Você está na página 1de 2

CADÊNCIAS

Na música tonal, toda a pontuação de frases musicais ocorre por meio de


progressões harmônicas padronizadas 1 , chamadas genericamente de cadências.
Existem diferentes tipos de cadências, cada uma com uma função específica, conforme
a tabela abaixo:

1) Autêntica, ou Conclusiva ou Afirmativa: função de repouso, de resolução tonal.


Terminação (sempre): V - I

Dentro deste grupo de cadências, existem algumas particularidades.

1a) Perfeita: os acordes devem estar em posição fundamental; a melodia


termina na fundamental do acorde final (geralmente conduzida por grau conjunto).

Função: muito resolutiva.

1b) Imperfeita: algum acorde está invertido; a melodia termina na 3ª ou 5ª do


acorde final.

Função: menos resolutiva que a cadência autêntica perfeita.

1
A pontuação de frases também é realizada em outros parâmetros musicais, tais como
condução melódica, movimentação rítmica, entre outros. Nosso foco, neste texto, centra-se
apenas no parâmetro harmonia.
1
1c) I6/4 cadencial: tipo especial de cadência, é importantíssima para o
repertório tonal. Terminação: I6/4 - V - I.

Função: mais resolutiva que a cadência autêntica perfeita.

2) Semi-cadência (“suspensiva”): função de suspensão, interrupção do discurso


musical, criando expectativa de continuação. Terminação sempre sobre o V grau
(podendo ou não ser antecipado pelo V/V).

3) De Engano: função de repouso muito fraco, com expectativa de continuação.


Terminações mais comuns: V - VI, ou V - IV.

4) Plagal: cadência muito utilizada no repertório sacro, é geralmente utilização para


finalização de uma peça, incluindo passagens de Coda. Terminação: IV - I.