Você está na página 1de 3

25/11/2018 O que é Programa de Atenção Integral ao Louco Infrator?

jusbrasil.com.br
25 de Novembro de 2018

O que é Programa de Atenção Integral ao Louco Infrator?

O Programa de Atenção Integral ao Louco Infrator (PAILI) foi fundado


em outubro de 2006 adotando sugestão formada pela 25ª Promotoria
de Justiça de Goiânia, que teve alicerce nas disposições humanizadoras
da Lei nº 10.216/2001, a chamada Lei Antimanicomial ou Lei da
Reforma Psiquiátrica.

Desse modo, o PAILI é o meio responsável pela realização das medidas


de segurança no Estado de Goiás.

PAILI adota o importante trabalho de acompanhar os pacientes


ajuizados e absolvidos pela Justiça Criminal, mas sucumbidos à
internação psiquiátrica ou ao tratamento ambulatorial, como medida
de segurança.

Com o PAILI, o Sistema Único de Saúde (SUS) sobrevém a ser o


ambiente democrático de atendimento a esses pacientes. PAILI
transforma o paradigma na execução das medidas de segurança,
realizando que o tema deixe de ser focado excepcionalmente sob o
prisma da segurança pública para ser amparada categoricamente pelos
serviços de saúde pública.

Com a implementação do PAILI, homens e mulheres que eram


meramente arremessados em manicômios ou prisões principiam a ser
adotados como indivíduos de direitos, individualmente aqueles
previstos na Lei nº 10.216/2001.

https://lobo.jusbrasil.com.br/artigos/302753223/o-que-e-programa-de-atencao-integral-ao-louco-infrator 1/4
25/11/2018 O que é Programa de Atenção Integral ao Louco Infrator?
Acolhidos pelo grupo multidisciplinar do Programa, os pacientes
sucedem a ter elevação e respeito essencial a direitos anteriormente
ignorados por eles próprios e pelos agentes do antigo sistema, que se
baseava somente na legislação penal.

Colocando o paciente no ambiente universal do Sistema Único de


Saúde, o PAILI escusa ainda a edificação de novos “depósitos de
loucos”, os chamados hospitais de custódia e tratamento psiquiátrico, o
que, a um só momento, humaniza o atendimento e diminui
expressivamente os gastos para o Estado no cumprimento das medidas
de segurança.

O PAILI supervisiona a terapêutica conferida ao paciente nas clínicas


psiquiátricas conveniadas ao SUS e, faz a intercessão entre o paciente e
o juiz, em caminho direto de diálogo que beneficia, simplifica e
desburocratiza a entrada permanente à Justiça.

A simplicidade dos hábitos do PAILI torna rápido o aproveitamento da


terapia estabelecida para cada paciente. Dispensando metodologias
burocráticas típicas dos procedimentos puramente judiciais, o que
facilita o objetivo maior, ou seja, o amplo tratamento do paciente e sua
inclusão à família e à sociedade.

O PAILI funciona seguindo as seguintes etapas:

a) Juiz criminal aplica a medida de segurança e faz a comunicação ao


PAILI;

b) Se o paciente está preso, o PAILI busca a vaga para a internação


junto à rede conveniada ao SUS;

c) O PAILI operacionaliza o encaminhamento do paciente da casa de


detenção para a clínica psiquiátrica;

d) O PAILI realiza um estudo sobre o caso, individualizando a


execução da medida de segurança;
https://lobo.jusbrasil.com.br/artigos/302753223/o-que-e-programa-de-atencao-integral-ao-louco-infrator 2/4
25/11/2018 O que é Programa de Atenção Integral ao Louco Infrator?
e) O PAILI acompanha o paciente na clínica psiquiátrica e dá início
ao acompanhamento psicossocial também de sua família;

f) Uma vez indicada a possibilidade de desinternação, mediante laudo


médico circunstanciado, o PAILI providencia meios para a inclusão
do paciente em tratamento ambulatorial, com suporte da família;

g) Emite-se relatório ao juízo da execução penal;

h) Verificadas condições para o reconhecimento da cessação de


periculosidade, o PAILI emite relatório ao juízo da execução penal,
para os procedimentos devidos;

i) A qualquer momento, havendo a necessidade de orientações quanto


ao encaminhamento da execução, o PAILI entra em contato direto
com o juízo da execução penal.

Fazemos Assistência Técnica criminal a Advogados criminalistas para


que seus clientes sejam acompanhados por Psiquiatras Forenses nas
avaliações periciais para verificação de inimputabilidade, semi-
imputabilidade, análise de exame criminológico, superveniência de
doença mental e crimes sob violenta emoção.

Enfim, todo este trabalho tem importantíssima contribuição para os


interessados criminalistas.

A Equipe Vida Mental apoia na sua totalidade essa Política e


principalmente a Saúde Mental deve ser levada a todos,
independentemente do local onde se encontram.

(Este texto teve Colaboração de Acadêmico de Direito).

Disponível em: http://lobo.jusbrasil.com.br/artigos/302753223/o-que-e-programa-de-atencao-


integral-ao-louco-infrator

https://lobo.jusbrasil.com.br/artigos/302753223/o-que-e-programa-de-atencao-integral-ao-louco-infrator 3/4