Você está na página 1de 3

PORTUGUÊS _ 7.

ºAno: O Texto literário

Literatura é a arte de escrever textos em prosa ou em verso.


Os textos literários são representados em três géneros:
1. Texto narrativo (conto, lenda, fábula, romance, epopeia, crónica);
2. Texto poético (escrito em verso);
3. Texto dramático (peças de teatro, auto, farsa, comédia, tragédia).

1. A NARRATIVA / TEXTO NARRATIVO

Narrar é contar um facto real ou imaginário.


A narrativa é um tipo de texto escrito maioritariamente em prosa (mas
também pode ser apresentado em verso – “Os Lusíadas” de Luís de Camões,
por exemplo) em que existe uma entidade – o narrador – que apresenta uma
diegese, ou seja, que conta uma determinada história, um facto que se
desenvolve numa sucessão de acontecimentos – a ação – vividos por
personagens, num determinado tempo e espaço.

1.1. Sequência narrativa

O texto narrativo apresenta uma sequência narrativa que se articula em


introdução/situação inicial, desenvolvimento e desenlace/situação
final.

1.2. Categorias da narrativa (são 6)

 Ação : conjunto de acontecimentos que se inter-relacionam.


É possível distinguir ação ou intriga principal da(s) secundária(s).

- A ação pode articular as sequências narrativas de 3 formas distintas:

 articulação por encadeamento _ as sequências sucedem-se segundo a


ordem cronológica dos acontecimentos:

S1 --> S2 --> S3 --> S4 --> S5

 por encaixe _ uma ação é introduzida no meio de outra, cuja narração


é interrompida, para ser retomada mais tarde:

A --> B --> A

IMSQUA10002 Página 1
 por alternância _ duas ou mais ações vão sendo narradas
alternadamente:

A --> B --> A --> B --> A

 Tempo: momento(s) em que ocorre a ação.


 tempo da narrativa ou do discurso _ a ordem dos acontecimentos
apresentada pelo narrador (se o narrador estiver a narrar algo e
interromper para contar outra coisa em retrospetiva, do passado,
chama-se a esse momento “analepse”, mas se contar algo que irá
acontecer, antecipando factos do futuro, chama-se a esse momento
“prolepse”).
 Também podemos falar do tempo histórico _ datas/contexto temporal.

 Espaço: lugar onde decorre a ação.


 espaço físico _ lugar ou lugares onde decorre a ação, é o espaço real,
exterior ou interior;
 espaço social _ designa o ambiente social em que as personagens se
integram.
 Também podemos falar num espaço psicológico _ espaço que diz
respeito ao interior da personagem, às suas vivências, emoções e
pensamentos.

 Personagem _ (conforme a sua importância para o desenrolar da


ação):
 principais (ou protagonistas)
 secundárias
 figurantes
Podemos ainda falar em personagens modeladas ou redondas _
personagens dinâmicas e com densidade psicológica, cheias de vida
interior, capazes de surpreenderem o leitor pelas suas atitudes e
comportamentos; personagens planas _ sem vida interior, sem
densidade psicológica, dado que não alteram o seu comportamento;
personagens - tipo _ representam um conjunto de indivíduos, um
estatuto social, cultural e económico, apresentando os defeitos e as
qualidades que lhes são associados.
IMSQUA10001 Página 2
 As personagens podem ser caracterizadas direta ou indiretamente:
caracterização direta _ é caracterizada pelo narrador, por uma outra
personagem ou por si própria; caracterização indireta _ o leitor tira
as suas conclusões de caracterização da personagem, através da sua
fala.

 Narrador: entidade que relata os acontecimentos (não pode ser


confundido com o autor da história).
 Quanto à sua presença/participação na história:
 narrador autodiegético _ recorre à 1ª pessoa gramatical e é
personagem principal, narrando as suas próprias experiências;
 homodiegético _ relata uma história na qual participa como
testemunha ou personagem secundária e também usará marcas
de 1ª pessoa;
 heterodiegético _ relata uma história na qual não participa,
recorrendo à 3ª pessoa gramatical.
 Quanto à ciência/focalização, ou seja, quanto ao conhecimento que
evidencia ter da história, o narrador pode ter focalização:
 omnisciente _ revela um conhecimento absoluto; é capaz de
conhecer o que se passa no íntimo das personagens, revelando os
seus pensamentos e as suas emoções;
 externa _ o narrador refere tudo o que observa, mas não
consegue revelar o que se passa no interior/pensamentos das
personagens;
 interna _ o narrador adota o ponto de vista de uma
personagem, narrando os acontecimentos tal como eles foram
vistos por essa personagem.

 Narratário: é o destinatário da história narrada e, por vezes, é


mencionado pelo próprio narrador, apelidando-o de “leitor”, “caro
leitor”.

Professora: Albertina Abreu


Bibliografia: Da Comunicação à Expressão / Gramática Prática de Português, Lisboa Editora

IMSQUA10001 Página 3