finalística
e/ou administrativa; e justificativa sucinta.

Para elaborar uma Requisição de Despesa será preciso executar as


seguintes atividades:

1. Órgão/Entidade;
2. Setor/Área Requisitante;
3. Nome do Requisitante;
4. Cargo/Função;
5. Matrícula;
(Como fazer?) 6. Fonte de Recurso;
7. Descrição da Despesa Solicitada;
8. Características, Objetivos e Destinação Finalística e/ou
Administrativa;
9. Justificativa (sucinta);
10. Informações Complementares;
11. Requisitante / Despacho; e
12. Autorização do Ordenador.

Quem vai Oficiais e Praças


fazer?

Onde vai Grandes Comandos e Comandantes de Unidade.


fazer?

75
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
O prazo poderá será de 10 dias. Mas, dependendo da complexidade
Quando vai poderá ser fixado prazo maior ou da urgência prazo menor. O
fazer? Comandante ou Chefe especificará o prazo no documento de designação.

Deverá ser realizada uma estimativa de custos de acordo com a


(Quanto Vai quantidade de pessoas envolvidas, seus postos ou graduações e a duração
custar?) do trabalho, conforme valores previstos na legislação vigente.

76
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
Modelo – Requisição de Despesa

ESTADO DE GOIÁS
SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA
POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS
GABINETE DO COMANDANTE GERAL

REQUISIÇÃO DE DESPESA Nº XXXX/20XX

Goiânia, _____de ____ de ____.

1. Órgão/Entidade: Policia Militar do Estado de Goiás


2. Setor/Área Requisitante:
3. Nome do Requisitante:
4. Cargo/Função:
5. Fonte de Recurso (Tesouro estadual, convênios, outros)
6. Descrição da Despesa Solicitada
6.2 Prazo 6.4 Valor 6.5 Valor
6.3
Item 6.1 Detalhamento da despesa para Unitário Total
Qtd.
realização (R$) (R$)
01
02 XX dias
03
VALOR TOTAL

7. Características, Objetivos e Destinação Finalística e/ou Administrativa.

8. Justificativa.

9. Informações Complementares.

REQUISITANTE: DESPACHO: Encaminhe-se ao Exmº. Sr.


Comandante Geral da PMGO, sugerindo a
realização da despesa.

Assinatura do comandante da unidade Comandante de Apoio Logístico e Tecnol.


requisitante Informação

77
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
AUTORIZAÇÃO DO ORDENADOR

De acordo com a solicitação, encaminhe-se ao setor de planejamento


para indicação do código de descrição do programa e ação e ao setor
orçamentário/financeiro para elaboração da declaração de adequação orçamentária e
financeira, conforme prevê a Lei nº 101/00, em seguida os trâmites regimentais.

Goiânia, _____de ____ de ____.

Cícero Bueno Brandão – Coronel PM


Comandante Geral da PMGO

78
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
4.3.11 Diretriz

Diretriz é um documento formal de planejamento, expedido com a finalidade de


estabelecer orientações, preceitos e prioridades. Indica os objetivos gerais a serem atingidos
por uma ação, conduta ou procedimento. Ela visa promover o alinhamento necessário para a
compreensão das necessidades e desafios a serem enfrentados pelo planejamento e pela
realização de uma determinada atividade.

Estabelecer objetivos, prioridades e regular conduta direcionadas à


atividade de planejamento nos níveis estratégicos, tático, operacional e
Objetivo
ainda de instrução ou de ensino.
(O que fazer?)

Para o desenvolvimento de atividades de planejamento, o planejador ou


mesmo o executor, carecem de um norte, de uma linha de base a ser
Justificativa
seguida de acordo com os objetivos a serem alcançados. Assim, a
(Por que
justificativa para a elaboração da diretriz é a necessidade de se traçar
fazer?)
orientações gerais para a realização de um trabalho de planejamento ou
mesmo de execução.

Para elaborar uma diretriz será preciso executar as seguintes atividades:


a) Situação;
b) Referência;
c) Finalidade;
d) Missão;
(Como fazer?) e) Objetivo;
f) Execução;
g) Atribuições de responsabilidades;
h) Prescrições diversas;
i) Vigência e
j) Difusão.

Quem vai Oficial Superior ou Intermediário


fazer?

Onde vai Comando Geral, Estado Maior Estratégico, Grandes Comandos e


fazer? Comandante de Unidade.

O prazo poderá será de 30 dias. Mas, dependendo da complexidade


Quando vai poderá ser fixado prazo maior ou da urgência prazo menor. O
fazer? Comandante ou Chefe especificará o prazo no documento de designação.

79
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
Deverá ser realizada uma estimativa de custos de acordo com a
(Quanto Vai
quantidade de pessoas envolvidas, seus postos ou graduações e a
custar?)
duração do trabalho, conforme valores previstos na legislação vigente.

80
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
Modelo – Diretriz

ESTADO DE GOIÁS
SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA
POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS
GABINETE DO COMANDANTE GERAL

DIRETRIZ Nº xxx/xxxx–
“Nome da Diretriz”

Tratar sobre o amparo legal para a tomada da ação a


ser desenvolvida a partir da elaboração da Diretriz.
1. REFERÊNCIA Fazer referências a Leis, Resoluções, Portarias,
Normas e outros documentos que estão relacionados
com o assunto.

São globais e ordenadas sobre a situação existente


podendo ser subdividida em geral e particular.
2. SITUAÇÃO Apresentação global sobre a situação existente.
Reproduz através do texto o cenário atual no qual
serão executadas as atividades relativas à Diretriz.

Define de forma simples e precisa o propósito do


documento quanto à motivação para sua elaboração.
3. FINALIDADE
Estabelecer de forma concisa a finalidade geral do
documento.

Fixação de objetivo (s) a ser (em) atingido (s) com a


difusão do documento.
Determina o resultado que se quer alcançar com a
4. OBJETIVO elaboração da Diretriz. Aponta-se através do subitem
“4.1. Objetivos Específicos” o resultado a ser
atingido após a execução da ação descrita no
documento.

5.1 Conceituação: Breve conceito do assunto a ser


tratado.

5. EXECUÇÃO

5.2 Roteiro de Medidas Preliminares: Considerações


gerais que antecedem a aplicação da Diretriz.

81
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
5.3 Condições de Execução: Orientações específicas
sobre o desenvolvimento das ações para
cumprimento da missão. Especifica a data, os
horários e os locais onde acontecerá o evento. Serão
especificadas as condições de execução da ação de
forma detalhada, utilizando os subitens: local,
período, uniforme, armamento e equipamento.

5.4 Atribuições Particulares: Detalhamento das


atribuições específicas de cada UPM.

5.5 Prescrições Diversas: Assuntos diversos que não


foram abordados nos itens anteriores e que sejam
comuns a todos os envolvidos.

Citar de forma clara e concisa o que deve ser feito


pela (s) UPM envolvida (s). Subitens opcionais,
poderão ser acrescentados ou retirados conforme a
necessidade e orientação do planejador.
6. MISSÃO
Apresentação do conjunto de atividades a serem
desempenhadas pela Instituição Polícia Militar, no
que concerne à garantia do bem-estar social e a
preservação da ordem pública.

Seguindo uma ordem lógica, será descrito


7. ATRIBUIÇÕES DE
detalhadamente as tarefas a serem desenvolvidas e os
RESPONSABILIDADES
responsáveis por sua execução.

Trata de assuntos ainda não abordados na diretriz,


8. PRESCRIÇÕES
contudo de fundamental importância para o bom
DIVERSAS
andamento da ação.

9. VIGÊNCIA A partir da presente data.

82
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
Conforme listas de distribuição da UPM, Órgãos e
10. DIFUSÃO
pessoas que devam tomar conhecimento do assunto.

Goiânia, _____de mês de ano.

Nome – Posto/ Graduação


Função

83
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
4.3.12 Instrução Normativa

A Instrução Normativa é um documento de regulação, expedido pelo


Comandante Geral, para orientar a execução de leis, decretos e regulamentos. Ela
uniformiza o entendimento sobre a forma de atuar dos policiais militares, sobre serviços
afetos à preservação da ordem pública e para o cumprimento das atividades inerentes à
Policia Militar.

Tem por objetivo uniformizar o entendimento sobre os aspectos mais


Objetivo
relevantes inerentes ao assunto objeto da normatização.
(O que fazer?)

Justificativa
(Por que Para complementar, integrar ou interpretar uma lei ou regulamento
fazer?)

Composição da Parte Preliminar:

I- Epígrafe.
II - Ementa:
III - Preâmbulo;
IV - Enunciado do objeto;
V- Indicação do âmbito de aplicação das disposições normativas.
Obs.: Os itens IV e V, doravante serão chamados “artigo 1º ”.

Composição da Parte Normativa:


(Como fazer?)
I- Artigo;
II - Parágrafo;
III - Inciso;
IV - Alínea;
V- Item.

Composição da Parte Final:

I- Cláusula de vigência;
II - Cláusula revogatória;
III - Cláusula de disposições transitórias.

Quem vai Chefe da PM/1


fazer?

Onde vai Comando Geral


fazer?
O prazo poderá será de 30 dias. Mas, dependendo da complexidade
Quando vai poderá ser fixado prazo maior ou da urgência prazo menor. O

84
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
fazer? Comandante ou Chefe especificará o prazo no documento de designação.

Deverá ser realizada uma estimativa de custos de acordo com a


(Quanto Vai
quantidade de pessoas envolvidas, seus postos ou graduações e a
custar?)
duração do trabalho, conforme valores previstos na legislação pertinente.

85
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
Modelo – Instrução Normativa

ESTADO DE GOIÁS
SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA
POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS
GABINETE DO COMANDANTE GERAL

2,5 cm
INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 00
1 duplo ou 2 simples

8 cm / Justificado
Institui o Guia Simplificado para Elaboração
de Instrução Normativa da Polícia Militar do
Estado de Goiás - PMGO.
1 duplo ou 2 simples

O COMANDANTE GERAL DA POLICIA MILITAR DO ESTADO DE


GOIÁS, no uso de suas atribuições legais que lhe conferem o § 3º do art. 3º c/c art. 4º da Lei
8.125 de 18 de julho de 1976, e... Espaçamento do texto 1,5 ou 1,0
1 simples
Considerando que a Lei Complementar nº 033, de 01 de agosto de 2001, dispõe
sobre a elaboração, a redação, a alteração e a consolidação das leis, e estabelece normas para a
consolidação dos atos normativos que menciona.
1 simples
Considerando o processo administrativo nº 201700016001376.

1 duplo ou 2 simples

RESOLVE...
2,5 cm
1 duplo ou 2 simples
2,5 cm
Art. 1º - Instituir o Guia Simplificado para Elaboração de Instrução Normativa
da Polícia Militar do Estado de Goiás - PMGO.

1 duplo ou 2 simples

Art. 9º - Instituir ........................................................................................


Art. 10 - Revogar .....................................................................................
2,5 cm
Art. __º - Esta Instrução Normativa entra em vigor na data de sua publicação.
Ou
Art. __ - Fica revogada a Lei nº 4.789, de 14 de outubro de 1965.
Art. __ - Ficam revogados os arts. 16, 17 e 29 da Lei nº 7.998, de 11 de janeiro
de 1990.
Art. __ - Ficam revogadas as Leis nº 3.917, de 14 de julho de 1961, 5.887, de
31 de maio de 1973, e 6.859, de 24 de novembro de 1980.
Ou
Art. __º - Até a entrada em vigor da Instrução Normativa, serão aplicadas as
seguintes normas:
I - .........................................................................................................................
86
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
II - .........................................................................................................................
1 duplo ou 2 simples

Goiânia-GO, .

5 simples

Cícero Bueno Brandão – Coronel PM


Comandante Geral da PMGO

87
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
4.3.13 Instrução de Serviço

A instrução de serviço, é o documento normativo expedido pelo Comandante


Geral, destinado a complementar, integrar ou interpretar as leis, decretos e regulamentos, com
a finalidade de regular internamente a forma de atuação da Polícia Militar, visando assegurar a
unidade de ação na execução das atividades, a uniformidade de procedimentos, a qualidade e
o alcance do resultado pretendido pela Corporação.

Tem por objetivo orientar a conduta dos agentes da administração no


Objetivo desempenho de suas atribuições, visando assegurar a unidade de ação na
(O que fazer?) execução das atividades do órgão.

Justificativa
(Por que Para complementar, integrar ou interpretar uma lei, decreto ou
fazer?) regulamento

Composição da Parte Preliminar:

I- Epígrafe.
II - Ementa:
III - Preâmbulo;
IV - Enunciado do objeto;
V- Indicação do âmbito de aplicação das disposições normativas.
Obs.: Os itens IV e V, doravante serão chamados “artigo 1º ”.

Composição da Parte Normativa:


(Como fazer?)
I- Artigo;
II - Parágrafo;
III - Inciso;
IV - Alínea;
V- Item.

Composição da Parte Final:

I- Cláusula de vigência;
II - Cláusula revogatória;
III - Cláusula de disposições transitórias.

Quem vai Chefe da PM/1


fazer?

Onde vai Comando Geral


fazer?

88
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
O prazo poderá será de 30 dias. Mas, dependendo da complexidade
Quando vai poderá ser fixado prazo maior ou da urgência prazo menor. O
fazer? Comandante ou Chefe especificará o prazo no documento de designação.

Deverá ser realizada uma estimativa de custos de acordo com a


(Quanto Vai
quantidade de pessoas envolvidas, seus postos ou graduações e a duração
custar?)
do trabalho, conforme valores previstos na legislação pertinente.

89
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
Modelo – Instrução de Serviço

ESTADO DE GOIÁS
SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA
POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS
GABINETE DO COMANDANTE GERAL

2,5 cm
INSTRUÇÃO DE SERVIÇO Nº 00
1 duplo ou 2 simples

8 cm / Institui o Guia Simplificado para Elaboração


Justificado de Instrução de Serviço da Polícia Militar do
Estado de Goiás - PMGO.
1 duplo ou 2 simples

O COMANDANTE GERAL DA POLICIA MILITAR DO ESTADO DE


GOIÁS, no uso de suas atribuições legais que lhe conferem o § 3º do art. 3º c/c art. 4º da Lei
8.125 de 18 de julho de 1976, e...
1 simples Espaçamento do texto 1,5 ou 1,0
Considerando que a Lei Complementar nº 033, de 01 de agosto de 2001, dispõe
sobre a elaboração, a redação, a alteração e a consolidação das leis, e estabelece normas para a
consolidação dos atos normativos que menciona.
1 simples
Considerando o processo administrativo nº 201700016001376.
1 duplo ou 2 simples
2,5 cm
RESOLVE...
1 duplo ou 2 simples
2,5 cm
Art. 1º - Instituir o Guia Simplificado para Elaboração de Instrução de Serviço
da Polícia Militar do Estado de Goiás - PMGO.

1 simples

Art. 9º - Instituir ........................................................................................


Art. 10 - Revogar .....................................................................................

Art. __º - Esta Instrução de Serviço entra em vigor na data de sua publicação.
Ou
Art. __ - Fica revogada a Lei nº 4.789, de 14 de outubro de 1965.
Art. __ - Ficam revogados os arts. 16, 17 e 29 da Lei nº 7.998, de 11 de janeiro
de 1990.
Art. __ - Ficam revogadas as Leis nº 3.917, de 14 de julho de 1961, 5.887, de
31 de maio de 1973, e 6.859, de 24 de novembro de 1980.
Ou

90
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
Art. __º - Até a entrada em vigor da Instrução de Serviço, serão aplicadas as
seguintes normas:
I - ...........................................................................................................................
II - ........................................................................................................................
1 duplo ou 2 simples

Goiânia-GO, .

5 simples

Cícero Bueno Brandão – Coronel PM


Comandante Geral da PMGO

91
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
4.3.14 Plano

O Plano é um documento formal destinado a esquematizar a execução de


atividades administrativas e operacionais realizadas pela Polícia Militar. O plano é metódico,
buscando avaliar todos os aspectos que envolvem a execução da atividade. Cada plano é único
e recebe o nome da atividade que regula.

Objetivo Esquematizar emprego operacional e/ou administrativo específico da


(O que Corporação para o cumprimento de uma missão.
fazer?)
Como Instituição responsável pela preservação da ordem pública e pelas
atividades de Polícia Ostensiva, a Polícia Militar constantemente enfrenta
desafios operacionais e administrativos que demandam uma ação
Justificativa planificada, esquematizada, coordenada e com a necessidade de uma
(Por que preparação prévia, que possibilite uma execução com qualidade e que
fazer?) apresente um resultado efetivo. Para tanto, mister se faz que,
previamente, se palmeie todos os aspectos que possam impactar a
atividade.
Para elaborar o Plano será preciso executar as seguintes atividades:

Elencar atividades conforme comissão de estudos


a) Situação;
(Como b) Missão;
fazer?) c) Execução;
d) Administração;
e) Ligações e comunicações;
f) Prescrições diversas;
g) Difusão;
h) Anexos.

Quem vai Oficial Superior ou Intermediário


fazer?

Onde vai Comando Geral, Estado Maior Estratégico e Grandes Comandos


fazer?

O prazo poderá será de 30 dias. Mas, dependendo da complexidade


Quando vai poderá ser fixado prazo maior ou da urgência prazo menor. O
fazer? Comandante ou Chefe especificará o prazo no documento de designação.

Deverá ser realizada uma estimativa de custos de acordo com a


(Quanto Vai quantidade de pessoas envolvidas, seus postos ou graduações e a duração
custar?) do trabalho, conforme valores previstos na legislação pertinente.

92
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
Modelo – Plano

ESTADO DE GOIÁS
SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA
POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS
GABINETE DO COMANDANTE GERAL

PLANO
(OPERAÇÕES, ENSINO, LOGÍSTICA, ETC)
1.1 Informações Gerais

1.2 Elementos adversos

1. SITUAÇÃO 1.3 Elementos favoráveis

1.4 Meios a serem utilizados

1.5 Hipóteses

2.1 Geral

2. MISSÃO 2.2 Particular

2.3 Eventual

3.1 Conceito da operação

3.2 Atribuição das Unidades envolvidas


3. EXECUÇÃO
3.3 Reserva

3.4 Prescrições diversas

4.1 Pessoal

4. ADMINISTRAÇÃO 4.2 Logística

4.3 Custos

5.1 Ligações

5. LIGAÇÕES E COMUNICAÇÕES 5.2 Comunicações

5.3 Comando

93
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
Assuntos diversos que não foram abordados
6. PRESCRIÇÕES DIVERSAS nos itens anteriores, e que sejam comuns a
todos os envolvidos.

Conforme listas de distribuição da UPM,


7. DIFUSÃO Órgãos e pessoas que devam tomar
conhecimento do assunto.

Anexar todos os documentos que subsidiam o


planejamento e são úteis para o pleno
8. ANEXOS
conhecimento da atividade como Mapas,
croquis etc.

Goiânia, _____de mês de ano.

Nome do Comandante – Posto


Função

94
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
4.3.15 Ordem de Atendimento

É o documento de execução produzido a partir de uma solicitação externa para a


prestação de serviços atinentes à segurança pública, com o objetivo de orientar e direcionar
o pedido à unidade responsável pela realização da atividade.

Objetivo
Orientar e direcionar solicitação de serviços.
(O que fazer?)

Justificativa
Em razão da necessidade do encaminhamento técnico de uma ordem
(Por que
para que seja providenciada a devida execução.
fazer?)
Para elaborar a Ordem de Atendimento será preciso executar as
seguintes atividades:
a) Referência;
b) Ordem;
c) Solicitante;
(Como fazer?) d) Endereço;
e) Local;
f) Data;
g) Horário;
h) Histórico/Missão, e
i) Efetivo/UPM.

Quem vai Oficial


fazer?

Onde vai Comando Geral e Grandes Comandos


fazer?

O prazo poderá será de 02 dias. Mas, dependendo da complexidade


Quando vai poderá ser fixado prazo maior ou da urgência prazo menor. O
fazer? Comandante ou Chefe especificará o prazo no documento de designação.

Deverá ser realizada uma estimativa de custos de acordo com a


(Quanto Vai quantidade de pessoas envolvidas, seus postos ou graduações e a
custar?) duração do trabalho, conforme valores previstos na legislação pertinente.

95
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
Modelo – Ordem de Atendimento

ESTADO DE GOIÁS
SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA
POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS
GABINETE DO COMANDANTE GERAL

ORDEM DE ATENDIMENTO Nº ________/20__ UPM


Trata sobre o amparo legal para a tomada da ação a
ser desenvolvida a partir da elaboração da Ordem
de Atendimento.
1. REFERÊNCIA:
Fazer referências a Leis, Resoluções, Portarias,
Normas e outros documentos que estão
relacionados com o assunto.

Trata da Unidade Policial Militar expedidora da


2. ORDEM:
Ordem de Atendimento

Apontar quem é o solicitante que provocou a


3. SOLICITANTE:
Ordem de Atendimento

Apontar o endereço de atuação da Ordem de


4. ENDEREÇO:
Atendimento

Apontar o local de atuação da Ordem de


5. LOCAL:
Atendimento

Apontar a data de atuação da Ordem de


6. DATA:
Atendimento

96
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
Apontar o horário de início da Ordem de
7. HORA/INÍCIO:
Atendimento.

De forma sucinta, exibe a missão a ser cumprida.


Para cada Ordem de Atendimento é adotada apenas
uma missão, que por sua vez pode admitir várias
8. HISTÓRICO/MISSÃO:
ações. Seguindo uma ordem lógica, será descrito
detalhadamente as tarefas a serem desenvolvidas e
os responsáveis por sua execução.

Apontar a quantidade de policiais militares que


9. EFETIVO/UPM:
serão empregados na Ordem de Atendimento.

Goiânia, _____de mês de ano.

Nome – Posto
Função

97
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
4.3.16 Ordem de Operação

A Ordem de Operação é um documento de execução, com finalidade de


regular o desenvolvimento das operações a serem realizadas por mais de uma Unidade ou
mais de um Grande Comando. Ela visa promover a interação das atividades que serão
realizadas por cada Unidade, de modo que as UPMs empregadas possam desempenhar a ação
com qualidade e segurança.

Regular o desenvolvimento das operações a serem realizadas por mais


Objetivo
de uma Unidade ou Grande Comando.
(O que fazer?)

Em razão da complexidade, algumas atividades desenvolvidas pela Polícia


Justificativa Militar demandam o emprego de mais de uma Unidade e até mesmo de
(Por que mais de um Grande Comando. Desta forma, deve haver um documento
fazer?) único de planejamento operacional, capaz de organizar as atribuições e a
execução coordenada de todas as ações.

Para elaborar a Ordem de Operação será preciso executar as seguintes


atividades:
a) Referência;
b) Situação;
(Como fazer?) c) Finalidade;
d) Objetivo;
e) Condições de Execução;
f) Missões dos elementos empenhados;
g) Prescrições diversas, e
h) Vigência.

Quem vai Oficial Superior ou Intermediário


fazer?

Onde vai Comando Geral, Estado Maior Estratégico e Grandes Comandos


fazer?

O prazo poderá será de 10 dias. Mas, dependendo da complexidade


Quando vai poderá ser fixado prazo maior ou da urgência prazo menor. O
fazer? Comandante ou Chefe especificará o prazo no documento de designação.

Deverá ser realizada uma estimativa de custos de acordo com a


(Quanto Vai
quantidade de pessoas envolvidas, seus postos ou graduações e a duração
custar?)
do trabalho, conforme valores previstos na legislação pertinente.

98
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
Modelo – Ordem de Operação

ESTADO DE GOIÁS
SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA
POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS
GABINETE DO COMANDANTE GERAL

ORDEM DE OPERAÇÃO Nº ________/20__ PM/3


Trata sobre o amparo legal para a tomada da
ação a ser desenvolvida a partir da elaboração da
Ordem de Operação.
1. REFERÊNCIA:
Fazer referências a Leis, Resoluções, Portarias,
Normas e outros documentos que estão
relacionados com o assunto.

Visão global e ordenada sobre a situação


2. SITUAÇÃO: existente, podendo ser subdividida em geral e
particular.

Estabelecer de forma sintética a finalidade


3. FINALIDADE:
global do documento.

Fixação de objetivo (s) a serem atingido (s) com


4. OBJETIVO:
a difusão do documento.

5.1 Data / Horário: Apontar a data e horário da


Operação.

5. CONDIÇÕES DE EXECUÇÃO:

5.2 Local de enquadramento: Apontar o local de


enquadramento da tropa.

99
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
5.3 Viaturas: Apontar quais UPMs irão
disponibilizar viaturas, bem como a quantidade
que cada uma irá disponibilizar.

5.4 Total de viaturas: Apontar o número de


viaturas que serão utilizadas na Operação.

5.5 Total de motos: Apontar o número de motos


que serão utilizadas na Operação.

5.6 Total de solípedes: Apontar a quantidade de


solípedes que serão empregados na Operação.

5.7 Total de Policiais Militares: Apontar a


quantidade de policiais militares que serão
empregados na Operação.

5.8 Fardamento: Apontar o fardamento que será


utilizado.

5.9 Armamento: Apontar o armamento e


equipamento que será utilizado.

Citar de forma clara e concisa o que deve ser


feito pelas UPMs envolvidas.
6. MISSÕES DOS ELEMENTOS
Subitens opcionais que podem ser retirados,
EMPENHADOS:
alterados ou acrescidos de outros, conforme a
necessidade do planejador.

100
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
Trata de assuntos ainda não abordados na
7. PRESCRIÇÕES DIVERSAS: Ordem de Operação, contudo de fundamental
importância para o bom andamento da ação.

8. VIGÊNCIA: A partir da data de publicação desta.

Conforme listas de distribuição da UPM, Órgãos


9. DIFUSÃO: e pessoas que devam tomar conhecimento do
assunto.

Goiânia, _____de mês de ano.

Nome – Posto
Função

101
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
4.3.17 Ordem de Missão

É um documento de planejamento operacional, de caráter sigiloso, destinado a


organização e detalhamento de atividade de inteligência, sendo que seu teor deverá ser de
conhecimento apenas àqueles que estarão empenhados na Missão.

Objetivo Regular as atividades operacionais desenvolvidas pelo serviço


(O que fazer?) reservado da Polícia Militar.

Justificativa
As atividades da segunda seção, em razão do seu caráter reservado
(Por que
dependem de planejamento operacional específico.
fazer?)
Para elaborar a Ordem de Missão será preciso executar as seguintes
atividades:

a) Referência;
b) Chefe da Equipe;
c) Demais integrantes da equipe;
d) Missão;
(Como fazer?) e) Data de Início/ Data de Término;
f) Dados conhecidos e necessários ao cumprimento da missão;
g) Restrições;
h) Condições de execução;
i) Recomendações especiais e medidas de segurança;
j) Local e horário;
k) Autoridade determinante.

Quem vai Oficial Superior ou Intermediário


fazer?

Onde vai Segunda Seção do Estado Maior Estratégico


fazer?

O prazo poderá será de 30 dias. Mas, dependendo da complexidade


Quando vai poderá ser fixado prazo maior ou da urgência prazo menor. O
fazer? Comandante ou Chefe especificará o prazo no documento de designação.

Deverá ser realizada uma estimativa de custos de acordo com a


(Quanto Vai quantidade de pessoas envolvidas, seus postos ou graduações e a
custar?) duração do trabalho, conforme valores previstos na legislação pertinente.

102
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
Modelo – Ordem de Missão

ESTADO DE GOIÁS
SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA
POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS
GABINETE DO COMANDANTE GERAL

ORDEM DE MISSÃO Nº ________/20__ UPM

Trata sobre o amparo legal para a tomada da ação a ser


desenvolvida a partir da elaboração da Ordem de Missão.
1- REFERÊNCIA (Informar o procedimento).
Fazer referências a Leis, Resoluções, Portarias, Normas e
outros documentos que estão relacionados com o assunto.
2-CHEFE DA EQUIPE Cargo ou Função RG

3-DEMAIS INTEGRANTES Cargo ou Função RG


DA EQUIPE

Citar de forma clara e concisa o que deve ser feito pelas


UPMs envolvidas.
Subitens opcionais que podem ser retirados, alterados ou
4-MISSÃO acrescidos de outros, conforme a necessidade do
planejador.
Informar técnicas, cuidados, detalhes a serem observados;

5.1 Data de início: Apontar a data de início da Operação.

5- DATAS
5.2 Data de término: Apontar a data de término da
Operação.

6-DADOS CONHECIDOS E
NECESSÁRIOS AO
CUMPRIMENTO DA
MISSÃO

7-RESTRIÇÕES

103
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
8.1- Armamento/Munição: Apontar o armamento e
equipamento que será utilizado.

8.2 –Viaturas: Apontar quais UPMs irão disponibilizar


viaturas, bem como a quantidade que cada uma irá
disponibilizar.
8 – CONDIÇÕES DE
EXECUÇÃO:

8.3 –Local de Enquadramento: Apontar o local de


enquadramento da tropa.

8.4 –Outros:

9 – RECOMENDAÇÕES Trata de assuntos ainda não abordados na Ordem de


ESPECIAIS E MEDIDAS Missão, contudo de fundamental importância para o bom
DE SEGURANÇA andamento da ação.

Observações: Após o cumprimento retorne-me relatório da missão em tela preenchido

Apontar o local e o horário da Missão.


10 – LOCAL E HORÁRIO

11 – AUTORIDADE DETERMINANTE

Goiânia, _____de mês de ano.

Nome do Responsável – Posto


Função
104
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
4.3.18 Nota de Serviço

A Nota de Serviço é um documento de execução com finalidade de regular a


realização de atividade administrativa, como solenidades, formaturas, inspeções, passagens
de Comando, etc.

Planejar a execução de atividades administrativas como inspeções,


Objetivo cerimônias, desfiles ou outros eventos congêneres que serão realizados
(O que fazer?) na UPM.

Justificativa Em razão do cerimonial militar e das atividades de cunho administrativo,


(Por que torna-se necessária a sistematização das ações para que tudo ocorra
fazer?) dentro de critérios de qualidade e efetividade.

Para elaborar Nota de Serviço será preciso executar as seguintes


atividades:
a) Referência;
b) Finalidade;
(Como fazer?) c) Objetivo;
d) Situação;
e) Execução;
f) Administração;
g) Ligações e comunicações, e
h) Prescrições diversas

Quem vai Oficial Intermediário ou subalterno


fazer?

Onde vai Comando Geral, Grandes Comandos e UPMs


fazer?

O prazo poderá será de 05 dias. Mas, dependendo da complexidade


Quando vai poderá ser fixado prazo maior ou da urgência prazo menor. O
fazer? Comandante ou Chefe especificará o prazo no documento de designação.

(Quanto Vai Deverá ser realizada uma estimativa de custos de acordo com a
custar?) quantidade de pessoas envolvidas, seus postos ou graduações e a
duração do trabalho, conforme valores previstos na legislação pertinente.

105
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
Modelo – Nota de Serviço

ESTADO DE GOIÁS
SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA
POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS
GABINETE DO COMANDANTE GERAL

NOTA DE SERVIÇO Nº ________/20__ UPM

Trata sobre o amparo legal para a tomada da ação a


ser desenvolvida a partir da elaboração da Nota de
Serviço.
1. REFERÊNCIA:
Fazer referências a Leis, Resoluções, Portarias,
Normas e outros documentos que estão
relacionados com o assunto.

Estabelecer de forma sintética a finalidade global


2. FINALIDADE:
do documento.

3.1 Geral: Fixação de objetivos a serem atingidos


com a difusão do documento.

3. OBJETIVO:

3.2 Específico

Visão global e ordenada sobre a situação existente,


4. SITUAÇÃO:
podendo ser subdividida em geral e particular.

5.1 Conceito da atividade: Breve conceito do


5. EXECUÇÃO:
assunto a ser tratado.

106
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
5.2 Local: Apontar o local de atuação.

5.3 Data/ Hora: Apontar a data/hora de atuação.

5.4 Sequência da solenidade.

5.5 Atribuições dos elementos subordinados:

6.1 Pessoal: Previsão, de forma clara e objetiva, dos


meios materiais e pessoal a serem empregados na
tarefa ou missão a ser executada.

6. ADMINISTRAÇÃO: 6.2 Logística:

6.3 Comunicação Social:

Estabelecimento de como as UPMs envolvidas no


7. LIGAÇÕES E serviço ou missão vão se relacionar (cadeia de
COMUNICAÇÕES: comando, canal técnico) e o tipo de comunicação a
ser empregado.

107
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
8. PRESCRIÇÕES Assuntos diversos que não foram abordados nos
DIVERSAS: itens, e que sejam comuns a todos os envolvidos.

Goiânia, _____de mês de ano.

Nome do Responsável - Posto


Função

108
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
4.3.19 Nota de Instrução

É o documento de planejamento da execução de instruções, nivelamentos ou


aperfeiçoamentos, com o objetivo de manter o padrão de preparo individual, capacitando o
policial militar para os diferentes tipos de ações operacionais e administrativas.

Objetivo Proporcionar ao efetivo aprimoramento técnico para a realização das


(O que atividades policiais militares.
fazer?)
Justificativa
Visa promover a instrução, habilitação em equipamentos ou até mesmo
(Por que
em veículos ou embarcações.
fazer?)
Para elaborar a Nota de Instrução será preciso executar as seguintes
atividades:
a) Referência;
b) Finalidade;
c) Objetivo geral;
d) Objetivo específico;
e) Supervisão, corpo docente e corpo discente;
f) Condições de execução;
(Como
g) Disciplinas vinculadas;
fazer?)
h) Atividades a serem desenvolvidas e objetivos específicos
i) Atribuição dos elementos empenhados;
j) Administração;
k) Possibilidades de erros na execução das atividades por parte dos
discentes;
l) Avaliação, e
m) Prescrições diversas.

Quem vai Oficial Superior ou Intermediário


fazer?

Onde vai Comando Geral, Estado Maior Estratégico, Grandes Comandos e UPMs
fazer?

O prazo poderá será de 30 dias. Mas, dependendo da complexidade


Quando vai poderá ser fixado prazo maior ou da urgência prazo menor. O
fazer? Comandante ou Chefe especificará o prazo no documento de designação.

Deverá ser realizada uma estimativa de custos de acordo com a


(Quanto Vai quantidade de pessoas envolvidas, seus postos ou graduações e a duração
custar?) do trabalho, conforme valores previstos na legislação pertinente.

109
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
Modelo – Nota de Instrução

ESTADO DE GOIÁS
SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA
POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS
GABINETE DO COMANDANTE GERAL

NOTA DE INSTRUÇÃO Nº ________/20__ UPM


Trata sobre o amparo legal para a tomada da ação a
ser desenvolvida a partir da elaboração da Nota de
Instrução.
1. REFERÊNCIA:
Fazer referências a Leis, Resoluções, Portarias,
Normas e outros documentos que estão
relacionados com o assunto.

Estabelecer de forma sintética a finalidade global


2. FINALIDADE:
do documento.

3.1 Objetivo geral


3. OBJETIVOS
3.2 Objetivo específico

4.1 Supervisão, corpo docente e corpo discente

4. SITUAÇÃO: 4.2 Condições de execução

4.3 Disciplinas vinculadas

110
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
4.4 Programação:

5.1 Execução: Breve conceito sobre o assunto a ser


tratado.

5. ATIVIDADES A SEREM
DESENVOLVIDAS:

5.2 Atribuições Particulares:

6.1 Pessoal: Previsão, de forma clara e objetiva, dos


meios materiais e pessoal a serem empregados na
tarefa ou missão a ser executada.
6.2 Logística:
6. ADMINISTRAÇÃO:

6.3 Possibilidades de erros na execução das


atividades por parte dos discentes

7. AVALIAÇÃO:

Citar de forma clara e concisa o que deve ser feito


8. PRESCRIÇÕES DIVERSAS
pelas UPMs envolvidas.

Goiânia, _____de mês de ano.

Nome – Posto
Função

111
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
4.3.20 Ordem de Serviço

A Ordem de Serviço é um documento com finalidade de regular o emprego


dos meios humanos e materiais durante a execução de atividades operacionais. Deve conter,
de forma clara e precisa todas as informações necessárias para a execução da atividade que
regula.

Objetivo Regular a execução de atividades operacionais.


(O que fazer?)
Justificativa
Para regular, desdobrar e/ou recomendar a execução e o cumprimento
(Por que
de atividade operacional a ser realizada pela instituição
fazer?)
Para elaborar a Ordem de Serviço será preciso executar as seguintes
atividades:

a) Referência;
b) Situação;
(Como fazer?) c) Finalidade;
d) Objetivos;
e) Missão;
f) Condições de Execução;
g) Ações a serem desenvolvidas, e
h) Prescrições diversas.

Quem vai Oficial intermediário ou subalterno.


fazer?

Onde vai Comando Geral, Estado Maior Estratégico, Grandes Comandos e


fazer? UPMs

O prazo poderá será de 05 dias. Mas, dependendo da complexidade


poderá ser fixado prazo maior ou da urgência prazo menor. O
Quando vai
Comandante ou Chefe especificará o prazo no documento de
fazer?
designação.

Deverá ser realizada uma estimativa de custos de acordo com a


(Quanto Vai
quantidade de pessoas envolvidas, seus postos ou graduações e a
custar?)
duração do trabalho, conforme valores previstos na legislação vigente.

112
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
Modelo – Ordem de Serviço

ESTADO DE GOIÁS
SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA
POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS
GABINETE DO COMANDANTE GERAL

ORDEM DE SERVIÇO Nº ________/20__ PM/3


Trata sobre o amparo legal para a tomada da ação a
ser desenvolvida a partir da elaboração da Ordem
de Serviço.
1. REFERÊNCIA:
Fazer referências a Leis, Resoluções, Portarias,
Normas e outros documentos que estão
relacionados com o assunto.
Reproduz através do texto o cenário atual no qual
serão executadas as atividades relativas à Ordem de
2. SITUAÇÃO: Serviço, levando em consideração os últimos fatos
ocorridos relevantes à missão, como as tendências,
a cultura, etc.

Define de forma simples e precisa o propósito do


documento quanto à motivação para sua
3. FINALIDADE:
elaboração.

4.1 Geral: Determina o resultado que se quer


alcançar com a elaboração da Ordem de Serviço.

4. OBJETIVOS:

4.2 Específicos: Apontar o resultado a ser atingido


após a execução da ação descrita no documento, no
âmbito das unidades e subunidades.

De forma sucinta, exibe a missão a ser cumprida.


Para cada Ordem de Serviço é adotada apenas uma
missão, que por sua vez pode admitir várias ações.
5. MISSÃO:
Os verbos serão empregados no infinitivo. Este
tópico deve atender aos questionamentos: Que?
Quem? Quando? Onde? Para quê?

113
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
6.1 Local de atuação: Apontar o local de atuação da
Ordem de Serviço.

6.2 Início: Apontar a hora de início.

6.3 Término: Apontar a hora do término.

6. CONDIÇÕES DE EXECUÇÃO:

6.4 Fardamento: Apontar o fardamento específico


para esta Ordem de Serviço.

6.5 Armamento e equipamento: Apontar o


armamento e equipamento que será utilizado.

6.6 Autoridades competentes: Apontar as


autoridades competentes.

Seguindo uma ordem lógica, será descrito


7. AÇÕES A SEREM
detalhadamente as tarefas a serem desenvolvidas e
DESENVOLVIDAS
os responsáveis por sua execução.

114
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
Trata de assuntos ainda não abordados na Ordem de
8. PRESCRIÇÕES DIVERSAS Serviço, contudo de fundamental importância para
o bom andamento da ação.

Goiânia, _____de mês de ano.

Nome – Posto
Função

115
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
4.3.21 Escala de Serviço

A Escala de Serviço é um documento de execução e formalização do


emprego dos profissionais para realização de um trabalho específico, contendo o tipo de
serviço, os meios necessários, o local de atuação, o objetivo e o período de duração, e ainda
observando o horário de repouso obrigatório.

Regular o emprego pontual do efetivo, para as diversas frentes de


Objetivo
serviço desenvolvidas pela Polícia Militar, observando o horário de
(O que fazer?)
repouso obrigatório.

Em razão na natureza contínua e da quantidade de frentes de serviço a


Justificativa serem atendidas pelo Polícia Militar, o emprego do efetivo deve ser
(Por que desenvolvido através de um sistema que organize e distribua o trabalho
fazer?) de acordo com a demanda e a capacidade operacional e administrativa
da Corporação.

Para elaborar a Escala de Serviço será preciso executar as seguintes


atividades:
a) Referência;
b) Missão: Tipo de serviço a ser executado;
(Como fazer?) c) Condições de Execução:
Data;
Horário;
Local;
Fardamento;
d) Efetivo.

Quem vai Oficial Subalterno


fazer?

Comando Geral, Estado Maior Estratégico, Grandes Comandos, UPMs,


Onde vai
Cia destacada, Pelotão e Destacamento Policial Militar
fazer?

O prazo poderá será de 02 dias. Mas, dependendo da complexidade


Quando vai poderá ser fixado prazo maior ou da urgência prazo menor. O
fazer? Comandante ou Chefe especificará o prazo no documento de designação.

Deverá ser realizada uma estimativa de custos de acordo com a


(Quanto Vai quantidade de pessoas envolvidas, seus postos ou graduações e a
custar?) duração do trabalho, conforme valores previstos na legislação vigente.

116
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
Modelo – Escala de Serviço

ESTADO DE GOIÁS
SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA
POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS
GABINETE DO COMANDANTE GERAL

ESCALA DE SERVIÇO

Trata sobre o amparo para a tomada da ação a ser


desenvolvida a partir da elaboração da Escala de Serviço.
1. REFERÊNCIA: (Ex.: Ordem de Operação nº xxx/2017, e o nome da
operação)

2. MISSÃO: (Colocar o tipo de serviço executado - exemplo: Viatura,


SPO, Fiscalização, etc)

3.1 Data:

3.2 Horário de Início:

3. CONDIÇÕES DE 3.3 Horário de Término:


EXECUÇÃO

3.4 Local de apresentação:

3.5 Fardamento, Equipamento e Armamento:

POST/ ASSINATURA
ORD RG NOME COMPLETO CPF
GRAD DO PM
1

Goiânia, _____de mês de ano.

Nome – Posto
Função

117
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
4.3.22 Orientações para o Turno de Serviço

As Orientações para o Turno de Serviço (OTS) constituem-se em um


documento com finalidade de orientar o cumprimento das atividades operacionais inseridas
dentro do turno regular estabelecido pela escala de serviço. São as atividades complementares
do serviço ordinário. Tais como: metas a serem cumpridas durante o turno de serviço (01
visita comunitária, 01 visita solidária, 05 abordagens, etc.) ou ainda complemento ou
direcionamento para o turno de serviço em razão de algum acontecimento específico ou da
avaliação dos índices criminais (ocorrência de eventos ou posicionamento e permanência em
determinados locais de grande fluxo).

Determinar o cumprimento de missões naquele período em que o


Objetivo
policial militar já está escalado.
(O que fazer?)

Para atender às demandas da sociedade e para focar o policiamento de


Justificativa acordo com as reais necessidades do serviço, obtendo-se economia de
(Por que esforços e aumentado os resultados, torna-se necessário nortear, desdobrar
fazer?) e/ou recomendar o cumprimento de atividades a serem realizadas pela
equipe durante período de sua escala.

Para elaborar o documento com as orientações para o turno de serviço


será necessário executar as seguintes atividades:
(Como fazer?) a) Efetivo
b) Referência;
c) Missões: Tipo de serviço a ser executado.

Quem vai Oficial


fazer?

Grandes Comandos, UPMs, Cia Destacada, Pelotão e Destacamento


Onde vai
Policial Militar.
fazer?

O prazo poderá será de 1 dia. Mas, dependendo da complexidade poderá


Quando vai ser fixado prazo maior ou da urgência prazo menor. O Comandante ou
fazer? Chefe especificará o prazo no documento de designação.

Deverá ser realizada uma estimativa de custos de acordo com a


(Quanto Vai
quantidade de pessoas envolvidas, seus postos ou graduações e a duração
custar?)
do trabalho, conforme valores previstos na legislação pertinente.
118
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
Modelo – Orientações Para o turno de serviço

ESTADO DE GOIÁS
SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA
POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS
GABINETE DO COMANDANTE GERAL

ORIENTAÇÕES PARA O TURNO DE SERVIÇO

1. EFETIVO
POST/ ASSINATURA
ORD RG NOME COMPLETO CPF
GRAD DO PM
1

2. REFERÊNCIA: Informar o turno de serviço descrito na Escala de Serviço.

(Colocar o tipo de serviço executado - exemplo: Visita


3. MISSÃO: Comunitária, Visita Solidária, SPO, Fiscalização, etc)

ATIVIDADE LOCAL HORÁRIO

3.1

3.2

3.3

3.4

Goiânia, _____de mês de ano.

Nome – Posto/Graduação
Função

119
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
4.3.23 Relatório

O Relatório é o documento de controle responsável por detalhar a execução de


atividades, apresentando os resultados obtidos e alimentando de informações o planejamento.
Ele é elaborado pelo responsável da execução direta da atividade. Ele tem como funções:
informar os escalões superiores sobre os resultados alcançados e principalmente, apresentar
subsídios para o planejamento, possibilitando o fechamento do ciclo de planejamento. O
Relatório realiza o encerramento do processo decisório. Caso a atividade não atinja os
objetivos propostos, o relatório subsidiará o redesenho do planejamento, visando o alcance do
fim pretendido. O documento é assinado pela autoridade responsável pela execução do serviço
e apreciado por autoridade competente.

Tem por objetivo reportar ao escalão superior e alimentar de informações


Objetivo
o processo de tomada de decisão, culminando com o encerramento do
(O que fazer?)
ciclo de tomada de decisão.

O processo de tomada de decisão carece de uma ferramenta de auditoria e


Justificativa controle. Sendo que o processo de planejamento deve sempre ser
(Por que mensurado, para que se possa avaliar se ele está atingindo os objetivos
fazer?) propostos. Desta forma torna-se necessário que tenha um instrumento que
apresente os indicadores de esforço e de resultado.

Para elaborar o documento Relatório será necessário executar as seguintes


atividades:
a) Referência;
b) Período de Abrangência;
c) Descrição do Problema;
(Como fazer?)
d) Relato da atividade realizada;
e) Avaliação dos resultados;
f) Sugestões e críticas;
g) Conclusão.

Quem vai
O responsável direto pela execução da atividade.
fazer?

Grandes Comandos e UPMs, Cia Destacada, Pelotão e Destacamento


Onde vai
Policial Militar.
fazer?

O prazo fixado será o prazo do turno de serviço ou a duração da atividade.


Mas, dependendo da complexidade poderá ser fixado prazo menor ou
Quando vai mesmo relatórios parciais para informar sobre o desenvolvimento ou
fazer? andamento da atividade. O Comandante deverá especificar o prazo no
documento de designação.

120
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
Deverá ser realizada uma estimativa de custos de acordo com a
(Quanto Vai quantidade de pessoas envolvidas, seus postos ou graduações e a duração
custar?) do trabalho, conforme valores previstos na legislação vigente.

121
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
Modelo – Relatório

ESTADO DE GOIÁS
SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA
POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS
GABINETE DO COMANDANTE GERAL

RELATÓRIO Nº ________/20__

Tratar do fundamento, da origem para a produção


1. REFERÊNCIA:
do documento.

Estabelecimento do período em que foi realizado o


2. PERÍODO DE ABRANGÊNCIA:
serviço, instrução ou operação.

3. DESCRIÇÃO DO PROBLEMA: Breve relato sobre o problema original.

4.1 Tipo de Atividade- Análise:

4. RELATO DA ATIVIDADE
REALIZADA:

4.2 Meios empregados:

5. AVALIAÇÃO DOS 5.1 Esforço realizado: (especificar a natureza e a


RESULTADOS: quantidade de ações realizadas)

122
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
5.2 Resultados Obtidos:

5.3 Estimativa de custo da atividade realizada:

6. SUGESTÕES E Fazer e ou propor sugestões, críticas


CRÍTICAS: fundamentadas.

Com base nos levantamentos realizados emitir


7. CONCLUSÃO:
opinião geral sobre a missão desenvolvida.

Goiânia, _____de mês de ano.

Nome do Responsável - Posto


Função

8. Avaliação do setor de planejamento.

a. A atividade:
- Atendeu ao objetivo

- Atendeu parcialmente ao objetivo

- Não atendeu ao objetivo

Goiânia, _____de mês de ano.

Nome – Posto
Função

123
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
4.3.24 Portaria

A Portaria é um ato ordinatório pelo qual o Comandante Geral da PMGO


expede determinações gerais ou especiais a seus subordinados, ou designam servidores para
funções e cargos.
Ela tem por objetivo expedir norma de ordem geral ou especial a funcionário
ou unidade do órgão quanto às regras relacionadas à pessoal ou à estrutura organizacional da
Corporação.

Tem por objetivo expedir norma de ordem geral ou especial a


Objetivo
funcionário ou unidade do órgão quanto às regras relacionadas à
(O que
pessoal ou à estrutura organizacional da Corporação.
fazer?)

Justificativa
(Por que Para expedir determinações gerais ou especiais aos subordinados, ou
fazer?) designar servidores para funções e cargos.

Para elaborar o documento Portaria será necessário executar as seguintes


atividades:

Composição da Parte Preliminar:

I- Epígrafe.
II - Ementa:
III - Preâmbulo;
IV - Enunciado do objeto;
V- Indicação do âmbito de aplicação das disposições normativas.
Obs.: Os itens IV e V, doravante serão chamados “artigo 1º ”.
(Como
fazer?) Composição da Parte Normativa:
I- Artigo;
II - Parágrafo;
III - Inciso;
IV - Alínea;
V- Item.

Composição da Parte Final:


I- Cláusula de vigência;
II - Cláusula revogatória;
III - Cláusula de disposições transitórias.

Chefe da PM/1
Quem vai
fazer?

124
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
Onde vai Comando Geral
fazer?
O prazo poderá será de 30 dias. Mas, dependendo da complexidade
Quando vai poderá ser fixado prazo maior ou da urgência prazo menor. O
fazer? Comandante ou Chefe especificará o prazo no documento de designação.

Deverá ser realizada uma estimativa de custos de acordo com a


(Quanto Vai
quantidade de pessoas envolvidas, seus postos ou graduações e a
custar?)
duração do trabalho, conforme valores previstos na legislação vigente.

125
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
Modelo – Portaria

ESTADO DE GOIÁS
SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA
POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS
GABINETE DO COMANDANTE GERAL

2,5 cm
PORTARIA Nº 00
1 duplo ou 2 simples

Institui o Guia Simplificado para Elaboração


8 cm / Justificado de Portaria da Polícia Militar do Estado de
Goiás - PMGO.
1 duplo ou 2 simples

O COMANDANTE GERAL DA POLICIA MILITAR DO ESTADO DE


GOIÁS, no uso de suas atribuições legais que lhe conferem o § 3º do art. 3º c/c art. 4º da Lei
8.125 de 18 de julho de 1976, e...
Espaçamento do texto 1,5 ou 1,0
1 simples
Considerando que a Lei Complementar nº 033, de 01 de agosto de 2001, dispõe
sobre a elaboração, a redação, a alteração e a consolidação das leis, e estabelece normas para a
consolidação dos atos normativos que menciona.
1 simples
Considerando o processo administrativo nº 201700016001376.
1 duplo ou 2 simples

2,5 cm
RESOLVE...

2,5 cm 1 duplo ou 2 simples

Art. 1º - Instituir o Guia Simplificado para Elaboração de Portaria da Polícia


Militar do Estado de Goiás - PMGO.
1 duplo ou 2 simples

Art. 9º - Instituir ........................................................................................


Art. 10 - Revogar .....................................................................................

2,5 cm Art. __º - Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.
Ou
Art. __ - Fica revogada a Lei nº 4.789, de 14 de outubro de 1965.
Art. __ - Ficam revogados os arts. 16, 17 e 29 da Lei nº 7.998, de 11 de janeiro
de 1990.
Art. __ - Ficam revogadas as Leis nº 3.917, de 14 de julho de 1961, 5.887, de
31 de maio de 1973, e 6.859, de 24 de novembro de 1980.
Ou

126
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
Art. __º - Até a entrada em vigor da Portaria, serão aplicadas as seguintes
normas:
I - ...........................................................................................................................
II - .........................................................................................................................
1 duplo ou 2 simples

Goiânia-GO, .

5 simples

Cícero Bueno Brandão – Coronel PM


Comandante Geral da PMGO

127
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
4.3.25 Ofício

É um instrumento de comunicação formal que se caracteriza como um tipo de


documento escrito expedida por autoridade pública sobre assunto de ordem administrativa ou
operacional. Têm como finalidade o tratamento de assuntos oficiais pelos órgãos da
Administração Pública entre si e, no caso do ofício, também com particulares.

Informar situações, encaminhar documentos, propor ajustes ou acordos e


Objetivo solicitar providencias, informações ou qualquer necessidade da parte que
(O que fazer?) o expede e de interesse deste ou do destinatário.

Justificativa
(Por que Necessidade de transitar informações de caráter formal e oficial.
fazer?)
Para elaborar o documento Ofício será necessário executar as seguintes
atividades:
a) Cabeçalho;
b) Tipo e número do expediente;
c) Local e data em que foi assinado;
d) Destinatário;
(Como fazer?) e) Assunto;
f) Anexo (Se houver);
g) Vocativo;
h) Texto;
i) Fecho e
j) Assinatura e identificação do signatário.

Quem vai
Oficiais e praças
fazer?

Onde vai Todas as unidades da PMGO


fazer?

O prazo será de no máximo, um 1 dia. O Comandante ou Chefe


Quando vai
especificará o prazo no documento de designação.
fazer?

Deverá ser realizada uma estimativa de custos de acordo com a


(Quanto Vai quantidade de pessoas envolvidas, seus postos ou graduações e a duração
custar?) do trabalho, conforme valores previstos na legislação vigente.

128
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
Modelo – Ofício

ESTADO DE GOIÁS
SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA
POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS
GABINETE DO COMANDANTE GERAL

Ofício n° /2017-Sigla do Órgão Expedidor


1 duplo ou 2 simples
Goiânia, de de ano.
odelo d
1 duplo ou 2 simples
e Ofício
A Senhora/ Ao Senhor (ou “A Sua Excelência o Senhor” para altas autoridades)
Nome completo
Superintendente de...
Endereço
74.000-000 Goiânia - GO
1 duplo ou 2 simples

Assunto: Modelo de Ofício (Máximo 5 palavras)


Anexo: Se houver
1 duplo ou 2 simples

Senhor Superintendente,
1 duplo ou 2 simples
2,5 cm
Modelo de Ofício Modelo de Ofício Modelo de Ofício Modelo de Ofício 2,0 cm
3,0 cm Modelo de Ofício Modelo de Ofício Modelo de Ofício Modelo de Ofício Modelo de Ofício
Modelo de Ofício Modelo de Ofício Modelo de Ofício. Espaçamento do texto 1,5 ou 1,0

Modelo de Ofício Modelo de Ofício Modelo de Ofício Modelo de Ofício


Modelo de Ofício Modelo de Ofício Modelo de Ofício Modelo de Ofício Modelo de Ofício
Modelo de Ofício Modelo de Ofício.
1 duplo ou 2 simples

Respeitosamente/ Atenciosamente/ Cordialmente,

5 simples

Nome – Posto/Graduação
Função

129
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
4.3.26 Parte

A Parte é o documento de comunicação interna da Unidade ou Grande


Comando, através do qual circulam informações inerentes à rotina administrativa e/ou
operacional. O texto deve ser claro, conciso e preciso, deve conter os dados capazes de
identificar pessoas ou coisas envolvidas, local, data e hora do fato e caracterizar as
circunstâncias que a envolveram, sem tecer comentários ou opiniões pessoais.
Quando a Parte for emitida por chefia de seção ou subunidade, para tratar de
assuntos funcionais, deverá ser numerada. Quando a Parte for emitida para tratar de assuntos
de serviço ou pessoais não conterá número (S/Nº), exceto quando for expedida mais de uma
com a mesma data. Os serviços diários das unidades deverão ser relatados mediante o uso de
Parte.

Informar sobre assuntos inerentes à rotina administrativa e operacional da


Objetivo
Unidade.
(O que fazer?)

As atividades administrativa e operacional das unidades da Polícia


Justificativa Militar, demandam um fluxo informações sobre a rotina de serviço e essas
(Por que informações devem fluir de forma rápida e objetiva. Desta forma, deve
fazer?) haver uma modalidade simplificada de documento, que faça fluir as
informações internas da Unidade.

Para elaborar o documento Parte será necessário executar as seguintes


atividades:
a) Cabeçalho;
b) Tipo e número do expediente;
c) Local e data em que foi assinado;
(Como fazer?) d) Remetente/Destinatário;
e) Assunto;
f) Anexo (Se houver);
g) Texto;
h) Assinatura e identificação do signatário.

Quem vai Oficiais e praças


fazer?

Onde vai Todas as Unidades da PMGO


fazer?

O prazo será de no máximo 1 dia. O Comandante ou Chefe especificará o


Quando vai
prazo no documento de designação.
fazer?
Deverá ser realizada uma estimativa de custos de acordo com a
quantidade de pessoas envolvidas, seus postos ou graduações e a duração
(Quanto Vai
do trabalho, conforme valores previstos na legislação vigente.
custar?)

130
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
Modelo – Parte

ESTADO DE GOIÁS
SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA
POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS
GABINETE DO COMANDANTE GERAL

Parte n° /2017-P-1
1 duplo ou 2 simples

Goiânia, de de ano.
ode Ofício
1 duplo ou 2 simples

5 cm Do: Chefe da P1/1


Ao: Sr. Maj Subcomandante.

Assunto: Solicitação
1 duplo ou 2 simples

5 cm
Modelo de Parte Modelo de Parte Modelo de Parte Modelo de 2,0 cm
3,0 cm Parte Modelo de Parte Modelo de Parte Modelo de Parte Modelo de Parte Modelo de Parte
Modelo de Parte Modelo de Parte Modelo de Parte Modelo de Parte

5 simples

Nome – Posto/Graduação
Função

131
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
4.3.27 E-mail

É um instrumento de comunicação formal encaminhado por via eletrônica,


através do serviço de Internet e Intranet, sendo uma das principais formas de comunicação
para transmissão de informações de forma célere e abrangente.

Informar ou estabelecer situações, determinar e solicitar providencias ou


Objetivo
qualquer necessidade.
(O que fazer?)
Justificativa
(Por que Necessidade de transmissão de informações de forma célere.
fazer?)
Para elaborar o documento E-mail será necessário executar as seguintes
atividades:

a) Número;
b) Origem;
(Como fazer?)
c) Destino;
d) Assunto;
e) Texto e
f) Assinatura e identificação do signatário.

Quem vai
Oficiais e praças
fazer?

Onde vai Todas as unidades da PMGO


fazer?

O prazo será de no máximo, um 1 dia. O Comandante ou Chefe


Quando vai
especificará o prazo no documento de designação.
fazer?

Deverá ser realizada uma estimativa de custos de acordo com a


(Quanto Vai quantidade de pessoas envolvidas, seus postos ou graduações e a duração
custar?) do trabalho, conforme valores previstos na legislação vigente.

132
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
Modelo – E-mail

ESTADO DE GOIÁS
SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA
POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS
GABINETE DO COMANDANTE GERAL

E-mail nº /ano-CG Data:



ORIGEM

Coronel PM Cícero Bueno Brandão – Comandante Geral da PMGO

PM/1, PM/2, PM/3, PM/4...


DESTINO
ASSUNTO

IS-01-PM Manual de Padronização dos Modelos de Documentos

Convoco os Oficiais abaixo relacionados, para reunião no Gabinete do


Comandante Geral, no dia 07/07/2017 (sexta-feira), às 08h30min, a saber:
Nome completo – Ten Cel PM
Nome completo – Ten Cel PM
TEXTO
ASSINATURA

Cícero Bueno Brandão – Coronel PM


Comandante Geral da PMGO

133
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
5 DAS DISPOSIÇÕES FINAIS

O padrão dos documentos segue o conceito de visão sistêmica, através do qual,


a Polícia Militar alinha suas ações, seus processos e sua imagem de maneira uniforme e
orgânica.

A atribuição para produção de documentos é distribuída no âmbito da


corporação de acordo com a divisão de tarefas estabelecida na lei de organização básica e
seguindo o escalonamento de cada Unidade.

Todas as unidades podem produzir os documentos previstos neste manual.


Sendo que o assunto a ser tratado deve referir-se especificamente à sua área de atuação.

Os assuntos que se refiram a questões estratégicas ou a aspectos de interesse


orgânico da Polícia Militar serão tratados em documentos produzidos pelo Comando Geral.

134
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
6 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

FERNANDES, Sérgio Henrique Soares. Fundamentos de planejamento prospectivo


aplicados à polícia militar – 3. ed. – Belo Horizonte: Editora D’ Plácido, 2017

FOUREAUX, Péricles de Souza; SOUZA, Mozar Luiz Soares de; COSTA, Alcino Lagares
Cortes; MIRANDA, Josemar Trant de; REIS, Marco Antônio Gomide; MACHADO, Marcos
Aurélio. Manual de Trabalho de Comando (MTP – 11- 2- PM). Belo Horizonte: Academia
de Polícia Militar da PMMG, 1990.

GOVERNO DO ESTADO DE GOIÁS. Manual de Redação do Governo do Estado de


Goiás / Governo do Estado de Goiás, Gabinete Civil, Agência Goiana de Administração
e Negócios Públicos. – Goiânia: Aganp, 2005.

LEI COMPLEMENTAR Nº 33, DE 1 DE AGOSTO DE 2001. Disponível em:


<http://www.gabinetecivil.go.gov.br/pagina_leis.php?id=7058> Acesso em: 26/06/2017 às
14h15min.

LEI COMPLEMENTAR Nº 95, DE 26 DE FEVEREIRO DE 1998. Disponível em:


<http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/lcp/lcp95.htm> Acesso em: 26/06/2017 às
11h41min.

MEIRELES, Hely Lopes, Direito Administrativo Brasileiro, 36ª Edição, São Paulo,
Malheiros, página 204, 2010.

MINISTÉRIO DA DEFESA. EXÉRCITO BRASILEIRO. Instruções gerais para a


Correspondência Do Exército (Eb10-Ig-01.001): Brasília, 2011.

MINISTÉRIO DA DEFESA. EXÉRCITO BRASILEIRO. Estado-Maior e Ordens 2º


Volume: Brasília, 2003.

135
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
POLÍCIA MILITAR DO AMAZONAS. Manual de Redação, Correspondência e Atos
Administrativos da Polícia Militar do Amazonas (M – 01). RESOLUÇÃO Nº 005, DE 19
DE JUNHO DE 2009.

POLÍCIA MILITAR DO DISTRITO FEDERAL: Manual de Redação Oficial da Polícia


Militar do Distrito Federal: PORTARIA PMDF Nº 540 DE 26 DE DEZEMBRO DE 2006.
Brasília, 2006.

POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS: Manual de Identidade Visual: Goiânia,


2014.

POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DO PARÁ: Manual de Redação Oficial da Polícia


Militar do Pará: Resolução nº 001/2014 – EMG. Pará, 2014.

POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DO PARANÁ: Instruções Reguladoras de Elaboração,


Arquivo e Eliminação de Documentos – Instruções de Comunicação Oficial da PMPR
(ICO– PMPR). PORTARIA DO COMANDO-GERAL Nº 361, DE 27 DE ABRIL DE 2006.
Paraná, 2006.

POLÍCIA MILITAR DE PERNAMBUCO: Novo Manual de Correspondência e Atos


Administrativos da Polícia Militar de Pernambuco. SUPLEMENTO NORMATIVO Nº G
1.0.00.013 29 DE JUNHO DE 2012. Pernambuco, 2012.

POLÍCIA MILITAR DE RORAIMA: Instruções Reguladoras de Elaboração, Arquivo e


Eliminação de Documentos – Instruções de Comunicação Oficial da PMPR (ICO –
PMPR) PORTARIA DO COMANDO-GERAL Nº 361, DE 27 DE ABRIL DE 2006.
Roraima, 2006.

POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Instruções Para Elaboração de


Documentos de Estado Maior Estratégico: Comando Geral. São Paulo, 1998.

POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Instruções do Processo


Administrativo da Polícia Militar. PORTARIA N° PM1-011/04/13. São Paulo, 2013.

RIBEIRO, Mauro Douglas; SILVA, Edson Correia da. Redator PMGO, Goiânia: Editora
Mérito, 1995.

136
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
SOUZA, H. J. (Betinho). Como se faz análise de conjuntura. 26ª ed., Petrópolis: Editora
Vozes, 2005.

137
Gabinete do Comandante Geral
Avenida Anhanguera nº 7.364 – Setor Aeroviário - CEP: 74535-010
Fone: (62) 3201-1426 - E-mail: assistencia-cmt@pm.go.gov.br
SSO /CG /IS-01-PM
INSTRUÇÃO DE SERVIÇO-01-PM
MANUAL DE PADRONIZAÇÃO DOS MODELOS DE
DOCUMENTOS

DIVINO ALVES DE OLIVEIRA – CEL PM


Comandante Geral da Polícia Militar do Estado de Goiás

CARLOS ANTÔNIO BORGES – CEL PM


Subcomandante Geral

SILVIO VASCONCELOS NUNES – CEL PM


Chefe do Estado Maior Estratégico

COORDENAÇÃO DA EQUIPE DE ELABORAÇÃO DO MANUAL


MASSATOSHI SÉRGIO KATAYAMA – CEL PM

EQUIPE TÉCNICA
AGNALDO AUGUSTO DA CRUZ – TEN CEL PM
EDSON RODRIGUES – TEN CEL PM
MARCOS DE BASTOS – TEN CEL PM
GILVAN PEREIRA FALCÃO – MAJ PM
WENDEL DE JESUS COSTA – MAJ PM
DANIEL MOREIRA GALVÃO – MAJ PM
PETTERSON COSTA - MAJ PM
MICHELLA RODRIGUES PIRES – MAJ PM
JAIR LÚCIO GOMES – CAP PM
ALEXANDRE GREVY MAGACHO BARCELLOS – CAP PM
RICARDO JUNQUEIRA DOURADO – 2º TEN PM
BEATRIZ DE ASSIS FERNANDES RORIZ - SUB TEN PM
JOSÉ EDUARDO DE FREITAS SANTOS – CB PM
SARA SIQUEIRA DE OLIVEIRA – CB PM