Você está na página 1de 8

1.

INTRODUÇÃOA Educação Infantil no Brasil, projetada para ser o


alicerce de uma construção de base sólida e segura para o educando,
visando um percurso pelo caminho do desenvolvimento de nossa
sociedade caracteriza-se, no mínimo, por uma série de ações
desafiadoras e, como tal, é necessário acreditar e lutar. Com um dos
focos em mente, que é a preocupação de definir como prioridade a
educação universal das crianças definindo prioridades e destacando
necessários investimentos, em especial públicos, em infra-estrutura
física, acima de qualquer dúvida, o maior investimento será a
formação profissional de docentes que atuem nesta área, que
arriscamos dizer, privilegiada.

 1
 2
 3
 4
 5
 chevron_right
 last_page

2. ATUAÇÃO DE PROFISSIONAIS NA EDUCAÇÃO INFANTIL

Na atuação de profissionais na educação infantil, devidamente capacitados e valorizados, o com


desenvolvido e com inclusão social, começando juntamente com as crianças pequenas na Educ
Como já é possível ouvir experiências e resultados significativos que estão contribuindo para est

 first_pag
 chevron_l
 1
 2
 3
 4
 5
 chevron_ri
 last_pag

3. REFERENCIAL NACIONAL PARA

O Referencial Nacional para a Educação Infantil abre um maior espaço para que os conteúd
fazendo inter-relações entre diferentes eixos a serem desenvolvidos com as crianças, eix
Nacional da Educação, pela Lei de Diretrizes e Bases Educacionais para a Educação In
2. ATUAÇÃO DE PROFISSIONAIS NA EDUCAÇÃO INFANTIL

como meta organizar os conteúdos de forma que se tenham informações de diversas á


diferentes ângulos, ou seja, pontos de vista, diferentes, onde será prontamente ressalta
que venha a surgir no decorrer dessas ações educativas,

 first_pag
 chevron_
 1
 2

4. DESENVOLVIMENTO DA IDENTIDAD

É fundamental para que os alunos situem-se no mundo de hoje, o apoio de professores tamb
enfoques como a interdisciplinaridade, inteligências múltiplas e formação de competênc
são transmitidas diariamente pela mídia, sabendo construir suas reflexões, levando em
pessoal, sem argumentos. Por isso, o educador é responsável pelo desenvolvimento
importância da família que intervêm favoravelmen

 first_pag
 chevron_
 2
 3
 4

5. REFERENCIAIS CURICUL

Os referenciais curriculares nacionais (R.C.N.) de Educação Infantil, documento elaborado p


na educação infantil por ser uma forma de linguagem (verbais e não verbais). Relembra
cada criança deve estar em condições de aproveitar as oportunidades educativas voltad
oferecer oportunidades para a construção do conhecimento através da descoberta e da
seu meio. A escolha do tema está vinculada à ativida

 first_pag
 chevron_
 3
 4

6. EDUCAÇÃO INFANTIL ASS


2. ATUAÇÃO DE PROFISSIONAIS NA EDUCAÇÃO INFANTIL

Associar a educação da criança ao jogo não é algo novo. Os jogos constituíram sempre um
mesmo tempo. A relação entre o jogo e a educação são antigas, Gregos e Romanos já f
XVIII que se expande a imagem da criança como ser distinto


first_pag
 chevron_
 4
 5
 6
 7
 8
 chevron_r
 last_pag

7. BRINCADEI

As brincadeiras acompanham a criança pré-escolar e penetram nas instituições infantis cria


aspectos de sua formação, pois como ser bio-psico-social-cultural dá os passos definiti
grupo social que pertence. Sua personalidade começa a consolidar-se: o autocontrole e a
reconhecida, como um ser que mereça atenção, carinho, respeito, que precisa ser trabalh
crianças pobres, abandonadas, ou seja, aquelas que não tinham onde morar. Mas hoje e
crianças têm o direito e d

8. CONCEPÇÃO DE

Desde quando a criança nasce ela precisa de alguém que cuide e a ensine, pois ela é u
compreendida. Mas antigamente a criança não era vista assim. A concepção de Infância
de educação infantil, que hoje a pré-escola e creches são muito mais do que um lugar p
aprendiza

 first_pag
 chevron_
 6
 7

9. CONCEPÇÃO DE INFÂNCIA NA ID

Desde Idade Média e início da Idade Moderna, que nos remete à compreensão do que
2. ATUAÇÃO DE PROFISSIONAIS NA EDUCAÇÃO INFANTIL

desenvolvimento humano na Idade Média que está relacionada com a ação que os hum
para a civilização medieval, começa a se estabelecer a diferença entre o mundo da crianç
de forma definitiva e imperativa para a concepção de Infância atual. Nesse século definiu
que se estabeleciam pela entã

 first_pag
 chevron_
 7
 8

10. TESOURO DA HU

As crianças são o maior tesouro da humanidade, por esta razão cabe a cada profissional d
básica podendo assim, com conhecimento, desempenhar bem o seu papel e contribuir pa
Com a exigência do atual momento histórico, vários são os fatores sócio-culturais que pe
educativas que devem atender as crianças de 0 à 6 anos. É importante destacar alg
demográficas ocorridas em nossa sociedade em geral, e nas famílias em especial, tamb
diferentes áreas linguística, história, sociologia

 first_pag
 chevron_
 8
 9
 1

11. MOVIMENTOS DA

Os movimentos da cidadania conquistaram direitos sociais e houve um avanço significativ


educação da criança. Atualmente, falar em educação infantil no Brasil implica fazer uma
da Criança e do Adolescente de 1990 e da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacio
duas leis e das suas consequências para a área que os

 first_pag
 chevron_
 9
 10
 11
2. ATUAÇÃO DE PROFISSIONAIS NA EDUCAÇÃO INFANTIL

12. DEFINIÇÕES ESTABEL

Para fazer uma análise das definições estabelecidas na LDB nº 9.394/96 com relação à edu
objetivos proclamados quanto dos objetivos reais, uma vez que os primeiros indicam
Enquanto os objetivos proclamados se situam num plano ideal onde o consenso e a conv
onde se defrontam interesses divergentes e por vezes antagônicos, det

 first_pag
 chevron_
 10
 11

13. PROJETO INICIAL ATÉ A APR

O projeto inicial até a aprovação final da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional nº
sendo que a versão final da LDB revela plena sintonia com os princípios do projeto neo
LDB foi construída tendo por base a Constituição de 1988 que reconheceu como direito
lei colocou a criança no lugar de sujeito de direitos em vez de tratá-la,

 first_pag
 chevron_
 11
 12

14. OBJETIVO D

A LDB pela primeira vez na história das legislações brasileiras proclamou a educação infan
famílias que optarem por partilhar com o Estado a educação e o cuidado de seus filhos
objetivo proclamado é o de que estas instituições de educação infantil deverão fazer part
de permanecerem ligadas às secre

 first_pag
 chevron_
 12
 13

15. SECRETARIA DE EDUCAÇÃONa passagem das creches para as


secretarias de educação dos municípios está articulada a
compreensão de que as instituições de educação infantil têm por
função educar e cuidar de forma indissociável e complementar das
crianças de 0 a 6 anos. A crítica em relação às propostas de trabalho
com as crianças pequenas, que se dicotomizavam entre educar e
assistir, levou à busca da sua superação em direção a uma proposta
menos discriminadora, que viesse atender às especificidades que o
trabalho com crianças de 0 a 6 anos exige na atual conjuntura social,
de educar e cuidar, sem que houvesse uma hierarquização do
trabalho a ser realizado, seja pela faixa etária (0 a 3 anos ou 3 a 6
anos), ou ainda pelo tempo de atendimento na instituição (parcial ou
integral), seja pelo nome dado à instituição (creches ou pré-escolas).

 first_page
 chevron_left
 13
 14
 15
 16
 17
 chevron_right
 last_page

16. CARÁTER EDUCATIVO

A compreensão de especificidade do caráter educativo das instituições de educação infantil não


movimentos em torno da mulher, da criança e do adolescente por parte de diferentes segmentos
razão das grandes transformações sofridas pela sociedade em geral e pela família em especial,

 first_pag
 chevron_l
 14
 15
 16

17. PROCLAMAÇÃO

A versão final da LDB incorporou na forma de objetivo proclamado as discussões da área em


seria uma forma de avançar na busca de um trabalho com um caráter educativo-pedagó
que as profissionais que com elas trabalham viessem a ser professoras com direito a f
contratação, estatuto, piso salaria
16. CARÁTER EDUCATIVO

 first_pag
 chevron_
 15
 16

18. FORMAÇÃO EM NÍV

A lei proclama que todas as profissionais da educação infantil, deverão até o final da década
modalidade normal. Ou seja, até o ano de 2007 todas as profissionais que atuam diretam
de sala, pajens, auxiliares do desenvolvimento infantil, ou tenham qualquer outra de
específica na área. É importante ressaltar o desafio que esta deliberação coloca uma v

 first_pag
 chevron_
 16
 17

19. DEFINIÇÃO DA LDB SOBRE A FORMA

A LDB define que a formação em educação infantil, se dará em cursos de licenciatura, de g


destacar que essa lei criou a figura dos institutos superiores de educação e dos cursos
formação específica em nível superior das professoras de educação infantil pode ser vis
dos institutos superiores de educação re

 first_pag
 chevron_
 16
 17
 18

20. QUESTIONAMENTOS SOBRE A EDUCAÇÃO INFANTIL

Diante de objetivos proclamados pela LDB, tanto em relação às instituições de educação infantil
produzido e proposto por pesquisadores brasileiros, algumas perguntas surgem: Como fazer pa
financiamento? Como será feito? Para responder a estas questões e melhor compreender todo o
16. CARÁTER EDUCATIVO

proclamados aos objetivos reais presentes na LDB e nas regulamentações legais dela decorrent

 first_pag
 chevron_l
 16
 17
 18
 19
 20

Voltar