Você está na página 1de 82
oart2r2018 Leine 11.091 Presidéncia da Republica Casa Civil Subchefia para Assuntos Juri DE 12 DE JANEIRO DE 2005, Dispée sobre a estruturagéo do Plano de Carreira dos Cargos Técnico-Administrativos em Educacao, no ambito das Instituigdes Federais de Ensino vinculadas ao Ministério da Educagao, e dé outras providéncias. ‘Texto compilado. Vide Lei n® 12,702, de 2012 © PRESIDENTE DA REPUBLICA Fago saber que 0 Congresso Nacional decrota ¢ eu sanciono a seguinte Le CAPITULO I DISPOSICOES PRELIMINARES ‘Att 12 Fica estruturado 0 Plano de Carreira dos Cargos Técnico-Administrativos em Educagéo, compasto pelos cargos efetivos de técnico-administrativos e de técnico-maritimos de que trata a Lei n® 7.596, de 10 de abril de 1987, e pelos cargos referidos no § 52 do art. 15 desta Lei § 12.0s cargos a que se refere o caput deste artigo, vagos e ocupados, integram o quadro de pessoal das Instituiges Federais de Ensino § 22 0 regime juridico dos cargos do Plano de Carreira 6 o instituldo pela Lein® 8.112, de 11 de dezembro de 1990, observadas as disposigées desta Lei. ‘Art, 22 Para os efeitos desta Lei, stio consideradas InstituigSes Federals de Ensino os érgéios @ entidades pilblicos vinculados ao Ministério da Educagao que tenham por atividade-fim 0 desenvolvimento e aperfeigoamento do ensino, da pesquisa e extensdo e que integram o Sistema Federal de Ensino. CAPITULO II DA ORGANIZACAO DO QUADRO DE PESSOAL ‘Art 32 A gestio dos cargos do Plano de Carreira observard os seguintes principios e diretrizes: = natureza do processo educativo, fungao social e objetivos do Sistema Federal de Ensino; Il - dinamica dos processos de pesquisa, de ensino, de extensao e de administragao, ¢ as competéncias especificas decorrentes IIL - qualidade do proceso de trabalho; IV - reconhecimento do saber no instituldo resultante da atuago profissional na dinamica de ensino, de pesquisa e do extensao; \V-- vinculagao ao planejamento estratégico e ao desenvolvimento organizacional das instituigoes; \VI-investidura em cada cargo condicionada a aprovago em concurso puiblico; VII - desenvolvimento do servidor vinculado aos objetivos institucionais; Vill - garantia de programas de capacitagao que contemplem a formagao especifica e a geral, nesta incluida a ‘educagao formal; 1X - avaliagéio do desempenho funcional dos servidores, como processo pedagdgico, realizada mediante critérios objetivos decorrentes das metas institucionais, referenciada no cardter coletivo do trabalho e nas expectativas dos usuarios; X - oportunidade de acesso as atividades de diregdo, assessoramento, chefia, coordenagdo e assisténcia, respeltadas as normas especificas. hp thew planalte.govbrlocvi_03)_ata2004-2006/2005iet11091 him se. oart2r2018 Leine 11.091 ‘Art. 42 Cabord & Instituigio Federal de Ensino avaliar anualmente a adequagao do quadro de pessoal as suas necessidades, propondo ao Ministério da Educagao, se for 0 caso, 0 seu redimensionamento, consideradas, entre outras, as seguintes variéveis - demandas institucionais, II proporgao entre os quantitatives da forga de trabalho do Plano de Carreira e usuarios; IL -inovagdes tecnolégicas; & IV - modemizagao dos processos de trabalho no Ambito da Instituigao, Pardgrafo Unico. Os cargos vagos e alocados provisoriamente no Ministério da Educagao deverdo ser redistribuidos para as Instituigdes Federais de Ensino para atender as suas necessidades, de acordo com as variaveis indicadas nos incisos | a IV deste artigo e conforme o previsto no inciso | do § 12 do art. 24 desta Lei CAPITULO II DOS CONCEITOS 52 Para todos os efeitos desta Lei, aplicam-se os seguintes conceitos: I plano de carreira: conjunto de principios, diretrizes e normas que regula o desenvolvimento profissional dos servidores titulares de cargos que integram delerminada carrelra, constituindo-se em instrumento de gestéo do érgao ou entidade; = nivel de classificagao: conjunto de cargos de mesma hierarquia, classificados a partir do requisito de escolaridade, nivel de responsabilidade, conhecimentos, habilidades espectficas, formacao especializada, experiéncia, risco e esforgo fisico para o desempenho de suas atribuigoes; lil - padre de vencimento: posicdo do servidor na escala de vencimento da carreira em fungao do nivel de capacitagao, cargo e nivel de classiticagéo; IV - cargo: conjunto de atribuigées e responsabllidades previstas na estrutura organizacional que so cometidas a um servidor; \V - nivel de capacitagao: posicao do servidor na Matriz Hierdrquica dos Padrées de Vencimento em decorréncia da capacitagao profissional para 0 exercicio das atividades do cargo ocupado, realizada apés o ingresso; VI ambiente organizacional: area especifica de atuagdo do servidor, integrada por alividades afins ou complementares, organizada a partir das necessidades institucionais e que orienta a politica de desenvolvimento de pessoal: VII - usuarios: pessoas ou coletividades intemnas ou externas a Instituigao Federal de Ensino que usufruem direta ou indiretamente dos servicos por ela prestados. CAPITULO IV DA ESTRUTURA DO PLANO DE CARREIRA DOS CARGOS TECNICO-ADMINISTRATIVOS EM EDUCAGAO Art. 62 O Plano de Carreira esta estruturado em 5 (cinco) niveis de classificagao, com 4 (quatro) niveis de capacitagao ‘cada, conforme Anexo I-C desta Lei (Redacao dada pela Lei n® 11,784, de 2008) Art. 72 Os cargos do Plano de Carreira sao organizados em 5 (cinco) niveis de classificagao, A, 8, C,D e E, de acordo ‘com 0 disposto no inciso Il do art. 52.e no Anexo II desta Lei. Art, 82 Sdo atribuigdes gerais dos cargos que integram o Plano de Carreira, sem prejuizo das atribuigdes especificas e ‘observados os requisitos de qualificacdo e competéncias definidos nas respectivas especificagdes: hp thew planalte.govbrlocvi_03)_ata2004-2006/2005iet11091 him 2ie2 oart2r2018 Leine 11.091 |-- planejar, organizar, executar ou avaliar as atividades inerentes ao apoio técnico-administrativo ao ensino; II planejar, organizar, executar ou avaliar as atividades técnico-administrativas inerentes & pesquisa e a extensfo nas Instituig6es Federais de Ensino; Il - executar tarefas especficas, utilizando-se de recursos materials, financeiros e outros de que a Instituigéo Federal de Ensino disponha, a fim de assegurar a eficiéncia, a eficacia e a efetividade das atividades de ensino, pesquisa e extensdo das Instituiges Federais de Ensino. § 12s atribuigbes gerais referidas neste artigo serdo exercidas de acordo com o ambiente organizacional. § 22s atribuigdes especificas de cada cargo serdo detalhadas em regulamento, CAPITULO V DO INGRESSO NO CARGO E DAS FORMAS DE DESENVOLVIMENTO Art, 82 0 ingresso nos cargos do Plano de Carreira far-se~8 no padrao inicial do 12 (primeiro) nivel de capacitagao do respectivo nivel de classificagao, mediante concurso puilico de provas ou de provas ¢ titulos, observadas a escolaridade © experiéncia estabelecidas no Anexo Il desta Lei. § 12.0 concurso referido no caput deste artigo podera ser realizado por areas de especializagao, organizado em 1 (uma) ou mais fases, bem como incluir curso de formagao, conforme dispuser 0 plano de desenvolvimento dos integrantes do Plano de Carreira, § 22 O edital definiré as caracteristicas de cada fase do concurso piiblico, os requisites de escolaridade, a formago especializada e a experiéncia profissional, os critérios eliminatérios e classificatérios, bem como eventuals restrigoes & condicionantes decorrentes do ambiente organizacional ao qual sero destinadas as vagas. Art. 10. 0 desenvolvimento do servidor na carreira dar-se-4, exclusivamente, pela mudanga de nivel de capacitagao e de padrao de vencimento mediante, respectivamente, Progressao por Capacitacao Profissional ou Progresso por Mérito Profissional. § 12 Progressao por Capacitagao Profissional é a mudanga de nivel de capacitagdo, no mesmo cargo e nivel de classificagao, decorrente da obtengao pelo servidor de certificagéo em Programa de capacitagao, compativel com 0 cargo ‘ocupado, 0 ambiente organizacional e a carga horaria minima exigida, respeitado o intersticio de 18 (dezoito) meses, nos termos da tabela constante do Anexo Ill desta Lei § 22 Progresso por Mérito Profissional ¢ a mudanga para o padréo de vencimento imediatamente subseqiiente, a cada 2 (dois) anos de efelivo exercicio, desde que o servidor apresente resultado fixado em programa de avaliagao de desempenho, observado o respectivo nivel de capacitacdo. § 32 O servidor que fizer jus & Progresso por Capacitago Profissional seré posicionado no nivel de capacitago subseqiiente, no mesmo nivel de classificagao, em padrao de vencimento na mesma posi¢éo relativa a que ocupava anteriormente, mantida a distancia entre o padrao que ocupava e o padrao inicial do novo nivel de capacitagéo. eae i; eurses-de-capasitagae- '§.42 No cumprimento dos critérios estabelecidos no Anexo Ill, 6 permitido 0 somatério de cargas hordrias de cursos realizados pelo servidor durante a permanéncia no nivel de capacitagao em que se encontra e da carga hordiia que excedeu exigéncia para progressdo no intersticio do nivel anterior, vedado 0 aproveltamento de cursos com carga hordria inferior a 20 (vinte) horas-aula (Redacdo dada pela Lei n® 12.772, de 2012) § 52 A mudanca de nivel de capacitagdo © de padréo de vencimento néo acarretaré mudanga de nivel de classificagao. hp thew planalte.govbrlocvi_03)_ata2004-2006/2005iet11091 him aise