Você está na página 1de 32

O Relacionamento com sua Mãe está

diretamente ligado ao seu estado financeiro!


27/10/2017
|

Elainne Ourives

Inspirada em uma postagem polêmica e um dos assuntos mais


transformadores do Treinamento Online Holo Cocriação de Sonhos e
Metas www.holococriação.com.br, resolvi escrever este blog post.

Um ensinamento que aprendi desde minha época de Seicho-no-ie, sobre


a importância de nossos pais, é que nossa mãe representa nosso
envolvimento com dinheiro e prosperidade. Percebi claramente o quanto
as pessoas estavam carentes de informações importantes para seu
despertar espiritual.

Lembro que em 2011, 2012, quando estava em depressão pós parto, o


que se arrastou a uma depressão suicida, o quanto estudei as chaves
para sair desse lugar. Eu sempre tive um bom relacionamento com meus
pais, mas na adolescência sofri muito com a separação deles, o que me
afastou e magoou, era uma época importante da minha vida, eu queria
descobrir todas as chaves conscientes ou inconscientes que me levaram
aquela situação. E assim comecei minha busca.

Primeiro veio a filosofia de vida Seicho-no-ie, a bíblia que me dava muito


conhecimento sobre honrar pai e mãe, fui estudando ciência, fé, religião,
espiritismo, hinduísmo, budismo, ateísmo, conflitos, brigas, abandonos,
adoções, vidas passadas, reencarnação... Não interessava onde
universo me lavava, eu sempre chegava no mesmo lugar, pai e mãe são
a base de tudo, o alicerce. Quando me formei em terapias quânticas,
holísticas, energéticas e espirituais, também ficou claro que por alguma
razão maior, para meu bem e despertar, esta era a família perfeita para
mim, isso quer dizer todos nós.

Depois estudei terapias sistêmicas, e fui mais longe, fiz cursos e


formações em constelação familiar, coaching sistêmico, PNL sistêmica, e
da igualmente, o entendimento era o mesmo.
Mergulhei em profundas formações e ficou mais forte o quanto 20 anos
de estudo estava fazendo sentido, tudo que tinha visto em constelação
familiar há tantos anos, Louise Hay, Cristina Cairo... Todos os caminhos
sempre me levando para mesmo lugar, por mais que eu não tivesse
problema com meus pais, resolvi limpar, sintonizar amor, sintonizar
gratidão pela vida, pela minha existência, por estar viva. Resolvi
agradecer pelo papel de gerar minha vida...

E então descobri que muitas pessoas que não têm um bom


relacionamento com seus pais, que faleram ou até mesmo não
conheceram, refletiam isso em suas vidas. Pois não houve o
entendimento de que eles fizeram seus papel, de dar a vida que você
tem!! Essa era a parte deles, e somente por isso já merecem amor,
perdão e gratidão... Porque você quis estar aqui, e para isso você
precisava de alguém que ajudasse, e eles aceitaram, olha que lindo!!!
Simmm é um despertar incrível!! Foi assim para mim.

Aprendi no curso ATPP – Abordagem Transformação Pré Consciente,


com Sandra D’Addona, que na medicina Chinesa, que nasceu há mais
de cinco mil anos, o lado direito do corpo representa o feminino e o lado
esquerdo, o masculino.

Na psicologia de Jung, fala-se sobre animus e anima, ou seja, todo


homem possui dentro de si sua anima, que é o lado feminino e toda
mulher possui dentro de si seu animus, que é o lado masculino.

Sabemos que o lado esquerdo do cérebro é responsável pela lógica, pelo


racional, pela expressão verbal, escrita e artística de nossos
pensamentos e também pela vida material. Esse modelo que carregamos
no inconsciente nos induzem a procurar pessoas ou acontecimentos que
correspondam a esses moldes.

Nos meus cursos eu uso o iceberg para representar a mente humana:


imagine que o pico visível (ou seja, o consciente) representa apenas 5%
de seu volume total, enquanto os restantes 95% permanecem submersos
(o inconsciente). Temos portanto, 5% de visibilidade para usar nosso
livre-arbítrio. Assim, aproximadamente 95% de nossa mente estão
mergulhados em adormecimento profundo. É um ambiente
desconhecido, embora tenha uma influência fundamental em nossa vida.

Por isso, é muito difícil convencer determinadas pessoas a seguir pelo


caminho da auto cura. Normalmente, por desconhecer onde está a
origem real do seus problemas (no inconsciente), elas não aceitam os
argumentos. Por incrível que pareça, o inconsciente quer proteger as
emoções das pessoas usando as doenças como instrumento. Da mesma
forma, muita gente não prospera, permanecendo pobre, devido à mesma
razão: seus medos submersos. E pior são aqueles que não querem
acreditar no que estamos relatando e se convencem que pai e mãe nada
tem a ver com sua prosperidade, acreditam que para mudar a realidade
basta Ação e que não precisam compreender, amar ou perdoar!!
Engano!! Somos um todo e esse todo cria a nossa realidade!!

No livro de Bert Hellinger, “O amor do espírito” Editora Atman, ele fala


sobre isso para quem quiser aprofundar o assunto. Em 2011 eu tinha
feito a formação em constelação familiar, estava grávida da Laura e
recordo que aquela formação com Guilhermino, fechava as chaves que
eu buscava naquela época. Bloqueio de prosperidade, falta de dinheiro
em uma visão sistêmica está relacionado a mãe, porque nós mães,
mulheres somos férteis, e o dinheiro vem da fertilidade, é energia em
movimento.

Neste livro ele comenta que dinheiro deve ser empregado a serviço da
vida, pois o dinheiro é uma imagem da vida e quem desrespeita o
dinheiro, desrespeita a vida. O dinheiro é sempre representado nas
Constelações por uma mulher – por quê? Porque o dinheiro é fértil.

O sucesso dos negócios e na profissão vem com a bênção da mãe. Sem


isso só há fracassos, pois o dinheiro tem a imagem da mãe; quem rejeita
a mãe permanece pobre.
Para Hellinger, tomamos a vida como um todo, quem tem reservas em
relação à mãe, que foi sua primeira e talvez mais importante experiência
de nutrição e confiança oferecida pela vida, também terá reservas em
relação à realização, ao sucesso e à felicidade. Quem rejeita sua mãe,
quem não concorda com ela do jeito que é, rejeita também a vida e a
felicidade.

"Como o sucesso pode chegar? Ele vem quando nossa mãe pode vir a
nós e quando nós a honramos como tal.”

E por outro lado, muitos estudos mostram que o lado masculino


representa financeiro.
Genteeee também está certo porque na verdade, a constelação
sistêmica mostra, sem sombra de dúvidas, que o homem não é um
indivíduo, mas sim, apenas uma célula de um grande corpo, que se
chama sistema familiar, e enquanto não honrar e respeitar este corpo,
não consegue harmonizar-se e sente-se sempre “um estranho no ninho”.
Mas depois que ele se percebe como parte de um “todo”, toda a vida se
suaviza e os caminhos se abrem, como que por encanto! Por isso somos
sistêmicos, somos um, somos o todo. Pai e pai influenciam sim em nossa
vidas, sejam nos relacionamentos ou dinheiro.

A mulher segue o marido e o homem serve ao feminino; nas


organizações quando a mulher organiza e o homem segue, dá errado.
Um genro que usa o dinheiro do sogro em geral leva o negócio à
falência. O homem que vai morar na casa dos pais da mulher em geral
leva o relacionamento ao fracasso. Pois é.
O dinheiro é adquirido através de algo que fazemos; dinheiro vindo pelo
nosso empenho nos faz feliz e serve a vida, mas, como a vida, o dinheiro
quer ser gasto a serviço da vida. O dinheiro herdado não foi por
empenho ou trabalho - por isso acontecem falências. É mais fácil de
gastar.
Por isso despedir-se do campo da pobreza e movimentar-se em direção
ao campo da riqueza é uma conquista espiritual.

Um conteúdo magnífico que quero citar neste artigo é de Alice Duarte.

Ela primeiro nos faz pensar e meditar sobre abundância e nossos pais.
Uma pergunta impactante é: Você já parou para pensar no que está por
trás da falta de prosperidade na sua vida? Na falta de clientes, na
empresa que vai mal, naquele aumento e emprego que não vem? Não
vale pôr a culpa na crise, no governo, no capitalismo, no mundo. A causa
pode morar sabe onde?

Prosperidade é ter tudo o que se necessita para viver bem e não


somente para sobreviver. E você só pode atingir esse estado de conforto
quando consegue estar em sintonia com a vida, tal como ela é. E para
isso é necessário aceitar e agradecer a tudo e a todos, principalmente o
difícil. Já parou para pensar em agradecer a atual crise que vive? Gosto
de pensar na bela oportunidade que ela traz para sairmos da zona de
conforto, repensar nossas práticas e nosso rumo, nos capacitar melhor e
buscarmos soluções criativas.

Mas se colocar a culpa sempre em algo fora de você, você vai ficar
naquela postura infantil, como a criança que pede para que a mãe lhe dê
algo. A solução passa por fincar os pés na vida como adulto, que é dono
das próprias escolhas, que dá e recebe dos demais, que recebeu o que
tinha que receber dos pais e agora precisa fazer o resto sozinho.
Pronto para começar?

Alice Duarte nos ensina oito passos para melhorar sua relação com o
dinheiro e se conectar com a abundância:

1) Coloque-se em paz com seus pais (de hoje e do passado)


Agradeça e aceite sua mãe e seu pai como eles são e não como você
gostaria que eles fossem ou tivessem sido. A mãe é quem nos deu o
primeiro sustento, por isso ela está ligada ao movimento de ir para a
vida, à prosperidade e ao dinheiro. O pai, na visão sistêmica, representa
nossa carreira e profissão. Se você está vivo nesse mundo, trabalhando,
constituindo família, aprendendo e impactando na vida de outras pessoas
é porque seus pais foram perfeitos como pais do ponto de vista da
existência humana e da vida. E se você os toma sem reivindicações, o
dinheiro flui e você se sente adaptado e realizado na vida.

2) Busque o equilíbrio de troca


O dinheiro é uma energia de agradecimento. Você dá algo a alguém –
um serviço, um produto ou um conhecimento – e esse alguém retribui
com certa quantia de dinheiro. Esta relação precisa ter um equilíbrio, ser
justa para ambas as partes. Meu produto ou serviço não pode ser mais
caro nem mais barato do que o benefício que ele proporciona.
“Nossa vida flui quando equilibramos o dar e receber. E um modo de o
universo nos mostrar se estamos fazendo isso é quando recebemos
dinheiro ou quando estamos na abundância.” Brigitte Champetier de
Ribes

3) Vá para a vida para que o dinheiro chegue até você


Faça as pazes com o seu passado, mantenha os pés bem fincados no
presente e flerte com o futuro. Se o dinheiro não vem, é sinal de que algo
precisa ser resolvido antes, provavelmente na sua história pessoal ou na
de membros do seu sistema, seja na família de origem ou em alguma
geração anterior. Isso pode estar atrapalhando você de estar disponível
pra vida. Aí o dinheiro não vem.

4) Se atreva a ser tão grande quanto o seu dinheiro


Pare para pensar: quando você lida com o dinheiro você se sente menor,
maior ou igual? Essa relação precisa ser de igual pra igual. Não se pode
ser como uma criança que pede, nem ser maior que o dinheiro, pois
nessa postura arrogante não se consegue agradecê-lo. Se dinheiro não
se sente respeitado ele vai embora da sua vida.

5) Olhe para o dinheiro com bons olhos


Se você não olha o dinheiro, ou seja, evita fazer planilha de gastos e
rendimentos, não gosta de olhar o holerite, quanto tem na carteira, nem o
extrato bancário, atenção! Você pode estar excluindo o dinheiro da sua
vida. Se você olha para seu rendimento e para suas contas com carinho
e respeito, você tem saúde financeira. Tenha gratidão a tudo o que
receber (mesmo as pequenas quantias), ao banco e até aos impostos
recolhidos. Tudo aquilo que você exclui, rejeita e tem aversão, você
acumula tensão e começa a dar nós.

6) Dê significado nobre ao seu trabalho


Você não vende um produto, serviço ou conhecimento, você vende
conforto, praticidade, bem-estar e sucesso às pessoas. “Qualquer
empresa que é bem sucedida está a serviço da vida, dos seres
humanos”, disse Bert Hellinger, criador das Constelações, em seu último
seminário no Brasil. É preciso colocar o foco no benefício que seu
trabalho vai proporcionar e não focar em aumentar seu faturamento e ter
sucesso. “Quem somente serve ao dinheiro já perdeu antes de começar”,
acrescentou Hellinger.

7) Observe que sentimento surge quando você dá e ganha dinheiro


Você sente pena da pessoa que te dá dinheiro? Você sente desconforto
e irritação quando dá seu dinheiro ao outro? Tem gente que sente
vergonha e culpa quando recebe, ao passo que quando dá ou perde
sente alívio. Crenças sabotadoras podem estar por trás dessas
dinâmicas.

8) Cuidado com as crenças sabotadoras!


Verifique ao longo da sua vida se você ouviu e tomou essas ideias como
verdade: “Os ricos são gananciosos, desonestos, exploradores” ou “É
mais fácil um camelo passar pelo buraco da agulha que um rico entrar no
reino dos céus”. Você tem medo de seguir um caminho diferente da
família se ela não tem prosperidade? Você tem medo de ter que ajudar a
família se ganhar muito dinheiro? Você acredita que o dinheiro
corrompe? Tira a paz interior? Atrai inveja, falsos amigos, assalto,
sequestro? Que torna as pessoas arrogantes? Cuidado! Sua mente
inconsciente pode estar sabotando secretamente a sua prosperidade!

Quando iniciei esse artigo, falei sobre os mandamentos de Deus,


lembra?

Como eu sempre tive dificuldade de saber quais são os 10, vou


descrever eles aqui para relembrar nossos acordos.

1 - Amar a Deus sobre todas as coisas.


2 - Não tomar seu santo nome em vão
3 - Guardar domingos e festas de guarda
4 - Honrar Pai e Mãe
5 - Não matar
6 - Não pecar contra a castidade
7 - Não roubar
8 - Não levantar falso testemunho
9 - Não desejar a mulher do próximo
10 - Não cobiçar as coisas alheias

Uma história muito linda e transformadora para mim é de Honrar o Pai e


a Mãe!

Certa vez, estava atendendo uma cliente que falava de um histórico de


traições entre o pai e a mãe, acrescentando a frase "ele fez isso com a
gente!", e dizendo que por isso não podia perdoar o pai. Isso fazia ela
olhar o pai com raiva e rejeição. Pelo seu amor inconsciente e
identificação com a mãe, a filha tomou partido contra o pai e se afastou
emocionalmente dele. Neste tipo de situação, quem perde é a filha que
toma partido de um dos pais, pois as questões entre eles devem ser
deixadas entre eles, e os filhos ficarem apenas em seu lugar de filhos.

Os filhos não têm o direito de julgar os pais como certos ou errados.


Nunca. Na visão sistêmica, os filhos são sempre pequenos e os pais são
grandes. Quando julgam, os filhos ocupam o lugar de grandes, ocupando
um lugar que não é deles, adoecendo o sistema. Os filhos devem cultivar
pelos pais os sentimentos de amor, perdão, gratidão, independente da
distância, se estão mortos ou vivos. A isso chamamos honrar o pai e a
mãe, em uma visão sistêmica. Nosso mestre em Constelações
Familiares, Marcilio Costa, sempre fala que como honramos os santos no
céu, devemos honrar os pais na terra.

Nossos pais nos deram a vida, por isso, devemos agradecer o dom que
recebemos e seguir. É na própria vida que encontramos tudo o que
precisamos, pois a própria vida é um sistema, o sistema completo, onde
podemos encontrar tudo, e através destes encontros nos transformar, e
perceber que temos potencialmente dentro de nós tudo o que nós
precisamos. Nas sessões de constelação em grupo percebemos mais
claramente isso, que tudo o que procuramos já está de alguma forma em
nós, em nosso campo, sendo a vida um caminhar para despertar e
desenvolver este potencial.

Além disso, vale ressaltar que os pais não precisam dos filhos, e sim os
filhos precisam dos pais. Quando os pais acreditam que precisam dos
filhos, os estão colocando no lugar de seus próprios pais, e cobram dos
filhos o amor que não receberam dos pais. O peso é grande demais, e o
sistema adoece. Para trabalhar nossas carências de pai e mãe o primeiro
passo é terapia. O segundo é reconhecer e honrar os pais,
simbolicamente os guardar no coração. Quando aceitamos e integramos
os pais, aceitamos e integramos a vida, e deixamos de projetar nossas
carências nos filhos, nos cônjuges ou na política dos governantes, por
exemplo, em quem projetamos nossas necessidades e raivas.

Quem tem problemas na aceitação do pai pode ter dificuldades com:


estudos, trabalho, comportamento, relacionamentos com homens,
compromisso, disciplina, força diante da vida. Quem tem dificuldades em
receber a mãe internamente acaba espelhando esta dificuldade em
conflitos com: relacionamento com mulheres e em geral, vícios como o
excesso em álcool, fumo, alimentos, entre outros, desequilíbrio
emocional, desconexão espiritual, falta de dinheiro, satisfação e sentido
na vida. Estas associações valem em geral, mas cada caso deve ser
analisado especificamente, pois cada pessoa tem sua história de vida e
familiar.
Em um trabalho de Constelação, procuramos a raiz dos sintomas no
sistema, pais e ancestrais, e utilizamos técnicas de transformação do
inconsciente como visualizações, frases curativas e exercícios de
consciência para elaboração e integração do trauma. Esperamos com
este artigo e outros que virão promover uma visão sistêmica para
relacionamentos mais significativos, a favor da terapia, da transformação
humana, do autoconhecimento e de maior qualidade e realização na
vida!

Quero citar neste artigo, o Instituto de Constelação familiar, pois eles


usam um nome lindo para o que você vão ler aqui: “O Dinheiro pelo
Olhar da Constelação Familiar – Energia a Serviço da Vida.
(www.iperoxo.com)

Olhamos para o dinheiro e o julgamos como fonte de nossos problema –


ainda mais visível na nossa situação atual enquanto país. É uma
situação difícil. Ficamos todos presos na confusão.
Ao mesmo tempo, percebemos que é inegável o papel do dinheiro na
manutenção da vida. Ele proporciona crescimento, possibilidades,
segurança e liberdade. Ele nos sustenta.
Então, como podemos olhar para o dinheiro e ver sua real energia?

O que é o dinheiro?

O dinheiro em si é um pedaço de papel. Todo o poder, valor e energia


que emana dele é uma convenção da nossa sociedade para tornar as
trocas entre os indivíduos mais igualitárias.

Antigamente, o escambo era a prática usual. Mas quantos pães valiam


uma galinha? Ou a maçã valia mais ou menos que uma laranja? Dessa
dúvida surgiu a necessidade de padronizar um meio sem oscilação de
valor para realizar as trocas. Desse movimento, o dinheiro foi criado.
Ainda que fisicamente sua representação seja bem simples (papel e
metais), o dinheiro é uma manifestação de uma energia que está à
serviço da vida, e não somente isso, mas é essencial a ela.

Bert Hellinger fala que o “dinheiro é algo espiritual! O dinheiro é vida.


Sem dinheiro, ninguém pode sobreviver em nossa sociedade. O dinheiro
nos permite continuar vivos.” (Livro “Histórias de sucesso na empresa e
no trabalho” – Editora Atman)

Numa troca, estipulamos um valor e a outra pessoa concorda ou não


com o que estipulamos. Podemos negociar ou encerrar uma negociação
com base nos argumentos apresentados entre os lados.
Aqui, somos apresentados à lei que exerce maior influência sobre o fluxo
de dinheiro: o equilíbrio. O dinheiro, para permanecer com quem o
recebe, exige que a troca seja justa, para ambos. Quando há um
desequilíbrio, acontece uma disfunção na gestão do valor.

Os rendimentos param, os negócios travam e às vezes não sabemos o


porquê. Mas uma boa dica é olhar para o equilíbrio entre o dar e o tomar
em todos os âmbitos do negócio.
Quem recebe o dinheiro também deve merecer, oferecer na sua troca
algo compatível com o que está cobrando pelo serviço. Compatível aqui
quer dizer, nem exigir a mais do seu valor e nem a menos. Cobrar o que
é justo.
Uma pessoa que cobra menos do que o justo pelo seu trabalho, em
algum tempo se tornará um prestador de serviço que parará de servir seu
cliente. Como vemos na situação em desequilíbrio, um dos dois lados se
sente pressionado e sai da relação comercial.

O Olhar de Bert Hellinger

O psicoterapeuta alemão aborda a influência do sistema na nossa forma


de lidar com o dinheiro e o sucesso, e como por vezes nossos
comportamentos seguem um emaranhamento familiar neste mesmo
assunto.
Em seu livro “Leis Sistêmicas da Assessoria Empresarial” ele propõe a
seguinte metáfora:
“O dinheiro possui uma dimensão espiritual. Ele reage como se tivesse
uma alma e um faro fino para a justiça e a injustiça.
Quer ficar com aqueles que o ganharam honestamente, com o suor do
seu trabalho. Quer voltar para aqueles que trabalharam duro para obtê-
los ou para aqueles que o receberam de outros com a condição de
administrá-lo e multiplicá-lo honestamente, a serviço da vida.
O dinheiro que outros ganharam para nós quer ficar conosco quando os
recompensamos corretamente. Acima de tudo, uma vez que pertence à
vida, o dinheiro quer ser gasto e transmitido a serviço da vida. O dinheiro
se alegra quando é gasto. Ele retorna ainda mais rico para nós.”

Hellinger reconhece que esta é só uma metáfora, e que na verdade o


dinheiro e seus movimentos são apenas uma manifestação do que está
em nosso centro, que ele chama de alma.
O dinheiro deseja servir nosso interesse pela vida. Por isso, se coloca à
disposição naquilo que contribui para o avanço dela.

Em outro livro, chamado “Êxito na vida, êxito na profissão”, Hellinger


discorre sobre as causas da nossa relação com dinheiro ser tão
conflitante. Ele fala de uma razão religiosa para isso:
Na bíblia se transmite um dito de Jesus: “É mais fácil um camelo passar
pelo buraco de uma agulha do que um rico entrar nos reinos dos céus”
(…) Na consciência do Ocidente, esta emoção contra a riqueza e o efeito
desastroso para a salvação de nossas almas continua atuando, tanto na
vida pessoal, quanto na vida pública.

Além disso, alguns movimentos de filósofos antes e depois do


cristianismo também abordavam a questão da riqueza X pobreza como
algo ligado ao mal x bem. Mesmo que alguns destes grupos tenham sido
perseguidos pelo cristianismo, muito de suas posturas e idéias
influenciaram a doutrina cristã nos séculos seguintes.

Nossa postura em relação ao dinheiro

A relação com o dinheiro é algo desafiador a todos nós. Geralmente nos


queixamos da sua falta e dizemos: “- Não farei algo pois não tenho
dinheiro.”
Sim, é verdade. A falta de dinheiro é um limitador. Mas talvez haja uma
dinâmica agindo de forma oculta neste argumento. Porque é tão
desafiador termos dinheiro para servir aos nossos planos?
Em uma constelação onde o dinheiro foi colocado no campo durante
nosso trabalho no Instituto, foi possível perceber que o dinheiro tem uma
força direcionada à vida, ao crescimento. Seu trabalho é de sustentar
nosso caminhar na vida, e ele nos serve com alegria e motivação.
Por isso, ter dinheiro é uma responsabilidade. A partir do momento que
você o possui, cabe a você movimentar sua vida, tomar a
responsabilidade do seu caminhar na sua mão. É preciso assumir as
suas decisões.
Por mais que seja desconfortável, muitas vezes a falta de dinheiro pode
estar prestando um serviço àquele que não o tem. Quando não se tem
dinheiro é mais fácil terceirizar a responsabilidade por não fazer algo. A
frase sai quase automática: – Queria muito fazer, mas não tenho
dinheiro…

O caminho opcional é desafiador: Eu tenho dinheiro, mas tenho medo de


tomar tal decisão. O que devo fazer?

Para todas estas perguntas, somente um adulto pode ter a resposta, pois
para se caminhar na vida é necessário aceitar alguns riscos.
Se não somos capazes de decidir, ficamos como a criança que espera
que alguém a cuide ou tome as decisões por ela (talvez, sim, dentro de
nós exista ainda uma criança que em algum momento se sentiu
abandonada e que ainda aguarda por seus pais). A “criança” aguarda
que os pais – ou alguém que assuma o papel deles – venham à sua
salvação. E assim permanece inocente, culpando a tudo e a todos por
sua infelicidade. Nesse lugar, é impossível crescer.
Nestes casos, é preciso perceber que aquilo que não recebemos quando
criança, podemos agora como adultos, conquistar e criar para nós
mesmos: seja um relação de afeto, seja o resgate de nosso vínculo com
nossos pais para além de nossas reivindicações, seja a conquista de
algo material de que precisamos. Também há o movimento de
aceitarmos a riqueza quando outros no nosso sistema não tiveram a
mesma sorte. Neste caso, aquele que se sobressai sente peso e culpa
pela sua situação. Como superar isso? Hellinger fala que:

Somente com a má consciência, com a coragem de ter uma má


consciência. Conseguimos isso quando obtemos, em outro lugar, a força
e a segurança para nos tornamos ricos e continuarmos sendo ricos. Isto
é, se entrarmos em sintonia com um movimento do espírito que
permanece igualmente voltado a tudo tal como é, um movimento além da
diferenciação entre o bom e o mau, porque tudo tem igualmente sua
origem em seu pensamento e por isso só pode ser tal como é.
Podemos perceber o quanto o dinheiro nos serve e está à nossa
disposição. Ele nos pede coragem para poder andar ao nosso lado. Ao
mesmo tempo, se ainda não estamos prontos para assumir nossa vida,
ele aguarda até sermos responsáveis para lidar com as decisões e a
maturidade que ele nos exige.

Dinheiro que permanece!

Para concluir, colocamos aqui um trecho do livro “Histórias de sucesso


na empresa e no trabalho” de Bert Hellinger que fala de sua visão
sistêmica para o dinheiro:

“Quero dizer algo sobre o dinheiro. O dinheiro tem alma. O dinheiro é


algo espiritual. O dinheiro é resultado do amor. O dinheiro é adquirido
através de um desempenho. É o equilíbrio de um bom desempenho. Se
alguém ganhar dinheiro por seu desempenho, o dinheiro o ama. O
dinheiro também permanece com ele, pois foi adquirido através do seu
desempenho.

O dinheiro também quer render algo – depois. Por isso o dinheiro espera
ser gasto. Ser gasto em algo bom, que leve a vida adiante. Então se
ganha mais dele – cada vez mais. Através de seu desempenho, o
dinheiro entra no circuito de serviço, trabalho e ganho, tudo ao mesmo
tempo.”

O que Fazer??
Uma das técnicas que trabalho no treinamento fechado Holo Cocriação
de Sonhos e Metas é a Técnica Hertz – Reprogramação da Frequência
Vibracional, com Terapia da Linha do Tempo.
Basta você se lembrar de sua infância, revivendo sentimentos de mágoa
(por exemplo) que sentiu em relação a seu PAI, e depois compare ao que
você vive hoje na área que está estagnada.
É fácil? Não, você passa por um processo, é como uma pirâmide. Não se
muda da noite para o dia.

Mas cada vez que está chegando a sua felicidade, cada vez que está
chegando a sua vez de chutar o balde, de começar sua vida e fazer tudo
diferente, o que acontece? Você cai de cama, bate o carro, fica mal… (se
sabota). Na psicanálise, na meditação, linguagem corporal..., sabemos
que não vamos lembrar da verdadeira causa porque vai resolver, essa é
a questão, por incrível que pareça, algo dentro de você não quer que
resolva, porque estará inconscientemente desrespeitando o esforço que
seus pais fizeram. Todos vem para expandir.

Você quer sair deste problema? ThetaHealing® pode ajuda. Você


precisará compreender que sendo feliz não está desrespeitando seus
pais, os limites de felicidade de seus pais e aquilo que você viu na
infância e que por mecanismo de defesa você esqueceu, exatamente
para não condená-los, para não mudar nada, para não deixar de honrar
pai e mãe por gratidão... tudo isso precisa ser deixado para lá e entender
que na verdade os pais, onde quer que estejam, querem que seus filhos
sejam mais felizes que eles mesmos (seus pais).

Muitos dos conflitos emocionais internos que temos, surgiram da nossa


relação com os pais. Esses conflitos emocionais são inquietações ou
sofrimentos internos, também chamados de ansiedade. Eles são
formados pelo acúmulo de sentimentos negativos, bloqueios, crenças,
traumas, armazenados por toda nossa vida: mágoas, medos,
preocupações, tristeza, raiva, abandono, ressentimento, culpa, solidão,
rejeição, falta de amor. Porém nossos pais fizeram tudo que sabiam fazer
com a consciência que aprenderam, são vítimas de outras vítimas, como
costumo dizer.

E por que surgem esses conflitos emocionais internos? Para Paula


Pozzati,Terapeuta EFT, porque nossos pais também guardam conflitos
mal resolvidos com nossos avós, a maior prova que não existem vítimas
no universo, eles também acabam passando, de forma inconsciente,
seus problemas para os filhos, através de exemplos, atitudes e palavras.
Se nossos avós tem problemas de autoestima, se sofreram problemas de
rejeição ou se tem qualquer problema emocional, é claro que isso irá
afetar a relação com nossos pais. Os nossos bisavós influenciaram os
nossos avós, que influenciaram nossos pais, que nos influenciam.
E eu, você iremos passar boa parte de negatividade adquirida, que veio
das gerações passadas para nossos filhos, que por sua vez, irão passar
para seus filhos. O tamanho de nossos problemas emocionais podem ser
bem grandes. É algo bem profundo e grande que carregamos e vai
passando de geração em geração.

Achamos que nossos pais são pessoas maduras, responsáveis e


perfeitas. Não lembramos que eles são filhos de gerações que pouco se
preocupava com o emocional e sim em cumprir e seguir tradições e
costumes. Olhamos para nossos pais hoje como nós fossemos ainda
crianças que cobra de nossos pais coisas que eles deveriam ter feito ou
que deixaram de fazer, o carinho e a atenção que não recebemos da
forma que queríamos … Eles são filhos de nossos avós!

Em terapias é comum encontrar filhos que carregam mágoas dos pais de


fatos ocorridos na infância. Alguns não tem consciência disso e não
conseguem se colocar no lugar deles. Alguns não tem consciência
desses sentimentos mas eles começam a aparecer quando aplicamos
técnicas de liberação emocional. Pensamentos do tipo: se meu pai não
fosse tão duro comigo … se minha mãe não tivesse me abandonado …
se eles tivessem dado mais apoio psicológico eu seria mais seguro …

Nesse momento no lugar de filho, estamos observando a situação pelo


filtro das nossas emoções negativas. Para alguém que está cheio de
mágoa e ressentimento dos pais não adianta muito você dizer que eles
erraram porque também são filhos que carregam traumas e conflitos.
Com aplicação da técnica EFT e TFT para dissolver a mágoa e o
ressentimento a compreensão se torna muito mais fácil e profunda.

A importância de chegar no perdão, para Paula é a libertação emocional


muito profunda. Saímos do aspecto da criança magoada e vítima para
passar a ver nossos pais como seres humanos, como filhos também.
Nos tornamos mais adultos e não crianças emocionais. A sensação de
leveza e de poder comandar o próprio destino se torna mais intensa pois
não existe mais necessidade de culpar alguém por nossos problemas.
Nossos filhos também serão beneficiados pois seremos mais maduros e
equilibrados emocionalmente.

Perdão é um ato de libertação. Não importa se os pais faleceram, se não


tem bom relacionamento, se foi abandonado ou adotado. Sintonize amor,
perdão e você viverá uma nova experiência. O que chamamos de
próximo nível.
Antes de ensinar várias técnicas, quero que você veja na tabela das
emoções a importância do perdão, bem como aceitação, isso quer dizer,
aceitar nossos pais como eles são, mas também nos aceitarmos.

Para vibrar abundância, precisamos vibrar na aceitação, 350 hertz. A


prosperidade e abundância estão entre 500 a 540 hertz, então uma prova
real da importância do perdão é a aceitação.
Para subir de nível, é necessário perdoar e ser grato. A gratidão é o que
muda os degraus da consciência humana.

Tabela Frequência por David Hawkins

Técnica Hertz com terapia da linha do tempo.

Volte ao passado em alguma imagem que você lembra, seja ela qual for,
se não existir, crie. (Exemplo: uma briga com os pais, morte, adoção, ou
lembre o que te contaram)
Basta você lembrar de sua infância, revivendo sentimentos de mágoa,
raiva, ressentimento, abandono, dor, o que sentiu em relação a sua mão
ou pai.

Reviva o momento por alguns segundos e entre em Ponto Zero


(ausência total de pensamentos), Silencie a mente.
Reviva a lembrança novamente e neste momento identifique o que está
sentindo, (raiva, ódio, indiferença...)

Use o comando:
Presença Divina Alma, sentimento de raiva que sinto por minha mãe,
(pai), está cancelado, cancelado, cancelado.
Reviva a lembrança novamente, e neste momento troque a cena, mude
ela em sua mente, crie a cena mais perfeita e real que você gostaria que
tivesse acontecido. Você cria. Você é o criador. E diga para si mesmo:
“Está feito, está feito. Está feito.”

Use o comando.
Presença Divina Alma Eu Sou: Eu sou amado, eu sou feliz, eu estou
perdoado, eu perdoou com todo meu amor.
Presença Divina Alma: Eu Sou próspero, eu sou abundante........(e o que
mais desejar)
Está feito, está feito, está feito. Entre em matriz de ponto zero.

Faça a Técnica Hertz que ensino abaixo, no meu canal do Youtube,


comigo que potencializa em 1000x o poder da Técnica.
Técnica Hertz - Reprogramação da Frequência Vibracional,
criada por Elainne Ourives

Respiração HÁ -------------- Faça 3 X


- Inspira contando até 7
- Segura contando até 7
- Solta devagar contando até 7
- Com os pulmões vazios contando até 7

No Tapping (mãos em posição de Karatê)


Presença Divina Alma, todo sofrimento que foi causado nos últimos dias,
nos últimos meses, nos últimos anos, toda dor, todas as infelicidades,
doenças e infortúnios, todo sofrimento, todas as mágoas, toda escassez.
Está cancelado, está cancelado, está cancelado

Use Comando Mental Transmuta, Transforma.


Entra em Matriz de Ponto Zero. (Silencie a mente, ausência absoluta de
qualquer pensamento ativado pela consciência, você consegue por 4, 5
segundos)
______________________________________________
PRESENÇA DIVINA ALMA, EU SOU escolhe a felicidade plena
PRESENÇA DIVINA ALMA, EU SOU a compaixão
PRESENÇA DIVINA ALMA, EU SOU escolhe o amor
PRESENÇA DIVINA ALMA, EU SOU escolhe a realização
PRESENÇA DIVINA ALMA, EU SOU escolhe a divindade
PRESENÇA DIVINA ALMA, EU SOU escolhe a abundância
PRESENÇA DIVINA ALMA, EU SOU escolhe amor ao próximo
PRESENÇA DIVINA ALMA, EU SOU escolhe a mudança
PRESENÇA DIVINA ALMA, EU SOU escolhe a riqueza
PRESENÇA DIVINA ALMA, EU SOU escolhe o sucesso
PRESENÇA DIVINA ALMA, EU SOU escolhe ponto de mudança
PRESENÇA DIVINA ALMA, EU SOU escolhe a plenitude
PRESENÇA DIVINA ALMA, EU SOU escolhe uma nova vida
PRESENÇA DIVINA ALMA, EU SOU escolhe uma vida de felicidade
PRESENÇA DIVINA ALMA, EU SOU escolhe saúde
PRESENÇA DIVINA ALMA, EU SOU escolhe paz
PRESENÇA DIVINA ALMA, EU SOU escolhe tranquilidade
PRESENÇA DIVINA ALMA, EU SOU escolhe a gratidão
PRESENÇA DIVINA ALMA, EU SOU escolhe ..........................
__________________________________________________________
__
A partir desse momento eu escolho a felicidade
A partir desse momento eu escolho a divindade
A partir desse momento eu escolho o amor
A partir desse momento eu escolho a compaixão
A partir desse momento eu escolho a plenitude
A partir desse momento eu escolho a abundância
A partir desse momento eu escolho o amor ao próximo
A partir desse momento eu escolho a mudança
A partir desse momento eu escolho a riqueza
A partir desse momento eu escolho o sucesso
A partir desse momento eu escolho ponto de mudança
A partir desse momento eu escolho uma nova vida
A partir desse momento eu escolho uma vida de felicidade
A partir desse momento eu escolho uma vida de saúde
A partir desse momento eu escolho a paz
A partir desse momento eu escolho a tranquilidade
A partir desse momento eu escolho a gratidão
A partir desse momento eu escolho ........................................
_________________________________________________________
PRESENÇA DIVINA ALMA, EU SOU, Eu escolho viver a felicidade
PRESENÇA DIVINA ALMA, EU SOU Eu escolho viver a divindade
PRESENÇA DIVINA ALMA, EU SOU Eu escolho viver a plenitude
PRESENÇA DIVINA ALMA, EU SOU Eu escolho viver a abundância
PRESENÇA DIVINA ALMA, EU SOU Eu escolho viver o amor ao
próximo
PRESENÇA DIVINA ALMA, EU SOU Eu escolho viver a mudança da
minha vida
PRESENÇA DIVINA ALMA, EU SOU Eu escolho viver a riqueza
PRESENÇA DIVINA ALMA, EU SOU Eu escolho viver o sucesso
PRESENÇA DIVINA ALMA, EU SOU Eu escolho viver um ponto de
mudança
PRESENÇA DIVINA ALMA, EU SOU Eu escolho viver uma nova vida
PRESENÇA DIVINA ALMA, EU SOU Eu escolho viver uma vida de
felicidade
PRESENÇA DIVINA ALMA, EU SOU Eu escolho viver a saúde
PRESENÇA DIVINA ALMA, EU SOU Eu escolho viver a paz
PRESENÇA DIVINA ALMA, EU SOU Eu escolho viver a tranquilidade
PRESENÇA DIVINA ALMA, EU SOU Eu escolho viver com gratidão
PRESENÇA DIVINA ALMA, EU SOU Eu escolho
viver ............................................

Meridianos (Pontinhos)

Topo da cabeça --------- “Eu te amo” (5X)


Glândula pineal ---------- “Sinto muito” (5X)
Cantinho da sobrancelha ---------------- “Por favor me perdoa” (5X)
Cantinho do olho -------------------------- “Obrigado” (5X)
No meio do olho ----------------------------“Eu me amo” (5X)
(Forme a imagem perfeita de amor por você)
Em cima da boca ----------------------------“Eu me aceito” (5X)
“Eu (nome completo) me aceito como eu sou”
Em baixo da boca --------------------------“Eu me perdoo” (5X)
No pescoço ------------------------------- “Eu sou a mudança” (5X)
“Eu escolho mudar, eu quero mudar, eu sou a mudança “
Na clavícula -------------------------- “Eu sou alegria” (5X)
No coração --------------------------------- “Eu sou grato” (5X)
“Eu Sou Grato pela minha casa, pela minha vida, por tudo que o Criador
emana na minha vida”
Em baixo do braço --------------------------- “Eu sou amor” (5X)
“Eu transmito amor, minha essência é amor, eu sou o amor”

Comando Eu Sou
(Respira em posição de oração)
Eu Sou o Eu Sou -------------- (3X)
(Respira em posição de oração)
Eu Sou Deus ---------------- (3X)
(Respira em posição de oração)
(Silencia)

DNA
Neste momento você recebe o amor, sinta a energia de forma palpável e
sinta-se dentro de uma bolha de amor, o amor do Criador chega até você
através de um manto de Luz, forte, intenso, brilhante, visualize esse
manto que está sobre você, se envolve nesse manto de Luz, sinta uma
mão energética que toma conta de toda a sua estrutura celular, sinta
essa mão te tocando nesse momento, sinta essa mão limpando e
retirando todas as velhas energias. Visualize, imagine, sinta.
Braços enormes te abraçando, sinta, visualize, expanda-se e abrace
todas as pessoas que você quer neste momento, abrace essas pessoas
com essa energia, com essa luz, sinta a conexão com todas essas
pessoas nessa sua maravilhosa energia.
Visualize imagine sinta que no centro desse lugar aparece um portal de
luz e amor, junto a esse portal está uma luz muito brilhante, intensamente
brilhante, essa luz é o seu Deus, é o seu Criador uma energia muito
forte, sinta sua presença, sinta essa energia magnética, veja essa luz,
pode ser teu anjo, pode ser o teu mestre.

Neste momento o portal se abre, é o portal da nova energia, essa


energia é intergaláctica e ela contém uma poderosa onda de Luz, e essa
Luz toma conta de todo o teu Ser, siga essa Luz, atravesse esse portal.

Deixe-se guiar, ele te levará a um local apropriado para receber uma


nova onda de energia. Agora que você chegou a esse local, imagine,
visualize e sinta esse lugar, observe os detalhes, observe tudo a tua volta
preste atenção na respiração.
Essa Luz entrega a você um bastão, um ponto de mudança de força,
receba-o agora, visualize o bastão que representa o teu despertar, para
que você reconheça as mudanças positivas da sua consciência que
possa transmutar todos os seus sentimentos e pensamentos da velha
energia que você tinha quando nós iniciamos, permita essa
transmutação.

Aconteça o que acontecer eu estarei envolvido em uma grande energia.


Neste momento a Luz de Atom, Criador, Deus, Anjo, Mestre te entrega o
bastão estelar visualize isso, essa Luz esta te entregando esse bastão,
ele representa a limpeza do teu campo energético, sincronizando as
duas metades do teu cérebro e de todo o seu corpo, permita que esse
processo de sincronização aconteça agora.

Essa energia começa invadir toda a célula do teu corpo, todo o seu DNA,
o teu Gen, é uma energia celular em nível atômico, sinta as células se
abrirem agora, observe esse poderoso raio gama invadindo todo o teu
ser, impregnando essa energia por todo o teu corpo, sinta a vibração do
teu corpo energético, físico, mental e emociona, sinta a vibração em todo
o teu Ser, sinta a ativação do seu campo de Luz.

Visualize a Luz de força do ponto de mudança, ativa essa Luz calibra a


estrutura do seu DNA, visualiza, sinta observa como seu DNA
fragmentando de 2 hélices é restaurado para os 12 cordões que você
tinha originalmente permita que esse processo aconteça agora.

Sinta a ativação e restruturação do seu DNA multidimensional isso é


incrível uma Luz que toma conta de todo o teu Ser, é uma vibração do
seu campo energético físico, emocional e mental.
Mudando toda a sua programação pro sucesso, plenitude para mudança
do aqui e agora, escute, sinta, veja, escute essa mensagem de amor.

Essa Luz te leva para passear no Universo a fora, e pede para você
visualizar o planeta com amor e compaixão, perdoar a todos,
visualizando o teu amado Universo, com compaixão, amando todas as
pessoas, todos os seres que estão sofrendo, todos os seres tem o
mesmo direito a felicidade, sinta esse atributo renascendo dentro de
você, isso é mágico, isso é incrível, tenha compaixão por tudo e por
todos. Permita que a compaixão mude suas atitudes no seu dia a dia,
mudando o seu nível de energia.

A energia da compaixão pelo outros faz as coisas com amor e carinho a


nossa vida se alinha como um passe de mágica.
Essa Luz da mudança te dá os parabéns por que você teve coragem de
vir até aqui hoje pois as pessoas que estão ao teu redor precisa de
pessoas nessa onda transformadora de energia, você será o farol de Luz
que mudará a humanidade para uma nova Terra, agora você tem uma
nova visão de mundo.
Agradeça neste momento aos Seres de Luz, ao teu guia espiritual, (pode
falar o teu nome), Eu ........... Vejo e aceito o meu guia espiritual que
caminha comigo o tempo todo, agradeça toda essa maravilhosa
experiência, essa mudança de vibração, essa nova consciência que foi
criada em teu cérebro e traga essa nova consciência esse novo Eu, essa
nova pessoa.

Eu perdoo você. Por favor, me perdoe.


Você nunca teve culpa.
Eu também nunca tive culpa.
Eu perdoo você. Me perdoe, por favor.
A vida nos ensina através das discórdias…
e eu aprendi a lhe amar e a deixá-lo(a) ir de minha mente.
Você precisa viver suas próprias lições e eu também.
Eu perdoo você… me perdoe em nome de Deus.
Agora, vá ser feliz, para que eu seja também.
Que Deus te proteja e perdoe os nossos mundos.
As mágoas desapareceram de meu coração e só há luz e paz em minha
vida.
Quero você alegre, sorrindo, onde quer que você esteja.
É tão bom soltar, parar de resistir e deixar fluir novos sentimentos!
Eu perdoei você do fundo de minha alma, pois sei que você nunca fez
nada por mal e sim porque acreditou que era a melhor maneira de ser
feliz.

(Faça sua gratidão e nós vamos retornar quando eu contar de 5 a 1)

Retornar (Faça a contagem de 5 a 1)


5 ------- Agradeça pelo Criador
4 ------- Agradeço por ter estado aqui hoje, por essa energia que estamos
recebendo e mandando, todos estamos conectados nessa frequência
emocional.
3 -------- Agradeça o que conquistou, que você tem e é grato
2 --------- Agradeça pelas coisas que não tem, mas como se fosse
realidade agora, sinta e veja com muita convicção.
1 ---------- Agradeça teus pais que te deram a vida!!.
(Inspirando e expirando ------ 3X)

A Técnica Hertz também pode ser feita no Japamala, juntamente ao


Comando Mental do Perdão.
Com um Japamala de 108 contas em mãos (ou quantas preferir), em
movimento e com música, você pode repetir uma rodada de Hertz em
cada conta do Japamala, por 50 minutos. Se o Japamala tiver 108
contas, você não vai conseguir fazer todas elas nesse período e não tem
problema. Se quiser concluir as 108 contas e fazer por mais de 50
minutos, também não tem problema. O importante é estar em
movimento, durante uma caminhada, um passeio... se puder dar alguns
pulinhos as vezes, melhor ainda, para ativar os comando cerebrais. Você
encontra muitos modelos de Japamala em nossa Loja Virtual.

Uma oração de perdão que eu amo é inspirada em Cristina Cairo. Quero


deixar com todo meu amor neste blog post, pois uso muito com meus
alunos:

Para uso geral: faça esta oração à noite, antes de dormir, para seu
inconsciente absorvê-la totalmente. Visualize o rosto de quem você
precisa perdoar, ou de quem quiser perdão, e diga cada palavra do fundo
do coração chamando a pessoa pelo nome apenas no início.

Para limpeza de energias yin e yang: é preciso fazer limpeza de energias


yin e yang para ter a vida equilibrada. Limpar yin significa limpar
sentimentos e emoções, e também relações com todas as mulheres da
sua vida. Esta energia é representada pela mãe, então a limpeza é feita
com oração de perdão para a mãe. Limpar yang significa limpar os
aspectos financeiros e materiais, e também relações com todos os
homens da sua vida. Esta energia é representada pelo pai, então a
limpeza é feita com oração de perdão para o pai. Para limpeza de
energias yin e yang, faça esta oração pela manhã, alternando sempre um
dia para o pai (iniciando a oração com a palavra “Pai”) e um dia para a
mãe (iniciando a oração com a palavra “Mãe”). Faça a oração por 3
meses, pare por 1 mês e reinicie o processo, completando assim 6
meses de oração.

Oração do Perdão:

Rezar o Pai Nosso, dizer o nome da pessoa e as palavras a seguir:


Eu te perdoo por qualquer coisa que você tenha me dito ou feito em
pensamentos, palavras ou ações, e pelo sofrimento que tenha me
causado nesta e em outras vidas. Você é livre e eu sou livre. Eu te peço
para me perdoar por qualquer coisa que eu tenha dito ou feito em
pensamentos, palavras ou ações, e pelo sofrimento que tenha te
causado nesta e em outras vidas. Você é livre e eu sou livre. Obrigado
Deus por me dar a oportunidade de perdoar a [nome da pessoa] e a mim
mesmo.
Oração do Perdão

A partir deste momento, eu perdoo todas as pessoas que de alguma


forma me ofenderam, me injuriaram, me prejudicaram ou me causaram
dificuldades desnecessárias. Perdoo, sinceramente, quem me rejeitou,
me odiou, me abandonou, me traiu, me ridicularizou, me humilhou, me
amedrontou, me iludiu.

Perdoo, especialmente, quem me provocou até que eu perdesse a


paciência e reagisse violentamente, para depois me fazer sentir
vergonha, remorso e culpa inadequada. Reconheço, que também fui
responsável pelas agressões que recebi, pois várias vezes confiei em
indivíduos negativos, permiti que me fizessem de bobo e
descarregassem sobre mim seu mau caráter.
Por longos anos suportei maus tratos, humilhações, perdendo tempo e
energia, na tentativa inútil de conseguir um bom relacionamento com
essas criaturas.

Já estou livre da necessidade compulsiva de sofrer e livre da obrigação


de conviver com indivíduos e ambientes tóxicos. Iniciei agora, uma nova
etapa de minha vida, em companhia de gente amiga, sadia e
competente: queremos compartilhar sentimentos nobres, enquanto
trabalhamos pelo progresso de todos nós.

Jamais voltarei a me queixar, falando sobre mágoas e pessoas


negativas. Se por acaso pensar nelas, lembrarei que já estão perdoadas
e descartadas de minha vida íntima definitivamente.
Agradeço pelas dificuldades que essas pessoas me causaram, pois isso
me ajudou a evoluir, do nível humano comum ao nível espiritualizado em
que estou agora.

Quando me lembrar das pessoas que me fizeram sofrer, procurarei


valorizar suas boas qualidades e pedirei ao Criador que as perdoe
também, evitando que elas sejam castigadas pela lei da causa e efeito,
nesta vida ou em outras futuras. Dou razão a todas as pessoas que
rejeitaram o meu amor e minhas boas intenções, pois reconheço que é
um direito que assiste a cada um me repelir, não me corresponder e me
afastar de suas vidas.

Fazer uma pausa, respirar profundamente alguma vezes, para acúmulo


de energia.

Agora, sinceramente, peço perdão a todas as pessoas a quem, de


alguma forma, consciente e inconscientemente, eu ofendi, injuriei,
prejudiquei ou desagradei. Analisando e fazendo julgamento de tudo que
realizei ao longo de toda a minha vida, vejo que o valor das minhas boas
ações é suficiente para pagar todas as minhas dívidas e resgatar todas
as minhas culpas, deixando um saldo positivo a meu favor.

Sinto-me em paz com minha consciência e de cabeça erguida respiro


profundamente, prendo o ar e me concentro para enviar uma corrente de
energia destinada ao Eu Superior. Ao relaxar, minhas sensações
revelam, que este contato foi estabelecido.

Agora dirijo uma mensagem de fé ao meu Eu Superior, pedindo


orientação, em ritmo acelerado, de um projeto muito importante que
estou mentalizando e para o qual já estou trabalhando com dedicação e
amor.
Agradeço de todo o coração, a todas as pessoas que me ajudaram e
comprometo-me a retribuir trabalhando para o meu bem e do próximo,
atuando como agente catalisador do entusiasmo, prosperidade e auto
realização. Tudo farei em harmonia com as leis da natureza e com a
permissão do nosso Criador, eterno, infinito, indescritível que eu,
intuitivamente, sinto como o único poder real, atuante dentro e fora de
mim.

Assim seja, assim é e assim será. Conceição Trucom (*)

Você também pode repetir, Me perdoe por ter nutrido ódio e mágoa por
tanto tempo em meu coração. Eu não sabia como era bom perdoar e
soltar; eu não sabia como era bom deixar ir o que nunca me pertenceu.
Agora sei que só podemos ser felizes quando soltamos as vidas para
que sigam seus próprios sonhos e seus próprios erros. Não quero mais
controlar nada, nem ninguém. Por isso, peço que me perdoe e me solte
também, para que seu coração se encha de amor, assim como o meu.
Muito obrigado(a)!

Se você quiser aprofundar esses conteúdos e técnicas, inscreva-se no 5°


Workshop Online e Gratuito Holo Cocriação de Sonhos e Metas. Serão 5
aulas inéditas que enviaremos em seu e-mail entre os dias 27 de
Novembro a 04 de Dezembro.

Quero presenteá-los com uma entrevista exclusiva sobre relação com a


mãe com Bert Hellinger traduzida por Eva Jacinto, realizada por Esther
Lak.

Como podemos ser felizes ou encaminharmo-nos para a felicidade?


A felicidade começa muito precocemente, começa com a mãe e é
mantida na relação com ela. O caminho da felicidade interrompe-se
quando perdemos o contato com a mãe, também com o pai, é claro, mas
este está em segundo lugar. Pode observar-se, por exemplo, às vezes
faço-o quando estou a ver televisão: olhamos para os atores ou para os
que estão a falar na televisão e então a minha mulher pergunta “que
relação tem este com a mãe dele?”. Pode ver-se de imediato: os que
estão em conexão com a mãe brilham, têm uma expressão de alegria e
são amados pelos outros, isto nota-se facilmente. Quando alguém vem
dizer que não se sente feliz, eu pergunto-lhe sobre a sua mãe, pelo
relacionamento que tem com ela. Tenho no meu coração a mãe desta
pessoa, imediatamente presente com respeito, e como eu a respeito,
posso levá-lo até ela e em breve começa também a irradiar, a brilhar.
Este é um caminho para a felicidade.

A relação com a mãe é reparável? Para muitos ela é uma relação de


conflito.
Os conflitos são necessários. Muitas relações com a mãe estão
bloqueadas porque temos expectativas em relação a essa pessoa que
vão para além do que se pode esperar de um ser humano. Se os pais
fossem perfeitos, se a mãe fosse a ideal, não seríamos capazes de viver,
não teríamos a força para viver. Somos capazes de viver porque os
nossos pais têm falhas. Isso é o que nos introduz na verdadeira vida, ou
seja, amamos os nossos pais assim como eles são, exatamente como
eles são, e assim tornamo-nos felizes.

Maternity – P. Picasso,1963
Estava a pensar se tudo o que recebemos dos nossos pais, as coisas
que nos ferem, por exemplo, se tudo é perdoável?
Um filho que perdoa está ao mesmo tempo a acusar os pais. Está a
colocar-se acima deles e assim perde-os, bem como ao seu destino e à
sua felicidade. Se posso admitir tudo o que acontece, dizer-lhe sim, o
sucedido converte-se numa força; quando o rejeito ou o perdoo, fico
frágil, coloco-me acima e ao mesmo tempo permaneço pequeno.

Então a aceitação não significa colocar-se por debaixo numa situação?


Não é o mesmo que aceitar, estou a dizer-lhe sim, quando aceito sou
passivo, quando digo sim sou ativo e ao dizer que sim algo se
transforma, enquanto que ao aceitar nada se transforma. Esta é uma
diferença muito importante.

Se existisse em mim um brilho, pelo tipo de relacionamento que tenho


com a minha mãe, o que aconteceria com a minha mãe em relação a
mim?
Ela, com é evidente, está também feliz; sobretudo porque se abre o
coração da mãe e o seu amor pode fluir para ti, os dois vão estar felizes.

Um homem disse-me certa vez que a mãe dele o odiou quando ele era
pequeno. Ela morava muito perto do local onde estávamos a fazer o
seminário e então eu disse-lhe “vai visitá-la”. No dia seguinte ele voltou,
estava radiante e eu disse-lhe “mas o que é que fizeste?”, “fui visitá-la e
disse à minha mãe: eu estou feliz por me teres dado à luz…”, e a mãe
brilhava, irradiava e ele também. Tão fácil é a felicidade.

Como nos preparamos então para ser boas mães ou sermos as mães
que queremos brilhar nos olhos dos nossos filhos?
Muito simples: amar a nossa própria mãe. Agora tu também brilhas…
Para fechar esta nota, queria perguntar sobre como fica o lugar do pai,
uma vez que falamos somente do lugar feminino. O pai tem uma
demanda, tem protagonismo, ou pelo facto de a mãe ocupar este lugar o
seu papel é complementar?

Sim, o pai está em segundo lugar. Mas hoje em dia os pais estão muitas
vezes excluídos e o pai que está excluído põe a mãe triste, fá-la infeliz.
Para a mãe estar feliz, ela tem que respeitar e amar o pai e isso nem
sempre é simples, porque os homens são diferentes, e temos de os amar
assim como são – diferentes. E as crianças precisam do pai, para a
felicidade é necessário que elas possam ter o pai. Então, as crianças
felizes são aquelas que são olhadas pela mãe e a mãe, através desta
criança, ama também o pai; e o pai olha para os filhos e através deles
ama também a mãe. Essas crianças são crianças felizes.

E para finalizar, não poderia deixar a filosofia Seicho-no-ie de fora, pois


eu mesma participei por muitos anos, quase 1 década, e quero deixar
aqui documentado os ensinamentos preciosos que sei que mudarão sua
vida para sempre.

Em todo lugar existe algo a agradecer!


O despertar espiritual é acordar de manhã, lavar o rosto e sentir "Oh,
como é gratificante lavar o rosto". É sentir gratidão pelo ar que respira. A
Escola para Noivas ensina as moças a sentirem gratidão por esses fatos
aparentemente insignificantes. Se a pessoa só conseguisse agradecer a
fatos especiais, viveria infeliz, pois o que é especial não acontece a todo
momento. Um lar iluminado é aquele onde moram pessoas que
conseguem agradecer a fatos corriqueiros.

Se o ar que respiramos se tornasse rarefeito e, quando estivéssemos


prestes a nos asfixiar, recebêssemos ar novo, certamente sentiríamos
muita gratidão pelo ar. Entretanto, em situações normais, são poucas as
pessoas que agradecem ao ar que existe sempre com abundância.
Devemos sentir gratidão constante pelo ar que respiramos e pelo simples
fato de podermos lavar o rosto.

Se há dor e sofrimento é porque ainda falta o sentimento de gratidão


O que nos alegra, o que nos encanta, o que nos faz felizes é realmente o
sentimento de gratidão, é porque o sentimento de gratidão transforma o
sofrimento em prazer. Quando ardentemente sentimos gratidão por
alguém, somos capazes de atirar-nos até dentro do fogo para socorrê-lo
e, mesmo recebendo queimaduras, não sentimos dor. Isto porque o
sentimento de gratidão transforma a dor em prazer.

Se há dor, se há sofrimento, é porque ainda falta o sentimento de


gratidão.
"Agradece à Pátria. Agradece a teu pai e a tua mãe. Agradece a teu
marido ou a tua mulher. Agradece a teus filhos. Agradece a teus criados.
Agradece a todas as pessoas. Agradece a todas as coisas do céu e da
terra. Somente dentro desse sentimento de gratidão é que poderás ver-
me e receber a minha salvação" - Assim está escrito no início do primeiro
volume de A Verdade da Vida. Podemos dizer que os ensinamentos da
Seicho-No-Ie estão resumidos nestas poucas frases.

A gratidão vem do despertar da alma!


Há dois tipos de caridade: a caridade material e a caridade espiritual. às
vezes é necessário dar ajuda material, mas quando a doação material é
demasiada, pode gerar o espírito dependência na pessoa que a recebe,
e embrutecer seu espírito a ponto de não sentir mais gratidão e de achar
que receber é um direito seu.

Se for para dar alguma coisa, é preciso dá-la acompanhada de


sentimento. Embrulhar um presente com papel e passar a fita é uma das
maneiras de juntar-lhe sentimento. O homem vive graças ao sentimento.
Diante da doação maquinal, não nasce o sentimento de gratidão. Por
essa razão, não é correto presentear uma pessoa pensando em
despertar nela o sentimento de gratidão; deste forma, para não tornar a
pessoa dependente ou ingrata, é melhor evitar a doação maquinal.

Quando o superior demonstra sua gratidão pagando um jantar ao


funcionário que trabalha além do seu horário normal de serviço, o
subordinado capta intimamente a bondade do superior e sente por este
profunda gratidão. Porém, se for regulamentado o pagamento de hora
extra trabalhada, determinada que "por tantas horas extras de trabalho
pagam-se tantos ienes", ninguém sentirá grato em receber remuneração
pela hora extra. Muito pelo contrário, poderá, às vezes, queixar-se
achando pouco o pagamento correspondente a ela. Desaparece o prazer
de dar e surge o descontentamento.

Quando conseguimos emprego para um desempregado que está em


dificuldade, no início ele agradece como se lhe tivéssemos salvo a vida,
mas após a repetição automática, todos os meses, do recebimento do
salário, ele começa a reclamar que o ordenado é baixo. O sentimento de
gratidão vai aos poucos desaparecendo quando a vida se torna
maquinal. O ancião que é sustentado pelo amor dos filhos é feliz, mas o
outro que é abrigado em asilo para idosos pelo regime de assistência
social não sente tanta felicidade como o primeiro.

Nós respiramos o ar todos os dias, mas, porque ele nos é fornecido


maquinalmente, geralmente não sentimos gratidão a ele. Nós não
podemos viver sem o Sol, mas não nos sentimos tão gratos a ele, pois
este astro surge maquinalmente todas as manhãs no horizonte.

Será que podemos continuar assim? É obvio que não.


Despertemos e levantemo-nos! Nós vivemos cercados de todos os tipos
de dádiva.

A gratidão não é condicionada pela quantidade de dádivas; ela vem do


despertar da alma. Chamamos "iluminados" aos que têm a alma
desperta. Quando vejo as pessoas que se consideram "iluminadas" mas
que vivem se queixando, tenho vontade de perguntar-lhes: "Despertaram
para o quê?"

Em qualquer fato podemos encontrar motivos de alegria!


Um mesmo fato pode ser causa de queixa para uma pessoa e fonte de
alegria para outra. Podemos nos queixar dizendo que a família não nos
segue na boa ação que praticamos, mas também podemos nos alegrar
muito pelo fato de termos encontrado o caminho da luz antes dos demais
membros da família. Aquele que vê apenas o lado alegre das coisas
evolui constantemente, mas aquele que vê o lado sombrio precipita-se no
mundo da treva.
Em qualquer fato podemos encontrar motivos de alegria. Quando chove,
em vez de dizermos "Que tempo desagradável!", precisamos dizer "Que
ótima rega!". Neste mundo não há nada de inútil. Quando percebemos
que não há nada inútil, compreendemos que neste mundo não existe
motivo algum para tristeza.
(TANIGUCHI, Masaharu. A Verdade da Vida, Vol. 37; 5ª Ed.; Cap.
Janeiro; p23)

Abandone o sentimento de queixa!

Recebi essa carta de uma pessoa perguntando como fazer para curar-se
de uma doença. Dezenas de cartas desse gênero chegam à minha mesa
diariamente. A resposta que escrevi para ela pode não servir para todos
os doentes, mas vou transcrevê-la, pois pode ser útil para muitos deles:

"Você está impaciente. Está querendo sarar logo. Está inquieto. Ficando
assim inquieto, a doença não será curada. Essa mente inquieta é que
constitui a doença. Você tem atrito com a família, não é? Com tanto
atrito, não é possível curar-se. Você diz que não há tanto atrito?
Certamente não se dão socos um no outro. Mas está realmente satisfeito
com seus familiares? Está agradecendo a eles? Não está, não é
mesmo? Você está pensando 'quero que me façam assim e assado', não
é? Esse 'querer' vem da mente insatisfeita ou da mente em busca de
compaixão.

Essa mente é que constitui a doença. A doença não está no corpo carnal.
Ela está em sua mente. Se sua mão direita não se move, agradeça ao
fato de ter uma mão esquerda se movendo. Transforme o seu sentimento
em gratidão a todas as coisas. Talvez você diga 'Eu agradeço tanto mas
ainda não sarei'. Se o ponto final a que você chega é ainda o sentimento
de queixa, é sinal de que ainda não renasceu espiritualmente. Enquanto
você viajando no trem cujo destino é a queixa, nunca chegará ao ponto
final que é a gratidão. Então, conclui-se que os sentimentos de gratidão
que você mostrou nas estações por onde passou foram falsos. Veja tudo
com o sentimento gratidão e, acreditando que a doença não existe".
(TANIGUCHI, Masaharu. A Verdade da Vida, Vol. 37; 5ª Ed.; Cap. abril;
p110)

Retribuir às graças com sentimento de gratidão!

Achamos que o Sol, que fornece constantemente calor às pessoas,


deveria perder o calor e atrofiar-se gradativamente, mas não é o que
acontece. A astronomia moderna nos ensina que, ao contrário, a sua
energia vai aumentando cada vez mais.
Aquele que sempre beneficia o próximo e pratica atos de amor também
cresce cada vez mais como o sol.

Se há alguém pretendendo se afastar de Deus porque já recebeu muitas


graças, ele será como um planeta que resolve deixar o sistema solar
porque já entendeu o que é o calor do Sol e acha que já o recebeu
suficientemente. O planeta terra não faz parte do sistema solar para
compreender teoricamente o que sejam os benefícios do Sol, mas sim
para formar concretamente o sistema solar.

Todas as coisas da face da Terra crescem porque transmitem para as


demais, sucessivamente, o calor que receberam até então. Assim é a
retribuição da graça. Onde há retribuição da graça, tudo e todos
prosperam.
(TANIGUCHI, Masaharu. A Verade da Vida, Vol. 37; 5ª Ed.; Cap. abril;
p118)

Agradeça também aos tropeços

O tropeço é um acontecimento lamentável, mas precisamos agradecer


também ao tropeço, pois ele nos ensinam que, na vida, devemos
caminhar erguendo suficiente os pés. Quando tropeçamos, aprendemos
mais lições do que antes de tropeçarmos.

O tropeço serve também para abrir os nossos olhos. Se não tivéssemos


tropeçados a tempo, talvez não tivéssemos percebido que estávamos
seguindo pelo caminho que nos leva ao precipício. Não estou justificando
o tropeço, nem consolando os que tropeçam. O tropeço realmente
merece ser agradecido.

Os que estão tropeçando devem agradecer, e aqueles que já estão livres


de tropeços devem agradecer ainda mais por essa felicidade.
Procedendo dessa forma descobrimos que a vida está cheia de motivos
de agradecimento.
(TANIGUCHI, Masaharu. A Verdade da Vida, Vol.3; 1ª Ed.; Cap.Agosto;
p.46)

Se você agradecer verdadeiramente, fluirá a provisão infinita


É tolo aquele que não quer ver a dádiva imensurável que já lhe está
dada, e lamenta as insignificantes coisas perdidas. Experimente nutrir,
pelo menos uma vez, o verdadeiro sentimento de gratidão pela riqueza
do Universo que já está dada a você. O sentimento verdadeiro de
gratidão é como uma varinha mágica: tem o poder de exteriorizar a
infinita riqueza interior.

Estes são os modos de expressar a gratidão:


1) Agradecer mentalmente.
2) Pronunciar palavras de gratidão.
3) Converter em prática o sentimento de gratidão.
4) Transmitir aos outros a Verdade que o salvou.
5) Construir templos dignos de representar a supremacia de Deus, para
exaltar a Sua glória.
6) Construir "academias" com a finalidade de divulgar a Verdade às
pessoas. Enumerando minuciosamente, com certeza teremos ainda
muitos outros modos de expressão, mas se somos verdadeiramente
gratos a Deus, podemos praticar espontaneamente pelo menos os seis
itens acima.
(TANIGUCHI, Masaharu. A Verdade, Vol.2; 1ª Ed.; Cap.XIII; p.298)

Agradecendo aos benefícios que temos atualmente, recebemos a grande


dádiva
Uma vez ao dia (ou duas, um de manhã e outra à noite), tornemos
pacífica e alegre a nossa mente volvamo-la para Deus e agradeçamos às
graças divinas que temos recebido até agora (ar, água, luz, por exemplo,
que são graças divinas, às quais havíamos esquecido de agradecer).
Esse sentimento de gratidão é que irá ampliar a entrada das dádivas que
já estão dadas. A seguir, desenhemos em nossa mente a coisa ou a
situação que desejamos e mentalizemos as seguintes palavras de fé e
agradecimento: "Deus sabe o que é necessário para mim e já me
atendeu. Muito obrigado." Não devemos ter pensamentos negativos ou
ficar apreensivos. Os pensamentos negativos e as apreensões
embaraçam a nossa "lente mental" e impedem que as coisas já
destinadas a nós se projetam perfeitamente do mundo da Imagem
Verdadeira para o mundo do fenômeno.
(TANIGUCHI, Masaharu. A Verdade, Vol. 9; 6ª Ed.; Cap.XIV; p.306)

Agradeça a seus pais

"Só depois dos cinquenta anos atingi o estado espiritual de reverenciar


meus pais como Budas" (de Espírito de Reverência, autoria de Masaharu
Taniguchi).
Um filho ideal procede dessa forma. Pretendo atingir esse nível espiritual,
mesmo que leve a minha vida inteira, ou ainda que haja a necessidade
de privar-me de muitas coisas.
Não me considero um bom filho, nem sequer me aproximei do ideal.
Mas, mesmo assim, quando despertei para o amor de meus pais e
conseguir agradecer a eles, tornei-me uma pessoa feliz. E já presenciei
muitas e muitas pessoas passando por essa mesma experiência.
Portanto, posso afirmar com absoluta convicção: "Quando agradecerem
aos pais, todos serão felizes".
(KUSUMOTO, Kamino. Buscando o Amor dos Pais; 1ª Ed.; Guia para a
Felicidade; p.120)
"O amor de Deus manifesta-se sob a forma de corpo carnal, visível e
palpável, através dos pais" (A Verdade da Vida, vol.1)

O amor de Deus se aloja nos pais, que tem e criam seus filhos como
manifestação desse amor proveniente de Deus. Quem não consegue
reconhecer esse profundo e ardente amor dos pais, jamais poderá
compreender o amor oculto no interior de todas as pessoas e coisas.
Somente o amor dos pais já é suficientemente para nos fazer reconhecer
o amor de Deus. Mesmo que você tenha recordações desagradáveis de
seus pais, se persistir em orar agradecendo a eles, um dia chegará à
conclusão de que quem estava errado era você, que vinha odiando seus
próprios pais. E então conseguirá realmente sentir gratidão por eles.
(KUSUMOTO, Kamiro. Buscando o Amor dos Pais; 1ª Ed.; Guia para a
Felicidade; p.128)

Conservar sempre o sentimento Natural


Sentimento natural é o zero, é o todo, é o círculo; é a perfeição, é puro, é
a fonte da provisão infinita, da harmonia; é a ausência de doença.
Infortúnios, dificuldades e doenças que surgem quando se está afastado
do sentimento natural. Toda espécie de infelicidade se extingue quando,
após uma reflexão, se retorna ao sentimento natural.
Viver com naturalidade
Quando se compreende a Verdade, ocorrem curas de diversas doenças
e, por isso, há quem diga que são milagres ou que somos modernos
padres cristãos, tecendo elogios ou críticas a nosso respeito. Contudo, a
Seicho-No-Ie não é, em absoluto um local onde ocorrem milagres. E isso
está claramente escrito na coletânea A Verdade da Vida. Na página 27
do volume 3 dessa coletânea, está escrito: "Seicho-No-Ie é um lugar que
faz desaparecer os milagres".

Há quem considere a cura de doenças um milagre misterioso, mas isso


não é, absolutamente, um milagre, e sim algo natural. O normal é o
homem ter saúde, e milagre seria o adoecimento desse homem que
deveria ser saudável. O certo é o homem saber se contentar com aquilo
que é natural. Por isso, se a pessoa deseja algo antinatural ainda não
atingiu a naturalidade. Em outras palavras, sua mente está doente.
Quando compreender que o melhor é viver de modo natural, essa
pessoa recuperará a naturalidade. Todos os obstáculos, preocupações,
tristezas e sofrimentos surgem quando não se vive naturalmente.
Vivendo-se de modo natural e normal, jamais se tem sofrimentos nem
preocupações. Entretanto, quando se vive de modo antinatural,
aparecem complicações, dando origem a sofrimentos e preocupações.

Então, que vem a ser essa mentalidade antinatural? É a mentalidade que


não aceita os fatos naturais de modo natural. Existe o ego, a escolha
egoísta, não aceitando tudo com gratidão e naturalidade. Faz-se
escolhas e se contenta com aquilo que não é natural. Essa mentalidade
antinatural cria ambientes e estado de saúde física que não são naturais.
O ambiente é sombra da mente, o corpo carnal também é sombra da
mente. Quando a pessoa não aceita tudo que é normal, com gratidão, e
se contenta com aquilo que é antinatural, não consegue dar a vida total
ao seu estado natural de agora, e seu corpo físico como também seu
ambiente não são vivificados integralmente, manifestando-se de modo
defeituoso e imperfeito.

Que acontece com a conduta de uma pessoa quando sua mente retoma
seu estado natural? Passa a executar os princípios de vida humana
declarados pelo Imperador Meiji no Rescrito Imperial da Educação e vive
respeitando os pais, harmonizando-se com os irmãos, sendo gentil com
os amigos e amando o cônjuge. O caminho indicado pelo Imperador Meiji
é a grande senda do céu e da terra, absolutamente simples e natural.
Portanto, se a esposa conseguir cumprir naturalmente o dever filial, o
corpo físico também retoma seu estado natural e recupera a saúde. Com
isso, já houve, no passado, uma seita que promovia a cura de doenças,
melhorando a saúde dos fiéis, tendo como doutrina o respeito, amor e
gratidão aos pais. A mente, que retribui ao amor dos pais e se harmoniza
com eles, faz com que o homem retorne ao caminho do céu e da terra, o
que o torna saudável.
(TANIGUCHI, Masaharu. A Verdade da Vida, Vol. 36; 1ª Ed.; Cap.2; p.51)

A verdadeira felicidade é algo natural e simples


A verdadeira é como a água potável. Somente através de uma felicidade
natural e simples como a água potável é que a alma consegue realmente
saciar sua sede. A felicidade ardente, a alegria delirante e os prazeres
inebriantes são estimulantes como o sorvete, o café, o chá açucarado e
as bebidas alcoólicas, mas nunca saciam a sede interior.
Até compreender que o sabor da verdadeira felicidade está na
simplicidade, o homem terá de ficar vagando pela vida.
(TANIGUCHI, Masaharu. A Verdade da Vida, Vol. 37; 5ª Ed.; Cap.Abril;
p.125)

Aceita a situação tal qual ela se apresenta


Para atingir o estado mental de aceitar uma situação tal qual ela se
apresenta, com docilidade e gratidão, é necessário conscientizar que o
homem é originariamente perfeito e puro, um ser que já está
naturalmente purificado e remido. Nada há que liberte a Vida do homem
como esta Verdade.
O homem não foi criado originariamente de modo imperfeito e restrito,
que só consegue se purificar por meio de práticas religiosas ou lavando o
corpo com água. "O homem é filho de Deus, é a própria natureza divina"
- eis a Verdade vertical anunciada pela Seicho-No-Ie.
(TANIGUCHI, Masaharu. A Verdade da Vida, Vol. 36; 1ª Ed.; Cap.Abril;
p.122)

Respeite a individualidade dos outros


O bambu tem, por natureza, a propriedade de crescer reto; o cipó tem a
propriedade de se enroscar; e a grama tem a propriedade de se espalhar
pelo chão. Em cada um deles há beleza e individualidade, e na
individualidade está presente à vontade divina, está presente Deus.

Deixemos que o bambu seja bambu, o cipó seja cipó e a grama seja
grama. Quando tentamos fazer com que o cipó cresça reto como o
bambu e este se enrosque como o cipó, eles morrerão. E não só isso:
nós próprios, na tentativa de coagi-los dessa forma, ficaremos esgotados
e acabaremos destruindo a nós mesmos. Em outras palavras,
enquadrando-os em nosso molde acabaremos prejudicando a eles e a
nós também.

As pessoas, assim como diferem nos traços fisionômicos, diferem


também na individualidade e no modo de ver as coisas. Por isso, a
tentativa de fazer com que a visão e as opiniões de todas as pessoas
sejam iguais às nossas só pode resultar em fracasso. O que podemos
ganhar com isso são o cansaço e a hostilidade. Quando tentamos impor
teimosamente a nossa opinião aos outros, somos detestados
inevitavelmente, pois ninguém gosta de ser coagido a aceitar as opiniões
alheias.

Nunca pense em orientar o próximo, conduzindo-o sob rédeas. É melhor


você mesmo dedicar-se no sentido de beneficiar o próximo através da
Verdade que aprendeu, e deixá-lo à vontade, acreditando na bondade do
filho de Deus que nele se aloja. O homem, quando em verdadeira
liberdade, passa a viver corretamente, assim como o pião gira
firmemente em torno do seu eixo quando o deixamos rodar livremente,
sem o tocarmos.
(TANIGUCHI, Masaharu. A Verdade da Vida, Vol. 37; 5ª Ed.;
Cap.Abril;p.122)

Com todo o meu Amor!

Elainne Ourives
Treinadora Mental e Reprogramadora de DNA
Criadora da Técnica Hertz - Reprogramação da Frequência Vibracional
www.holococriacao.com.br