Você está na página 1de 6

Manual do curso ead de acidentes tóxicos por animais peçonhentos

Curso EAD de Acidentes Tóxicos


por Animais Peçonhentos 3º Edição:
O curso a distância de Acidentes Tóxicos por Animais Peçonhentos é uma iniciativa do Núcleo de Telessaúde Técnico
Científico do Rio Grande do Sul (TelessaúdeRS-UFRGS) e do Centro de Informação Toxicológica (CIT/RS).

Objetivo geral:
Qualificar os profissionais da Atenção Primária à Saúde (APS) no reconhecimento de animais peçonhentos.
Objetivos específicos:
• identificar os animais de interesse toxicológico, locais e situações de risco;
• realizar coletas com segurança;
• reconhecer os acidentes causados;
• tomar as primeiras providências frente a casos de picada ou contato com estes animais.

Público-alvo:
Profissionais de saúde atuantes na Atenção Primária à Saúde (APS) do Brasil e estudantes de graduação
das áreas da saúde.

Inscrições:
• Acesse o link https://www.ufrgs.br/telessauders/cursos-inscricoes/inscricoes.php para saber como realizar
o seu cadastro na plataforma de ensino do curso.
• Cumprida essa etapa, acesse o Moodle TelessaúdeRS-UFRGS através do link https://moodle. telessauders.
ufrgs.br/login/index.php. Clique no curso e insira a chave de inscrição que está no texto explicativo do curso.
• Preencha o cadastro dentro do curso com todos os dados solicitados, eles são importantes para a confirmação
da inscrição e confecção do certificado.

Atenção: o não preenchimento do cadastro até o dia 26/07/2018 representará desistência da vaga e não
será possível dar continuidade ao curso. A equipe de Teleducação se reserva o direito de remover o participante
a qualquer momento do curso caso a veracidade das informações prestadas não seja confirmada.

2
Manual do curso ead de acidentes tóxicos por animais peçonhentos

Estrutura do Curso:
O curso é autoinstrucional. Foi planejado de forma que os conteúdos sejam autoexplicativos. Nesse formato
não há presença de tutores. Com carga horária total de 60 horas, é composto por 04 unidades, descritas a seguir.
• Uma unidade de ambientação, com manual do curso, tutorial para uso do Moodle TelessaúdeRS-UFRGS,
vídeo de boas-vindas e pré-teste.
• Quatro unidades, que serão disponibilizadas semanalmente, às quintas feiras, incluindo atividades
obrigatórias (apostilas, vídeos e questionários) e leituras complementares.
• Uma unidade de avaliação final e a satisfação do curso.
O aluno poderá realizar as atividades no dia e horário que lhe for mais conveniente, por meio de seu
computador e internet. As atividades e leituras sugeridas deverão ser desenvolvidas no período proposto no
cronograma.
O curso será totalmente ministrado na modalidade EAD através da plataforma de ensino e aprendizado
a distância Moodle TelessaúdeRS-UFRGS. As aulas ficarão disponíveis durante o período do curso tanto na
plataforma Moodle, quanto no canal do TelessaúdeRS-UFRGS no site do YouTube.

Unidades:
Data de início Unidade
16/07/2018 Ambientação
26/07/2018 Unidade 1 – Animais peçonhentos e venenosos; características gerais das serpentes;
e dentição e fosseta loreal.
02/08/2018 Unidade 2 – Serpentes
09/08/2018 Unidade 3 – Aranhas e escorpiões.
16/08/2018 Unidade 4 – Lagartas urticantes, taturana; outros animais de interesse toxicológico;
prevenção e primeiros socorros.
23/08/2018 Avaliação final e satisfação do curso
31/08/2018 Término do curso

Observação: os módulos têm data para abrir, mas não para fechar. Todos os módulos se encerram juntos
no dia 31/08/2018.

Avaliação:
• O processo de avaliação dos alunos envolverá questões objetivas ao final de cada módulo, valendo 1,5 pontos cada
questionário. E a avaliação final, aplicada no final do curso, que vale 4,0 pontos, totalizando 10,0 pontos no final.
• A realização do pré-teste é obrigatória para a liberação das próximas etapas do curso, mas ele não vale nota.
• A nota final será a soma da nota dos questionários dos módulos com o pós-teste.

3
Manual do curso ead de acidentes tóxicos por animais peçonhentos

Critérios para aprovação:


• Fazer parte do público alvo.
• Preenchimento completo do cadastro.
• Obtenção da nota 7,0 ou superior.

Certificado:
O certificado será emitido pelo Portal de Extensão da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, somente de forma
eletrônica, com valor único a ser pago de R$4,00. Fica a cargo do participante a sua impressão, em quantas vias julgar
necessário. O passo a passo para a obtenção do certificado será enviado para o e-mail cadastrado na Plataforma Moodle até
31/10/2018. A certificação será possível se o participante atingir nota igual ou maior que 7,00 e ter preenchido o cadastro
do curso.
O TelessaúdeRS-UFRGS não imprime nem envia certificados por correio sob nenhuma circunstância.
Quem optar pelo certificado manual (que não possui autenticidade) deve manifestar interesse pelo e-mail:
ead@telessauders.ufrgs.br. Esse certificado é enviado em até 7 dias após a solicitação e não impede a obtenção do
certificado via Portal de Extensão da UFRGS, se o ainda desejar.

Requisitos Básicos:
• Noções básicas de aspectos básicos relacionados à informática;
• Acesso à internet com o mínimo de 512 Kbps e caixa de som ou fones;
• Disponibilidade para o curso durante as 5 semanas.
• Ter os seguintes softwares instalados:

Flash Player (última versão disponível pelo Fabricante)


http://get.adobe.com/br/flashplayer/
Java (última versão disponível pelo Fabricante)
http://www.java.com/en/download/manual.jsp
Adobe PDF Reader (última versão disponível pelo Fabricante)
http://get.adobe.com/br/reader/

4
Manual do curso ead de acidentes tóxicos por animais peçonhentos

Referências bibliográficas:
RIO GRANDE DO SUL. Secretaria da Saúde. Fundação Estadual de Produção e Pesquisa em Saúde. Centro
de Informação Toxicológica. Animais peçonhentos [Internet]. Porto Alegre: CIT/RS, 2016. Disponível em:
http://www.cit.rs.gov.br/. Acesso em: 11 nov. 2016.

SILVA, K. R. L. M.; MARQUES, M. G. B. M; NICOLELLA, A. (Org.). Manual de acidentes por animais


peçonhentos e venenosos. Porto Alegre: CIT/RS, 2016.

AZEVEDO-MARQUES, M. M.; HERING, S. E.; CUPO, P. Acidente crotálico. In: CARDOSO, J. L. C. et al.
Animais peçonhentos no Brasil: biologia, clínica e terapêutica dos acidentes. São Paulo: Sarvier, 2003. p.91-98.

BRASIL. Ministério da Saúde. Manual de controle de escorpiões. Brasília: Ministério da Saúde, 2009. 72 p.

BRASIL. Ministério da Saúde. Manual de diagnóstico e tratamento dos acidentes por animais
peçonhentos. Brasília: Ministério da Saúde, 1998. 131 p.

FENWICK, A. M. et al. Morphological and molecular evidence for phylogeny and classification of South
American pitvipers, genera Bothrops, Bothriopsis, and Bothrocophias (Serpentes: Viperidae). Zoological
Journal of the Linnean Society, Londres, v. 156, n. 3, p. 617-640, 2009.

FRANÇA, F. O. S.; MÁLAQUE, C. M. S. Acidente botrópico. In: CARDOSO, J. L. C. et al. Animais


peçonhentos no Brasil: biologia, clínica e terapêutica dos acidentes. São Paulo: Sarvier, 2003. p. 72-86.

LEMA, T. Os répteis do Rio Grande do Sul: atuais e fósseis – biogeografia – Ofidismo. Porto Alegre:
EDIPUCRS, 2002. 264 p.

LUCAS, S. M. Aranhas de interesse médico no Brasil. In: CARDOSO, J. L. C. et al. Animais peçonhentos no
Brasil: biologia, clínica e terapêutica dos acidentes. São Paulo: Sarvier, 2003. p.141-149.

MELGAREJO, A. R. Serpentes peçonhentas do Brasil. In: CARDOSO, J. L. C. et al. Animais peçonhentos no


Brasil: biologia, clínica e terapêutica dos acidentes. São Paulo: Sarvier, 2003. p.33-61.

MORAES, R. H. P. Lepidópteros de importância médica. In: CARDOSO, J. L. C. et al. Animais peçonhentos


no Brasil: biologia, clínica e terapêutica dos acidentes. São Paulo: Sarvier, 2003. p.211-219.

WEN, F. H.; DUARTE, A. C. Acidentes por Lonomia. In: CARDOSO, J. L. C. et al. Animais peçonhentos no
Brasil: biologia, clínica e terapêutica dos acidentes. São Paulo: Sarvier, 2003. p.224-232.

5
Manual do curso ead de acidentes tóxicos por animais peçonhentos

Equipe Responsável:
A Equipe de coordenação, suporte e acompanhamento do Curso é formada por integrantes do Núcleo de
Telessaúde do Rio Grande do Sul (TelessaúdeRS-UFRGS) e do Centro de Informação Toxicológica (CIT/RS).

Coordenação Geral Diagramação e Ilustração


TelessaúdeRS-UFRGS Angélica Dias Pinheiro
Roberto Nunes Umpierre Carolyne Vasquez Cabral
Marcelo Rodrigues Gonçalves Luiz Felipe Telles

Coordenação da Teleducação Edição/Filmagem/Animação


do TelessaúdeRS-UFRGS Diego Santos Madia
Ana Paula Borngräber Corrêa Rafael Martins Alves

Conteudistas Divulgação
Kátia Rosana Lima de Moura da Silva Camila Hofstetter Camini
Maria da Graça Boucinha Marques Gustavo Oliva Barnasque
Alberto Nicolella Samira Rodrigues
Juliana Baratojo Soares
Revisores (TelessaúdeRS-UFRGS)
Ana Paula Borngräber Corrêa Design Instrucional
Roberto Nunes Umpierre Ana Paula Borngräber Corrêa
Rosely de Andrade Vargas
Equipe de Teleducação
Projeto Gráfico Andreza de Oliveira Vasconcelos
Luiz Felipe Telles Angélica Dias Pinheiro
Luísa Pimentel Silva
Mohamed Anass Bodi
Ylana Elias Rodrigues

Ao Prof. Dr. Paulo Sérgio Bernarde, que gentilmente cedeu parte das fotos utilizadas no
módulo sobre serpentes, nosso muito obrigado.

Dúvidas e informações sobre o curso:


Site: www.telessauders.ufrgs.br
E-mail: ead@telessauders.ufrgs.br
Telefone: 51 3308 2098 ou 3308 2093

Realização Apoio

Ministério da
Saúde 6
Governo
Federal