Você está na página 1de 9

ESCOLA ROSELÂNDIA

EDUCANDO COM QUALIDADE E COMPETÊNCIA


Loteamento Jardim Tarumã – Quadra 02 – Lote 39, Itinga – Lauro de Freitas, BA. CEP 42.700-000
(71) 3252-8954 / E-mail: roselandya@yahoo.com.br

_________________________________________________________________________________

Aluno(a):
Série/ Ano: ( ) 1º ( X ) 2º ( ) 3º
Turma: ( ) única ( )A ( )B ( )C
Disciplina: Educação Física
Professor(a): Elisabete Pinto
Nota obtida: Visto do professor:
PROVA GERAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA – IV UNIDADE

INSTRUÇÕES:
1.Você é capaz e inteligente.
2. Leia cada questão com atenção e responda corretamente!
3. Responda sua avaliação com caneta azul ou preta.
4. Cuidado com os borrões! Não rasure sua avaliação.
5. Não é permitido o uso do corretivo!
6. Utilize a folha de rascunho caso tenha redação ou que exija cálculos.
7. Não é permitido entregar a prova antes de 40 minutos após o seu início.
8. A interpretação de cada questão faz parte da atividade.
9. Não é permitido o uso de qualquer dispositivo eletrônico.
10. A avaliação consta de 10 questões, cada uma valendo 0,4

Q.01

A partir dos efeitos fisiológicos do exercício físico no organismo, apresentados


na figura, são adaptações benéficas à saúde de um indivíduo:
ESCOLA ROSELÂNDIA
EDUCANDO COM QUALIDADE E COMPETÊNCIA
Loteamento Jardim Tarumã – Quadra 02 – Lote 39, Itinga – Lauro de Freitas, BA. CEP 42.700-000
(71) 3252-8954 / E-mail: roselandya@yahoo.com.br

_________________________________________________________________________________

(a) Diminuição da frequência cardíaca em repouso e aumento da oxigenação


do sangue.
(b) Diminuição da oxigenação do sangue e aumento da frequência cardíaca
em repouso.
(c) Diminuição da frequência cardíaca em repouso e aumento da gordura
corporal.
(d) Diminuição do tônus muscular e aumento do percentual de gordura
corporal.
(e) Diminuição da gordura corporal e aumento da frequência cardíaca em
repouso.

Q.02 Leia o texto a seguir

Prevenção de lesões e benefícios da prática de corrida

[...]

A grande maioria das lesões acontece principalmente por que as pessoas, que
na maioria das vezes não tem uma prática regular de atividade física, tendem a
iniciar sua prática imediatamente na corrida, mas fisiologicamente nosso
organismo não está preparado para começar diretamente na prática da corrida,
ele necessita de toda uma fase de adaptação para que a pessoa venha a
correr de uma forma contínua sem que essa prática venha a ocasionar danos à
saúde.

Para que a prática de corrida não traga malefícios a sua saúde, é necessária
uma fase de adaptação, que no caso começaria com uma caminhada. Depois
dessa fase, é aconselhável que ao invés [sic] de começar a correr diretamente,
passe por fase de transição chamada de jogging, que não é nem uma
caminhada por ser um exercício que exija um pouco mais do sistema
cardiorrespiratório, cardiovascular e músculo-articular, e nem uma corrida
propriamente dita, por ser uma atividade mais leve que a mesma. [...]

No jogging propriamente dito, ocorre uma menor elevação dos joelhos, o que
faz com que os golpes dos pés contra o solo sejam bem menores. Neste caso,
os microtraumatismos impostos às articulações e seus componentes são
menos importantes, portanto, este tipo de atividade física é a mais indicada
para iniciantes. [...]

As atividades feitas seguindo uma sequência progressiva conforme o


condicionamento físico de cada indivíduo tendem a reduzirem os riscos de
lesões, mas essa redução se deve ao fato de que o nosso organismo necessita
de adaptações fisiológicas a atividade proposta. É valido lembrar que essas
adaptações variam de pessoa para pessoa, pois alguns indivíduos levam mais
ESCOLA ROSELÂNDIA
EDUCANDO COM QUALIDADE E COMPETÊNCIA
Loteamento Jardim Tarumã – Quadra 02 – Lote 39, Itinga – Lauro de Freitas, BA. CEP 42.700-000
(71) 3252-8954 / E-mail: roselandya@yahoo.com.br

_________________________________________________________________________________
tempo para se adaptar enquanto outros se adaptam mais rapidamente,
segundo o princípio da individualidade biológica.

BABEL JUNIOR, R. J.; AGUIAR JUNIOR, R.; SILVA, G. P. Prevenção de lesões e


benefícios da prática de corrida. Revista Digital, Buenos Aires, año 14, n. 132, mayo
2009.

Com base na leitura do texto e em seus estudos sobre a prática saudável de


exercícios físicos, assinale V para a(s) afirmativa(s) verdadeira(s) e F para a(s)
falsa(s).

( ) Uma boa maneira para um indivíduo iniciar a prática da corrida é procurar


uma planilha de treinos na internet.

( ) Como motivação para começar a correr, é válido formar um grupo de


treinamento cujos integrantes tenham diferentes níveis de condicionamento,
pois, assim, os mais condicionados aumentam o ritmo dos menos preparados
fisicamente.

( ) A progressão nos treinamentos, seja de corrida, seja de outras práticas


corporais, é uma maneira de o corpo adaptar-se fisiologicamente ao esforço
realizado.

( ) A caminhada é um exercício destinado a pessoas idosas, diferentemente da


corrida e do jogging, que são atividades direcionadas ao público jovem.

Assinale a sequência correta.

(a) V, V, F, e F.
(b) V, F, V e F.
(c) F, V, V e F.
(d) F, F, V e V.
(e) Todas as alternativas estão corretas.

Q.03

A condição física apresentada pelo personagem da tirinha é um fator de risco


que pode desencadear doenças como:
ESCOLA ROSELÂNDIA
EDUCANDO COM QUALIDADE E COMPETÊNCIA
Loteamento Jardim Tarumã – Quadra 02 – Lote 39, Itinga – Lauro de Freitas, BA. CEP 42.700-000
(71) 3252-8954 / E-mail: roselandya@yahoo.com.br

_________________________________________________________________________________
(a) Anemia
(b) Beribéri
(c) Diabetes
(d) Escorbete
(e) Efenilcetonúria

Q.04 A utilização de alimentos light e diet é cada vez mais comum na


alimentação. Porém, é preciso compreender as características de cada um
deles e a forma correta de ingestão. Leia atentamente as afirmações abaixo e
assinale as alternativas corretas.

I. No chocolate light, o açúcar é substituído por adoçante e, para manter a


consistência, é adicionada mais gordura à composição.

II. Os alimentos diet são destinados a consumidores que apresentam


condições metabólicas ou fisiológicas específicas, como o diabetes.

III. Os produtos diet têm menos calorias em comparação ao mesmo alimento


na forma convencional, sendo, portanto, recomendados para dietas com o
objetivo de perda de peso.

IV. O termo light pode ser utilizado em produtos que tenham baixo ou reduzido
valor energético ou nutricional.

V. Os alimentos light são destinados a consumidores que apresentam


condições metabólicas ou fisiológicas específicas, como o diabetes.

VI. É comum produtos diet serem associados ao emagrecimento, embora


muitos deles não tenham valor energético menor do que os produtos
convencionais.

Estão corretas alternativas

(a) II, IV e V.
(b) II, IV e VI.
(c) I, III e V.
(d) III e VI.
(e) Todas as alternativas estão corretas.

Q.05 Adolescentes: mais altos, gordos e preguiçosos

A oferta de produtos industrializados e a falta de tempo têm sua parcela de


responsabilidade no aumento da silhueta dos jovens. “Os nossos hábitos
alimentares, de modo geral, mudaram muito”, observa Vivian Ellinger,
presidente da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM),
no Rio de Janeiro. Pesquisas mostram que, aqui no Brasil, estamos
exagerando no sal e no açúcar, além de tomar pouco leite e comer menos
frutas e feijão.
ESCOLA ROSELÂNDIA
EDUCANDO COM QUALIDADE E COMPETÊNCIA
Loteamento Jardim Tarumã – Quadra 02 – Lote 39, Itinga – Lauro de Freitas, BA. CEP 42.700-000
(71) 3252-8954 / E-mail: roselandya@yahoo.com.br

_________________________________________________________________________________

Outro pecado, velho conhecido de quem exibe excesso de gordura por causa
da gula, surge como marca da nova geração: a preguiça. “Cem por cento das
meninas que participam do Programa não praticavam nenhum esporte”, revela
a psicóloga Cristina Freire, que monitora o desenvolvimento emocional das
voluntárias.

Você provavelmente já sabe quais são as consequências de uma rotina


sedentária e cheia de gordura. “E não é novidade que os obesos têm uma
sobrevida menor”, acredita Claudia Cozer, endocrinologista da Associação
Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica. Mas, se há
cinco anos os estudos projetavam um futuro sombrio para os jovens, no
cenário atual as doenças que viriam na velhice
já são parte da rotina deles.

“Os adolescentes já estão sofrendo com hipertensão e diabete”, exemplifica


Claudia.

DESGUALDO, P. Revista Saúde. Disponível em: <http://saude.abril.com.br>. Acesso


em: 28 jul. 2012. (adaptado)

Sobre a relação entre os hábitos da população adolescente e as suas


condições de saúde, as informações apresentadas no texto indicam que:

(a) a falta de atividade física somada a uma alimentação nutricionalmente


desequilibrada constituem fatores relacionados ao aparecimento de doenças
crônicas entre os adolescentes.
(b) a diminuição do consumo de alimentos fontes de carboidratos combinada
com um maior consumo de alimentos ricos em proteínas contribuíram para o
aumento da obesidade entre os adolescentes.
(c) a maior participação dos alimentos industrializados e gordurosos na dieta
da população adolescente tem tornado escasso o consumo de sais e açúcares,
o que prejudica o equilíbrio metabólico.
(d) a ocorrência de casos de hipertensão e diabetes entre os adolescentes
advém das condições de alimentação, enquanto que na população adulta os
fatores hereditários são preponderantes.
(e) a prática regular de atividade física é um importante fator de controle da
diabetes entre a população adolescente, por provocar um constante aumento
da pressão arterial sistólica.

Q.06 Na modernidade, o corpo foi descoberto, despido e modelado pelos


exercícios físicos da moda. Novos espaços e práticas esportivas e de ginástica
passaram a convocar as pessoas a modelarem seus corpos. Multiplicaram-se
as academias de ginástica, as salas de musculação e o número de pessoas
correndo pelas ruas.
SECRETARIA DA EDUCAÇÃO. Caderno do professor: educação física. São Paulo,
2008.
ESCOLA ROSELÂNDIA
EDUCANDO COM QUALIDADE E COMPETÊNCIA
Loteamento Jardim Tarumã – Quadra 02 – Lote 39, Itinga – Lauro de Freitas, BA. CEP 42.700-000
(71) 3252-8954 / E-mail: roselandya@yahoo.com.br

_________________________________________________________________________________

Diante do exposto, é possível perceber que houve um aumento da procura por

(a) exercícios físicos aquáticos (natação/hidroginástica), que são exercícios de


baixo impacto, evitando o atrito (não prejudicando as articulações), e que
previnem o envelhecimento precoce e melhoram a qualidade de vida.
(b) mecanismos que permitem combinar alimentação e exercício físico, que
permitem a aquisição e manutenção de níveis adequados de saúde, sem a
preocupação com padrões de beleza instituídos socialmente.
(c) programas saudáveis de emagrecimento, que evitam os prejuízos
causados na regulação metabólica, função imunológica, integridade óssea e
manutenção da capacidade funcional ao longo do envelhecimento.
(d) exercícios de relaxamento, reeducação postural e alongamentos, que
permitem um melhor funcionamento do organismo como um todo, bem como
uma dieta alimentar e hábitos saudáveis com base em produtos naturais.
(e) dietas que preconizam a ingestão excessiva ou restrita de um ou mais
macronutrientes (carboidratos, gorduras ou proteínas), bem como exercícios
que permitem um aumento de massa muscular e/ou modelar o corpo.

Q.07 Na história da humanidade, o exercício físico e a ginástica passaram de


recomendação médica, atrelada à ideia de eugenia da população, a uma busca
pessoal por ajustar o próprio corpo aos padrões de beleza difundidos pela
mídia.

Todas as alternativas estão corretas, exceto:

(a) Nas primeiras décadas do século XX, a prática de exercícios físicos para a
mulher – como a ginástica – era considerada importante, pois fortaleceria o
corpo daquelas que gerariam filhos fortes para servirem à nação, promovendo
a eugenia no país. Entretanto nem todos os tipos de atividade física eram
recomendados para o sexo feminino.
(b) A partir do final da década de 1930, as revistas destinadas ao público
feminino passaram a divulgar uma relação direta entre a prática de vários
esportes e padrões ideais de beleza feminina.
(c) A partir da década de 1970, a mulher conquistou a possibilidade de novas
práticas corporais até então não recomendadas para o sexo feminino, como é o
caso da musculação. Com isso, o público feminino pôde contar com esta “nova
ginástica” – em especial os treinos de força – como possibilidade de tornar seu
corpo cada vez mais próximo das imagens difundidas pela propaganda
publicitária.
(d) Nos últimos trinta anos, a mulher está inserida na cultura do fitness, tido
como um conjunto de dispositivos que opera em torno da construção de uma
representação de corpo que busca saúde e beleza, assim como bem-estar,
qualidade de vida e vida saudável.
(e) Na atualidade, as mulheres passam a ter corpos cada vez mais trabalhados
e delineados. Para tanto, recorrem à prática da ginástica e de outros
exercícios, assim como de todo o aparato que compõe a indústria
ESCOLA ROSELÂNDIA
EDUCANDO COM QUALIDADE E COMPETÊNCIA
Loteamento Jardim Tarumã – Quadra 02 – Lote 39, Itinga – Lauro de Freitas, BA. CEP 42.700-000
(71) 3252-8954 / E-mail: roselandya@yahoo.com.br

_________________________________________________________________________________
contemporânea da beleza, a qual conta com cosméticos, cirurgias estéticas,
dietas alimentares, entre outros recursos.

Q.08 Transtorno do comer compulsivo

O transtorno do comer compulsivo vem sendo reconhecido, nos últimos anos,


como uma síndrome caracterizada por episódios de ingestão exagerada e
compulsiva de alimentos, porém, diferentemente da bulimia nervosa, essas
pessoas não tentam evitar ganho de peso com os métodos compensatórios. Os
episódios vêm acompanhados de uma sensação de falta de controle sobre o
ato de comer, sentimento de culpa e de vergonha.

Muitas pessoas com essa síndrome são obesas, apresentando uma história de
variação de peso, pois a comida é usada para lidar com problemas
psicológicos. O transtorno do comer compulsivo é encontrado em cerca de 2%
da população em geral, mais frequentemente acometendo mulheres entre 20 e
30 anos de idade. Pesquisas demonstram que 30% das pessoas que procuram
tratamento para obesidade ou para perda de peso são portadoras de transtorno
do comer compulsivo.

Disponível em: http://www.abcdasaude.com.br. Acesso em: 1 maio 2009


(adaptado).

Considerando as ideias desenvolvidas pelo autor, conclui-se que o texto tem a


finalidade de

(a) descrever e fornecer orientações sobre a síndrome da compulsão


alimentícia.
(b) narrar a vida das pessoas que têm o transtorno do comer compulsivo.
(c) aconselhar as pessoas obesas a perder peso com métodos simples.
(d) expor de forma geral o transtorno compulsivo por alimentação.
(e) encaminhar as pessoas para a mudança de hábitos alimentícios.

Q.09 (FAFIPA – PR) Ao se observar os resultados dos testes antropométricos


(medidas do humano) durante as aulas de Educação Física pode-se perceber
que há critérios para se estabelecer as condições mais adequadas para a
saúde das pessoas. Uma das condições é observar através de Coordenadas
as linhas que identificam níveis adequados e níveis de risco para IMC (índice
de massa corporal), Perímetro (circunferência) de cintura e Gordura corporal
(medidas através de dobras cutâneas). Associar o IMC e Cintura com a idade
da pessoa aponta um resultado que pode ser elevado, desejado ou baixo.
Sobre indicadores antropométricos assinale a alternativa correta:

(a) IMC alto indica que a pessoa está com excesso de peso. Isso só será
verdade caso a medida de cintura seja considerada baixa.
ESCOLA ROSELÂNDIA
EDUCANDO COM QUALIDADE E COMPETÊNCIA
Loteamento Jardim Tarumã – Quadra 02 – Lote 39, Itinga – Lauro de Freitas, BA. CEP 42.700-000
(71) 3252-8954 / E-mail: roselandya@yahoo.com.br

_________________________________________________________________________________
(b) Quando a cintura é elevada (acima do desejado para a idade) isso indica
que existe muita gordura na região abdominal. Essa gordura é a principal
causadora de diabetes e problemas no coração. Nesse sentido alimentação
saudável e exercícios físicos regulares durante toda a vida auxiliam na
prevenção desses problemas.
(c) Soma das dobras cutâneas do braço (triciptal) e das costas (subescapular)
identificam a quantidade de gordura do corpo. Excesso de gordura está
associado a problemas de desnutrição e fraqueza nas pessoas.
(d) No caso de um menino apresentar níveis de gordura elevado, ele não
precisa melhorar a alimentação e aumentar a prática de exercícios físicos.
(e) Praticar esportes e fazer exercícios é o suficiente para se manter o peso
corporal saudável, assim a alimentação não precisa ser saudável.

Q.10 A prática de atividade física é importante em todas as fases da vida. Cada


uma dessas etapas tem suas características próprias, as quais devem ser
respeitadas. Sobre essas características, leia atentamente os trechos abaixo:

A competição desportiva pode trazer benefícios do ponto de vista educacional


e de socialização, uma vez que proporciona experiências de atividade em
equipe, colocando a criança frente a situações de vitória e derrota. Entretanto,
o objetivo de desempenho, principalmente quando há excessivas cobranças
por parte de pais e treinadores, pode trazer consequências indesejáveis, como
a aversão à atividade física

LAZZOLI, José Kawazoe et al. Atividade física e saúde na infância e


adolescência. Rev Bras Med Esporte, Niterói, v. 4, n. 4, p. 107-109, ago. 1998.

Um dos fatores de âmbito social que poderá ajudar a compreender o declínio


da atividade física é a alteração que se verifica ao longo da idade nos modelos
que orientam os comportamentos dos adolescentes. Enquanto na infância a
família parece ser o primeiro e o mais poderoso agente socializador na
transmissão de valores, comportamentos e normas, a entrada na adolescência
leva os adolescentes a desenvolver um sentido de autonomia e de
independência que os motiva, na grande maioria das vezes, a "separarem-se"
dos seus pais. Essa "separação" traduz-se geralmente numa alteração dos
seus modelos e valores, fato que conduz a uma transferência das influências
da família para os pares, o que, por sua vez, pode influenciar os
comportamentos e os estilos de vida saudáveis que o adolescente evidenciava
até então.
SEABRA, André F. et al. Determinantes biológicos e sócio-culturais associados à prática de
atividade física de adolescentes. Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 24, n. 4, p. 721-736,
abr. 2008.

Cinco fatores são recomendados para o idoso ter saúde: vida independente,
casa, ocupação, afeição e comunicação. [...] baixos níveis de saúde na velhice
associam-se com altos níveis de depressão e angústia e com baixos níveis de
satisfação de vida e bem estar.
ESCOLA ROSELÂNDIA
EDUCANDO COM QUALIDADE E COMPETÊNCIA
Loteamento Jardim Tarumã – Quadra 02 – Lote 39, Itinga – Lauro de Freitas, BA. CEP 42.700-000
(71) 3252-8954 / E-mail: roselandya@yahoo.com.br

_________________________________________________________________________________
FRANCHI, Kristiane Mesquita Barros, MONTENEGRO JR, Renan Magalhães.
Atividade física: uma necessidade para a boa saúde na terceira idade. Revista
Brasileira em Promoção da Saúde, Fortaleza, v. 18, n. 3, p. 152-156, 2005.

Com base nessas considerações, assinale a alternativa que indica as


afirmações corretas.

I. Por se tratar de uma fase de ruptura e transformações, os modelos musicais,


esportivos e sociais na adolescência são a principal fonte de exemplos
positivos ou negativos. Portanto, é fundamental compreender como a adoção
desses modelos relaciona-se com a formação das identidades e como isso
pode ajudar no incentivo à pratica de atividades físicas.

II. Mesmo sendo uma fase de mudanças, na qual os adolescentes, fortemente


influenciado pelos pares, buscam construir sua identidade, a presença da
família permanece central na adoção de estilos de vida, pois ela ainda
apresenta os valores mais respeitados pelo adolescente.

III. Os pais e professores têm um papel fundamental na formação das crianças


em relação à adoção de hábitos relacionados à prática de atividades físicas. A
cobrança por bons resultados e o incentivo à individualidade têm funções
determinantes para que elas se tornem jovens e adultos ativos.

IV. Experiências ruins durante a prática esportiva na infância podem gerar


aversão à prática de atividades físicas, aumentando a chance de as crianças
se tornarem jovens e adultos sedentários.

V. A velhice não implica que a pessoa deva voltar a depender de outras para
executar suas tarefas cotidianas. A realização de práticas que estimulam a
autonomia, a ocupação do tempo e a relação com outras pessoas é
fundamental para diminuir os índices de depressão e angústia que podem
acometer as pessoas idosas.

VI. Os fatores que influenciam a saúde dos idosos, grupo que apresenta altos
índices de depressão a angústia, estão relacionados somente às questões
físicas, as quais devem ser tratadas pelo médico geriatra de forma a manter os
níveis de satisfação de vida e bem-estar.

(a) Estão corretas as alternativas I, IV e V.


(b) Estão corretas as alternativas I, IV e VI.
(c) Estão corretas as alternativas II, III e VI.
(d) Estão corretas as alternativas II, IV e V.
(e) Todas as alternativas estão corretas.

Nenhum obstáculo é tão


grande se sua vontade de vencer for maior.